SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 45
Baixar para ler offline
1




ACNE
A acne vulgar é uma enfermidade inflamatória
da unidade pilossebácea da pele, caracterizada
  inicialmente pela presença de um cômedo,
                   ou “cravo”.
     Essa estrutura ocorre pela obstrução do
orifício de saída da unidade pilossebácea, com
    acúmulo de secreções, restos celulares.
                                                 2




                  ACNE
●   Quatro são os principais
       pilares da patogênese
       da acne:
   ●    a comedogênese
       (formação do cômedo),
       a produção de sebo, a
       colonização bacteriana
       pelo Propionibacterium
       acnes (P. Acnes) e o
       processo inflamatório. 3


ACNE
●   Vários são os fatores que
    influenciam a gravidade do
    quadro, porém a elevação
    da carga hormonal com as
    modificações da pele são
    os principais responsáveis.
●   É possível que a acne
    possua componente
    genético na conformação
    do folículo, facilitando a
    obstrução.                 4




ACNE
●   A acne vulgar pode ser
                  dividida em inflamatória
                  e não-inflamatória,
                  conforme as lesões
                  predominantes,
                  podendo ser graduada
                  de I a V conforme a
                  gravidade.
              ●   A acne grau I, não
                  inflamatória comedo-   5

                  niana.

Classificação clínica da acne
●   Na acne grau II há
                   predomínio de
                   lesões pápulo-
                   pustulosas além dos
                   cômedos.



                                         6




Classificação clínica da acne
●   Na acne grau III
                   nódulos e cistos
                   podem ser
                   observados.




                                      7




Classificação clínica da acne
●   Forma rara e grave, de
                   instalação abrupta, com
                   manifestações
                   sistêmicas (febre,
                   leucocitose e artralgia),
                   é a acne fulminante ou
                   grau V.
               ●   Um aspecto a ser
                   considerado é o grau de
                   sofrimento psicossocial
                   do paciente.         8




Classificação clínica da acne
●   O tratamento da acne
             pode ser tópico,
             sistêmico e até cirúrgico.
         ●   A escolha depende do
             grau de acometimento
             da pele, da tolerância e,
             do poder aquisitivo dos
             pacientes


                                   9




Tratamento da acne
●   O tratamento pode
             ser feito com
             medicações de uso
             local, visando a
             desobstrução dos
             folículos e o controle
             da proliferação
             bacteriana e da
             oleosidade.
                                      10




Tratamento da acne
●   Podem ser usados
             também medicamentos
             via oral, geralmente
             antibióticos para
             controlar a infecção ou,
             no caso de pacientes do
             sexo feminino, terapia
             hormonal com
             medicações anti-
             androgênicas.
                                 11




Tratamento da acne
●    Nada de espremer cravos
           e espinhas. Você pode
           acabar levando bactérias
           às lesões e deixando o
           problema ainda maior.
       ●    Não use produtos que
           ressecam demais a pele.
           Isso faz com que ela
           produza mais oleosidade
           para se defender.      12




Tratamento da acne
●    Na hora de se maquiar, use
          produtos livres de óleo na
          fórmula, os chamados oil
          free e "não comedogênicos",
          que não entopem os poros.
      ●   Não exagere no sol, ele faz
          com que sua pele produza
          mais oleosidade. Use
          protetor solar.
      ●   Mantenha os cabelos       13
          afastados do rosto.


Tratamento de acne
●   Peróxido de benzoíla
●   O peróxido de benzoíla tem atividade
    antibacteriana e ceratolítica e é a primeira linha
    de tratamento para acne leve a moderada. A
    combinação de peróxido de benzoíla com
    antibióticos tópicos ou retinóides tópicos é mais
    efetiva que a monoterapia.
●   O peróxido de benzoíla possui efeito
    antinflamatório e comedolítico menor que os
    retinóides tópicos.
                                                         14




              Tratamento da acne
●   O peróxido de benzoíla
            deve ser aplicado, uma
            vez ao dia, em toda a pele
            da face e não só nas
            lesões visíveis.
        ●   Os microorganismos da
            flora residente não
            desenvolvem resistência
            ao peróxido de benzoíla.
                                  15




Tratamento da acne
●   Uma redução de 90% dos
            microorganismos e de 40%
            dos ácidos graxos livres é
            observada após poucos
            dias de uso de peróxido de
            benzoíla.
        ●   Os efeitos adversos mais
            comuns são pele seca,
            eritema e descamação.
                                  16




