SlideShare uma empresa Scribd logo
PARCEIROS VOLUNTARIOS
   COLÉGIO CENECISTA JOÃO BATISTA DE MELLO - MELLINHO
        PROJETO TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA




LEVANTAMENTO DE ACERVO MUSEOLÓGICO SOBRE O CONTEXTO
  HISTÓRICO E CULTURAL DO MUNICÍPIO DE LAJEADO-RS

                       Trilha Cultural
            Nome da tribo: “Cultura para Todos”


         Educador orientador: Professor Muriel Pinto




                      Lajeado, RS/ 2011
1 OBJETIVOS


Objetivo Geral

       Realizar um levantamento e doação de acervo museológico sobre o
contexto histórico e cultural do município de Lajeado-RS, voltado para a
disponibilização de estratégias de educação patrimonial.




Objetivos Específicos


      Inventariar fontes históricas relacionadas à cultura ribeirinha, alemã,
       italiana, entre outras. (fotos antigas, utensílios agrícolas, domésticos);
      Realizar doação de acervo para instituições culturais locais, afim de
       contribuir com a valorização e melhor conhecimento da história e cultura
       lajeadense;
      Elaborar exposição sobre as fontes históricas inventariadas com a
       explanação dos alunos;
      Contribuir com a inserção dos voluntários (discentes) no processo de
       cidadania através da cultura, de forma com que os mesmos aprendam e
       socializem novos conhecimentos;
      Angariar acervo para a constituição de mini-museu na Escola João
       Batista de Mello;




2 JUSTIFICATIVA




       A cidade de Lajeado-RS vem nos últimos anos passando por um
processo de aceleração de crescimento econômico. Seu desenvolvimento
industrial esta propiciando com que a cidade torne-se atrativa para a busca de
mercado de trabalho. O que possibilita com que novas estratégias de
modernização estejam freqüentemente sendo utilizadas no perímetro urbano
da cidade, como: avanço do crescimento imobiliário; reestruturação urbana;
utilização e consumo de costumes e produtos oriundos da globalização, entre
outros.
       Uma das principais conseqüências deste advento da modernidade é a
desvalorização e o não reconhecimento das culturas populares locais. Fator
este que leva ao esquecimento da memória e não valorização do patrimônio
histórico e cultural local.
       Podendo ser descrito como um conjunto de bens móveis e imóveis
existentes num determinado local, o Patrimônio Histórico-Cultural possui
excepcional valor arqueológico ou etnológico, bibliográfico ou artístico.
Barreto conceitua o Patrimônio Histórico-Cultural como:

                              [...] os produtos do sentir, do pensar e do agir humanos
                       (esculturas, pinturas, textos escritos, peças de valor etnológicos,
                       arquivos e coleções bibliográficas e os produtos mais tradicionais
                       como os monumentos), entrelaçados com a expressão do modo de
                       pensar, sentir, agir e reagir de um indivíduo de uma comunidade ou
                       de uma nação, ou seja, manifesta-se em uma relação social através
                       de culto, culinária, indumentária, arte, artesanato e arquitetura. (2001,
                       p. 101).



       Portanto, a proposta em questão justifica-se por poder agregar novas
fontes históricas e culturais para as instituições museológicas da cidade, ação
esta que poderá contribuir com a valorização e preservação dos bens culturais
lajeadenses. Além de poder contribuir com a criação de uma nova instituição
cultural na cidade, que poderá ser o Museu do Colégio João Batista de Mello.
       Neste sentido o projeto contemplará alunos da sexta série do ensino
fundamental, que vem utilizando conceitos em classe sobre fontes históricas,
bens culturais de Lajeado (monumentos; manifestações artísticas-culturais
locais; instituições culturais); e atividades de preservação patrimonial. A
demanda salienta-se pela importância de poder realizar uma atividade
essencial para a proteção do patrimônio, que a educação patrimonial.



3 METODOLOGIA


3.1 O que vamos fazer:
 Articular diversas instituições (culturais, educacionais, públicas) em prol
      dos objetivos do projeto;
    Realizar um levantamento de fontes históricas com o objetivo de
      contribuir com os acervos museológicos das instituições culturais locais;
    Integrar e capacitar os discentes para atividades de valorização e
      preservação do Patrimônio Histórico e Cultural, além de instruções sobre
      educação patrimonial;
    Realizar exposições culturais com as fontes inventariadas de forma a
      difundir o conhecimento sobre a história e cultural local;
    Angariar fontes históricas para compor o projeto de criação de Mini-
      Museu para o Colégio João Batista de Mello;
    Integrar os discentes aos conhecimentos sobre a cultura e história
      regional;



3.2 Etapas do Projeto


    Revisão de conceitos sobre patrimônio e preservação com os discentes;
    Divulgação do projeto entre a comunidade/ busca de parcerias;
    Criar blog do projeto;
    Exposição do projeto para as principais instituições museológicas/ ver
      interesse em receber acervo;
    Levantamento de acervo;
    Estudo sobre o contexto cultural e histórico das fontes levantadas;
    Realização de exposições sobre os bens inventariados (locais a definir);
    Doação de acervo;
    Reciclagem de acervo para criação de mini-museu para a escola João
      Batista de Mello.




