SlideShare uma empresa Scribd logo
INTERCESSÃO E
BATALHA ESPIRITUAL
Débora Patrícia
QUEM SOU EU?
ORAÇÃO
Uma conversa e um encontro com Deus.
• Oração é uma prece ou reza dirigida a Deus ou a outro ser espiritual e
que está integrada nos rituais de grande parte das religiões.
• Trata-se de um ato religioso no qual o homem procura manter uma
ligação com seres divinos através da súplica, da ação de graças, do louvor,
da adoração, entre outros propósitos.
• A oração pode ser feita de forma individual ou em grupo, em um meio
público ou privado. Também pode seguir um modelo formal ou ser feita
de forma espontânea.
TIPOS DE ORAÇÕES
Antes de tudo, recomendo que se façam
súplicas, orações, intercessões e ações de
graças por todos os homens;
(1 Timóteo 2:1)
• Súplicas: Pedir, clamar, implorar a Deus
• Intercessão: Orar pelos outros
• Ações de Graças (oração de gratidão): reconhecimento da
bondade e do favor de Deus
• Confissão: Admitir perante Deus o nosso pecado e culpa
• Adoração: Glorificar a Deus por quem Ele é e pelo que Ele tem
feito
DO DEVER AO PRAZER
Essas práticas geram experiências profundas e completas, precisamos
reconhecer a reverência do louvor da Sua glória, a intimidade de encontrar
Sua graça e luta de pedir Sua ajuda, e tudo isso pode nos levar a conhecer
a realidade espiritual da Sua presença, por tanto orar é sobre
relacionamento, reverência, intimidade, luta e realidade.
APRENDA A ORAR ORANDO. Quanto mais orar, mais desejará orar!
ORAÇÃO COMO PRIORIDADE
• Muitas vezes o que é excelente não é fácil, por isso a oração deve ser uma
das coisas mais difíceis do mundo. No entanto, admitir que orar é muito
difícil pode ser encorajador. Você não esta só nessa luta.
• Deixar de orar é violar uma regra religiosa e cristã e dificulta nossa
intimidade com Deus.
• Todos os desejos devem ser entregues a Deus em oração.
“E, chegando, achou-os dormindo; e disse a Pedro: Simão,
dormes? não podes vigiar uma hora?
Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito,
na verdade, está pronto, mas a carne é fraca”.
Marcos 14:37,38
A NECESSIDADE DA ORAÇÃO
Imagine que você descobre uma doença grave e que para sobreviver
você deve tomar um medicamento todos os dias, caso não tome
você morre, a oração deve ser como esse medicamento, “se não
orarmos juntos a Deus não sobreviveremos a tudo o que estamos
enfrentando”. Timothy keller
ILUSTRAÇÃO
RELIGIÕES E ORAÇÃO
• Muçulmanos oram cinco vezes ao dia - Salat é o nome que se dá às cinco orações diárias,
obrigatórias, que são um elo direto entre o criador e as criaturas. Não é condição para o salat que
haja uma autoridade hierárquica, como um pastor por exemplo. As orações coletivas podem ser
guiadas por uma pessoa que conheça o Alcorão e escolhida pela comunidade. Nascer do sol,
meio dia, por do sol, noite.
• Judeus oram três vezes ao dia - As orações são executadas três vezes ao dia: de manhã, de
tarde, e de noite. A tradição conecta cada uma delas a um dos patriarcas: a reza da manhã a
Abraão, a da tarde a Isaac, e a da noite a Jacob.
• Cristãos Depende muito da igreja e da doutrina.
Como Cristãos somos chamados a ter uma vida de oração diária e constante, meditando na
lei do Senhor dia e noite. 1 Tessalonicenses 5:18
Estudo mostra que 30% dos ateus oram “as vezes” e 17% das pessoas que não creem em Deus
oram regularmente. Parece que existe um instinto humano de orar. Livro Oração, Timothy Keller
O QUE É INTERCESSÃO?
O dicionário Webster define intercessão como o ato de ser mediador, fazer uma
petição fervorosa, ou orar em favor de outros.
• Interceder é colocar-se no lugar de outro e pleitear a causa dele, como se
fosse sua.
• É estar entre Deus e os homens, a favor destes, tomando seu lugar e
sentindo sua necessidade de tal maneira que luta em oração até a vitória
na vida daquele por quem intercede.
• É ver a necessidade da intervenção de Deus nas mais diversas situações.
“Busquei entre eles um homem que tapasse o muro
e se colocasse na brecha perante mim, a favor desta
terra, para que eu não a destruísse: mas a ninguém
achei”.
(Ezequiel 22:30)
O que estava o Senhor procurando?
PORQUE O SENHOR NÃO MUDA AS
CIRCUNSTÂNCIAS POR ELE MESMO?
• Poderia o Deus todo poderoso transformar vidas, e acabar com todas as atrocidades
no mundo com sua soberana força e poder? Claro! Mas ELE escolheu reconciliar as
pessoas com Ele, através de nós. É um privilegio!
• Através da intercessão Deus nos ensina:
- o quanto somos dependentes Dele,
- que através disso, Ele possa dividir conosco o Seu coração, tanto no
sofrimento como na alegria. E também mostrando os Seus desejos em nossos
corações, em relação ao Seu amor pelo perdido.
“... Muito pode, por sua eficácia, a súplica de um justo” Tiago 5:16.
Nossas orações podem mover as mãos de Deus e liberar o trabalho reconciliador do
Espírito Santo. Essa é vontade de Deus.
CARACTERÍSTICAS DE UM INTERCESSOR
