PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES TAP - Termo de Abertura do Projeto
Nome
Implantação da Fábrica da ATS ...
- Falta de embasamento na contratação de mão de obra qualificada.
- Produto fabricado não atender as necessidades do merca...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES ISH - Registro de Stakeholder
Stakeholder Posição Papel no
Projeto
Ema...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES ISH - Registro de Stakeholder
Classificação Outras Caracteristicas Req...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES Dreq - Declaração de Requisitos
Requisitos do Projeto
Stakeholder Requ...
Bruno - Processo regulamentado pela ANP
(Agencia Nacional do Petróleo).
- Processo regulamentado pela IAP
(Instituto Ameri...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES Dreq - Declaração de Requisitos
Requisitos do Produto
Stakeholder Requ...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES DE - Definir Escopo
Escopo do Produto
Fazer o Rerrefino de Óleo Lubrif...
- Não houver alteração do escopo do projeto.
- Ocorrer no máximo 5% de problemas relacionados com segurança do trabalho pr...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES WBS
C.C. Fase / Pacote de Trabalho Análise M/B
1 SERVIÇOS PRELIMINARES...
7.2.2 Disjuntor monopolar 20 A (em quadro de distribuição) Buy
7.2.3 Eletroduto PVC rígido com conexões 25 mm (3/4 Buy
7.2...
13.1.1 Elaboração TAP Make
13.1.2 Identificação Stakeholders Make
13.2 PLANEJAMENTO PROJETO
13.2.1 Plano Gerenciamento do ...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS
Fase 1 - SERVIÇOS PRELIMINARES
C.C. Pacote de T...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS
Fase 2 - FUNDAÇÃO
C.C. Pacote de Trabalho Descr...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS
Fase 3 - ESTRUTURA
C.C. Pacote de Trabalho Desc...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS
Fase 4 - ALVENARIA
C.C. Pacote de Trabalho Desc...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS
Fase 5 - IMPERMEABILIZAÇÕES
C.C. Pacote de Trab...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS
Fase 6 - ESQUADRIAS / FERRAGENS E VIDROS
C.C. P...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS
Fase 7 - INSTALAÇÃO ELÉTRICA
C.C. Pacote de Tra...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS
Fase 8 - INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA
C.C. Pacote...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS
Fase 9 - INSTALAÇÃO DE PREVENÇÃO E COMBATE A IN...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS
Fase 10 - REVESTIMENTOS INTERNOS E EXTERNOS
C.C...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS
Fase 11 - ESTRUTURA METÁLICA
C.C. Pacote de Tra...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS
Fase 12 - EQUIPAMENTOS E MÁQUINAS
C.C. Pacote d...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS
Fase 13 - EQUIPE DO PROJETO
C.C. Pacote de Trab...
13.4 Controlar Mudanças Integradas
Projeto
Aguardando
13.5 Elaboração da TEP Aguardando
13.5 Enceramento aquisições e
cont...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade
Fase 1 - SERVIÇOS PRELIMINARES
...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade
Fase 2 - FUNDAÇÃO
C.C. Pacote d...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade
Fase 3 - ESTRUTURA
C.C. Pacote ...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade
Fase 4 - ALVENARIA
C.C. Pacote ...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade
Fase 5 - IMPERMEABILIZAÇÕES
C.C...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade
Fase 6 - ESQUADRIAS / FERRAGENS...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade
Fase 7 - INSTALAÇÃO ELÉTRICA
C....
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade
Fase 8 - INSTALAÇÃO HIDROSSANIT...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade
Fase 9 - INSTALAÇÃO DE PREVENÇÃ...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade
Fase 10 - REVESTIMENTOS INTERNO...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade
Fase 11 - ESTRUTURA METÁLICA
C....
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade
Fase 12 - EQUIPAMENTOS E MÁQUIN...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade
Fase 13 - EQUIPE DO PROJETO
C.C...
13.4 Controlar Mudanças Integradas
Projeto
Aguardando
13.5 Elaboração da TEP Aguardando
13.5 Enceramento aquisições e
cont...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES RR - Registro de Risco
Categoria na RBS Risco Identificado Tipo Data d...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES RR - Registro de Risco
V.M.E. antes da resposta [R$] Resposta V.M.E. d...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES MA - Mapa de Aquisições
Concorrência Item(s) a ser contratado Ref.WBS ...
281 FUNDAÇÃO > Concreto
usinado 25 MPa incluindo
lançamento
FUNDAÇÃO > Armadura em
vergalhões de aço
FUNDAÇÃO > Lastro de
...
SERVIÇOS PRELIMINARES >
DEMOLIÇÕES / LIMPEZA DO
TERRENO > Limpeza do
terreno
SERVIÇOS PRELIMINARES >
DESPESAS GERAIS > Pla...
asfáltica
IMPERMEABILIZAÇÕES >
Impermeabilização de pisos
com tinta asfáltica
IMPERMEABILIZAÇÕES >
Proteção de superfícies...
para o Prédio
INSTALAÇÃO ELÉTRICA >
ENTRADA DE ENERGIA E
MEDIÇÃO > Quadro geral do
serviço
INSTALAÇÃO ELÉTRICA >
DISTRIBUI...
INSTALAÇÃO HIDRÁULICA >
Tubo PVC soldável inclusive
conexões 50 mm
INSTALAÇÃO
HIDROSSANITÁRIA >
INSTALAÇÃO HIDRÁULICA >
Tu...
3/4
INSTALAÇÃO DE
PREVENÇÃO E COMBATE A
INCÊNDIO > Tubo aço
galvanizado inclusive conexões
3
INSTALAÇÃO DE
PREVENÇÃO E COM...
mm² e isoladores
INSTALAÇÃO ELÉTRICA >
SISTEMA DE ATERRAMENTO
> Hastes para aterramento
REVESTIMENTOS INTERNOS
E EXTERNOS ...
7 . 1 . 2
7 . 2 . 2
7 . 3 . 2
7 . 4 . 2
7 . 5 . 2
7 . 6 . 2
7 . 7 . 2
7 . 8 . 2
7 . 1 . 3
8 . 2 . 1
8 . 3 . 1
8 . 5 . 1
8 ...
283 EQUIPAMENTOS E
MÁQUINAS >
EQUIPAMENTOS > Trocador
de calor
EQUIPAMENTOS E
MÁQUINAS >
EQUIPAMENTOS > Válvula de
pressão...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES MA - Mapa de Aquisições
RFP - 281
E ENERGIA E MEDIÇÃO > Disjuntor gera...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES DT - Declaração de Trabalho
Especificação Quantidade Unidade
Escopo Ob...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES DT - WBS do Contrato
C.C. Fase / Pacote de Trabalho Unidade Quantidade...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES Equalização
PEGORARO ENGENHARIA CORCRIL CONSTRUÇÕES FREIRE PINTURAS ...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES SP - Sistema de Pontuação
Id Critério Classificatório Comercial Peso P...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES BM - Boletim de Medição
Item Descrição Unidade Orçamento da Fase Peso[...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES MA - Mapa de Aquisições
RFP - 283
1 EQUIPAMENTOS E MÁQUINAS > EQUIPAME...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES DT - Declaração de Trabalho
Especificação Quantidade Unidade
EQUIPAMEN...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES DT - WBS do Contrato
C.C. Fase / Pacote de Trabalho Unidade Quantidade...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES Equalização
CBC BRUCHEWILLIANS AMÉRICA EQUIPAMENTOS BRASIL JGP
Especi...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES SP - Sistema de Pontuação
Id Critério Classificatório Comercial Peso C...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES BM - Boletim de Medição
Item Descrição Unidade Orçamento da Fase Peso[...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES MA - Mapa de Aquisições
RFP - 284
ontagem ESTRUTURA METÁLICA > Fabrica...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES DT - Declaração de Trabalho
Especificação Quantidade Unidade
ESTRUTURA...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES DT - WBS do Contrato
C.C. Fase / Pacote de Trabalho Unidade Quantidade...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES Equalização
ESTRUTELL ESTRUTURAS
METÕLICAS
COBERMIX CONSTRUÇÃO EM
A...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES SP - Sistema de Pontuação
Id Critério Classificatório Comercial Peso E...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES BM - Boletim de Medição
Item Descrição Unidade Orçamento da Fase Peso[...
PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES Fluxograma de Execução
BAURU-FGV GPJ11-GERENCIAMENTO DE AQUISIÇÕES EM PROJETO-PROJETO IMPLANTAÇÃO DA FáÁBRICA DA ATS LUBRIFICANTES
BAURU-FGV GPJ11-GERENCIAMENTO DE AQUISIÇÕES EM PROJETO-PROJETO IMPLANTAÇÃO DA FáÁBRICA DA ATS LUBRIFICANTES
BAURU-FGV GPJ11-GERENCIAMENTO DE AQUISIÇÕES EM PROJETO-PROJETO IMPLANTAÇÃO DA FáÁBRICA DA ATS LUBRIFICANTES
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

BAURU-FGV GPJ11-GERENCIAMENTO DE AQUISIÇÕES EM PROJETO-PROJETO IMPLANTAÇÃO DA FáÁBRICA DA ATS LUBRIFICANTES

238 visualizações

Publicada em

Titulo: BAURU-FGV GPJ11-GERENCIAMENTO DE AQUISIÇÕES EM PROJETO-PROJETO IMPLANTAÇÃO DA FáÁBRICA DA ATS LUBRIFICANTES
Alunos:ALESSANDRO TIEGHI DE SENE,Bruno Bigueti Ramos,Evandro Ferreira Campanha,Maíra Clara Sobral,Victor Cesar de Carvalho,
Cidade: Bauru
Disciplina: Aquisições
Turma: GP11
Data:26-05-2014
Hora:23:52
Comentarios:Professor Dr. Marco Cochi, boa noite.
Conforme combinado segue trabalho em anexo.

Reenviado devido ao cadastro do Sr. Bruno Biguete

Publico até ápos a correção

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

BAURU-FGV GPJ11-GERENCIAMENTO DE AQUISIÇÕES EM PROJETO-PROJETO IMPLANTAÇÃO DA FáÁBRICA DA ATS LUBRIFICANTES

  1. 1. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES TAP - Termo de Abertura do Projeto Nome Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES Descrição Projeto para implantação de uma nova fábrica de rerrefino de óleo lubrificante usado contaminado (OLUC) no estado da Bahia, na cidade de Feira de Santana, atendendo as normas internacionais e nacionais, de forma sustentável preservando o meio ambiente. Justificativa No Brasil apenas 40% do óleo lubrificante é descartado de forma correta e os outros 60% são descartados de forma incorreta prejudicando gravemente o meio ambiente e os recursos renováveis da natureza, causando a diminuição da vida humana e das gerações futuras. Com a implantação desta nova fábrica em médio prazo teremos o aumento da captação do descarte de OLUC por volta dos 80% garantindo sustentabilidade ao estado, cidade, país e todo o mundo. Objetivo S.M.A.R.T. Implantação da fábrica da ATS LUBRIFICANTES na cidade de Feira de Santana - BA, com a segunda linha de produção de rerrefino de OLUC (Óleo Lubrificante Usado Contaminado) do grupo G2, no período de 24 meses, tendo capacidade de coleta e produção de OLUC com 160 milhões de litros de óleo mineral básico. Requisitos - Processo regulamentado pela ANP (Agencia Nacional do Petróleo). - Processo regulamentado pela IAP (Instituto Americano do Petróleo). - Normas de Segurança estabelecidas para funcionários e população envolvida. - Contratação de empresas sustentáveis. - Utilização de material que atenda as normas de segurança e qualidade no ambiente de trabalho. - Licenças ambientais e governamentais aprovadas. - Gerar economia sustentável ao estado da Bahia, para cidade de Feira de Santana e para o Brasil. - Produzir produtos sustentáveis. - Gerar empregos para população local e do país. Designação É designado como Gerente de Projetos o Engenheiro Civil Alessandro Tieghi de Sene. O Sponsor do projeto é o Sr. José Maria de Sene. Milestones - Projeto Engenharia Básica (margem de precisão 20%). - Projeto Detalhamento e Implantação (margem de precisão 5 a 7%). - Seleção de Vendor List. - Início Execução da Obra. - Monitoramento e Controle. - Partida Fábrica, teste e comissionamento. - Encerramento. Orçamento A implantação deste projeto terá orçamento de R$ 250 bilhões de reais. Riscos - Erros de processo operacional. - Poluição do ambiente. - Falha de equipamentos. - Não obtenção de aprovação dos órgãos ambientais e governamentais no prazo esperado. - Utilização imprópria da área de implantação do projeto.