3.3 Pessoas beneficiadas


      Através do planejamento das etapas do projeto serão beneficiados
diretamente 30 alunos da escola. No que diz respeito as instituições
beneficiadas, poderão ser contempladas com a doação de acervo museológico
entorno de três museus. Além do próprio Mini-Museu do Colégio João Batista
de Mello, que poderá ser criado através das fontes coletadas. Em relação a
comunidade em geral, salienta-se que a população de Lajeado será
beneficiada com as exposições culturais sobre fontes históricas locais e através
da qualificação de suas instituições culturais.




4 CRONOGRAMA




Etapas                                        Período de realização/ 2011

Revisão sobre conceitos de Patrimônio                         Maio
e estudo sobre os bens culturais locais

Divulgação     do    projeto    entre     a        Maio, Junho, Julho e Agosto
comunidade/ busca de parcerias


Criação de blog do projeto                                    Maio


Exposição do projeto para as principais                   Maio e Junho
instituições museológicas
Levantamento de acervo                             Maio, Junho, Julho e Agosto

Estudo sobre o contexto cultural e                    Junho, Julho e Agosto
histórico das fontes levantadas
Realização de exposições sobre os                      Setembro, Outubro
bens inventariados
Reciclagem de acervo para criação de                        Setembro
mini-museu para o Colégio João Batista
de Mello- Mellinho
Doação de acervo                                            Outubro

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Oficina planejamento
Oficina planejamentoOficina planejamento
Oficina planejamento
PROIDDBahiana
 
HistóRia Da EducaçãO No Brasil Da Colonia Ao ImpéRio
HistóRia Da  EducaçãO No  Brasil  Da Colonia Ao ImpéRioHistóRia Da  EducaçãO No  Brasil  Da Colonia Ao ImpéRio
HistóRia Da EducaçãO No Brasil Da Colonia Ao ImpéRio
Nila Michele Bastos Santos
 
Quadro das concepcoess_pedagogicas
Quadro das concepcoess_pedagogicasQuadro das concepcoess_pedagogicas
Quadro das concepcoess_pedagogicas
Liliane Barros
 
História local: Entre o ensino e a pesquisa
História local: Entre o ensino e a pesquisaHistória local: Entre o ensino e a pesquisa
História local: Entre o ensino e a pesquisa
Paulo Alexandre
 
Caracterização das tendências pedagógicas
Caracterização das tendências pedagógicasCaracterização das tendências pedagógicas
Caracterização das tendências pedagógicas
Walner Mamede
 
Docência no ensino superior
Docência no ensino superiorDocência no ensino superior
Docência no ensino superior
Instituto Consciência GO
 
Luckesi avaliação
Luckesi avaliaçãoLuckesi avaliação
Luckesi avaliação
Rosita Pereira
 
AULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO DE ARTE (1).pptx
AULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO  DE ARTE (1).pptxAULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO  DE ARTE (1).pptx
AULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO DE ARTE (1).pptx
Raquel Vasconcelos
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
ELOI DE OLIVEIRA BATISTA
 
O curriculo
O curriculoO curriculo
O curriculo
Germano Minezes
 
Slides Minayo
Slides MinayoSlides Minayo
Slides Minayo
ana lucia
 
1º aula artes na educacao
1º aula artes na educacao1º aula artes na educacao
1º aula artes na educacao
Emily Peixoto
 
Slide de didática
Slide de didáticaSlide de didática
Slide tendências pedagógicas
Slide   tendências pedagógicasSlide   tendências pedagógicas
Slide tendências pedagógicas
Prof. Antônio Martins de Almeida Filho
 
Tendências liberais: escola nova
Tendências liberais: escola novaTendências liberais: escola nova
Tendências liberais: escola nova
Anne Oliveira
 
Formação continuada de professores
Formação continuada de professoresFormação continuada de professores
Formação continuada de professores
ditadoida
 
Apresentação paradigmas
Apresentação paradigmas Apresentação paradigmas
Apresentação paradigmas
Claudio Oliveira
 
Sala de aula
Sala de aulaSala de aula
Sala de aula
JOAO NELO DE OLIVEIRA
 
1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem
Alba Mate Mate
 
Teorias curriculo ESCOLAR
Teorias curriculo ESCOLARTeorias curriculo ESCOLAR
Teorias curriculo ESCOLAR
Andrea Lima
 

Mais procurados (20)

Oficina planejamento
Oficina planejamentoOficina planejamento
Oficina planejamento
 
HistóRia Da EducaçãO No Brasil Da Colonia Ao ImpéRio
HistóRia Da  EducaçãO No  Brasil  Da Colonia Ao ImpéRioHistóRia Da  EducaçãO No  Brasil  Da Colonia Ao ImpéRio
HistóRia Da EducaçãO No Brasil Da Colonia Ao ImpéRio
 
