SlideShare uma empresa Scribd logo
APLICAÇÃO DA REDENÇÃO
Capítulo 1: Graça Comum
Quais são as bênçãos imerecidas que Deus dá a todas as
pessoas, crentes e descrentes?
Capítulo 2: Eleição e reprovação
Quando e por que Deus escolheu? Não são alguns
escolhidos?
Capítulo 3: O chamado do evangelho e da chamada eficaz
Qual é a mensagem do evangelho? Como se tornar eficaz?
Capítulo 4: Regeneração
O que significa nascer de novo?
Capítulo 5: Conversão (Fé e arrependimento)
Qual é o verdadeiro arrependimento? O que é fé salvadora? As
pessoas podem aceitar Jesus como Salvador e não como
Senhor?
Capítulo 6: Justificação (A posição jurídica correta diante de Deus)
Como e quando temos um estatuto jurídico adequado diante de
Deus?
Capítulo 7: Adoção (membro da família de Deus)
Quais são os benefícios de ser um membro da família de Deus?
Capítulo 8: A santificação (crescimento na semelhança de Cristo)
Como você crescer em maturidade cristã? Quais são as bênçãos
do crescimento cristão?
Capítulo 9: O Batismo e a plenitude do Espírito
Devemos buscar o "batismo no Espírito Santo" depois da
conversão? O que significa ser selado com o Espírito Santo?
Capítulo 10: A perseverança dos santos (I continuam a ser um crente)
Pode verdadeiros cristãos perder a salvação? Como podemos
saber se realmente nasceu de novo?
Capítulo 11: A morte e o estado intermediário
Qual é o propósito da morte na vida cristã? O que acontece
com nossos corpos e almas quando morremos?
Capítulo 12: Glorificação (Receber um corpo de ressurreição)
Quando é que vamos receber corpos ressuscitados? Qual
será?
Capítulo 13: A união com Cristo
O que significa estar "em Cristo" ou "unido a Cristo"?
1: A graça especial de Deus é aquela graça de Deus cuja intenção é salvar ao
homem.
A graça comum de Deus é aquela graça dirigida ao homem como pecador.
2: Eleição pode ser definida como o decreto eterno e soberano de Deus de conduzir a
igreja como o corpo de Cristo, com todos os seus membros individuais, cada um em
sua própria posição, à salvação e glória.
Reprovação é o decreto eterno e soberano de Deus de determinar alguns homens para
serem vasos de ira preparados para a destruição no caminho do pecado, como
manifestação de sua justiça e para servir ao propósito da concretização da sua igreja
eleita.
3:Ela garante a glorificação futura. Romanos 8:30 diz: "E aos que predestinou a estes
também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a
estes também glorificou".
O trabalho do pai e do filho, eleição e redenção, não completa a obra de salvação. A
obra de Cristo tem sido aplicada aos eleitos. A obra de aplicar salvação é uma obra do
Espírito Santo. Isso é chamado ”Chamada eficaz ou graça eficaz”.
4: Em relação à natureza da regeneração, assim se pronunciou Wayne Grudem em sua
Teologia Sistemática: “O que ocorre na regeneração de forma exata é um mistério para
nós” (Vida Nova, 1999, p. 585). “O vento sopra onde quer, ouves a sua voz, mas não se
sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito”.
5: uma mudança sincera e real, tremenda, operada por Deus (não por desejo, iniciativa
ou pressão humana)
CONVERSÃO (= arrependimento + fé)
6: Para colocar de forma simples, justificar significa declarar justo; fazer alguém justo
diante de Deus. Justificação é quando Deus declara justo todo aquele que recebe a
Cristo, baseado na justiça de Cristo sendo debitada às contas daqueles que O
recebem.