Tratamento da acne
●   O ácido salicílico é um ceratolítico e ajuda a
    reduzir os cômedos. É usado em loções e
    sabonetes, geralmente em associação com
    outras terapias. Contudo pode ser irritante
    causando eritema e descamação. A supressão
    do P. acnes é similar com as concentrações de
    2,5%, 5,0% ou 10,0%, o que determina a
    opção pelas baixas concentrações que são
    menos irritantes.                              17




            Tratamento da acne
●   O ácido azelaico tem efeito clareador nas
    hiperpigmentações residuais em concentrações
    de 15% a 20%, e tem eficácia comparável a
    alguns antibióticos (com ação contra
    Streptococcus epidermidis e P. acnes); está
    indicado para acne comedoniana e nas formas
    leves pápulo-pustulosas e pode ser usado na
    gestação.
                                               18




           Tratamento da acne
●   Os retinóides são os agentes comedolíticos
    mais efetivos para o tratamento da acne. Esses
    agentes atuam na comedogênese,
    normalizando a descamação do epitélio
    folicular, prevenindo a formação de novos
    microcômedos e reduzindo os cômedos
    preexistentes em até 60%.
●   Devido a seu efeito comedolítico, permitem a
    penetração no folículo de outras substâncias
    com atividade antibacteriana.                  19




           Tratamento da acne
●   Os retinóides tópicos
             demonstram atividade
             sobre a acne
             inflamatória pelos
             efeitos
             imunomoduladores
             diretos e pela reversão
             do microcômedo.
         ●   Os retinóides não têm
             efeito antibacteriano. 20


Tratamento da acne
●   Todos os retinóides podem
          causar eritema, descamação
          e sensibilidade na pele com
          o uso excessivo.
      ●   Os pacientes devem ser
          advertidos da
          fotossensibilidade associada
          ao uso de retinóides, sendo
          necessário o uso de filtro
          solar e proteção adicional.
                                   21




Tratamento da acne
●   O adapaleno tem
             uma efetividade
             semelhante à
             tretinoína na redução
             dos comedões e tem
             menos efeito irritativo
             que a tretinoína, mas
             um pico de ação mais
             rápido e menor
             irritação da pele.
                                   22




Tratamento de acne
Os antibióticos tópicos
        propiciam, de forma geral,
        um efeito bacteriostático
        sobre o P. acnes. A
        eritromicina (2% a 4%) e a
        clindamicina (1%) são os
        mais utilizados topicamente
        e estão disponíveis em
        soluções, loções e géis, bem
        como em associação com
        peróxido de benzoíla e
        isotretinoína
                                  23




Tratamento da acne
●   O P. acnes é
             geralmente mais
             resistente à
             eritromicina do que à
             clindamicina.
         ●   As combinações de
             eritromicina ou
             clindamicina com
             peróxido de benzoíla
             têm demonstrado um
             efeito aditivo.      24




Tratamento da acne
Tratamento sistêmico
          O tratamento
          sistêmico deve ser
          considerado nas
          formas inflamatórias
          da acne e de difícil
          controle. Podem ser
          usados antibióticos,
          antiandrógenos e
          retinóides sistêmicos.25


Tratamento da acne
●   Os antibióticos atuam na
         supressão do P.acnes,
         reduzindo a inflamação e os
         ácidos graxos livres. São
         utilizados no tratamento da
         acne inflamatória moderada e
         grave, pápulo-pustulosa e
         conglobata. Atualmente são
         utilizados principalmente as
         tetraciclinas e os macrolídeos.
                                     26




Tratamento da acne
●   As tetraciclinas exercem um
          efeito bacteriostático por
          inibição da síntese de
          proteínas bacterianas. Sua
          absorção no tubo digestivo
          é sempre incompleta e
          diminui mais na presença
          de substâncias alcalinas e
          quelantes, em especial o
          leite e os sais de alumínio,
          cálcio, magnésio e ferro. 27


Tratamento da acne
●   Os efeitos colaterais relacionados às tetraciclinas
    incluem fototoxicidade, distúrbios gastrintestinais,
    alteração da função renal e crescimento
    excessivo de organismos não susceptíveis,
    especialmente a Candida albicans. O uso de
    tetraciclinas associado com retinóides orais pode
    levar à ocorrência de hipertensão intracraniana
    benigna ou pseudotumor cerebral (cefaléia, perda
    da concentração e papiledema). A minociclina
    pode causar pigmentação da pele e membranas
    mucosas, bem como tonturas, vertigem e ataxia.
                                                       28




