SlideShare uma empresa Scribd logo
Equipe:
Bruna T. Florindo
Débora C. Vargas
Fernanda M. dos Passos
Lucas Amorim
Lucas Mendes
Luiz Gustavo Retzlaff
Luiza Cunha
Sara Isabel Kunz
The making of the English Working Class,
(1963), de Edward P. Thompson,
Culture and Society, 1780 – 1950 (1958), de
Raymond Williams, e
The Uses of Literacy (1957), de Richard Hoggart,
“Esses trabalhos rejeitavam
não só o elitismo da alta cultura
e da grande tradição, mas
também o marxismo
reducionista, entendido como
a determinação forte pela
economia” (GREEN, apud
CEVASCO, 2003, p. 61).
os Estudos Culturais
começaram com a
Educação para Adultos,
e não com livros.
Worker’s Educational Association:
organização de esquerda de ensino
democrático e de luta por uma cultura em
comum.
WEA: Workers’
Educational
Association
• Organização de esquerda para a educação de
trabalhadores;
• Edward P. Thompson; Raymond Williams;
Richard Hoggart foram professores na
organização;
• Após a 2° guerra, chegou a ter 90 mil adultos
matriculados;
• Idealizava construir uma nova consciência social
que incluísse a classe trabalhadora como um
todo;
WEA: Workers’
Educational
Association
A posição teórica dos Estudos
Culturais se difere por pensar
arte e sociedade juntas.
Além disso, discute-
se sobre o marxismo
cultural, que reduz a
cultura à uma
consequência
econômica.
1934: Mulheres em
uma fábrica de latas
em Kent, no Reino
Unido.
1962:
Campbell's Soup Cans,
por Andy Warhol.
Com os Estudos Culturais,
busca-se expandir o conceito
de cultura e transformar os
processos de aculturação
abrangentes.
A formação dos estudos culturais
Este centro buscava se
afastar das tarefas
habituais dos intelectuais
tradicionais.
Edward P. Thompson, um
dos fundadores do Centro,
em um protesto nos anos
80.
Estudos Culturais passou a ser uma
disciplina institucionalizada com
ligação a movimentos e grupos
sociais.
Os Estudos Culturais se situam em quatro
disciplinas: Estudos Culturais das Mídias,
História, Sociologia e Inglês.
- Inglês: interesse nas formas populares da
cultura.
- História: história dos de baixo, oral e
memória popular.
- Sociologia: etnografia e subculturas.
O intuito disso era fazer uma crítica
engajada da tradição de cultura e
sociedade, estabelecer ligações
orgânicas do trabalho intelectual com
grupos sociais. Para Antonio Gramsci
todas as pessoas são intelectuais,
entretanto, nem todos exercem a
função de intelectual na sociedade
(2003, p.74)
Para finalizar, CAVASCO (2003, p.78) diz
que:
''É em meio as revoluções imaginárias de
conflitos reais aos estudos culturais
passam de prática radical a mais uma
entre as diferentes disciplinas
acadêmicas, com suas peculiaridades e
inclinações, onde ainda ressoam os ecos
dos primeiros impulsos fundadores.''
CEVASCO, Maria Elza. As Dez Lições
Sobre Estudos Culturais. São Paulo:
Boitempo, 2003.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a A formação dos estudos culturais

O anarquismo, Edgar rodrigues. Na escola, no teatro e na poesia.pdf
O anarquismo, Edgar rodrigues.  Na escola, no teatro e na poesia.pdfO anarquismo, Edgar rodrigues.  Na escola, no teatro e na poesia.pdf
O anarquismo, Edgar rodrigues. Na escola, no teatro e na poesia.pdf
fperacontato
 
Cempi – aula antropologia cultural 1
Cempi – aula antropologia cultural  1Cempi – aula antropologia cultural  1
Cempi – aula antropologia cultural 1
Geani Pedrosa
 
Antropologia e cultura
Antropologia e culturaAntropologia e cultura
Antropologia e cultura
Salomao Lucio Dos Santos
 
Historia da Educação na Primeira Metade do Seculo XX
Historia da Educação na Primeira Metade do Seculo XXHistoria da Educação na Primeira Metade do Seculo XX
Historia da Educação na Primeira Metade do Seculo XX
Joselaine
 
