SlideShare uma empresa Scribd logo
Ética e ReligiãoÉtica e Religião
AcadêmicosAcadêmicos
 Lizete Juste PantaleãoLizete Juste Pantaleão
 Suzane Rodrigues RomeroSuzane Rodrigues Romero
 Osana da SilvaOsana da Silva
 Aline MartinsAline Martins
 Adilson RibasAdilson Ribas
·· Moral: latim: costumes, conduta.Moral: latim: costumes, conduta.
· Ética: grego: costumes, conduta, caráter.· Ética: grego: costumes, conduta, caráter.
Etimologicamente as palavras possuem o mesmoEtimologicamente as palavras possuem o mesmo
significado; porém, conceitualmente diferem:significado; porém, conceitualmente diferem:
·· MoralMoral: conjunto de regras indicadoras do bem a ser feito e: conjunto de regras indicadoras do bem a ser feito e
do mal a ser evitado, para que a sociedade viva emdo mal a ser evitado, para que a sociedade viva em
harmonia e o indivíduo encontre a felicidade.harmonia e o indivíduo encontre a felicidade.
·· Ética:Ética: e a discussão, o debate, sobre as regras; a análisee a discussão, o debate, sobre as regras; a análise
dos princípios que reagem a moral. É a filosofia da moral.dos princípios que reagem a moral. É a filosofia da moral.
Praticamente existe dificuldade em distinguir a moral daPraticamente existe dificuldade em distinguir a moral da
religião.religião.
Em primeiro lugar, por causa da opinião popular que julgaEm primeiro lugar, por causa da opinião popular que julga
que a religião é a mesma coisa que moral.que a religião é a mesma coisa que moral.
Em segundo lugar, por causa da íntima relação entreEm segundo lugar, por causa da íntima relação entre
ambas.ambas.
Sendo a religião “um protesto contra a miséria real”, impõeSendo a religião “um protesto contra a miséria real”, impõe
ao homem uma conduta moral ou uma passividade dianteao homem uma conduta moral ou uma passividade diante
das injustiças na esperança de receber como prêmio adas injustiças na esperança de receber como prêmio a
felicidade na vida futura (foi justamente neste sentido quefelicidade na vida futura (foi justamente neste sentido que
Marx denominou a religião “ópio do povo” e a colocou entreMarx denominou a religião “ópio do povo” e a colocou entre
as grandes alienações humanas, ao lado da alienaçãoas grandes alienações humanas, ao lado da alienação
filosófica e política), ou de combate às injustiças como algofilosófica e política), ou de combate às injustiças como algo
que se opõe ao plano de Deus sobre o mundo, como vemque se opõe ao plano de Deus sobre o mundo, como vem
ensinando o cristianismo pós-conciliar, mais conformeensinando o cristianismo pós-conciliar, mais conforme
suas origens.suas origens.
Assim o cristianismo que, durante séculos, ofereceu oAssim o cristianismo que, durante séculos, ofereceu o
fundamento moral aos sistemas econômico-sociaisfundamento moral aos sistemas econômico-sociais
dominantes (escravidão, feudalismo, capitalismo), vê surgirdominantes (escravidão, feudalismo, capitalismo), vê surgir
em seu seio, nos tempos modernos, pelo menos a partir daem seu seio, nos tempos modernos, pelo menos a partir da
Rerum Novarum de Leão XIII (1891), uma tendência que oRerum Novarum de Leão XIII (1891), uma tendência que o
leva a solidarizar-se com as forças que lutam para aleva a solidarizar-se com as forças que lutam para a
transformação do mundo.transformação do mundo.
Em terceiro lugar, as morais que regem a conduta da maioria dasEm terceiro lugar, as morais que regem a conduta da maioria das
