CSR NEWS
Colégio Santa Rita - RUA VIGÁRIO ODILON, 152 33622206 - colegiosantarita_areia@yahoo.com.br
Editorial
Caros leito...
Idade dos Entrevistados
Não Revelada - 8%
43 Anos - 4%
33 Anos - 4%
27 Anos - 4%
18 Anos - 4%
17 Anos - 24%
16 Anos - 12%
...
Durante o 1º Bimestre os alunos
do 9º ano – Ensino Fundamental,foram
orientados pela Professora Msa. Patrícia
Dias, a real...
Este momento em que sossegadamente
não cremos em nada,
Pagãos inocentes da
decadência.
Ao menos, se for sombra antes, lemb...
Dicas para concentração
nos estudos!
 Escolha um lugar único e calmo para
estudar;
 Crie uma agenda que estabeleça
taref...
População areense faz
protestos e fecham rodovia
Entradas e saídas da cidade
de Areia foram fechadas devido os
protestos d...
O Surgimento dos idiomas
A diversificação de línguas é algo
muito comum, já que cada nacionalidade tem
seu próprio idioma,...
[[
expansão do Reino de Castela (presente no
norte da Espanha) para o centro e o sul da
Península Ibérica durante a Idade ...
“No inglês já tenho uma melhor adaptação,
pois tenho contato com esse idioma a mais
tempo, o espanhol ainda estou me
adequ...
Curiosidade
De olho na Gramática...
O uso do ―se não‖ e do ―senão‖
Muitas vezes na correria do dia-a-dia
nem percebemos qu...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Csr news

181 visualizações

Publicada em

Confira a Primeira Edição do Jornal CSR NEWS.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Csr news

  1. 1. CSR NEWS Colégio Santa Rita - RUA VIGÁRIO ODILON, 152 33622206 - colegiosantarita_areia@yahoo.com.br Editorial Caros leitores, com imensa satisfação lançamos a primeira edição do Jornal Escolar ―CSR NEWS‖, fruto de um trabalho árduo de professores e alunos. Diante mão, agradecemos o apoio da Administradora Escolar Socorro Maria, que com prontidão acatou nossa solicitação. Informamos que este Jornal terá quatro edições, ao término de cada Bimestre Escolar. Nos disponibilizamos para receber sugestões e inserção de material, desde que venham enriquecero mesmo. Nosso maior objetivo é incentivar toda comunidade escolar à leitura e escrita. Desejamos assim, uma excelente leitura. (Equipe Jornalística) Pesquisa Quantitativa Será apresentada a seguir em gráficos, uma pesquisa realizada pelos alunos do 9° ano do ensino fundamental, sob a orientação da professora Patrícia Dias, que confronta funcionários, professores e outras séries de alunos, com a pergunta: Você já parou para refletir sobre o fato de que nem todo adolescente tem as mesmas oportunidades: escola, família, festas, passeios? Por que essas diferenças de oportunidades acontecem? E a opinião sobre tal assunto. No gráfico abaixo é descrito percentualmente a idade dos entrevistados, que como observamos acima de 68% são mulheres e 32% são homens. Número de Entrevistados Homens 32% Mulheres 68% Gráfico 2 Percebemos que o público entrevistado é bem diversificado, apesar disso obtivemos respostas coerentes, quando foi lançada a pergunta principal de nossa pesquisa. Apresentada no gráfico seguinte:
  2. 2. Idade dos Entrevistados Não Revelada - 8% 43 Anos - 4% 33 Anos - 4% 27 Anos - 4% 18 Anos - 4% 17 Anos - 24% 16 Anos - 12% 15 Anos - 8% 14 Anos - 16% 13 Anos - 12% 12 Anos - 4% Gráfico 3 Por que as diferenças de oportunidade acontecem?  Falta de compromisso dos políticos e dos cidadãos: 3; (12%)  Sofrimento, descriminação, falta de segurança: 4; (16%)  Falta de apoio familiar e condições financeiras: 8; (32%)  Desigualdade social e exclusão social: 10 (40%). Após quantificarmos os resultados, chegamos a algumas conclusões: O sofrimento surge juntamente com discriminação e com a falta de segurança, pois muitos jovens por não terem uma segurança acabam ficando expostos ao mundo injusto e cruel das ruas e com uma facilidade maior de serem excluídos socialmente, ficando abandonados, podendo assim sofrer psicologicamente. ESTÁ ACONTECENDO NO CSR...
