SlideShare uma empresa Scribd logo
Tem a casa bem guardada
Ninguém lhe pode mexer
Sozinha ou acompanhada             Castanha

Em Novembro nos vem ver.
Verde foi meu nascimento
Mas de luto me vesti               Azeitona
Para dar luz ao mundo
Mil tormentos padeci
Uma caixa redondinha
Mas que pode rebolar                 Ovo
Todos a sabem abrir
Mas ninguém a sabe fechar.
É uma senhora muito esbelta
E com finos véus se aperta
Quem tiver que a desapertar
                                    Cebola
Muitas lágrimas há-de chorar.
Tenho camisa e casaco
Sem remendo nem buraco             Castanha
Quando no lume me metem
Estoiro como um foguete.
Qual é a coisa qual é ela:
                                     Pão
Nasce ao murro e morre à facada?

Qual é a coisa qual é ela:
Que antes de o ser já o era?       Pescada
O que é que:
Quanto mais quente está mais fresco é?
                                             Pão
Qual é a coisa qual é ela:
                                             Ovo
Cai no chão fica amarela?

Qual é a coisa qual é ela:
                                             Alho
Tem cabeça mas não é gente
Tem dentes e não é pente?

O que é que:
Entra como ouro                          Grão de milho
Sai como neve?

O meu nome é pouco limpo
                                            Porco
Pelo dono sou cevado
Quando tenho uns bons quilos
Por ele sou devorado.

No campo me criei
Metida entre verdes laços
Aquela que faço chorar
É quem me faz em pedaços.                   Cebola


Branco é
                                             Ovo
Galinha o põe.

O que é que é
Quanto mais alto está                        Água
Melhor se lhe chega?

Alto foi meu nascimento
De senhora recolhida, caí abaixo
Tamanha queda dei,                         Castanha
Que a minha casa não voltei.
É encarnadinha,
                                                Romã
Tem coroa e não é rainha.

Verde por fora
Encarnada por dentro                           Melancia
E os jogadores da Académica jogam lá dentro.

Redondinha, redondão
                                                Batata
Que nasce por baixo do chão.

Casinha amarela, quase vermelha
                                               Laranja
Não tem porta nem telha.

Filho duma bela
Com muitos irmãos
Vestindo calça amarela                         Banana
Todos lindos, todos sãos.

Tem dentes e não come,
                                                Alho
Tem barbas e não é Homem

Uma arquita pequena
De bom parecer,                                  Noz
Não há carpinteiro que a saiba fazer.

Tem coroa e não é rei
                                               Ananás
Tem escamas e não é peixe.

Redondo, redondinho
                                                Queijo
Como a pedra de um moinho.
- A verdade é como o azeite, vem sempre ao cimo.

- Não há carne sem osso, nem fruta sem caroço.

- Pão mole, por si se engole, pão quente faz mal ao ventre.

- Em Outubro, Novembro e Dezembro, quem come do mar, tem
que jejuar.

- Quem semeia bom grão, terá bom pão.

- Para uma boa refeição, é preciso comer pão

- Cautelas e caldo de galinha, não fazem mal a ninguém…só à
galinha.

- Se não queres morrer cedo, livra-te do salgado e do azedo.

- Peixe não puxa carroça.

- A hora de comer é sempre a mais pequena.

- Quem se deita sem ceia toda a noite esperneia.

- Grão a grão enche a galinha o papo.
- Pela boca morre o peixe.

- De longe te trouxe um figo quando te vi comi-o.

- À hora de comer sempre o diabo traz mais um.

- A fome é boa cozinheira mas é má conselheira.

- A fome espreita à porta de quem trabalha, mas não entra.

- Água mole em pedra dura tanto dá até que fura.

- Águas passadas não movem moinhos.

-A galinha da minha vizinha é sempre melhor que a minha.

- A laranja de manhã é ouro, à tarde é prata e à noite mata.

- A mulher e a sardinha quer-se da mais pequenina.

- A quem se fez mel as moscas o comem.

- Boa árvore não dá bom fruto.

- Capa e merenda nunca pesaram.

- Deus dá as nozes a quem não tem dentes.

- Guardado está o bocado para quem o há-de comer.

- Guarda de comer não guarde que fazer.

- Juntou-se a fome com a vontade de comer.

- Migalhas também são pão.

- O pão que o diabo amassou.
- Não sujes a água que hás-de beber.

- Nunca digas «desta água não beberei».

