#Trabalho #raio laser

934 visualizações

Publicada em

Trabalho sobre Diérese/ Raio Laser

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

#Trabalho #raio laser

  1. 1. feixe de luz coerente Laser Formado Se concentra Uma pequena área E bem definida
  2. 2. Existem dois tipos básicos de lasers Impulsos ou Material de estado sólido Emissão contínua ou Material de estado gasoso ≠ Fornece uma certa energia em um tempo muito pequeno Potência extremamente alta vai emitindo sua energia aos poucos Com uma intensidade muito menor
  3. 3. Segundo Dr. Richard Matzner Luz tipo laser Obtida substâncias
  4. 4. Sólidas liquidas gasosas As quais podem ser estimuladas por 3 formas diferentes: Bombardea mento ótico; Bombardeamento por corrente contínua Bombardeamento de injeção de uma corrente intensa
  5. 5. Nos lasers a partir de substâncias gasosas Encontra-se Laser atômico Laser iônico Laser molecular
  6. 6. Laser de CO2 tipo molecular Para excitar as moléculas do gás O dióxido é misturado com o nitrogênio e com hélio
  7. 7. Para que o gás emita luz suas moléculas têm que ser quebradas Esse gás tem que ser renovado constantemente no interior do tubo precisamos de um fluxo contínuo de gás pois as moléculas usadas não podem ser reaproveitadas Em outras palavras
  8. 8. Existem vários tipos de laser...  Laser de Argônio e Criptônio  Laser a Vapor de Metal (cádmio e selênio)  Laser de YAG/Nd, Nd/vidro e rubi  Laser Químico  Laser de Nitrogênio, Hidrogênio e Excimer  Laser de Hélio-Neônio (He-Ne)  Laser a Corante  Laser a Semicondutor
  9. 9. vantagens em se utilizar bisturis a laser Com seu calor, cauteriza imediatamente o corte resolvendo assim os problemas da hemorragia e da infecção Mas não existem aparelhos laser tão reduzidos que possam ser dirigidos manualmente com facilidade.
  10. 10.  Devido a isso, constrói-se o bisturi adaptando-se a um laser fixo um dispositivo que dirige seu feixe luminoso para a região desejada.
  11. 11.  O raio é introduzido em um braço provido de vários dobramentos que permitem rodá-los em vários sentidos diferentes.
  12. 12.  O conjunto pode, ser esticado ou dirigido à vontade, apesar de ser composto por partes rígidas.
  13. 13.  O aparelho assim comprido tem certa semelhança com os braços dos motores usados por dentistas.
  14. 14.  Em cada dobra existe um prisma P, que efetua o desvio do feixe, para conduzi-lo na direção correta. Ele chega,a uma espécie de empunhadura que está na mão do cirurgião.
  15. 15.  Nela existe um sistema óptico que concentra o raio laser de modo a aumentar sua intensidade e possibilitar finos cortes.
  16. 16. Glaucoma  O laser é capaz de secar pequenas hemorragias provocadas pelo diabetes.
  17. 17. Catarata  Após a cirurgia de cataratas é comum que uma membrana se forme atrás da lente que foi implantada no olho. O laser é capaz de gerar pequenos orifícios para a abertura dessa membrana
  18. 18. Refrativa  Esse é o tipo mais popular. Com o laser, o médico lapida a córnea para devolver a visão de qualidade ao paciente sem o uso de lentes, com um corte que é 30 vezes menor que um grão de arroz e sem sangramento.
  19. 19.  O método só tem efeitos comprovados em portadores de miopia, astigmatismo e hipermetropia que não enxerguem de longe.
  20. 20.  Para perto o óculos segue sendo recomendável. A anestesia é feita com colírio ou injeção ao redor do globo ocular.
  21. 21. O laser pode ser utilizado em vários tipos de doenças de pele, menos para tratar tumores malignos.
  22. 22. Psoríase e vitiligo  O raio favorece a produção de melanócitos, células responsáveis pela pigmentação da pele.
  23. 23. Psoríase
  24. 24. vitiligo
  25. 25. Má formação vascular  Os hemangiomas, popularmente chamados de varizes, podem ser contornados com aplicações de laser.
  26. 26.  O feixe de luz realiza a fotocoagulação e, por consequência, a secagem desses vasos.
  27. 27. Suor excessivo  Atua nas regiões da face e do corpo, principalmente, axilas, mãos e pés, eliminando as glândulas sudoríparas e diminuindo a transpiração.
  28. 28. Lipoaspiração  O aparelho de laser é acoplado a uma cânula de um milímetro de largura, que o conduz até as células de gordura conhecidas como adipócitos e pode ser realizado no corpo e no rosto.
  29. 29.  A energia luminosa rompe a membrana dessas células de gordura. O óleo contido nessas estruturas é liberado e removido através da cânula.
  30. 30. 3TE1

×