  3. 3. Durante o 1º Bimestre os alunos do 9º ano – Ensino Fundamental,foram orientados pela Professora Msa. Patrícia Dias, a realizar leitura de um livro escolhido criteriosamente na Biblioteca do Colégio. Durante esse período, responderam a uma fixa catalográfica e perguntas de Interpretação referente a obra escolhida por cada um. Em seguida, todos os alunos tiveram a oportunidade de apresentar suas leituras, através de rodas de conversa. ―Esse é um momento único para a história de cada um dos nossos alunos, como leitores. O Colégio está fazendo sua parte, porém precisamos do incentivo da família desses adolescentes, uma vez que a leitura enriquece a escrita, imaginação e criatividade, dentre tantos outros benefícios.‖ – afirmou a Professora Patrícia Dias. Segundo a professora e idealizadora desse projeto, o mesmo acontece há 2 anos nas turmas do 9º ano, em 2015 o trabalho continuará e novas estratégias irão ser adotadas. Uma visão pessoana: Ricardo Reis Vem Sentar-te Comigo, Lídia, à Beira do Rio Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio. Sossegadamente fitemos o seu curso e aprendamos Que a vida passa, e não estamos de mãos enlaçadas. (Enlacemos as mãos.) Depois pensemos, crianças adultas, que a vida Passa e não fica, nada deixa e nunca regressa, Vai para um mar muito longe, para ao pé do Fado, Mais longe que os deuses. Desenlacemos as mãos, porque não vale a pena cansarmo-nos. Quer gozemos, quer não gozemos, passamos como o rio. Mais vale saber passar silenciosamente E sem desassosegos grandes. Sem amores, nem ódios, nem paixões que levantam a voz, Nem invejas que dão movimento demais aos olhos, Nem cuidados, porque se os tivesse o rio sempre correria, E sempre iria ter ao mar. Amemo-nos tranquilamente, pensando que podiamos, Se quiséssemos, trocar beijos e abraços e carícias, Mas que mais vale estarmos sentados ao pé um do outro Colhamos flores, pega tu nelas e deixa-as No colo, e que o seu perfume suavize o momento — Ouvindo correr o rio e vendo- o.
  4. 4. Este momento em que sossegadamente não cremos em nada, Pagãos inocentes da decadência. Ao menos, se for sombra antes, lembrar- te-ás de mim depois Sem que a minha lembrança te arda ou te fira ou te mova, Porque nunca enlaçamos as mãos, nem nos beijamos Nem fomos mais do que crianças. E se antes do que eu levares o óbolo ao barqueiro sombrio, Eu nada terei que sofrer ao lembrar-me de ti. Ser-me-ás suave à memória lembrando- te assim — à beira-rio, Pagã triste e com flores no regaço. Ricardo Reis, in "Odes" Heterónimo de Fernando Pessoa O poema de Ricardo Reis fala que a vida deve ser vivida tranquilamente, sossegadamente, desfrutando a paixão como crianças adultas, sem grandes emoções, para não sofrerem quando a morte chegar, ―(...) porque não vale a pena cansarmo-nos (...)‖, ―(...) amemo-nos tranquilamente‖. Para ele, se a vida for desfrutada com calma, como aqueles que observam um rio, sem grandes emoções que estremeçam, não haverá motivos para lamentações futuras: o eu-lírico não terá que sofrer pela morte de sua amada, nem ela, quando ele partir e deixar a moeda com o ―barqueiro sombrio‖. Tal visão nos diz que a vida é breve e a morte vem de qualquer maneira, que não adianta lutarmos contra esse destino inevitável: sobretudo, devemos ter a calma de um rio que corre, inexoravelmente, para o mar...
  5. 5. Dicas para concentração nos estudos!  Escolha um lugar único e calmo para estudar;  Crie uma agenda que estabeleça tarefas e prazos;  Não estude cansado ou com fome;  Divida grandes conteúdos em partes menores; Vírgula, não erre mais! Correto: Compramos na viagem dois livros. Errado: Compramos na viagem, dois livros. Mas podemos colocar duas vírgulas: Compramos, na viagem, dois livros. Dicas de Português A concordância com termos femininos é feita quando temos a presença do elemento determinativo (o artigo): Ex: É proibida a entrada de animais. Se retirarmos o artigo, a concordância deve ser feita com o masculino. Ex: É proibido entrada de animais.
