SlideShare uma empresa Scribd logo
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011              http://murielpintogeografia.blogspot.com




                   GEOGRAFIA




                                 ELABORAÇÃO MATERIAL
   Autor: Muriel Pinto
   * Licenciado em Geografia.
   * Consultor Turístico e Patrimonial.
   E-mail: murielpinto@yahoo.com.br
   Blog : http:// murielpintogeografia.blogspot.com
   Fone: 055-99145468




                                               1
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011       http://murielpintogeografia.blogspot.com




                           SUMÁRIO
              Temática      1
          Agropecuária Global_______________________                                    3

              Temática      2

          OMC___________________________________                                        9
          __
             Temática 3

          Indústria________________________________                                    15
          __
              Temática      4
Temátic Fontes de Enegia_________________________                                      21


              Temática      5

          Globalização_____________________________ 27

              Temática      6

          Blocos economicos________________________ 34

              Temática      7
          China e Àfrica__________________________                                     38


              Temática      8
                                                                                       42
          Conflitos globais__________________________
                                        2
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                     http://murielpintogeografia.blogspot.com



  Temática 1


  AGROPECUÁRIA GLOBAL

Limitações naturais à produção e ao aumento da produtividade das culturas:

 Níveis de insolação: altas latitudes possuem baixos índices de insolação (fator que dificulta a
 produtividade).

 Disponibilidade de água: áreas desérticas (falta de água dificulta a produtividade).

 Área territorial: países europeus (apresentam áreas territoriais pequenas, o que inviabiliza os cultivos
 agrícolas), em contrapartida os países da América do Sul e do continente africano (possuem áreas
 interessantes para o aumento da produtividade agrícola).



Limites Geográficos para as culturas e produção:

Trigo: não se adapta a climas quentes e úmidos.
Cacau e Cana-de-açucar: não se desenvolvem em climas frios e secos.
Arroz: necessita de água em abundância.



Características                 EUA                               União Européia (EU)
Concentração fundiária          Grandes propriedades              Pequenas propriedades (Produção
                                (agronegócio).                    familiar).
Cultivos                        Monocultura (especialização de    Policultura (diversidade de cultivos)
                                cultivos)
Densidades demográficas         Baixa (desvaloriza as terras      Alta (valoriza as terras agrícolas).
                                agrícolas).
Subsídios agrícolas             Milho (etanol)                    açúcar



  Sistemas de produção agrícola


Agricultura familiar (aparece em pequenas propriedades = comercialização interna = cooperativismo).
Agricultura patronal ou empresarial: aparecem em grandes propriedades = comercialização externa =
predominam os complexos agroindustriais.


  Modos de produção


Sistemas da agricultura tropical

Estrutura-se em torno da economia camponesa (agropecuária é um meio de subsistência) = Produtividade baixa =
técnicas tradicionais.




                                                       3
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                        http://murielpintogeografia.blogspot.com


Agricultura itinerante (mudança de área de cultivo)


 Características:
- praticada por famílias pobres;
- Mão-de-obra: numerosa, desqualificada, utiliza técnicas arcaicas (uso da enxada + queimadas).
- Essa utilização inadequada do solo acaba desgastando-o, gerando a mudança da área de cultivo.
- Uso extensivo de produção (rendimento por área cultivada)

 Ocorrência: América Latina, África Subsaariana e sul e sudeste asiático.

Agricultura de Jardinagem ou terraços


 Características:
- escassez de espaço para o plantio;
- numerosa mão-de-obra manual = região povoada
- pequena propriedade agrícola
- elevada produtividade;
- área de policultura.

 Ocorrência: Ásia (Japão, Indonésia e Tailândia) =
    cultivo de arroz (maiores produtores mundiais).


Plantations

- Sistema agrícola utilizado pelos paises subdesenvolvidos;
- utilizado amplamente durante a colonização européia na Ásia, África e América;

Principais produtos cultivados em plantations: Cacau ( 1º Costa do Marfim, 2º Gana) + Cana-de-Açucar

(1º Brasil, 2º Índia).

 Características:
- Compreendem de latifúndios + monocultura (cultivo de um só produto);
- Se basea na mão-de-obra barata.
- objetivo de exportação

 Ocorrência:
- Brasil + Colômbia + América Central + África e Ásia Meridional.

 ANOTAÇÕES:




                                                         4
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                    http://murielpintogeografia.blogspot.com




Agricultura Moderna ou comercial
                                                            Concetração fundiária nos EUA.
 Características:
- Uso de sementes selecionadas;
- pequena mão-de-obra;
- uso intensivo de máquinas;
- técnicas modernas = caráter empresarial;
- sistema controlado pelo agrobusiness;
- Uso intensivo de produção (produção mecanizada).

 Ocorrência:
- É a agricultura típica de países desenvolvidos (EUA +
países da Europa ocidental);




Agropecuária Extensiva:

É   aquela em que a densidade do gado ou das culturas é baixa (menor aproveitamento por hectare) =
   propriedade pouco capitalizada.

Agropecuária intensiva:

 Elevada densidade de criação ou de cultivo (maior aproveitamento por hectare) = grande propriedade = alta
   produção.

                                                     5
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                     http://murielpintogeografia.blogspot.com




                            Crise Alimentar

       A recente alta nos preços dos produtos agrícolas foi motivada por
uma série de fatores conjugados e se tornou uma crise mundial. O maior
temor, além da falta de suprimentos, é que cresçam as revoltas populares
pela falta de comida, o que já foi registrado em diversos países, como Haiti, Indonésia, Camarões e Egito.
Nesse sentido, diversas instituições internacionais já de manifestaram, como ONU, Banco Mundial, FMI e Bird,
por exemplo.


                                                       6
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                         http://murielpintogeografia.blogspot.com

       Na Ásia e África, a produção foi afetada pelo clima. Alguns dos maiores exportadores do mundo como
China, Índia, Tailândia (maior exportador de arroz do
mundo), Vietnã (segundo maior exportador mundial de
arroz), Cazaquistão (importante supridor de trigo para Ásia
Central) e Egito suspenderam as exportações, pode-se
citar ainda também a Austrália, que passa por seguidas
secas há anos, e desabasteceu o mundo, principalmente,
de leite e derivados.
       Os      biocombustíveis   foram    repentinamente
retirados da lista de salvadores do meio ambiente e
passaram a figurar na coluna dos principais vilões da
inflação mundial. De fato, a produção de etanol do milho
tem avançado, nos Estados Unidos, sobre lavouras antes
dedicadas ao abastecimento de comida. Mas está longe de
ser o caso do etanol brasileiro, produzido a partir da cana-
de-açúcar.
       Há, no horizonte, um motivo para a crescente crítica dos países industrializados aos biocombustíveis e
ele não está baseado em repentinas preocupações humanitárias. Tem a ver com negócios e interesses
geopolíticos.

                              Fatores que explicam a atual crise:

1º Fator:       Aumento cotação do petróleo



2º Fator:       Aumento poder de consumo de chineses e indianos

  Inclusão dos cidadãos chineses e indianos no mercado mundial = 450 milhões 450 milhões de consumidores
  que deixaram a linha de pobreza, desequilibraram as leis de oferta e demanda e surpreenderam a
  Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).


3º Fator:       FAO foi “desleixada” em relação à pesquisa agrícola e assistiu passivamente à
                produtividade do setor desabar




4º Fator:       Subsídios agrícolas

  No mundo desenvolvido, os Estados Unidos e a Europa não abrem mão dos subsídios aos agricultores.

   EUA: resultado foi a falência das chamadas fazendas familiares americanas, que perderam o trem do
  avanço tecnológico, fato aguçado pela desvalorização do dólar, que ajudou a bombar os preços das
  commodities agrícolas.

                                                          7
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                                   http://murielpintogeografia.blogspot.com




UE: De seu lado, os países europeus sentaram em cima do protecionismo, com o estabelecimento de cotas
regionais e produção de alimentos de origem controlada e grife, “que não enche a barriga do mundo”, como foi os
azeites, vinhos e embutidos. “Tudo cercado de um modelo empresarial ultrapassado”

* Há um aumento forte na demanda de alimentos, desde 2006, e o Brasil tem um papel importante diante desse
cenário, por ter um bom volume de produção disponível e por ser o único país, no mundo, com áreas disponíveis
para aumentar a produção”.

  5º Fator:        Ascensão de biocombustíveis.


 6º Fator:        Catástrofes climáticas (sudeste asiático)




                                        TESTES – TEMÁTICA 1
 1 (UFSM – 2008) Leia atentamente o trecho a seguir.                 2 (UFSM – 2007) Leia o fragmento a seguir.

 "A criação de milhares de animais em fábricas-fazendas baixou o     "ênfase na especialização de produtos e práticas agrícolas
 preço da carne, permitindo que mais pessoas comessem                padronizadas, ( ... ), tecnologias voltadas principalmente à
 hambúrgueres, filés e peitos de frango, diariamente. Mas a          redução das necessidades de mão-de-obra; pesada dependência
 sociedade está pagando o preço da carne mais barata, sob a          de insumos comprados; forte concentração de renda."
 forma de perda de diversidade de animais domésticos e doenças       (FAO,1995)
 que saltam a barreira das espécies e contaminam pessoas."
 WORLDWATCH INSTITUTE. Estado do Mundo. Salvador: Uma Ed.,           Assinale a alternativa que NÃO se refere às características do
 2005. p. 72.                                                        sistema agrícola descrito.

 Dentre os fatores que tem contribuído para o aumento da             a) O emprego maciço de adubos, fertilizantes e agrotóxicos
 ocorrência de epidemias nos últimos anos, o texto faz referência.   contaminam o ar, a água e os solos e tornam as pragas mais
                                                                     resistentes, o que tem gerado grandes desequilíbrios ao meio
 a) ao pouco cuidado com a higiene nos processos produtivos das      ambiente.
 "fábricas-fazendas".                                                b) A tecnologia empregada na atividade agrícola aumenta a
                                                                     dependência com relação à indústria, além de contribuir para os
 b) ao refinamento genético cada vez maior das espécies              elevados custos de produção, que inviabilizam sua prática pelos
 comerciais, associado à tentativa de homogeneização dos             agricultores descapitalizados.
 processos criatórios, com vistas a reduzir o custo de produção .    c) O trabalho é realizado pelos membros da família que, além de
                                                                     produzirem para o autoconsumo, comercializam o excedente,
 c) à adoção de rações e remédios mais baratos por parte dos         dinamizando a economia local e regional.
 criadores, com vistas a reduzir o preço final da carne.             d) A substituição do trabalho pelo capital, além de desempregar a
                                                                     mão-de-obra, é responsável pela concentração da terra,
 d) ao aumento acelerado do consumo de carne pela população          contribuindo para o êxodo rural e o aumento dos índices de
 mundial, o que dificulta um controle de qualidade mais eficaz       pobreza.
 sobre o produto final.                                              e) A elevada produtividade por área cultivada tem contribuído para
                                                                     aumentar a oferta de matérias-primas agroindustriais voltadas,
 e) a uma mudança na dieta do homem moderno que passou a             sobretudo, para o mercado internacional, o qual 'é controlado
 ingerir uma alimentação com doses maiores de proteína animal,       pelas grandes empresas do setor.
 aumentando a incidência de doenças, especialmente as de origem
 cardiovascular.




                                                                     8
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                                    http://murielpintogeografia.blogspot.com


 3 (UFSM – 2006) Entre os avanços da biotecnologia, um deles, o
 da pesquisa genâmica, vem desenvolvendo um novo campo que
 tem gerado muita controvérsia na sociedade: a produção de
 organismos geneticamente modificados (OGMs).

 Dentre as afirmativas a seguir, aponte a que melhor explica a
 figura.

 a) Apesar dos benefícios em termos de produtividade, o uso de
 alimentos transgênicos traz comprovados problemas de saúde a
 longo prazo, especialmente para as crianças.

 b) A adoção de culturas transgênicas aumenta a produtividade da
 lavoura e diminui o uso de agrotóxicos.
 c) Por tornar as plantas mais resistentes a pragas e doenças e por
 exigir menor quantidade de agrotóxicos, o uso dos transgênicos
 tende a contribuir para uma melhoria do meio ambiente, mas os
 efeitos do seu consumo sobre o organismo humano ainda não
 estão plenamente testados.

 d) Um dos principais problemas decorrentes da adoção de
 transgênicos é o monopólio da produção de sementes e de
 agrotóxicos especializados por grandes empresas multinacionais.

 e) A adoção de culturas transgênicas favorece o controle biológico
 de pragas, mas pode oferecer riscos à saúde.




4 (UFSM – 2008) Uma das conseqüências da aplicação intensiva de tecnologia à agricultura tem sido o uso crescente de Organismos
Geneticamente Modificados (OGMs), também conhecidos como transgênicos.
O mapa a seguir apresenta os países que produzem organismos transgênicos, com os respectivos produtos e a estimativa de área plantada.




Assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada uma das afirmações relacionadas à produção de transgênicos no mundo.

A maior produção mundial de OGMs ocorre no continente americano, com produtos destinados exclusivamente à indústria alimentar.



                                                                      9
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                                   http://murielpintogeografia.blogspot.com
(   ) Um investimento maciço na pesquisa e no desenvolvimento de OGMs poderia resultar em um aumento da produtividade agrícola,
permitindo a eliminação da fome no mundo sem uma expressiva ampliação da área plantada.

(   ) Dentre as críticas feitas ao uso de OGMs, podem-se destacar a tendência à redução da biodiversidade e o monopólio tecnológico dos
grandes laboratórios.

(    ) A produção de OGMs resulta de um processo tecnológico semelhante ao já conhecido melhoramento genético por meio de sucessivos
cruzamentos e seleção de sementes.

(     ) O Brasil é um dos grandes produtores mundiais de soja transgênica, com mais de 500.000 ha plantados.

A seqüência correta é

         a) F - F - V - F - V.          b) F – F – V –V -V.    c) F - V - F - V - F.        d) V - V - F - F - V.          e) V - V - V - F - F.

5 (UFSM – 2006)
Considerando a Sociedade de Consumo, assinale verdadeira (V) ou falsa (F) nas afirmativas a seguir.




( ) As diferenças nas condições de vida da população se expressam no território, pois apesar da expansão e diversificação dos consumos
materiais e imateriais, o acesso aos bens é desigual.

( ) A expansão do consumo, devido à emergência de necessidades criadas pelas novas tecnologias, se efetivou a despeito da ampliação das
formas de crédito e do sistema financeiro em geral.

( ) Os hábitos de consumo são criados a partir de uma ideologia da modernidade, estimulada pela propaganda e pelos meios de comunicação,
que impõem racionalidades e também fabrica um imaginário.

( ) Paralelamente à expansão de consumo de bens tecnológicos e informacionais, retraem-se as formas tradicionais representadas pelo
consumo de viagem, turismo e lazer, saúde. e educação, além dos consumos culturais e religiosos.

A seqüência correta é

                    a) V - F - V - F.      b) V - V - V - F.   c) F - F - F - V         d) F - F - V - V.           e) V - V - F - V

                                                                         7 (PEIES – 2006) A agricultura contemporânea tem passado por
6(PEIES – 2007) Considerando as atividades agrárias,                     grandes mudanças com relação às forças produtivas, à
analise as afirmativas:                                                  propriedade da terra e às relações de produção.

I. Em relação às atividades agrárias, quanto maior for o nível           Assinale, nas alternativas a seguir, aquela que NÃO constitui uma
tecnológico dos grupos humanos, menor será a influência dos              dessas mudanças.
fatores físicos da natureza.
                                                                         a) industrialização do processo agrícola, aplicação de agrotóxicos,
II. Apesar da capacidade de adaptação das plantas e do avanço da         intensificação e aprofundamento de pesquisas direcionadas ao
tecnologia de cultivo, as condições climáticas continuam a ser um        setor primário.
fator limitante.                                                         b) diminuição do número de produtores especializados e das
                                                                         agroindústrias,    formação    dos    complexos      agroindustriais
III. Particularmente nas atividades agrárias, amplia-se a idéia de       provocando mudanças na estrutura fundiária.
que o domínio sobre a natureza foi plenamente                            c) submissão ao grande capital, interferência e domínio das
atingido.                                                                grandes empresas e das multinacionais na comercialização e na
                                                                         industrialização dos produtos agropecuários.
Está(ão) correta(s)                                                      d) abandono de lavouras de subsistência e crescente aumento da
                                                                         concentração fundiária.
a) apenas I.                                                             e) aumento do trabalho assalariado e diarista, do êxodo-rural, do
                                                                         número de trabalhadores rurais sem terra e da exclusão social.
b) apenas II.
                                                                         8 (PEIES) "Todas as nações do chamado Terceiro Mundo usam
c) apenas I e II.                                                        seu solo arável para exportações, e em todas há fome ..."
                                                                         OLlVA, J & GIASANTI, R. Espaço e modernidade: temas de
d) apenas III.                                                           geografia mundial. São Paulo; Atual, 1995. p.228.

e) I, II e III.                                                          A partir do texto, assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada uma
                                                                         das afirmações a seguir.

                                                                      10
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                                     http://murielpintogeografia.blogspot.com

A partir do texto, assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada uma das afirmações a seguir.

( ) A fome e a miséria generalizadas são fatores significativos para demonstrar o atual estágio das condições de vida dos países
subdesenvolvidos:"
( ) Cabe às nações pobres a produção complementar de matérias-primas para processamento industrial.
( ) O Brasil é um dos maiores exportadores mundiais de produtos agrícolas, como a soja, que ocupa vastas extensões e que será utilizada
como ração para o gado na Europa Ocidental.
( ) As nações ricas tendem a usar, cada vez mais, seu solo para a produção de alimentos essenciais.

A seqüência correta é:

a) V - F - V - F.
b) V - V - F - V.
c) V - V - V-V.
d) F - F - V - F.
e) F - V - F - V.

9 (PEIES – 2004) "A partir do final do século XIX - fase do capitalismo monopolista - a agricultura ingressou num processo de
modernização. Os preços dos produtos agrícolas caem em relação aos industriais e, para aumentar os lucros, era necessário reduzir os custos e
melhorar a produtividade."
MOREIRA, Igor. o espaço geográfico: Geografia geral e do Brasil. São Paulo: Ática, 2002. p. 69.

Assinale verdadeira (V) ou falsa (F) nas afirmativas a seguir. Entre as inovações introduzidas na agricultura, destacam-se:
( ) a terceirização da economia invadindo o campo e a utilização da informática que visa ao acompanhamento
das atividades agropecuárias.
( ) a interligação das médias e grandes propriedades em redes locais, regionais e globais em busca de informações sobre mercados e fluxos.
( ) a industrialização cada vez mais restrita à cidade, pois as propriedades agrárias tendem a dedicar-se somente à produção de matérias-
primas.
( ) o desenvolvimento da veterinária e difusão das inovações biogenéticas voltadas para a criação de espécies mais resistentes, como é o caso
dos transgênicos.
                                                                              Com base nas informações anteriores e em seus conhecimentos,
A seqüência correta é                                                         indique a alternativa que apresenta a seqüência correta.
                                                                              (a) V, F, V e V.
a) V - V - V - F.                                                             (b) F, V, V e F.
b) V – F – F - V.                                                             (c) F, F, V e V.
c) F - F - V - V.                                                             (d) V, V, F e V.
d) V – V – F – V.                                                             (e) V, F, V e F.
e) F – V – F – F.                                                             (f) I.R.
  10 (UFPEL – 2006/ Inverno) A produção agrícola,
  considerada como um sistema que envolve a análise das dimensões
                                                                              11 (UFRGS – 2005) A produção agrícola é diversificada em
  físicas (fertilidade do solo, topografia, disponibilidade de água) e de     nível mundial devido às distintas condições físicas, econômicas,
  aspectos socioeconômicos (desenvolvimento tecnológico, capitalização,       tecnológica se culturais das regiões geográficas.
  estrutura fundiária, relações de trabalho), tende a ser obtida em           Abaixo, no primeiro bloco, são citados quatro sistemas agrícolas.
  condições muito heterogêneas. Em face da diversidade de modos de            No segundo bloco, são apresentadas as caracterizaçõesde três
  vida e de produção, das leis trabalhistas e ambientais, de condições        deles.
  econômicas e ofertas de crédito, além de outros fatores encontrados
  em diferentes países e regiões, a agricultura adquire formas variadas       Associe adequadamente          as   caracterizações   aos   respectivos
  em todo o mundo.                                                            sistemas.