Quadro das concepcoess_pedagogicas
Quadro das concepcoess_pedagogicasQuadro das concepcoess_pedagogicas
Quadro das concepcoess_pedagogicas
 
História local: Entre o ensino e a pesquisa
História local: Entre o ensino e a pesquisaHistória local: Entre o ensino e a pesquisa
História local: Entre o ensino e a pesquisa
 
Caracterização das tendências pedagógicas
Caracterização das tendências pedagógicasCaracterização das tendências pedagógicas
Caracterização das tendências pedagógicas
 
Docência no ensino superior
Docência no ensino superiorDocência no ensino superior
Docência no ensino superior
 
Luckesi avaliação
Luckesi avaliaçãoLuckesi avaliação
Luckesi avaliação
 
AULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO DE ARTE (1).pptx
AULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO  DE ARTE (1).pptxAULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO  DE ARTE (1).pptx
AULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO DE ARTE (1).pptx
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 
O curriculo
O curriculoO curriculo
O curriculo
 
Slides Minayo
Slides MinayoSlides Minayo
Slides Minayo
 
1º aula artes na educacao
1º aula artes na educacao1º aula artes na educacao
1º aula artes na educacao
 
Slide de didática
Slide de didáticaSlide de didática
Slide de didática
 
Slide tendências pedagógicas
Slide   tendências pedagógicasSlide   tendências pedagógicas
Slide tendências pedagógicas
 
Tendências liberais: escola nova
Tendências liberais: escola novaTendências liberais: escola nova
Tendências liberais: escola nova
 
Formação continuada de professores
Formação continuada de professoresFormação continuada de professores
Formação continuada de professores
 
Apresentação paradigmas
Apresentação paradigmas Apresentação paradigmas
Apresentação paradigmas
 
Sala de aula
Sala de aulaSala de aula
Sala de aula
 
1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem
 
Teorias curriculo ESCOLAR
Teorias curriculo ESCOLARTeorias curriculo ESCOLAR
Teorias curriculo ESCOLAR
 

Destaque

Relatório de Atividades de Educação Patrimonial
Relatório de Atividades de Educação PatrimonialRelatório de Atividades de Educação Patrimonial
Relatório de Atividades de Educação Patrimonial
limagov
 
Educação patrimonial
Educação patrimonialEducação patrimonial
Educação patrimonial
Adriana Rocha
 
Projecto Educação Patrimonial
Projecto Educação PatrimonialProjecto Educação Patrimonial
Projecto Educação Patrimonial
Dália Silva
 
Projeto educação patrimonial espno pps
Projeto educação patrimonial espno ppsProjeto educação patrimonial espno pps
Projeto educação patrimonial espno pps
MARCIA GOMES FREIRE
 
Cartilha educação patrimonial jocenaide rosetto
Cartilha educação patrimonial   jocenaide rosettoCartilha educação patrimonial   jocenaide rosetto
Cartilha educação patrimonial jocenaide rosetto
Gleibiane Silva
 
Projeto Arte e Cultura na Interação com Crianças e Adolescentes
Projeto Arte e Cultura na Interação com Crianças e AdolescentesProjeto Arte e Cultura na Interação com Crianças e Adolescentes
Projeto Arte e Cultura na Interação com Crianças e Adolescentes
Arte Despertar
 
Educação patrimonial
Educação patrimonialEducação patrimonial
Educação patrimonial
EducacaoIntegralPTC
 
Educação integral
Educação integralEducação integral
Educação integral
Elza Cristina Horta Cristina
 
Escola Cidadã: Conhecendo e Preservando o Patrimônio
Escola Cidadã: Conhecendo e Preservando o PatrimônioEscola Cidadã: Conhecendo e Preservando o Patrimônio
Escola Cidadã: Conhecendo e Preservando o Patrimônio
alfredopeteffi
 
PROJETO: “Escola educada, escola bem cuidada. Conscientização e conservação ...
PROJETO:  “Escola educada, escola bem cuidada. Conscientização e conservação ...PROJETO:  “Escola educada, escola bem cuidada. Conscientização e conservação ...
PROJETO: “Escola educada, escola bem cuidada. Conscientização e conservação ...
Seduc MT
 
Apostila patrimonio cultural
Apostila patrimonio culturalApostila patrimonio cultural
Apostila patrimonio cultural
Colégio Pedro II - Campus Centro
 
Projeto Patrimônio
Projeto PatrimônioProjeto Patrimônio
Projeto Patrimônio
Jamille Galvão Dos Santos
 
Projeto conservação do patrimônio escolar
Projeto conservação do patrimônio escolarProjeto conservação do patrimônio escolar
Projeto conservação do patrimônio escolar
Valdenir Soares
 