  6. 6. População areense faz protestos e fecham rodovia Entradas e saídas da cidade de Areia foram fechadas devido os protestos da população insatisfeita com a falta d’agua e com o descaso do governo. Moradores de Areia, cidade do Brejo Paraibano, interditaram o acesso à cidade, sexta- feira dia 30 de janeiro a partir das primeiras horas da manhã. Entradas e saídas foram fechadas. A manifestação teve como motivo a falta de abastecimento de água, o líder do movimento foi Edvaldo Felix, vereador da cidade. Os moradores queimaram pneus e galhos de árvores para fechar a rodovia. Estudantes, comerciantes e condutores ficaram por muito tempo no local impedidos de entrar ou sair da cidade. A falta de água já é a realidade em muitos municípios do Estado da Paraíba e Areia está entre eles. O município passa há meses por racionamento de água, o reservatório que a abastece possui água, mas, não vem sendo distribuída, entretanto caminhões pipas saem carregados para o abastecimento das cidades vizinhas provocando revolta nos moradores. Soneto de Intimidade Vinicius de Moraes Nas tardes de fazenda há muito azul demais. Eu saio às vezes, sigo pelo pasto, agora Mastigando um capim, o peito nu de fora No pijama irreal de há três anos atrás. Desço o rio no vau dos pequenos canais Para ir beber na fonte a água fria e sonora E se encontro no mato o rubro de uma amora Vou cuspindo-lhe o sangue em tomo dos currais. Fico ali respirando o cheiro bom do estrume Entre as vacas e os bois que me olham sem ciúme E quando por acaso uma mijada ferve Seguida de um olhar não sem malícia e verve Nós todos, animais, sem comoção nenhuma Mijamos em comum numa festa de espuma. Soneto de Fidelidade Vinicius de Moraes De tudo, ao meu amor serei atento Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto Que mesmo em face do maior encanto Dele se encante mais meu pensamento Quero vivê-lo em cada vão momento E em seu louvor hei de espalhar meu canto E rir meu riso e derramar meu pranto Ao seu pesar ou seu contentamento E assim quando mais tarde me procure Quem sabe a morte, angústia de quem vive Quem sabe a solidão, fim de quem ama Eu possa lhe dizer do amor (que tive): Que não seja imortal, posto que é chama Mas que seja infinito enquanto dure.
  7. 7. O Surgimento dos idiomas A diversificação de línguas é algo muito comum, já que cada nacionalidade tem seu próprio idioma, popularmente conhecido como ―língua‖. Para compreendermos melhor essas variações linguísticas procuramos buscar sobre sua origem e de como sugiram os idiomas. A revista norte americana Science explica que não existem razões únicas para comprovar esse surgimento, mas há duas ideias que mostram possibilidades plausíveis. A primeira afirma que ocorreu o processo de monogênese que sustenta que havia uma única manifestação da linguagem verbal, da qual derivaram as outras, e na segunda ideia está presente a poligênese, segundo a qual houve vários idiomas no início da humanidade. O idioma e sua expansão Como citado anteriormente existem vários idiomas ou ―línguas‖, porém duas línguas têm se destacado; O Espanhol e o Inglês. Durante a realização da pesquisa surge a dúvida; De tantos idiomas porque apenas o inglês e o espanhol se destacam mundialmente? A resposta para essa dúvida é Impacto da Cultura Popular, entendeu? Claro que não! Isso quer dizer que houve a manifestação de uma cultura sobre outra, nesse caso o inglês e espanhol sobre os demais países. Há muito tempo atrás nas épocas das colonizações de vários continentes os norte americanos e os europeus eram alguns dos povos mais evoluídos, isso os levava a dominar novos territórios, e é claro que quando chegavam nesse novo território usavam seu próprio idioma para se comunicarem , expandindo seu idioma para as diversas regiões do mundo. Porém, se analisarmos por outro ângulo isso significaria dizer que todas as terras povoadas por esses povos falariam Inglês e Espanhol. Calma não é bem assim, cada país continuava tendo sua própria linguagem, porém tendo conhecimento da nova língua. Expansão na atualidade O inglês teve sua ―diversificação internacional‖ primeiro que o espanhol, através do capitalismo. Todos os dias compramos mais e mais produtos norte americanos, a cada dia lemos artigos que possuem palavras estrangeiras como site, online, internet, driver, cowboy, link, mouse, lep top, hot dog. Etc. E foi essa globalização e devido ao ―poder‖ que os Estados Unidos USA adquiriram que essa língua foi sendo espalhada pelos outros países. Logo em seguida