  Com relação a esses sistemas referentes à produção agrícola, considere      1.   Agricultura   de jardinagem
  as seguintes afirmativas, assinalando V (verdadeiro) ou F (falso).          2.   Agricultura   de plantation
                                                                              3.   Agricultura   moderna
  ( ) A agricultura itinerante corresponde a um sistema agrícola arcaico,     4.   Agricultura   ecológica
  típico de sociedades primitivas, como se verifica em determinadas áreas
  da América Latina e da África.                                              (        ) Predomínio de pequenas ou médias propriedades
  (       ) O sistema plantation, introduzido pelos europeus em suas          especializadas na rizicultura, que adotam técnicas milenares de
  colônias, a partir do século XVI, caracteriza-se pela utilização de         cultivo e utilizam
  grandes propriedades, mão-de-obra numerosa e pela aplicação de              mão-de-obra familiar.
  grandes capitais na produção de gêneros agrícolas.                          ( ) Produção obtida em médias e grandes propriedades altamente
  (        ) A agricultura de jardinagem, característica da Ásia, Japão,      capitalizadas, que apresentam alta produtividade em decorrência,
  Indonésia e Tailândia, é praticada em grandes áreas através da              entre outros fatores, da seleção de sementes e da mecanização
  monocultura. Esse sistema agrícola utiliza pouca mão-de-obra manual         intensiva.
  por empregar grande tecnologia mecanizada.                                  ( ) Produção obtida em pequenas e médias propriedades com
  ( ) A agricultura contemporânea regulada pelo mercado caracteriza-se        mão-de-obra familiar, com uso de técnicas de controle biológico e
  pela crescente industrialização do processo de produção agrícola e pela     informacional, fertilizantes orgânicos e rotação de culturas.
  interferência e domínio das grandes empresas na industrialização e
  comercialização dos produtos.                                               A seqüência correta de preenchimento dos parênteses, de cima
                                                                              para baixo, é

                                                                              (A) 4 - 1 - 2.
                                                                              (B) 2 - 4 - 1.
                                                                              (C) 1 - 3 - 4.
                                                                              (D) 1 - 3 - 2.
                                                                              (E) 2 - 1 - 4.


                                                                      11
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                        http://murielpintogeografia.blogspot.com



Temática 2


 OMC (Organização Mundial do Comércio)                                 ATENÇÃO:
                                                                         Commodities: denominação dada ás
                                                                          matérias-primas  voltadas    para
                                                                          exportação.
O     Gatt (Acordo Geral de Tarifas e Comércio) = acordo
    provisório =antecedeu a OMC;                                       Commodities tradicionais:
   Fundação OMC: 1º de Janeiro de 1995                             Trigo, soja, suco de laranja, boi, produtos
   Sede: Genebra (Suíça)                                           minerais (petróleo, aço e ouro).
   É constituída de 152 membros (Brasil é membro);
   Últimos a aderir á organização: República Popular da
                                                                       Commodities mordernos:
                                                                    Créditos de carbono
    China (2001), Taiwan (2002), Armênia (2003) e Macedônia
    (2003) = rodada de Doha (Catar)
   Hoje o país que viola as regras da OMC deve retroceder = sob pena de sofrer sansões comerciais;
    OMC se preocupa com o capital especulativo e a ação das transnacionais no mundo.

       SUBSÍDIOS:                                       ATENÇÃO:
       São benefícios econômicos que um governo         Com a ONU enfraquecida, a OMC assume
       concede aos produtores de bens, muitas           papel central nas relações internacionais;
       vezes para fortalecer sua posição                  Com sua arbitragem a OMC conseguiu
       competitiva. O subsídio pode ser direto.            esfriar tópicos diplomáticos quentes.

       Ex: financiamento dos EUA e da UE.




Rodada de Doha
       Nome dado a uma série de reuniões que
discutem regras para tornar mais ágil o comercio
entre os 152 membros da OMC.

Objetivos:
       Gerar     a    diminuição     de    subsídios
governamentais (diminuição de impostos) = nível
de abertura em setores de interesse de países ricos
(setores de indústria e serviços) e pobres (setor
agrícola das nações desenvolvidas).
       Existem basicamente três blocos que
possuem maior influencia nas negociações de Doha
(UE, EUA e membros do G -20).
       A maior polemica das negociações gira em
torno da agricultura (subsídios agrícolas).




                                                        12
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                                    http://murielpintogeografia.blogspot.com




ANOTAÇÕES:




                                        TESTES – TEMÁTICA 2
1 (UFSM – 2008) Atualmente, uma das principais discussões nas            2 (PEIES – 2005) As últimas mudanças verificadas no
reuniões da Organização Mundial do Comércio (OMC) é referente a          comércio internacional sob os moldes da globalização possuem
impasse sobre subsídios agrícolas, Quanto a essa questão, é              alguns aspectos que merecem destaque. Assinale verdadeira (V) ou
possível afirmar que as principais criticas são:                         falsa (F) em cada uma das afirmativas a seguir.
a) De países europeus que reclamam da recente invasão de
produtos agrícolas, produzidos a um custo mais baixo.                    ( ) Os países subdesenvolvidos, tradicionalmente exportadores de
                                                                         matérias-primas, têm investido mais em manufaturados. Para isso,
b) de países do sudeste asiático que reclamam da concorrência do         precisam não só desenvolver produtos industriais como, também,
arroz japonês, produzido a baixo custo devido ao uso intensivo de        apresentar competitividade no mercado internacional.
mão-de-obra.
                                                                         (     ) Os mercados regionais são formados por alguns países com o
c) de países subdesenvolvidos que reclamam do protecionismo              objetivo de facilitar a circulação de bens, serviços e capitais.
agrícola implementado pelos EUA. e pelos países europeus.
                                                                         (      ) Constata-se que todas as regiões do mundo beneficiam-se
d) de países africanos que reclamam dos produtos sul-americanos,         igualmente do comércio internacional, diminuindo, assim, as
ofertados a um preço mais baixo no                                       desigualdades econômicas entre elas.

mercado internacional devido ao uso intensivo de tecnologia. I           A seqüência correta é
                                                                         a) V – V – F
e) da Austrália e Nova Zelândia que reclamam da concorrência             b) V – V –V
desleal com a carne subsidiada da Argentina.                             c) F – F – V
                                                                         d) V – F – V
                                                                         e) F – V - F

                                                                    13
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                                http://murielpintogeografia.blogspot.com




  3 (UFRGS - 2006)




4 (PEIES) A partir da análise da figura e de seus conhecimentos
em relação ao comércio mundial, é correto afirmar:                     I. O comércio mundial está estruturado em torno de três pólos
                                                                       nucleares: Europa Ocidental, América Anglo-Saxônica e Ásia.

                                                                       II- Os eixos estruturantes do comércio mundial demonstram a
                                                                       hegemonia dos países desenvolvidos na economia
                                                                       mundial, além de revelar a importância da Ásia nos intercâmbios
                                                                       internacionais.

                                                                       III. Os pólos periféricos mantêm correntes de intercâmbio entre si.

                                                                       Está(ão) correta(s)

                                                                       a) apenas I.

                                                                       b) apenas II

                                                                       c) apenas I e II

                                                                       d) apenas III.

                                                                       e) I, II e III.




  ANOTAÇÕES:




                                                                  14
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                      http://murielpintogeografia.blogspot.com




  Temática 3


  INDÚSTRIA
Setor da economia que mais modifica o espaço geográfico.
Evolução do processo de transformação de matérias-primas em acabados:

                        Artesanato – manufatura – indústria – revolução técnico-cientifíca




                                    Processos de Industrialização

    Industrialização Clássica, ou Original:
   - Típica dos paises desenvolvidos ou do norte = surge bem anterior ás demais (Inglaterra) = séc XVIII e
   XIX;
   - desenvolvimento equilibrado entre Indústria de Bens de consumo e Industria de Base;
   - predomina capital nacional.

    Industrialização Planificada:
   - surge no séc. XX;
   - Típica de países denominados socialistas = economia planificada;
   - Predomínio de empresas estatais = Indústrias Pesadas + Indústrias de Meios de Produção (siderurgia +
   petroquímica + metalúrgica);

    Indústria Tardia, periférica, ou retardatária:
   - Nos interessa de perto por ter ocorrido no Brasil;
   - Típica de países subdesenvolvidos ou do sul;

   Fatores de diferenciação dos outros tipos:
   - participação de capital estrangeiro;
   - maior desenvolvimento da indústria de bens de consumo;
   - utilizam tecnologia estrangeira = ao contrario das outras que criam ou adaptam as tecnologias.




AS TRÊS ETAPAS DA INDUSTRIALIZAÇÃO


 Cada uma delas assinalou um momento de desenvolvimento tecnológico;
 Revolução Industrial: Implantação de uma indústria moderna, com              intensa mecanização, ou produção
   massificada ou em série.




                                                       15
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                       http://murielpintogeografia.blogspot.com




             Primeira Revolução              Segunda Revolução                  Terceira Revolução
                 Industrial                      Industrial                         Industrial

         * Feita com bases técnicas      *     Base    técnica  mais        * conhecida também como
         mais simples (máquina a         complexa (Refino de Petróleo       técnico-cientifica;
         vapor + carvão principal        + máquinas e motores mais
         fonte de energia + mão-de-      sofisticados + mão-de-obra         *      industrias altamente
         obra desqualificada);           especializada);                    sofisticadas = mão-de-obra
                                                                            qualificada;
         * Reino Unido,        grande    * EUA, principal modelo de
         potência mundial;               industrialização;                  * deverá desenvolver-se
                                                                            mais    plenamente nesse
         * Destaque: Industrias          * se prolonga até as épocas        século;
         têxteis, setor de vanguarda.    de hoje (muitos países ainda
                                         não entraram na Terceira           * Destaque:
                                         Revolução Industrial);             - Iniciou nos EUA (Califórnia
                                                                            –         informática       e
                                         *    Destaque:     Indústria       comunicações);
                                         automobilística           +
                                         petroquímica, siderurgia e         -      Japão        (robótica,
                                         metalúrgica.                       microeletrônica);

                                                                            - Alemanha (biotecnologia +
                                                                            química fina).
         Ocorrência: até final do        Ocorrência: final do séc.          Ocorrência: década de 80
         século XIX.                     XIX até o fim de 1970.             até hoje.




    Tipos de Indústrias


       A indústria é uma atividade econômica do setor chamado secundário que abrange a transformação de
matérias-primas (vegetais, animais, minerais) em produtos, além da construção civil e da mineração.

De acordo com a finalidade dos produtos (bens), a indústria da transformação pode ser dividida em:


1. Extrativista

- Se divide em vegetal, animal e mineral;
Ex: Indústria madeireira, da pesca, da mineração etc.


2. Indústria de Transformação

Divide-se em:


2.1 Indústrias de bens de consumo




                                                        16
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                      http://murielpintogeografia.blogspot.com
Bens Duráveis: não necessitam ser utilizados ou consumidos imediatamente, como móveis, automóveis,
eletrodomésticos etc;
Bens Não-duráveis: precisam ser consumidos imediatamente, pois estargam. Ex: alimentos, remédios, calçados
e cigarros.


2.2 Indústrias de bens intermediários

- correspondem às que produzem bens manufaturados ou matérias-primas que são utilizados para a produção de
outros bens.
Ex: Barra de aço, fabricada por uma siderurgia e vendida para uma indústria de autopeças, pode ser transformada
em eixo, pára-choque, roda, etc.

2.3 Indústrias de bens de capital ou de produção (Indústria de Base ou pesada)


- é responsável pela preparação de matéria-prima que as outras indústrias irão empregar;
Ex: Siderurgia, petroquímica, metalurgia, e a produção das máquinas industriais (indústria mecânica).

3. Indústria de Construção

- são as que produzem casas e edifícios;
- também compreende a industria de construção pesada (aeroportos, rodovias, túneis, pontes, usinas hidrelétricas,
etc) e a industria de construção naval.


 4. Ponta

- Empregam alta tecnologia; estão sempre em evolução e acompanham o desenvolvimento de outras indústrias.
Ex: Siderurgia, petroquímica, química fina, eletroeletrônica e a informática

FATORES        RELEVANTES                     PARA      MOBILIDADE INDUSTRIAL
INDUSTRIALIZAÇÃO
                                                         As    empresas tem saído das áreas mais industrializadas
Energia: infra-estrutura montada                            evitando problemas como:

Mão-de-obra: exige qualificação                          Altos preços de terrenos
                                                         Impostos pesados
Matéria-prima: deve estar próxima aos pólos
industriais.
                                                         Mão-de-obra mais cara
                                                         Problemas urbanos (congestionamento)
Mercado consumidor                                       poluição
Meios de transportes
- Em escala mundial: as indústrias estão concentradas em algumas regiões.
- Em escala local e regional: o que mais ocorre é a dispersão industrial.




                                                       17
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                       http://murielpintogeografia.blogspot.com




                                               Países Emergentes
 São países subdesenvolvidos industrializados ou em fase de industrialização.
 Apesar das vantagens oferecidas, como mercado consumidor e incentivos             fiscais, esses países representam
    grandes riscos, em virtude da constante instabilidade econômica e política.
   Atraem as empresas transnacionais (multinacionais).
    Queda no risco país.

                Brasil – Chile – Argentina – México – África do Sul – Turquia – Índia – Rússia – China –
                                      Coréia do Sul – Taiwan – Malásia - Cingapura




                                                    BRIC’S
  associação comercial de cooperação mútua,
  Acrônimo dado aos principais países emergentes (Brasil, Rússia, Índia e China);
  Há previsões que até 2050 suas economias juntas superarão as economias dos              seis países mais ricos do
     mundo atualmente.


                                                          18
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                                    http://murielpintogeografia.blogspot.com




ANOTAÇÕES:




 G-20               Grupo de países em desenvolvimento (Pobres e emergentes).
  O
  Gru
          o concentra sua atuação em agricultura, o tema central da Agenda de Desenvolvimento de Doha.
     O     G-20 tem uma vasta e equilibrada representação geográfica, sendo atualmente integrado por 23
          Membros:



 5 da África (África do Sul, Egito, Nigéria, Tanzânia e Zimbábue).
 6 da Ásia (China, Filipinas, Índia, Indonésia, Paquistão e Tailândia).
 12 da América Latina (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Cuba, Equador, Guatemala, México, Paraguai, Peru,
             Uruguai e Venezuela).



 G8: Grupo dos países mais ricos e industrializados do globo.
 -   EUA             - Alemanha
 -   Canadá           - Rússia
 -   França           - Reino Unido
 -   Japão           - Itália




                                          TESTES – TEMÁTICA 3
     1 (PEIES – 2006) Leia o texto:                                      Está(ão) correta(s)

     Com base no texto e nos seus conhecimentos, é correto afirmar:      a) apenas I.
     A África do Sul, a Argentina, o Brasil, a índia e o México
     compartilharam do processo conhecido como substituição de           b) apenas I e II.
     importações (...) As empresas transnacionais concluíram que eram
     mais vantajosos, nesses países, os bens que teriam como objetivo    c) apenas III.
     os mercados consumidores locais. Se os novos Países
     Industrializados    "substituíram   importações",     os   países   eI) apenas II e III.
     desenvolvidos "exportaram fábricas."
     ALMEIDA, L. M. A. de; RIGOLlN, 1. B. Geografia. São Paulo: Ática,   e)I, II e III.
     2002. p. 235. (Série Novo Ensino Médio)
                                                                         2 (PEIES) No que diz respeito à questão industriai, numere a
     I. As principais características desse modelo de industrialização   primeira coluna de acordo com a segunda.
     foram: produção dirigida para o mercado interno e participação do
     Estado na infra-estrutura para atender às novas indústrias.         1-   Tigres asiáticos
     II. Os novos países industrializados têm pontos em comum: são       2-   África do Sui e países industrializados da América Latina.
     antigas colônias, são extensos, populosos e ricos em recursos       3-   Brasil e Coréia do Sul.
     minerais e energéticos.                                             4-   México, Brasil, Taiwan, Cingapura, Hong Kong.
     III. A maior parte das indústrias instaladas foram filiais de
     transnacionais, e os lucros obtidos são investidos apenas nesses
     novos países industrializados.



                                                                    19
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                                      http://murielpintogeografia.blogspot.com

(     ) Suas economias apresentam uma situação bastan e original, pois inicialmente as indústrias (eletrônicas, químicas, siderúrgicas, etc)
foram praticamenre transplantadas para esses países.
(    ) São exemplos de industrializações tardias e periféricas.
(     ) Desde o início, apresentavam um mercado consumidor, e a produção industrial não se destinava à exportação, mas essencialmente ao
consumo interno.
( ) A partir de 70, foram denominados Novos Paísesindustrializados (NPls), nos quais os produtos manufaturados ultrapassam 25% do PNB e
50% das exportações.
                                                                               5 (UFGRS - 2006)
A seqüência correta é

a) 1 - 2 - 3 - 4.
b) 2 - 1- 4 - 3.
c) 1 - 3 - 2 - 4.
d) 2 – 4 – 3 - 1.
e) 4 - 1 - 3 - 2.

  3 (PEIES - 2005)




     Considerando a geografia da indústria no mundo, pode-se afirmar: I

    a) As indústrias tradicionais estão distribuídas de forma desigual no
    mundo, em função de fatores favoráveis à sua localização, como as          6 (UFGRS - 2006)
    fontes de energia, matérias-primas e infra-estrutura.
    b) A distribuição geográfica das indústrias expandiu-se na metade dó
    século XIX, devido à descoberta de novas reservas de carvão
    mineral.
    c) O surgimento de novas fontes de energia e a disponibilidade de
    mão-de-obra e mercado consumidor concentram as indústrias no
    hemisfério Sul.
    d) Os países recentemente industrializados, também chamados
    "NICs" (Newly Industrialized Countries), concentram-se no espaço e
    caracterizam-se por apresentarem semelhanças no processo de
    industrialização, nível econômico e tecnológico.
    e) Os países latino-americanos, entre eles Brasil, México e Argentina,
    iniciaram o processo de industrialização somente após a "Guerra
    Mundial e concentraram suas indústrias próximo a reservas minerais
    como as de cobre, ouro e estanho.