Atividades sobre patrimonio, paisagem e territorio
Atividades sobre patrimonio, paisagem e territorioAtividades sobre patrimonio, paisagem e territorio
Atividades sobre patrimonio, paisagem e territorio
Atividades Diversas Cláudia
 
A Educação Patrimonial na Escola Nanzio Magalhães
A Educação Patrimonial na Escola Nanzio Magalhães A Educação Patrimonial na Escola Nanzio Magalhães
A Educação Patrimonial na Escola Nanzio Magalhães
Vis-UAB
 
Atividades Patrimônio da Humanidade
Atividades Patrimônio da HumanidadeAtividades Patrimônio da Humanidade
Atividades Patrimônio da Humanidade
Doug Caesar
 
A cultura digital no âmbito do projeto Mais Educação
A cultura digital no âmbito do projeto Mais EducaçãoA cultura digital no âmbito do projeto Mais Educação
A cultura digital no âmbito do projeto Mais Educação
Patrícia Scherer Bassani
 
Projeto Preservando o Ambiente Escolar
Projeto Preservando o Ambiente EscolarProjeto Preservando o Ambiente Escolar
Projeto Preservando o Ambiente Escolar
Profrochedo
 
Projeto interdisciplinar artes
Projeto interdisciplinar artesProjeto interdisciplinar artes
Projeto interdisciplinar artes
Júlia Gama
 
Projeto "RESGATANDO RAIZES"
Projeto "RESGATANDO RAIZES"Projeto "RESGATANDO RAIZES"
Projeto "RESGATANDO RAIZES"
Luzia de Fatima LayolaNunes
 

Destaque (20)

Relatório de Atividades de Educação Patrimonial
Relatório de Atividades de Educação PatrimonialRelatório de Atividades de Educação Patrimonial
Relatório de Atividades de Educação Patrimonial
 
Educação patrimonial
Educação patrimonialEducação patrimonial
Educação patrimonial
 
Projecto Educação Patrimonial
Projecto Educação PatrimonialProjecto Educação Patrimonial
Projecto Educação Patrimonial
 
Projeto educação patrimonial espno pps
Projeto educação patrimonial espno ppsProjeto educação patrimonial espno pps
Projeto educação patrimonial espno pps
 
Cartilha educação patrimonial jocenaide rosetto
Cartilha educação patrimonial   jocenaide rosettoCartilha educação patrimonial   jocenaide rosetto
Cartilha educação patrimonial jocenaide rosetto
 
Projeto Arte e Cultura na Interação com Crianças e Adolescentes
Projeto Arte e Cultura na Interação com Crianças e AdolescentesProjeto Arte e Cultura na Interação com Crianças e Adolescentes
Projeto Arte e Cultura na Interação com Crianças e Adolescentes
 
Educação patrimonial
Educação patrimonialEducação patrimonial
Educação patrimonial
 
Educação integral
Educação integralEducação integral
Educação integral
 
Escola Cidadã: Conhecendo e Preservando o Patrimônio
Escola Cidadã: Conhecendo e Preservando o PatrimônioEscola Cidadã: Conhecendo e Preservando o Patrimônio
Escola Cidadã: Conhecendo e Preservando o Patrimônio
 
PROJETO: “Escola educada, escola bem cuidada. Conscientização e conservação ...
PROJETO:  “Escola educada, escola bem cuidada. Conscientização e conservação ...PROJETO:  “Escola educada, escola bem cuidada. Conscientização e conservação ...
PROJETO: “Escola educada, escola bem cuidada. Conscientização e conservação ...
 
Apostila patrimonio cultural
Apostila patrimonio culturalApostila patrimonio cultural
Apostila patrimonio cultural
 
Projeto Patrimônio
Projeto PatrimônioProjeto Patrimônio
Projeto Patrimônio
 
Projeto conservação do patrimônio escolar
Projeto conservação do patrimônio escolarProjeto conservação do patrimônio escolar
Projeto conservação do patrimônio escolar
 
Atividades sobre patrimonio, paisagem e territorio
Atividades sobre patrimonio, paisagem e territorioAtividades sobre patrimonio, paisagem e territorio
Atividades sobre patrimonio, paisagem e territorio
 
A Educação Patrimonial na Escola Nanzio Magalhães
A Educação Patrimonial na Escola Nanzio Magalhães A Educação Patrimonial na Escola Nanzio Magalhães
A Educação Patrimonial na Escola Nanzio Magalhães
 
Atividades Patrimônio da Humanidade
Atividades Patrimônio da HumanidadeAtividades Patrimônio da Humanidade
Atividades Patrimônio da Humanidade
 
A cultura digital no âmbito do projeto Mais Educação
A cultura digital no âmbito do projeto Mais EducaçãoA cultura digital no âmbito do projeto Mais Educação
A cultura digital no âmbito do projeto Mais Educação
 
Projeto Preservando o Ambiente Escolar
Projeto Preservando o Ambiente EscolarProjeto Preservando o Ambiente Escolar
Projeto Preservando o Ambiente Escolar
 