1. Amor. Romanos 5:5, “Sem amor, não se pode orar”;
2. Identificação/ Empatia: sentir o que sente a pessoa por quem se ora. Essa
identificação é o combustível para o seu amor. A empatia ajuda a entender
a situação, que faz com que o intercessor ore com mais fervor.
3. Compaixão: Faz parte do amor divino. Esta compaixão de Deus que nos
torna um verdadeiro intercessor. Compaixão é o amor de Deus em ação;
(Êxodo 32:30-31)
4. Discernimento: É muito importante buscar discernimento, para orar com
mais propriedade sobre aquela causa. As revelações que Deus dá sobre uma
situação ou pessoa, não são para serem divulgadas, mas para orientar a
intercessão. Se são boas, deve-se orar para que se manifestem. Se ruins, orar
com o fim de impedir sua manifestação;
5. Peso: é ser carregado como um fardo, responsabilidade ou carga. Deve-se
ter responsabilidade para orar, alguém conta com suas orações!
6. Ousadia: Hebreus 4:16, Provérbios 28:1. A intercessão exige coragem,
disposição, fervor e ousadia. Ousadia diante de Deus e diante do inferno.
A ousadia do cristão vem de Jesus (Efésios 3:12);
7. Autoridade: Habilidade ou força com que é revestido e o direito de exercer
aquele poder. Ninguém pode exercer autoridade a menos que saiba quem é
e que direitos tem em Cristo; (Lucas 9:1-6)
8. Perseverança: A oração intercessória requer constância, persistência,
intensidade, perseverança; Abrão intercede pelos justos de Sodoma e
Gomorra (Gênesis 18: 23-33)
9. Dores de parto: Gálatas 4:19, para que as realidades espirituais se
manifestem no reino físico, primeiramente devem ser geradas no mundo
espiritual. Antes que elas sejam materializadas no mundo visível, vêm à luz no
mundo invisível.
Educação
Artes e Entretenimento
Mídia
Governo
Negócios e Comércio
PRINCÍPIOS DE UMA
INTERCESSÃO EFICAZ
- Tenha um tempo de confissão de pecados, deixando que o Espírito Santo traga a sua
mente pecados não confessados, e gere um arrependimento genuíno. SL 66:18, 139: 2-3.
- Reconheça que você não pode orar sem a direção e energia do Espírito Santo de Deus.
ROM 8:26.
- Peça a Deus que controle todo o seu ser, através do poder do Espírito Santo. Rom 8:5,
EF 5:18, HEB 11:6.
- Morra para sua própria imaginação, desejos, e o que arde em seu coração; e o que
você gostaria de orar. PROV 28:26-A; ISA 55;08, 2 COR 10:05.
- Batalhe agressivamente contra o inimigo no nome de Jesus, e com a espada do
Espírito. Marcos 16,17; Efésios 6:17
- Peça no temor do Senhor, que ELE fale ao teu coração e então, fale sem temor aquilo
que ELE deu a você.
- Agradeça com fé, pelo tempo maravilhoso que o Senhor vai te dar ouvindo a voz
DELE.
- Espere em silêncio, e em obediência e fé expresse o que estiver em sua mente. João
10;27. Espere até que você ouça tudo, sem ansiedade de prosseguir.
- Sempre tenha a sua Bíblia em mãos. Para direção e confirmação daquilo que você
estiver ouvindo. Salmos 119:105.
TRÊS NÍVEIS DE INTERCESSÃO
• Intercessão Básica
Intercessão por situações que estão à vista e é necessária a intervenção de Deus. É
simples. Intercede-se por famílias, igreja... ou qualquer outra situação que esteja fora de
nosso alcance.
• Intercessão Profética
É quando se intercede para que aconteça o que Deus quer que aconteça. É o sacerdote,
que vem diante de Deus, que conhece a Sua vontade e ora para que ela seja manifestada
na terra. Neste nível o intercessor está conectado com Deus, tem os seus ouvidos nos
céus e sua boca na terra. Ao relacionar-se com Deus, conhece-se a sua vontade. Pode
interceder por uma região específica, cidade ou país para assim trazer para a terra este
desejo de vê-lo manifestado.
• Intercessão apostólica
É aquela onde arranca e destrói as obras das trevas, planta e edifica a obra de Deus. A
intercessão apostólica traz reforma, tem revelação, visão. É uma intercessão
estratégica. Ao interceder por uma região, cidade ou país de maneira eficaz e
necessária para este lugar. É conhecer os alvos daquilo que é necessário atacar nas
regiões celestiais. Casas se abrirão, pregarão a Palavra. Geralmente é feito intercessão
e guerra espiritual. Intercessores apostólicos são abridores de caminhos.
Um chamado para a intercessão apostólica: II Coríntios 2:12; Efésios 6:18-19;
Colossenses 4:2-4.
BATALHA ESPIRITUAL
O grande equívoco que nós, cristãos, cometemos, é achar que Deus e o Diabo estão
numa batalha espiritual em pé de igualdade.
“Porque, andando na carne, não militamos segundo a
carne. Porque as armas da nossa milícia não são carnais,
mas sim poderosas em Deus para destruição das
fortalezas”;
(2 Coríntios 10:3,4)
Guerra espiritual é uma confrontação de poderes espirituais, onde Deus
manifesta a Sua soberania através da igreja sobre satanás e o mundo
(Efésios 6:12).
O objetivo da guerra espiritual não é destruir a satanás ou aos principados
e potestades, senão resgatar aqueles que estão debaixo do seu domínio,
rompendo todo tipo de atadura espiritual. A nossa atenção deve estar