       4 (UFRGS – 2007)




                                                                      20
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                    http://murielpintogeografia.blogspot.com




        Temática 4

                                                                    -Fontes Renováveis;
       FONTES DE ENERGIA                                            -Fontes não renováveis;
                                                                    - Fontes alternativas (limpas)



        Quando se fala em fontes de energia nas épocas de hoje relaciona-se a: Geopolítica + estratégia. Antes
de partimos para uma análise direta das fontes em si, é de grande valia analisarmos a composição geológica dos
terrenos




                         PETRÓLEO

  * Assim como o carvão mineral as maiores reservas e
  a maior produção de Petróleo estão no hemisfério
  norte;
  * Oriente Médio destaca-se em possuir as maiores
  reservas mundiais de Petróleo = 60%;
  * Maiores Reservas: 1ªArábia Saudita + 2ª Iraque
  + 3ª Emirados Árabes, 5ª Venezuela.
  * Maiores Produtores: 1ºArábia Saudita + 2º EUA
  + 3ºRússia



                           OPEP

  * Organização dos Países Exportadores
  de Petróleo.
  * Criada na década de 60 pela Venezuela;
  * 13 Membros (Arábia Saudita, Irã, Iraque,
  Kuwait, Catar, Emirados Árabes Unidos,
  Indonésia, Líbia, Argélia, Venezuela, Nigéria.
  Equador e Angola)
  * Centraliza a produção + oferta dos preços
  do petróleo.
                                                     21
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                    http://murielpintogeografia.blogspot.com




                                 CARVÃO MINERAL
                                    Apontado como substituto imediato do petróleo =
                                     vida útil mais longa
                                    Utilizações principais: Siderurgia + produção
                                     de energia elétrica (termoelétricas) + matéria-
                                     prima setor carboquímico;
                                    Maiores Produtores: 1º China, 2º EUA, 3º
                                     Austrália;
                                    Maior reserva: Rússia




ATURAL
 Principais formas de utilização: utilizado em veículos (GNV – Gás natural veicular) + cada vez mais
  utilizado na industria (motores pesados) + maçaricos + Usinas Termoelétricas (maior potencia instalada
  no Brasil – MW)
 Transportado através de dutos
 Maiores produtores: 1º Rússia (exporta 25% para UE), 2º EUA, 3º Canadá
 Brasil produz em pequena escala = possui reservas interessantes (Bacia de Santos + Região norte) =
  importa da Bolívia




                    ANOTAÇÕES!
                     Crise de fornecimento boliviano com Brasil + Argentina:
       Atualidade    Questões diplomáticas da Rússia com Ucrânia (Dutos russos vão para UE passam pelo território
                      ucraniano).
                                                                22
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                    http://murielpintogeografia.blogspot.com




                             BIOMASSA

 Toda matéria orgânica utilizada na produção de energia.
 A preocupação ambiental, mais do que nunca, deve ser prioridade na utilização da biomassa.

Ex: Desmatamentos originados pelo aumento de áreas cultiváveis;

 Gera diversos novos tipos de combustíveis e fontes de energia como:
Biocombustíveis: produzido a partir da cana-de-açúcar + plantas oleaginosas + lenha e resíduos agropecuários.
    são alternativas mais baratas e eficientes no combate ao efeito estufa (alternativa correta na substituição
       dos combustíveis fóssies);
Mais usados:
  Álcool ou Etanol + biogás + BTL e biodiesel (oleoginosas) = Brasil aumenta para 3% a mistura do biodiesel ao
   diesel (2008)


     LENHA: (já representou 40% da produção                 Vantagens:
     energética primária no Brasil = década de 70);          Baixo custo;
     ÓLEOS VEGETAIS – extraídos do amendoim,                 fato de ser renovável;
     babaçu, beterraba, dendê, girassol, mamona,             permitir o reaproveitamento de
     milho e soja (queima da casca de arroz)                   resíduos;
     ÁLCOOL – Brasil e Rússia são destaques.                 ser bem menos poluente que outras
     BIOGÁS – liberado a partir da decomposição de             fontes de energia como o petróleo ou
     resíduos agropecuários.                                   o carvão.




                                  ENERGIA NUCLEAR


       - Diante do aquecimento global passou a
       ser vista como um mal menor = alternativa
       viável para geração de energia.
       - não é considerada limpa;
       Problemas: militarização + acidentes
       nucleares + lixo atômico.




      ENERGIA HIDRELÉTRICA
      Depende: Rios caudolosos ou de planaltos;
       Elevado Custo de implantação
       Custo social e ambiental (deslocamento de cidades +
         povoados e comunidades indígenas).
       Gera mortandade de peixes / perda da vegetação
         nativa.
       Maiores Produtores: EUA + Canadá + Brasil
                                                    23
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011     http://murielpintogeografia.blogspot.com




                                          ENERGIA EÓLICA

                                  Depende: da ação dos ventos
                                   Usinas de pequeno porte.
                                   Problemas:       poluição   sonora     +
                                      mortandade de aves.
                                  Brasil: ventos mais propícios são os da
                                  Região Nordeste (maior potencial instalado
                                  52%) + ventos da Região Sul (Parque Eólico
                                  de Osório).
                                  Destaques: Alemanha, Espanha, EUA e
                                  Dianamarca.




                                           -Usinas de pequeno porte
                                           -Destaque: Reino Unido + Japão + França
  ENERGIA DAS MARÉS                        -Transforma a energia mecânica em elétrica
                                           (construção de represas)




 ENERGIA GEOTÉRMICA                        - Originada do calor proveniente do interior da
                                           terra (gêiseres);
                                           Destaque: EUA + Japão + Filipinas e Itália




                                           -É a preferida dos ambientalistas
                                           -Utilizada como complemento de outras
     ENERGIA SOLAR
                                           fontes
                                           Destaque: Israel + Indonésia + EUA +
                                           Alemanha.



                                           Fontes de Energia        Consumo
                                                                    Mundial (%)
                                           1º Petróleo              40%
                                           2º Gás Natural           28%
                                           3º Carvão Mineral        19%
                                           4º Energia Renovável     8%
                                           Outros                   5%



                                     24
                                           Geração de Energia     Produção Mundial
                                           Elétrica por fonte           (%)
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011    http://murielpintogeografia.blogspot.com

                                          1º Carvão Mineral     38,7
                                          2º Gás Natural        18,3
                                          3º Hidrelétrica       16,6
                                          4º Petróleo           7,5
                                          Outros                18,9
                                          TOTAL                 100




                      TESTES – TEMÁTICA 4

                                    25
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                     http://murielpintogeografia.blogspot.com

 1 (UFGRS – 2008)




Texto para as questões 2 e 3
As pressões ambientais pela redução na emissão de gás estufa, somadas ao anseio pela diminuição da
dependência do petróleo, fizeram os olhos do mundo se voltarem para os combustíveis renováveis, principalmente
para o etanol. Líderes na produção e no consumo de etanol, Brasil e Estados Unidos da América (EUA) produziram,
juntos, cerca de 35 bilhões de litros do produto em 2006. Os EUA utilizam o milho como matéria-prima para a
produção desse álcool, ao passo que o Brasil utiliza a cana-de-açúcar. O quadro abaixo apresenta alguns índices
relativos ao processo de obtenção de álcool nesses
dois países.                                               2 (ENEM 2007)
                                                           Se comparado com o uso do milho como matéria-prima
                                                           naobtenção do etanol, o uso da cana-de-açúcar é:
                                                           A) mais eficiente, pois a produtividade do canavial é maior
                                                           que a do milharal, superando-a em mais do dobro de litros de
                                                           álcool produzido por hectare.
                                                           B) mais eficiente, pois gasta-se menos energia fóssil para se
                                                           produzir 1 litro de álcool a partir do milho do que para
                                                           produzi-lo a partir da cana.
                                                           C) igualmente eficiente, pois, nas duas situações, as
                                                           diferenças entre o preço de venda do litro do álcool e o custo
                                                           de sua produção se equiparam.
                                                           D) menos eficiente, pois o balanço energético para se
                                                           produzir o etanol a partir da cana é menor que o balanço
                                                           energético para produzi-lo a partir do milho.
                                                           E) menos eficiente, pois o custo de produção do litro de
                                                           álcool a partir da cana é menor que o custo de produção a
                                                           partir do milho.
3 (ENEM 2007)
Considerando-se as informações do texto, é correto afirmar que:

(A) o cultivo de milho ou de cana-de-açúcar favorece o aumento da biodiversidade.
(B) o impacto ambiental da produção estadunidense de etanol é o mesmo da produção brasileira.
(C) a substituição da gasolina pelo etanol em veículos automotores pode atenuar a tendência atual de aumento do
efeito estufa.
(D) a economia obtida com o uso de etanol como combustível, especialmente nos EUA, vem sendo utilizada para a
conservação do meio ambiente.
(E) a utilização de milho e de cana-de-açúcar para a produção de combustíveis renováveis favorece a preservação
das características originais do solo.


      Temática 5                                                   VELHA ORDEM INTERNACIONAL
                                                                   De 1945 até aproximadamente 1989
                                                                   EUA x URSS
                                                                   Economia Bipolar
                                                                   Capitalismo X Socialismo


                                                      26
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                      http://murielpintogeografia.blogspot.com

                                                                   Poder assentado na capacidade bélica
                                                                   Economia de mercado x economia planificada
                                                                   Conflito Leste x oeste
      GLOBALIZAÇÃO                                                 NOVA ORDEM INTERNACIONAL
                                                                   A partir de 1989
       É a mais recente fase da expansão do capitalismo, que      EUA, EUROPA E JAPÃO
        visa aumentar os mercados e, portanto, os lucros;          Economia Multipolar
       Esse fenômeno pode ser entendido como uma
        intensificação dos fluxos de mercadorias e serviços,       Hegemonia do capitalismo
        capitais e tecnológicas, informações e pessoas.            Poder assentado na capacidade econômica
       Viabilizou-se em função da Terceira Revolução Industrial   Hegemonia da Economia de Mercado
        = avanços tecnológicos;
       cria-se a possibilidade de um mundo unificado.             Conflito Norte x Sul




Principais Características:

 Domínio        crescente    das     empresas    multinacionais
 (transnacionais) sobre a economia global;
 Reorganização do sistema financeiro internacional (de            NEOLIBERALISMO:                  contrário    à
 acordo com as exigências dos grandes complexos                    interdependência dos governos na economia.
 empresariais);                                                               Conjunto de idéias, segundo os
 rápido deslocamento de imensas somas de dinheiro e a              quais o estado devia implantar um amplo
 interdependência de praticamente todas as bolsas de valores;       programa de privatização restringindo sua
 Avanço da microeletrônica, uma verdadeira revolução na            atuação a alguns setores apenas (saúde e
 informática;                                                       educação, principalmente).
 Expansão mundial do neoliberalismo (contrário à                             Defendem a tese de “Estado
 interdependência dos governos na economia);                        mínimo” extrair petróleo e produzir aço, por
 Conseqüentemente, ocorre o enfraquecimento dos Estados            exemplo não são atribuições do Estado =
 (os governos estão perdendo o controle da economia);               desestatização.
 Uso do inglês como língua universal (facilitando as trocas de               Política fiscal austera (criação do
 informação entre os povos);                                        Plano Real no Brasil).
 Transformação dos espaços nacionais em espaços da
 economia internacional = perda da idéia de fronteiras
 (homogeneização de relações socioeconômicas);
 aceleração de todas as formas de circulação e comunicação de pessoas, mercadorias e idéias;
 desenvolvimento de uma consciência ecológica planetária, a partir da identificação de problemas ambientais
 globais (efeito estufa, chuva ácida, buraco na camada de ozônio) = afetam a todos não obedecendo a fronteiras
 políticas.


Conseqüências:

* Concentração de renda (ricos + ricos , pobres + pobres);
* diminuição das formas tradicionais de trabalho (mercado requer uma maior especialização de mão-de-obra =
mecanização);
* surgimento do neoliberalismo;
* surgimento dos blocos econômicos;
* países pobres perdem com: queda nas exportações de matérias-primas e com o atraso tecnológico;
* vem facilitando o avanço de graves epidemias (aids, ebola e mais recentemente a gripe asiática = gripe aviária =
sars)
* facilita também as atividades de crime organizado (tráfico de drogas, contrabando de armas, exploração da
prostituição feminina e da pornografia infantil);
* avanço da tecnologia no setor primário (transgênicos) na saúde (células tronco), na indústria (robotização)


                                                       27
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                 http://murielpintogeografia.blogspot.com
* avanço do nacionalismo no globo (muçulmanos = na Europa e no Oriente Médio, América Latina = governos
esquerda, populistas);




    Conflito Norte-Sul




                                                          * Com o fim do mundo socialista não só derrubou
                                                          a ordem bipolar, como fez com que a antiga
                                                          divisão dos países em Primeiro, segundo e terceiro
                                                          Mundo não tivesse mais razão de ser (nações
                                                          socialistas não existem mais);
                                                          * Os países são classificados em ricos
                                                          (desenvolvidos      ou    centrais)  e     pobres
                                                          (subdesenvolvidos ou periféricos);




                                                  28
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                                      http://murielpintogeografia.blogspot.com




                                          TESTES – TEMÁTICA 5
 1 (UFSM – 2007) O texto a seguir diz que a guerra global entre             3 (UFSM) "Antes de tudo, a globalização depende da
 lugares ocorre                                                             eliminação de obstáculos técnicos, não de obstáculos econômicos.
                                                                            Ela resulta da abolição da distância e do tempo (..)."
 "( ... ) quando uma localidade, em um país ou continente, disputa          HOBSBAWM, E. o novo século. São Paulo: Cia das Letras, 2000. p.
 a mesma atividade ou empresa frente a outro país ou continente;            71.
 mas pode ser também examinada pela ótica da empresa, quando
 esta escolhe o lugar para se instalar e negocia a introdução, nesse        Com base no texto, é possível afirmar sobre a relação entre o
 lugar, de condições ainda não existentes e cuja presença fará dele         processo de globalização e a preservação dos recursos naturais:
 um espaço ainda mais atrativo."
                                                                            I. Por estar ligada à aceleração do processo de produção e
 SANTOS, M.; SILVEIRA, M. L. ° Brasil: território e sociedade no            circulação de informações, a globalização pouco contribuí para o
 início do seco XXI. Rio de Janeiro: Record, 2001. p. 296 ..                aumento da pressão sobre os recursos naturais. Pelo contrário, a
                                                                            rápida troca de informações em rede facilita a sua preservação.
 Sobre esse processo, pode-se afirmar:
                                                                            II. Se, por um lado, a ampliação da sociedade da "tecnociência"
 I. Os locais se distinguem por apresentar condições diversificadas         tende a melhorar as taxas de produtividade da indústria,
 de infra-estrutura, recursos e organização, entre outros, que              aproveitando melhor a matéria-prima, por outro, a ampliação da
 atraem ou repelem as empresas globais.                                     "sociedade do consumo" promovida pela globalização tende a
 II. A disputa dos lugares pela instalação de grandes empresas              aumentar o uso de energia e matéria-prima no planeta.
 ocorre também no interior dos países, envolvendo estados e
 municípios, que negociam vantagens, sobretudo de ordem fiscal.             III. A formação de redes mundiais reduz o tempo e a distância de
 III. Na atual dinâmica do desenvolvimento capitalista, a livre             circulação do capital e da informação, aumentando o controle da
 concorrência possibilita que as empresas, tanto locais quanto              produção sobre o território e internacionalizando a crise ambiental
 globais, disputem os lugares em igualdade de condições e de                decorrente da exploração dos recursos.
 acesso às vantagens.
                                                                            Está(ão) correta(s)
 Está(ão) correta(s)
                                                                            a) apenas I.
 a) apenas I.                                                               b) apenas I e II.
 b) apenas II.                                                              c) apenas III.
 c) apenas III.                                                             d) apenas II e III.
 d) apenas I e II.                                                          e) I, II e III.
 e) I, II e III.
                                                                            4 (PEIES) Leia o texto:
 2 (UFSM – 2007) São características da sociedade da                        "Por que o sistema capitalista está constituindo blocos econômicos
 informação, EXCETO                                                         supranacionais? Por que muitos Estados estão, embora com certa
                                                                            relutância, aceitando abdicar parcialmente de sua soberania para
 a) o radical desenvolvimento do sistema de comunicação em                  fazer parte desses megablocos?" SENE, E. de & MOREIRA, J.C.
 escala global, em especial da internet, tem possibilitado a                Geografia geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. São
 universalização do acesso à informação e também a                          Paulo: Scipione, 1998. p.71-72.
 democratização de sua geração e controle por um número cada
 vez maior de empresas e agências de notícias.                              Com base no texto, assinale a(s) alternativa(s) que responde(m)
 b) a expansão dos mercados e a aceleração dos fluxos de capitais,          às indagações a que o texto se refere.
 possibilitadas pela revolução tecnológica, conectam os nós do
 sistema financeiro global, em tempo real.                                  I- A integração econômica de vários países, culminando com o
 c) há um desigual acesso às redes e sistemas de computadores e             surgimento dos biocos econômicos supranacionais, responde a
 de informação, parcelas significativas da população não usufruem           uma questão primordial. colocada pela lógica capitaiista.
 da tecnologia, sobretudo entre os países do sul, onde milhares de          II- Em uma economia globalizada e cada vez mais competitiva, a
 pessoas encontram-se marginalizadas.                                       constituição desses blocos visa a fornecer respostas à constante
 d) o domínio de vastos setores da economia, do lazer, da                   necessidade de lucros e de acumulação de capitais.
 educação e da mídia pelas redes eletrônicas e tecnologias                  III- Procurando diminuir as dificuldades do~ fluxos de
 industriais constitui um espaço político estratégico para seus             mercadorias, capitais, serviços ou mão-de-obra impostas através
 detentores.                                                                de barreiras colocadas pelas fronteiras nacionais, os países
 e) os fluxos de informação e comunicação, assim como estimulam             integrantes desses blocos fortalecem-se diante de países isolados
 e defendem as artes e as ciências, colaboram para a disseminação           ou de biocos de países. I
 de uma cultura global dominada significativamente pelos Estados
 Unidos, gerando formas de dependência e subordinação em escala             Está(ão) correta(s)
 planetária.
                                                                            a) apenas I e II.
                                                                            b) apenas II.
                                                                            c) apenas I e III.
(UFSM – 2008) Leia atentamente o texto a seguir.                            d) apenas III.
                                                                            e) I, II E III.


                                                                       29
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                                  http://murielpintogeografia.blogspot.com
5 (PEIES – 2006) Leia o texto:                                         7 (PEIES – 2007) Considerando a revolução técnico-científica,
                     Não existe um espaço global, mas sim              é correto afirmar:
espaços da globalização, uma vez que as forças globais não agem
da mesma maneira nem são recebidas da mesma forma em todos             I. Nessa revolução tornaram-se evidentes as tecnologias na
os lugares do mundo.                                                   microeletrânica, transmissão de informações, automatização e
MAGNOLl, D.;ARAUJO, R. Projeto de ensino de Geografia:                 robotização dos processos produtivos.
natureza, tecnologias, sociedades, geografia geral. 2" ed. São
Paulo: Moderna, 2004. p. 291.                                          II. A evolução da química fina tornou possível a criação de novos
                                                                       remédios que propiciaram a cura de várias
O texto pode ser complementado, afirmando-se também:                   Doenças.

a) A globalização elimina as diferenças, as singularidades que         III. As empresas norte-americanas de software adquiriram a
pontuam a esfera da cultura.                                           hegemonia sobre diferentes áreas da informática.
b) Todos os lugares são igualmente receptivos às mercadorias,          IV A onda de inovações tecnológicas se deu de forma homogênea em
pois as pessoas recebem e interpretam imagens e apelos                 todo o planeta.
publicitários da mesma maneira.
c) A cultura é a base por meio da qual se constroem vínculos de        Está(ão) correta(s)
identidades coletivas que desafiam, de múltiplas maneiras, a
homogeneização e o cosmopolitismo.                                     a) apenas I.
d) A revolução da informação se realiza da mesma forma em todos
os países, regiões e lugares do globo.                                 b) apenas I, II e III.
e) Os gostos e hábitos, assim como os padrões de pensamento e o
relacionamento social, por serem semelhantes, não constituem           c) apenas III e IV
barreiras para a globalização.
                                                                       d) apenas II, III e IV

6 (PEIES – 2007) "Nos últimos anos, a tendência à globalização,        e) I, II, III e IV
à maior interação e integração do comércio e das economias e as
fusões das grandes corporações criaram uma situação
inimaginável há três décadas: o desemprego estrutural"                 8 (PEIES – 2005) Desde a queda do .Muro de Berlim, em
MORAES, P. R. Geografia Geral e do Brasil. São Paulo: HARBRA,          novembro de 1989, um dos assuntos mais discutidos, na imprensa e
2005. p.406.                                                           nos círculos acadêmicos, é a emergência de uma nova ordem
                                                                       mundial. O que acontece nessa tão falada nova ordem? Quando ela
Com relação ao tema de que trata o texto, assinale verdadeira M        se definiu e o que traz realmente de novo?"
ou falsa (F) em cada afirmativa a seguir.                              SENE, E. e MOREIRA, J. C. Geografia geral e do Brasil: espaço
                                                                       geográfico e globalização. São Paulo: Scipione, 2002. p. 57.

