Deveres e proibições do segundo mandamento

403 visualizações

Publicada em

Deveres e proibições do segundo mandamento.
Subsídio para Lição 4: Não farás imagens de esculturas.
Professor Eduardo Braz

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
403
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Deveres e proibições do segundo mandamento

  1. 1. Deveres e proibições do segundo mandamento Subsídio para Lição 4: Não farás imagens de esculturas Prof. Eduardo Braz
  2. 2. O segundo mandamento O segundo mandamento encontra-se em Êx 20.4-6 e Dt 4.15-19. Enquanto o primeiro mandamento ressalta que o Senhor é o único Deus, o segundo mandamento trata sobre o serviço e culto ao Deus verdadeiro. Este mandamento nos diz que não podemos, de maneira alguma, representar Deus por imagem ou figura (Dt 4.15,16; Is 40.18,19,25; At 17.29; Rm 1.23-25.). E o mais importante de tudo, devemos adorá-Lo somente da maneira que Ele ordenou em sua palavra (Dt 12.30- 32; 1 Sm 15.23; Mt 15.9).
  3. 3. Deveresexigidosno segundomandamento • Nós devemos receber, crer (Jo 6.68-69), honrar (Jó 23.12), amar (Sl 119.97), obedecer (1 Jo 2.5), guardar (I Tim. 6:14,20), lutar (Jd 3) e observar, estudar (Mt 28.20; Ed 7.10) a Palavra de Deus. Guardando puros e inalterados, todo o culto e todas as ordenanças religiosas que Deus instituiu na sua Palavra, especialmente a oração e ações de graças em nome de Cristo (Fl 4.6; Ef 5.20); • Devemos praticar a leitura (Dt 17.18-19), a pregação (At 15.21; 2 Tm 4.2), e o ouvir a Palavra do Senhor (At 10.33); • Este mandamento também nos remonta às questões da administração e a recepção dos sacramentos, batismo e ceia do Senhor (Mt 28.19); • Trata do governo e a disciplina da igreja (Mt 16.18; 18.15-17); • Alicerça o ministério e a sua manutenção (1 Co 12.28; Ef 4.11-12; 1 Tm 5.17-18); • Lembra-nos da importância do jejum religioso (Jl 2.12; 1 Co 755), do jurar em nome de Deus e o fazer os votos a Ele (Dt 6.13; Sl 76.11); • Por fim, trata da importância em desaprovar, detestar e opor-nos a todo o culto falso, removendo tal culto e todos os símbolos de idolatria (At 17.16-17; Sl 16.4; Dt 7.5; Is 30:22).
  4. 4. Pecadosproibidosdeacordocomosegundomandamento • Estabelecer (Nm15.39), aconselhar(Dt 13.6-8), mandar(Os5. 11), usar e aprovar de qualquer maneira culto religioso não instituído pelo próprio Deus(Dt 12.30-32; 1 Rs 11.33; I Rs 12.33); • Fazer qualquer imagem de Deus, de todas ou qualquer das três pessoas, quer interiormente no espírito quer exteriormente em qualquer forma de imagem ou semelhança de criatura alguma (Dt 4.15-16; At 17.29; Rm 1.21-25); • Toda a adoração dela (Gl 4.8), ou de Deus nela ou por meio dela(Êx 32.5); • Fazer qualquer imagem de deuses imaginários(Êx 32.8) e todo o culto ou serviço a eles pertencente (I Rs 18. 26,28); • Todas as inovações supersticiosas (At 19.19), corrompendo o culto de Deus (Ml 1.7,8,14), acrescentando ou tirando dele (Dt 4.2), quer sejam inventados e adotados por nós (Sl 106.39) quer recebidas por tradição de outros (Mt 15.9), embora sob o título de antiguidade (1 Pe 1.18), de costume (Jr 44.17), de devoção (Is 65.3-5; Gl 1.13,14), de boa intenção ou por qualquer outro pretexto (1 Sm 13.12); a simonia [compra ou venda ilícita de coisas espirituais como indulgências e sacramentos; ou temporais ligadas às espirituais como os benefícios eclesiásticos] (At 8.18,19,22), o sacrilégio (Rm 2.22); toda a negligência (Êx 4.24- 26), o desprezo (Mt 22.5; Mt 1.7,8,12,13), o impedimento (Mt 23.13) e oposição ao culto e ordenanças que Deus instituiu (At 13. 45; 1 Ts 2.14-15).
  5. 5. Observação Este mandamento não é conta as artes de escultura, pintura ou gravura; não impede a confecção de símbolos e logotipos, não exclui a linguagem simbólica, necessária por sua forte representatividade. O que Deus por ele proíbe é o uso de semelhantes dons artísticos na produção artesanal ou industrial de ídolos destinados à adoração. Neste mandamento aprendemos que não se pode nem deve fazer nenhuma imagem de Deus. As criaturas podem ser representadas, mas Deus nos proíbe fazer ou ter imagens delas para adorá-las ou para servir a Deus por meio delas (Êx 34.13,14,17; Dt 12.3,4; Dt 16.22; 2Rs 18.4 Is 40.25).
  6. 6. Ferramentas Úteis Breve Catecismo de Westminster Catecismo Maior de Westminster Confissão de Fé de Westminster Catecismo de Heidelberg Catecismo Maior de Lutero Revista e Livro do trimestre Bíblias (ARA, ARC, NVI) Dicionário de língua portuguesa Dicionário teológico
  7. 7. Igreja Evangélica Assembleia de Deus no RN Natal, Setor 22 - Cong. Monte Sião Rua Indomar s/n, Planalto Escola Bíblica Dominical 8hs 30min – Classes de Adultos e Infantis 10hs – Classes de Adolescentes, Jovens e Discipulados (84) 9834.6937 e 8780.5376 pauloeduardobg@gmail.com pauloeduardobg@outlook.com facebook.com/pauloeduardo.bgoncalves instagran: eduardo_brazz Eduardo Braz

×