SlideShare uma empresa Scribd logo
A LEITURA DO LIVRO ILUSTRADO E LIVRO-IMAGEM:
DA CRIAÇÃO AO LEITOR E SUAS RELAÇÕES ENTRE TEXTO,
IMAGEM E SUPORTE
Andréa Rodrigues Dalcin
Qual é a ideia de literatura
infantil que direciona todo o
processo de criação?
Como os autores
pensam as crianças
ao criarem suas
obras?
Pensa-se na criança ou no adulto que
será o primeiro interlocutor entre o livro
e a criança?
Objetivo da pesquisa:
• Conhecer o processo de
criação dos livros de
literatura infantil pela visão
do autor e ilustrador Odilon
Moraes. Sobre o autor:
Nascido em 1966, em
São Paulo, Odilon
cursou arquitetura, mas
sua paixão por livros e
desenhos o levou a
trabalhar com ilustração
de livros em 1989.
Pedro e Lua (2010)
A princesinha medrosa
(2002)
O presente (2010)
"O presente“, livro de Odilon
Moraes, narra uma memória de
infância comum à maioria dos
brasileiros: a relação com o futebol.
Na história, um menino é convidado
para uma "pelada" com os amigos
logo após assistir, pela televisão, à
derrota do Brasil na Copa do
Mundo. Com um gol de placa, ele
abranda a decepção que sentira ao
ver a seleção ser desclassificada.
Belo retrato sobre os sentimentos
que o esporte suscita, este é mais do
que um livro sobre o futebol.
O menino Pedro é fascinado pelos mistérios da noite e
das estrelas e fica encantado quando descobre, nos
livros, que a Lua que ilumina a noite é um satélite feito
de pedra, e que o seu próprio nome significa "o de
pedra". O personagem passa a achar, então, que as
pedras que encontra por aí são fragmentos lunares e,
em companhia de sua tartaruga de estimação, chamada
Lua, vai inventando toda uma cosmologia particular.
Anos 90 e literatura
infantil
• O Brasil é homenageado na Feira do Livro Infantil de Bolonha;
• À procura de identidade nacional na literatura infantil;
• Mudanças na perspectiva criativa;
• Mudanças também para o consumidor (leitor).
“Essas mudanças colocam o leitor em contato com
livros que delineiam a cultura brasileira e sua história
[...]. A inventividade e a complexidade do ato leitor
se transformam, pois além de decodificar palavras,
ler com fluência e/ou ler imagens descoladas da
escrita, torna-se necessário estabelecer relações com
outros conhecimentos para que se compreenda o
lido em sua essência.” (DALCIN, 2012, p.7)
O leitor
De acordo com Sophie Van Der Linden, autora do
livro Para Ler o Livro Ilustrado (2011), este foi o
período em que se “assiste ao surgimento de iniciativas
editoriais inovadoras que concedem ao livro ilustrado
contemporâneo toda a sua amplitude” (LINDEN,
2011, apud DALCIN, 2012, p. 7).
Século XXI
• Globalização, interatividade e tecnologia;
• Maior frequência da literatura no cinema;
• Expansão da literatura infantil pelo mundo;
• E-book, um novo suporte.
O processo
criativo
“O processo de criação de um livro envolve, para além do aspecto material,
da foto que trouxe inspiração e do rascunho produzido, à reelaboração de
um evento entremeado por outros acontecimentos, pois conforme Moraes
(2011), toda e qualquer experiência humana é singular, se entrecruza com a
evolução de sua espécie e aflora situações vividas que farão parte da
criação.” (DALCIN, 2012, p.11)
O processo de criação de “Pedro e Lua” foi demorado
e traz, em sua essência, episódios nos quais alguns
“acasos” foram determinantes em sua construção.
“O Presente” nasceu quase como um “soluço” e,
literalmente, foi criado de um dia para outro.
Já “A Princesinha Medrosa”, não contava com um
final. Mas a atitude de Catarina – filha de um casal
amigo – trouxe ternura e acolhimento ao autor sendo
uma ação determinante para um final feliz.
Livro ilustrado
(picturebook) e
livro-imagem
O fato do livro-imagem não apresentar
palavras, não implica na ausência de
discurso. Percebe-se a “importância do
tempo de cada acontecimento dentro de
uma sequência clara de ações delineadas
pela imagem que comunica movimento e
fluxo do tempo” (DALCIN, 2012, p. 11).
O livro ilustrado é considerado “[...] não
apenas um objeto cujas mensagens
contribuem para produção de sentido, mas
um conjunto coerente de interações entre
textos, imagens e suportes” (LINDEN,
2011, p. 9).
Odilon Moraes rompe com
alguns paradigmas da literatura
infantil ao escrever para
perguntar, seus livros surgem
para interrogar tanto crianças
como adultos com temas
inimagináveis.
“A literatura infantil atinge o estatuto
de arte literária e se distancia de sua
origem comprometida com a
pedagogia, quando apresenta textos de
valor artístico a seus pequenos
leitores.” (ZILBERMAN, 2003, p. 26
apud SAMORI, 2011, p. 48).
Quanto à literatura infantil...
“A literatura infantil foi o lugar que
acolheu um grande número de
experiências poéticas extraídas da relação
da palavra com a imagem.” (MORAES,
2009, apud DALCIN, 2012)
Referências:
DALCIN, Andréa Rodrigues. A leitura do livro ilustrado e livro imagem: da criação ao
leitor e suas relações entre texto, imagem e suporte. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA EM
EDUCAÇÃO DA REGIÃO SUL – ANPED SUL, 9., 2012, Caxias do Sul, RS. Anais...
Caxias do Sul, 2012.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a A leitura do livro ilustrado e livro-imagem