               Tratamento da acne
●   Os macrolídeos possuem ação antibacteriana e
    antiinflamatória. A eritromicina está indicada no
    tratamento da acne inflamatória leve e
    moderada. Tem como efeitos colaterais
    relativamente comuns os distúrbios
    gastrintestinais (náuseas, vômitos e diarréia),
    outros mais raros incluem toxicidade hepática,
    ototoxicidade e pancreatite. Todos os sintomas
    desaparecem rapidamente com a suspensão
    da administração da droga.                      29




            Tratamento da acne
●   A azitromicina também pode ser usada, pela sua
    afinidade com o tecido inflamatório e atividade
    contra várias espécies anaeróbias, incluindo o
    P.acnes. A azitromicina possui uma
    farmacocinética que a torna capaz de mover-se
    rapidamente do sangue para os tecidos, e
    permanecer por períodos prolongados em uma
    concentração inibitória para a maioria dos
    agentes patogênicos. Possui poucos efeitos
    adversos gastrintestinais em relação a outros
    macrolídeos                                     30




             Tratamento da acne
●   Tratamento hormonal
    Algumas mulheres não respondem à terapia
    convencional devido ao excesso de hormônios
    androgênicos. Nesses casos pode ocorrer a
    associação da acne com hirsutismo,
    oleosidade da pele (seborréia) e alopecia. Uma
    boa resposta clínica pode ser obtida com
    bloqueadores de receptores de androgênios,
    antiandrogênicos e inibidores da produção de
    androgênios adrenais ou ovarianos             31




            Tratamento da acne
●   O acetato de ciproterona é ao mesmo tempo
    progestágeno e antiandrogênico, o que lhe
    confere um mecanismo de ação central e outro
    periférico. Reduz a oleosidade da pele
    diminuindo a formação de comedões e
    reduzindo o desenvolvimento de lesões
    inflamatórias.

                                               32




           Tratamento da acne
●   Os efeitos colaterais
             mais comuns incluem:
             náuseas e vômitos,
             mastalgia, fadiga,
             retenção hídrica,
             edemas de membros
             inferiores, cefaléia e
             melasma. Trombose
             coronária e periférica,
             embora rara, é a
             complicação mais séria.
                                 33




Tratamento da acne
●   A espironolactona é um diurético antagonista
    da aldosterona que possui várias ações
    antiandrogênicas. Compete pelo receptor
    androgênico na unidade pilossebácea, inibe a
    ação da enzima 5-alfa-redutase e bloqueia a
    síntese dos androgênios. Os efeitos colaterais
    são similares ao acetato de ciproterona.

                                                     34




            Tratamento da acne
●   Os contraceptivos orais contêm dois agentes, um
    estrogênio (geralmente etinilestradiol) e um
    progestágeno. Têm sido utilizados para tratar os
    sintomas androgênicos. Efeitos colaterais comuns ao
    uso de contraceptivos orais incluem náuseas,
    vômitos, aumento de peso e sangramentos
    irregulares.

                                                   35




              Tratamento da acne
●   Uma nova opção no tratamento da acne é a
    utilização de um contraceptivo combinado de
    baixa dose, contendo etinilestradiol e
    drosperinona, um progestágeno análogo da
    espironolactona. A drosperinona possui além
    de efeitos antiandrogênicos, ação anti-
    mineralocorticóide, que reduz a retenção
    hídrica do paciente.

                                                  36




           Tratamento da acne
●   Retinóides sistêmicos
●   A isotretinoína é um metabólito da vitamina A
    indicado para acne grave, nodular e
    inflamatória, ou quando outros tratamentos
    falham.
●   Ocasionalmente é usada nos casos com
    cicatrizes deformantes, com estresse
    psicológico significativo ou com recaídas
    freqüentes após a parada da terapia
    convencional.                                   37




            Tratamento da acne
●   Um dos seus principais mecanismos de ação
    dosedependente é a atrofia das glândulas
    sebáceas com conseqüente redução da
    produção de sebo. Também atua na
    normalização da descamação epitelial folicular,
    tem ação antinflamatória e reduz a população
    de P. acnes devido à redução do sebo.A
    isotretinoína evita a formação de novos
    cômedos e reduz os diâmetros dos poros
    faciais em um terço a um quinto do tamanho
    inicial.                                      38