  2. 2. - Falta de embasamento na contratação de mão de obra qualificada. - Produto fabricado não atender as necessidades do mercado. - Escopo não sofrer alterações após aprovação do plano de projeto para implantação. - Projeto de engenharia básica não estar pronto do prazo esperado. - Projeto detalhado não ocorrer no prazo esperado. Data, Assinatura do Sponsor 30/11/-0001 - Aprovado OTMMA3 ALESSANDRO TIEGHI DE SENE - 26/05/2014 23:19:10
  3. 3. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES ISH - Registro de Stakeholder Stakeholder Posição Papel no Projeto Email Telefone Celular ALESSANDRO TIEGHI DE SENE GERENTE DE ENGENHARIA Gerente do Projeto alessandro.sene@grupoats.com.br 14 9 9775-7795 ANP - Agencia Nacional do Petróleo Regulamentador Habilitação Legal anp@anp.com.br Bruno Controle e Automação Membro da Equipe de Projeto bruno.biguete@yahoo.com.br Evandro Neves TI Membro da Equipe de Projeto evandro@jcnet.com.br IAP - Instituto Americano do Petróleo Regulamentador Regulamentador iap@iap.com José Maria de Sene PRESIDENTE Sponsor do Projeto sene@consultsenes.com.br 14 3263-1002 Maíra Planejadora Membro da Equipe de Projeto maira.sobral@volvo.com População Local População Local Interesses Pessoais, Social, Emprego e Economia populacao@bh.com.br Prefeitura Feira de Santana Política Mediador e Econômico feirasantana@bh.gov.br Victor Cesar de Carvalho PROJETISTA Membro da Equipe de Projeto vcc.cesar@gmail.com 14 99751-1039
  4. 4. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES ISH - Registro de Stakeholder Classificação Outras Caracteristicas Requisitos Superficiais Estrátegia Gerenciar com atenção Gerenciar com atenção Mínimo esforço Manter informado Manter satisfeito Gerenciar com atenção - Obter retorno financeiro com a implantação do projeto. Gerenciar com atenção Manter informado Gerenciar com atenção Manter informado
  5. 5. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES Dreq - Declaração de Requisitos Requisitos do Projeto Stakeholder Requisito Detalhado Classificação Prioridade Componente Relacionado Entrega onde se manifesta Rastreabilidade ANP - Agencia Nacional do Petróleo - Processo regulamentado pela ANP (Agencia Nacional do Petróleo). Gerenciar com atenção 1 S,M,A,, População Local - Produzir produtos sustentáveis. - Gerar empregos para população local e do país. Manter informado 2 ,M,,R,T Prefeitura Feira de Santana - Normas de Segurança estabelecidas para funcionários e população envolvida. - Gerar economia sustentável ao estado da Bahia, para cidade de Feira de Santana e para o Brasil. Gerenciar com atenção 2 S,,A,,T ALESSANDRO TIEGHI DE SENE - Processo regulamentado pela ANP (Agencia Nacional do Petróleo). - Processo regulamentado pela IAP (Instituto Americano do Petróleo). - Normas de Segurança estabelecidas para funcionários e população envolvida. - Contratação de empresas sustentáveis. - Utilização de material que atenda as normas de segurança e qualidade no ambiente de trabalho. - Licenças ambientais e governamentais aprovadas. - Gerar economia sustentável ao estado da Bahia, para cidade de Feira de Santana e para o Brasil. - Produzir produtos sustentáveis. - Gerar empregos para população local e do país. Gerenciar com atenção 1 S,M,A,R,T
  6. 6. Bruno - Processo regulamentado pela ANP (Agencia Nacional do Petróleo). - Processo regulamentado pela IAP (Instituto Americano do Petróleo). - Normas de Segurança estabelecidas para funcionários e população envolvida. - Utilização de material que atenda as normas de segurança e qualidade no ambiente de trabalho. Mínimo esforço 2 S,M,A,R,T Maíra - Licenças ambientais e governamentais aprovadas. - Processo regulamentado pela ANP (Agencia Nacional do Petróleo). - Processo regulamentado pela IAP (Instituto Americano do Petróleo). - Gerar empregos para população local e do país. - Produzir produtos sustentáveis. Gerenciar com atenção 1 S,M,A,R,T Evandro Neves - Atender demanda de processos de TI Manter informado 2 S,M,A,R,T
  7. 7. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES Dreq - Declaração de Requisitos Requisitos do Produto Stakeholder Requisito Detalhado Classificação Prioridade Componente Relacionado Entrega onde se manifesta Rastreabilidade IAP - Instituto Americano do Petróleo - Processo regulamentado pela IAP (Instituto Americano do Petróleo). Manter satisfeito 1 S,M,A,, Victor Cesar de Carvalho - Processo regulamentado pela ANP (Agencia Nacional do Petróleo). - Processo regulamentado pela IAP (Instituto Americano do Petróleo). - Normas de Segurança estabelecidas para funcionários e população envolvida. - Contratação de empresas sustentáveis. - Utilização de material que atenda as normas de segurança e qualidade no ambiente de trabalho. - Licenças ambientais e governamentais aprovadas. - Gerar economia sustentável ao estado da Bahia, para cidade de Feira de Santana e para o Brasil. - Produzir produtos sustentáveis. - Gerar empregos para população local e do país. Manter informado 1 ,M,A,R,T
  8. 8. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES DE - Definir Escopo Escopo do Produto Fazer o Rerrefino de Óleo Lubrificante Usado Contaminado transformando em Óleo Básico Mineral num processo fechado e infinito com reaproveitamento de 70%. Escopo do Projeto Implantação da fábrica da ATS LUBRIFICANTES na cidade de Feira de Santana - BA, com a segunda linha de produção de rerrefino de OLUC (Óleo Lubrificante Usado Contaminado) do grupo G2, no período de 24 meses, tendo capacidade de coleta e produção de OLUC com 160 milhões de litros de óleo mineral básico. Entregas e critérios de aceitação - Entregar Projeto Engenharia Básica (margem de precisão 20%). Critério de aceitação: atender as normas da ANP e IAP, atender o estudo de viabilidade do projeto especificada pelo Sponsor e aceite do Sponsor. - Projeto Detalhamento e Implantação (margem de precisão 5 a 7%). Critério de aceitação: aprovação da ANP, Aprovação IAP, aceite do Sponsor para execução da obra. - Seleção de Vendor List. Critério de aceitação: empresas que não tenham restrição financeira e trabalhista, capital social minimo de 1 milhão, dando prioridade aos fornecedores já cadastrados. - Implantação da Obra. Critério de aceitação: atender as especificação de projeto para execução, compra de material e equipamentos de acordo com as normas estabelecidas no projeto. As fases e pacotes de trabalho serão medidos mensalmente baseados no cronograma e orçamento. - Monitoramento e Controle. Critério de aceitação: será realizadas reuniões de follow up com fornecedores onde deverão apresentar avanço fisico e financeiro, com cronograma, relatório fotográfico e visita em campo. Será realizado reuniões duas vezes por semana com a equipe envolvida no projeto. - Partida Fábrica, teste e comissionamento. Critério de aceitação: Todos os equipamentos serão testados por períodos conforme especificação do fabricante e deverão atender as exigências mínimas de pressão, vazão, etc. também será realizado check list das especificações constadas em projeto. - Encerramento: será feito check list e data book de todos os projetos, equipamentos e entregas dos respectivos pacotes de trabalho programados. Também será realizado uma avaliação do processo fabril em caso real por 3 meses. Será realizado um Termo de Entrega Final do Projeto comparando o planejado versus previsto com aceite através de assinatura do Sponsor. Após isso também será feito uma reunião com relatório das lições aprendidas no projeto. Escopo não incluído no projeto Para alteração do escopo deverá ter uma solicitação de mudança ao Gerente do Projeto, através de um documento assinado. Após ter o documento em mãos o Gerente de Projetos irá convocar uma reunião com os envolvidos no projeto (equipe de projeto + Sponsor) para aprovação da mudança. Caso não seja aprovado segue o projeto. Se for aprovado, faz-se as alterações devidas. Premissas - Jornada de trabalho no período administrativo das 07:00 as 17:00 horas de segunda a sexta-feira. - Empresas terceirizadas atender as especificações de projeto sem alterações. - Produção da fábrica trabalhará com 90 a 100%. - Não ocorrer poluição no ambiente.