pessoas são religiosas.pessoas são religiosas.
Nas religiões politeístas encontramos a moral unida à religião.Nas religiões politeístas encontramos a moral unida à religião.
Nas religiões superiores, monoteístas (chinesa, hindu, judaica,Nas religiões superiores, monoteístas (chinesa, hindu, judaica,
muçulmana, cristã) o dever moral é concebido muitas vezes comomuçulmana, cristã) o dever moral é concebido muitas vezes como
serviço a Deus, a religião ordena a observância da moral.serviço a Deus, a religião ordena a observância da moral.
Contudo, moral e religião são coisas diferentes. As religiões nãoContudo, moral e religião são coisas diferentes. As religiões não
apresentam um sistema de moral, mas limitam-se apenas a imprimirapresentam um sistema de moral, mas limitam-se apenas a imprimir
certas orientações a vida.certas orientações a vida.
De outro lado, a moral não tem sua origem na religião, mas é anteriorDe outro lado, a moral não tem sua origem na religião, mas é anterior
a ela. Durante milhares de anos, o homema ela. Durante milhares de anos, o homem primitivo viveu semprimitivo viveu sem
religião, mas não sem algumas normas morais.religião, mas não sem algumas normas morais.
Estamos vivendo um momento de intensa religiosidade.Estamos vivendo um momento de intensa religiosidade.
Após o fenômeno da secularização surgem novosApós o fenômeno da secularização surgem novos
movimentos religiosos. As religiões tradicionais ganhammovimentos religiosos. As religiões tradicionais ganham
novo vigor.novo vigor.
O que é religiosidade popular?O que é religiosidade popular?
 Assim se chama o conjunto das diversasAssim se chama o conjunto das diversas
tradições religiosas que animam a fé do povo.tradições religiosas que animam a fé do povo.
São tradições muito difundidas e de longaSão tradições muito difundidas e de longa
permanência: rosário ou terço, missa na 1ªpermanência: rosário ou terço, missa na 1ª
sexta feira do mês, missa de sétimo dia,sexta feira do mês, missa de sétimo dia,
promessas, novenas, peregrinações, etc.promessas, novenas, peregrinações, etc.
Religião é um conjunto de crenças e filosofias que sãoReligião é um conjunto de crenças e filosofias que são
seguidas, formando diferentes pensamentos. Cadaseguidas, formando diferentes pensamentos. Cada
religião tem suas diferenças quanto a alguns aspectos,religião tem suas diferenças quanto a alguns aspectos,
porém a grande maioria se assemelha em acreditarporém a grande maioria se assemelha em acreditar
em algo ou alguém do plano superior e na vida após aem algo ou alguém do plano superior e na vida após a
morte. Entre a grande quantidade de religiõesmorte. Entre a grande quantidade de religiões
existentes hoje no mundo, existem aquelas que seexistentes hoje no mundo, existem aquelas que se
sobressaem e conseguem conquistar um grandesobressaem e conseguem conquistar um grande
número de fiéis.número de fiéis. São:São:
CRISTIANISMO-: É a maior religião do mundo, com cerca de
2.106.962.000 de seguidores. É monoteísta e se baseia na vida
e nos ensinamentos de Jesus de Nazaré.
ISLAMISMO-: Possui aproximadamente 1.283.424.000 fiéis, é a
segunda religião mais praticada no mundo. Além disso, é também
um sistema que monitora a política, a economia e a vida social.
BUDISMOBUDISMO--:: Com aproximadamente 375.440.000 fiéis,Com aproximadamente 375.440.000 fiéis,