centralizada nas pessoas e não no diabo. A motivação da guerra espiritual
não deve ser ódio a satanás, e sim pelo amor que temos as almas.
“Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar
firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que
lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados,
contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século,
contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais”.
Efésios 6:11,12
ARMADURA DO ESPIRITO SANTO
1. O Cinto da Verdade (6:14)
O cinto era essencial para manter as outras peças da armadura no lugar e para assegurar a
liberdade de movimento, segurando a longa túnica que os soldados usavam. A verdade aqui
mencionada é a verdade objetiva da Palavra de Deus. Deus quer que sejamos
completamente dominados e controlados pela verdade da Bíblia. É por causa de muitos
Cristão não estarem completamente compenetrados com a absoluta verdade e autoridade
final da Palavra de Deus que eles são ineficazes na batalha espiritual.
Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a
couraça da justiça; (Efésios 6:14)
Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para
corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente
instruído para toda a boa obra. (2Ti 3:16-17)
Visto como o seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo
conhecimento daquele que nos chamou pela sua glória e virtude; (2Pe 1:3)
2. A Couraça da Justiça (6:14)
O [coração e demais] órgãos vitais de cada soldado Romano eram protegidos pela
sua couraça. As pessoas necessitam de dois tipos de justiça que protegem seus
pensamentos, emoções e vontades:
a. "Justiça oriunda da salvação" que é nos dada no momento da conversão (Rom.
4:5). Esta é a justiça de Cristo, e é-nos imputada sem mérito da nossa parte, quando
confiamos em Cristo para o perdão dos nossos pecados.
b. "Justiça Pessoal" que se refere à justiça produzida nas nossas vidas pelo Espírito
Santo. Isto toma lugar na vida dum crente quando reconhece o seu
Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é
imputada como justiça. (Rom 4:5)
3. Sapatos do Evangelho da Paz (6:15)
Devemos ter os pés calçados na preparação do evangelho da paz. Isto fala da
prontidão, firmeza de pés, mobilidade e proteção que advêm de termos o evangelho
da paz.
O que nos assegura a vitória final sobre Satanás é que temos paz com Deus (Rom
5:1,2).
Portanto, podemos ficar firmes e inarredáveis porque nossos pés estão firmemente
seguros na nossa inabalável relação com Deus. E calçados os pés na preparação
do evangelho da paz; (Efé 6:15)
Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus
Cristo; Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos
firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. (Rom 5:2)
• 4. Escudo da Fé (6:16)
Isto fala, não da "fé para salvação" (pois essas pessoas já estão salvas), mas
de uma "fé viva", uma confiança nas promessas e no poder de Deus. A
principal arma de satanás é nos fazer duvidar da Palavra de Deus. É pela fé
em Deus e na Sua Palavra que somos capazes de lidar com quaisquer
artimanhas que satanás possa levantar no nosso caminho. Somente por tirar
nosso olhar de nós mesmos e voltá-lo para Deus, colocando nossa confiança
n´Ele tanto para a vida quanto para a morte e eternidade, confiando somente
na Sua Palavra de revelação e de promessa, é que é possível repelir a chuva
de mísseis inflamados de satanás.
5. Capacete da Salvação
Jesus salva! O capacete protege a cabeça; a salvação protege os pensamentos.
Jesus salva da escravidão do pecado. Não precisamos mais viver pensando em
coisas ruins, que levam ao pecado.
Passar mais tempo a pensar nas coisas de Deus. Rejeitar os pensamentos errados
e crer na salvação.
6. Espada do Espírito
A palavra de Deus é a espada do Espírito! A espada fere e
defende do inimigo; a palavra de Deus destrói o inimigo. O Espírito
Santo dá vida à palavra de Deus e lhe dá poder para derrotar o
inimigo.
Combater as mentiras e as tentações declarando as verdades da
Bíblia. Confie na palavra de Deus.
DOIS EXTREMOS NO CORPO DE CRISTO:
Nada é demônio
Tudo é demônio
▪ Quando fazemos de Satanás o centro de nossas atenções ele exulta, pois
é exatamente o que queria desde o início: usurpar o lugar do Senhor. Nem
que seja nas nossas atenções e em nossos pensamentos.
“Você, que dizia no seu coração: ‘Subirei aos céus; erguerei o meu trono
acima das estrelas de Deus; eu me assentarei no monte da assembléia, no
ponto mais elevado do monte santo. Subirei mais alto que as mais altas
nuvens; serei como o Altíssimo’.” (Is 14.13,14).
Onde a luz brilha as trevas se dissipam, valorizar o diabo em nossas
celebrações é diminuir Deus
Vê demônio em tudo
• Tentam ignora-lo, fingir que ele não existe, na esperança de que assim ele
desapareça.
• A maior mentira do diabo é ter convencido ao mundo de que ele não existe!