  9. 9. - Não houver alteração do escopo do projeto. - Ocorrer no máximo 5% de problemas relacionados com segurança do trabalho previstos. Restrições - Ter aprovação dos órgãos ambientais e governamentais no prazo esperado. - Utilização imprópria da área de implantação do projeto. - Utilização de 90% dos equipamentos na produção da fábrica. - Atender as normas da ANP, IAP e qualidade. OTMMA3 ALESSANDRO TIEGHI DE SENE - 26/05/2014 23:19:11
  10. 10. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES WBS C.C. Fase / Pacote de Trabalho Análise M/B 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 DEMOLIÇÕES / LIMPEZA DO TERRENO 1.1.1 Limpeza do terreno Buy 1.1.2 Remoção de entulho Buy 1.2 CANTEIRO 1.2.1 Barracão provisório em chapas de aço (Telha Trapezoidal) Buy 1.2.2 Ligação provisória de água e esgoto Buy 1.2.3 Ligação provisória de luz e força para obra Buy 1.2.4 Tapume em chapa metálica (telha trapezoidal) com pintura Buy 1.2.5 Gabarito para locação da obra Buy 1.3 DESPESAS GERAIS 1.3.1 Proteção e Segurança Make 1.3.2 Placa de Obra, Câmaras, Alarme Buy 2 FUNDAÇÃO 2.1 Sondagem Buy 2.2 Escavação manual Buy 2.3 Lastro de concreto 13,5 MPa incluindo lançamento Buy 2.4 Armadura em vergalhões de aço Buy 2.5 Concreto usinado 25 MPa incluindo lançamento Buy 2.6 Estaca pré-moldada de concreto 25 cm (carga 30 a 35 t) Buy 2.7 Fôrma Buy 3 ESTRUTURA 3.1 Fôrma em chapa compensada resinada 12 mm Buy 3.2 Cimbramento tubular desmontável - locação mensal Buy 3.3 Armadura em vergalhões em aço Buy 3.4 Concreto usinado 25 MPa com lançamento e adensamento Buy 4 ALVENARIA 4.1 Alvenaria em blocos de concreto 15 x 20 x 40 cm (esp: 15 cm) Buy 4.2 Alvenaria em blocos de concreto 20 x 20 x 40 cm (esp: 20 cm) Buy 4.3 Tijolo de vidro 10 x 20 x 20 cm Buy 4.4 Verga 10 x 15 cm em concreto armado Make 5 IMPERMEABILIZAÇÕES 5.1 Impermeabilização com manta asfáltica Buy 5.2 Impermeabilização de pisos com tinta asfáltica Buy 5.3 Proteção de superfícies impermeabilizadas Buy 6 ESQUADRIAS / FERRAGENS E VIDROS 6.1 Porta madeira 0,80 x 2,10 m Buy 6.2 Porta de madeira 0,90 x 2,10 m Buy 6.3 Porta Saída Emergência Alumínio Preto - 0,90 x 2,10 m Buy 6.4 Janela Alumínio - 0,90 x 1,10 x 1,00 Buy 6.5 Vidro Laminado 6 mm Buy 7 INSTALAÇÃO ELÉTRICA 7.1 ENTRADA DE ENERGIA E MEDIÇÃO 7.1.1 CPG com disjuntor geral Buy 7.1.2 Painel para instalação grupo de medidores (12 Disjuntores) Buy 7.1.3 Disjuntor geral para o Prédio Buy 7.1.4 Quadro geral do serviço Buy 7.2 DISTRIBUIÇÃO 7.2.1 Quadro de distribuição por sala Buy
  11. 11. 7.2.2 Disjuntor monopolar 20 A (em quadro de distribuição) Buy 7.2.3 Eletroduto PVC rígido com conexões 25 mm (3/4 Buy 7.2.4 Fio isolado de PVC 2,5 mm² Buy 7.2.5 Fio isolado PVC 4,0 mm² Buy 7.2.6 Caixa 4 x 2 Buy 7.2.7 Tomada universal Buy 7.2.8 Interruptor Buy 7.3 PARTE COMUNS 7.3.1 Luminária fluorescente completa 2 lâmpadas de 65 w Buy 7.4 SISTEMA DE ATERRAMENTO 7.4.1 Para - raio tipo Franklin Buy 7.4.2 Cordoalha de cobre nu 70 mm² e isoladores Buy 7.4.3 Hastes para aterramento Buy 8 INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA 8.1 INSTALAÇÃO HIDRÁULICA 8.1.1 Tubo PVC soldável inclusive conexões 32 mm Buy 8.1.2 Tubo PVC soldável inclusive conexões 50 mm Buy 8.1.3 Tubo PVC soldável inclusive conexões 60 mm Buy 8.1.4 Reservatório cilíndrico 60.000 Inox Buy 8.1.5 Registro de gaveta bruto 50 mm (2 Buy 8.1.6 Automático de bóia Buy 8.1.7 Conjunto moto - bomba Buy 8.2 INSTALAÇÃO DE ESGOTO E ÁGUAS PLUVIAIS 8.2.1 Tubo PVC esgoto 40mm (1 1/2 Buy 8.2.2 Tubo PVC esgoto 75mm (3 Buy 8.2.3 Tubo PVC esgoto 100mm (4 Buy 8.2.4 Caixa inspeção d=100 mm Buy 9 INSTALAÇÃO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO 9.1 Hidrante c/ registro 2 1/2 Buy 9.2 Tubo aço galvanizado inclusive conexões 3 Buy 9.3 Tubo aço galvanizado inclusive conexões 3/4 Buy 9.4 Conjunto moto - bomba Buy 10 REVESTIMENTOS INTERNOS E EXTERNOS 10.1 Piso de concreto armado Buy 10.2 Chapisco Buy 10.3 Emboço e = 20 mm Buy 10.4 Reboco p/ parede c/ argamassa pré-fabricada e = 5 mm Buy 10.5 Emassamento com massa acrílica duas demãos Buy 10.6 Pintura acrílica três demãos Buy 11 ESTRUTURA METÁLICA 11.1 Projeto e Especificações Técnicas Make 11.2 Fabricação Buy 11.3 Montagem Buy 11.4 Comissionamento Buy 11.5 Pintura Buy 12 EQUIPAMENTOS E MÁQUINAS 12.1 EQUIPAMENTOS 12.1.1 Trocador de calor Buy 12.1.2 Válvula de pressão Buy 12.2 MÁQUINAS 12.2.1 Caminhão Munck Buy 13 EQUIPE DO PROJETO 13.1 INÍCIO PROJETO
  12. 12. 13.1.1 Elaboração TAP Make 13.1.2 Identificação Stakeholders Make 13.2 PLANEJAMENTO PROJETO 13.2.1 Plano Gerenciamento do Escopo Make 13.2.2 Plano de Gerenciamento Cronograma Make 13.2.3 Plano Gerenciamento Custos Make 13.2.4 Plano Gerenciamento Qualidade Make 13.2.5 Plano Gerenciamento RH Make 13.2.6 Plano Gerenciamento Comunicações Make 13.2.7 Plano Gerenciamento Riscos Make 13.2.8 Plano Gerenciamento Aquisições Make 13.2.9 Plano Gerenciamento Stakeholders Make 13.3 EXECUÇÃO PROJETO 13.3.1 Garantir a Qualidade Make 13.3.2 Gerenciar Recursos Humano Make 13.3.3 Gerenciar Aquisições Make 13.3.4 Gerenciar Comunicação Make 13.3.5 Gerenciar Stakeholders Make 13.4 MONITORAMENTO E CONTROLE 13.4.1 Validar Escopo Make 13.4.2 Controlar Escopo Make 13.4.3 Controlar Cronograma Make 13.4.4 Controlar Custos Make 13.4.5 Controlar Comunicação Make 13.4.6 Controlar Qualidade Make 13.4.7 Controlar Riscos Make 13.4.8 Controlar Aquisições Make 13.4.9 Controlar Envolvimento Stakeholders Make 13.4.10 Controlar Mudanças Integradas Projeto Make 13.5 ENCERRAMENTO 13.5.1 Elaboração da TEP Make 13.5.2 Enceramento aquisições e contratos Make 13.5.3 Reunião e Relatório Lições Aprendidas Make OTMMA3 ALESSANDRO TIEGHI DE SENE - 26/05/2014 23:19:11
  13. 13. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS Fase 1 - SERVIÇOS PRELIMINARES C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 1.1 Limpeza do terreno Aprovado pelo Sponsor e Gerente do Projeto Terreno Limpo Aprovação Sponsor + Gerente do Projeto Aceitou 1.1 Remoção de entulho Aceite Gerente Projeto Não ter nenhum entulho no local Aguardando 1.2 Barracão provisório em chapas de aço (Telha Trapezoidal) Aguardando 1.2 Ligação provisória de água e esgoto Aguardando 1.2 Ligação provisória de luz e força para obra Aguardando 1.2 Tapume em chapa metálica (telha trapezoidal) com pintura Aguardando 1.2 Gabarito para locação da obra Aguardando 1.3 Proteção e Segurança Aguardando 1.3 Placa de Obra, Câmaras, Alarme Aguardando