(    ) As economias modernas criaram formas de administração           Sobre a nova ordem mundial que passou a vigorar no pós-guerra
com ênfase na redução de custos, sendo diminuídas                      fria, é INCORRETO afirmar:
as ofertas de emprego
                                                                       a) O poder é medido pela capacidade econômica como
( ) O desemprego estrutural afasta do mercado de trabalho um           disponibilidade de capitais, avanço tecnológico, qualificação da mão-
grande número de trabalhadores durante períodos I                      de-obra, índices de competitividade. I
mais ou menos prolongados, atingindo principalmente os jovens e
trabalhadores de pouca qualificação técnica.                           b) Houve aprofundamento da tendência da globalização em suas
                                                                       várias facetas, tanto em âmbito mundial quanto regional, com
(    ) Nos países desenvolvidos, a diminuição dos empregos na          fortalecimento dos blocos econômicos supranacionais.
indústria foi compensada pelo aumento de vagas no
setor primário.                                                        c) Intensificaram-se as desigualdades sociais, aumentou o abismo
                                                                       entre os ricos e pobres, sejam indivíduos, regiões ou nações.
A seqüência correta é
                                                                       d) O equilíbrio do poder se consolidou com a criação de duas grandes
a) F - F - V.                                                          organizações militares: a OTAN e o Pacto de Varsóvia, cujo objetivo
                                                                       era impedir a expansão do socialismo e do capitalismo.
b) V - F - V.
                                                                       e) Com a instauração da nova ordem mundial surge uma série de
c) V - V - V.                                                          novos conflitos étnicos, e o terrorismo emerge no contexto
                                                                       internacional.
d) V-V-F.

e) F - V - F.



  ANOTAÇÕES:




                                                                  30
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                                  http://murielpintogeografia.blogspot.com




9 (PEIES – 2005)




Assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada afirmativa a seguir.

( ) O mapa expressa a idéia de uma ordem multipolar do início do século XXI.

( ) A China passou a ser considerada um importante pólo da economia mundial.

( ) A linha divisória Norte/Sul está representada por um traço mais forte, o que expressa que a oposição entre os países ricos e os países
subdesenvolvidos é algo mais visível do que a área de Influência de cada pólo internacional.


A seqüência correta é

a) V - F - F.             b) F - F - V.             c) V - V - V.          d) V – V - F.              e) F - V - F.

10 (PEIES – 2005)



Na relação pelo telefone/pela internet, está
evidenciado o processo na comunicação, denominado
revolução
informacional, sobre a qual é INCORRETO afirmar:

a) É uma expressão empregada para evidenciar que
os produtos, ao serem concebidos, requerem
crescentes
investimentos em pesquisa científica e tecnológica.
b) Permitiu que mudanças tecnológicas importantes
ocorressem no intervalo de tempo que separa as duas
canções.
c) Possibilitou que a informação e o conhecimento se
transformassem em meios de produção.

                                                                    31
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                                   http://murielpintogeografia.blogspot.com
                                                                             O Planeta Terra atualmente apresenta uma aceleração ímpar
d) Promoveu um encolhimento da produção de bens e serviços de                dos fluxos de informação, provocando repercussões em toda a
qualidade superior e de preços mais baixos.                                  vida social e na organização do espaço geográfico.
e) Essa revolução é a base do processo de globalização.                      Com base nos textos acima e em seus conhecimentos sobre a
                                                                             importância do acesso aos meios eletrônicos de comunicações,
                                                                             é INCORRETO afirmar que
  11 (UFPEL – 2007)
                                                                             (a) a telefonia móvel é uma das áreas mais beneficiadas pelo
                                                                             avanço da Internet, tendo aumentado o número de usuários
                                                                             devido à redução dos preços dos aparelhos e á ampliação de
                                                                             seus recursos, o que estimula as substituições de equipamentos.
                                                                             (b) a revolução nas informações está ligada ao acesso aos
                                                                             meios eletrônicos de comunicação, produzindo singularidades
                                                                             espaciais, recriando aglomerações geográficas e reproduzindo
                                                                             desigualdades sociais.
                                                                             (c) a tecnologia de banda larga – ou seja, de conexão à Internet
                                                                             com maior velocidade –, essencial para reduzir custos, tornar
                                                                             mais eficiente o comércio e integrar empresas, permite o acesso
                                                                             a dezoito por cento da população mundial.
                                                                             (d) o aparelho eletrônico mais utilizado pela população mundial,
                                                                             depois do rádio, da TV, a qual também segue um modelo de
                                                                             aperfeiçoamento, como do caso da TV digital, cujo padrão
                                                                             tecnológico para seu uso no Brasil foi definido recentemente.
                                                                             e) o ritmo das economias está essencialmente ligado ao grau de
                                                                             penetração da Internet nas sociedades nacionais, realizando-se
                                                                             ainda de maneira extremamente desigual e alargando o abismo
  O Planeta Terra atualmente apresenta uma aceleração ímpar dos fluxos       que separa os países desenvolvidos e subdesenvolvidos.
  de informação, provocando repercussões em toda a vida social e na          (f) I.R.
  organização do espaço geográfico.
  Com base nos textos acima e em seus conhecimentos sobre a
  importância do acesso aos meios eletrônicos de comunicações, é             13 (UFPEL – 2007) Analise os textos a seguir.
  INCORRETO afirmar que
                                                                             Fazendo contraponto as disfunções conjunturais do sistema
  (a) a telefonia móvel é uma das áreas mais beneficiadas pelo avanço da     econômico mundial, o desemprego, hoje, ・ estrutural, faz parte
  Internet, tendo aumentado o número de usuários devido à redução dos        da lógica com a qual opera o capitalismo contemporâneo,
  preços dos aparelhos e á ampliação de seus recursos, o que estimula as     decorrêcia da forma pela qual se reorganizou o processo
  substituições de equipamentos.                                             produtivo sob a globalização. Com base nos textos acima e em
  (b) a revolução nas informações está ligada ao acesso aos meios            seus conhecimentos sobre as conseqüências da precarização
  eletrônicos de comunicação, produzindo singularidades espaciais,           das relações de trabalho no mundo, é INCORRETO afirmar que
  recriando aglomerações geográficas e reproduzindo desigualdades
  sociais.                                                                   (a) graças as operações de fiscalização da OIT (Organiza鈬   o
  (c) a tecnologia de banda larga – ou seja, de conexão à Internet com       Internacional do Trabalho) foi eliminado do mercado mundial o
  maior velocidade –, essencial para reduzir custos, tornar mais eficiente   trabalho escravo, ou seja, o regime em que a recusa ao
  o comércio e integrar empresas, permite o acesso a dezoito por cento
                                                                             trabalho imposto implica castigo.
  da população mundial.                                                      (b) o progressivo crescimento da falta de trabalho formal e
  (d) o aparelho eletrônico mais utilizado pela população mundial, depois
                                                                             regular leva expressiva parcela dos trabalhadores a buscar
  do rádio, da TV, a qual também segue um modelo de aperfeiçoamento,         meios alternativos para sobreviver.
  como do caso da TV digital, cujo padrão tecnológico para seu uso no        (c) a busca incessante por mão-de-obra cada vez mais barata
  Brasil foi definido recentemente.                                          faz com que as multinacionais transfiram suas fábricas para
  e) o ritmo das economias está essencialmente ligado ao grau de             países pobres onde os salários são mais baixos e a matéria
  penetração da Internet nas sociedades nacionais, realizando-se ainda       prima mais acessível.
  de maneira extremamente desigual e alargando o abismo que separa os        (d) os investimentos em automação eliminaram milhares de
  países desenvolvidos e subdesenvolvidos.                                   postos de trabalhos, favorecendo a terceiriza鈬 e a     o
  (f) I.R.
                                                                             informalidade, modalidades que levam á redução do registro
                                                                             formal do trabalho.
                                                                             (e) há ainda, no mundo, milhões de crianças obrigadas a
  12 (UFPEL – 2007) Analise os textos a seguir.                              ingressar no universo do trabalho geralmente para
                                                                             complementar a renda familiar, prejudicando, assim, a base
                                                                             psicológica e intelectual do futuro adulto.
                                                                             (f) I.R.




                                                                   32
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                                  http://murielpintogeografia.blogspot.com


                                                                       Com base nas informações e em seus conhecimentos, escolha a
 14 (UFPEL)                                                            alternativa que melhor
                                                                       explica a afirmativa acima.

                                                                       (a) A era da informação e da revolução científica prioriza a qualificação
                                                                       da mão-de-obra e a incorporação de novas habilidades, reconhecendo a
                                                                       diferença existente entre ricos e pobres.
                                                                       (b) A velocidade da informação é o benefício apresentado pela internet
                                                                       para a globalização, pois reduz o espaço mundial a um espaço virtual,
                                                                       sem a necessidade de integrar a todos os internautas.
                                                                       (c) A internacionalização da rede e a incorporação de centenas de
                                                                       milhões de usuários por todo o planeta exclui as diferenças culturais e
                                                                       econômicas devido à mundialização dos padrões de consumo.
                                                                       (d) A internet dinamizou e tornou imediatas transações e negociações
                                                                       em escala mundial, evitando a exclusão digital pelas parcerias com
                                                                       empresas e investimentos em inovações tecnológicas.
                                                                       (e) Ao mesmo tempo em que a internet facilita o processo de
                                                                       integração econômica global, é também responsável pela chamada
                                                                       exclusão digital, pois acentua a distância entre os usuários e aqueles
                                                                       que já viviam em situação de marginalidade econômica e social.
                                                                       (f) I.R.




 A situação retratada acima nos remete a uma evidente crise
 empregatícia no mundo.

 Com base nos textos e em seus conhecimentos, analise as
 seguintes afirmativas.
 I. O “fantasma” do desemprego sempre rondou os países em
 época de crise econômica; é ochamado desemprego conjuntural,
 conseqüência de mau desempenho da economia local.
 II. A crescente automação da produção, que substitui a mão-de-
 obra humana, provoca o desemprego estrutural, que é
 circunstancial e temporário, atingindo principalmente os jovens
 (dificultando o acesso ao primeiro emprego) e os trabalhadores de
 pouca qualificação técnica.
 III. Os avanços tecnológicos e as modernas formas de
 administração com vistas à diminuição de custos provocaram, em
 nível mundial, o desemprego estrutural e o crescimento do
 trabalho informal.
 IV. As corporações multinacionais instalam-se em
 todo o planeta e criam uma feroz concorrência, levando cada país
 a reduzir custos, enxugar o quadro de funcionários públicos e
 privados e a evitar a formação de blocos econômicos para
 fortalecer o mercado formal e enfrentar melhor o mercado
 mundial.

 Estão corretas apenas as afirmativas
 (a) I e II.
 (b) II e IV.
 (c) I, II e III.
 (d) II, III e IV.
 (e) I e III.
 (f) I.R.

 15 (UFPEL – 2006) Uma malha digital que cresce em
 velocidade vertiginosa está cobrindo nosso planeta: é a internet, a
 rede mundial de computadores.
 Considerando       essa    importante     inovação     tecnológica
 contemporânea, analise a informação:




                                                                 33
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                   http://murielpintogeografia.blogspot.com




    Temática 6


    BLOCOS ECONOMICOS

                                    UNIÃO EUROPÉIA (UE)

Membros (27): Alemanha, Áustria, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia,
França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Polônia, Portugal, Reino
Unido, República Tcheca e Suécia, (Bulgária e Romênia =novos membros);


Antecedentes da EU ( União Européia)
- O ano de 1948 marcou o início das duas primeiras associações econômicas européias: O Benelux e OECE;

Benelux – União aduaneira composta por três pequenos países da Europa Ocidental ( Bélgica, Holanda e
Luxemburgo)
- assinada em 1944, passou em vigor em 1º de janeiro de 1948;

OECE – Organização Européia de Cooperação Econômica
- foi criada em 16 de abril de 1948;
- possuía como objetivo administrar os recursos o Plano Marshall

CECA – Comunidade Européia do Carvão e do Aço
- criado em 1951;
- tanto o carvão como o aço foram importantes fontes de energia e matéria-prima usadas na reestruturação do
parque industrial europeu;

CEE – Comunidade Econômica Européia
- os países membros da Ceca foram os signatários do Tratado de Roma;
- Tratado de Roma 1957: criou a Comunidade Econômica Européia


Criação: 1992
Entrada em vigor: 1993
Origem: CEE (Comunidade Econômica Européia);

Características:
- União política;
- União econômica e monetária;
- Possui moeda única (Euro) = Reino Unido, Dinamarca e Suécia (Não aderiram ao Euro);
- livre circulação de pessoas;
- assistência previdenciária;

Pré-Requisitos para que os países sejam admitidos na UE:

*   déficit público de no máximo 3% do PIB;
*   inflação baixa e controlada;
*   moeda estável;
*   taxa de juro de longo prazo controlada




                                                       34
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                     http://murielpintogeografia.blogspot.com

Atualidades:
* Em 2003 a cotação do euro supera o dólar.
* Romênia e Bulgária são os novos membros da UE.
* Discussões referente a Independência de Kosovo ( Sérvia) – 2008.


  Turquia:
   País mais ocidentalizado do oriente médio (97% do território na Ásia) (3% Europa);
   Desde 2005 tenta entrar na UE = previsão de entrada até 2010.
  Obstáculos:
  - Problemas dos direitos humanos (tortura + pena de morte)
  - falta de identidade cultural com a Europa = porta de entrada para o terrorismo.
  - não reconhecimento de Chipre.




                                               Exportações dos principais Blocos Econômicos (2001)

                                                Bloco                        Milhões de dólares
                                                UE                           1 406 859
                                                Nafta                        639 138
                                                Asean*                       91 675
                                                Mercosul                     15 295




CEI (Comunidade dos Estados Independentes).

* Bloco político-econômico que reúne 12 das 15 repúblicas que formavam a antiga União das Repúblicas Socialistas
Soviéticas (URSS).
* a criação da Comunidade de Estados Independentes (CEI), decretou o fim da União Soviética.
* Às três Repúblicas Bálticas (Estônia, Letônia e Lituânia) não fazem parte do CEI.


Rússia




                                                      35
GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011                        http://murielpintogeografia.blogspot.com



                      MERCOSUL (Mercado Comum do Sul)


   Criado em: 1991                                                           Características:
   Inicio efetivo: Tratado de Assunção (26               - livre circulação de pessoas;
   de Maio de 1991)                                      - zona de livre circulação de mercadorias e capitais;
                                                         - União aduaneira entre os países (São Borja/ Santo
   Tipos de Estados                                      Tomé = Primeira Aduana Integrada de Fronteira do
   Estados membros: Brasil, Argentina,                   Mercosul) = cobrança das TECs (padronização das tarifas
   Paraguai, Uruguai e Venezuela                         externas )
   Estados sócios: Chile (1996), Bolívia                 - Padronização de legislações econômicas, trabalhistas,
   (1997), Equador, Peru (2003) e Colômbia               fiscal e ambiental.
   Estados observadores: México                          - não possui uma união econômica e monetária.
                                                         - É uma integração econômica e aduaneira.


O que falta?

- Liberdade de estabelecimento ( falta de infra-estrutura = p/ negócios + armazenagem);
- Liberdade de circulação (dentro dos limites de circulação);
- Criação de uma moeda única;
- Liberdade de concorrência (não prejudicar ninguém)
Ex: questões envolvendo Brasil e Argentina ( boicote das exportações de geladeiras brasileiras pelo governo
argentino).


Atualidade:

- Formado por dois países emergentes (Argentina + Brasil) e outros dois produtores e exportadores de matéria-
prima (Paraguai + Uruguai) = não apresenta uma estrutura sólida formada;

- As velhas rivalidades regionais, que causaram conflitos no passado, parecem atrapalhar a real integração do
Mercosul;

- Brasil e Argentina já tiveram problemas nas discussões sobre o regime automotivo , açúcar e industria de
eletrodomésticos;


                                                                                             Bolívia
                            Paraguai

 - O Paraguai que é o mais pobre do bloco, sofre           Plebiscito:
 reflexos de muitos anos de instabilidade política
 interna = possui ligações com EUA.

 * Eleições 2008: Vence Fernando Lugo (candidato da
 Igreja + oposição + movimentos sociais).
 * Partido Colorado sai poder após 60 anos.
  Questões discutidas:                                     Conflito civil:
 1ª) Revisão do Tratado de Itaipu.
 2ª) Imigração Ilegal de brasileiros (trabalhadores do
 comércio + agricultores).
 3ª) Reforma agrária em terras de brasileiros.




                                                         36
APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE
APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE
APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE
APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE
APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE
APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE
APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE
APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE
APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE
APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE
APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE
APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Agropecuária mundial e os sistemas agrários
Agropecuária mundial e os sistemas agráriosAgropecuária mundial e os sistemas agrários
Agropecuária mundial e os sistemas agrários
dela28
 
GEO - AGRICULTURA
GEO - AGRICULTURAGEO - AGRICULTURA
GEO - AGRICULTURA
Luís Ferreira
 
Esp rural agrário
Esp rural agrárioEsp rural agrário
Esp rural agrário
Péricles Penuel
 
Aula Geografia Agrária
Aula Geografia AgráriaAula Geografia Agrária
Aula Geografia Agrária
Letra C
 
Aula Geografia agrária
Aula   Geografia agráriaAula   Geografia agrária
Aula Geografia agrária
Omar Fürst
 
Trabalhos científicos
Trabalhos científicosTrabalhos científicos
Trabalhos científicos
Baltazar Chipiringo
 
Espaço agrário
Espaço agrárioEspaço agrário
Espaço agrário
Almir
 
Agricultura
AgriculturaAgricultura
Agricultura
edsonluz
 
Agricultura mundial
Agricultura mundialAgricultura mundial
Agricultura mundial
Professor Eebimt
 
A agricultura no mundo
A agricultura no mundoA agricultura no mundo
A agricultura no mundo
Thiago Netto
 
O espaço agrário mundial
O espaço agrário mundialO espaço agrário mundial
O espaço agrário mundial
Artur Lara
 
Agricultura mundial
Agricultura mundialAgricultura mundial
Agricultura mundial
Thamires Bragança
 
Agricultura mundial
Agricultura mundialAgricultura mundial
Agricultura mundial
Anízio Bragança Júnior
 
Tipos de agricultura no mundo
Tipos de agricultura no mundoTipos de agricultura no mundo
Tipos de agricultura no mundo
Mayjö .
 