- Quem comer a carne que roa o osso.

- São mais a vozes que as nozes.

- Sem ovos não se fazem omoletas.

-Come para viver, não vivas para comer.

-Tens mais olhos que barriga.

-Merenda comida, companhia desfeita.

-Saladas inteligentes, para pessoas diferentes.

- Os homens pretendem-se pela barriga e os bois pelos cornos.

- Refeição equilibrada, deve ser variada.

- Comer vegetais, nunca é demais.

-Bem comer é bem viver.

-Pão de hoje, carne de ontem, e vinho do outro Verão, fazem um
Homem são.

- Pela boca morre o peixe.

- Todos os dias galinha, enfastia a cozinha.

- Queijo de ovelha, leite de cabra e manteiga de vaca.

- Quando o pobre come galinha, algum está doente.
-Uvas, figos e melão são sustento de nutrição.

- Quem quer sardinha assada, chega-lhe a brasa.

- Galinha velha, dá bom caldo.

-Uvas, pão e queijo são um beijo.

- Quem dá o pão dá educação.

-Em Abril ainda a velha queima o carro e o carril e dá a filha por
pão a quem lha pedir.

-Do prato à boca perde-se a sopa.

-Quem não trabuca, não manduca.

-A gulodice tem matado mais gente do que a espada.

-De pequenino se torce o pepino.

-O que não mata engorda.

- A fruta proibida é a mais apetecida.

-Para quem é bacalhau basta.

- Na casa onde não há pão todos ralham e ninguém tem razão.

-Mata a sede à terra, que ela te mata a fome.

- Ao pequeno-almoço, comer que nem um rei, almoçar que nem
um príncipe e jantar que nem um pobre.
Processos de conservação dos alimentos



             - Embalagens
                . plástico
                  . metal
                   .vidro
                  .cartão

             -Congelação

                - Salga

               -Fumeiro

          -Adição de açúcar

        -Adição de conservantes

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Símbolos do Natal
Símbolos do NatalSímbolos do Natal
Símbolos do Natal
Mary Alvarenga
 
Arte - Cores primárias.pdf
Arte - Cores primárias.pdfArte - Cores primárias.pdf
Arte - Cores primárias.pdf
Mary Alvarenga
 
Atividade de ciências - plantas 2º ano.pdf
Atividade de ciências - plantas 2º ano.pdfAtividade de ciências - plantas 2º ano.pdf
Atividade de ciências - plantas 2º ano.pdf
ElivaneidePereira
 
Era uma Vez - Kell Smith - Análise e entendimento da música
Era uma Vez - Kell Smith - Análise e entendimento da músicaEra uma Vez - Kell Smith - Análise e entendimento da música
Era uma Vez - Kell Smith - Análise e entendimento da música
Mary Alvarenga
 
Apostila das quadrinhas e textos complementares
  Apostila das quadrinhas e textos complementares  Apostila das quadrinhas e textos complementares
Apostila das quadrinhas e textos complementares
Francisco Moura
 
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém  que precisa de limitesParecer de um bom aluno porém  que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
SimoneHelenDrumond
 
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: TRÂNSITO E MEIOS DE TRANSPORTE - 3º ANO DO E.F. 1
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: TRÂNSITO E MEIOS DE TRANSPORTE - 3º ANO DO E.F. 1AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: TRÂNSITO E MEIOS DE TRANSPORTE - 3º ANO DO E.F. 1
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: TRÂNSITO E MEIOS DE TRANSPORTE - 3º ANO DO E.F. 1
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Avaliação de Matematica 2º ano
Avaliação de Matematica 2º anoAvaliação de Matematica 2º ano
Avaliação de Matematica 2º ano
Maria Élia David de Assis Ferreira
 
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1- 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1- 1º BIMESTREAVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1- 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1- 1º BIMESTRE
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º anoAtividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Mary Alvarenga
 
Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos
Mary Alvarenga
 
Texto para avaliar leitura 3º ano
Texto para avaliar leitura 3º anoTexto para avaliar leitura 3º ano
Texto para avaliar leitura 3º ano
Silvânia Silveira
 
Gabarito: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Com respostas
Gabarito: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Com respostasGabarito: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Com respostas
Gabarito: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Com respostas
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da InfânciaCaderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Jairo Felipe
 
Formatura do 5º ano 2012
Formatura do 5º ano 2012Formatura do 5º ano 2012
Formatura do 5º ano 2012
Ione CoRez
 