Vo lduclasoares a
Vo lduclasoares aVo lduclasoares a
Vo lduclasoares a
isaurasabino
 
Atenção sou um adolescente
Atenção sou um adolescenteAtenção sou um adolescente
Atenção sou um adolescente
Read for fun 7b Read for fun 7b
 
Tessituras literatura infantil
Tessituras   literatura infantilTessituras   literatura infantil
Tessituras literatura infantil
Ana Paula Cecato
 
A leitura e sua relação
A leitura e sua relaçãoA leitura e sua relação
A leitura e sua relação
Lilian Miranda
 
leitura-e-literatura-na-infancia.ppt
leitura-e-literatura-na-infancia.pptleitura-e-literatura-na-infancia.ppt
leitura-e-literatura-na-infancia.ppt
SoniaMaia18
 
A importância da literatura na educação infantil
A importância da literatura na educação infantilA importância da literatura na educação infantil
A importância da literatura na educação infantil
Keilita Igor Fabrine
 
Livros e Infância
Livros e InfânciaLivros e Infância
Livros e Infância
educadores
 
Sugestão de leitura - livros 2011
Sugestão de leitura - livros 2011Sugestão de leitura - livros 2011
Sugestão de leitura - livros 2011
Sistema Municipal de Bibliotecas
 
A escolarização da literatura infantil e juvenil completo
A escolarização da literatura infantil e juvenil completoA escolarização da literatura infantil e juvenil completo
A escolarização da literatura infantil e juvenil completo
Geruza Duarte
 
Porque (não) ler best sellers na escola
Porque (não) ler best sellers na escolaPorque (não) ler best sellers na escola
Porque (não) ler best sellers na escola
Cassia Motta
 
Meu tcc
Meu tccMeu tcc
Texto aula 10 cursino crianças pequenas e os livros
Texto aula 10 cursino crianças pequenas e os livrosTexto aula 10 cursino crianças pequenas e os livros
Texto aula 10 cursino crianças pequenas e os livros
Liana Pereira Borba
 
Literatura infantil.narrativa
Literatura infantil.narrativaLiteratura infantil.narrativa
Literatura infantil.narrativa
Ana Paula Cecato
 
A CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO
A CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃOA CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO
A CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO
Jusemara
 
Boletim Informativo 1
Boletim Informativo 1Boletim Informativo 1
Boletim Informativo 1
Gracinda Maria Pinto
 
[Livrosparatodos.net].maria.jose.palo.literatura.infantil.voz.de.crianca
[Livrosparatodos.net].maria.jose.palo.literatura.infantil.voz.de.crianca[Livrosparatodos.net].maria.jose.palo.literatura.infantil.voz.de.crianca
[Livrosparatodos.net].maria.jose.palo.literatura.infantil.voz.de.crianca
Ariane Mafra
 
Congresso Internacional de Promoção da Leitura - Notas soltas
Congresso Internacional de Promoção da Leitura - Notas soltasCongresso Internacional de Promoção da Leitura - Notas soltas
Congresso Internacional de Promoção da Leitura - Notas soltas
Carlos Pinheiro
 