Agricultura no Brasil.
Agricultura no Brasil.Agricultura no Brasil.
Agricultura no Brasil.
Camila Brito
 
Agricultura nos eua
Agricultura nos euaAgricultura nos eua
Agricultura nos eua
danielcpacheco2
 
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
Agropecuária brasileira.
Agropecuária brasileira.Agropecuária brasileira.
Agropecuária brasileira.
Camila Brito
 
Resumo Agricultura e Pecuária Intensiva e Extensiva
Resumo Agricultura e Pecuária Intensiva e ExtensivaResumo Agricultura e Pecuária Intensiva e Extensiva
Resumo Agricultura e Pecuária Intensiva e Extensiva
Michel 000
 
Agricultura
AgriculturaAgricultura
Agricultura
cristinasantos420
 

Mais procurados (20)

Agropecuária mundial e os sistemas agrários
Agropecuária mundial e os sistemas agráriosAgropecuária mundial e os sistemas agrários
Agropecuária mundial e os sistemas agrários
 
GEO - AGRICULTURA
GEO - AGRICULTURAGEO - AGRICULTURA
GEO - AGRICULTURA
 
Esp rural agrário
Esp rural agrárioEsp rural agrário
Esp rural agrário
 
Aula Geografia Agrária
Aula Geografia AgráriaAula Geografia Agrária
Aula Geografia Agrária
 
Aula Geografia agrária
Aula   Geografia agráriaAula   Geografia agrária
Aula Geografia agrária
 
Trabalhos científicos
Trabalhos científicosTrabalhos científicos
Trabalhos científicos
 
Espaço agrário
Espaço agrárioEspaço agrário
Espaço agrário
 
Agricultura
AgriculturaAgricultura
Agricultura
 
Agricultura mundial
Agricultura mundialAgricultura mundial
Agricultura mundial
 
A agricultura no mundo
A agricultura no mundoA agricultura no mundo
A agricultura no mundo
 
O espaço agrário mundial
O espaço agrário mundialO espaço agrário mundial
O espaço agrário mundial
 
Agricultura mundial
Agricultura mundialAgricultura mundial
Agricultura mundial
 
Agricultura mundial
Agricultura mundialAgricultura mundial
Agricultura mundial
 
Tipos de agricultura no mundo
Tipos de agricultura no mundoTipos de agricultura no mundo
Tipos de agricultura no mundo
 
Agricultura no Brasil.
Agricultura no Brasil.Agricultura no Brasil.
Agricultura no Brasil.
 
Agricultura nos eua
Agricultura nos euaAgricultura nos eua
Agricultura nos eua
 
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2017)
 
Agropecuária brasileira.
Agropecuária brasileira.Agropecuária brasileira.
Agropecuária brasileira.
 
Resumo Agricultura e Pecuária Intensiva e Extensiva
Resumo Agricultura e Pecuária Intensiva e ExtensivaResumo Agricultura e Pecuária Intensiva e Extensiva
Resumo Agricultura e Pecuária Intensiva e Extensiva
 
Agricultura
AgriculturaAgricultura
Agricultura
 

Semelhante a APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE

Agropecuária brasileira
Agropecuária brasileira Agropecuária brasileira
Agropecuária brasileira
Gabriel Francisco
 
Agricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Agricultura, Pecuária e Sistemas AgráriosAgricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Agricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Marcos Mororó
 
geografia agraria Geral.pptx
geografia agraria Geral.pptxgeografia agraria Geral.pptx
geografia agraria Geral.pptx
RENANFREITAS60
 
A Agricultura
A AgriculturaA Agricultura
A Agricultura
Diogo Mateus
 
Ciência e Inovação para alimentar o mundo - José Perdomo
Ciência e Inovação para alimentar o mundo - José PerdomoCiência e Inovação para alimentar o mundo - José Perdomo
Ciência e Inovação para alimentar o mundo - José Perdomo
Oxya Agro e Biociências
 
Agricultura e pecuaria
Agricultura e pecuariaAgricultura e pecuaria
Agricultura e pecuaria
Débora Sales
 
Agricultura e pecuaria
Agricultura e pecuariaAgricultura e pecuaria
Agricultura e pecuaria
Débora Sales
 
Agricultura
AgriculturaAgricultura
Agricultura
Dulce Xavier
 
Agropecuaria
AgropecuariaAgropecuaria
Agropecuaria
Adriana Gomes Messias
 
Apresentação sobre Agricultura Geografia
Apresentação sobre Agricultura GeografiaApresentação sobre Agricultura Geografia
Apresentação sobre Agricultura Geografia
CarlaAlves667649
 
Espaço rural (2).pdf
Espaço rural (2).pdfEspaço rural (2).pdf
Espaço rural (2).pdf
YuriRodrigues95
 
Unidade 9 6º ano
Unidade 9   6º anoUnidade 9   6º ano
Unidade 9 6º ano
Christie Freitas
 
Aula geo claudia 3ano
Aula geo claudia 3anoAula geo claudia 3ano
Aula geo claudia 3ano
Karen Carvalho
 
Agricultura (1)
Agricultura (1)Agricultura (1)
Agricultura (1)
Leonor Lobo
 
Unidade 8 sexto ano
Unidade 8   sexto anoUnidade 8   sexto ano
Unidade 8 sexto ano
Christie Freitas
 
A Evolução do Setor Agrícola
A Evolução do Setor AgrícolaA Evolução do Setor Agrícola
A Evolução do Setor Agrícola
Josevani Tocchetto
 
Revolucao verde
Revolucao verdeRevolucao verde
Revolucao verde
Wellington Alvim da Cunha
 
Demétrio Brasil Produção Agropecuária Regional
Demétrio Brasil Produção Agropecuária RegionalDemétrio Brasil Produção Agropecuária Regional
Demétrio Brasil Produção Agropecuária Regional
Deto - Geografia
 
Agropecuária nos países desenvolvidos
Agropecuária nos países desenvolvidosAgropecuária nos países desenvolvidos
Agropecuária nos países desenvolvidos
Irla Bonfim
 
Agropecuária
AgropecuáriaAgropecuária
Agropecuária
Alexandre Gangorra
 

Semelhante a APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE (20)

Agropecuária brasileira
Agropecuária brasileira Agropecuária brasileira
Agropecuária brasileira
 
Agricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Agricultura, Pecuária e Sistemas AgráriosAgricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
Agricultura, Pecuária e Sistemas Agrários
 
geografia agraria Geral.pptx
geografia agraria Geral.pptxgeografia agraria Geral.pptx
geografia agraria Geral.pptx
 
A Agricultura
A AgriculturaA Agricultura
A Agricultura
 
Ciência e Inovação para alimentar o mundo - José Perdomo
Ciência e Inovação para alimentar o mundo - José PerdomoCiência e Inovação para alimentar o mundo - José Perdomo
Ciência e Inovação para alimentar o mundo - José Perdomo
 
Agricultura e pecuaria
Agricultura e pecuariaAgricultura e pecuaria
Agricultura e pecuaria
 
Agricultura e pecuaria
Agricultura e pecuariaAgricultura e pecuaria
Agricultura e pecuaria
 
Agricultura
AgriculturaAgricultura
Agricultura
 
Agropecuaria
AgropecuariaAgropecuaria
Agropecuaria
 
Apresentação sobre Agricultura Geografia
Apresentação sobre Agricultura GeografiaApresentação sobre Agricultura Geografia
Apresentação sobre Agricultura Geografia
 
Espaço rural (2).pdf
Espaço rural (2).pdfEspaço rural (2).pdf
Espaço rural (2).pdf
 
Unidade 9 6º ano
Unidade 9   6º anoUnidade 9   6º ano
Unidade 9 6º ano
 
Aula geo claudia 3ano
Aula geo claudia 3anoAula geo claudia 3ano
Aula geo claudia 3ano
 
Agricultura (1)
Agricultura (1)Agricultura (1)
Agricultura (1)
 
Unidade 8 sexto ano
Unidade 8   sexto anoUnidade 8   sexto ano
Unidade 8 sexto ano
 
A Evolução do Setor Agrícola
A Evolução do Setor AgrícolaA Evolução do Setor Agrícola
A Evolução do Setor Agrícola
 
Revolucao verde
Revolucao verdeRevolucao verde
Revolucao verde
 
Demétrio Brasil Produção Agropecuária Regional
Demétrio Brasil Produção Agropecuária RegionalDemétrio Brasil Produção Agropecuária Regional
Demétrio Brasil Produção Agropecuária Regional
 
Agropecuária nos países desenvolvidos
Agropecuária nos países desenvolvidosAgropecuária nos países desenvolvidos
Agropecuária nos países desenvolvidos
 
Agropecuária
AgropecuáriaAgropecuária
Agropecuária
 

Mais de Muriel Pinto

Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...
Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...
Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...
Muriel Pinto
 
Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...
Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...
Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...
Muriel Pinto
 
ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...
ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...
ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...
Muriel Pinto
 
Tese_Muriel Pinto
Tese_Muriel PintoTese_Muriel Pinto
Tese_Muriel Pinto
Muriel Pinto
 
História, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RS
História, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RSHistória, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RS
História, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RS
Muriel Pinto
 
Turismo e Relações Internacionais: Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...
Turismo e Relações Internacionais:  Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...Turismo e Relações Internacionais:  Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...
Turismo e Relações Internacionais: Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...
Muriel Pinto
 
Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...
Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...
Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...
Muriel Pinto
 
Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...
Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...
Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...
Muriel Pinto
 
Artigo iphan
Artigo iphanArtigo iphan
Artigo iphan
Muriel Pinto
 
Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...
Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...
Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...
Muriel Pinto
 
Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)
Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)
Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)
Muriel Pinto
 
Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)
Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)
Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)
Muriel Pinto
 
Manual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RS
Manual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RSManual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RS
Manual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RS
Muriel Pinto
 
Obra políticas culturais_no_brasil
Obra políticas culturais_no_brasilObra políticas culturais_no_brasil
Obra políticas culturais_no_brasil
Muriel Pinto
 
Guia incentivo a_cultura
Guia incentivo a_culturaGuia incentivo a_cultura
Guia incentivo a_cultura
Muriel Pinto
 
ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...
ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...
ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...
Muriel Pinto
 
O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...
O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...
O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...
Muriel Pinto
 
Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico
Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológicoProjeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico
Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico
Muriel Pinto
 
Mapa bens culturais de São Borja-RS
Mapa bens culturais de São Borja-RSMapa bens culturais de São Borja-RS
Mapa bens culturais de São Borja-RS
Muriel Pinto
 
História brasil
História brasilHistória brasil
História brasil
Muriel Pinto
 

Mais de Muriel Pinto (20)

Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...
Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...
Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...
 
Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...
Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...
Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...
 
ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...
ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...
ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...
 
Tese_Muriel Pinto
Tese_Muriel PintoTese_Muriel Pinto
Tese_Muriel Pinto
 
História, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RS
História, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RSHistória, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RS
História, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RS
 
Turismo e Relações Internacionais: Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...
Turismo e Relações Internacionais:  Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...Turismo e Relações Internacionais:  Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...
Turismo e Relações Internacionais: Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...
 
Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...
Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...
Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...
 
Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...
Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...
Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...
 
Artigo iphan
Artigo iphanArtigo iphan
Artigo iphan
 
Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...
Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...
Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...
 
Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)
Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)
Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)
 
Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)
Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)
Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)
 
Manual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RS
Manual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RSManual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RS
Manual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RS
 
Obra políticas culturais_no_brasil
Obra políticas culturais_no_brasilObra políticas culturais_no_brasil
Obra políticas culturais_no_brasil
 
Guia incentivo a_cultura
Guia incentivo a_culturaGuia incentivo a_cultura
Guia incentivo a_cultura
 
ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...
ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...
ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...
 
O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...
O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...
O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...
 
Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico
Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológicoProjeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico
Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico
 
Mapa bens culturais de São Borja-RS
Mapa bens culturais de São Borja-RSMapa bens culturais de São Borja-RS
Mapa bens culturais de São Borja-RS
 
História brasil
História brasilHistória brasil
História brasil
 

Último

Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 

Último (20)

Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 

APOSTILA_GEOGRAFIA_VESTIBULAR_3_FREE

  • 1. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com GEOGRAFIA ELABORAÇÃO MATERIAL Autor: Muriel Pinto * Licenciado em Geografia. * Consultor Turístico e Patrimonial. E-mail: murielpinto@yahoo.com.br Blog : http:// murielpintogeografia.blogspot.com Fone: 055-99145468 1
  • 2. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com SUMÁRIO Temática 1 Agropecuária Global_______________________ 3 Temática 2 OMC___________________________________ 9 __ Temática 3 Indústria________________________________ 15 __ Temática 4 Temátic Fontes de Enegia_________________________ 21 Temática 5 Globalização_____________________________ 27 Temática 6 Blocos economicos________________________ 34 Temática 7 China e Àfrica__________________________ 38 Temática 8 42 Conflitos globais__________________________ 2
  • 3. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com Temática 1 AGROPECUÁRIA GLOBAL Limitações naturais à produção e ao aumento da produtividade das culturas: Níveis de insolação: altas latitudes possuem baixos índices de insolação (fator que dificulta a produtividade). Disponibilidade de água: áreas desérticas (falta de água dificulta a produtividade). Área territorial: países europeus (apresentam áreas territoriais pequenas, o que inviabiliza os cultivos agrícolas), em contrapartida os países da América do Sul e do continente africano (possuem áreas interessantes para o aumento da produtividade agrícola). Limites Geográficos para as culturas e produção: Trigo: não se adapta a climas quentes e úmidos. Cacau e Cana-de-açucar: não se desenvolvem em climas frios e secos. Arroz: necessita de água em abundância. Características EUA União Européia (EU) Concentração fundiária Grandes propriedades Pequenas propriedades (Produção (agronegócio). familiar). Cultivos Monocultura (especialização de Policultura (diversidade de cultivos) cultivos) Densidades demográficas Baixa (desvaloriza as terras Alta (valoriza as terras agrícolas). agrícolas). Subsídios agrícolas Milho (etanol) açúcar Sistemas de produção agrícola Agricultura familiar (aparece em pequenas propriedades = comercialização interna = cooperativismo). Agricultura patronal ou empresarial: aparecem em grandes propriedades = comercialização externa = predominam os complexos agroindustriais. Modos de produção Sistemas da agricultura tropical Estrutura-se em torno da economia camponesa (agropecuária é um meio de subsistência) = Produtividade baixa = técnicas tradicionais. 3
  • 4. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com Agricultura itinerante (mudança de área de cultivo)  Características: - praticada por famílias pobres; - Mão-de-obra: numerosa, desqualificada, utiliza técnicas arcaicas (uso da enxada + queimadas). - Essa utilização inadequada do solo acaba desgastando-o, gerando a mudança da área de cultivo. - Uso extensivo de produção (rendimento por área cultivada)  Ocorrência: América Latina, África Subsaariana e sul e sudeste asiático. Agricultura de Jardinagem ou terraços  Características: - escassez de espaço para o plantio; - numerosa mão-de-obra manual = região povoada - pequena propriedade agrícola - elevada produtividade; - área de policultura.  Ocorrência: Ásia (Japão, Indonésia e Tailândia) = cultivo de arroz (maiores produtores mundiais). Plantations - Sistema agrícola utilizado pelos paises subdesenvolvidos; - utilizado amplamente durante a colonização européia na Ásia, África e América; Principais produtos cultivados em plantations: Cacau ( 1º Costa do Marfim, 2º Gana) + Cana-de-Açucar (1º Brasil, 2º Índia).  Características: - Compreendem de latifúndios + monocultura (cultivo de um só produto); - Se basea na mão-de-obra barata. - objetivo de exportação  Ocorrência: - Brasil + Colômbia + América Central + África e Ásia Meridional. ANOTAÇÕES: 4
  • 5. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com Agricultura Moderna ou comercial Concetração fundiária nos EUA.  Características: - Uso de sementes selecionadas; - pequena mão-de-obra; - uso intensivo de máquinas; - técnicas modernas = caráter empresarial; - sistema controlado pelo agrobusiness; - Uso intensivo de produção (produção mecanizada).  Ocorrência: - É a agricultura típica de países desenvolvidos (EUA + países da Europa ocidental); Agropecuária Extensiva: É aquela em que a densidade do gado ou das culturas é baixa (menor aproveitamento por hectare) = propriedade pouco capitalizada. Agropecuária intensiva:  Elevada densidade de criação ou de cultivo (maior aproveitamento por hectare) = grande propriedade = alta produção. 5
  • 6. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com Crise Alimentar A recente alta nos preços dos produtos agrícolas foi motivada por uma série de fatores conjugados e se tornou uma crise mundial. O maior temor, além da falta de suprimentos, é que cresçam as revoltas populares pela falta de comida, o que já foi registrado em diversos países, como Haiti, Indonésia, Camarões e Egito. Nesse sentido, diversas instituições internacionais já de manifestaram, como ONU, Banco Mundial, FMI e Bird, por exemplo. 6
  • 7. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com  Na Ásia e África, a produção foi afetada pelo clima. Alguns dos maiores exportadores do mundo como China, Índia, Tailândia (maior exportador de arroz do mundo), Vietnã (segundo maior exportador mundial de arroz), Cazaquistão (importante supridor de trigo para Ásia Central) e Egito suspenderam as exportações, pode-se citar ainda também a Austrália, que passa por seguidas secas há anos, e desabasteceu o mundo, principalmente, de leite e derivados.  Os biocombustíveis foram repentinamente retirados da lista de salvadores do meio ambiente e passaram a figurar na coluna dos principais vilões da inflação mundial. De fato, a produção de etanol do milho tem avançado, nos Estados Unidos, sobre lavouras antes dedicadas ao abastecimento de comida. Mas está longe de ser o caso do etanol brasileiro, produzido a partir da cana- de-açúcar.  Há, no horizonte, um motivo para a crescente crítica dos países industrializados aos biocombustíveis e ele não está baseado em repentinas preocupações humanitárias. Tem a ver com negócios e interesses geopolíticos.  Fatores que explicam a atual crise: 1º Fator: Aumento cotação do petróleo 2º Fator: Aumento poder de consumo de chineses e indianos Inclusão dos cidadãos chineses e indianos no mercado mundial = 450 milhões 450 milhões de consumidores que deixaram a linha de pobreza, desequilibraram as leis de oferta e demanda e surpreenderam a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). 3º Fator: FAO foi “desleixada” em relação à pesquisa agrícola e assistiu passivamente à produtividade do setor desabar 4º Fator: Subsídios agrícolas No mundo desenvolvido, os Estados Unidos e a Europa não abrem mão dos subsídios aos agricultores. EUA: resultado foi a falência das chamadas fazendas familiares americanas, que perderam o trem do avanço tecnológico, fato aguçado pela desvalorização do dólar, que ajudou a bombar os preços das commodities agrícolas. 7
  • 8. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com UE: De seu lado, os países europeus sentaram em cima do protecionismo, com o estabelecimento de cotas regionais e produção de alimentos de origem controlada e grife, “que não enche a barriga do mundo”, como foi os azeites, vinhos e embutidos. “Tudo cercado de um modelo empresarial ultrapassado” * Há um aumento forte na demanda de alimentos, desde 2006, e o Brasil tem um papel importante diante desse cenário, por ter um bom volume de produção disponível e por ser o único país, no mundo, com áreas disponíveis para aumentar a produção”. 5º Fator: Ascensão de biocombustíveis. 6º Fator: Catástrofes climáticas (sudeste asiático) TESTES – TEMÁTICA 1 1 (UFSM – 2008) Leia atentamente o trecho a seguir. 2 (UFSM – 2007) Leia o fragmento a seguir. "A criação de milhares de animais em fábricas-fazendas baixou o "ênfase na especialização de produtos e práticas agrícolas preço da carne, permitindo que mais pessoas comessem padronizadas, ( ... ), tecnologias voltadas principalmente à hambúrgueres, filés e peitos de frango, diariamente. Mas a redução das necessidades de mão-de-obra; pesada dependência sociedade está pagando o preço da carne mais barata, sob a de insumos comprados; forte concentração de renda." forma de perda de diversidade de animais domésticos e doenças (FAO,1995) que saltam a barreira das espécies e contaminam pessoas." WORLDWATCH INSTITUTE. Estado do Mundo. Salvador: Uma Ed., Assinale a alternativa que NÃO se refere às características do 2005. p. 72. sistema agrícola descrito. Dentre os fatores que tem contribuído para o aumento da a) O emprego maciço de adubos, fertilizantes e agrotóxicos ocorrência de epidemias nos últimos anos, o texto faz referência. contaminam o ar, a água e os solos e tornam as pragas mais resistentes, o que tem gerado grandes desequilíbrios ao meio a) ao pouco cuidado com a higiene nos processos produtivos das ambiente. "fábricas-fazendas". b) A tecnologia empregada na atividade agrícola aumenta a dependência com relação à indústria, além de contribuir para os b) ao refinamento genético cada vez maior das espécies elevados custos de produção, que inviabilizam sua prática pelos comerciais, associado à tentativa de homogeneização dos agricultores descapitalizados. processos criatórios, com vistas a reduzir o custo de produção . c) O trabalho é realizado pelos membros da família que, além de produzirem para o autoconsumo, comercializam o excedente, c) à adoção de rações e remédios mais baratos por parte dos dinamizando a economia local e regional. criadores, com vistas a reduzir o preço final da carne. d) A substituição do trabalho pelo capital, além de desempregar a mão-de-obra, é responsável pela concentração da terra, d) ao aumento acelerado do consumo de carne pela população contribuindo para o êxodo rural e o aumento dos índices de mundial, o que dificulta um controle de qualidade mais eficaz pobreza. sobre o produto final. e) A elevada produtividade por área cultivada tem contribuído para aumentar a oferta de matérias-primas agroindustriais voltadas, e) a uma mudança na dieta do homem moderno que passou a sobretudo, para o mercado internacional, o qual 'é controlado ingerir uma alimentação com doses maiores de proteína animal, pelas grandes empresas do setor. aumentando a incidência de doenças, especialmente as de origem cardiovascular. 8
  • 9. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com 3 (UFSM – 2006) Entre os avanços da biotecnologia, um deles, o da pesquisa genâmica, vem desenvolvendo um novo campo que tem gerado muita controvérsia na sociedade: a produção de organismos geneticamente modificados (OGMs). Dentre as afirmativas a seguir, aponte a que melhor explica a figura. a) Apesar dos benefícios em termos de produtividade, o uso de alimentos transgênicos traz comprovados problemas de saúde a longo prazo, especialmente para as crianças. b) A adoção de culturas transgênicas aumenta a produtividade da lavoura e diminui o uso de agrotóxicos. c) Por tornar as plantas mais resistentes a pragas e doenças e por exigir menor quantidade de agrotóxicos, o uso dos transgênicos tende a contribuir para uma melhoria do meio ambiente, mas os efeitos do seu consumo sobre o organismo humano ainda não estão plenamente testados. d) Um dos principais problemas decorrentes da adoção de transgênicos é o monopólio da produção de sementes e de agrotóxicos especializados por grandes empresas multinacionais. e) A adoção de culturas transgênicas favorece o controle biológico de pragas, mas pode oferecer riscos à saúde. 4 (UFSM – 2008) Uma das conseqüências da aplicação intensiva de tecnologia à agricultura tem sido o uso crescente de Organismos Geneticamente Modificados (OGMs), também conhecidos como transgênicos. O mapa a seguir apresenta os países que produzem organismos transgênicos, com os respectivos produtos e a estimativa de área plantada. Assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada uma das afirmações relacionadas à produção de transgênicos no mundo. A maior produção mundial de OGMs ocorre no continente americano, com produtos destinados exclusivamente à indústria alimentar. 9
  • 10. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com ( ) Um investimento maciço na pesquisa e no desenvolvimento de OGMs poderia resultar em um aumento da produtividade agrícola, permitindo a eliminação da fome no mundo sem uma expressiva ampliação da área plantada. ( ) Dentre as críticas feitas ao uso de OGMs, podem-se destacar a tendência à redução da biodiversidade e o monopólio tecnológico dos grandes laboratórios. ( ) A produção de OGMs resulta de um processo tecnológico semelhante ao já conhecido melhoramento genético por meio de sucessivos cruzamentos e seleção de sementes. ( ) O Brasil é um dos grandes produtores mundiais de soja transgênica, com mais de 500.000 ha plantados. A seqüência correta é a) F - F - V - F - V. b) F – F – V –V -V. c) F - V - F - V - F. d) V - V - F - F - V. e) V - V - V - F - F. 5 (UFSM – 2006) Considerando a Sociedade de Consumo, assinale verdadeira (V) ou falsa (F) nas afirmativas a seguir. ( ) As diferenças nas condições de vida da população se expressam no território, pois apesar da expansão e diversificação dos consumos materiais e imateriais, o acesso aos bens é desigual. ( ) A expansão do consumo, devido à emergência de necessidades criadas pelas novas tecnologias, se efetivou a despeito da ampliação das formas de crédito e do sistema financeiro em geral. ( ) Os hábitos de consumo são criados a partir de uma ideologia da modernidade, estimulada pela propaganda e pelos meios de comunicação, que impõem racionalidades e também fabrica um imaginário. ( ) Paralelamente à expansão de consumo de bens tecnológicos e informacionais, retraem-se as formas tradicionais representadas pelo consumo de viagem, turismo e lazer, saúde. e educação, além dos consumos culturais e religiosos. A seqüência correta é a) V - F - V - F. b) V - V - V - F. c) F - F - F - V d) F - F - V - V. e) V - V - F - V 7 (PEIES – 2006) A agricultura contemporânea tem passado por 6(PEIES – 2007) Considerando as atividades agrárias, grandes mudanças com relação às forças produtivas, à analise as afirmativas: propriedade da terra e às relações de produção. I. Em relação às atividades agrárias, quanto maior for o nível Assinale, nas alternativas a seguir, aquela que NÃO constitui uma tecnológico dos grupos humanos, menor será a influência dos dessas mudanças. fatores físicos da natureza. a) industrialização do processo agrícola, aplicação de agrotóxicos, II. Apesar da capacidade de adaptação das plantas e do avanço da intensificação e aprofundamento de pesquisas direcionadas ao tecnologia de cultivo, as condições climáticas continuam a ser um setor primário. fator limitante. b) diminuição do número de produtores especializados e das agroindústrias, formação dos complexos agroindustriais III. Particularmente nas atividades agrárias, amplia-se a idéia de provocando mudanças na estrutura fundiária. que o domínio sobre a natureza foi plenamente c) submissão ao grande capital, interferência e domínio das atingido. grandes empresas e das multinacionais na comercialização e na industrialização dos produtos agropecuários. Está(ão) correta(s) d) abandono de lavouras de subsistência e crescente aumento da concentração fundiária. a) apenas I. e) aumento do trabalho assalariado e diarista, do êxodo-rural, do número de trabalhadores rurais sem terra e da exclusão social. b) apenas II. 8 (PEIES) "Todas as nações do chamado Terceiro Mundo usam c) apenas I e II. seu solo arável para exportações, e em todas há fome ..." OLlVA, J & GIASANTI, R. Espaço e modernidade: temas de d) apenas III. geografia mundial. São Paulo; Atual, 1995. p.228. e) I, II e III. A partir do texto, assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada uma das afirmações a seguir. 10
  • 11. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com A partir do texto, assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada uma das afirmações a seguir. ( ) A fome e a miséria generalizadas são fatores significativos para demonstrar o atual estágio das condições de vida dos países subdesenvolvidos:" ( ) Cabe às nações pobres a produção complementar de matérias-primas para processamento industrial. ( ) O Brasil é um dos maiores exportadores mundiais de produtos agrícolas, como a soja, que ocupa vastas extensões e que será utilizada como ração para o gado na Europa Ocidental. ( ) As nações ricas tendem a usar, cada vez mais, seu solo para a produção de alimentos essenciais. A seqüência correta é: a) V - F - V - F. b) V - V - F - V. c) V - V - V-V. d) F - F - V - F. e) F - V - F - V. 9 (PEIES – 2004) "A partir do final do século XIX - fase do capitalismo monopolista - a agricultura ingressou num processo de modernização. Os preços dos produtos agrícolas caem em relação aos industriais e, para aumentar os lucros, era necessário reduzir os custos e melhorar a produtividade." MOREIRA, Igor. o espaço geográfico: Geografia geral e do Brasil. São Paulo: Ática, 2002. p. 69. Assinale verdadeira (V) ou falsa (F) nas afirmativas a seguir. Entre as inovações introduzidas na agricultura, destacam-se: ( ) a terceirização da economia invadindo o campo e a utilização da informática que visa ao acompanhamento das atividades agropecuárias. ( ) a interligação das médias e grandes propriedades em redes locais, regionais e globais em busca de informações sobre mercados e fluxos. ( ) a industrialização cada vez mais restrita à cidade, pois as propriedades agrárias tendem a dedicar-se somente à produção de matérias- primas. ( ) o desenvolvimento da veterinária e difusão das inovações biogenéticas voltadas para a criação de espécies mais resistentes, como é o caso dos transgênicos. Com base nas informações anteriores e em seus conhecimentos, A seqüência correta é indique a alternativa que apresenta a seqüência correta. (a) V, F, V e V. a) V - V - V - F. (b) F, V, V e F. b) V – F – F - V. (c) F, F, V e V. c) F - F - V - V. (d) V, V, F e V. d) V – V – F – V. (e) V, F, V e F. e) F – V – F – F. (f) I.R. 10 (UFPEL – 2006/ Inverno) A produção agrícola, considerada como um sistema que envolve a análise das dimensões 11 (UFRGS – 2005) A produção agrícola é diversificada em físicas (fertilidade do solo, topografia, disponibilidade de água) e de nível mundial devido às distintas condições físicas, econômicas, aspectos socioeconômicos (desenvolvimento tecnológico, capitalização, tecnológica se culturais das regiões geográficas. estrutura fundiária, relações de trabalho), tende a ser obtida em Abaixo, no primeiro bloco, são citados quatro sistemas agrícolas. condições muito heterogêneas. Em face da diversidade de modos de No segundo bloco, são apresentadas as caracterizaçõesde três vida e de produção, das leis trabalhistas e ambientais, de condições deles. econômicas e ofertas de crédito, além de outros fatores encontrados em diferentes países e regiões, a agricultura adquire formas variadas Associe adequadamente as caracterizações aos respectivos em todo o mundo. sistemas. Com relação a esses sistemas referentes à produção agrícola, considere 1. Agricultura de jardinagem as seguintes afirmativas, assinalando V (verdadeiro) ou F (falso). 2. Agricultura de plantation 3. Agricultura moderna ( ) A agricultura itinerante corresponde a um sistema agrícola arcaico, 4. Agricultura ecológica típico de sociedades primitivas, como se verifica em determinadas áreas da América Latina e da África. ( ) Predomínio de pequenas ou médias propriedades ( ) O sistema plantation, introduzido pelos europeus em suas especializadas na rizicultura, que adotam técnicas milenares de colônias, a partir do século XVI, caracteriza-se pela utilização de cultivo e utilizam grandes propriedades, mão-de-obra numerosa e pela aplicação de mão-de-obra familiar. grandes capitais na produção de gêneros agrícolas. ( ) Produção obtida em médias e grandes propriedades altamente ( ) A agricultura de jardinagem, característica da Ásia, Japão, capitalizadas, que apresentam alta produtividade em decorrência, Indonésia e Tailândia, é praticada em grandes áreas através da entre outros fatores, da seleção de sementes e da mecanização monocultura. Esse sistema agrícola utiliza pouca mão-de-obra manual intensiva. por empregar grande tecnologia mecanizada. ( ) Produção obtida em pequenas e médias propriedades com ( ) A agricultura contemporânea regulada pelo mercado caracteriza-se mão-de-obra familiar, com uso de técnicas de controle biológico e pela crescente industrialização do processo de produção agrícola e pela informacional, fertilizantes orgânicos e rotação de culturas. interferência e domínio das grandes empresas na industrialização e comercialização dos produtos. A seqüência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é (A) 4 - 1 - 2. (B) 2 - 4 - 1. (C) 1 - 3 - 4. (D) 1 - 3 - 2. (E) 2 - 1 - 4. 11
  • 12. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com Temática 2 OMC (Organização Mundial do Comércio) ATENÇÃO:  Commodities: denominação dada ás matérias-primas voltadas para exportação. O Gatt (Acordo Geral de Tarifas e Comércio) = acordo provisório =antecedeu a OMC; Commodities tradicionais:  Fundação OMC: 1º de Janeiro de 1995 Trigo, soja, suco de laranja, boi, produtos  Sede: Genebra (Suíça) minerais (petróleo, aço e ouro).  É constituída de 152 membros (Brasil é membro);  Últimos a aderir á organização: República Popular da Commodities mordernos: Créditos de carbono China (2001), Taiwan (2002), Armênia (2003) e Macedônia (2003) = rodada de Doha (Catar)  Hoje o país que viola as regras da OMC deve retroceder = sob pena de sofrer sansões comerciais;  OMC se preocupa com o capital especulativo e a ação das transnacionais no mundo. SUBSÍDIOS: ATENÇÃO: São benefícios econômicos que um governo Com a ONU enfraquecida, a OMC assume concede aos produtores de bens, muitas papel central nas relações internacionais; vezes para fortalecer sua posição  Com sua arbitragem a OMC conseguiu competitiva. O subsídio pode ser direto. esfriar tópicos diplomáticos quentes. Ex: financiamento dos EUA e da UE. Rodada de Doha  Nome dado a uma série de reuniões que discutem regras para tornar mais ágil o comercio entre os 152 membros da OMC. Objetivos:  Gerar a diminuição de subsídios governamentais (diminuição de impostos) = nível de abertura em setores de interesse de países ricos (setores de indústria e serviços) e pobres (setor agrícola das nações desenvolvidas).  Existem basicamente três blocos que possuem maior influencia nas negociações de Doha (UE, EUA e membros do G -20).  A maior polemica das negociações gira em torno da agricultura (subsídios agrícolas). 12
