A Igreja Mundial   Adventista do Sétimo Dia, também tem se  preocupado com este assunto, e  procurado dar a sua participaç...
Igreja Adventista Mundial:   Os Adventistas dão Apoio a Movimento Para Eliminar Violência Contra Mulheres e Meninas
Adventistas do Sétimo Dia reuniram-se a cerca de 5.000 mulheres na sede das Nações Unidas em Nova York, para a organização...
Cerca de 5.000 mulheres de todo o mundo reuniram-se na sede das Nações Unidas, em Nova York, em 26 de fevereiro, para mani...
A Igreja adventista capacita  pessoas em diversas áreas chamadas de: <ul><ul><li>Ministérios dos Jovens </li></ul></ul><ul...
<ul><ul><li>Ministérios da Assistência  Social </li></ul></ul><ul><ul><li>Ministérios da Saúde  </li></ul></ul><ul><ul><li...
A Igreja dá grande valor à vida familiar e age com  vistas a proteger a Família contra o Abuso e a Violência. Ela afirma a...
O nosso Primeiro Projeto foi votado em 1º. de Abril de  1997 na Comissão Executiva da Igreja Adventista na  Califórnia -EU...
O próprio nome já indica nossos objetivos: 1.  Abordar o tema em nosso próprio raio de influência:  Nas igrejas, escolas e...
<ul><ul><li>2 . Provocar alguma reação: quer </li></ul></ul><ul><ul><li>para inibir o agressor, quer  para encorajar a vít...
3 .   Prover uma atmosfera  onde adultos e crianças que sofreram  abuso sexual possam sentir-se seguras  ao falar  sobre o...
4.  Estabelecer pontes com Conselheiros profissionais e entidades protetoras contra agressão sexual  que possam, com suas ...
5.Criar Diretrizes nos níveis apropriados, para ajudar os Líderes a: 6.Esforçar-se para tratar com justiça pessoas acusada...
<ul><li>Atuar no aspecto educativo, levando  dados e esclarecimento a crianças e adultos. </li></ul><ul><li>Oferecer infor...
<ul><li>Estimular as vítimas a quebrar o silêncio e oferecermos orientação de onde encontrar apoio e proteção. Profissiona...
Dra. Linda Koh, diretora dos Ministérios  das Crianças da sede mundial da IASD, declarou que a Igreja deve oferecer mais d...
 
&quot;Como Igreja precisamos ser mais organizados especificamente para ministrar às vítimas desse problema em todos os nív...
&quot;Até parece que nossa ênfase como Igreja é às  vezes somente sobre o bem-estar espiritual e  compartilhar as boas nov...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Violencia quem ama protege

921 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
921
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Violencia quem ama protege

  1. 2. A Igreja Mundial Adventista do Sétimo Dia, também tem se preocupado com este assunto, e procurado dar a sua participação. A Ênfase é assegurar que cada ser humano sinta-se bem seguro, aceito, amado e atendido incondicionalmente.
  2. 3. Igreja Adventista Mundial: Os Adventistas dão Apoio a Movimento Para Eliminar Violência Contra Mulheres e Meninas
  3. 4. Adventistas do Sétimo Dia reuniram-se a cerca de 5.000 mulheres na sede das Nações Unidas em Nova York, para a organização da 51a. Sessão da Comissão Para a Condição da Mulher (sigla em inglês, CSW). A sessão, que teve início de 26 de fevereiro e concluiu em 9 de março, dá voz à luta de milhões de mulheres e meninas por todo o mundo para as quais o abuso e a violação de direitos humanos básicos faz parte de seu dia-a-dia.
  4. 5. Cerca de 5.000 mulheres de todo o mundo reuniram-se na sede das Nações Unidas, em Nova York, em 26 de fevereiro, para manifestar-se contra a violência contra as mulheres e meninas. (ANN )
  5. 6. A Igreja adventista capacita pessoas em diversas áreas chamadas de: <ul><ul><li>Ministérios dos Jovens </li></ul></ul><ul><ul><li>Ministérios da Mulher </li></ul></ul><ul><ul><li>Ministérios da Crianças e Adolescentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Ministério da Educação </li></ul></ul>
  6. 7. <ul><ul><li>Ministérios da Assistência Social </li></ul></ul><ul><ul><li>Ministérios da Saúde </li></ul></ul><ul><ul><li>Ministérios da Família. </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Todos Integrados no preparo de materiais visando ajudar pessoas vulneráveis e desprotegidas pela dor – quer emocional ou física, tanto na igreja, no lar e na comunidade como um todo. </li></ul></ul></ul></ul>
  7. 8. A Igreja dá grande valor à vida familiar e age com vistas a proteger a Família contra o Abuso e a Violência. Ela afirma a dignidade e o valor de cada Ser Humano – não desculpa qualquer forma de Abuso .
  8. 9. O nosso Primeiro Projeto foi votado em 1º. de Abril de 1997 na Comissão Executiva da Igreja Adventista na Califórnia -EUA. (dando início em 29 de março de 2001). E tem como slogan: &quot;Quebrando o Silêncio&quot;
  9. 10. O próprio nome já indica nossos objetivos: 1. Abordar o tema em nosso próprio raio de influência: Nas igrejas, escolas e demais instituições da Rede Adventista.
  10. 11. <ul><ul><li>2 . Provocar alguma reação: quer </li></ul></ul><ul><ul><li>para inibir o agressor, quer para encorajar a vítima a buscar ajuda. </li></ul></ul>
  11. 12. 3 . Prover uma atmosfera onde adultos e crianças que sofreram abuso sexual possam sentir-se seguras ao falar sobre o abuso e sentir que alguém os ouvirá .
  12. 13. 4. Estabelecer pontes com Conselheiros profissionais e entidades protetoras contra agressão sexual que possam, com suas habilidades profissionais, ajudar a vítima do abuso e seus familiares .
  13. 14. 5.Criar Diretrizes nos níveis apropriados, para ajudar os Líderes a: 6.Esforçar-se para tratar com justiça pessoas acusadas de abuso sexual. 7.Responsabilizar os agressores por suas ações e administrar a disciplina apropriada.
  14. 15. <ul><li>Atuar no aspecto educativo, levando dados e esclarecimento a crianças e adultos. </li></ul><ul><li>Oferecer informações que ajudem uma provável vítima a identificar tentativas de algum tipo de abuso. </li></ul>Nossa prioridade é:
  15. 16. <ul><li>Estimular as vítimas a quebrar o silêncio e oferecermos orientação de onde encontrar apoio e proteção. Profissionais como psicólogos, educadores, pais, professores e pastores, etc. devem orientar as vítimas a procurar os órgãos preparados pelo Governo. </li></ul>
  16. 17. Dra. Linda Koh, diretora dos Ministérios das Crianças da sede mundial da IASD, declarou que a Igreja deve oferecer mais do que palavras condenatórias na luta contra a violência.
  17. 19. &quot;Como Igreja precisamos ser mais organizados especificamente para ministrar às vítimas desse problema em todos os níveis. Em muitas partes do mundo garotas defrontam práticas sociais e tradicionais prejudiciais, tais como noivados com pouca idade, mutilação genital e negação de educação.
  18. 20. &quot;Até parece que nossa ênfase como Igreja é às vezes somente sobre o bem-estar espiritual e compartilhar as boas novas de salvação, mas também precisamos realizar mais para fazer face aos problemas físicos que as pessoas defrontam e que podem prejudicar sua aceitação do evangelho&quot;, prosseguiu Koh. &quot;Faz-se necessário um movimento ousado para tratar sobre as questões sociais“.

×