SlideShare uma empresa Scribd logo
A FRASEA FRASEO João vê o cavalo.FRASEO João vê o cavaloNÃO FRASEo João o cavalo.NÃO FRASECavalo o João vê o.NÃO FRASEFRASEÉ um conjunto de palavras ordenadas, com sentido aceitável.Começa  com  letra  maiúscula  e  termina  com  um  sinal  depontuação.NÃO FRASEMensagens sem sentido, ou sem letra maiúscula inicial, ousem pontuação final.As frases podem ser simples ou compostas.Silmara Robles Escorsin
Texto/Parágrafo/PeríodoTexto/Parágrafo/Período   A  Maria   queria   casar-se   comManuel.   O   Manuel   ficou   muito   feliz  ecomeçou a visitá-la todos os dias.PARÁGRAFOSTEXTO   A  mãe  tratou  dos  vestidos, dossapatos  e  das  jóias mais vistosasdo  aldeia.  E  o pai disse que antesdo casamento se fizesse uma festaque durasse um mês inteiro.PERÍODO- Um conjunto de frases, formando um todo significativo.TEXTO- Unidade de texto, constituído por uma frase.PERÍODOPARÁGRAFO Unidade   de   texto,  constituído  por  um  oumais períodos,  iniciado com letra maiúscula eque  se  coloca  numa  posição  mais recuadaem relação às outras unidades.Silmara Robles Escorsin
FORMAS DA FRASEFORMAS DA FRASEForma afirmativa / Forma negativaForma afirmativa / Forma negativaO Rui está feliz.Esta frase faz uma afirmação.O Rui não está feliz.Esta frase está a negar.As frases podem estar naFORMA AFIRMATIVAouna FORMA NEGATIVAFrases na FORMA AFIRMATIVA, afirmam uma ideia.Frases na FORMA NEGATIVA, negam uma ideia.Silmara Robles Escorsin
TIPOS DE FRASESTIPOS DE FRASES(declarativa, interrogativa, exclamativa, imperativa)(declarativa, interrogativa, exclamativa, imperativa)Hojefui às compras.FRASEDECLARATIVAO que foste comprar ?FRASE INTERROGATIVAVai buscar as compras.FRASE IMPERATIVAEu gosto muito deste arroz !FRASE EXCLAMATIVAFRASE DECLARATIVADá uma informação; termina com ponto final.FRASE INTERROGATIVAFaz uma pergunta; termina com ponto de interrogação.FRASE IMPERATIVAFaz um pedido ou dá uma ordem; termina com ponto finalou ponto de exclamação.FRASE EXCLAMATIVAMostra admiração, surpresa…; termina com ponto deexclamação.Silmara Robles Escorsin
GENEROGENERO(feminino / masculino)(feminino / masculino)O menino e a menina estudam.meninomeninaGÉNERO MASCULINOGÉNERO FEMININOSão do género masculinoos     nomes     que     sãoantecedidos  por :  o,  os,um ou uns.São  do  género  femininoos     nomes     que     sãoantecedidos  por :   a,  as,uma ou umas.Em  geral, os nomes formam o feminino mudando apenas aterminação.gato/gatasenhor/senhoradono/donaAlguns femininos são formados através de outras terminações.rapaz/raparigacão/cadelagalo/galinhapai/mãerei/rainhaboi/vacaSilmara Robles Escorsin
´´NUMERONUMERO(singular / plural)(singular / plural)um gatouns gatosgatogatosEstá  no  número singulare designa um só elemento.Está   no número  plural edesigna vários  elementos.Para formar o plural, as palavras terminadas em :mudam o l para is;acrescenta-se es;aleliloluln,  r,s ou zEx.: animal - animaisEx.: perdiz - perdizesEx.: papel - papéismudam o m para ns;mEx.: sol - sóisEx.: azul - azuisEx.: pinguim - pinguinsilmuda o il para is (se o il for tónico); e muda o il para eisse o il não for tónico.Ex.: funil – funis; difícil - difíceisacrescenta-se s ou mudam o ão para ães ou ões.ãoEx.: irmão – irmãos; pão – pães; melão - melõesSilmara Robles Escorsin
SINONIMOS E ANTONIMOSSINONIMOS E ANTONIMOSEsta banheira ébonita e larga.A que eu tinha era linda e estreita.bonitalindaExprimem ideias semelhantes são :sinónimoslargaestreitaExprimem ideias contrárias são :antónimosSINÓNIMOSSão palavras que têm o mesmo significado ou sentido.ANTÓNIMOSSão palavras que têm o significado contrário ou oposto.SINÓNIMOANTÓNIMObonitopretoalegrelindonegrocontentefeiobrancotristeSilmara Robles Escorsin
´´FAMILIA DE PALAVRASFAMILIA DE PALAVRAS   Começou a chover.  Eraapenas     uma   chuvinhamas,  depressa   se   tornounuma grande chuvada.   O Abel não  gosta  destesdias em que ora faz sol, orachuvisca. Água ?Prefere a do chuveiro.choverchuveirochuviscarCHUVAchuvosochuvinhachuvadaFAMÍLIA DE PALAVRASSão palavras que derivam da mesma palavra primitiva.PALAVRA PRIMITIVAFAMÍLIA DE PALAVRASpedrapedreiro, apedrejar,empedrada, pedregulho…terraaterrar, terreno, terraço,enterrar, terreiroSilmara Robles Escorsin
´´AREA VOCABULARAREA VOCABULARA minhacasa   A  minha  casa  tem dois quartos umacozinha, um quarto de banho e umasala.    Tem    escadas    em   madeira,portas    escuras    com    fechadurasdouradas,      janelas       bonitas     comfloreiras coloridas.   O  telhado  da  minha  casa  é grande,com    telhas    cor-de-laranja    e    umachaminé muito alta.casatelhaschaminéjanelastelhadoquarto debanhofechadurasquartossalacozinhaportasfloreirasescadasÁREA VOCABULARÉ um conjunto de palavras que se refere a um mesmotema; faz-nos lembrar um determinado tema.TEMAÁREA VOCABULARpraiaareia, mar, peixes, conchas,ondas, barco, toalha, algas,rochas, gaivotas…Silmara Robles Escorsin
~~SINAIS DE PONTUAÇAOSINAIS DE PONTUAÇAO´´.O Simão foi à praia com o António.ponto finalIndica uma pausa. Termina a frase.,A, e, i, o, u são vogais.vírgulaUsa-se nas enumerações.Assinala uma pequena pausa.?Queres ir ao meu aniversário ?ponto deinterrogaçãoFaz uma pergunta. Termina a frase.;A Joana foi passear; foi ao parque.Termina a frase. Nunca se usa no fimde um parágrafo.ponto e vírgula!Que linda é a minha escola !ponto deexclamaçãoTermina a frase em que há surpresa,admiração, alegria, tristeza ou medo.Há tantos animais…...Indica  que  o  sentido  da  frase  ficouincompleto, que não se acabou.reticências:Neste jardim há: rosas e violetasUsam-se   quando   se   anuncia  umaenumeração ou se inicia uma fala.dois pontos- Clara! – chamou a mãe. – Vem aqui !-travessãoUsa-se no início das falas.Silmara Robles Escorsin
NOMES ou SUBSTANTIVOSNOMES ou SUBSTANTIVOS(comuns / próprios / colectivos)(comuns / próprios / colectivos)O Rui estuda.O coelho quer o martelo.As palavras Rui, coelho e martelo são nomes ou substantivos.NOMES ou SUBSTANTIVOSSão palavras que nomeiam pessoas, animais, objectos,plantas, lugares…Os nomes podem ser :NOMES COMUNSSão nomes que se referem a pessoas,  coisas, animaisou plantas, como pertencentes a uma mesma categoriasem os individualizar. Ex.: mel, abelhas, meninos…NOMES PRÓPRIOSSão nomes que se escrevem com letra maiúscula iniciale designam particularmente uma certa pessoa, coisa ouanimal. Ex.: Luís, Lisboa, Portugal…NOMES COLECTIVOSSão nomes que indicam um conjunto de pessoas,animais ou coisas da mesma espécie.Ex.: enxame, rapaziada, pinhal, cardume…Silmara Robles Escorsin