  • 13. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com ANOTAÇÕES: TESTES – TEMÁTICA 2 1 (UFSM – 2008) Atualmente, uma das principais discussões nas 2 (PEIES – 2005) As últimas mudanças verificadas no reuniões da Organização Mundial do Comércio (OMC) é referente a comércio internacional sob os moldes da globalização possuem impasse sobre subsídios agrícolas, Quanto a essa questão, é alguns aspectos que merecem destaque. Assinale verdadeira (V) ou possível afirmar que as principais criticas são: falsa (F) em cada uma das afirmativas a seguir. a) De países europeus que reclamam da recente invasão de produtos agrícolas, produzidos a um custo mais baixo. ( ) Os países subdesenvolvidos, tradicionalmente exportadores de matérias-primas, têm investido mais em manufaturados. Para isso, b) de países do sudeste asiático que reclamam da concorrência do precisam não só desenvolver produtos industriais como, também, arroz japonês, produzido a baixo custo devido ao uso intensivo de apresentar competitividade no mercado internacional. mão-de-obra. ( ) Os mercados regionais são formados por alguns países com o c) de países subdesenvolvidos que reclamam do protecionismo objetivo de facilitar a circulação de bens, serviços e capitais. agrícola implementado pelos EUA. e pelos países europeus. ( ) Constata-se que todas as regiões do mundo beneficiam-se d) de países africanos que reclamam dos produtos sul-americanos, igualmente do comércio internacional, diminuindo, assim, as ofertados a um preço mais baixo no desigualdades econômicas entre elas. mercado internacional devido ao uso intensivo de tecnologia. I A seqüência correta é a) V – V – F e) da Austrália e Nova Zelândia que reclamam da concorrência b) V – V –V desleal com a carne subsidiada da Argentina. c) F – F – V d) V – F – V e) F – V - F 13
  • 14. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com 3 (UFRGS - 2006) 4 (PEIES) A partir da análise da figura e de seus conhecimentos em relação ao comércio mundial, é correto afirmar: I. O comércio mundial está estruturado em torno de três pólos nucleares: Europa Ocidental, América Anglo-Saxônica e Ásia. II- Os eixos estruturantes do comércio mundial demonstram a hegemonia dos países desenvolvidos na economia mundial, além de revelar a importância da Ásia nos intercâmbios internacionais. III. Os pólos periféricos mantêm correntes de intercâmbio entre si. Está(ão) correta(s) a) apenas I. b) apenas II c) apenas I e II d) apenas III. e) I, II e III. ANOTAÇÕES: 14
  • 15. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com Temática 3 INDÚSTRIA Setor da economia que mais modifica o espaço geográfico. Evolução do processo de transformação de matérias-primas em acabados: Artesanato – manufatura – indústria – revolução técnico-cientifíca Processos de Industrialização  Industrialização Clássica, ou Original: - Típica dos paises desenvolvidos ou do norte = surge bem anterior ás demais (Inglaterra) = séc XVIII e XIX; - desenvolvimento equilibrado entre Indústria de Bens de consumo e Industria de Base; - predomina capital nacional.  Industrialização Planificada: - surge no séc. XX; - Típica de países denominados socialistas = economia planificada; - Predomínio de empresas estatais = Indústrias Pesadas + Indústrias de Meios de Produção (siderurgia + petroquímica + metalúrgica);  Indústria Tardia, periférica, ou retardatária: - Nos interessa de perto por ter ocorrido no Brasil; - Típica de países subdesenvolvidos ou do sul; Fatores de diferenciação dos outros tipos: - participação de capital estrangeiro; - maior desenvolvimento da indústria de bens de consumo; - utilizam tecnologia estrangeira = ao contrario das outras que criam ou adaptam as tecnologias. AS TRÊS ETAPAS DA INDUSTRIALIZAÇÃO  Cada uma delas assinalou um momento de desenvolvimento tecnológico;  Revolução Industrial: Implantação de uma indústria moderna, com intensa mecanização, ou produção massificada ou em série. 15
  • 16. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com Primeira Revolução Segunda Revolução Terceira Revolução Industrial Industrial Industrial * Feita com bases técnicas * Base técnica mais * conhecida também como mais simples (máquina a complexa (Refino de Petróleo técnico-cientifica; vapor + carvão principal + máquinas e motores mais fonte de energia + mão-de- sofisticados + mão-de-obra * industrias altamente obra desqualificada); especializada); sofisticadas = mão-de-obra qualificada; * Reino Unido, grande * EUA, principal modelo de potência mundial; industrialização; * deverá desenvolver-se mais plenamente nesse * Destaque: Industrias * se prolonga até as épocas século; têxteis, setor de vanguarda. de hoje (muitos países ainda não entraram na Terceira * Destaque: Revolução Industrial); - Iniciou nos EUA (Califórnia – informática e * Destaque: Indústria comunicações); automobilística + petroquímica, siderurgia e - Japão (robótica, metalúrgica. microeletrônica); - Alemanha (biotecnologia + química fina). Ocorrência: até final do Ocorrência: final do séc. Ocorrência: década de 80 século XIX. XIX até o fim de 1970. até hoje. Tipos de Indústrias A indústria é uma atividade econômica do setor chamado secundário que abrange a transformação de matérias-primas (vegetais, animais, minerais) em produtos, além da construção civil e da mineração. De acordo com a finalidade dos produtos (bens), a indústria da transformação pode ser dividida em: 1. Extrativista - Se divide em vegetal, animal e mineral; Ex: Indústria madeireira, da pesca, da mineração etc. 2. Indústria de Transformação Divide-se em: 2.1 Indústrias de bens de consumo 16
  • 17. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com Bens Duráveis: não necessitam ser utilizados ou consumidos imediatamente, como móveis, automóveis, eletrodomésticos etc; Bens Não-duráveis: precisam ser consumidos imediatamente, pois estargam. Ex: alimentos, remédios, calçados e cigarros. 2.2 Indústrias de bens intermediários - correspondem às que produzem bens manufaturados ou matérias-primas que são utilizados para a produção de outros bens. Ex: Barra de aço, fabricada por uma siderurgia e vendida para uma indústria de autopeças, pode ser transformada em eixo, pára-choque, roda, etc. 2.3 Indústrias de bens de capital ou de produção (Indústria de Base ou pesada) - é responsável pela preparação de matéria-prima que as outras indústrias irão empregar; Ex: Siderurgia, petroquímica, metalurgia, e a produção das máquinas industriais (indústria mecânica). 3. Indústria de Construção - são as que produzem casas e edifícios; - também compreende a industria de construção pesada (aeroportos, rodovias, túneis, pontes, usinas hidrelétricas, etc) e a industria de construção naval. 4. Ponta - Empregam alta tecnologia; estão sempre em evolução e acompanham o desenvolvimento de outras indústrias. Ex: Siderurgia, petroquímica, química fina, eletroeletrônica e a informática FATORES RELEVANTES PARA MOBILIDADE INDUSTRIAL INDUSTRIALIZAÇÃO  As empresas tem saído das áreas mais industrializadas Energia: infra-estrutura montada evitando problemas como: Mão-de-obra: exige qualificação  Altos preços de terrenos  Impostos pesados Matéria-prima: deve estar próxima aos pólos industriais.  Mão-de-obra mais cara  Problemas urbanos (congestionamento) Mercado consumidor  poluição Meios de transportes - Em escala mundial: as indústrias estão concentradas em algumas regiões. - Em escala local e regional: o que mais ocorre é a dispersão industrial. 17
  • 18. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com Países Emergentes  São países subdesenvolvidos industrializados ou em fase de industrialização.  Apesar das vantagens oferecidas, como mercado consumidor e incentivos fiscais, esses países representam grandes riscos, em virtude da constante instabilidade econômica e política.  Atraem as empresas transnacionais (multinacionais).  Queda no risco país. Brasil – Chile – Argentina – México – África do Sul – Turquia – Índia – Rússia – China – Coréia do Sul – Taiwan – Malásia - Cingapura BRIC’S  associação comercial de cooperação mútua,  Acrônimo dado aos principais países emergentes (Brasil, Rússia, Índia e China);  Há previsões que até 2050 suas economias juntas superarão as economias dos seis países mais ricos do mundo atualmente. 18
  • 19. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com ANOTAÇÕES: G-20 Grupo de países em desenvolvimento (Pobres e emergentes). O Gru o concentra sua atuação em agricultura, o tema central da Agenda de Desenvolvimento de Doha. O G-20 tem uma vasta e equilibrada representação geográfica, sendo atualmente integrado por 23 Membros: 5 da África (África do Sul, Egito, Nigéria, Tanzânia e Zimbábue). 6 da Ásia (China, Filipinas, Índia, Indonésia, Paquistão e Tailândia). 12 da América Latina (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Cuba, Equador, Guatemala, México, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela). G8: Grupo dos países mais ricos e industrializados do globo. - EUA - Alemanha - Canadá - Rússia - França - Reino Unido - Japão - Itália TESTES – TEMÁTICA 3 1 (PEIES – 2006) Leia o texto: Está(ão) correta(s) Com base no texto e nos seus conhecimentos, é correto afirmar: a) apenas I. A África do Sul, a Argentina, o Brasil, a índia e o México compartilharam do processo conhecido como substituição de b) apenas I e II. importações (...) As empresas transnacionais concluíram que eram mais vantajosos, nesses países, os bens que teriam como objetivo c) apenas III. os mercados consumidores locais. Se os novos Países Industrializados "substituíram importações", os países eI) apenas II e III. desenvolvidos "exportaram fábricas." ALMEIDA, L. M. A. de; RIGOLlN, 1. B. Geografia. São Paulo: Ática, e)I, II e III. 2002. p. 235. (Série Novo Ensino Médio) 2 (PEIES) No que diz respeito à questão industriai, numere a I. As principais características desse modelo de industrialização primeira coluna de acordo com a segunda. foram: produção dirigida para o mercado interno e participação do Estado na infra-estrutura para atender às novas indústrias. 1- Tigres asiáticos II. Os novos países industrializados têm pontos em comum: são 2- África do Sui e países industrializados da América Latina. antigas colônias, são extensos, populosos e ricos em recursos 3- Brasil e Coréia do Sul. minerais e energéticos. 4- México, Brasil, Taiwan, Cingapura, Hong Kong. III. A maior parte das indústrias instaladas foram filiais de transnacionais, e os lucros obtidos são investidos apenas nesses novos países industrializados. 19
  • 20. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com ( ) Suas economias apresentam uma situação bastan e original, pois inicialmente as indústrias (eletrônicas, químicas, siderúrgicas, etc) foram praticamenre transplantadas para esses países. ( ) São exemplos de industrializações tardias e periféricas. ( ) Desde o início, apresentavam um mercado consumidor, e a produção industrial não se destinava à exportação, mas essencialmente ao consumo interno. ( ) A partir de 70, foram denominados Novos Paísesindustrializados (NPls), nos quais os produtos manufaturados ultrapassam 25% do PNB e 50% das exportações. 5 (UFGRS - 2006) A seqüência correta é a) 1 - 2 - 3 - 4. b) 2 - 1- 4 - 3. c) 1 - 3 - 2 - 4. d) 2 – 4 – 3 - 1. e) 4 - 1 - 3 - 2. 3 (PEIES - 2005) Considerando a geografia da indústria no mundo, pode-se afirmar: I a) As indústrias tradicionais estão distribuídas de forma desigual no mundo, em função de fatores favoráveis à sua localização, como as 6 (UFGRS - 2006) fontes de energia, matérias-primas e infra-estrutura. b) A distribuição geográfica das indústrias expandiu-se na metade dó século XIX, devido à descoberta de novas reservas de carvão mineral. c) O surgimento de novas fontes de energia e a disponibilidade de mão-de-obra e mercado consumidor concentram as indústrias no hemisfério Sul. d) Os países recentemente industrializados, também chamados "NICs" (Newly Industrialized Countries), concentram-se no espaço e caracterizam-se por apresentarem semelhanças no processo de industrialização, nível econômico e tecnológico. e) Os países latino-americanos, entre eles Brasil, México e Argentina, iniciaram o processo de industrialização somente após a "Guerra Mundial e concentraram suas indústrias próximo a reservas minerais como as de cobre, ouro e estanho. 4 (UFRGS – 2007) 20
  • 21. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com Temática 4 -Fontes Renováveis; FONTES DE ENERGIA -Fontes não renováveis; - Fontes alternativas (limpas) Quando se fala em fontes de energia nas épocas de hoje relaciona-se a: Geopolítica + estratégia. Antes de partimos para uma análise direta das fontes em si, é de grande valia analisarmos a composição geológica dos terrenos PETRÓLEO * Assim como o carvão mineral as maiores reservas e a maior produção de Petróleo estão no hemisfério norte; * Oriente Médio destaca-se em possuir as maiores reservas mundiais de Petróleo = 60%; * Maiores Reservas: 1ªArábia Saudita + 2ª Iraque + 3ª Emirados Árabes, 5ª Venezuela. * Maiores Produtores: 1ºArábia Saudita + 2º EUA + 3ºRússia OPEP * Organização dos Países Exportadores de Petróleo. * Criada na década de 60 pela Venezuela; * 13 Membros (Arábia Saudita, Irã, Iraque, Kuwait, Catar, Emirados Árabes Unidos, Indonésia, Líbia, Argélia, Venezuela, Nigéria. Equador e Angola) * Centraliza a produção + oferta dos preços do petróleo. 21
  • 22. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com CARVÃO MINERAL  Apontado como substituto imediato do petróleo = vida útil mais longa  Utilizações principais: Siderurgia + produção de energia elétrica (termoelétricas) + matéria- prima setor carboquímico;  Maiores Produtores: 1º China, 2º EUA, 3º Austrália;  Maior reserva: Rússia ATURAL  Principais formas de utilização: utilizado em veículos (GNV – Gás natural veicular) + cada vez mais utilizado na industria (motores pesados) + maçaricos + Usinas Termoelétricas (maior potencia instalada no Brasil – MW)  Transportado através de dutos  Maiores produtores: 1º Rússia (exporta 25% para UE), 2º EUA, 3º Canadá  Brasil produz em pequena escala = possui reservas interessantes (Bacia de Santos + Região norte) = importa da Bolívia ANOTAÇÕES!  Crise de fornecimento boliviano com Brasil + Argentina: Atualidade  Questões diplomáticas da Rússia com Ucrânia (Dutos russos vão para UE passam pelo território ucraniano). 22
  • 23. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com BIOMASSA  Toda matéria orgânica utilizada na produção de energia.  A preocupação ambiental, mais do que nunca, deve ser prioridade na utilização da biomassa. Ex: Desmatamentos originados pelo aumento de áreas cultiváveis;  Gera diversos novos tipos de combustíveis e fontes de energia como: Biocombustíveis: produzido a partir da cana-de-açúcar + plantas oleaginosas + lenha e resíduos agropecuários.  são alternativas mais baratas e eficientes no combate ao efeito estufa (alternativa correta na substituição dos combustíveis fóssies); Mais usados:  Álcool ou Etanol + biogás + BTL e biodiesel (oleoginosas) = Brasil aumenta para 3% a mistura do biodiesel ao diesel (2008) LENHA: (já representou 40% da produção Vantagens: energética primária no Brasil = década de 70);  Baixo custo; ÓLEOS VEGETAIS – extraídos do amendoim,  fato de ser renovável; babaçu, beterraba, dendê, girassol, mamona,  permitir o reaproveitamento de milho e soja (queima da casca de arroz) resíduos; ÁLCOOL – Brasil e Rússia são destaques.  ser bem menos poluente que outras BIOGÁS – liberado a partir da decomposição de fontes de energia como o petróleo ou resíduos agropecuários. o carvão. ENERGIA NUCLEAR - Diante do aquecimento global passou a ser vista como um mal menor = alternativa viável para geração de energia. - não é considerada limpa; Problemas: militarização + acidentes nucleares + lixo atômico. ENERGIA HIDRELÉTRICA Depende: Rios caudolosos ou de planaltos;  Elevado Custo de implantação  Custo social e ambiental (deslocamento de cidades + povoados e comunidades indígenas).  Gera mortandade de peixes / perda da vegetação nativa.  Maiores Produtores: EUA + Canadá + Brasil 23
  • 24. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com ENERGIA EÓLICA Depende: da ação dos ventos  Usinas de pequeno porte.  Problemas: poluição sonora + mortandade de aves. Brasil: ventos mais propícios são os da Região Nordeste (maior potencial instalado 52%) + ventos da Região Sul (Parque Eólico de Osório). Destaques: Alemanha, Espanha, EUA e Dianamarca. -Usinas de pequeno porte -Destaque: Reino Unido + Japão + França ENERGIA DAS MARÉS -Transforma a energia mecânica em elétrica (construção de represas) ENERGIA GEOTÉRMICA - Originada do calor proveniente do interior da terra (gêiseres); Destaque: EUA + Japão + Filipinas e Itália -É a preferida dos ambientalistas -Utilizada como complemento de outras ENERGIA SOLAR fontes Destaque: Israel + Indonésia + EUA + Alemanha. Fontes de Energia Consumo Mundial (%) 1º Petróleo 40% 2º Gás Natural 28% 3º Carvão Mineral 19% 4º Energia Renovável 8% Outros 5% 24 Geração de Energia Produção Mundial Elétrica por fonte (%)
  • 25. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com 1º Carvão Mineral 38,7 2º Gás Natural 18,3 3º Hidrelétrica 16,6 4º Petróleo 7,5 Outros 18,9 TOTAL 100 TESTES – TEMÁTICA 4 25
  • 26. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com 1 (UFGRS – 2008) Texto para as questões 2 e 3 As pressões ambientais pela redução na emissão de gás estufa, somadas ao anseio pela diminuição da dependência do petróleo, fizeram os olhos do mundo se voltarem para os combustíveis renováveis, principalmente para o etanol. Líderes na produção e no consumo de etanol, Brasil e Estados Unidos da América (EUA) produziram, juntos, cerca de 35 bilhões de litros do produto em 2006. Os EUA utilizam o milho como matéria-prima para a produção desse álcool, ao passo que o Brasil utiliza a cana-de-açúcar. O quadro abaixo apresenta alguns índices relativos ao processo de obtenção de álcool nesses dois países. 2 (ENEM 2007) Se comparado com o uso do milho como matéria-prima naobtenção do etanol, o uso da cana-de-açúcar é: A) mais eficiente, pois a produtividade do canavial é maior que a do milharal, superando-a em mais do dobro de litros de álcool produzido por hectare. B) mais eficiente, pois gasta-se menos energia fóssil para se produzir 1 litro de álcool a partir do milho do que para produzi-lo a partir da cana. C) igualmente eficiente, pois, nas duas situações, as diferenças entre o preço de venda do litro do álcool e o custo de sua produção se equiparam. D) menos eficiente, pois o balanço energético para se produzir o etanol a partir da cana é menor que o balanço energético para produzi-lo a partir do milho. E) menos eficiente, pois o custo de produção do litro de álcool a partir da cana é menor que o custo de produção a partir do milho. 3 (ENEM 2007) Considerando-se as informações do texto, é correto afirmar que: (A) o cultivo de milho ou de cana-de-açúcar favorece o aumento da biodiversidade. (B) o impacto ambiental da produção estadunidense de etanol é o mesmo da produção brasileira. (C) a substituição da gasolina pelo etanol em veículos automotores pode atenuar a tendência atual de aumento do efeito estufa. (D) a economia obtida com o uso de etanol como combustível, especialmente nos EUA, vem sendo utilizada para a conservação do meio ambiente. (E) a utilização de milho e de cana-de-açúcar para a produção de combustíveis renováveis favorece a preservação das características originais do solo. Temática 5 VELHA ORDEM INTERNACIONAL De 1945 até aproximadamente 1989 EUA x URSS Economia Bipolar Capitalismo X Socialismo 26
  • 27. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com Poder assentado na capacidade bélica Economia de mercado x economia planificada Conflito Leste x oeste GLOBALIZAÇÃO NOVA ORDEM INTERNACIONAL A partir de 1989  É a mais recente fase da expansão do capitalismo, que EUA, EUROPA E JAPÃO visa aumentar os mercados e, portanto, os lucros; Economia Multipolar  Esse fenômeno pode ser entendido como uma intensificação dos fluxos de mercadorias e serviços, Hegemonia do capitalismo capitais e tecnológicas, informações e pessoas. Poder assentado na capacidade econômica  Viabilizou-se em função da Terceira Revolução Industrial Hegemonia da Economia de Mercado = avanços tecnológicos;  cria-se a possibilidade de um mundo unificado. Conflito Norte x Sul Principais Características:  Domínio crescente das empresas multinacionais (transnacionais) sobre a economia global;  Reorganização do sistema financeiro internacional (de NEOLIBERALISMO: contrário à acordo com as exigências dos grandes complexos interdependência dos governos na economia. empresariais);  Conjunto de idéias, segundo os  rápido deslocamento de imensas somas de dinheiro e a quais o estado devia implantar um amplo interdependência de praticamente todas as bolsas de valores; programa de privatização restringindo sua  Avanço da microeletrônica, uma verdadeira revolução na atuação a alguns setores apenas (saúde e informática; educação, principalmente).  Expansão mundial do neoliberalismo (contrário à  Defendem a tese de “Estado interdependência dos governos na economia); mínimo” extrair petróleo e produzir aço, por  Conseqüentemente, ocorre o enfraquecimento dos Estados exemplo não são atribuições do Estado = (os governos estão perdendo o controle da economia); desestatização.  Uso do inglês como língua universal (facilitando as trocas de  Política fiscal austera (criação do informação entre os povos); Plano Real no Brasil).  Transformação dos espaços nacionais em espaços da economia internacional = perda da idéia de fronteiras (homogeneização de relações socioeconômicas);  aceleração de todas as formas de circulação e comunicação de pessoas, mercadorias e idéias;  desenvolvimento de uma consciência ecológica planetária, a partir da identificação de problemas ambientais globais (efeito estufa, chuva ácida, buraco na camada de ozônio) = afetam a todos não obedecendo a fronteiras políticas. Conseqüências: * Concentração de renda (ricos + ricos , pobres + pobres); * diminuição das formas tradicionais de trabalho (mercado requer uma maior especialização de mão-de-obra = mecanização); * surgimento do neoliberalismo; * surgimento dos blocos econômicos; * países pobres perdem com: queda nas exportações de matérias-primas e com o atraso tecnológico; * vem facilitando o avanço de graves epidemias (aids, ebola e mais recentemente a gripe asiática = gripe aviária = sars) * facilita também as atividades de crime organizado (tráfico de drogas, contrabando de armas, exploração da prostituição feminina e da pornografia infantil); * avanço da tecnologia no setor primário (transgênicos) na saúde (células tronco), na indústria (robotização) 27