  14. 14. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS Fase 2 - FUNDAÇÃO C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 2.1 Sondagem Aguardando 2.2 Escavação manual Aguardando 2.3 Lastro de concreto 13,5 MPa incluindo lançamento Aguardando 2.4 Armadura em vergalhões de aço Aguardando 2.5 Concreto usinado 25 MPa incluindo lançamento Aguardando 2.6 Estaca pré-moldada de concreto 25 cm (carga 30 a 35 t) Aguardando 2.7 Fôrma Aguardando
  15. 15. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS Fase 3 - ESTRUTURA C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 3.1 Fôrma em chapa compensada resinada 12 mm Aguardando 3.2 Cimbramento tubular desmontável - locação mensal Aguardando 3.3 Armadura em vergalhões em aço Aguardando 3.4 Concreto usinado 25 MPa com lançamento e adensamento Aguardando
  16. 16. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS Fase 4 - ALVENARIA C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 4.1 Alvenaria em blocos de concreto 15 x 20 x 40 cm (esp: 15 cm) Aguardando 4.2 Alvenaria em blocos de concreto 20 x 20 x 40 cm (esp: 20 cm) Aguardando 4.3 Tijolo de vidro 10 x 20 x 20 cm Aguardando 4.4 Verga 10 x 15 cm em concreto armado Aguardando
  17. 17. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS Fase 5 - IMPERMEABILIZAÇÕES C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 5.1 Impermeabilização com manta asfáltica Aguardando 5.2 Impermeabilização de pisos com tinta asfáltica Aguardando 5.3 Proteção de superfícies impermeabilizadas Aguardando
  18. 18. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS Fase 6 - ESQUADRIAS / FERRAGENS E VIDROS C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 6.1 Porta madeira 0,80 x 2,10 m Aguardando 6.2 Porta de madeira 0,90 x 2,10 m Aguardando 6.3 Porta Saída Emergência Alumínio Preto - 0,90 x 2,10 m Aguardando 6.4 Janela Alumínio - 0,90 x 1,10 x 1,00 Aguardando 6.5 Vidro Laminado 6 mm Aguardando
  19. 19. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS Fase 7 - INSTALAÇÃO ELÉTRICA C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 7.1 CPG com disjuntor geral Aguardando 7.1 Painel para instalação grupo de medidores (12 Disjuntores) Aguardando 7.1 Disjuntor geral para o Prédio Aguardando 7.1 Quadro geral do serviço Aguardando 7.2 Quadro de distribuição por sala Aguardando 7.2 Disjuntor monopolar 20 A (em quadro de distribuição) Aguardando 7.2 Eletroduto PVC rígido com conexões 25 mm (3/4 Aguardando 7.2 Fio isolado de PVC 2,5 mm² Aguardando 7.2 Fio isolado PVC 4,0 mm² Aguardando 7.2 Caixa 4 x 2 Aguardando 7.2 Tomada universal Aguardando 7.2 Interruptor Aguardando 7.3 Luminária fluorescente completa 2 lâmpadas de 65 w Aguardando 7.4 Para - raio tipo Franklin Aguardando 7.4 Cordoalha de cobre nu 70 mm² e isoladores Aguardando 7.4 Hastes para aterramento Aguardando
  20. 20. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS Fase 8 - INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 8.1 Tubo PVC soldável inclusive conexões 32 mm Aguardando 8.1 Tubo PVC soldável inclusive conexões 50 mm Aguardando 8.1 Tubo PVC soldável inclusive conexões 60 mm Aguardando 8.1 Reservatório cilíndrico 60.000 Inox Aguardando 8.1 Registro de gaveta bruto 50 mm (2 Aguardando 8.1 Automático de bóia Aguardando 8.1 Conjunto moto - bomba Aguardando 8.2 Tubo PVC esgoto 40mm (1 1/2 Aguardando 8.2 Tubo PVC esgoto 75mm (3 Aguardando 8.2 Tubo PVC esgoto 100mm (4 Aguardando 8.2 Caixa inspeção d=100 mm Aguardando
  21. 21. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS Fase 9 - INSTALAÇÃO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 9.1 Hidrante c/ registro 2 1/2 Aguardando 9.2 Tubo aço galvanizado inclusive conexões 3 Aguardando 9.3 Tubo aço galvanizado inclusive conexões 3/4 Aguardando 9.4 Conjunto moto - bomba Aguardando
  22. 22. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS Fase 10 - REVESTIMENTOS INTERNOS E EXTERNOS C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 10.1 Piso de concreto armado Aguardando 10.2 Chapisco Aguardando 10.3 Emboço e = 20 mm Aguardando 10.4 Reboco p/ parede c/ argamassa pré-fabricada e = 5 mm Aguardando 10.5 Emassamento com massa acrílica duas demãos Aguardando 10.6 Pintura acrílica três demãos Aguardando
  23. 23. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS Fase 11 - ESTRUTURA METÁLICA C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 11.1 Projeto e Especificações Técnicas Aguardando 11.2 Fabricação Aguardando 11.3 Montagem Aguardando 11.4 Comissionamento Aguardando 11.5 Pintura Aguardando
  24. 24. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS Fase 12 - EQUIPAMENTOS E MÁQUINAS C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 12.1 Trocador de calor Aguardando 12.1 Válvula de pressão Aguardando 12.2 Caminhão Munck Aguardando
  25. 25. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES D-WBS - Dicionário WBS Fase 13 - EQUIPE DO PROJETO C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 13.1 Elaboração TAP Aguardando 13.1 Identificação Stakeholders Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento do Escopo Aguardando 13.2 Plano de Gerenciamento Cronograma Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento Custos Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento Qualidade Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento RH Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento Comunicações Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento Riscos Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento Aquisições Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento Stakeholders Aguardando 13.3 Garantir a Qualidade Aguardando 13.3 Gerenciar Recursos Humano Aguardando 13.3 Gerenciar Aquisições Aguardando 13.3 Gerenciar Comunicação Aguardando 13.3 Gerenciar Stakeholders Aguardando 13.4 Validar Escopo Aguardando 13.4 Controlar Escopo Aguardando 13.4 Controlar Cronograma Aguardando 13.4 Controlar Custos Aguardando 13.4 Controlar Comunicação Aguardando 13.4 Controlar Qualidade Aguardando 13.4 Controlar Riscos Aguardando 13.4 Controlar Aquisições Aguardando 13.4 Controlar Envolvimento Stakeholders Aguardando
