APRESENTAÇÃO CORPORATIVARio de Janeiro | Maio 2012 |
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL                     EBX                     FREE FLOAT                 78.8%                     ...
PILARES DA OSX                      Direito de prioridade recíproco entre OSX e OGX   Forte Demanda                     ...
DEMANDA POTENCIALPlataformas Offshore de E&P no Brasil182 unidades a serem entregues nos próximos 10 anosDemanda projetada...
CONTEÚDO LOCAL: RACIONAL E EVOLUÇÃO  Representa uma estratégia de desenvolvimento sócio-  Econômico. Tem aumentado nas rod...
ESTALEIROS NO BRASIL           Estaleiros locais não estão preparados para atender a           demanda de unidades offshor...
CONSTRUÇÃONAVAL        7
SUPERPORTO DO AÇUOne-Stop Shop para a Indústria de Petróleo e Gás                                                   8
COMPLEXO INDUSTRIAL DO AÇUUm Novo Pólo para a Indústria Pesada e Offshore                                      GE         ...
UCN AÇU: SITE      Layout aprovado pela Hyundai Heavy Industries Investimento de US$ 1,7 bilhão Capacidade de processament...
UCN AÇU: LICENCIAMENTO                        Emissão da   Emissão da           Audiências                              In...
UCN AÇU: CRONOGRAMA                PACOTES                 CONTRATAÇÃO       MOBILIZAÇÃO        SUPRESSÃO DA VEGETAÇÃO    ...
UCN AÇU: ESTIMATIVA DE ENTREGAS PARCIAIS   SEÇÕES DA UCN AÇU PRONTAS            2012           2013           2014 ÁREA 1 ...
UCN AÇU: FINANCIAMENTO     Fundo da Marinha Mercante                                               Distribuição do Capex p...
UCN AÇU:EVOLUÇÃO DAS OBRAS
UCN AÇU: VISTA AÉREA                       16
UCN AÇU: VISTA AÉREA                       17                       17                       17
UCN AÇU: CONSTRUÇÃO DO CANAL                               18                               18
UCN AÇU: CONSTRUÇÃO DO CANAL                                                A dragagem do canal terá um volume de 43 milhõ...
UCN AÇU: QUEBRA MARQuebra mar: evita o assoreamento do canal e   O quebra mar será composto de 43 grandes blocos,protege a...
UCN AÇU: TERRAPLANAGEM & EDIFICAÇÕES Fundações dos Edifícios Industriais                                       21         ...
UCN AÇU: TERRAPLANAGEM & EDIFICAÇÕES                                      Estação de Tratamento de Água                   ...
UCN AÇU: TERRAPLANAGEM & EDIFICAÇÕES                            1        Edifício Administrativo                          ...
UCN AÇU: EDIFICAÇÕES                       Parte dos produtos utilizados na confecção das refeições                       ...
CARTEIRA DE              FPSO OSX-1PEDIDOS
CARTEIRA DE PEDIDOS ATUAL                                                               PREÇO ESTIMADO                    ...
FPSO OSX-1
1º ÓLEO PARA OGX: 18H 39M 50S31 de Janeiro de 2012                                28                                 28
FPSO OSX-1: CUSTOMIZAÇÃO  TRABALHO DE                                      M320 Mod.    M290 Mod.      M260 Mod.      M230...
FPSO OSX-1: TRIPULAÇÃOTotal de 89 pessoas  Faixa Etária                                 Tempo de experiência        4%    ...
FPSO OSX-2 / WHP-1
SISTEMA OSX-2 / WHP-1OSX-2                                                             WHP-1                 Marco        ...
FPSO OSX-3 / WHP-2
SISTEMA OSX-3 / WHP-2OSX-3                                                               WHP-2                Marco       ...
FPSO OSX-4
MARCOS ATINGIDOS E PRÓXIMAS ETAPAS   Cascos gêmeos adquiridos pela OSX em Novembro de 2010 : US$ 27    milhões cada   As...
FPSO OSX-5
MARCOS ATINGIDOS E PRÓXIMAS ETAPAS   Cascos gêmeos adquiridos pela OSX em Novembro de 2010 : US$ 27    milhões cada   As...
PLSV - PIPE-LAYING SUPPORT VESSELDestina-se ao lançamento e instalação no fundo do mar delinhas submarinas flexíveis.Marco...