Projeto interdisciplinar artes
Projeto interdisciplinar artesProjeto interdisciplinar artes
Projeto interdisciplinar artes
 
Projeto "RESGATANDO RAIZES"
Projeto "RESGATANDO RAIZES"Projeto "RESGATANDO RAIZES"
Projeto "RESGATANDO RAIZES"
 

Semelhante a Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico

Encontro dos Museus Salesianos de Dom Bosco
Encontro dos Museus Salesianos de Dom BoscoEncontro dos Museus Salesianos de Dom Bosco
Encontro dos Museus Salesianos de Dom Bosco
Dirceu Mauricio van Lonkhuijzen
 
Museu
MuseuMuseu
“Os museus do Brasil e perspectivas de adaptação ao mundo contemporâneo”
“Os museus do Brasil e perspectivas de adaptação ao mundo contemporâneo”“Os museus do Brasil e perspectivas de adaptação ao mundo contemporâneo”
“Os museus do Brasil e perspectivas de adaptação ao mundo contemporâneo”
Ane Caroline*
 
manual-subsidio-para-criacao-de-museu.pdf
manual-subsidio-para-criacao-de-museu.pdfmanual-subsidio-para-criacao-de-museu.pdf
manual-subsidio-para-criacao-de-museu.pdf
AndrZeidam1
 
Manual subsidio-para-criacao-de-museu
Manual subsidio-para-criacao-de-museuManual subsidio-para-criacao-de-museu
Manual subsidio-para-criacao-de-museu
MariaJaco
 
ORGANIZAÇÃO DE ACERVO MUSEOLÓGICO: uma experiência no Museu da Imagem e do So...
ORGANIZAÇÃO DE ACERVO MUSEOLÓGICO: uma experiência no Museu da Imagem e do So...ORGANIZAÇÃO DE ACERVO MUSEOLÓGICO: uma experiência no Museu da Imagem e do So...
ORGANIZAÇÃO DE ACERVO MUSEOLÓGICO: uma experiência no Museu da Imagem e do So...
Juliana Gulka
 
Projeto CCajuru Cultural
Projeto CCajuru CulturalProjeto CCajuru Cultural
Projeto CCajuru Cultural
fflorion
 
Bacia do Rio Pardo- Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Pardo-  Aula 2 - Versão ProfessorBacia do Rio Pardo-  Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Pardo- Aula 2 - Versão Professor
Erika Marion Robrahn-González
 
Bacia do Rio Grande Aula 2 Versão Professor
Bacia do Rio Grande Aula 2 Versão ProfessorBacia do Rio Grande Aula 2 Versão Professor
Bacia do Rio Grande Aula 2 Versão Professor
Erika Marion Robrahn-González
 
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão ProfessorBacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Professor
Erika Marion Robrahn-González
 
Políticas setoriais no brasil
Políticas setoriais no brasilPolíticas setoriais no brasil
Políticas setoriais no brasil
Elena Barros
 
artigo_museologia social_ apontamentos históricos e conceituais.pdf
artigo_museologia social_ apontamentos históricos e conceituais.pdfartigo_museologia social_ apontamentos históricos e conceituais.pdf
artigo_museologia social_ apontamentos históricos e conceituais.pdf
DanieSegadilha
 
9a semana primavera dos museus
9a semana primavera dos museus9a semana primavera dos museus
9a semana primavera dos museus
NaneMenezes
 
Plano Setorial de Museus - IBRAM
Plano Setorial de Museus - IBRAMPlano Setorial de Museus - IBRAM
Plano Setorial de Museus - IBRAM
cultcultura
 
Quadra sequence
Quadra sequenceQuadra sequence
Quadra sequence
cattonia
 
Relatório e Texto Dissertativo sobre o Museu Vitor Meirelles
Relatório e Texto Dissertativo sobre o Museu Vitor Meirelles Relatório e Texto Dissertativo sobre o Museu Vitor Meirelles
Relatório e Texto Dissertativo sobre o Museu Vitor Meirelles
Carla Cristina Alves
 
Carta de-petropolis
Carta de-petropolisCarta de-petropolis
Carta de-petropolis
remrgs
 
Os lugares de memória: para além das políticas públicas de preservação do pat...
Os lugares de memória: para além das políticas públicas de preservação do pat...Os lugares de memória: para além das políticas públicas de preservação do pat...
Os lugares de memória: para além das políticas públicas de preservação do pat...
Ivanilda Junqueira
 
museus experiências e abordagens teóricas.pptx
museus experiências e abordagens teóricas.pptxmuseus experiências e abordagens teóricas.pptx
museus experiências e abordagens teóricas.pptx
AndrFabrcioSilva1
 
Museu pedagógico
Museu pedagógicoMuseu pedagógico
Museu pedagógico
Alberto Almeida
 

Semelhante a Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico (20)