• Um exército não vence o inimigo ignorando suas táticas e maneiras de ataque
• O diabo age nas trevas, e quando desconhecemos o que diz respeito a ele,
estamos em trevas, no escuro, e aí ele pode nos pegar de surpresa.
• Satanás e os demônios são seres pessoais, que atuam sim nas esferas terrena
e celestial, militando contra a Igreja de Cristo. Creio em possessão demoníaca
▪ Não devemos adotar crenças baseadas apenas em experiências sobrenaturais
e palavras de demônios – Jo.8:44 – eles falam mentiras!
• Satanás é sim inimigo dos homens, adversário nosso, pois ele tem a
capacidade de nos sugerir que pequemos.
Não vê demônio em nada
NOÇÕES DO MUNDO ESPIRITUAL
EFÉSIOS 6:12,
1. Principados (grego Arche): espíritos governantes, magistrados, poderes, começo,
sendo que começo neste caso se refere ao tempo ou ordem;
2. Potestades (grego Exousia): autoridades que permitem ou impedem, poder
delegado;
3. Príncipes do mundo destas trevas(grego kosmokrator): governadores mundiais,
os senhores do mundo; vem de “kosmos”, isto é, “mundo” e “krator” que significa
governado;
4. Hostes espirituais da iniqüidade nas regiões celestes (grego Pneumatikos): vem da raiz
da palavra “pneuma”, que significa “espírito”, “poneria” significa
“iniquidade”, “depravação”, “maligno”, “atividade de natureza má”.
Exemplo da guerra travada nas regiões celestiais: Daniel 10:1-21.
Não podemos dar lugar ao diabo, nem precisamos
ficar desafiando ele, pelo contrario, o que a bíblia
ensina é que devemos resistir a ele e ele fugirá de
nós.
1Pedro 5:6-9; Tiago 4:7 e Efésios 6:10-18
MARAVILHADOS COM DEUS
• Não precisa ter medo do inimigo
• A bíblia fala mais de 300 vezes “não temais!”
• O diabo gosta de colocar medo nas pessoas
• Deus é todo poderoso! o diabo não.
• Deus tem um grande e poderoso exercito
• Quando nos colocamos do lado de Deus somos mais fortes
• Precisamos estar cientes do diabo, mas sobretudo, maravilhados com
Deus!
COMO SABER SE É UM DEMÔNIO OU APENAS
CIRCUNSTÂNCIA?
• Simplesmente perguntando a Deus! Ter comunhão com o Senhor e saber ouvir a sua voz.
▪ I Co. 12:10 – Deus nos dá discernimento de espíritos.
▪ Hb. 5:14 – Faculdade exercitada para discernir o bem e o mal,
Precisamos estar maravilhados com Deus! Nosso interesse maior deve ser conhecer mais e
mais ao nosso Pai, conhecer Seu caráter e obra, Seus pensamentos e caminhos. Se tivermos
muito conhecimento sobre o diabo e pouco a respeito de Deus, seremos derrotados!
(Oseias. 4:1,6; 6:3,6; 8:14)
Se soubermos quem é Deus, não teremos medo do inimigo.
“Com lisonjas corromperá aqueles que tiverem violado a aliança, mas o povo que conhece o
seu Deus resistirá com firmeza”. Daniel 11:32
AUTORIDADE DE JESUS
• Tentação de Jesus no deserto, as palavras de Cristo em Mt 4.10a são
absolutamente reveladoras: “Jesus lhe disse: Retire-se, Satanás!”
• Ao chegar a Gadara Jesus se depara com um endemoninhado Mc 5.10-12,
• Jesus veio desfazer as obras do diabo 1 João 3:8
• Jesus na sinagoga, manda: “Cale-se e saia dele!” Mateus 8.16 Luc 4:33-35
• Jesus nos dá autoridade Lucas 9:1
LEMBRETES IMPORTANTES:
• Orar antes de agir (não resolver nada sem orar)
• Ter uma vida de santidade
• Resistir ao inimigo e assumir posição de autoridade.
• Recebendo uma crítica, verificar se ela têm fundamento.
• Buscar discernimento da situação
• Nunca perder a fé, nem aceitar sentimentos de condenação.
• Preservar os relacionamentos à todo custo (Rom. 12:17 Ef. 4:3)
Porque estou certo de que, nem a morte, nem a
vida, nem os anjos, nem os principados, nem as
potestades, nem o presente, nem o porvir, Nem a
altura, nem a profundidade, nem alguma outra
criatura nos poderá separar do amor de Deus, que
está em Cristo Jesus nosso Senhor.
Romanos 8:38-39
COMO AGIR:
1- reafirme a sua posição em Cristo (EF 2:4-7)
2- ressalte a sua autoridade (LC 10:19)
3- resista ao diabo (1 PEDRO 5:8,9)
4- tome a posição de estar na proteção de Deus (EF 6:10; PV 18:10)
5- coloque a armadura de Deus (EF 6:13-17)
6- reconheça com humildade quem você é em Cristo
7- com autoridade repreenda as fortalezas existentes.
8- Declare versos de vitória dando glória a Deus (SL 44:3-8; 108:13).
“E alguns dos exorcistas judeus ambulantes tentavam invocar o nome do Senhor
Jesus sobre os que tinham espíritos malignos, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus a
quem Paulo prega.
Respondendo, porém, o espírito maligno, disse: Conheço a Jesus, e bem sei quem
é Paulo; mas vós quem sois?”
E foi isto notório a todos os que habitavam em Éfeso, tanto judeus como gregos; e
caiu temor sobre todos eles, e o nome do Senhor Jesus era engrandecido.”
Atos 19:13,15,17
Quando temos intimidade com Deus somos conhecidos
“Retiraram-se, pois, da presença do conselho, regozijando-se de
terem sido julgados dignos de padecer afronta pelo nome de Jesus.”
Atos 5:41
Devemos nos alegrar por passar dificuldades e lutas pelo nome de
Jesus.
GRATIDÃO