GRAU dos NOMESGRAU dos NOMESum cãozinhoum cãoum canzarrãoum cão pequenoum cão normalum cão grandeOs nomes variam em três graus.GRAU DOS NOMESNORMALDIMINUTIVOAUMENTATIVOcarrinhogatinhocasinhacarrogatocasacarrãogatarrãocasarãoSilmara Robles Escorsin
ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA FRASEELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA FRASEO Franciscoestuda.Esta frase tem dois grupos :O Francisco        grupo do nome        GRUPO NOMINAL  estudagrupo do verboGRUPO VERBALA frase tem dois elementos fundamentais:O GRUPO NOMINAL         e         o GRUPO VERBALG.N.G.V.Este é o grupo doEste é o grupo doNOMEVERBOO nome e o verbo são elementos essenciais dos seus grupos.O G.N. concorda sempre, em número, com o G.V. .Silmara Robles Escorsin
´´GRUPO MOVELGRUPO MOVELA Joanapintana escola.A Joana, na escola,pinta.pinta.Na escola,a Joana   Uma frase pode ter elementos que tanto se escrevem noprincípio, como no meio ou no fim.   Estes grupos chamam-se GRUPOS MÓVEIS.   Os GRUPOS MÓVEIS  são  elementos  circunstanciais da frase e dão resposta às seguintes perguntas : COMO?   ONDE?   QUANDO?   O QUÊ?   PORQUÊ?A Ana estuda.    O QUÊ?A Ana estuda matemática.    ONDE?A Ana estuda matemática na sala.    COMO?A Ana estuda matemática, na sala, com atenção.    QUANDO?A Ana estuda matemática, na sala, com atenção, à tarde.    PORQUÊ?A Ana estuda matemática, na sala, com atenção, à tarde, porque gosta.Silmara Robles Escorsin
ADJETIVOSO Hugo é um menino bonito e inteligente.As palavras bonitoe inteligente atribuem qualidades ao Hugo.ADJETIVOSSão  palavras  que  indicam como são ou como estão aspessoas, coisas, animais ou plantas.Indicam os estados ou as qualidades dos nomes.Os ADJETIVOSvariam em género e em número.MASCULINOFEMININOSINGULARgato lindogata lindaPLURALgatos lindosgatas lindasSilmara Robles Escorsin
GRAU dos ADJETIVOSO Alex é alto. O Alex é mais alto do que a Joana.A Maria é tão alta como a Filipa. O Zé é altíssimo. O Alex é alto.GRAU NORMAL(Indica simplesmente uma qualidade)DE SUPERIORIDADEO Alex é mais alto do que a Joana.GRAU COMPARATIVODE IGUALDADEA Joana é tão alta como a Filipa.(Compara dois ou mais nomes)DE INFERIORIDADEO Alex é menos alto do que o Zé.DE SUPERIORIDADE(compara um elementocom toda uma classe)O Zé é o mais alto.RELATIVODE INFERIORIDADEA Joana é a menos alta.GRAUSUPERLATIVOSINTÉTICOO Zé é altíssimo.ABSOLUTOANALÍTICOO Zé é muito alto.(estabelece um valorsem  fazer  umacomparação)Silmara Robles Escorsin
DETERMINANTES ou ARTIGOSDETERMINANTES ou ARTIGOS(definidos e indefinidos)(definidos e indefinidos)A abelha Maia cheira uma flor.DETERMINANTESSão  pequenas  palavras  que  se  escrevem  antes  dosnomes  e  que  ajudam   a   determinar   o   seu   género(feminino/masculino) e o número (singular/plural)DETERMINANTES OU ARTIGOSDEFINIDOSINDEFINIDOSMASCULINOFEMININOMASCULINOFEMININOSINGULARumumaSINGULARoaPLURALunsumasPLURALosasSilmara Robles Escorsin
PRONOMES PESSOAISPRONOMES PESSOAISO Bruno gosta da vaca Mimosa.Ela é muito bonita.A palavra ela escreveu-se para não se repetir a palavra Mimosa.PRONOMES PESSOAISSão  palavras  que  indicam as pessoas gramaticais quefalam, ou aquelas de quem se fala ou então, para quemse fala.PRONOMES PESSOAISSINGULARPLURALPESSOASGRAMATICAIS1ª PESSOAemissorEUNÓS2ª PESSOAreceptorTUVÓS3ª PESSOAA respeito de quemé a mensagemELE/ELAELES/ELASSilmara Robles Escorsin
´´SILABASSILABAS(monossílabos, dissílabos e polissílabos)(monossílabos, dissílabos e polissílabos)O menino come.A     palavra     menino   éconstituída       por      três sílabas   porque    para   apronunciarmos            são  necessárias três emissõesde voz.menino--3 sílabastrês emissões de vozSÍLABAUma  ou  mais letras de uma palavra que se pronunciam deuma só vez.Quanto ao número de sílabas, as palavras podem ser :MONOSSÍLABOSSão palavras formadas por umasó sílaba. Ex.: pai, mãe, cão, boi…DISSÍLABOSSão palavras formadas por duassílabas.   Ex.: portão, casa, pato,mota, praia…POLISSÍLABOSSão palavras formadas por maisde duas sílabas.  Ex.: autocarro,casarão, bicicleta…Silmara Robles Escorsin
´´´´´´SILABA ATONA E SILABA TONICASILABA ATONA E SILABA TONICA(palavras agudas, graves e esdrúxulas)(palavras agudas, graves e esdrúxulas)Ca…ta…ri…i…i…i…na!SÍLABA TÓNICAÉ a sílaba da palavra que se pronuncia com mais força.Todas  as  outras  sílabas  da  palavra,  que se pronunciamcom menos força chamam-se SÍLABAS ÁTONASQuanto à posição da sílaba tónica nas palavras, estaspodem ser :PALAVRAS AGUDASQuando a sílaba tónica é a última sílaba.Ex.: papel, chaminé, portão…PALAVRAS GRAVESQuando a sílaba tónica é a penúltima sílaba.Ex.: cavalo, estrela, menina…PALAVRAS ESDRÚXULASQuando a sílaba tónica é a antepenúltima sílaba.Ex.: fábrica, dicionário, sílaba…Silmara Robles Escorsin
DETERMINANTES E PRONOMESDETERMINANTES E PRONOMESPOSSESSIVOSPOSSESSIVOSA minha mochila évermelha.A azul é minha.O Marco possui a mochila. A Cátia possui o lápis. PRONOMES POSSESSIVOSQuando os pronomes, para além de substituírem osNomes, também indicam quem são os possuidores.DETERMINANTES POSSESSIVOSQuando   os   pronomes   possessivos   antecedem   osnomes  e  os  ajudam  a  determinar,  tanto  em  númerocomo em género,  deixam de ser pronomes e passam aser determinantes possessivos.MASCULINOFEMININOmeuteuseuminhatuasuaUm sópossuidornossovossoseunossavossasuaVáriospossuidoresSilmara Robles Escorsin
DEMONSTRATIVOSDEMONSTRATIVOSDETERMINANTES E PRONOMESDETERMINANTES E PRONOMESEstes cães sãoaqueles queacordaram o João ?As palavras estes e aqueles demonstram a situação dos cães: sãodemonstrativos.  Estas palavras podem pertencer a duas classes :CLASSE DOS DETERMINANTESQuando antecedem o nome, com  os  quais  concordamem género e número. Ex.: Aquela casa é da Filipa.CLASSE DOS PRONOMESQuando substituem os nomes, evitando a sua repetição.Ex.: A minha casa éesta.SINGULARPLURALMASCULINOFEMININOMASCULINOFEMININOesteesseaqueleo mesmooestaessaaquelaa mesmaaestesessesaquelesos mesmososestasessasaquelasas mesmasastaltaisSilmara Robles Escorsin