Encontro dos Museus Salesianos de Dom Bosco
Encontro dos Museus Salesianos de Dom BoscoEncontro dos Museus Salesianos de Dom Bosco
Encontro dos Museus Salesianos de Dom Bosco
 
Museu
MuseuMuseu
Museu
 
“Os museus do Brasil e perspectivas de adaptação ao mundo contemporâneo”
“Os museus do Brasil e perspectivas de adaptação ao mundo contemporâneo”“Os museus do Brasil e perspectivas de adaptação ao mundo contemporâneo”
“Os museus do Brasil e perspectivas de adaptação ao mundo contemporâneo”
 
manual-subsidio-para-criacao-de-museu.pdf
manual-subsidio-para-criacao-de-museu.pdfmanual-subsidio-para-criacao-de-museu.pdf
manual-subsidio-para-criacao-de-museu.pdf
 
Manual subsidio-para-criacao-de-museu
Manual subsidio-para-criacao-de-museuManual subsidio-para-criacao-de-museu
Manual subsidio-para-criacao-de-museu
 
ORGANIZAÇÃO DE ACERVO MUSEOLÓGICO: uma experiência no Museu da Imagem e do So...
ORGANIZAÇÃO DE ACERVO MUSEOLÓGICO: uma experiência no Museu da Imagem e do So...ORGANIZAÇÃO DE ACERVO MUSEOLÓGICO: uma experiência no Museu da Imagem e do So...
ORGANIZAÇÃO DE ACERVO MUSEOLÓGICO: uma experiência no Museu da Imagem e do So...
 
Projeto CCajuru Cultural
Projeto CCajuru CulturalProjeto CCajuru Cultural
Projeto CCajuru Cultural
 
Bacia do Rio Pardo- Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Pardo-  Aula 2 - Versão ProfessorBacia do Rio Pardo-  Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Pardo- Aula 2 - Versão Professor
 
Bacia do Rio Grande Aula 2 Versão Professor
Bacia do Rio Grande Aula 2 Versão ProfessorBacia do Rio Grande Aula 2 Versão Professor
Bacia do Rio Grande Aula 2 Versão Professor
 
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão ProfessorBacia do Rio Tietê -  Aula 2 - Versão Professor
Bacia do Rio Tietê - Aula 2 - Versão Professor
 
Políticas setoriais no brasil
Políticas setoriais no brasilPolíticas setoriais no brasil
Políticas setoriais no brasil
 
artigo_museologia social_ apontamentos históricos e conceituais.pdf
artigo_museologia social_ apontamentos históricos e conceituais.pdfartigo_museologia social_ apontamentos históricos e conceituais.pdf
artigo_museologia social_ apontamentos históricos e conceituais.pdf
 
9a semana primavera dos museus
9a semana primavera dos museus9a semana primavera dos museus
9a semana primavera dos museus
 
Plano Setorial de Museus - IBRAM
Plano Setorial de Museus - IBRAMPlano Setorial de Museus - IBRAM
Plano Setorial de Museus - IBRAM
 
Quadra sequence
Quadra sequenceQuadra sequence
Quadra sequence
 
Relatório e Texto Dissertativo sobre o Museu Vitor Meirelles
Relatório e Texto Dissertativo sobre o Museu Vitor Meirelles Relatório e Texto Dissertativo sobre o Museu Vitor Meirelles
Relatório e Texto Dissertativo sobre o Museu Vitor Meirelles
 
Carta de-petropolis
Carta de-petropolisCarta de-petropolis
Carta de-petropolis
 
Os lugares de memória: para além das políticas públicas de preservação do pat...
Os lugares de memória: para além das políticas públicas de preservação do pat...Os lugares de memória: para além das políticas públicas de preservação do pat...
Os lugares de memória: para além das políticas públicas de preservação do pat...
 
museus experiências e abordagens teóricas.pptx
museus experiências e abordagens teóricas.pptxmuseus experiências e abordagens teóricas.pptx
museus experiências e abordagens teóricas.pptx
 
Museu pedagógico
Museu pedagógicoMuseu pedagógico
Museu pedagógico
 

Mais de Muriel Pinto

Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...
Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...
Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...
Muriel Pinto
 
Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...
Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...
Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...
Muriel Pinto
 
ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...
ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...
ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...
Muriel Pinto
 
Tese_Muriel Pinto
Tese_Muriel PintoTese_Muriel Pinto
Tese_Muriel Pinto
Muriel Pinto
 
História, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RS
História, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RSHistória, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RS
História, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RS
Muriel Pinto
 
Turismo e Relações Internacionais: Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...
Turismo e Relações Internacionais:  Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...Turismo e Relações Internacionais:  Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...
Turismo e Relações Internacionais: Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...
Muriel Pinto
 
Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...
Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...
Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...
Muriel Pinto
 
Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...
Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...
Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...
Muriel Pinto
 
Artigo iphan
Artigo iphanArtigo iphan
Artigo iphan
Muriel Pinto
 
Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...
Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...
Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...
Muriel Pinto
 
Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)
Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)
Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)
Muriel Pinto
 
Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)
Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)
Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)
Muriel Pinto
 