11 MR - MEDIUM RANGE TANKERSNavios TanqueMarcos atingidos:   Contrato assinado em 9/03/2012   Preço do contrato : US$ 73...
PARCERIA BRASIL / CORÉIAITN:INSTITUTOTECNOLÓGICONAVAL
ITN- INSTITUTO TECNOLÓGICO NAVALObjetivos   Inscrições entre 9 e 20 de Abril de 2012   Número de candidatos inscritos: A...
ITN- INSTITUTO TECNOLÓGICO NAVAL                         Distância     Força de        Cidades                            ...
PRÓXIMOS PASSOS    Financiamento: WHP-1 e WHP-2 (BNDES / GIEK)    Financiamento: OSX-4 e OSX-5    Contratação de estale...
45
RI@OSX.COM.BR+55 21 2555 6914
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Osx apresentação corporativa português_maio

904 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
904
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
342
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Osx apresentação corporativa português_maio

  1. 1. APRESENTAÇÃO CORPORATIVARio de Janeiro | Maio 2012 |
  2. 2. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL EBX FREE FLOAT 78.8% 21.2% Provedor de equipamentos e serviços HYUNDAI integrados para exploração e produção de petróleo e gás natural 10% Holding 90% 100% 100% OSX CONSTRUÇÃO OSX LEASING OSX SERVIÇOS NAVAL 2
  3. 3. PILARES DA OSX  Direito de prioridade recíproco entre OSX e OGX Forte Demanda  Demanda de 48 unidades de produção offshore, investimento de US$30 bi da OGX  Potencial de upside conforme campanha exploratória da OGX Condições de  Expectativa de aumento dos recursos de petróleo e gás natural para 100 bilhões Mercado boe, com investimentos anunciados de mais de US$ 140 bilhões Atraentes no  Mercado doméstico de equipamentos e serviços sub-atendido Brasil  Aprox. 70% do investimento da indústria de E&P precisa ser suprido localmente Requerimento de  Pilar do desenvolvimento sócio-econômico de longo prazo do Brasil (285.000 Conteúdo Local empregos em 5 anos)  Parceria com o líder mundial Parceria  Tecnologia de ponta e transferência de know-how estratégica com  Estaleiro com escala e de extensa área no Distrito Industrial do Superporto do Hyundai Açu  ITN – Instituto Tecnológico Naval, parcerias com escolas técnicas e universidades Treinamento  Absorção e aplicação de tecnologia coreana (ITN)  Qualificação de 7.800 pessoas até o final de 2013 Equipe  Mais de 30 anos de experiência, em média, no setor de E&P Experiente e  US$ 30 bilhões em projetos implementados e mais de 50.000 pessoas Motivada gerenciadas 3
  4. 4. DEMANDA POTENCIALPlataformas Offshore de E&P no Brasil182 unidades a serem entregues nos próximos 10 anosDemanda projetada da OGX: 48 unidades (19 FPSOs, 24 WHPs, 5 TLWPs) Demanda Potencial Consolidada (número de equipamentos de E&P) 32 PETROBRAS (FPSOs + 28 Sondas) OGX (Somente FPSOs) 27 22 18 16 13 11 8 Capacidade Existente 3 3 2011E 2012E 2013E 2014E 2015E 2016E 2017E 2018E 2019E 2020E Obs.: Incluindo equipamentos já encomendados Fonte: Verax 4 Estimativas de Capacidade: Fonte OSX