  26. 26. 13.4 Controlar Mudanças Integradas Projeto Aguardando 13.5 Elaboração da TEP Aguardando 13.5 Enceramento aquisições e contratos Aguardando 13.5 Reunião e Relatório Lições Aprendidas Aguardando
  27. 27. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 1 - SERVIÇOS PRELIMINARES C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 1.1 Limpeza do terreno Aprovado pelo Sponsor e Gerente do Projeto Terreno Limpo Aguardando 1.1 Remoção de entulho Aceite Gerente Projeto Aguardando 1.2 Barracão provisório em chapas de aço (Telha Trapezoidal) Aguardando 1.2 Ligação provisória de água e esgoto Aguardando 1.2 Ligação provisória de luz e força para obra Aguardando 1.2 Tapume em chapa metálica (telha trapezoidal) com pintura Aguardando 1.2 Gabarito para locação da obra Aguardando 1.3 Proteção e Segurança Aguardando 1.3 Placa de Obra, Câmaras, Alarme Aguardando
  28. 28. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 2 - FUNDAÇÃO C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 2.1 Sondagem Aguardando 2.2 Escavação manual Aguardando 2.3 Lastro de concreto 13,5 MPa incluindo lançamento Aguardando 2.4 Armadura em vergalhões de aço Aguardando 2.5 Concreto usinado 25 MPa incluindo lançamento Aguardando 2.6 Estaca pré-moldada de concreto 25 cm (carga 30 a 35 t) Aguardando 2.7 Fôrma Aguardando
  29. 29. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 3 - ESTRUTURA C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 3.1 Fôrma em chapa compensada resinada 12 mm Aguardando 3.2 Cimbramento tubular desmontável - locação mensal Aguardando 3.3 Armadura em vergalhões em aço Aguardando 3.4 Concreto usinado 25 MPa com lançamento e adensamento Aguardando
  30. 30. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 4 - ALVENARIA C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 4.1 Alvenaria em blocos de concreto 15 x 20 x 40 cm (esp: 15 cm) Aguardando 4.2 Alvenaria em blocos de concreto 20 x 20 x 40 cm (esp: 20 cm) Aguardando 4.3 Tijolo de vidro 10 x 20 x 20 cm Aguardando 4.4 Verga 10 x 15 cm em concreto armado Aguardando
  31. 31. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 5 - IMPERMEABILIZAÇÕES C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 5.1 Impermeabilização com manta asfáltica Aguardando 5.2 Impermeabilização de pisos com tinta asfáltica Aguardando 5.3 Proteção de superfícies impermeabilizadas Aguardando
  32. 32. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 6 - ESQUADRIAS / FERRAGENS E VIDROS C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 6.1 Porta madeira 0,80 x 2,10 m Aguardando 6.2 Porta de madeira 0,90 x 2,10 m Aguardando 6.3 Porta Saída Emergência Alumínio Preto - 0,90 x 2,10 m Aguardando 6.4 Janela Alumínio - 0,90 x 1,10 x 1,00 Aguardando 6.5 Vidro Laminado 6 mm Aguardando
  33. 33. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 7 - INSTALAÇÃO ELÉTRICA C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 7.1 CPG com disjuntor geral Aguardando 7.1 Painel para instalação grupo de medidores (12 Disjuntores) Aguardando 7.1 Disjuntor geral para o Prédio Aguardando 7.1 Quadro geral do serviço Aguardando 7.2 Quadro de distribuição por sala Aguardando 7.2 Disjuntor monopolar 20 A (em quadro de distribuição) Aguardando 7.2 Eletroduto PVC rígido com conexões 25 mm (3/4 Aguardando 7.2 Fio isolado de PVC 2,5 mm² Aguardando 7.2 Fio isolado PVC 4,0 mm² Aguardando 7.2 Caixa 4 x 2 Aguardando 7.2 Tomada universal Aguardando 7.2 Interruptor Aguardando 7.3 Luminária fluorescente completa 2 lâmpadas de 65 w Aguardando 7.4 Para - raio tipo Franklin Aguardando 7.4 Cordoalha de cobre nu 70 mm² e isoladores Aguardando 7.4 Hastes para aterramento Aguardando
  34. 34. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 8 - INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 8.1 Tubo PVC soldável inclusive conexões 32 mm Aguardando 8.1 Tubo PVC soldável inclusive conexões 50 mm Aguardando 8.1 Tubo PVC soldável inclusive conexões 60 mm Aguardando 8.1 Reservatório cilíndrico 60.000 Inox Aguardando 8.1 Registro de gaveta bruto 50 mm (2 Aguardando 8.1 Automático de bóia Aguardando 8.1 Conjunto moto - bomba Aguardando 8.2 Tubo PVC esgoto 40mm (1 1/2 Aguardando 8.2 Tubo PVC esgoto 75mm (3 Aguardando 8.2 Tubo PVC esgoto 100mm (4 Aguardando 8.2 Caixa inspeção d=100 mm Aguardando
  35. 35. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 9 - INSTALAÇÃO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 9.1 Hidrante c/ registro 2 1/2 Aguardando 9.2 Tubo aço galvanizado inclusive conexões 3 Aguardando 9.3 Tubo aço galvanizado inclusive conexões 3/4 Aguardando 9.4 Conjunto moto - bomba Aguardando
  36. 36. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 10 - REVESTIMENTOS INTERNOS E EXTERNOS C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 10.1 Piso de concreto armado Aguardando 10.2 Chapisco Aguardando 10.3 Emboço e = 20 mm Aguardando 10.4 Reboco p/ parede c/ argamassa pré-fabricada e = 5 mm Aguardando 10.5 Emassamento com massa acrílica duas demãos Aguardando 10.6 Pintura acrílica três demãos Aguardando
  37. 37. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 11 - ESTRUTURA METÁLICA C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 11.1 Projeto e Especificações Técnicas Aguardando 11.2 Fabricação Aguardando 11.3 Montagem Aguardando 11.4 Comissionamento Aguardando 11.5 Pintura Aguardando
  38. 38. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 12 - EQUIPAMENTOS E MÁQUINAS C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 12.1 Trocador de calor Aguardando 12.1 Válvula de pressão Aguardando 12.2 Caminhão Munck Aguardando