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila para trabalhar textos variados
Apostila para trabalhar  textos variadosApostila para trabalhar  textos variados
Apostila para trabalhar textos variados
Isa ...
 
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: SITUAÇÕES-PROBLEMA
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: SITUAÇÕES-PROBLEMAAVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: SITUAÇÕES-PROBLEMA
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: SITUAÇÕES-PROBLEMA
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO - 1º BIMESTREAVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO - 1º BIMESTRE
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013
Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013
Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013
Angela Maria
 
Português Simulado 4-ano-segundo-semestre
Português Simulado 4-ano-segundo-semestrePortuguês Simulado 4-ano-segundo-semestre
Português Simulado 4-ano-segundo-semestre
Vivian Harrizvivian
 
Texto sobre a água com interpretação e gramática
Texto sobre a água com interpretação e gramáticaTexto sobre a água com interpretação e gramática
Texto sobre a água com interpretação e gramática
Paulo Alves de Araujo
 
Produzindo texto
Produzindo textoProduzindo texto
Produzindo texto
Mary Alvarenga
 
Produção textual
Produção textual Produção textual
Produção textual
Mary Alvarenga
 
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Mary Alvarenga
 
Gênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino Fundamental
Gênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino FundamentalGênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino Fundamental
Gênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino Fundamental
Paulo Alves de Araujo
 
Atividade ortográfica - Caçada aos erros
Atividade ortográfica - Caçada aos errosAtividade ortográfica - Caçada aos erros
Atividade ortográfica - Caçada aos erros
Mary Alvarenga
 
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da InfânciaCaderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Jairo Felipe
 
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Atividades Avaliativas para 1º ano
Atividades Avaliativas para 1º anoAtividades Avaliativas para 1º ano
Atividades Avaliativas para 1º ano
Eliete Soares E Soares
 
Apostila gêneros textuais 4º ano
Apostila gêneros textuais  4º anoApostila gêneros textuais  4º ano
Apostila gêneros textuais 4º ano
Roseanne Funchal Olivieira
 
Produção textual
Produção textualProdução textual
Produção textual
Mary Alvarenga
 
Aleluia de Gabriela Rocha - Análise e entendimento da música
Aleluia  de Gabriela Rocha - Análise e entendimento da músicaAleluia  de Gabriela Rocha - Análise e entendimento da música
Aleluia de Gabriela Rocha - Análise e entendimento da música
Mary Alvarenga
 
Produção textual: Poemas
Produção textual: Poemas Produção textual: Poemas
Produção textual: Poemas
Mary Alvarenga
 
D12 (5º ano mat.)
D12 (5º ano   mat.)D12 (5º ano   mat.)
D12 (5º ano mat.)
Cidinha Paulo
 
Ensino religioso 3 ano
Ensino religioso 3 anoEnsino religioso 3 ano
Ensino religioso 3 ano
Patricia Fernandes
 

Mais procurados (20)

Apostila para trabalhar textos variados
Apostila para trabalhar  textos variadosApostila para trabalhar  textos variados
Apostila para trabalhar textos variados
 
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: SITUAÇÕES-PROBLEMA
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: SITUAÇÕES-PROBLEMAAVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: SITUAÇÕES-PROBLEMA
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: SITUAÇÕES-PROBLEMA
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO - 1º BIMESTREAVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 4º ANO - 1º BIMESTRE
 
Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013
Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013
Avaliação de Ciências Escola Edite Porto 2013
 
Português Simulado 4-ano-segundo-semestre
Português Simulado 4-ano-segundo-semestrePortuguês Simulado 4-ano-segundo-semestre
Português Simulado 4-ano-segundo-semestre
 
Texto sobre a água com interpretação e gramática
Texto sobre a água com interpretação e gramáticaTexto sobre a água com interpretação e gramática
Texto sobre a água com interpretação e gramática
 
Produzindo texto
Produzindo textoProduzindo texto
Produzindo texto
 
Produção textual
Produção textual Produção textual
Produção textual
 
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
 
Gênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino Fundamental
Gênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino FundamentalGênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino Fundamental
Gênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino Fundamental
 
Atividade ortográfica - Caçada aos erros
Atividade ortográfica - Caçada aos errosAtividade ortográfica - Caçada aos erros
Atividade ortográfica - Caçada aos erros
 
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da InfânciaCaderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
Caderno de atividade - 5º ano - Programa Primeiros Saberes da Infância
 
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...
 