ocupa o quinto lugar. É uma religião e uma filosofia que seocupa o quinto lugar. É uma religião e uma filosofia que se
espelham na vida de Buda. Este não deixou nada escrito,espelham na vida de Buda. Este não deixou nada escrito,
porém seus discípulos escreveram acerca de suasporém seus discípulos escreveram acerca de suas
realizações e ensinamentos para que seus posteriores fiéisrealizações e ensinamentos para que seus posteriores fiéis
pudessem conhecê-lo.pudessem conhecê-lo.
HINDUÍSMO - Com cerca de 851.291.000 fiéis, é a terceira
maior religião e a mais velha do mundo. A religião se baseia em
textos como os Vedas, os Puranas, o Mahabharata e o
Ramayama.
Testemunhas de Jeová-
1.104.8861.104.886
Para elas, é de importância vital que suas crenças se baseiem na
Ateísmo-
Em 2008 48% da Europa não acredita em Deus.
56% da Europa entre os 15 e 24 anos de idade não acredita em
Deus.
74% do Reino Unido não acredita num Deus pessoal.
Religião ou Crença Nº de seguidores noReligião ou Crença Nº de seguidores no
BrasilBrasil
Igreja Batista-Igreja Batista- 3.162.6913.162.691
Igreja Luterana-Igreja Luterana- 1.062.1451.062.145
Igreja Presbiteriana-Igreja Presbiteriana- 981.064981.064
Igreja Metodista-Igreja Metodista- 340.963340.963
Assembléia de Deus-Assembléia de Deus- 8.418.1408.418.140
Congregação Cristã do Brasil-Congregação Cristã do Brasil- 2.489.1132.489.113
Igreja Universal do Reino de Deus-Igreja Universal do Reino de Deus- 2.101.8872.101.887
Igreja do Evangelho Quadrangular-Igreja do Evangelho Quadrangular- 1.318.8051.318.805
Igreja Deus é Amor-Igreja Deus é Amor- 774.830774.830
Penteconstais / Neopentecostais-Penteconstais / Neopentecostais- 2.514.5322.514.532
Igreja Adventista do Sétimo Dia-Igreja Adventista do Sétimo Dia- 1.209.8421.209.842
JudaísmoJudaísmo-- 86.82586.825
Igreja Adventista do Sétimo Dia-Igreja Adventista do Sétimo Dia- 1.209.8421.209.842
MórmonsMórmons-- 199.645199.645
Espiritismo-Espiritismo- 2.262.4012.262.401
Umbanda-Umbanda- 397.431397.431
CandombléCandomblé--127.582127.582
Igreja Messiânica-Igreja Messiânica- 109.310109.310
JudaísmoJudaísmo-- 86.82586.825
Tradições esotéricas-Tradições esotéricas- 58.44558.445
Crenças Indígenas-Crenças Indígenas- 17.08817.088
Orientais (bahaísmo, hare krishna,Orientais (bahaísmo, hare krishna, hinduísmohinduísmo,,
taoísmotaoísmo,, xintoísmo, seicho-no-iêxintoísmo, seicho-no-iê)- 52.507)- 52.507
Outras religiões-Outras religiões- 41.37341.373
Sem declaração / não determinadas-Sem declaração / não determinadas- 741.601741.601
Sem religião-Sem religião- 12.492.40312.492.403
 Em questão de drogas, abortos, métodosEm questão de drogas, abortos, métodos
anticonceptivos, divórcio, casamentos deanticonceptivos, divórcio, casamentos de
pessoas do mesmo sexo e outros. Isso épessoas do mesmo sexo e outros. Isso é
questão de cultura, criação, cada um temquestão de cultura, criação, cada um tem
sua opinião e todos temos que respeitarsua opinião e todos temos que respeitar
para ser respeitados.para ser respeitados.
ReferenciasReferencias
 Dicionário Aurélio,Dicionário Aurélio,
 Google,Google,
 Conhecidos. (vizinhos,amigos,etc.)Conhecidos. (vizinhos,amigos,etc.)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Teologia moral frei oton - aula 2
Teologia moral   frei oton - aula 2Teologia moral   frei oton - aula 2
Teologia moral frei oton - aula 2
 