7: Para se tornarem filhos de Deus, eles precisam ter uma relação muito mais estreita
com o Senhor. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos
filhos de Deus, aos que creem no seu nome; João 1:12. Porque não recebestes o
espírito de escravidão para viverdes outra vez atemorizados, mas recebestes o espírito
de adoção" (Rom. 8:14-15).
8: Em relação ao Cristão, santificação ou santidade significa estar separado do pecado
e para Deus. Existem três aspectos distintamente diferentes desta santificação:
passado, presente e futuro. Todo Cristão está autorizado a falar, "fui santificado; estou
sendo santificado; ainda serei santificado.“
 SANTIFICAÇÃO PASSADA
 SANTIFICAÇÃO PRESENTE (ATUAL)
 SANTIFICAÇÃO FUTURA
9: John Stott começa este livro mostrando a importância do Espírito Santo na vida de
um cristão autêntico trazendo a ele maturidade, unidade e verdade. E hoje não se vê
mais cristão como os dos tempos da igreja primitiva. Fala que a igreja de nossos dias
precisa de um avivamento verdadeiro. Galatas 5.22
10: A perseverança dos santos é a doutrina que afirma que os eleitos continuarão no
caminho da salvação (por serem eles o objeto do eterno decreto da eleição e por serem
eles o objeto da expiação realizada por Cristo), visto que o mesmo poder de Deus que
os salvou os preservará e os santificará até o final.
11: Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para
que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança.
Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus
dormem, Deus os tornará a trazer com ele.
1 Tessalonicenses 4:13-14
12: E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes
também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou. (Romanos 8:30)
o futuro recebimento de absoluta e definitiva perfeição (física + mental + espiritual) por
todos os crentes Rom 8:22-23; 1Co 15:41-44,51-55; 2Co 5:1-4; ler depois: 4:14-18;
Judas 1:24-25;
Os usos de "glória" ("kabod" e "doxa"), e a Bíblia como um todo, indicam que o corpo
glorificado do crente será perfeito, sobrenatural e supremamente enriquecido e
capacitado a servir a Deus em uma posição designada para radiar o brilho da graça,
das riquezas, do poder, da bondade e do amor, enfim de todos os atributos de Deus,
para que, pelos séculos dos séculos, Ele (totalmente e exclusivamente) seja admirado,
magnificado, adorado e louvado por todos os anjos, homens, e criação.
13: A união com Cristo tem sua base na obra redentora de Cristo. Como observamos,
não depende da vontade do homem e nem de seus méritos. A união com Cristo foi
estabelecida antes da fundação do mundo, desde os tempos eternos. Deus o Filho
morreu na esfera do tempo para cumprir o propósito eterno, e Deus o Espírito Santo
Aplica na vida dos eleitos individualmente conforme o tempo da regeneração de cada
uma, os benefícios da obra redentora de Cristo produzindo assim a união mística ou
espiritual.
A união objetiva é a nossa união com Cristo na Eternidade (Ef 1.3-4)
01. conversão (= arrependimento + fé)
02. substituição (a morte vicária de Cristo)
03. reconciliação
04. propiciação (e expiação) (a morte expiatória e propiciatória de Cristo)
05. remissão (perdão)
06. redenção (resgate, libertação)
07. regeneração (novo nascimento, nova criatura)
08. imputação (da justiça de Cristo)
09. união
10. adoção (como filho de Deus)
11. oração
12. justificação
13. santificação
14. glorificação
15. preservação