Capítulo 2 - Padrões, Normas e Culturas
Capítulo 2 - Padrões, Normas e CulturasCapítulo 2 - Padrões, Normas e Culturas
Capítulo 2 - Padrões, Normas e Culturas
Marcos Antonio Grigorio de Figueiredo
 
Althusser, Gramsci e Bourdieu
Althusser, Gramsci e BourdieuAlthusser, Gramsci e Bourdieu
HistoriaGlobal.pdf
HistoriaGlobal.pdfHistoriaGlobal.pdf
HistoriaGlobal.pdf
Augusto Pinto
 
Estudos culturais ana carolina escosteguy (Willian)
Estudos culturais ana carolina escosteguy (Willian)Estudos culturais ana carolina escosteguy (Willian)
Estudos culturais ana carolina escosteguy (Willian)
Leandro Lopes
 
Teocom 17marçO10 Cultural Studies
Teocom 17marçO10 Cultural StudiesTeocom 17marçO10 Cultural Studies
Teocom 17marçO10 Cultural Studies
Omec
 
Multiculturalismo (1)
Multiculturalismo (1)Multiculturalismo (1)
Multiculturalismo (1)
Luiz Dias
 
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
firminomaissociologiafilosofia2019
 
Teoria Critica da Educação
Teoria Critica da EducaçãoTeoria Critica da Educação
Teoria Critica da Educação
Solange Soares
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
Aline Corso
 
TC - Estudos Culturais
TC - Estudos CulturaisTC - Estudos Culturais
TC - Estudos Culturais
UNIP. Universidade Paulista
 
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptxtcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
JooVictorBarroso2
 
Alta cultura, cultura popular, cultura de massa
Alta cultura, cultura popular, cultura de massaAlta cultura, cultura popular, cultura de massa
Alta cultura, cultura popular, cultura de massa
Aline Corso
 
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
Péricles Penuel
 
Conceitos básicos / Autores Clássicos
Conceitos básicos  /  Autores ClássicosConceitos básicos  /  Autores Clássicos
Conceitos básicos / Autores Clássicos
Paula Meyer Piagentini
 
6.Estudos_Culturais
6.Estudos_Culturais6.Estudos_Culturais
6.Estudos_Culturais
André Bonotto
 
Nova história cultural
Nova história culturalNova história cultural
Nova história cultural
André Augusto da Fonseca
 

Semelhante a A formação dos estudos culturais (20)

O anarquismo, Edgar rodrigues. Na escola, no teatro e na poesia.pdf
O anarquismo, Edgar rodrigues.  Na escola, no teatro e na poesia.pdfO anarquismo, Edgar rodrigues.  Na escola, no teatro e na poesia.pdf
O anarquismo, Edgar rodrigues. Na escola, no teatro e na poesia.pdf
 
Cempi – aula antropologia cultural 1
Cempi – aula antropologia cultural  1Cempi – aula antropologia cultural  1
Cempi – aula antropologia cultural 1
 
Antropologia e cultura
Antropologia e culturaAntropologia e cultura
Antropologia e cultura
 
Historia da Educação na Primeira Metade do Seculo XX
Historia da Educação na Primeira Metade do Seculo XXHistoria da Educação na Primeira Metade do Seculo XX
Historia da Educação na Primeira Metade do Seculo XX
 
Capítulo 2 - Padrões, Normas e Culturas
Capítulo 2 - Padrões, Normas e CulturasCapítulo 2 - Padrões, Normas e Culturas
Capítulo 2 - Padrões, Normas e Culturas
 
Althusser, Gramsci e Bourdieu
Althusser, Gramsci e BourdieuAlthusser, Gramsci e Bourdieu
Althusser, Gramsci e Bourdieu
 
HistoriaGlobal.pdf
HistoriaGlobal.pdfHistoriaGlobal.pdf
HistoriaGlobal.pdf
 
Estudos culturais ana carolina escosteguy (Willian)
Estudos culturais ana carolina escosteguy (Willian)Estudos culturais ana carolina escosteguy (Willian)
Estudos culturais ana carolina escosteguy (Willian)
 
Teocom 17marçO10 Cultural Studies
Teocom 17marçO10 Cultural StudiesTeocom 17marçO10 Cultural Studies
Teocom 17marçO10 Cultural Studies
 
Multiculturalismo (1)
Multiculturalismo (1)Multiculturalismo (1)
Multiculturalismo (1)
 
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
ANTROPOLOGIA: CIÊNCIA DA ALTERIDADE.
 