Atividades Avaliativas para 1º ano
Atividades Avaliativas para 1º anoAtividades Avaliativas para 1º ano
Atividades Avaliativas para 1º ano
 
Apostila gêneros textuais 4º ano
Apostila gêneros textuais  4º anoApostila gêneros textuais  4º ano
Apostila gêneros textuais 4º ano
 
Produção textual
Produção textualProdução textual
Produção textual
 
Aleluia de Gabriela Rocha - Análise e entendimento da música
Aleluia  de Gabriela Rocha - Análise e entendimento da músicaAleluia  de Gabriela Rocha - Análise e entendimento da música
Aleluia de Gabriela Rocha - Análise e entendimento da música
 
Produção textual: Poemas
Produção textual: Poemas Produção textual: Poemas
Produção textual: Poemas
 
D12 (5º ano mat.)
D12 (5º ano   mat.)D12 (5º ano   mat.)
D12 (5º ano mat.)
 
Ensino religioso 3 ano
Ensino religioso 3 anoEnsino religioso 3 ano
Ensino religioso 3 ano
 

Destaque

Ega
EgaEga
Avaliação bimestral de lingua portuguesa 2º ano
Avaliação bimestral de lingua portuguesa 2º anoAvaliação bimestral de lingua portuguesa 2º ano
Avaliação bimestral de lingua portuguesa 2º ano
Maria Terra
 
Tipos e formas de frases
Tipos e formas de frasesTipos e formas de frases
Tipos e formas de frases
Paula Oliveira Cruz
 
Gramatica completa
Gramatica completaGramatica completa
Gramatica completa
Crescendo EAprendendo
 
Tipos e Formas de Frase
 Tipos e Formas de  Frase Tipos e Formas de  Frase
Tipos e Formas de Frase
A. Simoes
 
Substantivo coletivo atividades para casa
Substantivo coletivo atividades para casaSubstantivo coletivo atividades para casa
Substantivo coletivo atividades para casa
arlan2000
 
Exercicios extra 6 ano artigos e numerais
Exercicios extra 6 ano artigos e numeraisExercicios extra 6 ano artigos e numerais
Exercicios extra 6 ano artigos e numerais
Elaine Rabelo
 
Substantivo coletivo
Substantivo coletivoSubstantivo coletivo
Substantivo coletivo
arlan2000
 
4ano carochinha port_mini gramática
4ano carochinha port_mini  gramática4ano carochinha port_mini  gramática
4ano carochinha port_mini gramática
Tida Mota
 
Tipos de frase
Tipos de fraseTipos de frase
Tipos de frase
Joel Ferreira
 
Tipos Formas Frase Aa
Tipos Formas Frase AaTipos Formas Frase Aa
Tipos Formas Frase Aa
armindaalmeida
 
Tipos e Formas de frase
Tipos e Formas de fraseTipos e Formas de frase
Tipos e Formas de frase
Rosalina Simão Nunes
 

Destaque (12)

Ega
EgaEga
Ega
 
Avaliação bimestral de lingua portuguesa 2º ano
Avaliação bimestral de lingua portuguesa 2º anoAvaliação bimestral de lingua portuguesa 2º ano
Avaliação bimestral de lingua portuguesa 2º ano
 
Tipos e formas de frases
Tipos e formas de frasesTipos e formas de frases
Tipos e formas de frases
 
Gramatica completa
Gramatica completaGramatica completa
Gramatica completa
 
Tipos e Formas de Frase
 Tipos e Formas de  Frase Tipos e Formas de  Frase
Tipos e Formas de Frase
 
Substantivo coletivo atividades para casa
Substantivo coletivo atividades para casaSubstantivo coletivo atividades para casa
Substantivo coletivo atividades para casa
 
Exercicios extra 6 ano artigos e numerais
Exercicios extra 6 ano artigos e numeraisExercicios extra 6 ano artigos e numerais
Exercicios extra 6 ano artigos e numerais
 
Substantivo coletivo
Substantivo coletivoSubstantivo coletivo
Substantivo coletivo
 
4ano carochinha port_mini gramática
4ano carochinha port_mini  gramática4ano carochinha port_mini  gramática
4ano carochinha port_mini gramática
 
Tipos de frase
Tipos de fraseTipos de frase
Tipos de frase
 
Tipos Formas Frase Aa
Tipos Formas Frase AaTipos Formas Frase Aa
Tipos Formas Frase Aa
 
Tipos e Formas de frase
Tipos e Formas de fraseTipos e Formas de frase
Tipos e Formas de frase
 

Semelhante a Frases e tipos de frases

TIPOS DE FRASES RESUMIDO
TIPOS DE FRASES RESUMIDOTIPOS DE FRASES RESUMIDO
TIPOS DE FRASES RESUMIDO
Silvani Andrade
 
Gramtica cartazes-120923170238-phpapp02
Gramtica cartazes-120923170238-phpapp02Gramtica cartazes-120923170238-phpapp02
Gramtica cartazes-120923170238-phpapp02
Marta Pereira
 
Gramática 2.º ano
Gramática 2.º anoGramática 2.º ano
Gramática 2.º ano
Miguel de Carvalho
 
Apostila de Inglês EJA
Apostila de Inglês EJAApostila de Inglês EJA
Apostila de Inglês EJA
Daniela Azevedo
 
Pronomes incompleto (3)
Pronomes   incompleto (3)Pronomes   incompleto (3)
Pronomes incompleto (3)
Diego Prezia
 
Classes de palavras (13.06.2013)
Classes de palavras (13.06.2013)Classes de palavras (13.06.2013)
Classes de palavras (13.06.2013)
univirr
 
Aclassedosadvrbios
AclassedosadvrbiosAclassedosadvrbios
Aclassedosadvrbios
Carla Canhoto
 