Atps lite (2)
Atps lite (2)Atps lite (2)
Atps lite (2)
Hosana Souza
 
No reino da maré, letramento
No reino da maré, letramentoNo reino da maré, letramento
No reino da maré, letramento
Juliana Figueiredo
 
A literatura infantil na escola
A literatura infantil na escolaA literatura infantil na escola
A literatura infantil na escola
UESPI - PI
 

Semelhante a A leitura do livro ilustrado e livro-imagem (20)

Vo lduclasoares a
Vo lduclasoares aVo lduclasoares a
Vo lduclasoares a
 
Atenção sou um adolescente
Atenção sou um adolescenteAtenção sou um adolescente
Atenção sou um adolescente
 
Tessituras literatura infantil
Tessituras   literatura infantilTessituras   literatura infantil
Tessituras literatura infantil
 
A leitura e sua relação
A leitura e sua relaçãoA leitura e sua relação
A leitura e sua relação
 
leitura-e-literatura-na-infancia.ppt
leitura-e-literatura-na-infancia.pptleitura-e-literatura-na-infancia.ppt
leitura-e-literatura-na-infancia.ppt
 
A importância da literatura na educação infantil
A importância da literatura na educação infantilA importância da literatura na educação infantil
A importância da literatura na educação infantil
 
Livros e Infância
Livros e InfânciaLivros e Infância
Livros e Infância
 
Sugestão de leitura - livros 2011
Sugestão de leitura - livros 2011Sugestão de leitura - livros 2011
Sugestão de leitura - livros 2011
 
A escolarização da literatura infantil e juvenil completo
A escolarização da literatura infantil e juvenil completoA escolarização da literatura infantil e juvenil completo
A escolarização da literatura infantil e juvenil completo
 
Porque (não) ler best sellers na escola
Porque (não) ler best sellers na escolaPorque (não) ler best sellers na escola
Porque (não) ler best sellers na escola
 
Meu tcc
Meu tccMeu tcc
Meu tcc
 
Texto aula 10 cursino crianças pequenas e os livros
Texto aula 10 cursino crianças pequenas e os livrosTexto aula 10 cursino crianças pequenas e os livros
Texto aula 10 cursino crianças pequenas e os livros
 
Literatura infantil.narrativa
Literatura infantil.narrativaLiteratura infantil.narrativa
Literatura infantil.narrativa
 
A CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO
A CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃOA CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO
A CONTRIBUIÇÃO DOS CLÁSSICOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO
 
Boletim Informativo 1
Boletim Informativo 1Boletim Informativo 1
Boletim Informativo 1
 
[Livrosparatodos.net].maria.jose.palo.literatura.infantil.voz.de.crianca
[Livrosparatodos.net].maria.jose.palo.literatura.infantil.voz.de.crianca[Livrosparatodos.net].maria.jose.palo.literatura.infantil.voz.de.crianca
[Livrosparatodos.net].maria.jose.palo.literatura.infantil.voz.de.crianca
 
Congresso Internacional de Promoção da Leitura - Notas soltas
Congresso Internacional de Promoção da Leitura - Notas soltasCongresso Internacional de Promoção da Leitura - Notas soltas
Congresso Internacional de Promoção da Leitura - Notas soltas
 
Atps lite (2)
Atps lite (2)Atps lite (2)
Atps lite (2)
 
No reino da maré, letramento
No reino da maré, letramentoNo reino da maré, letramento
No reino da maré, letramento
 
A literatura infantil na escola
A literatura infantil na escolaA literatura infantil na escola
A literatura infantil na escola
 

Mais de Fernanda Maite dos Passos

The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
Fernanda Maite dos Passos
 
The Imp of the Perverse
The Imp of the PerverseThe Imp of the Perverse
The Imp of the Perverse
Fernanda Maite dos Passos
 
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth YearAnalysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Fernanda Maite dos Passos
 
HAIKU
HAIKUHAIKU
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
Fernanda Maite dos Passos
 
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no BrasilOs estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Fernanda Maite dos Passos
 
Micro stories , microfiction, flash fictions
Micro stories , microfiction, flash fictionsMicro stories , microfiction, flash fictions
Micro stories , microfiction, flash fictions
Fernanda Maite dos Passos
 