            Tratamento da acne
●   Os retinóides são
          embriotóxicos e
          teratogênicos quando
          administrados
          sistemicamente na gravidez.
          É preciso excluir a gravidez
          antes da utilização da
          medicação e utilizar um
          método contraceptivo eficaz
          durante o uso e até três
          meses após a parada da
          medicação.
                                    39




Tratamento da acne
●   Os efeitos adversos
             mais comuns
             manifestam-se na
             pele e mucosas
             sendo a maioria
             decorrente da
             diminuição da
             produção de sebo:
             xerose, rachadura
             dos lábios ou queilite.
                                   40




Tratamento da acne
●   Como sequela da
             acne podem ficar
             manchas, e
             cicatrizes, que podem
             ser corrigidas ou
             atenuadas por
             tratamentos, porém
             procure um médico
             dermatologista para
             sua segurança.
                                 41




Tratamento da acne
Tratamento para cicatrizes
            e manchas
        ●   Peelings químicos:
        ●   Dermoabrasão
        ●   Preenchimento cutâneo
        ●   Elevação de cicatrizes
        ●   Excisão e sutura simples
        ●   Ressurfacing com Laser
        ●   Subcisão                 42




Tratamento da acne
●   A grande prevalência da acne traz a
    necessidade de outros especialistas, além do
    dermatologista, conhecerem a fisiopatologia e
    as opções atuais de tratamento. Diversos
    tratamentos tópicos e sistêmicos estão
    disponíveis e cada paciente se adapta a um
    tipo de tratamento. É preciso avaliar quais as
    melhores indicações conforme o aspecto
    clínico das lesões.
                                                     43




                  Conclusão
●   http://www.puc-campinas.edu.br/centros/ccv/
    revcienciasmedicas/artigos/933.pdf

●   http://pt.wikipedia.org/wiki/Acne

●   http://www.dermatologia.net/novo/base/
    doencas/acne.shtml
                                                  44




                     FONTES
●   Compilação por:




         ALINE MARIA SÁ NASCIMENTO
         FARMACÊUTICA-BÍOQUIMICA
         PÓS- GRADUANDA EM FARMÁCIA
                                      45




               COMPILAÇÃO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Pele (2010)
A Pele (2010)A Pele (2010)
A Pele (2010)
markpt
 
Cicatrizes de Acne
Cicatrizes de AcneCicatrizes de Acne
Cicatrizes de Acne
bubuzinhapj
 

Mais procurados (20)

Acne
AcneAcne
Acne
 
Biotipos cutaneos
Biotipos cutaneosBiotipos cutaneos
Biotipos cutaneos
 
Cosmetologia corporal Fisioterapia Dermato Funcional
Cosmetologia corporal   Fisioterapia Dermato FuncionalCosmetologia corporal   Fisioterapia Dermato Funcional
Cosmetologia corporal Fisioterapia Dermato Funcional
 
Fotoenvelhecimento
FotoenvelhecimentoFotoenvelhecimento
Fotoenvelhecimento
 
Aula: Pele, Glândulas, Pelos e Unhas
Aula: Pele, Glândulas, Pelos e UnhasAula: Pele, Glândulas, Pelos e Unhas
Aula: Pele, Glândulas, Pelos e Unhas
 
Patologias dermatologicas
Patologias dermatologicasPatologias dermatologicas
Patologias dermatologicas
 
Seminário 04: Envelhecimento cutâneo
Seminário 04: Envelhecimento cutâneoSeminário 04: Envelhecimento cutâneo
Seminário 04: Envelhecimento cutâneo
 
A Pele (2010)
A Pele (2010)A Pele (2010)
A Pele (2010)
 
Pele
PelePele
Pele
 
Cicatrizes de Acne
Cicatrizes de AcneCicatrizes de Acne
Cicatrizes de Acne
 
Avaliacao estetica
Avaliacao esteticaAvaliacao estetica
Avaliacao estetica
 
Microagulhamento
MicroagulhamentoMicroagulhamento
Microagulhamento
 
Aula: Câncer de Pele, Protetores Solar e Envelhecimento Cutâneo
Aula: Câncer de Pele, Protetores Solar e Envelhecimento CutâneoAula: Câncer de Pele, Protetores Solar e Envelhecimento Cutâneo
Aula: Câncer de Pele, Protetores Solar e Envelhecimento Cutâneo
 