Verbos[1]
Verbos[1]Verbos[1]
Verbos[1]
isabel preto
 
gramticacompleta-3 ano.doc
gramticacompleta-3 ano.docgramticacompleta-3 ano.doc
gramticacompleta-3 ano.doc
SusanaCosta377145
 
gramticacompleta-3 ano.doc
gramticacompleta-3 ano.docgramticacompleta-3 ano.doc
gramticacompleta-3 ano.doc
Susana Costa
 
Lingua portuguesa 12_verbos
Lingua portuguesa 12_verbosLingua portuguesa 12_verbos
Lingua portuguesa 12_verbos
Study With Us
 
269022819-Mini-Prontuario-Gramatical-1.pdf
269022819-Mini-Prontuario-Gramatical-1.pdf269022819-Mini-Prontuario-Gramatical-1.pdf
269022819-Mini-Prontuario-Gramatical-1.pdf
MariGiopato
 
Gramatica revisão
Gramatica   revisãoGramatica   revisão
Gramatica revisão
Georgina Pinto
 
classes-gramaticais-111118200509-phpapp01.pptx
classes-gramaticais-111118200509-phpapp01.pptxclasses-gramaticais-111118200509-phpapp01.pptx
classes-gramaticais-111118200509-phpapp01.pptx
ElizabethFreitas20
 
www.CentroApoio.com - Espanhol - Preterito
www.CentroApoio.com - Espanhol  - Preteritowww.CentroApoio.com - Espanhol  - Preterito
www.CentroApoio.com - Espanhol - Preterito
Vídeo Aulas Apoio
 
Revisões Português Gramática 3º ano.pptx
Revisões Português Gramática 3º ano.pptxRevisões Português Gramática 3º ano.pptx
Revisões Português Gramática 3º ano.pptx
AissataCeita
 
Slide tópicos de linguagem e uso porquês
Slide tópicos de linguagem e uso porquêsSlide tópicos de linguagem e uso porquês
Slide tópicos de linguagem e uso porquês
Jomari
 
Gramticacompleta
GramticacompletaGramticacompleta
Gramticacompleta
São Vaz
 
Resumos de português (intermédio)
Resumos de português (intermédio)Resumos de português (intermédio)
Resumos de português (intermédio)
Ana Beatriz Neiva
 
Fichas de reeducao em dislexia
Fichas de reeducao em dislexiaFichas de reeducao em dislexia
Fichas de reeducao em dislexia
Sandra Costa
 

Semelhante a Frases e tipos de frases (20)

TIPOS DE FRASES RESUMIDO
TIPOS DE FRASES RESUMIDOTIPOS DE FRASES RESUMIDO
TIPOS DE FRASES RESUMIDO
 
Gramtica cartazes-120923170238-phpapp02
Gramtica cartazes-120923170238-phpapp02Gramtica cartazes-120923170238-phpapp02
Gramtica cartazes-120923170238-phpapp02
 
Gramática 2.º ano
Gramática 2.º anoGramática 2.º ano
Gramática 2.º ano
 
Apostila de Inglês EJA
Apostila de Inglês EJAApostila de Inglês EJA
Apostila de Inglês EJA
 
Pronomes incompleto (3)
Pronomes   incompleto (3)Pronomes   incompleto (3)
Pronomes incompleto (3)
 
Classes de palavras (13.06.2013)
Classes de palavras (13.06.2013)Classes de palavras (13.06.2013)
Classes de palavras (13.06.2013)
 
Aclassedosadvrbios
AclassedosadvrbiosAclassedosadvrbios
Aclassedosadvrbios
 
Verbos[1]
Verbos[1]Verbos[1]
Verbos[1]
 
gramticacompleta-3 ano.doc
gramticacompleta-3 ano.docgramticacompleta-3 ano.doc
gramticacompleta-3 ano.doc
 
gramticacompleta-3 ano.doc
gramticacompleta-3 ano.docgramticacompleta-3 ano.doc
gramticacompleta-3 ano.doc
 
Lingua portuguesa 12_verbos
Lingua portuguesa 12_verbosLingua portuguesa 12_verbos
Lingua portuguesa 12_verbos
 
269022819-Mini-Prontuario-Gramatical-1.pdf
269022819-Mini-Prontuario-Gramatical-1.pdf269022819-Mini-Prontuario-Gramatical-1.pdf
269022819-Mini-Prontuario-Gramatical-1.pdf
 
Gramatica revisão
Gramatica   revisãoGramatica   revisão
Gramatica revisão
 
classes-gramaticais-111118200509-phpapp01.pptx
classes-gramaticais-111118200509-phpapp01.pptxclasses-gramaticais-111118200509-phpapp01.pptx
classes-gramaticais-111118200509-phpapp01.pptx
 
www.CentroApoio.com - Espanhol - Preterito
www.CentroApoio.com - Espanhol  - Preteritowww.CentroApoio.com - Espanhol  - Preterito
www.CentroApoio.com - Espanhol - Preterito
 
Revisões Português Gramática 3º ano.pptx
Revisões Português Gramática 3º ano.pptxRevisões Português Gramática 3º ano.pptx
Revisões Português Gramática 3º ano.pptx
 
Slide tópicos de linguagem e uso porquês
Slide tópicos de linguagem e uso porquêsSlide tópicos de linguagem e uso porquês
Slide tópicos de linguagem e uso porquês
 
Gramticacompleta
GramticacompletaGramticacompleta
Gramticacompleta
 
Resumos de português (intermédio)
Resumos de português (intermédio)Resumos de português (intermédio)
Resumos de português (intermédio)
 
Fichas de reeducao em dislexia
Fichas de reeducao em dislexiaFichas de reeducao em dislexia
Fichas de reeducao em dislexia
 

Mais de Silmara Robles

Provas 5 ano 2012 portugues
Provas 5 ano 2012  portuguesProvas 5 ano 2012  portugues
Provas 5 ano 2012 portugues
Silmara Robles
 
Simulado 5 ano
Simulado 5 anoSimulado 5 ano
Simulado 5 ano
Silmara Robles
 
Apostila texto
Apostila textoApostila texto
Apostila texto
Silmara Robles
 
Tangram
TangramTangram
Regiões brasileiras silmara
Regiões brasileiras silmaraRegiões brasileiras silmara
Regiões brasileiras silmara
Silmara Robles
 
Pontos cardeais e colaterais
Pontos cardeais e colateraisPontos cardeais e colaterais
Pontos cardeais e colaterais
Silmara Robles
 