  • 28. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com * avanço do nacionalismo no globo (muçulmanos = na Europa e no Oriente Médio, América Latina = governos esquerda, populistas); Conflito Norte-Sul * Com o fim do mundo socialista não só derrubou a ordem bipolar, como fez com que a antiga divisão dos países em Primeiro, segundo e terceiro Mundo não tivesse mais razão de ser (nações socialistas não existem mais); * Os países são classificados em ricos (desenvolvidos ou centrais) e pobres (subdesenvolvidos ou periféricos); 28
  • 29. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com TESTES – TEMÁTICA 5 1 (UFSM – 2007) O texto a seguir diz que a guerra global entre 3 (UFSM) "Antes de tudo, a globalização depende da lugares ocorre eliminação de obstáculos técnicos, não de obstáculos econômicos. Ela resulta da abolição da distância e do tempo (..)." "( ... ) quando uma localidade, em um país ou continente, disputa HOBSBAWM, E. o novo século. São Paulo: Cia das Letras, 2000. p. a mesma atividade ou empresa frente a outro país ou continente; 71. mas pode ser também examinada pela ótica da empresa, quando esta escolhe o lugar para se instalar e negocia a introdução, nesse Com base no texto, é possível afirmar sobre a relação entre o lugar, de condições ainda não existentes e cuja presença fará dele processo de globalização e a preservação dos recursos naturais: um espaço ainda mais atrativo." I. Por estar ligada à aceleração do processo de produção e SANTOS, M.; SILVEIRA, M. L. ° Brasil: território e sociedade no circulação de informações, a globalização pouco contribuí para o início do seco XXI. Rio de Janeiro: Record, 2001. p. 296 .. aumento da pressão sobre os recursos naturais. Pelo contrário, a rápida troca de informações em rede facilita a sua preservação. Sobre esse processo, pode-se afirmar: II. Se, por um lado, a ampliação da sociedade da "tecnociência" I. Os locais se distinguem por apresentar condições diversificadas tende a melhorar as taxas de produtividade da indústria, de infra-estrutura, recursos e organização, entre outros, que aproveitando melhor a matéria-prima, por outro, a ampliação da atraem ou repelem as empresas globais. "sociedade do consumo" promovida pela globalização tende a II. A disputa dos lugares pela instalação de grandes empresas aumentar o uso de energia e matéria-prima no planeta. ocorre também no interior dos países, envolvendo estados e municípios, que negociam vantagens, sobretudo de ordem fiscal. III. A formação de redes mundiais reduz o tempo e a distância de III. Na atual dinâmica do desenvolvimento capitalista, a livre circulação do capital e da informação, aumentando o controle da concorrência possibilita que as empresas, tanto locais quanto produção sobre o território e internacionalizando a crise ambiental globais, disputem os lugares em igualdade de condições e de decorrente da exploração dos recursos. acesso às vantagens. Está(ão) correta(s) Está(ão) correta(s) a) apenas I. a) apenas I. b) apenas I e II. b) apenas II. c) apenas III. c) apenas III. d) apenas II e III. d) apenas I e II. e) I, II e III. e) I, II e III. 4 (PEIES) Leia o texto: 2 (UFSM – 2007) São características da sociedade da "Por que o sistema capitalista está constituindo blocos econômicos informação, EXCETO supranacionais? Por que muitos Estados estão, embora com certa relutância, aceitando abdicar parcialmente de sua soberania para a) o radical desenvolvimento do sistema de comunicação em fazer parte desses megablocos?" SENE, E. de & MOREIRA, J.C. escala global, em especial da internet, tem possibilitado a Geografia geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. São universalização do acesso à informação e também a Paulo: Scipione, 1998. p.71-72. democratização de sua geração e controle por um número cada vez maior de empresas e agências de notícias. Com base no texto, assinale a(s) alternativa(s) que responde(m) b) a expansão dos mercados e a aceleração dos fluxos de capitais, às indagações a que o texto se refere. possibilitadas pela revolução tecnológica, conectam os nós do sistema financeiro global, em tempo real. I- A integração econômica de vários países, culminando com o c) há um desigual acesso às redes e sistemas de computadores e surgimento dos biocos econômicos supranacionais, responde a de informação, parcelas significativas da população não usufruem uma questão primordial. colocada pela lógica capitaiista. da tecnologia, sobretudo entre os países do sul, onde milhares de II- Em uma economia globalizada e cada vez mais competitiva, a pessoas encontram-se marginalizadas. constituição desses blocos visa a fornecer respostas à constante d) o domínio de vastos setores da economia, do lazer, da necessidade de lucros e de acumulação de capitais. educação e da mídia pelas redes eletrônicas e tecnologias III- Procurando diminuir as dificuldades do~ fluxos de industriais constitui um espaço político estratégico para seus mercadorias, capitais, serviços ou mão-de-obra impostas através detentores. de barreiras colocadas pelas fronteiras nacionais, os países e) os fluxos de informação e comunicação, assim como estimulam integrantes desses blocos fortalecem-se diante de países isolados e defendem as artes e as ciências, colaboram para a disseminação ou de biocos de países. I de uma cultura global dominada significativamente pelos Estados Unidos, gerando formas de dependência e subordinação em escala Está(ão) correta(s) planetária. a) apenas I e II. b) apenas II. c) apenas I e III. (UFSM – 2008) Leia atentamente o texto a seguir. d) apenas III. e) I, II E III. 29
  • 30. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com 5 (PEIES – 2006) Leia o texto: 7 (PEIES – 2007) Considerando a revolução técnico-científica, Não existe um espaço global, mas sim é correto afirmar: espaços da globalização, uma vez que as forças globais não agem da mesma maneira nem são recebidas da mesma forma em todos I. Nessa revolução tornaram-se evidentes as tecnologias na os lugares do mundo. microeletrânica, transmissão de informações, automatização e MAGNOLl, D.;ARAUJO, R. Projeto de ensino de Geografia: robotização dos processos produtivos. natureza, tecnologias, sociedades, geografia geral. 2" ed. São Paulo: Moderna, 2004. p. 291. II. A evolução da química fina tornou possível a criação de novos remédios que propiciaram a cura de várias O texto pode ser complementado, afirmando-se também: Doenças. a) A globalização elimina as diferenças, as singularidades que III. As empresas norte-americanas de software adquiriram a pontuam a esfera da cultura. hegemonia sobre diferentes áreas da informática. b) Todos os lugares são igualmente receptivos às mercadorias, IV A onda de inovações tecnológicas se deu de forma homogênea em pois as pessoas recebem e interpretam imagens e apelos todo o planeta. publicitários da mesma maneira. c) A cultura é a base por meio da qual se constroem vínculos de Está(ão) correta(s) identidades coletivas que desafiam, de múltiplas maneiras, a homogeneização e o cosmopolitismo. a) apenas I. d) A revolução da informação se realiza da mesma forma em todos os países, regiões e lugares do globo. b) apenas I, II e III. e) Os gostos e hábitos, assim como os padrões de pensamento e o relacionamento social, por serem semelhantes, não constituem c) apenas III e IV barreiras para a globalização. d) apenas II, III e IV 6 (PEIES – 2007) "Nos últimos anos, a tendência à globalização, e) I, II, III e IV à maior interação e integração do comércio e das economias e as fusões das grandes corporações criaram uma situação inimaginável há três décadas: o desemprego estrutural" 8 (PEIES – 2005) Desde a queda do .Muro de Berlim, em MORAES, P. R. Geografia Geral e do Brasil. São Paulo: HARBRA, novembro de 1989, um dos assuntos mais discutidos, na imprensa e 2005. p.406. nos círculos acadêmicos, é a emergência de uma nova ordem mundial. O que acontece nessa tão falada nova ordem? Quando ela Com relação ao tema de que trata o texto, assinale verdadeira M se definiu e o que traz realmente de novo?" ou falsa (F) em cada afirmativa a seguir. SENE, E. e MOREIRA, J. C. Geografia geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. São Paulo: Scipione, 2002. p. 57. ( ) As economias modernas criaram formas de administração Sobre a nova ordem mundial que passou a vigorar no pós-guerra com ênfase na redução de custos, sendo diminuídas fria, é INCORRETO afirmar: as ofertas de emprego a) O poder é medido pela capacidade econômica como ( ) O desemprego estrutural afasta do mercado de trabalho um disponibilidade de capitais, avanço tecnológico, qualificação da mão- grande número de trabalhadores durante períodos I de-obra, índices de competitividade. I mais ou menos prolongados, atingindo principalmente os jovens e trabalhadores de pouca qualificação técnica. b) Houve aprofundamento da tendência da globalização em suas várias facetas, tanto em âmbito mundial quanto regional, com ( ) Nos países desenvolvidos, a diminuição dos empregos na fortalecimento dos blocos econômicos supranacionais. indústria foi compensada pelo aumento de vagas no setor primário. c) Intensificaram-se as desigualdades sociais, aumentou o abismo entre os ricos e pobres, sejam indivíduos, regiões ou nações. A seqüência correta é d) O equilíbrio do poder se consolidou com a criação de duas grandes a) F - F - V. organizações militares: a OTAN e o Pacto de Varsóvia, cujo objetivo era impedir a expansão do socialismo e do capitalismo. b) V - F - V. e) Com a instauração da nova ordem mundial surge uma série de c) V - V - V. novos conflitos étnicos, e o terrorismo emerge no contexto internacional. d) V-V-F. e) F - V - F. ANOTAÇÕES: 30
  • 31. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com 9 (PEIES – 2005) Assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada afirmativa a seguir. ( ) O mapa expressa a idéia de uma ordem multipolar do início do século XXI. ( ) A China passou a ser considerada um importante pólo da economia mundial. ( ) A linha divisória Norte/Sul está representada por um traço mais forte, o que expressa que a oposição entre os países ricos e os países subdesenvolvidos é algo mais visível do que a área de Influência de cada pólo internacional. A seqüência correta é a) V - F - F. b) F - F - V. c) V - V - V. d) V – V - F. e) F - V - F. 10 (PEIES – 2005) Na relação pelo telefone/pela internet, está evidenciado o processo na comunicação, denominado revolução informacional, sobre a qual é INCORRETO afirmar: a) É uma expressão empregada para evidenciar que os produtos, ao serem concebidos, requerem crescentes investimentos em pesquisa científica e tecnológica. b) Permitiu que mudanças tecnológicas importantes ocorressem no intervalo de tempo que separa as duas canções. c) Possibilitou que a informação e o conhecimento se transformassem em meios de produção. 31
  • 32. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com O Planeta Terra atualmente apresenta uma aceleração ímpar d) Promoveu um encolhimento da produção de bens e serviços de dos fluxos de informação, provocando repercussões em toda a qualidade superior e de preços mais baixos. vida social e na organização do espaço geográfico. e) Essa revolução é a base do processo de globalização. Com base nos textos acima e em seus conhecimentos sobre a importância do acesso aos meios eletrônicos de comunicações, é INCORRETO afirmar que 11 (UFPEL – 2007) (a) a telefonia móvel é uma das áreas mais beneficiadas pelo avanço da Internet, tendo aumentado o número de usuários devido à redução dos preços dos aparelhos e á ampliação de seus recursos, o que estimula as substituições de equipamentos. (b) a revolução nas informações está ligada ao acesso aos meios eletrônicos de comunicação, produzindo singularidades espaciais, recriando aglomerações geográficas e reproduzindo desigualdades sociais. (c) a tecnologia de banda larga – ou seja, de conexão à Internet com maior velocidade –, essencial para reduzir custos, tornar mais eficiente o comércio e integrar empresas, permite o acesso a dezoito por cento da população mundial. (d) o aparelho eletrônico mais utilizado pela população mundial, depois do rádio, da TV, a qual também segue um modelo de aperfeiçoamento, como do caso da TV digital, cujo padrão tecnológico para seu uso no Brasil foi definido recentemente. e) o ritmo das economias está essencialmente ligado ao grau de penetração da Internet nas sociedades nacionais, realizando-se ainda de maneira extremamente desigual e alargando o abismo O Planeta Terra atualmente apresenta uma aceleração ímpar dos fluxos que separa os países desenvolvidos e subdesenvolvidos. de informação, provocando repercussões em toda a vida social e na (f) I.R. organização do espaço geográfico. Com base nos textos acima e em seus conhecimentos sobre a importância do acesso aos meios eletrônicos de comunicações, é 13 (UFPEL – 2007) Analise os textos a seguir. INCORRETO afirmar que Fazendo contraponto as disfunções conjunturais do sistema (a) a telefonia móvel é uma das áreas mais beneficiadas pelo avanço da econômico mundial, o desemprego, hoje, ・ estrutural, faz parte Internet, tendo aumentado o número de usuários devido à redução dos da lógica com a qual opera o capitalismo contemporâneo, preços dos aparelhos e á ampliação de seus recursos, o que estimula as decorrêcia da forma pela qual se reorganizou o processo substituições de equipamentos. produtivo sob a globalização. Com base nos textos acima e em (b) a revolução nas informações está ligada ao acesso aos meios seus conhecimentos sobre as conseqüências da precarização eletrônicos de comunicação, produzindo singularidades espaciais, das relações de trabalho no mundo, é INCORRETO afirmar que recriando aglomerações geográficas e reproduzindo desigualdades sociais. (a) graças as operações de fiscalização da OIT (Organiza鈬 o (c) a tecnologia de banda larga – ou seja, de conexão à Internet com Internacional do Trabalho) foi eliminado do mercado mundial o maior velocidade –, essencial para reduzir custos, tornar mais eficiente trabalho escravo, ou seja, o regime em que a recusa ao o comércio e integrar empresas, permite o acesso a dezoito por cento trabalho imposto implica castigo. da população mundial. (b) o progressivo crescimento da falta de trabalho formal e (d) o aparelho eletrônico mais utilizado pela população mundial, depois regular leva expressiva parcela dos trabalhadores a buscar do rádio, da TV, a qual também segue um modelo de aperfeiçoamento, meios alternativos para sobreviver. como do caso da TV digital, cujo padrão tecnológico para seu uso no (c) a busca incessante por mão-de-obra cada vez mais barata Brasil foi definido recentemente. faz com que as multinacionais transfiram suas fábricas para e) o ritmo das economias está essencialmente ligado ao grau de países pobres onde os salários são mais baixos e a matéria penetração da Internet nas sociedades nacionais, realizando-se ainda prima mais acessível. de maneira extremamente desigual e alargando o abismo que separa os (d) os investimentos em automação eliminaram milhares de países desenvolvidos e subdesenvolvidos. postos de trabalhos, favorecendo a terceiriza鈬 e a o (f) I.R. informalidade, modalidades que levam á redução do registro formal do trabalho. (e) há ainda, no mundo, milhões de crianças obrigadas a 12 (UFPEL – 2007) Analise os textos a seguir. ingressar no universo do trabalho geralmente para complementar a renda familiar, prejudicando, assim, a base psicológica e intelectual do futuro adulto. (f) I.R. 32
  • 33. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com Com base nas informações e em seus conhecimentos, escolha a 14 (UFPEL) alternativa que melhor explica a afirmativa acima. (a) A era da informação e da revolução científica prioriza a qualificação da mão-de-obra e a incorporação de novas habilidades, reconhecendo a diferença existente entre ricos e pobres. (b) A velocidade da informação é o benefício apresentado pela internet para a globalização, pois reduz o espaço mundial a um espaço virtual, sem a necessidade de integrar a todos os internautas. (c) A internacionalização da rede e a incorporação de centenas de milhões de usuários por todo o planeta exclui as diferenças culturais e econômicas devido à mundialização dos padrões de consumo. (d) A internet dinamizou e tornou imediatas transações e negociações em escala mundial, evitando a exclusão digital pelas parcerias com empresas e investimentos em inovações tecnológicas. (e) Ao mesmo tempo em que a internet facilita o processo de integração econômica global, é também responsável pela chamada exclusão digital, pois acentua a distância entre os usuários e aqueles que já viviam em situação de marginalidade econômica e social. (f) I.R. A situação retratada acima nos remete a uma evidente crise empregatícia no mundo. Com base nos textos e em seus conhecimentos, analise as seguintes afirmativas. I. O “fantasma” do desemprego sempre rondou os países em época de crise econômica; é ochamado desemprego conjuntural, conseqüência de mau desempenho da economia local. II. A crescente automação da produção, que substitui a mão-de- obra humana, provoca o desemprego estrutural, que é circunstancial e temporário, atingindo principalmente os jovens (dificultando o acesso ao primeiro emprego) e os trabalhadores de pouca qualificação técnica. III. Os avanços tecnológicos e as modernas formas de administração com vistas à diminuição de custos provocaram, em nível mundial, o desemprego estrutural e o crescimento do trabalho informal. IV. As corporações multinacionais instalam-se em todo o planeta e criam uma feroz concorrência, levando cada país a reduzir custos, enxugar o quadro de funcionários públicos e privados e a evitar a formação de blocos econômicos para fortalecer o mercado formal e enfrentar melhor o mercado mundial. Estão corretas apenas as afirmativas (a) I e II. (b) II e IV. (c) I, II e III. (d) II, III e IV. (e) I e III. (f) I.R. 15 (UFPEL – 2006) Uma malha digital que cresce em velocidade vertiginosa está cobrindo nosso planeta: é a internet, a rede mundial de computadores. Considerando essa importante inovação tecnológica contemporânea, analise a informação: 33
  • 34. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com Temática 6 BLOCOS ECONOMICOS UNIÃO EUROPÉIA (UE) Membros (27): Alemanha, Áustria, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca e Suécia, (Bulgária e Romênia =novos membros); Antecedentes da EU ( União Européia) - O ano de 1948 marcou o início das duas primeiras associações econômicas européias: O Benelux e OECE; Benelux – União aduaneira composta por três pequenos países da Europa Ocidental ( Bélgica, Holanda e Luxemburgo) - assinada em 1944, passou em vigor em 1º de janeiro de 1948; OECE – Organização Européia de Cooperação Econômica - foi criada em 16 de abril de 1948; - possuía como objetivo administrar os recursos o Plano Marshall CECA – Comunidade Européia do Carvão e do Aço - criado em 1951; - tanto o carvão como o aço foram importantes fontes de energia e matéria-prima usadas na reestruturação do parque industrial europeu; CEE – Comunidade Econômica Européia - os países membros da Ceca foram os signatários do Tratado de Roma; - Tratado de Roma 1957: criou a Comunidade Econômica Européia Criação: 1992 Entrada em vigor: 1993 Origem: CEE (Comunidade Econômica Européia); Características: - União política; - União econômica e monetária; - Possui moeda única (Euro) = Reino Unido, Dinamarca e Suécia (Não aderiram ao Euro); - livre circulação de pessoas; - assistência previdenciária; Pré-Requisitos para que os países sejam admitidos na UE: * déficit público de no máximo 3% do PIB; * inflação baixa e controlada; * moeda estável; * taxa de juro de longo prazo controlada 34
  • 35. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com Atualidades: * Em 2003 a cotação do euro supera o dólar. * Romênia e Bulgária são os novos membros da UE. * Discussões referente a Independência de Kosovo ( Sérvia) – 2008. Turquia:  País mais ocidentalizado do oriente médio (97% do território na Ásia) (3% Europa);  Desde 2005 tenta entrar na UE = previsão de entrada até 2010. Obstáculos: - Problemas dos direitos humanos (tortura + pena de morte) - falta de identidade cultural com a Europa = porta de entrada para o terrorismo. - não reconhecimento de Chipre. Exportações dos principais Blocos Econômicos (2001) Bloco Milhões de dólares UE 1 406 859 Nafta 639 138 Asean* 91 675 Mercosul 15 295 CEI (Comunidade dos Estados Independentes). * Bloco político-econômico que reúne 12 das 15 repúblicas que formavam a antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). * a criação da Comunidade de Estados Independentes (CEI), decretou o fim da União Soviética. * Às três Repúblicas Bálticas (Estônia, Letônia e Lituânia) não fazem parte do CEI. Rússia 35
  • 36. GEOGRAFIA| 3 | SEMESTRAL NOITE | 2011 http://murielpintogeografia.blogspot.com MERCOSUL (Mercado Comum do Sul) Criado em: 1991 Características: Inicio efetivo: Tratado de Assunção (26 - livre circulação de pessoas; de Maio de 1991) - zona de livre circulação de mercadorias e capitais; - União aduaneira entre os países (São Borja/ Santo Tipos de Estados Tomé = Primeira Aduana Integrada de Fronteira do Estados membros: Brasil, Argentina, Mercosul) = cobrança das TECs (padronização das tarifas Paraguai, Uruguai e Venezuela externas ) Estados sócios: Chile (1996), Bolívia - Padronização de legislações econômicas, trabalhistas, (1997), Equador, Peru (2003) e Colômbia fiscal e ambiental. Estados observadores: México - não possui uma união econômica e monetária. - É uma integração econômica e aduaneira. O que falta? - Liberdade de estabelecimento ( falta de infra-estrutura = p/ negócios + armazenagem); - Liberdade de circulação (dentro dos limites de circulação); - Criação de uma moeda única; - Liberdade de concorrência (não prejudicar ninguém) Ex: questões envolvendo Brasil e Argentina ( boicote das exportações de geladeiras brasileiras pelo governo argentino). Atualidade: - Formado por dois países emergentes (Argentina + Brasil) e outros dois produtores e exportadores de matéria- prima (Paraguai + Uruguai) = não apresenta uma estrutura sólida formada; - As velhas rivalidades regionais, que causaram conflitos no passado, parecem atrapalhar a real integração do Mercosul; - Brasil e Argentina já tiveram problemas nas discussões sobre o regime automotivo , açúcar e industria de eletrodomésticos; Bolívia Paraguai - O Paraguai que é o mais pobre do bloco, sofre Plebiscito: reflexos de muitos anos de instabilidade política interna = possui ligações com EUA. * Eleições 2008: Vence Fernando Lugo (candidato da Igreja + oposição + movimentos sociais). * Partido Colorado sai poder após 60 anos. Questões discutidas: Conflito civil: 1ª) Revisão do Tratado de Itaipu. 2ª) Imigração Ilegal de brasileiros (trabalhadores do comércio + agricultores). 3ª) Reforma agrária em terras de brasileiros. 36