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf

4.a experiencia das disciplinas espirituais
4.a experiencia das disciplinas espirituais4.a experiencia das disciplinas espirituais
4.a experiencia das disciplinas espirituais
Jr Buzinely
 
O Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversosO Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversos
edbtr
 
Intercessão no gou
Intercessão no gouIntercessão no gou
Intercessão no gou
Marcos Dias
 
Curso de oração
Curso de oraçãoCurso de oração
Curso de oração
copydesign
 

Semelhante a Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf (20)

estudos 2.docx
estudos 2.docxestudos 2.docx
estudos 2.docx
 
4.a experiencia das disciplinas espirituais
4.a experiencia das disciplinas espirituais4.a experiencia das disciplinas espirituais
4.a experiencia das disciplinas espirituais
 
O Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversosO Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversos
 
O que é oração
O que é oraçãoO que é oração
O que é oração
 
SEMINÁRIO INTERCESSÃO E MISSÕES 05.pptx
SEMINÁRIO INTERCESSÃO E MISSÕES 05.pptxSEMINÁRIO INTERCESSÃO E MISSÕES 05.pptx
SEMINÁRIO INTERCESSÃO E MISSÕES 05.pptx
 
Intercessão e batalha espiritual
Intercessão e batalha espiritualIntercessão e batalha espiritual
Intercessão e batalha espiritual
 
Elementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosaElementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosa
 
A prece
A preceA prece
A prece
 
Oração
OraçãoOração
Oração
 
MODULO 4 ensino 03 04 formas
MODULO 4 ensino 03 04 formasMODULO 4 ensino 03 04 formas
MODULO 4 ensino 03 04 formas
 
Livro Preces Espíritas
Livro Preces EspíritasLivro Preces Espíritas
Livro Preces Espíritas
 
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEMPedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
Pedi e obtereis-Marcelo do N. Rodrigues-CEM
 
Slides do artigo da lucia
Slides do artigo da luciaSlides do artigo da lucia
Slides do artigo da lucia
 
ORAR PELO BRASIL
ORAR PELO BRASIL ORAR PELO BRASIL
ORAR PELO BRASIL
 
1.oração a respiração da alma- 21.01
1.oração a respiração da alma- 21.011.oração a respiração da alma- 21.01
1.oração a respiração da alma- 21.01
 
O Poder da Prece
O Poder da PreceO Poder da Prece
O Poder da Prece
 
Grandesoracoes pg
Grandesoracoes pgGrandesoracoes pg
Grandesoracoes pg
 
Intercessão no gou
Intercessão no gouIntercessão no gou
Intercessão no gou
 
Curso de oração
Curso de oraçãoCurso de oração
Curso de oração
 
Praticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oraçãoPraticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oração
 

Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf

  • 4. Uma conversa e um encontro com Deus. • Oração é uma prece ou reza dirigida a Deus ou a outro ser espiritual e que está integrada nos rituais de grande parte das religiões. • Trata-se de um ato religioso no qual o homem procura manter uma ligação com seres divinos através da súplica, da ação de graças, do louvor, da adoração, entre outros propósitos. • A oração pode ser feita de forma individual ou em grupo, em um meio público ou privado. Também pode seguir um modelo formal ou ser feita de forma espontânea.
  • 6. Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens; (1 Timóteo 2:1)
  • 7. • Súplicas: Pedir, clamar, implorar a Deus • Intercessão: Orar pelos outros • Ações de Graças (oração de gratidão): reconhecimento da bondade e do favor de Deus • Confissão: Admitir perante Deus o nosso pecado e culpa • Adoração: Glorificar a Deus por quem Ele é e pelo que Ele tem feito
  • 8. DO DEVER AO PRAZER Essas práticas geram experiências profundas e completas, precisamos reconhecer a reverência do louvor da Sua glória, a intimidade de encontrar Sua graça e luta de pedir Sua ajuda, e tudo isso pode nos levar a conhecer a realidade espiritual da Sua presença, por tanto orar é sobre relacionamento, reverência, intimidade, luta e realidade. APRENDA A ORAR ORANDO. Quanto mais orar, mais desejará orar!
  • 9. ORAÇÃO COMO PRIORIDADE • Muitas vezes o que é excelente não é fácil, por isso a oração deve ser uma das coisas mais difíceis do mundo. No entanto, admitir que orar é muito difícil pode ser encorajador. Você não esta só nessa luta. • Deixar de orar é violar uma regra religiosa e cristã e dificulta nossa intimidade com Deus. • Todos os desejos devem ser entregues a Deus em oração.
  • 10. “E, chegando, achou-os dormindo; e disse a Pedro: Simão, dormes? não podes vigiar uma hora? Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca”. Marcos 14:37,38
  • 11. A NECESSIDADE DA ORAÇÃO Imagine que você descobre uma doença grave e que para sobreviver você deve tomar um medicamento todos os dias, caso não tome você morre, a oração deve ser como esse medicamento, “se não orarmos juntos a Deus não sobreviveremos a tudo o que estamos enfrentando”. Timothy keller
  • 13. RELIGIÕES E ORAÇÃO • Muçulmanos oram cinco vezes ao dia - Salat é o nome que se dá às cinco orações diárias, obrigatórias, que são um elo direto entre o criador e as criaturas. Não é condição para o salat que haja uma autoridade hierárquica, como um pastor por exemplo. As orações coletivas podem ser guiadas por uma pessoa que conheça o Alcorão e escolhida pela comunidade. Nascer do sol, meio dia, por do sol, noite. • Judeus oram três vezes ao dia - As orações são executadas três vezes ao dia: de manhã, de tarde, e de noite. A tradição conecta cada uma delas a um dos patriarcas: a reza da manhã a Abraão, a da tarde a Isaac, e a da noite a Jacob. • Cristãos Depende muito da igreja e da doutrina. Como Cristãos somos chamados a ter uma vida de oração diária e constante, meditando na lei do Senhor dia e noite. 1 Tessalonicenses 5:18 Estudo mostra que 30% dos ateus oram “as vezes” e 17% das pessoas que não creem em Deus oram regularmente. Parece que existe um instinto humano de orar. Livro Oração, Timothy Keller
  • 14. O QUE É INTERCESSÃO?
  • 15. O dicionário Webster define intercessão como o ato de ser mediador, fazer uma petição fervorosa, ou orar em favor de outros. • Interceder é colocar-se no lugar de outro e pleitear a causa dele, como se fosse sua. • É estar entre Deus e os homens, a favor destes, tomando seu lugar e sentindo sua necessidade de tal maneira que luta em oração até a vitória na vida daquele por quem intercede. • É ver a necessidade da intervenção de Deus nas mais diversas situações.
  • 16. “Busquei entre eles um homem que tapasse o muro e se colocasse na brecha perante mim, a favor desta terra, para que eu não a destruísse: mas a ninguém achei”. (Ezequiel 22:30) O que estava o Senhor procurando?
  • 17. PORQUE O SENHOR NÃO MUDA AS CIRCUNSTÂNCIAS POR ELE MESMO?
  • 18. • Poderia o Deus todo poderoso transformar vidas, e acabar com todas as atrocidades no mundo com sua soberana força e poder? Claro! Mas ELE escolheu reconciliar as pessoas com Ele, através de nós. É um privilegio! • Através da intercessão Deus nos ensina: - o quanto somos dependentes Dele, - que através disso, Ele possa dividir conosco o Seu coração, tanto no sofrimento como na alegria. E também mostrando os Seus desejos em nossos corações, em relação ao Seu amor pelo perdido. “... Muito pode, por sua eficácia, a súplica de um justo” Tiago 5:16. Nossas orações podem mover as mãos de Deus e liberar o trabalho reconciliador do Espírito Santo. Essa é vontade de Deus.
  • 19. CARACTERÍSTICAS DE UM INTERCESSOR
  • 20. 1. Amor. Romanos 5:5, “Sem amor, não se pode orar”; 2. Identificação/ Empatia: sentir o que sente a pessoa por quem se ora. Essa identificação é o combustível para o seu amor. A empatia ajuda a entender a situação, que faz com que o intercessor ore com mais fervor. 3. Compaixão: Faz parte do amor divino. Esta compaixão de Deus que nos torna um verdadeiro intercessor. Compaixão é o amor de Deus em ação; (Êxodo 32:30-31) 4. Discernimento: É muito importante buscar discernimento, para orar com mais propriedade sobre aquela causa. As revelações que Deus dá sobre uma situação ou pessoa, não são para serem divulgadas, mas para orientar a intercessão. Se são boas, deve-se orar para que se manifestem. Se ruins, orar com o fim de impedir sua manifestação;
  • 21. 5. Peso: é ser carregado como um fardo, responsabilidade ou carga. Deve-se ter responsabilidade para orar, alguém conta com suas orações! 6. Ousadia: Hebreus 4:16, Provérbios 28:1. A intercessão exige coragem, disposição, fervor e ousadia. Ousadia diante de Deus e diante do inferno. A ousadia do cristão vem de Jesus (Efésios 3:12); 7. Autoridade: Habilidade ou força com que é revestido e o direito de exercer aquele poder. Ninguém pode exercer autoridade a menos que saiba quem é e que direitos tem em Cristo; (Lucas 9:1-6) 8. Perseverança: A oração intercessória requer constância, persistência, intensidade, perseverança; Abrão intercede pelos justos de Sodoma e Gomorra (Gênesis 18: 23-33) 9. Dores de parto: Gálatas 4:19, para que as realidades espirituais se manifestem no reino físico, primeiramente devem ser geradas no mundo espiritual. Antes que elas sejam materializadas no mundo visível, vêm à luz no mundo invisível.