  5. 5. CONTEÚDO LOCAL: RACIONAL E EVOLUÇÃO Representa uma estratégia de desenvolvimento sócio- Econômico. Tem aumentado nas rodadas de licitações da ANPRequerimento de Conteúdo Local Evolução do Conteúdo Local■ Definição: porcentagem mínima de equipamentos e Fase de Exploração 86% 89% 84% serviços contratados pela operadora que devem ser 81% Fase de Desenvolvimento 77% fornecidos por empresas nacionais 86% 79% 79%■ Média de 70% na fase de desenvolvimento de produção 54% 74% 69% 48%■ Componente do edital para leilão de aquisição dos blocos 40% de E&P 27% 42%■ Certificação de cada item pelas empresas de inspeção 39% 25% 28% (diretrizes estabelecidas pelo governo federal – MME) 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º (1) 9º 10º■ Sujeito a severas penalidades Fonte: ANP Obs. (1) A 8a rodada de licitações da ANP ainda está em discussãoRacional do Conteúdo Local Principais empresas comprometidas■ Impulsiona a indústria local de serviços e equipamentos com o conteúdo localde óleo e gás■ Incentiva o desenvolvimento da tecnologia local■ Aumenta significativamente as taxas de emprego edisponibilidade de renda 5
  6. 6. ESTALEIROS NO BRASIL Estaleiros locais não estão preparados para atender a demanda de unidades offshore Principais Estaleiros do Brasil Condição Atual dos Estaleiros no Brasil Mac Laren EAS ERG Brasfels Mauá Mac Laren Slots ocupados Mauá Área do site (km2) 1,6 0,5 0,5 0,4 0,1 Parceiro tecnológico Capacidade de processamento de aço 160 60 50 36 6 Brasfels (kton/ano) Foco em equipamentos offshore Logística Mão-de-obraFonte: Verax “Um slot no estaleiro da OSX vale mais do que ouro” 6
  7. 7. CONSTRUÇÃONAVAL 7
  8. 8. SUPERPORTO DO AÇUOne-Stop Shop para a Indústria de Petróleo e Gás 8
  9. 9. COMPLEXO INDUSTRIAL DO AÇUUm Novo Pólo para a Indústria Pesada e Offshore GE 90 km² Complexo Industrial (1,5x maior que a ilha de Manhattan) 9
  10. 10. UCN AÇU: SITE Layout aprovado pela Hyundai Heavy Industries Investimento de US$ 1,7 bilhão Capacidade de processamentode aço de 180.000 ton/ano ecapacidade de integração de220.000 ton/ano Até 3.525 m de cais (2.400 m naprimeira fase) 10
  11. 11. UCN AÇU: LICENCIAMENTO Emissão da Emissão da Audiências Início daEIA/RIMA Licença Licença de Públicas Construção Prévia Instalação P Out-10 P Jan-11 P Fev-11 P Jun-11 P Jul-11 11
  12. 12. UCN AÇU: CRONOGRAMA PACOTES CONTRATAÇÃO MOBILIZAÇÃO SUPRESSÃO DA VEGETAÇÃO 2T11 P 2T11 P PREPARAÇÃO DO TERRENO 3T11 P 3T11 P CAIS NORTE E ÁREA DAS JAQUETAS 1T12 (LOI) P 1T12 P DIQUE 1T12 (LOI) P 1T12 P CAIS SUL E RESPECTIVA RETRO ÁREA 1T12 (LOI) P 1T12 P EDIFÍCIOS INDUSTRIAIS 3T11 P 4T11 P UTILIDADES E INFRAESTRUTURA 3T11 P 3T11 P EDIFÍCIOS ADMINISTRATIVOS 2T12 2T12 EDIFÍCIOS AUXILIARES 2T12 2T12 MONTAGEM ELETROMECÂNICA 2T12 2T12 APOIO A FISCALIZAÇÃO 2T11 P 2T11 P CANTEIRO DE OBRAS 3T11 P 3T11 P QUEBRA MAR 1T11 P 1T11 P DRAGAGEM 3T11 P 3T11 P 12
  13. 13. UCN AÇU: ESTIMATIVA DE ENTREGAS PARCIAIS SEÇÕES DA UCN AÇU PRONTAS 2012 2013 2014 ÁREA 1 PARA MONTAGEM DE JAQUETAS 4O TRIMESTRE - - ÁREA 2 PARA MONTAGEM DE JAQUETAS - 1O TRIMESTRE - 1O CORTE DE CHAPA DE AÇO - 1O TRIMESTRE - SLOT 1 PARA INTEGRAÇÃO FPSO - 1O TRIMESTRE - SLOT 2 PARA INTEGRAÇÃO FPSO - 2O TRIMESTRE - SLOT 3 PARA INTEGRAÇÃO DE FPSO - 3O TRIMESTRE SLOT 4 PARA INTEGRAÇÃO DE FPSO - 4O TRIMESTRE - SLOT 5 E 6 PARA INTEGRAÇO DE FPSO - - 2O TRIMESTRE FINAL DA CONSTRUÇÃO DA UCN - - 2O TRIMESTRE 13