17
1717
17
 
Teologia moral frei oton - aula 1
Teologia moral   frei oton - aula 1Teologia moral   frei oton - aula 1
Teologia moral frei oton - aula 1
 
Para que serve a religião
Para que serve a religiãoPara que serve a religião
Para que serve a religião
 
Ética e Teologia
Ética e TeologiaÉtica e Teologia
Ética e Teologia
 
Trabalho O que é Etica - Valles
Trabalho  O que é  Etica - VallesTrabalho  O que é  Etica - Valles
Trabalho O que é Etica - Valles
 
Vídeo 1 ética direitos humanos cidadania
Vídeo 1 ética direitos humanos cidadania Vídeo 1 ética direitos humanos cidadania
Vídeo 1 ética direitos humanos cidadania
 
RELIGIÃO 2ª AULA
RELIGIÃO 2ª AULA RELIGIÃO 2ª AULA
RELIGIÃO 2ª AULA
 
Texto25 P7
Texto25 P7Texto25 P7
Texto25 P7
 
RELIGIÃO 1ª AULA
RELIGIÃO 1ª AULARELIGIÃO 1ª AULA
RELIGIÃO 1ª AULA
 
Religiao e religiosidade
Religiao e religiosidadeReligiao e religiosidade
Religiao e religiosidade
 
A Relação entre o Homem e a Religião
A Relação entre o Homem e a ReligiãoA Relação entre o Homem e a Religião
A Relação entre o Homem e a Religião
 
Aula de ética
Aula de éticaAula de ética
Aula de ética
 
Conhecimento Religioso
Conhecimento ReligiosoConhecimento Religioso
Conhecimento Religioso
 
Partilha ministerial
Partilha ministerialPartilha ministerial
Partilha ministerial
 
Teologia Contemporânea - Aspectos
Teologia Contemporânea - AspectosTeologia Contemporânea - Aspectos
Teologia Contemporânea - Aspectos
 
psicologia da religião
psicologia da religiãopsicologia da religião
psicologia da religião
 
Apostila sociologia da religião
Apostila sociologia da religiãoApostila sociologia da religião
Apostila sociologia da religião
 
T300 revisão provastrimestre1.25.04.13
T300 revisão provastrimestre1.25.04.13T300 revisão provastrimestre1.25.04.13
T300 revisão provastrimestre1.25.04.13
 
Homo religiosus
Homo religiosusHomo religiosus
Homo religiosus
 

Semelhante a %80%a0%a6%c9tica e religi%80%a0%a6%e3o

Crenças Religiosas - Ens. Religioso.pdf
Crenças Religiosas - Ens. Religioso.pdfCrenças Religiosas - Ens. Religioso.pdf
Crenças Religiosas - Ens. Religioso.pdfnorteduacademy
 
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 1
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 1Religiões, Seitas e Heresias - Aula 1
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 1PIBJA
 
Religião e a ciência universal
Religião e a ciência universalReligião e a ciência universal
Religião e a ciência universalJesh Wah-DE
 
Universalidade do fenomeno religioso
Universalidade do fenomeno religiosoUniversalidade do fenomeno religioso
Universalidade do fenomeno religiosoMoralitoAGVL
 
A Circulação da Mercadoria [Salvo automaticamente].pptx
A Circulação da Mercadoria [Salvo automaticamente].pptxA Circulação da Mercadoria [Salvo automaticamente].pptx
A Circulação da Mercadoria [Salvo automaticamente].pptxMiriamCamily
 
Introdução ao pensamento religioso
Introdução ao pensamento religiosoIntrodução ao pensamento religioso
Introdução ao pensamento religiosoJarley Fernandes
 
Doutrina da Humanidade
Doutrina da HumanidadeDoutrina da Humanidade
Doutrina da HumanidadeEvinha31
 
Diferenças religiosas na família 1,0h
Diferenças religiosas na família 1,0hDiferenças religiosas na família 1,0h
Diferenças religiosas na família 1,0hhome
 
Apostila de movimento religiosos
Apostila de movimento religiososApostila de movimento religiosos
Apostila de movimento religiososEderaldo Rodrigues
 