What can you do
What can you doWhat can you do
What can you do
Fernanda Maite dos Passos
 
A formação dos estudos culturais
A formação dos estudos culturaisA formação dos estudos culturais
A formação dos estudos culturais
Fernanda Maite dos Passos
 
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e GuaramirimA crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
Fernanda Maite dos Passos
 
Diário de viagem e diário pessoal
Diário de viagem e diário pessoalDiário de viagem e diário pessoal
Diário de viagem e diário pessoal
Fernanda Maite dos Passos
 
Pablo Neruda
Pablo NerudaPablo Neruda
Gênero diário
Gênero diárioGênero diário
Gênero diário
Fernanda Maite dos Passos
 
Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
  Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais  Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
Fernanda Maite dos Passos
 
Horror Fiction
Horror FictionHorror Fiction
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursivaMiniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Fernanda Maite dos Passos
 
Ham on Rye: Charles Bukowski
Ham on Rye: Charles BukowskiHam on Rye: Charles Bukowski
Ham on Rye: Charles Bukowski
Fernanda Maite dos Passos
 
Línguas Românicas contemporâneas
Línguas Românicas contemporâneas Línguas Românicas contemporâneas
Línguas Românicas contemporâneas
Fernanda Maite dos Passos
 
Reformas ortográficas no Brasil
Reformas ortográficas no BrasilReformas ortográficas no Brasil
Reformas ortográficas no Brasil
Fernanda Maite dos Passos
 
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimentoA importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
Fernanda Maite dos Passos
 

Mais de Fernanda Maite dos Passos (20)

The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
 
The Imp of the Perverse
The Imp of the PerverseThe Imp of the Perverse
The Imp of the Perverse
 
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth YearAnalysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
 
HAIKU
HAIKUHAIKU
HAIKU
 
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
 
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no BrasilOs estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
 
Micro stories , microfiction, flash fictions
Micro stories , microfiction, flash fictionsMicro stories , microfiction, flash fictions
Micro stories , microfiction, flash fictions
 
What can you do
What can you doWhat can you do
What can you do
 
A formação dos estudos culturais
A formação dos estudos culturaisA formação dos estudos culturais
A formação dos estudos culturais
 
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e GuaramirimA crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
 
Diário de viagem e diário pessoal
Diário de viagem e diário pessoalDiário de viagem e diário pessoal
Diário de viagem e diário pessoal
 
Pablo Neruda
Pablo NerudaPablo Neruda
Pablo Neruda
 
Gênero diário
Gênero diárioGênero diário
Gênero diário
 
Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
  Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais  Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
 
Horror Fiction
Horror FictionHorror Fiction
Horror Fiction
 
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursivaMiniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
 
Ham on Rye: Charles Bukowski
Ham on Rye: Charles BukowskiHam on Rye: Charles Bukowski
Ham on Rye: Charles Bukowski
 
Línguas Românicas contemporâneas
Línguas Românicas contemporâneas Línguas Românicas contemporâneas
Línguas Românicas contemporâneas
 
Reformas ortográficas no Brasil
Reformas ortográficas no BrasilReformas ortográficas no Brasil
Reformas ortográficas no Brasil
 
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimentoA importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
 