veio o Espanhol muitas vezes devido também ao capitalismo europeu. Outro grandefator que influenciou muito para esse expansão linguística foi a televisão através dos filmes norte americanos de Hollywood e as novelas mexicanas que eram interpretadas em espanhol. Conhecendo o Inglês Inglês (English) é uma língua germânica ocidental que surgiu nos reinos anglo- saxônicos da Inglaterra e se espalhou para o que viria a tornar-se o sudeste da Escócia, sob a influência do reino anglo medieval da Nortúmbria. Após séculos de extensa influência da Grã- Bretanha e do Reino Unido desde o século XVIII, através do Império Britânico, e dos Estados Unidos desde meados do século XX, o inglês tem sido amplamente disperso em todo o planeta, tornando-se a principal língua do discurso internacional e uma língua franca em muitas regiões. O idioma é amplamente aprendido como uma segunda língua e usado como língua oficial da União Europeia, das Nações Unidas e de muitos países da Commonwealth, bem como de muitas outras organizações mundiais. Conhecendo o Espanhol O castelhano (castellanoou espanhol (esp añol)é uma língua românica do grupo ibero- românico que evoluiu a partir de vários dialetos do latim falados no centro-norte da Península Ibérica por volta do por volta do século IX. Gradualmente, espalhou-se com a
  8. 8. [[ expansão do Reino de Castela (presente no norte da Espanha) para o centro e o sul da Península Ibérica durante a Idade Média. A transição do espanhol medieval para o moderno foi marcada pela mudança e pelo ensurdecimento das consoantessibilantes da língua antiga, que começaram no século XV. No início de sua história, o vocabulário espanhol foi enriquecido pelo seu contato com o basco e o árabe e a língua continua a adotar palavras estrangeiras a partir de uma variedade de outras línguas, bem como o desenvolvimento de novas palavras. A pesquisa na escola Durante a pesquisa descobrimos que ambos os idiomas começaram a ser cobrado da grade curricular de escolas e universidades, assim quem possui domínio dessas línguas ou pelo menos de uma delas já é favorecido em universidades e no próprio mercado de trabalho.Na nossa escola essas disciplinas de Inglês e Espanhol também são estudados, o inglês veio primeiro desde a alfabetização, ou seja, começamos a aprender inglês quando começamos a aprender mais sobre nossa própria língua. O espanhol surgiu a menos de três anos, quando começou a ser lei para as escolas públicas e particulares. Mas queremos saber oque você aluno e aluna acham dessas matérias, e assim foi realizada a pesquisa na escola ; Fizemos as seguintes perguntas a jovens acadêmicos, e alunos da nossa escola. A grande maioria falou sobre a importância principalmente para o ENEM ( Exame nacional do ensino médio) . “Necessitamos do estudo dessas línguas estrangeiras para o ENEM, mas também porque na nossa vida se faz necessário o conhecimento das mesmas para que possamos ter êxito no nosso espaço de trabalho já que vivemos em um mundo globalizado.” Ana Rita / 1° ano/ 13 anos. “É bastante importante porque além de precisar no ENEM , é também essencial no mercado de trabalho atualmente.” Yasmin Soares/1° ano/15 anos Fizemos outras perguntas para esses alunos , por exemplo se depois do ENEM eles continuariam a precisar dessas línguas em outras coisas , ou até mesmo oque eles estavam achando dessas línguas, com destaque para o espanhol , como foi dito principalmente o primeiro ano teve o primeiro contato com a língua em 2015. “Desenvolver o aprendizado de outras línguas, serve para aprender novas culturas, principalmente na universidade e depois para entrar na área de trabalho” João Pedro/1°ano/14 anos “A língua estrangeira adquire importância no ensino médio , devido ser uma etapa que está mais próxima de realizar provas para garantir o futuro” Mariana Laureano/ 1° ano/14 anos Queríamos saber também o que esses alunos achavam das matérias em questão de aprendizado, se achavam fáceis ou difíceis. Como é a primeira vez que eles têm contato se já haviam se adequado a essas disciplinas e quais achavam mais fáceis. “Eu estou começando a me adequar, não é fácil e leva um tempo para me adequar, porque para se adaptar a uma língua é difícil, e leva um tempo além de que precisa ser praticado. Para mim a língua mais fácil é espanhol e em algum exame escolheria espanhol” Samuel Barros/1° ano/14 anos “Estou me adequando ao espanhol aos poucos pois eu era acostumado com inglês, acho mais fácil de inserir no mercado de trabalho , escolas e universidades o espanhol , pois é bem semelhante ao português.” Felipe Augusto/1° ano/14 anos