Espectros da religiosidade contemporânea no brasil
Espectros da religiosidade contemporânea no brasilEspectros da religiosidade contemporânea no brasil
Espectros da religiosidade contemporânea no brasilJuarez Costa
 
Introdução: Fenômeno Religioso
Introdução: Fenômeno ReligiosoIntrodução: Fenômeno Religioso
Introdução: Fenômeno ReligiosoValderiVini
 
IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1
IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1 IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1
IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1 Rubens Sohn
 
Trabalho de ensino religioso
Trabalho de ensino religiosoTrabalho de ensino religioso
Trabalho de ensino religiosothayscler
 
Trabalho de ensino religioso
Trabalho de ensino religiosoTrabalho de ensino religioso
Trabalho de ensino religiosothayscler
 
SOCIOLOGIA 1 ANO AULA 7.pptx
SOCIOLOGIA 1 ANO AULA 7.pptxSOCIOLOGIA 1 ANO AULA 7.pptx
SOCIOLOGIA 1 ANO AULA 7.pptxLuziane Santos
 

Semelhante a %80%a0%a6%c9tica e religi%80%a0%a6%e3o (20)

Crenças Religiosas - Ens. Religioso.pdf
Crenças Religiosas - Ens. Religioso.pdfCrenças Religiosas - Ens. Religioso.pdf
Crenças Religiosas - Ens. Religioso.pdf
 
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 1
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 1Religiões, Seitas e Heresias - Aula 1
Religiões, Seitas e Heresias - Aula 1
 
Religião e a ciência universal
Religião e a ciência universalReligião e a ciência universal
Religião e a ciência universal
 
Universalidade do fenomeno religioso
Universalidade do fenomeno religiosoUniversalidade do fenomeno religioso
Universalidade do fenomeno religioso
 
A Circulação da Mercadoria [Salvo automaticamente].pptx
A Circulação da Mercadoria [Salvo automaticamente].pptxA Circulação da Mercadoria [Salvo automaticamente].pptx
A Circulação da Mercadoria [Salvo automaticamente].pptx
 
Introdução ao pensamento religioso
Introdução ao pensamento religiosoIntrodução ao pensamento religioso
Introdução ao pensamento religioso
 
Instituição religiosa
Instituição religiosaInstituição religiosa
Instituição religiosa
 
Doutrina da Humanidade
Doutrina da HumanidadeDoutrina da Humanidade
Doutrina da Humanidade
 
STNB-SMR - M1
STNB-SMR - M1STNB-SMR - M1
STNB-SMR - M1
 
Diferenças religiosas na família 1,0h
Diferenças religiosas na família 1,0hDiferenças religiosas na família 1,0h
Diferenças religiosas na família 1,0h
 
Religião
ReligiãoReligião
Religião
 
RELIGIÕES DO MUNDO.
RELIGIÕES DO MUNDO.RELIGIÕES DO MUNDO.
RELIGIÕES DO MUNDO.
 
Apostila de movimento religiosos
Apostila de movimento religiososApostila de movimento religiosos
Apostila de movimento religiosos
 
Espectros da religiosidade contemporânea no brasil
Espectros da religiosidade contemporânea no brasilEspectros da religiosidade contemporânea no brasil
Espectros da religiosidade contemporânea no brasil
 
Introdução: Fenômeno Religioso
Introdução: Fenômeno ReligiosoIntrodução: Fenômeno Religioso
Introdução: Fenômeno Religioso
 
IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1
IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1 IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1
IBADEP MÉDIO - RELIGIÕES E SEITAS AULA 1
 
Trabalho de ensino religioso
Trabalho de ensino religiosoTrabalho de ensino religioso
Trabalho de ensino religioso
 
Trabalho de ensino religioso
Trabalho de ensino religiosoTrabalho de ensino religioso
Trabalho de ensino religioso
 