Poesias De CecíLia Meireles
Poesias De CecíLia MeirelesPoesias De CecíLia Meireles
Poesias De CecíLia Meireles
Romy23
 
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Mary Alvarenga
 
Relatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regular
Relatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regularRelatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regular
Relatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regular
Nethy Marques
 
Pareceres do 1º ano 2º semestre
Pareceres do 1º ano    2º semestrePareceres do 1º ano    2º semestre
Pareceres do 1º ano 2º semestre
Araceli Kleemann
 
Avaliação descritiva42
Avaliação descritiva42Avaliação descritiva42
Avaliação descritiva42
SimoneHelenDrumond
 

Mais procurados (20)

Símbolos do Natal
Símbolos do NatalSímbolos do Natal
Símbolos do Natal
 
Arte - Cores primárias.pdf
Arte - Cores primárias.pdfArte - Cores primárias.pdf
Arte - Cores primárias.pdf
 
Atividade de ciências - plantas 2º ano.pdf
Atividade de ciências - plantas 2º ano.pdfAtividade de ciências - plantas 2º ano.pdf
Atividade de ciências - plantas 2º ano.pdf
 
Era uma Vez - Kell Smith - Análise e entendimento da música
Era uma Vez - Kell Smith - Análise e entendimento da músicaEra uma Vez - Kell Smith - Análise e entendimento da música
Era uma Vez - Kell Smith - Análise e entendimento da música
 
Apostila das quadrinhas e textos complementares
  Apostila das quadrinhas e textos complementares  Apostila das quadrinhas e textos complementares
Apostila das quadrinhas e textos complementares
 
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém  que precisa de limitesParecer de um bom aluno porém  que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
 
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: TRÂNSITO E MEIOS DE TRANSPORTE - 3º ANO DO E.F. 1
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: TRÂNSITO E MEIOS DE TRANSPORTE - 3º ANO DO E.F. 1AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: TRÂNSITO E MEIOS DE TRANSPORTE - 3º ANO DO E.F. 1
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: TRÂNSITO E MEIOS DE TRANSPORTE - 3º ANO DO E.F. 1
 
Avaliação de Matematica 2º ano
Avaliação de Matematica 2º anoAvaliação de Matematica 2º ano
Avaliação de Matematica 2º ano
 
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1- 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1- 1º BIMESTREAVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1- 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1- 1º BIMESTRE
 
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º anoAtividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
 
Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos
 
Texto para avaliar leitura 3º ano
Texto para avaliar leitura 3º anoTexto para avaliar leitura 3º ano
Texto para avaliar leitura 3º ano
 
Gabarito: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Com respostas
Gabarito: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Com respostasGabarito: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Com respostas
Gabarito: Atividade de Português – conto de aventura – 6º ano – Com respostas
 
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da InfânciaCaderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
 
Formatura do 5º ano 2012
Formatura do 5º ano 2012Formatura do 5º ano 2012
Formatura do 5º ano 2012
 
Poesias De CecíLia Meireles
Poesias De CecíLia MeirelesPoesias De CecíLia Meireles
Poesias De CecíLia Meireles
 
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
 
Relatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regular
Relatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regularRelatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regular
Relatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regular
 
Pareceres do 1º ano 2º semestre
Pareceres do 1º ano    2º semestrePareceres do 1º ano    2º semestre
Pareceres do 1º ano 2º semestre
 
Avaliação descritiva42
Avaliação descritiva42Avaliação descritiva42
Avaliação descritiva42
 

Destaque

O Que é, O Que é?
O Que é, O Que é?O Que é, O Que é?
O Que é, O Que é?
silsiane
 
25 Charadas Para Crianças e Adultos
25 Charadas Para Crianças e Adultos25 Charadas Para Crianças e Adultos
25 Charadas Para Crianças e Adultos
Blogueiro Errante
 
Charadas
CharadasCharadas
Charadas
Julia Clossi
 
Adivinhas
AdivinhasAdivinhas
Anedotas e adivinhas 302
Anedotas e adivinhas 302Anedotas e adivinhas 302
Anedotas e adivinhas 302
escolaalvaroalberto
 
Adivinhas, canções, poesias e histórias infantis
Adivinhas, canções, poesias e histórias infantisAdivinhas, canções, poesias e histórias infantis
Adivinhas, canções, poesias e histórias infantis
Richely Cristina
 
Caça ao tesouro
Caça ao tesouroCaça ao tesouro
Caça ao tesouro
christinabalieiro
 
Charadinhas
CharadinhasCharadinhas
Charadinhas
mat_empreendedora
 
Adivinhas com animais
Adivinhas com animaisAdivinhas com animais
Adivinhas com animais
José Martins
 
Adivinhas
AdivinhasAdivinhas
Adivinhas
infoAndreia
 

Destaque (10)

O Que é, O Que é?
O Que é, O Que é?O Que é, O Que é?
O Que é, O Que é?
 
