CENSURADO
Proibição dos protestos (09/11/1964)
É publicada a Lei Suplicy, que extingue a
UNE (União Nacional dos Estudantes) e
proíb...
Fim dos partidos políticos (27/10/1965)
Castello Branco decreta o AI-2, que
extingue os partidos políticos, impõe
eleições...
AI-5 (13/12/1968)
Sem controle sobre os protestos que
tomavam as ruas do país, o general
Costa e Silva decreta o AI-5.
O a...
AI-5 (13/12/1968)
Censura prévia a jornais (26/01/1970)
O decreto-lei 1.077 institui a censura
prévia a espetáculos e publicações.
Na impren...
Vladimir Herzog é torturado e morto (25/10/1975)
O jornalista Vladimir Herzog,
apresentou-se na sede do DOI-Codi,
em São P...
Filme mostra tortura e é censurado (05/04/1982)
"Pra Frente, Brasil", filme de Roberto
Farias, é censurado por mostrar
tor...
Censura nas novelas
Durante a ditadura militar,
as novelas sofreram com a
censura especialmente a
partir de meados da
déca...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

CENSURADO

841 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
841
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CENSURADO

  1. 1. CENSURADO
  2. 2. Proibição dos protestos (09/11/1964) É publicada a Lei Suplicy, que extingue a UNE (União Nacional dos Estudantes) e proíbe as organizações estudantis de realizar protestos. O político José Serra (centro) foi presidente da UNE (União Nacional dos Estudantes) nos anos de 1963 e 1964 (Folhapress)
  3. 3. Fim dos partidos políticos (27/10/1965) Castello Branco decreta o AI-2, que extingue os partidos políticos, impõe eleições indiretas para presidente e atribui a este o poder de decretar estado de sítio sem consulta prévia do Congresso. Após esse ato, o Brasil deixa o multipartidarismo e se torna um sistema eleitoral bipartidarista. O partido do governo é a Arena e a oposição é o MDB. Jornal Folha de S.Paulo repercute o Ato Institucional nº 2, assinado pelo presidente Castello Branco (Folhapress)
  4. 4. AI-5 (13/12/1968) Sem controle sobre os protestos que tomavam as ruas do país, o general Costa e Silva decreta o AI-5. O ato suspende liberdades democráticas e direitos constitucionais, permitindo que a polícia efetue investigações, perseguições e prisões de cidadãos sem necessidade de mandado judicial. O decreto marca a radicalização da ditadura militar. Arthur da Costa e Silva preside reunião do Conselho de Segurança Nacional, no Rio, que aprovou o AI-5 (Folhapress)
  5. 5. AI-5 (13/12/1968)
  6. 6. Censura prévia a jornais (26/01/1970) O decreto-lei 1.077 institui a censura prévia a espetáculos e publicações. Na imprensa, algumas redações recebem equipes de censores que ficam ali para decidir o que poderia ou não ser publicado, outros veículos eram obrigados a enviar antecipadamente o que pretendiam publicar para a Divisão de Censura do Departamento de Polícia Federal.Atores com placas e faixas protestam contra a censura no Teatro Municipal de São Paulo (Memórias Reveladas/Arquivo Nacional)
  7. 7. Vladimir Herzog é torturado e morto (25/10/1975) O jornalista Vladimir Herzog, apresentou-se na sede do DOI-Codi, em São Paulo, para prestar esclarecimentos sobre suas ligações com o Partido Comunista Brasileiro. No dia seguinte, aparece morto. A versão oficial foi de que teria se enforcado com o cinto do macacão de presidiário. Porém, em 2012, foi comprovada pela Comissão Nacional da Verdade a versão de que Vlado morreu em decorrência de forte tortura. Fotógrafo Silvaldo Leung Vieira registra Vladimir Herzog morto no DOI-Codi (Reprodução/Folhapress)
  8. 8. Filme mostra tortura e é censurado (05/04/1982) "Pra Frente, Brasil", filme de Roberto Farias, é censurado por mostrar tortura nos anos 70. Celso Amorim foi demitido da presidência da Embrafilme por ter financiado a obra. Reginaldo Faria e Antônio Fagundes em cena do filme Pra Frente, Brasil (1982), de Roberto Farias Reginaldo Faria e Antônio Fagundes em cena do filme Pra Frente, Brasil (1982), de Roberto Farias (Divulgação/Folhapress)
  9. 9. Censura nas novelas Durante a ditadura militar, as novelas sofreram com a censura especialmente a partir de meados da década de 1970. Foi nessa época que os folhetins, especialmente os da TV Globo, passaram a ter grande penetração na sociedade, e passaram a chamar a atenção da censura. Confira quais novelas da Globo sofreram cortes:

×