éTica cristão
éTica cristãoéTica cristão
éTica cristão
 
SOCIOLOGIA 1 ANO AULA 7.pptx
SOCIOLOGIA 1 ANO AULA 7.pptxSOCIOLOGIA 1 ANO AULA 7.pptx
SOCIOLOGIA 1 ANO AULA 7.pptx
 

%80%a0%a6%c9tica e religi%80%a0%a6%e3o

  • 2. AcadêmicosAcadêmicos  Lizete Juste PantaleãoLizete Juste Pantaleão  Suzane Rodrigues RomeroSuzane Rodrigues Romero  Osana da SilvaOsana da Silva  Aline MartinsAline Martins  Adilson RibasAdilson Ribas
  • 3. ·· Moral: latim: costumes, conduta.Moral: latim: costumes, conduta. · Ética: grego: costumes, conduta, caráter.· Ética: grego: costumes, conduta, caráter. Etimologicamente as palavras possuem o mesmoEtimologicamente as palavras possuem o mesmo significado; porém, conceitualmente diferem:significado; porém, conceitualmente diferem: ·· MoralMoral: conjunto de regras indicadoras do bem a ser feito e: conjunto de regras indicadoras do bem a ser feito e do mal a ser evitado, para que a sociedade viva emdo mal a ser evitado, para que a sociedade viva em harmonia e o indivíduo encontre a felicidade.harmonia e o indivíduo encontre a felicidade. ·· Ética:Ética: e a discussão, o debate, sobre as regras; a análisee a discussão, o debate, sobre as regras; a análise dos princípios que reagem a moral. É a filosofia da moral.dos princípios que reagem a moral. É a filosofia da moral.
  • 4. Praticamente existe dificuldade em distinguir a moral daPraticamente existe dificuldade em distinguir a moral da religião.religião. Em primeiro lugar, por causa da opinião popular que julgaEm primeiro lugar, por causa da opinião popular que julga que a religião é a mesma coisa que moral.que a religião é a mesma coisa que moral. Em segundo lugar, por causa da íntima relação entreEm segundo lugar, por causa da íntima relação entre ambas.ambas.
  • 5. Sendo a religião “um protesto contra a miséria real”, impõeSendo a religião “um protesto contra a miséria real”, impõe ao homem uma conduta moral ou uma passividade dianteao homem uma conduta moral ou uma passividade diante das injustiças na esperança de receber como prêmio adas injustiças na esperança de receber como prêmio a felicidade na vida futura (foi justamente neste sentido quefelicidade na vida futura (foi justamente neste sentido que Marx denominou a religião “ópio do povo” e a colocou entreMarx denominou a religião “ópio do povo” e a colocou entre as grandes alienações humanas, ao lado da alienaçãoas grandes alienações humanas, ao lado da alienação filosófica e política), ou de combate às injustiças como algofilosófica e política), ou de combate às injustiças como algo que se opõe ao plano de Deus sobre o mundo, como vemque se opõe ao plano de Deus sobre o mundo, como vem ensinando o cristianismo pós-conciliar, mais conformeensinando o cristianismo pós-conciliar, mais conforme suas origens.suas origens.
  • 6. Assim o cristianismo que, durante séculos, ofereceu oAssim o cristianismo que, durante séculos, ofereceu o fundamento moral aos sistemas econômico-sociaisfundamento moral aos sistemas econômico-sociais dominantes (escravidão, feudalismo, capitalismo), vê surgirdominantes (escravidão, feudalismo, capitalismo), vê surgir em seu seio, nos tempos modernos, pelo menos a partir daem seu seio, nos tempos modernos, pelo menos a partir da Rerum Novarum de Leão XIII (1891), uma tendência que oRerum Novarum de Leão XIII (1891), uma tendência que o leva a solidarizar-se com as forças que lutam para aleva a solidarizar-se com as forças que lutam para a transformação do mundo.transformação do mundo.