  • 24. - Tenha um tempo de confissão de pecados, deixando que o Espírito Santo traga a sua mente pecados não confessados, e gere um arrependimento genuíno. SL 66:18, 139: 2-3. - Reconheça que você não pode orar sem a direção e energia do Espírito Santo de Deus. ROM 8:26. - Peça a Deus que controle todo o seu ser, através do poder do Espírito Santo. Rom 8:5, EF 5:18, HEB 11:6. - Morra para sua própria imaginação, desejos, e o que arde em seu coração; e o que você gostaria de orar. PROV 28:26-A; ISA 55;08, 2 COR 10:05.
  • 25. - Batalhe agressivamente contra o inimigo no nome de Jesus, e com a espada do Espírito. Marcos 16,17; Efésios 6:17 - Peça no temor do Senhor, que ELE fale ao teu coração e então, fale sem temor aquilo que ELE deu a você. - Agradeça com fé, pelo tempo maravilhoso que o Senhor vai te dar ouvindo a voz DELE. - Espere em silêncio, e em obediência e fé expresse o que estiver em sua mente. João 10;27. Espere até que você ouça tudo, sem ansiedade de prosseguir. - Sempre tenha a sua Bíblia em mãos. Para direção e confirmação daquilo que você estiver ouvindo. Salmos 119:105.
  • 26. TRÊS NÍVEIS DE INTERCESSÃO
  • 27. • Intercessão Básica Intercessão por situações que estão à vista e é necessária a intervenção de Deus. É simples. Intercede-se por famílias, igreja... ou qualquer outra situação que esteja fora de nosso alcance. • Intercessão Profética É quando se intercede para que aconteça o que Deus quer que aconteça. É o sacerdote, que vem diante de Deus, que conhece a Sua vontade e ora para que ela seja manifestada na terra. Neste nível o intercessor está conectado com Deus, tem os seus ouvidos nos céus e sua boca na terra. Ao relacionar-se com Deus, conhece-se a sua vontade. Pode interceder por uma região específica, cidade ou país para assim trazer para a terra este desejo de vê-lo manifestado.
  • 28. • Intercessão apostólica É aquela onde arranca e destrói as obras das trevas, planta e edifica a obra de Deus. A intercessão apostólica traz reforma, tem revelação, visão. É uma intercessão estratégica. Ao interceder por uma região, cidade ou país de maneira eficaz e necessária para este lugar. É conhecer os alvos daquilo que é necessário atacar nas regiões celestiais. Casas se abrirão, pregarão a Palavra. Geralmente é feito intercessão e guerra espiritual. Intercessores apostólicos são abridores de caminhos. Um chamado para a intercessão apostólica: II Coríntios 2:12; Efésios 6:18-19; Colossenses 4:2-4.
  • 30. O grande equívoco que nós, cristãos, cometemos, é achar que Deus e o Diabo estão numa batalha espiritual em pé de igualdade.
  • 31. “Porque, andando na carne, não militamos segundo a carne. Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas”; (2 Coríntios 10:3,4)
  • 32. Guerra espiritual é uma confrontação de poderes espirituais, onde Deus manifesta a Sua soberania através da igreja sobre satanás e o mundo (Efésios 6:12). O objetivo da guerra espiritual não é destruir a satanás ou aos principados e potestades, senão resgatar aqueles que estão debaixo do seu domínio, rompendo todo tipo de atadura espiritual. A nossa atenção deve estar centralizada nas pessoas e não no diabo. A motivação da guerra espiritual não deve ser ódio a satanás, e sim pelo amor que temos as almas.
  • 33.
  • 34. “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais”. Efésios 6:11,12
  • 35.
  • 36. ARMADURA DO ESPIRITO SANTO 1. O Cinto da Verdade (6:14) O cinto era essencial para manter as outras peças da armadura no lugar e para assegurar a liberdade de movimento, segurando a longa túnica que os soldados usavam. A verdade aqui mencionada é a verdade objetiva da Palavra de Deus. Deus quer que sejamos completamente dominados e controlados pela verdade da Bíblia. É por causa de muitos Cristão não estarem completamente compenetrados com a absoluta verdade e autoridade final da Palavra de Deus que eles são ineficazes na batalha espiritual. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; (Efésios 6:14) Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra. (2Ti 3:16-17) Visto como o seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento daquele que nos chamou pela sua glória e virtude; (2Pe 1:3)
  • 37. 2. A Couraça da Justiça (6:14) O [coração e demais] órgãos vitais de cada soldado Romano eram protegidos pela sua couraça. As pessoas necessitam de dois tipos de justiça que protegem seus pensamentos, emoções e vontades: a. "Justiça oriunda da salvação" que é nos dada no momento da conversão (Rom. 4:5). Esta é a justiça de Cristo, e é-nos imputada sem mérito da nossa parte, quando confiamos em Cristo para o perdão dos nossos pecados. b. "Justiça Pessoal" que se refere à justiça produzida nas nossas vidas pelo Espírito Santo. Isto toma lugar na vida dum crente quando reconhece o seu Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça. (Rom 4:5)
  • 38. 3. Sapatos do Evangelho da Paz (6:15) Devemos ter os pés calçados na preparação do evangelho da paz. Isto fala da prontidão, firmeza de pés, mobilidade e proteção que advêm de termos o evangelho da paz. O que nos assegura a vitória final sobre Satanás é que temos paz com Deus (Rom 5:1,2). Portanto, podemos ficar firmes e inarredáveis porque nossos pés estão firmemente seguros na nossa inabalável relação com Deus. E calçados os pés na preparação do evangelho da paz; (Efé 6:15) Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. (Rom 5:2)
  • 39. • 4. Escudo da Fé (6:16) Isto fala, não da "fé para salvação" (pois essas pessoas já estão salvas), mas de uma "fé viva", uma confiança nas promessas e no poder de Deus. A principal arma de satanás é nos fazer duvidar da Palavra de Deus. É pela fé em Deus e na Sua Palavra que somos capazes de lidar com quaisquer artimanhas que satanás possa levantar no nosso caminho. Somente por tirar nosso olhar de nós mesmos e voltá-lo para Deus, colocando nossa confiança n´Ele tanto para a vida quanto para a morte e eternidade, confiando somente na Sua Palavra de revelação e de promessa, é que é possível repelir a chuva de mísseis inflamados de satanás.