  14. 14. UCN AÇU: FINANCIAMENTO Fundo da Marinha Mercante Distribuição do Capex por ano/atividade 14,4% 63,6% 20,1% 1,9% Linha de crédito: 80% CAPEX 2011 2012 2013 2014 Prazo total entre 18 e 20 anos com PACOTES OSX (US$) LLX (US$)carência de até 3 anos e taxas que podem DRAGAGEM-ENGENHARIA 93 90variar entre US$ + 2% aa à US$ + 4% aa QUEBRA MAR 135 129 CAIS 262 - PRÉDIO 339 - Agentes repassadores: BNDES, Caixa DIQUE SECO 133 -Econômica Federal, Banco do Brasil, BNB e RUAS E PAVIMENTAÇÃO 146 -Banco da Amazônia EQUIPAMENTOS, ENGENHARIA E MEIO AMBIENTE 487 - OUTROS 119 - TOTAL $1.714 $219 TOTAL DE US$ 1,933 MM 14
  15. 15. UCN AÇU:EVOLUÇÃO DAS OBRAS
  16. 16. UCN AÇU: VISTA AÉREA 16
  17. 17. UCN AÇU: VISTA AÉREA 17 17 17
  18. 18. UCN AÇU: CONSTRUÇÃO DO CANAL 18 18
  19. 19. UCN AÇU: CONSTRUÇÃO DO CANAL A dragagem do canal terá um volume de 43 milhões de m3, o equivalente a 140 Estádios do MaracanãEnrocamento de proteção do canal de acesso da Unidade de Construção Naval do Açu 19 19
  20. 20. UCN AÇU: QUEBRA MARQuebra mar: evita o assoreamento do canal e O quebra mar será composto de 43 grandes blocos,protege a entrada e saída das embarcações. medindo 67m de comprimento, 24m de largura e 24m de altura. 20
  21. 21. UCN AÇU: TERRAPLANAGEM & EDIFICAÇÕES Fundações dos Edifícios Industriais 21 21
  22. 22. UCN AÇU: TERRAPLANAGEM & EDIFICAÇÕES Estação de Tratamento de Água Áreas destinadas às empreiteiras Edifício Administrativo Áreas destinadas às empreiteiras 22 22
  23. 23. UCN AÇU: TERRAPLANAGEM & EDIFICAÇÕES 1 Edifício Administrativo 23 1. Posto Médico 2. Edifício Administrativo 3. Refeitório 23 23
  24. 24. UCN AÇU: EDIFICAÇÕES Parte dos produtos utilizados na confecção das refeições são comprados de produtores locais Refeitório 24
  25. 25. CARTEIRA DE FPSO OSX-1PEDIDOS
  26. 26. CARTEIRA DE PEDIDOS ATUAL PREÇO ESTIMADO LOCAL DE OSX LEASING UNIDADE CAPACIDADE ENTREGA* (US$ MM) CONSTRUÇÃO & SERVIÇOS FPSO OSX-1 80K bopd 610 OK SAMSUNG, CORÉIA P FPSO OSX-2 100K bopd 775 2T 2013 KEPPEL, CINGAPURA P FPSO OSX-3 100K bopd 800 3T 2013 JURONG, CINGAPURA P FPSO OSX-4 100K bopd 850-900 2T 2014 OSX, BRASIL P FPSO OSX-5 100K bopd 850-900 4T 2014 OSX, BRASIL P WHP-1 30 poços 400-450 3T 2013 TECHINT, BRASIL P WHP-2 30 poços 400-450 4T2013 TECHINT, BRASIL P WHP-3 a ser definido a ser definido 2015 OSX, BRASIL P WHP-4 a ser definido a ser definido 2015 OSX, BRASIL P PLSV - SAPURA NA 263 4T 2014 OSX, BRASIL 11 MR - KINGFISH NA 732 2T 2015- 4T 2017 OSX, BRASIL * entrega física no estaleiro desconsiderando instalação • PLSV: Pipe Laying Support Vessel• FPSO: Floating Production Storage Offloading • MR: Medium Range Tanker 26• WHP: Wellhead Platform
  27. 27. FPSO OSX-1
  28. 28. 1º ÓLEO PARA OGX: 18H 39M 50S31 de Janeiro de 2012 28 28
  29. 29. FPSO OSX-1: CUSTOMIZAÇÃO TRABALHO DE M320 Mod. M290 Mod. M260 Mod. M230 Nova MODIFICAÇÃO NOVA M200 Nova M380 Nova M350 Nova INSTALAÇÃO N160 Mod. Hull / Engine N130 Mod. Room Mod. F110 Mod. M430 Mod. M400 Mod. Central Pipe Rack Mod. M310 Nova M280 Mod. M250 Nova M220 Mod. W140 Mod. 29