25 Charadas Para Crianças e Adultos
25 Charadas Para Crianças e Adultos25 Charadas Para Crianças e Adultos
25 Charadas Para Crianças e Adultos
 
Charadas
CharadasCharadas
Charadas
 
Adivinhas
AdivinhasAdivinhas
Adivinhas
 
Anedotas e adivinhas 302
Anedotas e adivinhas 302Anedotas e adivinhas 302
Anedotas e adivinhas 302
 
Adivinhas, canções, poesias e histórias infantis
Adivinhas, canções, poesias e histórias infantisAdivinhas, canções, poesias e histórias infantis
Adivinhas, canções, poesias e histórias infantis
 
Caça ao tesouro
Caça ao tesouroCaça ao tesouro
Caça ao tesouro
 
Charadinhas
CharadinhasCharadinhas
Charadinhas
 
Adivinhas com animais
Adivinhas com animaisAdivinhas com animais
Adivinhas com animais
 
Adivinhas
AdivinhasAdivinhas
Adivinhas
 

Semelhante a Adivinhas

Dia da alimentacao_ adivinhas
Dia da alimentacao_ adivinhasDia da alimentacao_ adivinhas
Dia da alimentacao_ adivinhas
SolidNetworks
 
1000 ditados
1000 ditados1000 ditados
1000 ditados
INOVAR CLUB
 
Ditados populares
Ditados popularesDitados populares
Ditados populares
Daniel Santos
 
Ditados populares
Ditados popularesDitados populares
Ditados populares
trabalho como autonomo
 
Proverbios
ProverbiosProverbios
Todos os Ditados Populares_novo.pdf
Todos os Ditados Populares_novo.pdfTodos os Ditados Populares_novo.pdf
Todos os Ditados Populares_novo.pdf
AMendes4
 
0530
05300530
0528
05280528
Luísa Baptista ( FT1)
Luísa  Baptista ( FT1)Luísa  Baptista ( FT1)
Luísa Baptista ( FT1)
efaesan
 
Resolução
ResoluçãoResolução
Resolução
filomena mamede
 
Resolução2
Resolução2Resolução2
Resolução2
filomena mamede
 
0526
05260526
Provérbios algarvios
Provérbios algarviosProvérbios algarvios
Provérbios algarvios
ranfas
 

Semelhante a Adivinhas (13)

Dia da alimentacao_ adivinhas
Dia da alimentacao_ adivinhasDia da alimentacao_ adivinhas
Dia da alimentacao_ adivinhas
 
1000 ditados
1000 ditados1000 ditados
1000 ditados
 
Ditados populares
Ditados popularesDitados populares
Ditados populares
 
Ditados populares
Ditados popularesDitados populares
Ditados populares
 
Proverbios
ProverbiosProverbios
Proverbios
 
Todos os Ditados Populares_novo.pdf
Todos os Ditados Populares_novo.pdfTodos os Ditados Populares_novo.pdf
Todos os Ditados Populares_novo.pdf
 
0530
05300530
0530
 
0528
05280528
0528
 
Luísa Baptista ( FT1)
Luísa  Baptista ( FT1)Luísa  Baptista ( FT1)
Luísa Baptista ( FT1)
 
Resolução
ResoluçãoResolução
Resolução
 
Resolução2
Resolução2Resolução2
Resolução2
 
0526
05260526
0526
 
Provérbios algarvios
Provérbios algarviosProvérbios algarvios
Provérbios algarvios
 

Mais de Elisabete Godinho

A girafa que_comia_estrelas[1]
A girafa que_comia_estrelas[1]A girafa que_comia_estrelas[1]
A girafa que_comia_estrelas[1]
Elisabete Godinho
 
Professor
ProfessorProfessor
5 sentidos
5 sentidos5 sentidos
5 sentidos
Elisabete Godinho
 
Jogo das estações do ano
Jogo das estações do anoJogo das estações do ano
Jogo das estações do ano
Elisabete Godinho
 