Da semente a flor ciencias
Da semente a flor   cienciasDa semente a flor   ciencias
Da semente a flor ciencias
Silmara Robles
 
Ciencias 2 bimestre
Ciencias 2 bimestreCiencias 2 bimestre
Ciencias 2 bimestre
Silmara Robles
 
Ciencias sil a descoberta do fogo
Ciencias sil a descoberta do fogoCiencias sil a descoberta do fogo
Ciencias sil a descoberta do fogo
Silmara Robles
 
Ciencias o solo
Ciencias   o soloCiencias   o solo
Ciencias o solo
Silmara Robles
 
Diploma
DiplomaDiploma
Palavras com l ou u prof. silmara
Palavras com l ou u prof. silmaraPalavras com l ou u prof. silmara
Palavras com l ou u prof. silmara
Silmara Robles
 
Nova ortografia turma monica silmara
Nova ortografia turma monica silmaraNova ortografia turma monica silmara
Nova ortografia turma monica silmara
Silmara Robles
 
Ingles sil
Ingles silIngles sil
Ingles sil
Silmara Robles
 
ciclo da água
ciclo da águaciclo da água
ciclo da água
Silmara Robles
 
Power point água
Power point águaPower point água
Power point água
Silmara Robles
 
Saude corpo humano
Saude   corpo humanoSaude   corpo humano
Saude corpo humano
Silmara Robles
 
Leitura e interpretação
Leitura  e interpretaçãoLeitura  e interpretação
Leitura e interpretação
Silmara Robles
 
A casa de ca co silmara
A casa de ca co silmaraA casa de ca co silmara
A casa de ca co silmara
Silmara Robles
 

Mais de Silmara Robles (20)

Provas 5 ano 2012 portugues
Provas 5 ano 2012  portuguesProvas 5 ano 2012  portugues
Provas 5 ano 2012 portugues
 
Simulado 5 ano
Simulado 5 anoSimulado 5 ano
Simulado 5 ano
 
Apostila texto
Apostila textoApostila texto
Apostila texto
 
Tangram
TangramTangram
Tangram
 
Regiões brasileiras silmara
Regiões brasileiras silmaraRegiões brasileiras silmara
Regiões brasileiras silmara
 
Pontos cardeais e colaterais
Pontos cardeais e colateraisPontos cardeais e colaterais
Pontos cardeais e colaterais
 
Da semente a flor ciencias
Da semente a flor   cienciasDa semente a flor   ciencias
Da semente a flor ciencias
 
Ciencias 2 bimestre
Ciencias 2 bimestreCiencias 2 bimestre
Ciencias 2 bimestre
 
Ciencias sil a descoberta do fogo
Ciencias sil a descoberta do fogoCiencias sil a descoberta do fogo
Ciencias sil a descoberta do fogo
 
Ciencias o solo
Ciencias   o soloCiencias   o solo
Ciencias o solo
 
Diploma
DiplomaDiploma
Diploma
 
Palavras com l ou u prof. silmara
Palavras com l ou u prof. silmaraPalavras com l ou u prof. silmara
Palavras com l ou u prof. silmara
 
Nova ortografia turma monica silmara
Nova ortografia turma monica silmaraNova ortografia turma monica silmara
Nova ortografia turma monica silmara
 
Ingles sil
Ingles silIngles sil
Ingles sil
 
ciclo da água
ciclo da águaciclo da água
ciclo da água
 
Power point água
Power point águaPower point água
Power point água
 
Saude corpo humano
Saude   corpo humanoSaude   corpo humano
Saude corpo humano
 
Leitura e interpretação
Leitura  e interpretaçãoLeitura  e interpretação
Leitura e interpretação
 
A casa de ca co silmara
A casa de ca co silmaraA casa de ca co silmara
A casa de ca co silmara
 
