SlideShare uma empresa Scribd logo
GÊNERO DIÁRIO
Carolina Evelyn, Diego
Petry, Fernanda Maitê,
Fernanda Maria, Léia e
Luiz Gustavo.
OBJETIVOS:
Específico:
Fazer com que o aluno do 9º
reconheça o diário como um
gênero de texto.
Gerais:
 Apresentar as características
comuns do gênero, sua
importância e modalidades;
 Sensibilizar o aluno e fazê-lo
refletir sobre o filme O Diário
de Anne Frank (2009);
 Proporcionar o interesse pela
leitura de diários e a produção
de seus próprios relatos
pessoais.
CARACTERÍSTICAS DO GÊNERO
 Subjetivo e confessional;
 Pessoal ou de viagem;
 Apresenta livremente as modalidades clássicas de redação, como
descrição, narração e dissertação;
 Quem emite, é também quem recebe;
 Uso de expressões como “depois”, “mais tarde”, “então”, etc.
O diário pode se tornar um importante e
valoroso documento histórico, tendo vista que
pode retratar uma determinada época ou
mesmo registrar fatos do dia a dia de uma
pessoa que faz ou fez parte da sociedade.
O DIÁRIO DE ANNE FRANK
País: Inglaterra
Gênero: Drama
Ano de produção: 2009
Duração: 150 Min.
Censura: 14 anos
Direção: Jon Jones
ATIVIDADE AVALIATIVA
Produção textual
Com o que foi aprendido acerca
do gênero diário, os alunos terão
que colocar no papel suas
reflexões surgidas durante o
filme. A apresentação oral não é
necessária, mas o material
produzido deve ser entregue ao
professor.
Aspectos a serem analisados:
 Temática – 2,5
 Adequação ao gênero – 2,5
 Marcas de autoria – 2,5
 Convenções da escrita – 2,5
RECURSOS
 Folhas;
 Livros exemplares;
 Projetor e computador para a exibição do filme.
CRONOGRAMA:
1ª aula (45 min) Apresentação do gênero
- características, diferenças entre o diário pessoal e o de viagem e
exemplos.
2ª, 3ª, 4ª e 5ª aula (3h) Exibição do filme O Diário de Anne Frank
(2009)
- durante os intervalos da “programação”, espera-se que os alunos
comecem a produzir suas reflexões.
OBS: necessário duas aulas e meia para reprodução do filme.
6ª aula (45 min) Entrega dos trabalhos e exposição oral

Mais conteúdo relacionado

Mais de Fernanda Maite dos Passos

The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
Fernanda Maite dos Passos
 
The Imp of the Perverse
The Imp of the PerverseThe Imp of the Perverse
The Imp of the Perverse
Fernanda Maite dos Passos
 
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth YearAnalysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Fernanda Maite dos Passos
 
HAIKU
HAIKUHAIKU
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
Fernanda Maite dos Passos
 
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no BrasilOs estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Fernanda Maite dos Passos
 
Micro stories , microfiction, flash fictions
Micro stories , microfiction, flash fictionsMicro stories , microfiction, flash fictions
Micro stories , microfiction, flash fictions
Fernanda Maite dos Passos
 
What can you do
What can you doWhat can you do
What can you do
Fernanda Maite dos Passos
 
A formação dos estudos culturais
A formação dos estudos culturaisA formação dos estudos culturais
A formação dos estudos culturais
Fernanda Maite dos Passos
 
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e GuaramirimA crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
Fernanda Maite dos Passos
 
Diário de viagem e diário pessoal
Diário de viagem e diário pessoalDiário de viagem e diário pessoal
Diário de viagem e diário pessoal
Fernanda Maite dos Passos
 
Pablo Neruda
Pablo NerudaPablo Neruda
Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
  Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais  Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
Fernanda Maite dos Passos
 
Horror Fiction
Horror FictionHorror Fiction
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursivaMiniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Fernanda Maite dos Passos
 
Ham on Rye: Charles Bukowski
Ham on Rye: Charles BukowskiHam on Rye: Charles Bukowski
Ham on Rye: Charles Bukowski
Fernanda Maite dos Passos
 
Línguas Românicas contemporâneas
Línguas Românicas contemporâneas Línguas Românicas contemporâneas
Línguas Românicas contemporâneas
Fernanda Maite dos Passos
 
Reformas ortográficas no Brasil
Reformas ortográficas no BrasilReformas ortográficas no Brasil
Reformas ortográficas no Brasil
Fernanda Maite dos Passos
 
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimentoA importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
Fernanda Maite dos Passos
 
O que é um fanzine?
O que é um fanzine?O que é um fanzine?
O que é um fanzine?
Fernanda Maite dos Passos
 

Mais de Fernanda Maite dos Passos (20)

The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
 
The Imp of the Perverse
The Imp of the PerverseThe Imp of the Perverse
The Imp of the Perverse
 
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth YearAnalysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
 
HAIKU
HAIKUHAIKU
HAIKU
 
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
 
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no BrasilOs estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
 