Aula 1-e-2-de-cosmetologia
Aula 1-e-2-de-cosmetologiaAula 1-e-2-de-cosmetologia
Aula 1-e-2-de-cosmetologia
 
Psoríase
PsoríasePsoríase
Psoríase
 
Radiofrequência
RadiofrequênciaRadiofrequência
Radiofrequência
 
Tricologia
TricologiaTricologia
Tricologia
 
Fotoproteção
FotoproteçãoFotoproteção
Fotoproteção
 
Tricologia
TricologiaTricologia
Tricologia
 
Cosmetologia
CosmetologiaCosmetologia
Cosmetologia
 

Destaque (9)

Ginecomastia
GinecomastiaGinecomastia
Ginecomastia
 
Abordaje integral de la dermatomicosis
Abordaje integral de la dermatomicosisAbordaje integral de la dermatomicosis
Abordaje integral de la dermatomicosis
 
La obesidad en los adolescentes
La obesidad en los adolescentesLa obesidad en los adolescentes
La obesidad en los adolescentes
 
Obesidad Y Sobrepeso en la adolescencia
Obesidad Y Sobrepeso en la adolescenciaObesidad Y Sobrepeso en la adolescencia
Obesidad Y Sobrepeso en la adolescencia
 
La obesidad en los adolescentes
La obesidad en los adolescentesLa obesidad en los adolescentes
La obesidad en los adolescentes
 
Dermatomicosis
DermatomicosisDermatomicosis
Dermatomicosis
 
Acne
AcneAcne
Acne
 
acne vulgaris
acne vulgarisacne vulgaris
acne vulgaris
 
Acne Slide Show
Acne Slide ShowAcne Slide Show
Acne Slide Show
 

Semelhante a Acne (7)

face e pele.pptx
face e pele.pptxface e pele.pptx
face e pele.pptx
 
Control derm a5
Control derm a5Control derm a5
Control derm a5
 
Tratamento facial
Tratamento facialTratamento facial
Tratamento facial
 
Acne.novas tecnologias
Acne.novas tecnologiasAcne.novas tecnologias
Acne.novas tecnologias
 
ROUTINE ACNE CONTROL.pptx
ROUTINE ACNE CONTROL.pptxROUTINE ACNE CONTROL.pptx
ROUTINE ACNE CONTROL.pptx
 
Doenças comuns ii
Doenças comuns iiDoenças comuns ii
Doenças comuns ii
 
12 principais remédios caseiros para acne
12 principais remédios caseiros para acne12 principais remédios caseiros para acne
12 principais remédios caseiros para acne
 

Mais de Aline Maria Sá Nascimento (11)

Uso indiscriminado de medicamentos
Uso indiscriminado de medicamentosUso indiscriminado de medicamentos
Uso indiscriminado de medicamentos
 
Indiscriminate use of medicines
Indiscriminate use of medicinesIndiscriminate use of medicines
Indiscriminate use of medicines
 
Tabagismo
TabagismoTabagismo
Tabagismo
 
Medicamentos e amamentação
Medicamentos e amamentaçãoMedicamentos e amamentação
Medicamentos e amamentação
 
Torcicolo (cervicalgia)
Torcicolo (cervicalgia)Torcicolo (cervicalgia)
Torcicolo (cervicalgia)
 
Hiperplasia prostática benigna
Hiperplasia prostática benignaHiperplasia prostática benigna
Hiperplasia prostática benigna
 
Intolerância ao glúten
Intolerância ao glútenIntolerância ao glúten
Intolerância ao glúten
 
Aftas
AftasAftas
Aftas
 
Asma
AsmaAsma
Asma
 
Atenção farmacêutica
Atenção farmacêuticaAtenção farmacêutica
Atenção farmacêutica
 