Manual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RS
Manual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RSManual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RS
Manual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RS
Muriel Pinto
 
Obra políticas culturais_no_brasil
Obra políticas culturais_no_brasilObra políticas culturais_no_brasil
Obra políticas culturais_no_brasil
Muriel Pinto
 
Guia incentivo a_cultura
Guia incentivo a_culturaGuia incentivo a_cultura
Guia incentivo a_cultura
Muriel Pinto
 
ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...
ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...
ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...
Muriel Pinto
 
O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...
O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...
O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...
Muriel Pinto
 
Mapa bens culturais de São Borja-RS
Mapa bens culturais de São Borja-RSMapa bens culturais de São Borja-RS
Mapa bens culturais de São Borja-RS
Muriel Pinto
 
História brasil
História brasilHistória brasil
História brasil
Muriel Pinto
 
SIMULADO ATUALIDADES INSS 2011
SIMULADO ATUALIDADES INSS 2011SIMULADO ATUALIDADES INSS 2011
SIMULADO ATUALIDADES INSS 2011
Muriel Pinto
 

Mais de Muriel Pinto (20)

Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...
Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...
Integração regional fronteiriça entre Argentina e Brasil_ atores educacionais...
 
Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...
Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...
Artigo - Marcadores culturais, espaços sagrados e representações identitárias...
 
ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...
ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...
ARTIGO_Comunidades Tradicionais, Marcadores Territoriais e Identidades Sociai...
 
Tese_Muriel Pinto
Tese_Muriel PintoTese_Muriel Pinto
Tese_Muriel Pinto
 
História, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RS
História, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RSHistória, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RS
História, Memória e as Paisagens Culturais da Cidade Histórica de São Borja-RS
 
Turismo e Relações Internacionais: Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...
Turismo e Relações Internacionais:  Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...Turismo e Relações Internacionais:  Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...
Turismo e Relações Internacionais: Fronteiras Transnacionais, Paradiplomacia...
 
Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...
Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...
Educação Patrimonial e o ensino do Patrimônio Cultural Missioneiro na cidade ...
 
Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...
Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...
Artigo: Quando a geo-história avança sobre os significados de um espaço urbano...
 
Artigo iphan
Artigo iphanArtigo iphan
Artigo iphan
 
Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...
Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...
Cartilha: História missioneira de São Borja: métodos para o ensino do patrimô...
 
Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)
Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)
Manual Elaboração Projetos Culturais (Votorantim)
 
Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)
Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)
Obra: Políticas culturais para o desenvolvimento (UNESCO)
 
Manual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RS
Manual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RSManual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RS
Manual incentivo fiscais do Conselho de Contabilidade do RS
 
Obra políticas culturais_no_brasil
Obra políticas culturais_no_brasilObra políticas culturais_no_brasil
Obra políticas culturais_no_brasil
 
Guia incentivo a_cultura
Guia incentivo a_culturaGuia incentivo a_cultura
Guia incentivo a_cultura
 
ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...
ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...
ARTIGO: AS MICRO-IDENTIDADES DA REGIÃO DAS MISSÕES JESUÍTICA-GUARANI ATRAVÉS ...
 
O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...
O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...
O surgimento de um pensamento reflexivo para uma cidade histórica influenciad...
 
Mapa bens culturais de São Borja-RS
Mapa bens culturais de São Borja-RSMapa bens culturais de São Borja-RS
Mapa bens culturais de São Borja-RS
 
História brasil
História brasilHistória brasil
História brasil
 
SIMULADO ATUALIDADES INSS 2011
SIMULADO ATUALIDADES INSS 2011SIMULADO ATUALIDADES INSS 2011
SIMULADO ATUALIDADES INSS 2011
 