Historiadas5vogais
Historiadas5vogaisHistoriadas5vogais
Historiadas5vogais
Elisabete Godinho
 
Historia cinco-vogais2-100201151749-phpapp01
Historia cinco-vogais2-100201151749-phpapp01Historia cinco-vogais2-100201151749-phpapp01
Historia cinco-vogais2-100201151749-phpapp01
Elisabete Godinho
 
Letra i 0001
Letra i 0001Letra i 0001
Letra i 0001
Elisabete Godinho
 
Ficha de consolidação do i
Ficha de consolidação do iFicha de consolidação do i
Ficha de consolidação do iElisabete Godinho
 
Marcadores
MarcadoresMarcadores
Marcadores
Elisabete Godinho
 
Dia mundial da alimentação briteiros
Dia mundial da alimentação briteirosDia mundial da alimentação briteiros
Dia mundial da alimentação briteirosElisabete Godinho
 
Folhas
FolhasFolhas

Mais de Elisabete Godinho (20)

A girafa que_comia_estrelas[1]
A girafa que_comia_estrelas[1]A girafa que_comia_estrelas[1]
A girafa que_comia_estrelas[1]
 
Professor
ProfessorProfessor
Professor
 
5 sentidos
5 sentidos5 sentidos
5 sentidos
 
Jogo das estações do ano
Jogo das estações do anoJogo das estações do ano
Jogo das estações do ano
 
Historiadas5vogais
Historiadas5vogaisHistoriadas5vogais
Historiadas5vogais
 
Historia cinco-vogais2-100201151749-phpapp01
Historia cinco-vogais2-100201151749-phpapp01Historia cinco-vogais2-100201151749-phpapp01
Historia cinco-vogais2-100201151749-phpapp01
 
Letra i 0001
Letra i 0001Letra i 0001
Letra i 0001
 
I2
I2I2
I2
 
Letra i 2
Letra i 2Letra i 2
Letra i 2
 
Grafismo i
Grafismo iGrafismo i
Grafismo i
 
Grafismo i,i
Grafismo i,iGrafismo i,i
Grafismo i,i
 
Grafismo i maiúsculo
Grafismo i maiúsculoGrafismo i maiúsculo
Grafismo i maiúsculo
 
Ficha de consolidação do i
Ficha de consolidação do iFicha de consolidação do i
Ficha de consolidação do i
 
Grafismo i cópia
Grafismo i cópiaGrafismo i cópia
Grafismo i cópia
 
letra i
letra iletra i
letra i
 
Ficha45 alimentaá∆o
Ficha45 alimentaá∆oFicha45 alimentaá∆o
Ficha45 alimentaá∆o
 
Jogo da alimentação
Jogo da alimentaçãoJogo da alimentação
Jogo da alimentação
 
Marcadores
MarcadoresMarcadores
Marcadores
 
Dia mundial da alimentação briteiros
Dia mundial da alimentação briteirosDia mundial da alimentação briteiros
Dia mundial da alimentação briteiros
 