Teoria Critica da Educação
Teoria Critica da EducaçãoTeoria Critica da Educação
Teoria Critica da Educação
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
TC - Estudos Culturais
TC - Estudos CulturaisTC - Estudos Culturais
TC - Estudos Culturais
 
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptxtcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
tcestudosculturais-150401100449-conversion-gate01.pptx
 
Alta cultura, cultura popular, cultura de massa
Alta cultura, cultura popular, cultura de massaAlta cultura, cultura popular, cultura de massa
Alta cultura, cultura popular, cultura de massa
 
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
 
Conceitos básicos / Autores Clássicos
Conceitos básicos  /  Autores ClássicosConceitos básicos  /  Autores Clássicos
Conceitos básicos / Autores Clássicos
 
6.Estudos_Culturais
6.Estudos_Culturais6.Estudos_Culturais
6.Estudos_Culturais
 
Nova história cultural
Nova história culturalNova história cultural
Nova história cultural
 

Mais de Fernanda Maite dos Passos

The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
Fernanda Maite dos Passos
 
The Imp of the Perverse
The Imp of the PerverseThe Imp of the Perverse
The Imp of the Perverse
Fernanda Maite dos Passos
 
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth YearAnalysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Fernanda Maite dos Passos
 
HAIKU
HAIKUHAIKU
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
Fernanda Maite dos Passos
 
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no BrasilOs estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Fernanda Maite dos Passos
 
Micro stories , microfiction, flash fictions
Micro stories , microfiction, flash fictionsMicro stories , microfiction, flash fictions
Micro stories , microfiction, flash fictions
Fernanda Maite dos Passos
 
What can you do
What can you doWhat can you do
What can you do
Fernanda Maite dos Passos
 
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e GuaramirimA crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
Fernanda Maite dos Passos
 
Diário de viagem e diário pessoal
Diário de viagem e diário pessoalDiário de viagem e diário pessoal
Diário de viagem e diário pessoal
Fernanda Maite dos Passos
 
Pablo Neruda
Pablo NerudaPablo Neruda
Gênero diário
Gênero diárioGênero diário
Gênero diário
Fernanda Maite dos Passos
 
Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
  Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais  Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
Fernanda Maite dos Passos
 
Horror Fiction
Horror FictionHorror Fiction
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursivaMiniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Fernanda Maite dos Passos
 
Ham on Rye: Charles Bukowski
Ham on Rye: Charles BukowskiHam on Rye: Charles Bukowski
Ham on Rye: Charles Bukowski
Fernanda Maite dos Passos
 
Línguas Românicas contemporâneas
Línguas Românicas contemporâneas Línguas Românicas contemporâneas
Línguas Românicas contemporâneas
Fernanda Maite dos Passos
 
Reformas ortográficas no Brasil
Reformas ortográficas no BrasilReformas ortográficas no Brasil
Reformas ortográficas no Brasil
Fernanda Maite dos Passos
 
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimentoA importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
Fernanda Maite dos Passos
 
O que é um fanzine?
O que é um fanzine?O que é um fanzine?
O que é um fanzine?
Fernanda Maite dos Passos
 

Mais de Fernanda Maite dos Passos (20)

The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
The Jelly-Bean (F. Scott Fitzgerald)
 
The Imp of the Perverse
The Imp of the PerverseThe Imp of the Perverse
The Imp of the Perverse
 
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth YearAnalysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
Analysis: On this Day I Complete my Thirty-Sixth Year
 
HAIKU
HAIKUHAIKU
HAIKU
 
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
ANÁLISE: TRIBOS E TRIBUNAIS (ENGENHEIROS DO HAWAII)
 
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no BrasilOs estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
Os estudos da linguagem e o ensino de LP no Brasil
 
Micro stories , microfiction, flash fictions
Micro stories , microfiction, flash fictionsMicro stories , microfiction, flash fictions
Micro stories , microfiction, flash fictions
 
What can you do
What can you doWhat can you do
What can you do
 
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e GuaramirimA crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
A crença de aprender inglês em escola pública de Joinville e Guaramirim
 