  • 7. Em terceiro lugar, as morais que regem a conduta da maioria dasEm terceiro lugar, as morais que regem a conduta da maioria das pessoas são religiosas.pessoas são religiosas. Nas religiões politeístas encontramos a moral unida à religião.Nas religiões politeístas encontramos a moral unida à religião. Nas religiões superiores, monoteístas (chinesa, hindu, judaica,Nas religiões superiores, monoteístas (chinesa, hindu, judaica, muçulmana, cristã) o dever moral é concebido muitas vezes comomuçulmana, cristã) o dever moral é concebido muitas vezes como serviço a Deus, a religião ordena a observância da moral.serviço a Deus, a religião ordena a observância da moral. Contudo, moral e religião são coisas diferentes. As religiões nãoContudo, moral e religião são coisas diferentes. As religiões não apresentam um sistema de moral, mas limitam-se apenas a imprimirapresentam um sistema de moral, mas limitam-se apenas a imprimir certas orientações a vida.certas orientações a vida. De outro lado, a moral não tem sua origem na religião, mas é anteriorDe outro lado, a moral não tem sua origem na religião, mas é anterior a ela. Durante milhares de anos, o homema ela. Durante milhares de anos, o homem primitivo viveu semprimitivo viveu sem religião, mas não sem algumas normas morais.religião, mas não sem algumas normas morais.
  • 8. Estamos vivendo um momento de intensa religiosidade.Estamos vivendo um momento de intensa religiosidade. Após o fenômeno da secularização surgem novosApós o fenômeno da secularização surgem novos movimentos religiosos. As religiões tradicionais ganhammovimentos religiosos. As religiões tradicionais ganham novo vigor.novo vigor. O que é religiosidade popular?O que é religiosidade popular?
  • 9.  Assim se chama o conjunto das diversasAssim se chama o conjunto das diversas tradições religiosas que animam a fé do povo.tradições religiosas que animam a fé do povo. São tradições muito difundidas e de longaSão tradições muito difundidas e de longa permanência: rosário ou terço, missa na 1ªpermanência: rosário ou terço, missa na 1ª sexta feira do mês, missa de sétimo dia,sexta feira do mês, missa de sétimo dia, promessas, novenas, peregrinações, etc.promessas, novenas, peregrinações, etc.
  • 10. Religião é um conjunto de crenças e filosofias que sãoReligião é um conjunto de crenças e filosofias que são seguidas, formando diferentes pensamentos. Cadaseguidas, formando diferentes pensamentos. Cada religião tem suas diferenças quanto a alguns aspectos,religião tem suas diferenças quanto a alguns aspectos, porém a grande maioria se assemelha em acreditarporém a grande maioria se assemelha em acreditar em algo ou alguém do plano superior e na vida após aem algo ou alguém do plano superior e na vida após a morte. Entre a grande quantidade de religiõesmorte. Entre a grande quantidade de religiões existentes hoje no mundo, existem aquelas que seexistentes hoje no mundo, existem aquelas que se sobressaem e conseguem conquistar um grandesobressaem e conseguem conquistar um grande número de fiéis.número de fiéis. São:São:
  • 11. CRISTIANISMO-: É a maior religião do mundo, com cerca de 2.106.962.000 de seguidores. É monoteísta e se baseia na vida e nos ensinamentos de Jesus de Nazaré.