Folhas
FolhasFolhas
Folhas
 

Adivinhas

  • 1. Tem a casa bem guardada Ninguém lhe pode mexer Sozinha ou acompanhada Castanha Em Novembro nos vem ver. Verde foi meu nascimento Mas de luto me vesti Azeitona Para dar luz ao mundo Mil tormentos padeci Uma caixa redondinha Mas que pode rebolar Ovo Todos a sabem abrir Mas ninguém a sabe fechar. É uma senhora muito esbelta E com finos véus se aperta Quem tiver que a desapertar Cebola Muitas lágrimas há-de chorar. Tenho camisa e casaco Sem remendo nem buraco Castanha Quando no lume me metem Estoiro como um foguete. Qual é a coisa qual é ela: Pão Nasce ao murro e morre à facada? Qual é a coisa qual é ela: Que antes de o ser já o era? Pescada
  • 2. O que é que: Quanto mais quente está mais fresco é? Pão Qual é a coisa qual é ela: Ovo Cai no chão fica amarela? Qual é a coisa qual é ela: Alho Tem cabeça mas não é gente Tem dentes e não é pente? O que é que: Entra como ouro Grão de milho Sai como neve? O meu nome é pouco limpo Porco Pelo dono sou cevado Quando tenho uns bons quilos Por ele sou devorado. No campo me criei Metida entre verdes laços Aquela que faço chorar É quem me faz em pedaços. Cebola Branco é Ovo Galinha o põe. O que é que é Quanto mais alto está Água Melhor se lhe chega? Alto foi meu nascimento De senhora recolhida, caí abaixo Tamanha queda dei, Castanha Que a minha casa não voltei.
  • 3. É encarnadinha, Romã Tem coroa e não é rainha. Verde por fora Encarnada por dentro Melancia E os jogadores da Académica jogam lá dentro. Redondinha, redondão Batata Que nasce por baixo do chão. Casinha amarela, quase vermelha Laranja Não tem porta nem telha. Filho duma bela Com muitos irmãos Vestindo calça amarela Banana Todos lindos, todos sãos. Tem dentes e não come, Alho Tem barbas e não é Homem Uma arquita pequena De bom parecer, Noz Não há carpinteiro que a saiba fazer. Tem coroa e não é rei Ananás Tem escamas e não é peixe. Redondo, redondinho Queijo Como a pedra de um moinho.
  • 4. - A verdade é como o azeite, vem sempre ao cimo. - Não há carne sem osso, nem fruta sem caroço. - Pão mole, por si se engole, pão quente faz mal ao ventre. - Em Outubro, Novembro e Dezembro, quem come do mar, tem que jejuar. - Quem semeia bom grão, terá bom pão. - Para uma boa refeição, é preciso comer pão - Cautelas e caldo de galinha, não fazem mal a ninguém…só à galinha. - Se não queres morrer cedo, livra-te do salgado e do azedo. - Peixe não puxa carroça. - A hora de comer é sempre a mais pequena. - Quem se deita sem ceia toda a noite esperneia. - Grão a grão enche a galinha o papo.
  • 5. - Pela boca morre o peixe. - De longe te trouxe um figo quando te vi comi-o. - À hora de comer sempre o diabo traz mais um. - A fome é boa cozinheira mas é má conselheira. - A fome espreita à porta de quem trabalha, mas não entra. - Água mole em pedra dura tanto dá até que fura. - Águas passadas não movem moinhos. -A galinha da minha vizinha é sempre melhor que a minha. - A laranja de manhã é ouro, à tarde é prata e à noite mata. - A mulher e a sardinha quer-se da mais pequenina. - A quem se fez mel as moscas o comem. - Boa árvore não dá bom fruto. - Capa e merenda nunca pesaram. - Deus dá as nozes a quem não tem dentes. - Guardado está o bocado para quem o há-de comer. - Guarda de comer não guarde que fazer. - Juntou-se a fome com a vontade de comer. - Migalhas também são pão. - O pão que o diabo amassou.
  • 6. - Não sujes a água que hás-de beber. - Nunca digas «desta água não beberei». - Quem comer a carne que roa o osso. - São mais a vozes que as nozes. - Sem ovos não se fazem omoletas. -Come para viver, não vivas para comer. -Tens mais olhos que barriga. -Merenda comida, companhia desfeita. -Saladas inteligentes, para pessoas diferentes. - Os homens pretendem-se pela barriga e os bois pelos cornos. - Refeição equilibrada, deve ser variada. - Comer vegetais, nunca é demais. -Bem comer é bem viver. -Pão de hoje, carne de ontem, e vinho do outro Verão, fazem um Homem são. - Pela boca morre o peixe. - Todos os dias galinha, enfastia a cozinha. - Queijo de ovelha, leite de cabra e manteiga de vaca. - Quando o pobre come galinha, algum está doente.
  • 7. -Uvas, figos e melão são sustento de nutrição. - Quem quer sardinha assada, chega-lhe a brasa. - Galinha velha, dá bom caldo. -Uvas, pão e queijo são um beijo. - Quem dá o pão dá educação. -Em Abril ainda a velha queima o carro e o carril e dá a filha por pão a quem lha pedir. -Do prato à boca perde-se a sopa. -Quem não trabuca, não manduca. -A gulodice tem matado mais gente do que a espada. -De pequenino se torce o pepino. -O que não mata engorda. - A fruta proibida é a mais apetecida. -Para quem é bacalhau basta. - Na casa onde não há pão todos ralham e ninguém tem razão. -Mata a sede à terra, que ela te mata a fome. - Ao pequeno-almoço, comer que nem um rei, almoçar que nem um príncipe e jantar que nem um pobre.
  • 8. Processos de conservação dos alimentos - Embalagens . plástico . metal .vidro .cartão -Congelação - Salga -Fumeiro -Adição de açúcar -Adição de conservantes