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 9 - O Mistério da Unidade Revelado
Lição 9 - O Mistério da Unidade ReveladoLição 9 - O Mistério da Unidade Revelado
Lição 9 - O Mistério da Unidade Revelado
Éder Tomé
 
Lição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoas
Lição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoasLição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoas
Lição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoas
Éder Tomé
 
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do SalvadorLição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Éder Tomé
 
A doutrina da Salvação
A doutrina da Salvação A doutrina da Salvação
A doutrina da Salvação
Geversom Sousa
 
Uma Promessa de Salvação.
 Uma Promessa de Salvação. Uma Promessa de Salvação.
Uma Promessa de Salvação.
Márcio Martins
 
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoLição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Erberson Pinheiro
 
Slide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a Criação
Slide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a CriaçãoSlide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a Criação
Slide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a Criação
Éder Tomé
 
Lição 12 - O Mundo Vindouro
Lição 12 - O Mundo VindouroLição 12 - O Mundo Vindouro
Lição 12 - O Mundo Vindouro
Éder Tomé
 
Lição 4 - Deus é o Criador e se Relaciona
Lição 4 - Deus é o Criador e se RelacionaLição 4 - Deus é o Criador e se Relaciona
Lição 4 - Deus é o Criador e se Relaciona
Éder Tomé
 
Alianças e Dispensações - NEP.ppt
Alianças e Dispensações - NEP.pptAlianças e Dispensações - NEP.ppt
Alianças e Dispensações - NEP.ppt
CarlosAzevedo109
 
Lição 4 - Os Atributos do Ser Humano
Lição 4 - Os Atributos do Ser HumanoLição 4 - Os Atributos do Ser Humano
Lição 4 - Os Atributos do Ser Humano
Éder Tomé
 
Alianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptx
Alianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptxAlianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptx
Alianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptx
CarlosAzevedo109
 
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
Márcio Martins
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Éder Tomé
 
Lição 12 - Um Amigo Chamado Espírito Santo
Lição 12 - Um Amigo Chamado Espírito SantoLição 12 - Um Amigo Chamado Espírito Santo
Lição 12 - Um Amigo Chamado Espírito Santo
Éder Tomé
 
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito SantoLição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Éder Tomé
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Ailton da Silva
 
Revista adulto de professor 3º trimestre 2017.
Revista adulto de professor 3º trimestre 2017.Revista adulto de professor 3º trimestre 2017.
Revista adulto de professor 3º trimestre 2017.
JOSE ROBERTO ALVES DA SILVA
 
Lição 5 - Fruto do Espírito: o Eu Crucificado
Lição 5 - Fruto do Espírito: o Eu CrucificadoLição 5 - Fruto do Espírito: o Eu Crucificado
Lição 5 - Fruto do Espírito: o Eu Crucificado
Éder Tomé
 
Lição 9 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 9 - A necessidade de termos uma vida santa Lição 9 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 9 - A necessidade de termos uma vida santa
Erberson Pinheiro
 

Mais procurados (20)

Lição 9 - O Mistério da Unidade Revelado
Lição 9 - O Mistério da Unidade ReveladoLição 9 - O Mistério da Unidade Revelado
Lição 9 - O Mistério da Unidade Revelado
 
Lição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoas
Lição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoasLição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoas
Lição 3 - A Santíssima Trindade: um só Deus em três pessoas
 
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do SalvadorLição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
 
A doutrina da Salvação
A doutrina da Salvação A doutrina da Salvação
A doutrina da Salvação
 
Uma Promessa de Salvação.
 Uma Promessa de Salvação. Uma Promessa de Salvação.
Uma Promessa de Salvação.
 
Lição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoLição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvação
 
Slide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a Criação
Slide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a CriaçãoSlide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a Criação
Slide Lição 2 - O único Deus Verdadeiro e a Criação
 
Lição 12 - O Mundo Vindouro
Lição 12 - O Mundo VindouroLição 12 - O Mundo Vindouro
Lição 12 - O Mundo Vindouro
 
Lição 4 - Deus é o Criador e se Relaciona
Lição 4 - Deus é o Criador e se RelacionaLição 4 - Deus é o Criador e se Relaciona
Lição 4 - Deus é o Criador e se Relaciona
 
Alianças e Dispensações - NEP.ppt
Alianças e Dispensações - NEP.pptAlianças e Dispensações - NEP.ppt
Alianças e Dispensações - NEP.ppt
 
Lição 4 - Os Atributos do Ser Humano
Lição 4 - Os Atributos do Ser HumanoLição 4 - Os Atributos do Ser Humano
Lição 4 - Os Atributos do Ser Humano
 
Alianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptx
Alianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptxAlianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptx
Alianças e Dispensações - 1.ª aula (2).pptx
 
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
A Santíssima Trindade um só Deus em três Pessoas.
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
 
Lição 12 - Um Amigo Chamado Espírito Santo
Lição 12 - Um Amigo Chamado Espírito SantoLição 12 - Um Amigo Chamado Espírito Santo
Lição 12 - Um Amigo Chamado Espírito Santo
 
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito SantoLição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
 
Revista adulto de professor 3º trimestre 2017.
Revista adulto de professor 3º trimestre 2017.Revista adulto de professor 3º trimestre 2017.
Revista adulto de professor 3º trimestre 2017.
 