  9. 9. “No inglês já tenho uma melhor adaptação, pois tenho contato com esse idioma a mais tempo, o espanhol ainda estou me adequando” Ana Christina/ 1°ano/13 anos Alguns alunos acharam as línguas fáceis, sendo que o espanhol é mais simples principalmente na pronuncia, pois se assemelha muito ao português. “Acho mais fácil o espanhol por ser mais próximo do português, mais o inglês é uma língua mais difundida.” Gabriela Porto/1° ano/14 anos “Está sendo até fácil de aprender principalmente o espanhol por ter muitas palavras parecidas com o espanhol.” Eulálya Joany/1°ano/15 anos “O espanhol, é uma das línguas mais faladas em todo o mundo e têm grande aproximação com o nosso português influenciando nesta” Sammyli Kissy/1°ano/14 anos Continuamos a nossa pesquisa em colocando como ponto principal a vida acadêmica fora da escola para que os alunos possam tirar suas conclusões sobre se estudar essas línguas é realmente importante.Quando perguntamos ao entrevistado o que ele achou das línguas depois de entrar na universidade ele afirmou ― Deram muita dor de cabeça!!Eu tive que traduzir textos , mas foram de muita importância nas entrevistas de emprego e muito ....muito importante para o currículo. Depois perguntamos o que o entrevistado achava entre as duas opções no ENEM (inglês espanhol) : ―O espanhol. Mais fácil de compreender e escrever...Se fizerem o ENEM esse ano optem por espanhol (risos).”A pergunta a seguir foi feita pra alguns alunos , mas preferiram ―pular‖ a pergunta já que não se imaginaram na situação ou teriam vergonha de expor a experiência própria. Se você encontrasse um turista e o mesmo tentasse manter contato com você, qual das línguas você usaria? O entrevistado respondeu: “Aceitaria, teria que ver sua nacionalidade para usar a língua adequada caso ele fosse fluente nas duas usaria o espanhol”. Yan Marcel /26 anos A entrevista foi feita com outras pessoas... Perguntamos ao 2° entrevistado se ele considera essas línguas importantes, e ele respondeu: “Depende da ocasião, se eu for utilizá-la sim, mas se não for a resposta é não, prefiro meu próprio idioma. Sobre a qual me adaptei melhor com certeza foi inglês porque estudei a mais tempo, e como me mudei de escola e na outra não tinha espanhol eu estudava só inglês e me adaptei melhor a essa língua.”Marcio S./22 anos Por: Larissa Gondim e Beliza Augusta Participação: Alunos do 1° ano Orientação: PROF. SHEILLA COSTA Realização: 1º ANO ENSINO MÉDIO
  10. 10. Curiosidade De olho na Gramática... O uso do ―se não‖ e do ―senão‖ Muitas vezes na correria do dia-a-dia nem percebemos que existem orações escritas com ―se não‖ (separado) e ―senão‖ (junto). E, se percebemos, quase não nos preocupamos em saber quais são as regras para a utilização de ambos. Então vamos aprender agora como utilizá-los! O ―se não‖ (separado) deve ser utilizado nas orações em que este puder ser substituído por ―caso não‖ ou ―quando não‖. Vamos exemplificar para que se entenda melhor: Se não fosse assim, eu até iria com você. Perceba que no exemplo o ―se não‖ pode ser facilmente substituído por ―caso não‖, logo ele é separado e indica uma condição para que alguma ação seja executada ou algo aconteça. Já na oração ―Você não pode confiar em ninguém, senão em mim‖ o caso é diferente, perceba que o ―senão‖ pode ser substituído por ―a não ser‖ e quando isso ocorre o senão é junto. O ―senão‖ (junto) indica também contrariedade, ou seja, ele também pode ser substituído por ―caso contrário‖ ou ―mas sim‖. Como no exemplo: Vamos mais rápido, senão não chegaremos a tempo pra aula. Então, agora ficou bem mais fácil com essas dicas! ReceitadeFelicidade Toquinho Pegue uns pedacinhos de afeto e de ilusão; Misture com um pouquinho de amizade; Junte com carinho uma pontinha de paixão E uma pitadinha de saudade. Pegue o dom divino maternal de uma mulher E um sorriso limpo de criança; Junte a ingenuidade de um primeiro amor qualquer Com o eterno brilho da esperança. Peça emprestada a ternura de um casal E a luz da estrada dos que amam pra valer; Tenha sempre muito amor, Que o amor nunca faz mal. Pinte a vida com o arco-íris do prazer; Sonhe, pois sonhar ainda é fundamental E um sonho sempre pode acontecer. EQUIPE JORNALÍSTICA Direção Geral: Prof.Msa Patrícia Dias Edição: Yan Caio (3º ano) Correção: Adrielly Cardoso (3º ano), Eduarda Jéssica (2ºano) Equipe Externa: Maria Eduarda, Beatriz Vitório, Pedro Henrique (9º ano), Ana Rita (1º ano)

×