Rinite alérgica
Rinite alérgicaRinite alérgica
Rinite alérgica
 

Acne

  • 2. A acne vulgar é uma enfermidade inflamatória da unidade pilossebácea da pele, caracterizada inicialmente pela presença de um cômedo, ou “cravo”. Essa estrutura ocorre pela obstrução do orifício de saída da unidade pilossebácea, com acúmulo de secreções, restos celulares. 2 ACNE
  • 3. Quatro são os principais pilares da patogênese da acne: ● a comedogênese (formação do cômedo), a produção de sebo, a colonização bacteriana pelo Propionibacterium acnes (P. Acnes) e o processo inflamatório. 3 ACNE
  • 4. Vários são os fatores que influenciam a gravidade do quadro, porém a elevação da carga hormonal com as modificações da pele são os principais responsáveis. ● É possível que a acne possua componente genético na conformação do folículo, facilitando a obstrução. 4 ACNE
  • 5. A acne vulgar pode ser dividida em inflamatória e não-inflamatória, conforme as lesões predominantes, podendo ser graduada de I a V conforme a gravidade. ● A acne grau I, não inflamatória comedo- 5 niana. Classificação clínica da acne
  • 6. Na acne grau II há predomínio de lesões pápulo- pustulosas além dos cômedos. 6 Classificação clínica da acne
  • 7. Na acne grau III nódulos e cistos podem ser observados. 7 Classificação clínica da acne
  • 8. Forma rara e grave, de instalação abrupta, com manifestações sistêmicas (febre, leucocitose e artralgia), é a acne fulminante ou grau V. ● Um aspecto a ser considerado é o grau de sofrimento psicossocial do paciente. 8 Classificação clínica da acne
  • 9. O tratamento da acne pode ser tópico, sistêmico e até cirúrgico. ● A escolha depende do grau de acometimento da pele, da tolerância e, do poder aquisitivo dos pacientes 9 Tratamento da acne
  • 10. O tratamento pode ser feito com medicações de uso local, visando a desobstrução dos folículos e o controle da proliferação bacteriana e da oleosidade. 10 Tratamento da acne
  • 11. Podem ser usados também medicamentos via oral, geralmente antibióticos para controlar a infecção ou, no caso de pacientes do sexo feminino, terapia hormonal com medicações anti- androgênicas. 11 Tratamento da acne
  • 12. Nada de espremer cravos e espinhas. Você pode acabar levando bactérias às lesões e deixando o problema ainda maior. ● Não use produtos que ressecam demais a pele. Isso faz com que ela produza mais oleosidade para se defender. 12 Tratamento da acne
  • 13. Na hora de se maquiar, use produtos livres de óleo na fórmula, os chamados oil free e "não comedogênicos", que não entopem os poros. ● Não exagere no sol, ele faz com que sua pele produza mais oleosidade. Use protetor solar. ● Mantenha os cabelos 13 afastados do rosto. Tratamento de acne
  • 14. Peróxido de benzoíla ● O peróxido de benzoíla tem atividade antibacteriana e ceratolítica e é a primeira linha de tratamento para acne leve a moderada. A combinação de peróxido de benzoíla com antibióticos tópicos ou retinóides tópicos é mais efetiva que a monoterapia. ● O peróxido de benzoíla possui efeito antinflamatório e comedolítico menor que os retinóides tópicos. 14 Tratamento da acne
  • 15. O peróxido de benzoíla deve ser aplicado, uma vez ao dia, em toda a pele da face e não só nas lesões visíveis. ● Os microorganismos da flora residente não desenvolvem resistência ao peróxido de benzoíla. 15 Tratamento da acne
  • 16. Uma redução de 90% dos microorganismos e de 40% dos ácidos graxos livres é observada após poucos dias de uso de peróxido de benzoíla. ● Os efeitos adversos mais comuns são pele seca, eritema e descamação. 16 Tratamento da acne
  • 17. O ácido salicílico é um ceratolítico e ajuda a reduzir os cômedos. É usado em loções e sabonetes, geralmente em associação com outras terapias. Contudo pode ser irritante causando eritema e descamação. A supressão do P. acnes é similar com as concentrações de 2,5%, 5,0% ou 10,0%, o que determina a opção pelas baixas concentrações que são menos irritantes. 17 Tratamento da acne
  • 18. O ácido azelaico tem efeito clareador nas hiperpigmentações residuais em concentrações de 15% a 20%, e tem eficácia comparável a alguns antibióticos (com ação contra Streptococcus epidermidis e P. acnes); está indicado para acne comedoniana e nas formas leves pápulo-pustulosas e pode ser usado na gestação. 18 Tratamento da acne