Lição 5 - Fruto do Espírito: o Eu Crucificado
Lição 5 - Fruto do Espírito: o Eu CrucificadoLição 5 - Fruto do Espírito: o Eu Crucificado
Lição 5 - Fruto do Espírito: o Eu Crucificado
 
Lição 9 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 9 - A necessidade de termos uma vida santa Lição 9 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 9 - A necessidade de termos uma vida santa
 

Destaque

Redenção
RedençãoRedenção
Hamartiologia
HamartiologiaHamartiologia
Hamartiologia
Julio Teodoro
 
Lição 2 a criação dos céus e da terra
Lição 2   a criação dos céus e da terraLição 2   a criação dos céus e da terra
Lição 2 a criação dos céus e da terra
Andrew Guimarães
 
Lição 3 e deus os criou homem e mulher
Lição 3   e deus os criou homem e mulherLição 3   e deus os criou homem e mulher
Lição 3 e deus os criou homem e mulher
Andrew Guimarães
 
Estudo 3 - Hamartiologia
Estudo 3 - HamartiologiaEstudo 3 - Hamartiologia
Estudo 3 - Hamartiologia
Correios
 
Doutrina da igreja
Doutrina da igrejaDoutrina da igreja
Doutrina da igreja
ugleybson
 
Teologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Teologia Sistemática - Aula 1 - ApresentaçãoTeologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Teologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Missões Adoração
 
Lição 4 a queda da raça humana
Lição 4   a queda da raça humanaLição 4   a queda da raça humana
Lição 4 a queda da raça humana
Andrew Guimarães
 
Hamartiologia
HamartiologiaHamartiologia
Hamartiologia
Vilmar Nascimento
 
Usos e costmes defendidos pela igreja a assembleia de deus
Usos e costmes defendidos pela igreja  a assembleia de deusUsos e costmes defendidos pela igreja  a assembleia de deus
Usos e costmes defendidos pela igreja a assembleia de deus
jonasfreitasdejesus
 
Lição 01 Doutrina da Criação
Lição 01   Doutrina da CriaçãoLição 01   Doutrina da Criação
Lição 01 Doutrina da Criação
Coop. Fabio Silva
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
Josue Lima
 

Destaque (12)

Redenção
RedençãoRedenção
Redenção
 
Hamartiologia
HamartiologiaHamartiologia
Hamartiologia
 
Lição 2 a criação dos céus e da terra
Lição 2   a criação dos céus e da terraLição 2   a criação dos céus e da terra
Lição 2 a criação dos céus e da terra
 
Lição 3 e deus os criou homem e mulher
Lição 3   e deus os criou homem e mulherLição 3   e deus os criou homem e mulher
Lição 3 e deus os criou homem e mulher
 
Estudo 3 - Hamartiologia
Estudo 3 - HamartiologiaEstudo 3 - Hamartiologia
Estudo 3 - Hamartiologia
 
Doutrina da igreja
Doutrina da igrejaDoutrina da igreja
Doutrina da igreja
 
Teologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Teologia Sistemática - Aula 1 - ApresentaçãoTeologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
Teologia Sistemática - Aula 1 - Apresentação
 
Lição 4 a queda da raça humana
Lição 4   a queda da raça humanaLição 4   a queda da raça humana
Lição 4 a queda da raça humana
 