A leitura do livro ilustrado e livro-imagem

  • 1. A LEITURA DO LIVRO ILUSTRADO E LIVRO-IMAGEM: DA CRIAÇÃO AO LEITOR E SUAS RELAÇÕES ENTRE TEXTO, IMAGEM E SUPORTE Andréa Rodrigues Dalcin
  • 2. Qual é a ideia de literatura infantil que direciona todo o processo de criação? Como os autores pensam as crianças ao criarem suas obras? Pensa-se na criança ou no adulto que será o primeiro interlocutor entre o livro e a criança?
  • 3. Objetivo da pesquisa: • Conhecer o processo de criação dos livros de literatura infantil pela visão do autor e ilustrador Odilon Moraes. Sobre o autor: Nascido em 1966, em São Paulo, Odilon cursou arquitetura, mas sua paixão por livros e desenhos o levou a trabalhar com ilustração de livros em 1989.
  • 4. Pedro e Lua (2010) A princesinha medrosa (2002) O presente (2010)
  • 5. "O presente“, livro de Odilon Moraes, narra uma memória de infância comum à maioria dos brasileiros: a relação com o futebol. Na história, um menino é convidado para uma "pelada" com os amigos logo após assistir, pela televisão, à derrota do Brasil na Copa do Mundo. Com um gol de placa, ele abranda a decepção que sentira ao ver a seleção ser desclassificada. Belo retrato sobre os sentimentos que o esporte suscita, este é mais do que um livro sobre o futebol.
  • 6. O menino Pedro é fascinado pelos mistérios da noite e das estrelas e fica encantado quando descobre, nos livros, que a Lua que ilumina a noite é um satélite feito de pedra, e que o seu próprio nome significa "o de pedra". O personagem passa a achar, então, que as pedras que encontra por aí são fragmentos lunares e, em companhia de sua tartaruga de estimação, chamada Lua, vai inventando toda uma cosmologia particular.
  • 7. Anos 90 e literatura infantil • O Brasil é homenageado na Feira do Livro Infantil de Bolonha; • À procura de identidade nacional na literatura infantil; • Mudanças na perspectiva criativa; • Mudanças também para o consumidor (leitor).
  • 8. “Essas mudanças colocam o leitor em contato com livros que delineiam a cultura brasileira e sua história [...]. A inventividade e a complexidade do ato leitor se transformam, pois além de decodificar palavras, ler com fluência e/ou ler imagens descoladas da escrita, torna-se necessário estabelecer relações com outros conhecimentos para que se compreenda o lido em sua essência.” (DALCIN, 2012, p.7) O leitor
  • 9. De acordo com Sophie Van Der Linden, autora do livro Para Ler o Livro Ilustrado (2011), este foi o período em que se “assiste ao surgimento de iniciativas editoriais inovadoras que concedem ao livro ilustrado contemporâneo toda a sua amplitude” (LINDEN, 2011, apud DALCIN, 2012, p. 7).
  • 10. Século XXI • Globalização, interatividade e tecnologia; • Maior frequência da literatura no cinema; • Expansão da literatura infantil pelo mundo; • E-book, um novo suporte.
  • 12. “O processo de criação de um livro envolve, para além do aspecto material, da foto que trouxe inspiração e do rascunho produzido, à reelaboração de um evento entremeado por outros acontecimentos, pois conforme Moraes (2011), toda e qualquer experiência humana é singular, se entrecruza com a evolução de sua espécie e aflora situações vividas que farão parte da criação.” (DALCIN, 2012, p.11)
  • 13. O processo de criação de “Pedro e Lua” foi demorado e traz, em sua essência, episódios nos quais alguns “acasos” foram determinantes em sua construção. “O Presente” nasceu quase como um “soluço” e, literalmente, foi criado de um dia para outro. Já “A Princesinha Medrosa”, não contava com um final. Mas a atitude de Catarina – filha de um casal amigo – trouxe ternura e acolhimento ao autor sendo uma ação determinante para um final feliz.
  • 14. Livro ilustrado (picturebook) e livro-imagem O fato do livro-imagem não apresentar palavras, não implica na ausência de discurso. Percebe-se a “importância do tempo de cada acontecimento dentro de uma sequência clara de ações delineadas pela imagem que comunica movimento e fluxo do tempo” (DALCIN, 2012, p. 11). O livro ilustrado é considerado “[...] não apenas um objeto cujas mensagens contribuem para produção de sentido, mas um conjunto coerente de interações entre textos, imagens e suportes” (LINDEN, 2011, p. 9).
  • 15. Odilon Moraes rompe com alguns paradigmas da literatura infantil ao escrever para perguntar, seus livros surgem para interrogar tanto crianças como adultos com temas inimagináveis. “A literatura infantil atinge o estatuto de arte literária e se distancia de sua origem comprometida com a pedagogia, quando apresenta textos de valor artístico a seus pequenos leitores.” (ZILBERMAN, 2003, p. 26 apud SAMORI, 2011, p. 48). Quanto à literatura infantil...
  • 16. “A literatura infantil foi o lugar que acolheu um grande número de experiências poéticas extraídas da relação da palavra com a imagem.” (MORAES, 2009, apud DALCIN, 2012)
  • 17. Referências: DALCIN, Andréa Rodrigues. A leitura do livro ilustrado e livro imagem: da criação ao leitor e suas relações entre texto, imagem e suporte. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO DA REGIÃO SUL – ANPED SUL, 9., 2012, Caxias do Sul, RS. Anais... Caxias do Sul, 2012.