  • 19. Os retinóides são os agentes comedolíticos mais efetivos para o tratamento da acne. Esses agentes atuam na comedogênese, normalizando a descamação do epitélio folicular, prevenindo a formação de novos microcômedos e reduzindo os cômedos preexistentes em até 60%. ● Devido a seu efeito comedolítico, permitem a penetração no folículo de outras substâncias com atividade antibacteriana. 19 Tratamento da acne
  • 20. Os retinóides tópicos demonstram atividade sobre a acne inflamatória pelos efeitos imunomoduladores diretos e pela reversão do microcômedo. ● Os retinóides não têm efeito antibacteriano. 20 Tratamento da acne
  • 21. Todos os retinóides podem causar eritema, descamação e sensibilidade na pele com o uso excessivo. ● Os pacientes devem ser advertidos da fotossensibilidade associada ao uso de retinóides, sendo necessário o uso de filtro solar e proteção adicional. 21 Tratamento da acne
  • 22. O adapaleno tem uma efetividade semelhante à tretinoína na redução dos comedões e tem menos efeito irritativo que a tretinoína, mas um pico de ação mais rápido e menor irritação da pele. 22 Tratamento de acne
  • 23. Os antibióticos tópicos propiciam, de forma geral, um efeito bacteriostático sobre o P. acnes. A eritromicina (2% a 4%) e a clindamicina (1%) são os mais utilizados topicamente e estão disponíveis em soluções, loções e géis, bem como em associação com peróxido de benzoíla e isotretinoína 23 Tratamento da acne
  • 24. O P. acnes é geralmente mais resistente à eritromicina do que à clindamicina. ● As combinações de eritromicina ou clindamicina com peróxido de benzoíla têm demonstrado um efeito aditivo. 24 Tratamento da acne
  • 25. Tratamento sistêmico O tratamento sistêmico deve ser considerado nas formas inflamatórias da acne e de difícil controle. Podem ser usados antibióticos, antiandrógenos e retinóides sistêmicos.25 Tratamento da acne
  • 26. Os antibióticos atuam na supressão do P.acnes, reduzindo a inflamação e os ácidos graxos livres. São utilizados no tratamento da acne inflamatória moderada e grave, pápulo-pustulosa e conglobata. Atualmente são utilizados principalmente as tetraciclinas e os macrolídeos. 26 Tratamento da acne
  • 27. As tetraciclinas exercem um efeito bacteriostático por inibição da síntese de proteínas bacterianas. Sua absorção no tubo digestivo é sempre incompleta e diminui mais na presença de substâncias alcalinas e quelantes, em especial o leite e os sais de alumínio, cálcio, magnésio e ferro. 27 Tratamento da acne
  • 28. Os efeitos colaterais relacionados às tetraciclinas incluem fototoxicidade, distúrbios gastrintestinais, alteração da função renal e crescimento excessivo de organismos não susceptíveis, especialmente a Candida albicans. O uso de tetraciclinas associado com retinóides orais pode levar à ocorrência de hipertensão intracraniana benigna ou pseudotumor cerebral (cefaléia, perda da concentração e papiledema). A minociclina pode causar pigmentação da pele e membranas mucosas, bem como tonturas, vertigem e ataxia. 28 Tratamento da acne
  • 29. Os macrolídeos possuem ação antibacteriana e antiinflamatória. A eritromicina está indicada no tratamento da acne inflamatória leve e moderada. Tem como efeitos colaterais relativamente comuns os distúrbios gastrintestinais (náuseas, vômitos e diarréia), outros mais raros incluem toxicidade hepática, ototoxicidade e pancreatite. Todos os sintomas desaparecem rapidamente com a suspensão da administração da droga. 29 Tratamento da acne
  • 30. A azitromicina também pode ser usada, pela sua afinidade com o tecido inflamatório e atividade contra várias espécies anaeróbias, incluindo o P.acnes. A azitromicina possui uma farmacocinética que a torna capaz de mover-se rapidamente do sangue para os tecidos, e permanecer por períodos prolongados em uma concentração inibitória para a maioria dos agentes patogênicos. Possui poucos efeitos adversos gastrintestinais em relação a outros macrolídeos 30 Tratamento da acne