Diário de viagem e diário pessoal
Diário de viagem e diário pessoalDiário de viagem e diário pessoal
Diário de viagem e diário pessoal
 
Pablo Neruda
Pablo NerudaPablo Neruda
Pablo Neruda
 
Gênero diário
Gênero diárioGênero diário
Gênero diário
 
Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
  Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais  Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
Orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais
 
Horror Fiction
Horror FictionHorror Fiction
Horror Fiction
 
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursivaMiniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
Miniconto: experiências pedagógicas em outra dimensão discursiva
 
Ham on Rye: Charles Bukowski
Ham on Rye: Charles BukowskiHam on Rye: Charles Bukowski
Ham on Rye: Charles Bukowski
 
Línguas Românicas contemporâneas
Línguas Românicas contemporâneas Línguas Românicas contemporâneas
Línguas Românicas contemporâneas
 
Reformas ortográficas no Brasil
Reformas ortográficas no BrasilReformas ortográficas no Brasil
Reformas ortográficas no Brasil
 
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimentoA importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
A importância da linguagem para a aquisição do conhecimento
 
O que é um fanzine?
O que é um fanzine?O que é um fanzine?
O que é um fanzine?
 

Último

Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 

A formação dos estudos culturais

  • 1. Equipe: Bruna T. Florindo Débora C. Vargas Fernanda M. dos Passos Lucas Amorim Lucas Mendes Luiz Gustavo Retzlaff Luiza Cunha Sara Isabel Kunz
  • 2. The making of the English Working Class, (1963), de Edward P. Thompson, Culture and Society, 1780 – 1950 (1958), de Raymond Williams, e The Uses of Literacy (1957), de Richard Hoggart,
  • 3. “Esses trabalhos rejeitavam não só o elitismo da alta cultura e da grande tradição, mas também o marxismo reducionista, entendido como a determinação forte pela economia” (GREEN, apud CEVASCO, 2003, p. 61).
  • 4. os Estudos Culturais começaram com a Educação para Adultos, e não com livros.
  • 5. Worker’s Educational Association: organização de esquerda de ensino democrático e de luta por uma cultura em comum.
  • 6. WEA: Workers’ Educational Association • Organização de esquerda para a educação de trabalhadores; • Edward P. Thompson; Raymond Williams; Richard Hoggart foram professores na organização; • Após a 2° guerra, chegou a ter 90 mil adultos matriculados; • Idealizava construir uma nova consciência social que incluísse a classe trabalhadora como um todo;
  • 8. A posição teórica dos Estudos Culturais se difere por pensar arte e sociedade juntas.
  • 9. Além disso, discute- se sobre o marxismo cultural, que reduz a cultura à uma consequência econômica. 1934: Mulheres em uma fábrica de latas em Kent, no Reino Unido. 1962: Campbell's Soup Cans, por Andy Warhol.
  • 10. Com os Estudos Culturais, busca-se expandir o conceito de cultura e transformar os processos de aculturação abrangentes.
  • 12. Este centro buscava se afastar das tarefas habituais dos intelectuais tradicionais. Edward P. Thompson, um dos fundadores do Centro, em um protesto nos anos 80.
  • 13. Estudos Culturais passou a ser uma disciplina institucionalizada com ligação a movimentos e grupos sociais.
  • 14. Os Estudos Culturais se situam em quatro disciplinas: Estudos Culturais das Mídias, História, Sociologia e Inglês. - Inglês: interesse nas formas populares da cultura. - História: história dos de baixo, oral e memória popular. - Sociologia: etnografia e subculturas.
  • 15. O intuito disso era fazer uma crítica engajada da tradição de cultura e sociedade, estabelecer ligações orgânicas do trabalho intelectual com grupos sociais. Para Antonio Gramsci todas as pessoas são intelectuais, entretanto, nem todos exercem a função de intelectual na sociedade (2003, p.74)
  • 16. Para finalizar, CAVASCO (2003, p.78) diz que: ''É em meio as revoluções imaginárias de conflitos reais aos estudos culturais passam de prática radical a mais uma entre as diferentes disciplinas acadêmicas, com suas peculiaridades e inclinações, onde ainda ressoam os ecos dos primeiros impulsos fundadores.''
  • 17. CEVASCO, Maria Elza. As Dez Lições Sobre Estudos Culturais. São Paulo: Boitempo, 2003.