Hamartiologia
HamartiologiaHamartiologia
Hamartiologia
 
Usos e costmes defendidos pela igreja a assembleia de deus
Usos e costmes defendidos pela igreja  a assembleia de deusUsos e costmes defendidos pela igreja  a assembleia de deus
Usos e costmes defendidos pela igreja a assembleia de deus
 
Lição 01 Doutrina da Criação
Lição 01   Doutrina da CriaçãoLição 01   Doutrina da Criação
Lição 01 Doutrina da Criação
 
Conhecendo a salvação
Conhecendo a salvaçãoConhecendo a salvação
Conhecendo a salvação
 

Semelhante a Aplicação da redenção

Estudos na confissão de fé de westminster
Estudos na confissão de fé de westminsterEstudos na confissão de fé de westminster
Estudos na confissão de fé de westminster
Eli Vieira
 
JUSTIFICAÇÃO E GRAÇA.pptx
JUSTIFICAÇÃO E GRAÇA.pptxJUSTIFICAÇÃO E GRAÇA.pptx
JUSTIFICAÇÃO E GRAÇA.pptx
Martin M Flynn
 
Batismo.......pptx
Batismo.......pptxBatismo.......pptx
Batismo.......pptx
CqueSabeAaiFondue
 
A doutrina de tornar seu chamado e eleição ratificados (roy w. doxey)
A doutrina de tornar seu chamado e eleição ratificados (roy w. doxey)A doutrina de tornar seu chamado e eleição ratificados (roy w. doxey)
A doutrina de tornar seu chamado e eleição ratificados (roy w. doxey)
rukasud
 
Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra 21.03.2016
Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra   21.03.2016Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra   21.03.2016
Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra 21.03.2016
Claudio Marcio
 
03 santificação
03 santificação03 santificação
03 santificação
Joéliton Silva
 
GRAÇA E DOM
GRAÇA E DOMGRAÇA E DOM
15. regeneração
15. regeneração15. regeneração
15. regeneração
pohlos
 
Manual do-discipulado
Manual do-discipuladoManual do-discipulado
Manual do-discipulado
marcio augusto
 
Participantes da natureza divina
Participantes da natureza divina Participantes da natureza divina
Participantes da natureza divina
Sergio Schmidt
 
Iluminados Pelo Espírito Santo
Iluminados Pelo Espírito SantoIluminados Pelo Espírito Santo
Iluminados Pelo Espírito Santo
guestb234a7
 
Preparação para o Crisma.pptx
Preparação para o Crisma.pptxPreparação para o Crisma.pptx
Preparação para o Crisma.pptx
Adão Silva
 
08. sentimento cristão
08. sentimento cristão08. sentimento cristão
08. sentimento cristão
pohlos
 
A obra do espírito santo na salvação arthur walkington pink
A obra do espírito santo na salvação   arthur walkington pinkA obra do espírito santo na salvação   arthur walkington pink
A obra do espírito santo na salvação arthur walkington pink
puritanosdf
 
Lição 6 o batismo - folha grande
Lição 6   o batismo - folha grandeLição 6   o batismo - folha grande
Lição 6 o batismo - folha grande
csssss2012
 
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Éder Tomé
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Éder Tomé
 
Institutogamaliel.com crenças não removem montanhas
Institutogamaliel.com crenças não removem montanhasInstitutogamaliel.com crenças não removem montanhas
Institutogamaliel.com crenças não removem montanhas
Instituto Teológico Gamaliel
 
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉ
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉHISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉ
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉ
joaquim2010_2011
 
Fé sacrificial x fé na graça
Fé sacrificial x fé na graçaFé sacrificial x fé na graça
Fé sacrificial x fé na graça
Hoheckell Filho
 

Semelhante a Aplicação da redenção (20)

Estudos na confissão de fé de westminster
Estudos na confissão de fé de westminsterEstudos na confissão de fé de westminster
Estudos na confissão de fé de westminster
 
