genética

5.650 visualizações

Publicada em

ORGANISMOS GENETICAMENTE MODIFICAD0S

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.650
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
82
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
282
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

genética

  1. 1. Organismos geneticamente modificados
  2. 2. Breve histórico <ul><li>1973 - Engenharia genética utilizada para manipular o DNA </li></ul><ul><li>Bacteriano. </li></ul><ul><li>1974 - Descoberta da importância do plasmídeo de Agrobacterium </li></ul><ul><li>na indução de doenças (galha de coroa e raiz em cabeleira) </li></ul><ul><li>1982 – iniciou-se a comercialização da primeira droga recombinante ou transgênica, a insulina humana. </li></ul><ul><li>1983 - Criada a primeira planta transgênica (fumo resistente a </li></ul><ul><li>antibiótico) </li></ul><ul><li>1985 - Testes em campo com plantas transgênicas resistente a </li></ul><ul><li>vírus, bactéria e insetos </li></ul><ul><li>1990 - Cultura de algodão (resistência à herbicida) obtida com </li></ul><ul><li>sucesso em campo aberto </li></ul><ul><li>1994 - Tomate FlavrSavr é o primeiro alimento transgênico </li></ul><ul><li>aprovado para venda. </li></ul><ul><li>1995 a 2000 - Canola, milho, algodão, soja e beterraba resistente à herbicida bem como milho, algodão, mamão, batata, abobrinha, tomate resistentes a vírus ou inseto foram aprovados nos EUA. </li></ul>
  3. 3. O que é um OGM? <ul><li>OGM – organismos geneticamente modificados </li></ul><ul><li>São organismos nos quais o material genético (DNA) foi alterado de uma maneira que não ocorreria naturalmente. </li></ul><ul><li>Melhoramento clássico - transferência de genes de um organismo para outro por meio de cruzamentos – combinação aleatória. </li></ul><ul><li>Biotecnologia - aplicação de técnicas biológicas em organismos vivos ou suas partes, para obter um produto, processo ou serviço - Técnicas tradicionais e engenharia genética. </li></ul>
  4. 4. Melhoramento clássico <ul><li>Melhoramento por transgenia </li></ul>
  5. 5. Como se obtém? <ul><li>Identificação do gene de interesse </li></ul><ul><li>Seleção e aplicação da técnica apropriada de transgenia </li></ul><ul><li>Técnica de regeneração de uma nova planta a partir da célula e/ou tecido transformado </li></ul><ul><li>Expressão fenotípica do gene(s) introduzido(s) </li></ul>
  6. 6. Transformação genética de plantas <ul><li>Técnica indireta </li></ul><ul><li>Intermediada pelas bactérias: Agrobacterium tumefaciens e Agrobacterium rhizogenes </li></ul><ul><li>Técnica direta </li></ul><ul><li>baseado em métodos químicos/físicos: eletroporação e biobalística </li></ul>
  7. 7. Técnica indireta
  8. 8. Agrobacterium /hospedeiro
  9. 9. Agrobacterium como vetor
  10. 10. Conjugação triparental <ul><li>Transferência de plasmídios E.Coli para agrobacterium </li></ul><ul><li>Duas linhagens de E.Coli: </li></ul><ul><li>Helper – mobilização e transferência </li></ul><ul><li>Doadora – vetor binário ou intermediário </li></ul><ul><li>Uma linhagem de Agrobacterium : receptora </li></ul><ul><li>Desvantagem: </li></ul><ul><li>Pode ocorrer alterações no plasmídio introduzido, em virtude da recombinação com o plasmídio helper . </li></ul><ul><li>É mais demorado do que as transformações diretas. </li></ul>
  11. 11. Co-cultura com linhagens desarmadas
  12. 12. Protoplastos <ul><li>Protoplastos: são células vegetais desprovidas de paredes celulares. </li></ul><ul><li>Obtenção de protoplastos: </li></ul><ul><li>Folhas sem nervuras e com epiderme cortada -> pedaços de folha em solução enzimática -> retira-se os protoplastos com pipeta -> filtrá-los em peneira com malha -> protoplastos purificados -> determinação de protoplastos intactos (hemacitômetro) -> eletroporação de protoplastos. </li></ul>
  13. 13. Eletroporação de protoplastos <ul><li>Exposição de protoplastos misturados com DNA a uma descarga elétrica controlada por um curto espaço de tempo; </li></ul><ul><li>Esta descarga cria poros na membrana nuclear, facilitando a entrada do DNA no núcleo; </li></ul><ul><li>Os poros fecham-se novamente após aplicação do pulso elétrico, os protoplastos podem regenerar-se em novas plantas transformadas. </li></ul>
  14. 14. Biobalística <ul><li>Aceleração de micropartículas de metal: o DNA é aderido a esferas de tungstênio ou ouro que são impelidas para perfurar um tecido-alvo. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>As partículas (micropojéteis) penetram a parede e a membrana celular de maneira não-letal, localizando-se aleatoriamente nas organelas celulares. </li></ul>
  16. 16. <ul><li>O DNA é dissociado das micropartículas pela ação do líquido celular, e integrado no genoma nuclear do organismo receptor </li></ul>
  17. 18. Animais transgênicos <ul><li>Existem vários métodos para a geração de um animal transgênico. </li></ul><ul><li>O método a ser empregado depende do tipo de modificação genética que se deseja realizar: introdução, modificação ou inativação de um gene. </li></ul>
  18. 19. Adição gênica <ul><li>Foi o primeiro método de transgenia desenvolvido; </li></ul><ul><li>O gene adicionado pode ser endógeno ou exógeno; </li></ul><ul><li>A inserção da seqüência de DNA no genoma animal é aleatória; </li></ul>

×