Bom pastor
Bom pastorBom pastor
Bom pastor
 

Frases e tipos de frases

  • 1. A FRASEA FRASEO João vê o cavalo.FRASEO João vê o cavaloNÃO FRASEo João o cavalo.NÃO FRASECavalo o João vê o.NÃO FRASEFRASEÉ um conjunto de palavras ordenadas, com sentido aceitável.Começa com letra maiúscula e termina com um sinal depontuação.NÃO FRASEMensagens sem sentido, ou sem letra maiúscula inicial, ousem pontuação final.As frases podem ser simples ou compostas.Silmara Robles Escorsin
  • 2. Texto/Parágrafo/PeríodoTexto/Parágrafo/Período A Maria queria casar-se comManuel. O Manuel ficou muito feliz ecomeçou a visitá-la todos os dias.PARÁGRAFOSTEXTO A mãe tratou dos vestidos, dossapatos e das jóias mais vistosasdo aldeia. E o pai disse que antesdo casamento se fizesse uma festaque durasse um mês inteiro.PERÍODO- Um conjunto de frases, formando um todo significativo.TEXTO- Unidade de texto, constituído por uma frase.PERÍODOPARÁGRAFO Unidade de texto, constituído por um oumais períodos, iniciado com letra maiúscula eque se coloca numa posição mais recuadaem relação às outras unidades.Silmara Robles Escorsin
  • 3. FORMAS DA FRASEFORMAS DA FRASEForma afirmativa / Forma negativaForma afirmativa / Forma negativaO Rui está feliz.Esta frase faz uma afirmação.O Rui não está feliz.Esta frase está a negar.As frases podem estar naFORMA AFIRMATIVAouna FORMA NEGATIVAFrases na FORMA AFIRMATIVA, afirmam uma ideia.Frases na FORMA NEGATIVA, negam uma ideia.Silmara Robles Escorsin
  • 4. TIPOS DE FRASESTIPOS DE FRASES(declarativa, interrogativa, exclamativa, imperativa)(declarativa, interrogativa, exclamativa, imperativa)Hojefui às compras.FRASEDECLARATIVAO que foste comprar ?FRASE INTERROGATIVAVai buscar as compras.FRASE IMPERATIVAEu gosto muito deste arroz !FRASE EXCLAMATIVAFRASE DECLARATIVADá uma informação; termina com ponto final.FRASE INTERROGATIVAFaz uma pergunta; termina com ponto de interrogação.FRASE IMPERATIVAFaz um pedido ou dá uma ordem; termina com ponto finalou ponto de exclamação.FRASE EXCLAMATIVAMostra admiração, surpresa…; termina com ponto deexclamação.Silmara Robles Escorsin
  • 5. GENEROGENERO(feminino / masculino)(feminino / masculino)O menino e a menina estudam.meninomeninaGÉNERO MASCULINOGÉNERO FEMININOSão do género masculinoos nomes que sãoantecedidos por : o, os,um ou uns.São do género femininoos nomes que sãoantecedidos por : a, as,uma ou umas.Em geral, os nomes formam o feminino mudando apenas aterminação.gato/gatasenhor/senhoradono/donaAlguns femininos são formados através de outras terminações.rapaz/raparigacão/cadelagalo/galinhapai/mãerei/rainhaboi/vacaSilmara Robles Escorsin
  • 6. ´´NUMERONUMERO(singular / plural)(singular / plural)um gatouns gatosgatogatosEstá no número singulare designa um só elemento.Está no número plural edesigna vários elementos.Para formar o plural, as palavras terminadas em :mudam o l para is;acrescenta-se es;aleliloluln, r,s ou zEx.: animal - animaisEx.: perdiz - perdizesEx.: papel - papéismudam o m para ns;mEx.: sol - sóisEx.: azul - azuisEx.: pinguim - pinguinsilmuda o il para is (se o il for tónico); e muda o il para eisse o il não for tónico.Ex.: funil – funis; difícil - difíceisacrescenta-se s ou mudam o ão para ães ou ões.ãoEx.: irmão – irmãos; pão – pães; melão - melõesSilmara Robles Escorsin
  • 7. SINONIMOS E ANTONIMOSSINONIMOS E ANTONIMOSEsta banheira ébonita e larga.A que eu tinha era linda e estreita.bonitalindaExprimem ideias semelhantes são :sinónimoslargaestreitaExprimem ideias contrárias são :antónimosSINÓNIMOSSão palavras que têm o mesmo significado ou sentido.ANTÓNIMOSSão palavras que têm o significado contrário ou oposto.SINÓNIMOANTÓNIMObonitopretoalegrelindonegrocontentefeiobrancotristeSilmara Robles Escorsin
  • 8. ´´FAMILIA DE PALAVRASFAMILIA DE PALAVRAS Começou a chover. Eraapenas uma chuvinhamas, depressa se tornounuma grande chuvada. O Abel não gosta destesdias em que ora faz sol, orachuvisca. Água ?Prefere a do chuveiro.choverchuveirochuviscarCHUVAchuvosochuvinhachuvadaFAMÍLIA DE PALAVRASSão palavras que derivam da mesma palavra primitiva.PALAVRA PRIMITIVAFAMÍLIA DE PALAVRASpedrapedreiro, apedrejar,empedrada, pedregulho…terraaterrar, terreno, terraço,enterrar, terreiroSilmara Robles Escorsin
  • 9. ´´AREA VOCABULARAREA VOCABULARA minhacasa A minha casa tem dois quartos umacozinha, um quarto de banho e umasala. Tem escadas em madeira,portas escuras com fechadurasdouradas, janelas bonitas comfloreiras coloridas. O telhado da minha casa é grande,com telhas cor-de-laranja e umachaminé muito alta.casatelhaschaminéjanelastelhadoquarto debanhofechadurasquartossalacozinhaportasfloreirasescadasÁREA VOCABULARÉ um conjunto de palavras que se refere a um mesmotema; faz-nos lembrar um determinado tema.TEMAÁREA VOCABULARpraiaareia, mar, peixes, conchas,ondas, barco, toalha, algas,rochas, gaivotas…Silmara Robles Escorsin
  • 10. ~~SINAIS DE PONTUAÇAOSINAIS DE PONTUAÇAO´´.O Simão foi à praia com o António.ponto finalIndica uma pausa. Termina a frase.,A, e, i, o, u são vogais.vírgulaUsa-se nas enumerações.Assinala uma pequena pausa.?Queres ir ao meu aniversário ?ponto deinterrogaçãoFaz uma pergunta. Termina a frase.;A Joana foi passear; foi ao parque.Termina a frase. Nunca se usa no fimde um parágrafo.ponto e vírgula!Que linda é a minha escola !ponto deexclamaçãoTermina a frase em que há surpresa,admiração, alegria, tristeza ou medo.Há tantos animais…...Indica que o sentido da frase ficouincompleto, que não se acabou.reticências:Neste jardim há: rosas e violetasUsam-se quando se anuncia umaenumeração ou se inicia uma fala.dois pontos- Clara! – chamou a mãe. – Vem aqui !-travessãoUsa-se no início das falas.Silmara Robles Escorsin
  • 11. NOMES ou SUBSTANTIVOSNOMES ou SUBSTANTIVOS(comuns / próprios / colectivos)(comuns / próprios / colectivos)O Rui estuda.O coelho quer o martelo.As palavras Rui, coelho e martelo são nomes ou substantivos.NOMES ou SUBSTANTIVOSSão palavras que nomeiam pessoas, animais, objectos,plantas, lugares…Os nomes podem ser :NOMES COMUNSSão nomes que se referem a pessoas, coisas, animaisou plantas, como pertencentes a uma mesma categoriasem os individualizar. Ex.: mel, abelhas, meninos…NOMES PRÓPRIOSSão nomes que se escrevem com letra maiúscula iniciale designam particularmente uma certa pessoa, coisa ouanimal. Ex.: Luís, Lisboa, Portugal…NOMES COLECTIVOSSão nomes que indicam um conjunto de pessoas,animais ou coisas da mesma espécie.Ex.: enxame, rapaziada, pinhal, cardume…Silmara Robles Escorsin