JUSTIFICAÇÃO E GRAÇA.pptx
JUSTIFICAÇÃO E GRAÇA.pptxJUSTIFICAÇÃO E GRAÇA.pptx
JUSTIFICAÇÃO E GRAÇA.pptx
 
Batismo.......pptx
Batismo.......pptxBatismo.......pptx
Batismo.......pptx
 
A doutrina de tornar seu chamado e eleição ratificados (roy w. doxey)
A doutrina de tornar seu chamado e eleição ratificados (roy w. doxey)A doutrina de tornar seu chamado e eleição ratificados (roy w. doxey)
A doutrina de tornar seu chamado e eleição ratificados (roy w. doxey)
 
Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra 21.03.2016
Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra   21.03.2016Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra   21.03.2016
Princípios para o crescimento e desenvolvimento na palavra 21.03.2016
 
03 santificação
03 santificação03 santificação
03 santificação
 
GRAÇA E DOM
GRAÇA E DOMGRAÇA E DOM
GRAÇA E DOM
 
15. regeneração
15. regeneração15. regeneração
15. regeneração
 
Manual do-discipulado
Manual do-discipuladoManual do-discipulado
Manual do-discipulado
 
Participantes da natureza divina
Participantes da natureza divina Participantes da natureza divina
Participantes da natureza divina
 
Iluminados Pelo Espírito Santo
Iluminados Pelo Espírito SantoIluminados Pelo Espírito Santo
Iluminados Pelo Espírito Santo
 
Preparação para o Crisma.pptx
Preparação para o Crisma.pptxPreparação para o Crisma.pptx
Preparação para o Crisma.pptx
 
08. sentimento cristão
08. sentimento cristão08. sentimento cristão
08. sentimento cristão
 
A obra do espírito santo na salvação arthur walkington pink
A obra do espírito santo na salvação   arthur walkington pinkA obra do espírito santo na salvação   arthur walkington pink
A obra do espírito santo na salvação arthur walkington pink
 
Lição 6 o batismo - folha grande
Lição 6   o batismo - folha grandeLição 6   o batismo - folha grande
Lição 6 o batismo - folha grande
 
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
 
Institutogamaliel.com crenças não removem montanhas
Institutogamaliel.com crenças não removem montanhasInstitutogamaliel.com crenças não removem montanhas
Institutogamaliel.com crenças não removem montanhas
 
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉ
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉHISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉ
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉ
 
Fé sacrificial x fé na graça
Fé sacrificial x fé na graçaFé sacrificial x fé na graça
Fé sacrificial x fé na graça
 

Mais de Pr. Ladislau Rodrigues de Jesus

Os dez mandamentos e jesus cristo
Os dez mandamentos e jesus cristoOs dez mandamentos e jesus cristo
Os dez mandamentos e jesus cristo
Pr. Ladislau Rodrigues de Jesus
 
Emoção ou razão
Emoção ou razãoEmoção ou razão
Vontade de deus
Vontade de deusVontade de deus
Salmos 121
Salmos 121Salmos 121
Jesus cristo o messias
Jesus cristo o messiasJesus cristo o messias
Jesus cristo o messias
Pr. Ladislau Rodrigues de Jesus
 
Ministério de louvor
Ministério de louvorMinistério de louvor
Ministério de louvor
Pr. Ladislau Rodrigues de Jesus
 
Igreja saudavel
Igreja saudavelIgreja saudavel
Anticristo e os anticristos
Anticristo e os anticristosAnticristo e os anticristos
Anticristo e os anticristos
Pr. Ladislau Rodrigues de Jesus
 
Catolicismo romano
Catolicismo romanoCatolicismo romano
Linguagem do corpo
Linguagem do corpoLinguagem do corpo
Significado da ressurreição de Jesus Cristo
Significado da ressurreição de Jesus CristoSignificado da ressurreição de Jesus Cristo
Significado da ressurreição de Jesus Cristo
Pr. Ladislau Rodrigues de Jesus
 

Mais de Pr. Ladislau Rodrigues de Jesus (11)

Os dez mandamentos e jesus cristo
Os dez mandamentos e jesus cristoOs dez mandamentos e jesus cristo
Os dez mandamentos e jesus cristo
 