  30. 30. FPSO OSX-1: TRIPULAÇÃOTotal de 89 pessoas Faixa Etária Tempo de experiência 4% 14% De 20 à 30 anos 19% De 30 à 40 anos Menos de 20 anos28% De 40 à 50 anos 49% de 20 à 30 anos 26% De 50 à 60 anos Maior ou igual a 30 anos 32% Maior ou igual a 60 anos 28% 30
  31. 31. FPSO OSX-2 / WHP-1
  32. 32. SISTEMA OSX-2 / WHP-1OSX-2 WHP-1 Marco Data Marco Data Chegada do casco no estaleiro de 3º Trimestre de 2011 Início de construção e montagem 4º Trimestre de 2011 conversão Keppel (Cingapura) P&IDs aprovados para construção 2º Trimestre de 2011 Pronto para Load Out da WHP-1 3º Trimestre de 2013 Saída do FPSO para locação 2º Trimestre de 2013 Contrato de Construção Contrato de Construção■ Contrato EPCI assinado com SBM ■ Assinatura LOI com Techint 1T2011■ Aquisição do VLCC - Efetuada ■ Início Engenharia 1T2011■ Conversão do casco em andamento no estaleiro da Keppel ■ Contrato assinado com a Techint (Cingapura) ■ LOI do Drilling Package assinado com a TTS■ Avanço físico: aproximadamente 32% Comprometimento dívida longo prazo■ Financiamento: US$ 850 milhões (12 anos, LIBOR +4,41% a.a.)■ ING, Itaú-BBA e Santander (líderes), HSBC, Citibank, ABN AmroBank, Banco do Brasil, NIBC e DnB Nor 32
  33. 33. FPSO OSX-3 / WHP-2
  34. 34. SISTEMA OSX-3 / WHP-2OSX-3 WHP-2 Marco Data Marco Data Chegada do casco no estaleiro de 4º Trimestre de 2011 Início de construção e montagem 4º Trimestre de 2011 conversão P&IDs aprovados para construção 1º Trimestre de 2012 Pronto para Load Out da WHP-2 4º Trimestre de 2013 Saída do FPSO para locação 3º Trimestre de 2013 Contrato de Construção Contrato de Construção■ Aquisição do VLCC - Efetuada ■ Assinatura LOI com Techint 1T2011■Contrato EPCI assinado com MODEC ■ Início Engenharia 1T2011■ Conversão do casco em andamento no estaleiro Jurong ■ Contrato assinado com a Techint(Cingapura)■ Avanço físico: aproximadamente 37% Comprometimento dívida longo prazo■ Financiamento: US$ 500 milhões com emissão internacional detítulo de dívida. Vencimento final 03/2015, juros de 9,25% aapagos trimestralmente.■ Coordenador global, “Joint Lead Manager” e “Bookrunner”: ParetoSecurities e DNB Markets“Joint Lead Manager” e “Bookrunner”. 34
  35. 35. FPSO OSX-4
  36. 36. MARCOS ATINGIDOS E PRÓXIMAS ETAPAS Cascos gêmeos adquiridos pela OSX em Novembro de 2010 : US$ 27 milhões cada Assinatura do contrato para o Projeto OSXflex : (consórcio Chemtec, Kromav e Exactum) Marco Data Realizado Close-up Survey dos cascos pela empresa Shipscan com Especificações do reparo do 1º T2012 acompanhamento pela Certificadora Bureau Veritas casco Final da conversão do casco 4º T2012 Em fase de elaboração: projeto de engenharia de conversão dos cascos Chegada do casco no slot 1 da 2º T2013 UCN Em andamento a cotação dos packages (módulos a serem instalados Entrega pelo Estaleiro 2º T2014 no convés do navio) Conclusão do Projeto Básico de Engenharia: previsto para Maio 2012 Integração na UCN Açu : 2T2013 marcando o inicio das atividades no estaleiro Entrega na UCN Açu no 2T2014 36