  • 12. ISLAMISMO-: Possui aproximadamente 1.283.424.000 fiéis, é a segunda religião mais praticada no mundo. Além disso, é também um sistema que monitora a política, a economia e a vida social.
  • 13. BUDISMOBUDISMO--:: Com aproximadamente 375.440.000 fiéis,Com aproximadamente 375.440.000 fiéis, ocupa o quinto lugar. É uma religião e uma filosofia que seocupa o quinto lugar. É uma religião e uma filosofia que se espelham na vida de Buda. Este não deixou nada escrito,espelham na vida de Buda. Este não deixou nada escrito, porém seus discípulos escreveram acerca de suasporém seus discípulos escreveram acerca de suas realizações e ensinamentos para que seus posteriores fiéisrealizações e ensinamentos para que seus posteriores fiéis pudessem conhecê-lo.pudessem conhecê-lo.
  • 14. HINDUÍSMO - Com cerca de 851.291.000 fiéis, é a terceira maior religião e a mais velha do mundo. A religião se baseia em textos como os Vedas, os Puranas, o Mahabharata e o Ramayama.
  • 15. Testemunhas de Jeová- 1.104.8861.104.886 Para elas, é de importância vital que suas crenças se baseiem na
  • 16. Ateísmo- Em 2008 48% da Europa não acredita em Deus. 56% da Europa entre os 15 e 24 anos de idade não acredita em Deus. 74% do Reino Unido não acredita num Deus pessoal.
  • 17. Religião ou Crença Nº de seguidores noReligião ou Crença Nº de seguidores no BrasilBrasil Igreja Batista-Igreja Batista- 3.162.6913.162.691 Igreja Luterana-Igreja Luterana- 1.062.1451.062.145 Igreja Presbiteriana-Igreja Presbiteriana- 981.064981.064 Igreja Metodista-Igreja Metodista- 340.963340.963 Assembléia de Deus-Assembléia de Deus- 8.418.1408.418.140 Congregação Cristã do Brasil-Congregação Cristã do Brasil- 2.489.1132.489.113 Igreja Universal do Reino de Deus-Igreja Universal do Reino de Deus- 2.101.8872.101.887 Igreja do Evangelho Quadrangular-Igreja do Evangelho Quadrangular- 1.318.8051.318.805 Igreja Deus é Amor-Igreja Deus é Amor- 774.830774.830 Penteconstais / Neopentecostais-Penteconstais / Neopentecostais- 2.514.5322.514.532 Igreja Adventista do Sétimo Dia-Igreja Adventista do Sétimo Dia- 1.209.8421.209.842
  • 18. JudaísmoJudaísmo-- 86.82586.825 Igreja Adventista do Sétimo Dia-Igreja Adventista do Sétimo Dia- 1.209.8421.209.842 MórmonsMórmons-- 199.645199.645 Espiritismo-Espiritismo- 2.262.4012.262.401 Umbanda-Umbanda- 397.431397.431 CandombléCandomblé--127.582127.582 Igreja Messiânica-Igreja Messiânica- 109.310109.310 JudaísmoJudaísmo-- 86.82586.825 Tradições esotéricas-Tradições esotéricas- 58.44558.445 Crenças Indígenas-Crenças Indígenas- 17.08817.088 Orientais (bahaísmo, hare krishna,Orientais (bahaísmo, hare krishna, hinduísmohinduísmo,, taoísmotaoísmo,, xintoísmo, seicho-no-iêxintoísmo, seicho-no-iê)- 52.507)- 52.507 Outras religiões-Outras religiões- 41.37341.373 Sem declaração / não determinadas-Sem declaração / não determinadas- 741.601741.601 Sem religião-Sem religião- 12.492.40312.492.403
  • 19.  Em questão de drogas, abortos, métodosEm questão de drogas, abortos, métodos anticonceptivos, divórcio, casamentos deanticonceptivos, divórcio, casamentos de pessoas do mesmo sexo e outros. Isso épessoas do mesmo sexo e outros. Isso é questão de cultura, criação, cada um temquestão de cultura, criação, cada um tem sua opinião e todos temos que respeitarsua opinião e todos temos que respeitar para ser respeitados.para ser respeitados.
  • 20. ReferenciasReferencias  Dicionário Aurélio,Dicionário Aurélio,  Google,Google,  Conhecidos. (vizinhos,amigos,etc.)Conhecidos. (vizinhos,amigos,etc.)