Emoção ou razão
Emoção ou razãoEmoção ou razão
Emoção ou razão
 
Vontade de deus
Vontade de deusVontade de deus
Vontade de deus
 
Salmos 121
Salmos 121Salmos 121
Salmos 121
 
Jesus cristo o messias
Jesus cristo o messiasJesus cristo o messias
Jesus cristo o messias
 
Ministério de louvor
Ministério de louvorMinistério de louvor
Ministério de louvor
 
Igreja saudavel
Igreja saudavelIgreja saudavel
Igreja saudavel
 
Anticristo e os anticristos
Anticristo e os anticristosAnticristo e os anticristos
Anticristo e os anticristos
 
Catolicismo romano
Catolicismo romanoCatolicismo romano
Catolicismo romano
 
Linguagem do corpo
Linguagem do corpoLinguagem do corpo
Linguagem do corpo
 
Significado da ressurreição de Jesus Cristo
Significado da ressurreição de Jesus CristoSignificado da ressurreição de Jesus Cristo
Significado da ressurreição de Jesus Cristo
 

Último

Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 

Último (10)

Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 

Aplicação da redenção

  • 1.
  • 2. APLICAÇÃO DA REDENÇÃO Capítulo 1: Graça Comum Quais são as bênçãos imerecidas que Deus dá a todas as pessoas, crentes e descrentes? Capítulo 2: Eleição e reprovação Quando e por que Deus escolheu? Não são alguns escolhidos? Capítulo 3: O chamado do evangelho e da chamada eficaz Qual é a mensagem do evangelho? Como se tornar eficaz? Capítulo 4: Regeneração O que significa nascer de novo?
  • 3. Capítulo 5: Conversão (Fé e arrependimento) Qual é o verdadeiro arrependimento? O que é fé salvadora? As pessoas podem aceitar Jesus como Salvador e não como Senhor? Capítulo 6: Justificação (A posição jurídica correta diante de Deus) Como e quando temos um estatuto jurídico adequado diante de Deus? Capítulo 7: Adoção (membro da família de Deus) Quais são os benefícios de ser um membro da família de Deus? Capítulo 8: A santificação (crescimento na semelhança de Cristo) Como você crescer em maturidade cristã? Quais são as bênçãos do crescimento cristão?
  • 4. Capítulo 9: O Batismo e a plenitude do Espírito Devemos buscar o "batismo no Espírito Santo" depois da conversão? O que significa ser selado com o Espírito Santo? Capítulo 10: A perseverança dos santos (I continuam a ser um crente) Pode verdadeiros cristãos perder a salvação? Como podemos saber se realmente nasceu de novo? Capítulo 11: A morte e o estado intermediário Qual é o propósito da morte na vida cristã? O que acontece com nossos corpos e almas quando morremos? Capítulo 12: Glorificação (Receber um corpo de ressurreição) Quando é que vamos receber corpos ressuscitados? Qual será? Capítulo 13: A união com Cristo O que significa estar "em Cristo" ou "unido a Cristo"?
  • 5. 1: A graça especial de Deus é aquela graça de Deus cuja intenção é salvar ao homem. A graça comum de Deus é aquela graça dirigida ao homem como pecador. 2: Eleição pode ser definida como o decreto eterno e soberano de Deus de conduzir a igreja como o corpo de Cristo, com todos os seus membros individuais, cada um em sua própria posição, à salvação e glória. Reprovação é o decreto eterno e soberano de Deus de determinar alguns homens para serem vasos de ira preparados para a destruição no caminho do pecado, como manifestação de sua justiça e para servir ao propósito da concretização da sua igreja eleita. 3:Ela garante a glorificação futura. Romanos 8:30 diz: "E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou". O trabalho do pai e do filho, eleição e redenção, não completa a obra de salvação. A obra de Cristo tem sido aplicada aos eleitos. A obra de aplicar salvação é uma obra do Espírito Santo. Isso é chamado ”Chamada eficaz ou graça eficaz”. 4: Em relação à natureza da regeneração, assim se pronunciou Wayne Grudem em sua Teologia Sistemática: “O que ocorre na regeneração de forma exata é um mistério para nós” (Vida Nova, 1999, p. 585). “O vento sopra onde quer, ouves a sua voz, mas não se sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito”.