Micro stories , microfiction, flash fictions
Micro stories , microfiction, flash fictionsMicro stories , microfiction, flash fictions
Micro stories , microfiction, flash fictions
 
What can you do
What can you doWhat can you do
What can you do
 
A formação dos estudos culturais
A formação dos estudos culturaisA formação dos estudos culturais
A formação dos estudos culturais
 
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e GuaramirimA crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
 
Diário de viagem e diário pessoal
Diário de viagem e diário pessoalDiário de viagem e diário pessoal
Diário de viagem e diário pessoal
 
Pablo Neruda
Pablo NerudaPablo Neruda
Pablo Neruda
 
Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
  Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais  Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
 
Horror Fiction
Horror FictionHorror Fiction
Horror Fiction
 
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursivaMiniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
 
Ham on Rye: Charles Bukowski
Ham on Rye: Charles BukowskiHam on Rye: Charles Bukowski
Ham on Rye: Charles Bukowski
 
Línguas Românicas contemporâneas
Línguas Românicas contemporâneas Línguas Românicas contemporâneas
Línguas Românicas contemporâneas
 
Reformas ortográficas no Brasil
Reformas ortográficas no BrasilReformas ortográficas no Brasil
Reformas ortográficas no Brasil
 
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimentoA importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
 
O que é um fanzine?
O que é um fanzine?O que é um fanzine?
O que é um fanzine?
 

Último

the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
Manuais Formação
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
MariaFatima425285
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Acrópole - História & Educação
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Luana Neres
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manualUFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
UFCD_8298_Cozinha criativa_índice do manual
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
 
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da AlemanhaUnificação da Itália e a formação da Alemanha
Unificação da Itália e a formação da Alemanha
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
Aula 2 - 6º HIS - Formas de registro da história e da produção do conheciment...
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docxPROPOSTA CURRICULAR  EDUCACAO FISICA.docx
PROPOSTA CURRICULAR EDUCACAO FISICA.docx
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 

Gênero diário

  • 1. GÊNERO DIÁRIO Carolina Evelyn, Diego Petry, Fernanda Maitê, Fernanda Maria, Léia e Luiz Gustavo.
  • 2. OBJETIVOS: Específico: Fazer com que o aluno do 9º reconheça o diário como um gênero de texto. Gerais:  Apresentar as características comuns do gênero, sua importância e modalidades;  Sensibilizar o aluno e fazê-lo refletir sobre o filme O Diário de Anne Frank (2009);  Proporcionar o interesse pela leitura de diários e a produção de seus próprios relatos pessoais.
  • 3. CARACTERÍSTICAS DO GÊNERO  Subjetivo e confessional;  Pessoal ou de viagem;  Apresenta livremente as modalidades clássicas de redação, como descrição, narração e dissertação;  Quem emite, é também quem recebe;  Uso de expressões como “depois”, “mais tarde”, “então”, etc.
  • 4. O diário pode se tornar um importante e valoroso documento histórico, tendo vista que pode retratar uma determinada época ou mesmo registrar fatos do dia a dia de uma pessoa que faz ou fez parte da sociedade.
  • 5. O DIÁRIO DE ANNE FRANK País: Inglaterra Gênero: Drama Ano de produção: 2009 Duração: 150 Min. Censura: 14 anos Direção: Jon Jones
  • 6. ATIVIDADE AVALIATIVA Produção textual Com o que foi aprendido acerca do gênero diário, os alunos terão que colocar no papel suas reflexões surgidas durante o filme. A apresentação oral não é necessária, mas o material produzido deve ser entregue ao professor. Aspectos a serem analisados:  Temática – 2,5  Adequação ao gênero – 2,5  Marcas de autoria – 2,5  Convenções da escrita – 2,5
  • 7. RECURSOS  Folhas;  Livros exemplares;  Projetor e computador para a exibição do filme.
  • 8. CRONOGRAMA: 1ª aula (45 min) Apresentação do gênero - características, diferenças entre o diário pessoal e o de viagem e exemplos. 2ª, 3ª, 4ª e 5ª aula (3h) Exibição do filme O Diário de Anne Frank (2009) - durante os intervalos da “programação”, espera-se que os alunos comecem a produzir suas reflexões. OBS: necessário duas aulas e meia para reprodução do filme. 6ª aula (45 min) Entrega dos trabalhos e exposição oral

Notas do Editor

  1. O diário é um registro de ideias e opiniões sobre a realidade que nos cerca, expressa sentimentos de uma maneira geral, bem como registra fatos ocorridos no cotidiano. Narrado na primeira pessoa do singular ou do plural. Verbos no presente (simples e contínuo) e no passado. Composto por fotografias, ilustrações e outros elementos. Uso de expressões como “depois”, “mais tarde”, “então”, etc.
  2. O diário é um registro de ideias e opiniões sobre a realidade que nos cerca, expressa sentimentos de uma maneira geral, bem como registra fatos ocorridos no cotidiano.