Projeto de Educação Patrimonial - levantamento e criação acervo museológico

  • 1. PARCEIROS VOLUNTARIOS COLÉGIO CENECISTA JOÃO BATISTA DE MELLO - MELLINHO PROJETO TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA LEVANTAMENTO DE ACERVO MUSEOLÓGICO SOBRE O CONTEXTO HISTÓRICO E CULTURAL DO MUNICÍPIO DE LAJEADO-RS Trilha Cultural Nome da tribo: “Cultura para Todos” Educador orientador: Professor Muriel Pinto Lajeado, RS/ 2011
  • 2. 1 OBJETIVOS Objetivo Geral Realizar um levantamento e doação de acervo museológico sobre o contexto histórico e cultural do município de Lajeado-RS, voltado para a disponibilização de estratégias de educação patrimonial. Objetivos Específicos  Inventariar fontes históricas relacionadas à cultura ribeirinha, alemã, italiana, entre outras. (fotos antigas, utensílios agrícolas, domésticos);  Realizar doação de acervo para instituições culturais locais, afim de contribuir com a valorização e melhor conhecimento da história e cultura lajeadense;  Elaborar exposição sobre as fontes históricas inventariadas com a explanação dos alunos;  Contribuir com a inserção dos voluntários (discentes) no processo de cidadania através da cultura, de forma com que os mesmos aprendam e socializem novos conhecimentos;  Angariar acervo para a constituição de mini-museu na Escola João Batista de Mello; 2 JUSTIFICATIVA A cidade de Lajeado-RS vem nos últimos anos passando por um processo de aceleração de crescimento econômico. Seu desenvolvimento industrial esta propiciando com que a cidade torne-se atrativa para a busca de mercado de trabalho. O que possibilita com que novas estratégias de modernização estejam freqüentemente sendo utilizadas no perímetro urbano da cidade, como: avanço do crescimento imobiliário; reestruturação urbana;
  • 3. utilização e consumo de costumes e produtos oriundos da globalização, entre outros. Uma das principais conseqüências deste advento da modernidade é a desvalorização e o não reconhecimento das culturas populares locais. Fator este que leva ao esquecimento da memória e não valorização do patrimônio histórico e cultural local. Podendo ser descrito como um conjunto de bens móveis e imóveis existentes num determinado local, o Patrimônio Histórico-Cultural possui excepcional valor arqueológico ou etnológico, bibliográfico ou artístico. Barreto conceitua o Patrimônio Histórico-Cultural como: [...] os produtos do sentir, do pensar e do agir humanos (esculturas, pinturas, textos escritos, peças de valor etnológicos, arquivos e coleções bibliográficas e os produtos mais tradicionais como os monumentos), entrelaçados com a expressão do modo de pensar, sentir, agir e reagir de um indivíduo de uma comunidade ou de uma nação, ou seja, manifesta-se em uma relação social através de culto, culinária, indumentária, arte, artesanato e arquitetura. (2001, p. 101). Portanto, a proposta em questão justifica-se por poder agregar novas fontes históricas e culturais para as instituições museológicas da cidade, ação esta que poderá contribuir com a valorização e preservação dos bens culturais lajeadenses. Além de poder contribuir com a criação de uma nova instituição cultural na cidade, que poderá ser o Museu do Colégio João Batista de Mello. Neste sentido o projeto contemplará alunos da sexta série do ensino fundamental, que vem utilizando conceitos em classe sobre fontes históricas, bens culturais de Lajeado (monumentos; manifestações artísticas-culturais locais; instituições culturais); e atividades de preservação patrimonial. A demanda salienta-se pela importância de poder realizar uma atividade essencial para a proteção do patrimônio, que a educação patrimonial. 3 METODOLOGIA 3.1 O que vamos fazer:
  • 4.  Articular diversas instituições (culturais, educacionais, públicas) em prol dos objetivos do projeto;  Realizar um levantamento de fontes históricas com o objetivo de contribuir com os acervos museológicos das instituições culturais locais;  Integrar e capacitar os discentes para atividades de valorização e preservação do Patrimônio Histórico e Cultural, além de instruções sobre educação patrimonial;  Realizar exposições culturais com as fontes inventariadas de forma a difundir o conhecimento sobre a história e cultural local;  Angariar fontes históricas para compor o projeto de criação de Mini- Museu para o Colégio João Batista de Mello;  Integrar os discentes aos conhecimentos sobre a cultura e história regional; 3.2 Etapas do Projeto  Revisão de conceitos sobre patrimônio e preservação com os discentes;  Divulgação do projeto entre a comunidade/ busca de parcerias;  Criar blog do projeto;  Exposição do projeto para as principais instituições museológicas/ ver interesse em receber acervo;  Levantamento de acervo;  Estudo sobre o contexto cultural e histórico das fontes levantadas;  Realização de exposições sobre os bens inventariados (locais a definir);  Doação de acervo;  Reciclagem de acervo para criação de mini-museu para a escola João Batista de Mello. 3.3 Pessoas beneficiadas Através do planejamento das etapas do projeto serão beneficiados diretamente 30 alunos da escola. No que diz respeito as instituições
  • 5. beneficiadas, poderão ser contempladas com a doação de acervo museológico entorno de três museus. Além do próprio Mini-Museu do Colégio João Batista de Mello, que poderá ser criado através das fontes coletadas. Em relação a comunidade em geral, salienta-se que a população de Lajeado será beneficiada com as exposições culturais sobre fontes históricas locais e através da qualificação de suas instituições culturais. 4 CRONOGRAMA Etapas Período de realização/ 2011 Revisão sobre conceitos de Patrimônio Maio e estudo sobre os bens culturais locais Divulgação do projeto entre a Maio, Junho, Julho e Agosto comunidade/ busca de parcerias Criação de blog do projeto Maio Exposição do projeto para as principais Maio e Junho instituições museológicas Levantamento de acervo Maio, Junho, Julho e Agosto Estudo sobre o contexto cultural e Junho, Julho e Agosto histórico das fontes levantadas Realização de exposições sobre os Setembro, Outubro bens inventariados Reciclagem de acervo para criação de Setembro mini-museu para o Colégio João Batista de Mello- Mellinho Doação de acervo Outubro