  • 6. 5: uma mudança sincera e real, tremenda, operada por Deus (não por desejo, iniciativa ou pressão humana) CONVERSÃO (= arrependimento + fé) 6: Para colocar de forma simples, justificar significa declarar justo; fazer alguém justo diante de Deus. Justificação é quando Deus declara justo todo aquele que recebe a Cristo, baseado na justiça de Cristo sendo debitada às contas daqueles que O recebem. 7: Para se tornarem filhos de Deus, eles precisam ter uma relação muito mais estreita com o Senhor. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome; João 1:12. Porque não recebestes o espírito de escravidão para viverdes outra vez atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção" (Rom. 8:14-15). 8: Em relação ao Cristão, santificação ou santidade significa estar separado do pecado e para Deus. Existem três aspectos distintamente diferentes desta santificação: passado, presente e futuro. Todo Cristão está autorizado a falar, "fui santificado; estou sendo santificado; ainda serei santificado.“  SANTIFICAÇÃO PASSADA  SANTIFICAÇÃO PRESENTE (ATUAL)  SANTIFICAÇÃO FUTURA 9: John Stott começa este livro mostrando a importância do Espírito Santo na vida de um cristão autêntico trazendo a ele maturidade, unidade e verdade. E hoje não se vê mais cristão como os dos tempos da igreja primitiva. Fala que a igreja de nossos dias precisa de um avivamento verdadeiro. Galatas 5.22
  • 7. 10: A perseverança dos santos é a doutrina que afirma que os eleitos continuarão no caminho da salvação (por serem eles o objeto do eterno decreto da eleição e por serem eles o objeto da expiação realizada por Cristo), visto que o mesmo poder de Deus que os salvou os preservará e os santificará até o final. 11: Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele. 1 Tessalonicenses 4:13-14 12: E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou. (Romanos 8:30) o futuro recebimento de absoluta e definitiva perfeição (física + mental + espiritual) por todos os crentes Rom 8:22-23; 1Co 15:41-44,51-55; 2Co 5:1-4; ler depois: 4:14-18; Judas 1:24-25; Os usos de "glória" ("kabod" e "doxa"), e a Bíblia como um todo, indicam que o corpo glorificado do crente será perfeito, sobrenatural e supremamente enriquecido e capacitado a servir a Deus em uma posição designada para radiar o brilho da graça, das riquezas, do poder, da bondade e do amor, enfim de todos os atributos de Deus, para que, pelos séculos dos séculos, Ele (totalmente e exclusivamente) seja admirado, magnificado, adorado e louvado por todos os anjos, homens, e criação.
  • 8. 13: A união com Cristo tem sua base na obra redentora de Cristo. Como observamos, não depende da vontade do homem e nem de seus méritos. A união com Cristo foi estabelecida antes da fundação do mundo, desde os tempos eternos. Deus o Filho morreu na esfera do tempo para cumprir o propósito eterno, e Deus o Espírito Santo Aplica na vida dos eleitos individualmente conforme o tempo da regeneração de cada uma, os benefícios da obra redentora de Cristo produzindo assim a união mística ou espiritual. A união objetiva é a nossa união com Cristo na Eternidade (Ef 1.3-4)
  • 9. 01. conversão (= arrependimento + fé) 02. substituição (a morte vicária de Cristo) 03. reconciliação 04. propiciação (e expiação) (a morte expiatória e propiciatória de Cristo) 05. remissão (perdão) 06. redenção (resgate, libertação) 07. regeneração (novo nascimento, nova criatura) 08. imputação (da justiça de Cristo) 09. união 10. adoção (como filho de Deus) 11. oração 12. justificação 13. santificação 14. glorificação 15. preservação