  • 31. Tratamento hormonal Algumas mulheres não respondem à terapia convencional devido ao excesso de hormônios androgênicos. Nesses casos pode ocorrer a associação da acne com hirsutismo, oleosidade da pele (seborréia) e alopecia. Uma boa resposta clínica pode ser obtida com bloqueadores de receptores de androgênios, antiandrogênicos e inibidores da produção de androgênios adrenais ou ovarianos 31 Tratamento da acne
  • 32. O acetato de ciproterona é ao mesmo tempo progestágeno e antiandrogênico, o que lhe confere um mecanismo de ação central e outro periférico. Reduz a oleosidade da pele diminuindo a formação de comedões e reduzindo o desenvolvimento de lesões inflamatórias. 32 Tratamento da acne
  • 33. Os efeitos colaterais mais comuns incluem: náuseas e vômitos, mastalgia, fadiga, retenção hídrica, edemas de membros inferiores, cefaléia e melasma. Trombose coronária e periférica, embora rara, é a complicação mais séria. 33 Tratamento da acne
  • 34. A espironolactona é um diurético antagonista da aldosterona que possui várias ações antiandrogênicas. Compete pelo receptor androgênico na unidade pilossebácea, inibe a ação da enzima 5-alfa-redutase e bloqueia a síntese dos androgênios. Os efeitos colaterais são similares ao acetato de ciproterona. 34 Tratamento da acne
  • 35. Os contraceptivos orais contêm dois agentes, um estrogênio (geralmente etinilestradiol) e um progestágeno. Têm sido utilizados para tratar os sintomas androgênicos. Efeitos colaterais comuns ao uso de contraceptivos orais incluem náuseas, vômitos, aumento de peso e sangramentos irregulares. 35 Tratamento da acne
  • 36. Uma nova opção no tratamento da acne é a utilização de um contraceptivo combinado de baixa dose, contendo etinilestradiol e drosperinona, um progestágeno análogo da espironolactona. A drosperinona possui além de efeitos antiandrogênicos, ação anti- mineralocorticóide, que reduz a retenção hídrica do paciente. 36 Tratamento da acne
  • 37. Retinóides sistêmicos ● A isotretinoína é um metabólito da vitamina A indicado para acne grave, nodular e inflamatória, ou quando outros tratamentos falham. ● Ocasionalmente é usada nos casos com cicatrizes deformantes, com estresse psicológico significativo ou com recaídas freqüentes após a parada da terapia convencional. 37 Tratamento da acne
  • 38. Um dos seus principais mecanismos de ação dosedependente é a atrofia das glândulas sebáceas com conseqüente redução da produção de sebo. Também atua na normalização da descamação epitelial folicular, tem ação antinflamatória e reduz a população de P. acnes devido à redução do sebo.A isotretinoína evita a formação de novos cômedos e reduz os diâmetros dos poros faciais em um terço a um quinto do tamanho inicial. 38 Tratamento da acne
  • 39. Os retinóides são embriotóxicos e teratogênicos quando administrados sistemicamente na gravidez. É preciso excluir a gravidez antes da utilização da medicação e utilizar um método contraceptivo eficaz durante o uso e até três meses após a parada da medicação. 39 Tratamento da acne
  • 40. Os efeitos adversos mais comuns manifestam-se na pele e mucosas sendo a maioria decorrente da diminuição da produção de sebo: xerose, rachadura dos lábios ou queilite. 40 Tratamento da acne
  • 41. Como sequela da acne podem ficar manchas, e cicatrizes, que podem ser corrigidas ou atenuadas por tratamentos, porém procure um médico dermatologista para sua segurança. 41 Tratamento da acne
  • 42. Tratamento para cicatrizes e manchas ● Peelings químicos: ● Dermoabrasão ● Preenchimento cutâneo ● Elevação de cicatrizes ● Excisão e sutura simples ● Ressurfacing com Laser ● Subcisão 42 Tratamento da acne
  • 43. A grande prevalência da acne traz a necessidade de outros especialistas, além do dermatologista, conhecerem a fisiopatologia e as opções atuais de tratamento. Diversos tratamentos tópicos e sistêmicos estão disponíveis e cada paciente se adapta a um tipo de tratamento. É preciso avaliar quais as melhores indicações conforme o aspecto clínico das lesões. 43 Conclusão
  • 44. http://www.puc-campinas.edu.br/centros/ccv/ revcienciasmedicas/artigos/933.pdf ● http://pt.wikipedia.org/wiki/Acne ● http://www.dermatologia.net/novo/base/ doencas/acne.shtml 44 FONTES
  • 45. Compilação por: ALINE MARIA SÁ NASCIMENTO FARMACÊUTICA-BÍOQUIMICA PÓS- GRADUANDA EM FARMÁCIA 45 COMPILAÇÃO