  • 12. GRAU dos NOMESGRAU dos NOMESum cãozinhoum cãoum canzarrãoum cão pequenoum cão normalum cão grandeOs nomes variam em três graus.GRAU DOS NOMESNORMALDIMINUTIVOAUMENTATIVOcarrinhogatinhocasinhacarrogatocasacarrãogatarrãocasarãoSilmara Robles Escorsin
  • 13. ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA FRASEELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA FRASEO Franciscoestuda.Esta frase tem dois grupos :O Francisco grupo do nome GRUPO NOMINAL estudagrupo do verboGRUPO VERBALA frase tem dois elementos fundamentais:O GRUPO NOMINAL e o GRUPO VERBALG.N.G.V.Este é o grupo doEste é o grupo doNOMEVERBOO nome e o verbo são elementos essenciais dos seus grupos.O G.N. concorda sempre, em número, com o G.V. .Silmara Robles Escorsin
  • 14. ´´GRUPO MOVELGRUPO MOVELA Joanapintana escola.A Joana, na escola,pinta.pinta.Na escola,a Joana Uma frase pode ter elementos que tanto se escrevem noprincípio, como no meio ou no fim. Estes grupos chamam-se GRUPOS MÓVEIS. Os GRUPOS MÓVEIS são elementos circunstanciais da frase e dão resposta às seguintes perguntas : COMO? ONDE? QUANDO? O QUÊ? PORQUÊ?A Ana estuda. O QUÊ?A Ana estuda matemática. ONDE?A Ana estuda matemática na sala. COMO?A Ana estuda matemática, na sala, com atenção. QUANDO?A Ana estuda matemática, na sala, com atenção, à tarde. PORQUÊ?A Ana estuda matemática, na sala, com atenção, à tarde, porque gosta.Silmara Robles Escorsin
  • 15. ADJETIVOSO Hugo é um menino bonito e inteligente.As palavras bonitoe inteligente atribuem qualidades ao Hugo.ADJETIVOSSão palavras que indicam como são ou como estão aspessoas, coisas, animais ou plantas.Indicam os estados ou as qualidades dos nomes.Os ADJETIVOSvariam em género e em número.MASCULINOFEMININOSINGULARgato lindogata lindaPLURALgatos lindosgatas lindasSilmara Robles Escorsin
  • 16. GRAU dos ADJETIVOSO Alex é alto. O Alex é mais alto do que a Joana.A Maria é tão alta como a Filipa. O Zé é altíssimo. O Alex é alto.GRAU NORMAL(Indica simplesmente uma qualidade)DE SUPERIORIDADEO Alex é mais alto do que a Joana.GRAU COMPARATIVODE IGUALDADEA Joana é tão alta como a Filipa.(Compara dois ou mais nomes)DE INFERIORIDADEO Alex é menos alto do que o Zé.DE SUPERIORIDADE(compara um elementocom toda uma classe)O Zé é o mais alto.RELATIVODE INFERIORIDADEA Joana é a menos alta.GRAUSUPERLATIVOSINTÉTICOO Zé é altíssimo.ABSOLUTOANALÍTICOO Zé é muito alto.(estabelece um valorsem fazer umacomparação)Silmara Robles Escorsin
  • 17. DETERMINANTES ou ARTIGOSDETERMINANTES ou ARTIGOS(definidos e indefinidos)(definidos e indefinidos)A abelha Maia cheira uma flor.DETERMINANTESSão pequenas palavras que se escrevem antes dosnomes e que ajudam a determinar o seu género(feminino/masculino) e o número (singular/plural)DETERMINANTES OU ARTIGOSDEFINIDOSINDEFINIDOSMASCULINOFEMININOMASCULINOFEMININOSINGULARumumaSINGULARoaPLURALunsumasPLURALosasSilmara Robles Escorsin
  • 18. PRONOMES PESSOAISPRONOMES PESSOAISO Bruno gosta da vaca Mimosa.Ela é muito bonita.A palavra ela escreveu-se para não se repetir a palavra Mimosa.PRONOMES PESSOAISSão palavras que indicam as pessoas gramaticais quefalam, ou aquelas de quem se fala ou então, para quemse fala.PRONOMES PESSOAISSINGULARPLURALPESSOASGRAMATICAIS1ª PESSOAemissorEUNÓS2ª PESSOAreceptorTUVÓS3ª PESSOAA respeito de quemé a mensagemELE/ELAELES/ELASSilmara Robles Escorsin
  • 19. ´´SILABASSILABAS(monossílabos, dissílabos e polissílabos)(monossílabos, dissílabos e polissílabos)O menino come.A palavra menino éconstituída por três sílabas porque para apronunciarmos são necessárias três emissõesde voz.menino--3 sílabastrês emissões de vozSÍLABAUma ou mais letras de uma palavra que se pronunciam deuma só vez.Quanto ao número de sílabas, as palavras podem ser :MONOSSÍLABOSSão palavras formadas por umasó sílaba. Ex.: pai, mãe, cão, boi…DISSÍLABOSSão palavras formadas por duassílabas. Ex.: portão, casa, pato,mota, praia…POLISSÍLABOSSão palavras formadas por maisde duas sílabas. Ex.: autocarro,casarão, bicicleta…Silmara Robles Escorsin
  • 20. ´´´´´´SILABA ATONA E SILABA TONICASILABA ATONA E SILABA TONICA(palavras agudas, graves e esdrúxulas)(palavras agudas, graves e esdrúxulas)Ca…ta…ri…i…i…i…na!SÍLABA TÓNICAÉ a sílaba da palavra que se pronuncia com mais força.Todas as outras sílabas da palavra, que se pronunciamcom menos força chamam-se SÍLABAS ÁTONASQuanto à posição da sílaba tónica nas palavras, estaspodem ser :PALAVRAS AGUDASQuando a sílaba tónica é a última sílaba.Ex.: papel, chaminé, portão…PALAVRAS GRAVESQuando a sílaba tónica é a penúltima sílaba.Ex.: cavalo, estrela, menina…PALAVRAS ESDRÚXULASQuando a sílaba tónica é a antepenúltima sílaba.Ex.: fábrica, dicionário, sílaba…Silmara Robles Escorsin
  • 21. DETERMINANTES E PRONOMESDETERMINANTES E PRONOMESPOSSESSIVOSPOSSESSIVOSA minha mochila évermelha.A azul é minha.O Marco possui a mochila. A Cátia possui o lápis. PRONOMES POSSESSIVOSQuando os pronomes, para além de substituírem osNomes, também indicam quem são os possuidores.DETERMINANTES POSSESSIVOSQuando os pronomes possessivos antecedem osnomes e os ajudam a determinar, tanto em númerocomo em género, deixam de ser pronomes e passam aser determinantes possessivos.MASCULINOFEMININOmeuteuseuminhatuasuaUm sópossuidornossovossoseunossavossasuaVáriospossuidoresSilmara Robles Escorsin
  • 22. DEMONSTRATIVOSDEMONSTRATIVOSDETERMINANTES E PRONOMESDETERMINANTES E PRONOMESEstes cães sãoaqueles queacordaram o João ?As palavras estes e aqueles demonstram a situação dos cães: sãodemonstrativos. Estas palavras podem pertencer a duas classes :CLASSE DOS DETERMINANTESQuando antecedem o nome, com os quais concordamem género e número. Ex.: Aquela casa é da Filipa.CLASSE DOS PRONOMESQuando substituem os nomes, evitando a sua repetição.Ex.: A minha casa éesta.SINGULARPLURALMASCULINOFEMININOMASCULINOFEMININOesteesseaqueleo mesmooestaessaaquelaa mesmaaestesessesaquelesos mesmososestasessasaquelasas mesmasastaltaisSilmara Robles Escorsin