  37. 37. FPSO OSX-5
  38. 38. MARCOS ATINGIDOS E PRÓXIMAS ETAPAS Cascos gêmeos adquiridos pela OSX em Novembro de 2010 : US$ 27 milhões cada Assinatura do contrato para o Projeto OSXflex : (consórcio Chemtec, Kromav e Exactum) Marco Data Realizado Close-up Survey dos cascos pela empresa Shipscan com Especificações do reparo do 2º T2012 acompanhamento pela Certificadora Bureau Veritas casco Final da conversão do casco 2º T2013 Em fase de elaboração: projeto de engenharia de conversão dos cascos Chegada do casco no slot 2 da 3º T2013 UCN Em andamento a cotação dos packages (módulos a serem instalados Entrega pelo Estaleiro 4º T2014 no convés do navio) Conclusão do Projeto Básico de Engenharia: previsto para Maio 2012 Integração na UCN Açu : 3T2013 marcando o inicio das atividades no estaleiro Entrega na UCN Açu no 4T2014 38
  39. 39. PLSV - PIPE-LAYING SUPPORT VESSELDestina-se ao lançamento e instalação no fundo do mar delinhas submarinas flexíveis.Marcos atingidos: Contrato assinado em 24/2/2012 Preço do contrato: US$ 263 milhões Data de entrega: Dezembro 2014Principais características: Comprimento: 135 metros Boca: 24 metros Pontal: 10 metros Capacidade de tração de linhas flexíveis: 300 toneladas Capacidade de linhas flexíveis: 2.500 toneladas Porte Bruto: 5.880 toneladas 39
  40. 40. 11 MR - MEDIUM RANGE TANKERSNavios TanqueMarcos atingidos: Contrato assinado em 9/03/2012 Preço do contrato : US$ 732 milhões Data de entrega do último navio tanque: Dezembro 2017Principais características : Comprimento: 183 metros Boca: 32,20 metros Pontal: 18 metros Porte Bruto : 47.000 toneladas 40
  41. 41. PARCERIA BRASIL / CORÉIAITN:INSTITUTOTECNOLÓGICONAVAL
  42. 42. ITN- INSTITUTO TECNOLÓGICO NAVALObjetivos Inscrições entre 9 e 20 de Abril de 2012 Número de candidatos inscritos: Aprox. 20.000 Qualificação de até 3.100 pessoas, em 23 funções até o inicio de 2013 SENAI Macaé Utilização de instalações físicas e corpo docente do SENAI na cidade de Campos, bem como unidades móveis em São João da Barra. Macaé no futuro SENAI Campos Bolsa de estudos através de auxilio financeiro, alimentação e transporte Investimento previsto: R$ 12,7 milhões SENAI São João da Barra 42
  43. 43. ITN- INSTITUTO TECNOLÓGICO NAVAL Distância Força de Cidades População Aproximada Trabalho São João da Barra 20 Km 6.000 33.000 Campos 40 Km 92. 000 460.000 Raio de Ação Até 50 Km 98.000 493.000 Quissamã 75 Km 3000 20.000 São Francisco 95 Km 3.000 41.000 São Fidelis 100 Km 5.000 37.000 Macaé 130 Km 113.000 206.000 Raio de Ação 2 Até 150 Km 222.000 797.000 Em fase de planejamento de conteúdo programático das disciplinas Adequação das instalações físicas necessárias Inicio das aulas previsto para 1º semestre de 2012 Organização e confecção de material didático 43
  44. 44. PRÓXIMOS PASSOS  Financiamento: WHP-1 e WHP-2 (BNDES / GIEK)  Financiamento: OSX-4 e OSX-5  Contratação de estaleiro para a conversão dos cascos do OSX-4 e OSX-5  Contrato de Financiamento do estaleiro (Repasse FMM)  Novas ordens da OGX  Novas ordens de terceiros 44
  45. 45. 45
  46. 46. RI@OSX.COM.BR+55 21 2555 6914

×