  • 40. 5. Capacete da Salvação Jesus salva! O capacete protege a cabeça; a salvação protege os pensamentos. Jesus salva da escravidão do pecado. Não precisamos mais viver pensando em coisas ruins, que levam ao pecado. Passar mais tempo a pensar nas coisas de Deus. Rejeitar os pensamentos errados e crer na salvação.
  • 41. 6. Espada do Espírito A palavra de Deus é a espada do Espírito! A espada fere e defende do inimigo; a palavra de Deus destrói o inimigo. O Espírito Santo dá vida à palavra de Deus e lhe dá poder para derrotar o inimigo. Combater as mentiras e as tentações declarando as verdades da Bíblia. Confie na palavra de Deus.
  • 42. DOIS EXTREMOS NO CORPO DE CRISTO: Nada é demônio Tudo é demônio
  • 43. ▪ Quando fazemos de Satanás o centro de nossas atenções ele exulta, pois é exatamente o que queria desde o início: usurpar o lugar do Senhor. Nem que seja nas nossas atenções e em nossos pensamentos. “Você, que dizia no seu coração: ‘Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima das estrelas de Deus; eu me assentarei no monte da assembléia, no ponto mais elevado do monte santo. Subirei mais alto que as mais altas nuvens; serei como o Altíssimo’.” (Is 14.13,14). Onde a luz brilha as trevas se dissipam, valorizar o diabo em nossas celebrações é diminuir Deus Vê demônio em tudo
  • 44. • Tentam ignora-lo, fingir que ele não existe, na esperança de que assim ele desapareça. • A maior mentira do diabo é ter convencido ao mundo de que ele não existe! • Um exército não vence o inimigo ignorando suas táticas e maneiras de ataque • O diabo age nas trevas, e quando desconhecemos o que diz respeito a ele, estamos em trevas, no escuro, e aí ele pode nos pegar de surpresa. • Satanás e os demônios são seres pessoais, que atuam sim nas esferas terrena e celestial, militando contra a Igreja de Cristo. Creio em possessão demoníaca ▪ Não devemos adotar crenças baseadas apenas em experiências sobrenaturais e palavras de demônios – Jo.8:44 – eles falam mentiras! • Satanás é sim inimigo dos homens, adversário nosso, pois ele tem a capacidade de nos sugerir que pequemos. Não vê demônio em nada
  • 45. NOÇÕES DO MUNDO ESPIRITUAL EFÉSIOS 6:12, 1. Principados (grego Arche): espíritos governantes, magistrados, poderes, começo, sendo que começo neste caso se refere ao tempo ou ordem; 2. Potestades (grego Exousia): autoridades que permitem ou impedem, poder delegado; 3. Príncipes do mundo destas trevas(grego kosmokrator): governadores mundiais, os senhores do mundo; vem de “kosmos”, isto é, “mundo” e “krator” que significa governado; 4. Hostes espirituais da iniqüidade nas regiões celestes (grego Pneumatikos): vem da raiz da palavra “pneuma”, que significa “espírito”, “poneria” significa “iniquidade”, “depravação”, “maligno”, “atividade de natureza má”. Exemplo da guerra travada nas regiões celestiais: Daniel 10:1-21.
  • 46. Não podemos dar lugar ao diabo, nem precisamos ficar desafiando ele, pelo contrario, o que a bíblia ensina é que devemos resistir a ele e ele fugirá de nós. 1Pedro 5:6-9; Tiago 4:7 e Efésios 6:10-18
  • 47. MARAVILHADOS COM DEUS • Não precisa ter medo do inimigo • A bíblia fala mais de 300 vezes “não temais!” • O diabo gosta de colocar medo nas pessoas • Deus é todo poderoso! o diabo não. • Deus tem um grande e poderoso exercito • Quando nos colocamos do lado de Deus somos mais fortes • Precisamos estar cientes do diabo, mas sobretudo, maravilhados com Deus!
  • 48. COMO SABER SE É UM DEMÔNIO OU APENAS CIRCUNSTÂNCIA? • Simplesmente perguntando a Deus! Ter comunhão com o Senhor e saber ouvir a sua voz. ▪ I Co. 12:10 – Deus nos dá discernimento de espíritos. ▪ Hb. 5:14 – Faculdade exercitada para discernir o bem e o mal, Precisamos estar maravilhados com Deus! Nosso interesse maior deve ser conhecer mais e mais ao nosso Pai, conhecer Seu caráter e obra, Seus pensamentos e caminhos. Se tivermos muito conhecimento sobre o diabo e pouco a respeito de Deus, seremos derrotados! (Oseias. 4:1,6; 6:3,6; 8:14) Se soubermos quem é Deus, não teremos medo do inimigo. “Com lisonjas corromperá aqueles que tiverem violado a aliança, mas o povo que conhece o seu Deus resistirá com firmeza”. Daniel 11:32
  • 49. AUTORIDADE DE JESUS • Tentação de Jesus no deserto, as palavras de Cristo em Mt 4.10a são absolutamente reveladoras: “Jesus lhe disse: Retire-se, Satanás!” • Ao chegar a Gadara Jesus se depara com um endemoninhado Mc 5.10-12, • Jesus veio desfazer as obras do diabo 1 João 3:8 • Jesus na sinagoga, manda: “Cale-se e saia dele!” Mateus 8.16 Luc 4:33-35 • Jesus nos dá autoridade Lucas 9:1
  • 50. LEMBRETES IMPORTANTES: • Orar antes de agir (não resolver nada sem orar) • Ter uma vida de santidade • Resistir ao inimigo e assumir posição de autoridade. • Recebendo uma crítica, verificar se ela têm fundamento. • Buscar discernimento da situação • Nunca perder a fé, nem aceitar sentimentos de condenação. • Preservar os relacionamentos à todo custo (Rom. 12:17 Ef. 4:3)
  • 51. Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor. Romanos 8:38-39
  • 52. COMO AGIR: 1- reafirme a sua posição em Cristo (EF 2:4-7) 2- ressalte a sua autoridade (LC 10:19) 3- resista ao diabo (1 PEDRO 5:8,9) 4- tome a posição de estar na proteção de Deus (EF 6:10; PV 18:10) 5- coloque a armadura de Deus (EF 6:13-17) 6- reconheça com humildade quem você é em Cristo 7- com autoridade repreenda as fortalezas existentes. 8- Declare versos de vitória dando glória a Deus (SL 44:3-8; 108:13).
  • 53. “E alguns dos exorcistas judeus ambulantes tentavam invocar o nome do Senhor Jesus sobre os que tinham espíritos malignos, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus a quem Paulo prega. Respondendo, porém, o espírito maligno, disse: Conheço a Jesus, e bem sei quem é Paulo; mas vós quem sois?” E foi isto notório a todos os que habitavam em Éfeso, tanto judeus como gregos; e caiu temor sobre todos eles, e o nome do Senhor Jesus era engrandecido.” Atos 19:13,15,17 Quando temos intimidade com Deus somos conhecidos
  • 54. “Retiraram-se, pois, da presença do conselho, regozijando-se de terem sido julgados dignos de padecer afronta pelo nome de Jesus.” Atos 5:41 Devemos nos alegrar por passar dificuldades e lutas pelo nome de Jesus.