  39. 39. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES LVQ - Lista de Verifiação da Qualidade Fase 13 - EQUIPE DO PROJETO C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Validação OK 13.1 Elaboração TAP Aguardando 13.1 Identificação Stakeholders Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento do Escopo Aguardando 13.2 Plano de Gerenciamento Cronograma Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento Custos Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento Qualidade Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento RH Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento Comunicações Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento Riscos Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento Aquisições Aguardando 13.2 Plano Gerenciamento Stakeholders Aguardando 13.3 Garantir a Qualidade Aguardando 13.3 Gerenciar Recursos Humano Aguardando 13.3 Gerenciar Aquisições Aguardando 13.3 Gerenciar Comunicação Aguardando 13.3 Gerenciar Stakeholders Aguardando 13.4 Validar Escopo Aguardando 13.4 Controlar Escopo Aguardando 13.4 Controlar Cronograma Aguardando 13.4 Controlar Custos Aguardando 13.4 Controlar Comunicação Aguardando 13.4 Controlar Qualidade Aguardando 13.4 Controlar Riscos Aguardando 13.4 Controlar Aquisições Aguardando 13.4 Controlar Envolvimento Stakeholders Aguardando
  40. 40. 13.4 Controlar Mudanças Integradas Projeto Aguardando 13.5 Elaboração da TEP Aguardando 13.5 Enceramento aquisições e contratos Aguardando 13.5 Reunião e Relatório Lições Aprendidas Aguardando
  41. 41. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES RR - Registro de Risco Categoria na RBS Risco Identificado Tipo Data de Registro Qualitativo Probabilidade P Qualitativo de Impacto I Semáforo 1 W>Externos previsíveis>Impactos sociais Indenização a população local Ameaça 26/5/2014 Quase Certa 0.9 Grande 0.4 0.36 2 W>Riscos legais>Licenças Não ter as licenças ambientais e órgão regulamentadores na data esperada Ameaça 26/5/2014 Provável 0.7 Muito Grande 0.8 0.56 3 W>Riscos técnicos>Mudanças na tecnologia Ser único no mercado a ter a tecnologia Oportunidade 26/5/2014 Provável 0.7 Grande 0.4 0.28
  42. 42. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES RR - Registro de Risco V.M.E. antes da resposta [R$] Resposta V.M.E. depois da resposta [R$] Sinal de alerta Proprietário Ação a tomar 1 500.000,00 Evitar 250.000,00 Acompanhar as negociações com a população local e órgãos públicos ALESSANDRO TIEGHI DE SENE Arrumar benefícios diretamente ligados a população. 2 120.000,00 Mitigar 30.000,00 Monitorar as entregas e prazos planejados ALESSANDRO TIEGHI DE SENE Avaliar o porque da não entrega e tomar atitude baseado nos resultados. 3 120.000,00 Provocar 1.000.000,00 Treinar e buscar conhecimento sobre a nova tecnologia ALESSANDRO TIEGHI DE SENE Ir conhecer fabricantes fora do Brasil com a mesma tecnologia
  43. 43. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES MA - Mapa de Aquisições Concorrência Item(s) a ser contratado Ref.WBS Fornecedores Orçamento Prazo Critérios MAKE OR BUY ultilizados Tipo de contrato
  44. 44. 281 FUNDAÇÃO > Concreto usinado 25 MPa incluindo lançamento FUNDAÇÃO > Armadura em vergalhões de aço FUNDAÇÃO > Lastro de concreto 13,5 MPa incluindo lançamento FUNDAÇÃO > Escavação manual FUNDAÇÃO > Sondagem SERVIÇOS PRELIMINARES > CANTEIRO > Gabarito para locação da obra SERVIÇOS PRELIMINARES > CANTEIRO > Tapume em chapa metálica (telha trapezoidal) com pintura INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA > INSTALAÇÃO HIDRÁULICA > Tubo PVC soldável inclusive conexões 32 mm SERVIÇOS PRELIMINARES > CANTEIRO > Ligação provisória de luz e força para obra SERVIÇOS PRELIMINARES > DEMOLIÇÕES / LIMPEZA DO TERRENO > Remoção de entulho SERVIÇOS PRELIMINARES > CANTEIRO > Barracão provisório em chapas de aço (Telha Trapezoidal)
  45. 45. SERVIÇOS PRELIMINARES > DEMOLIÇÕES / LIMPEZA DO TERRENO > Limpeza do terreno SERVIÇOS PRELIMINARES > DESPESAS GERAIS > Placa de Obra, Câmaras, Alarme SERVIÇOS PRELIMINARES > CANTEIRO > Ligação provisória de água e esgoto FUNDAÇÃO > Estaca pré-moldada de concreto 25 cm (carga 30 a 35 t) FUNDAÇÃO > Fôrma ESTRUTURA > Fôrma em chapa compensada resinada 12 mm ESTRUTURA > Cimbramento tubular desmontável - locação mensal ESTRUTURA > Armadura em vergalhões em aço ESTRUTURA > Concreto usinado 25 MPa com lançamento e adensamento ALVENARIA > Alvenaria em blocos de concreto 15 x 20 x 40 cm (esp: 15 cm) ALVENARIA > Alvenaria em blocos de concreto 20 x 20 x 40 cm (esp: 20 cm) ALVENARIA > Tijolo de vidro 10 x 20 x 20 cm IMPERMEABILIZAÇÕES > Impermeabilização com manta
  46. 46. asfáltica IMPERMEABILIZAÇÕES > Impermeabilização de pisos com tinta asfáltica IMPERMEABILIZAÇÕES > Proteção de superfícies impermeabilizadas ESQUADRIAS / FERRAGENS E VIDROS > Porta madeira 0,80 x 2,10 m ESQUADRIAS / FERRAGENS E VIDROS > Porta de madeira 0,90 x 2,10 m ESQUADRIAS / FERRAGENS E VIDROS > Porta Saída Emergência Alumínio Preto - 0,90 x 2,10 m ESQUADRIAS / FERRAGENS E VIDROS > Janela Alumínio - 0,90 x 1,10 x 1,00 ESQUADRIAS / FERRAGENS E VIDROS > Vidro Laminado 6 mm INSTALAÇÃO ELÉTRICA > ENTRADA DE ENERGIA E MEDIÇÃO > CPG com disjuntor geral INSTALAÇÃO ELÉTRICA > ENTRADA DE ENERGIA E MEDIÇÃO > Painel para instalação grupo de medidores (12 Disjuntores) INSTALAÇÃO ELÉTRICA > ENTRADA DE ENERGIA E MEDIÇÃO > Disjuntor geral
  47. 47. para o Prédio INSTALAÇÃO ELÉTRICA > ENTRADA DE ENERGIA E MEDIÇÃO > Quadro geral do serviço INSTALAÇÃO ELÉTRICA > DISTRIBUIÇÃO > Quadro de distribuição por sala INSTALAÇÃO ELÉTRICA > DISTRIBUIÇÃO > Disjuntor monopolar 20 A (em quadro de distribuição) INSTALAÇÃO ELÉTRICA > DISTRIBUIÇÃO > Eletroduto PVC rígido com conexões 25 mm (3/4 INSTALAÇÃO ELÉTRICA > DISTRIBUIÇÃO > Fio isolado de PVC 2,5 mm² INSTALAÇÃO ELÉTRICA > DISTRIBUIÇÃO > Fio isolado PVC 4,0 mm² INSTALAÇÃO ELÉTRICA > DISTRIBUIÇÃO > Caixa 4 x 2 INSTALAÇÃO ELÉTRICA > DISTRIBUIÇÃO > Tomada universal INSTALAÇÃO ELÉTRICA > DISTRIBUIÇÃO > Interruptor INSTALAÇÃO ELÉTRICA > PARTE COMUNS > Luminária fluorescente completa 2 lâmpadas de 65 w INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA >
  48. 48. INSTALAÇÃO HIDRÁULICA > Tubo PVC soldável inclusive conexões 50 mm INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA > INSTALAÇÃO HIDRÁULICA > Tubo PVC soldável inclusive conexões 60 mm INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA > INSTALAÇÃO HIDRÁULICA > Registro de gaveta bruto 50 mm (2 INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA > INSTALAÇÃO HIDRÁULICA > Reservatório cilíndrico 60.000 Inox INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA > INSTALAÇÃO HIDRÁULICA > Automático de bóia INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA > INSTALAÇÃO HIDRÁULICA > Conjunto moto - bomba INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA > INSTALAÇÃO DE ESGOTO E ÁGUAS PLUVIAIS > Tubo PVC esgoto 40mm (1 1/2 INSTALAÇÃO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO > Tubo aço galvanizado inclusive conexões
  49. 49. 3/4 INSTALAÇÃO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO > Tubo aço galvanizado inclusive conexões 3 INSTALAÇÃO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO > Hidrante c/ registro 2 1/2 INSTALAÇÃO DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO > Conjunto moto - bomba INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA > INSTALAÇÃO DE ESGOTO E ÁGUAS PLUVIAIS > Tubo PVC esgoto 75mm (3 INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA > INSTALAÇÃO DE ESGOTO E ÁGUAS PLUVIAIS > Tubo PVC esgoto 100mm (4 INSTALAÇÃO HIDROSSANITÁRIA > INSTALAÇÃO DE ESGOTO E ÁGUAS PLUVIAIS > Caixa inspeção d=100 mm INSTALAÇÃO ELÉTRICA > SISTEMA DE ATERRAMENTO > Para - raio tipo Franklin INSTALAÇÃO ELÉTRICA > SISTEMA DE ATERRAMENTO > Cordoalha de cobre nu 70
  50. 50. mm² e isoladores INSTALAÇÃO ELÉTRICA > SISTEMA DE ATERRAMENTO > Hastes para aterramento REVESTIMENTOS INTERNOS E EXTERNOS > Piso de concreto armado REVESTIMENTOS INTERNOS E EXTERNOS > Chapisco REVESTIMENTOS INTERNOS E EXTERNOS > Emboço e = 20 mm REVESTIMENTOS INTERNOS E EXTERNOS > Reboco p/ parede c/ argamassa pré-fabricada e = 5 mm REVESTIMENTOS INTERNOS E EXTERNOS > Emassamento com massa acrílica duas demãos REVESTIMENTOS INTERNOS E EXTERNOS > Pintura acrílica três demãos 2 . 5 2 . 4 2 . 3 2 . 2 2 . 1 1 . 5 . 2 1 . 4 . 2 8 . 1 . 1 1 . 3 . 2 1 . 2 . 1 1 . 1 . 2 1 . 1 . 1 1 . 2 . 3 1 . 2 . 2 2 . 6 2 . 7 3 . 1 3 . 2 3 . 3 3 . 4 4 . 1 4 . 2 4 . 3 5 . 1 5 . 2 5 . 3 6 . 1 6 . 2 6 . 3 6 . 4 6 . 5 7 . 1 . 1 7 . 2 . 1 7 . 3 . 1 7 . 4 . 1
  51. 51. 7 . 1 . 2 7 . 2 . 2 7 . 3 . 2 7 . 4 . 2 7 . 5 . 2 7 . 6 . 2 7 . 7 . 2 7 . 8 . 2 7 . 1 . 3 8 . 2 . 1 8 . 3 . 1 8 . 5 . 1 8 . 4 . 1 8 . 6 . 1 8 . 7 . 1 8 . 1 . 2 9 . 3 9 . 2 9 . 1 9 . 4 8 . 2 . 2 8 . 3 . 2 8 . 4 . 2 7 . 1 . 4 7 . 2 . 4 7 . 3 . 4 10 . 1 10 . 2 10 . 3 10 . 4 10 . 5 10 . 6 PEGORARO ENGENHARIA CORCRIL CONSTRUÇÕES FREIRE PINTURAS CONAJ EMPREENDIMENTO S E CONSTRUÇÕES LTDA 3.082.149,14 30/05/2014 Capacidade (quantidade e qualidade) da equipe Necessidade de fornecimento especializado Restrições de custo Restrições de prazo Restrições de subcontratação Existência de fornecedores confiáveis. O core business da empresa Compartilhamentos de riscos Problemas legais ou de segurança da informação Necessidade de absorção da tecnologia Tempo e Material
  52. 52. 283 EQUIPAMENTOS E MÁQUINAS > EQUIPAMENTOS > Trocador de calor EQUIPAMENTOS E MÁQUINAS > EQUIPAMENTOS > Válvula de pressão 12 . 1 . 1 12 . 2 . 1 CBC BRUCHEWILLIANS AMÉRICA EQUIPAMENTOS BRASIL JGP 4.055.555,55 30/05/2014 Capacidade (quantidade e qualidade) da equipe Necessidade de fornecimento especializado Necessidade de absorção da tecnologia Restrições de custo Restrições de prazo Restrições de subcontratação Existência de fornecedores confiáveis. O core business da empresa Compartilhamentos de riscos Problemas legais ou de segurança da informação Tempo e Material 284 ESTRUTURA METÁLICA > Montagem ESTRUTURA METÁLICA > Fabricação ESTRUTURA METÁLICA > Comissionamento ESTRUTURA METÁLICA > Pintura EQUIPAMENTOS E MÁQUINAS > MÁQUINAS > Caminhão Munck 11 . 3 11 . 2 11 . 4 11 . 5 12 . 1 . 2 ESTRUTELL ESTRUTURAS METÁLICAS COBERMIX CONSTRUÇÃO EM AÇO ESTRUTURAS METÁLICAS BRASIL BAPTISTELLA ESTRUTURAS METÁLICAS 99.999.999,9 9 30/05/2014 Problemas legais ou de segurança da informação Compartilhamentos de riscos O core business da empresa Existência de fornecedores confiáveis. Restrições de subcontratação Restrições de prazo Restrições de custo Necessidade de absorção da tecnologia Necessidade de fornecimento especializado Capacidade (quantidade e qualidade) da equipe Tempo e Material
  53. 53. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES MA - Mapa de Aquisições RFP - 281 E ENERGIA E MEDIÇÃO > Disjuntor geral para o Prédio INSTALAÇÃO ELÉTRICA > ENTRADA DE ENERGIA E MEDIÇÃO > Quadro NOTAS: REV. DATA DESCRIÇÃO EXEC. VERIF. APR.
  54. 54. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES DT - Declaração de Trabalho Especificação Quantidade Unidade Escopo Obra Civil 1 Vb. Prazos 03/06/2014 a 30/08/2015. Qualidade Requirida Conforme projeto, especificações técnicas, escopo e WBS do referido projeto. Suporte Técnico Será dado pelo Project Managent Office da ATS LUBRIFICANTES. Treinamento Desejado NR - 18, NR - 24, NR - 33, NR - 35, NR - 10, NR - 12, Integração ATS LUBRIFICANTES. Nivel Serviço Não aplicável. Garantia Que atendam os Órgãos Regulamentadores Agência Nacional do Petróleo, Instituto Americano de Petróleo. As garantias serão baseadas no Código Civil Brasileiro, Código do Consumidor, Normas da ABNT, Normas de Obra do estado da Bahia e Código Sanitário da Bahia.Também as normas internas da ATS LUBRIFICANTES valem como regras. Local Entrega Santana de Parnaíba - BA.
  55. 55. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES DT - WBS do Contrato C.C. Fase / Pacote de Trabalho Unidade Quantidade Planejada Orçamento 6 Escopo Obra Civil 3.082.149,14 6.1 Escopo Civil Vb. 1 3.082.149,14
  56. 56. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES Equalização PEGORARO ENGENHARIA CORCRIL CONSTRUÇÕES FREIRE PINTURAS CONAJ EMPREENDIMENTOS E CONSTRUÇÕES LTDA Especificação Técnica Quant. Unid. Valor Unit Valor Total Quant. Unid. Valor Unit Valor Total Quant. Unid. Valor Unit Valor Total Quant. Unid. Valor Unit Valor Total Escopo Obra Civil 1 Vb. 2.950.550, 00 2.950.550, 00 1 Vb. 99.999.999 ,99 99.999.999 ,99 1 Vb. 5.652.222, 22 5.652.222, 22 1 Vb. 4.585.000, 00 4.585.000, 00
  57. 57. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES SP - Sistema de Pontuação Id Critério Classificatório Comercial Peso PEGORARO ENGENHARIA CORCRIL CONSTRUÇÕES FREIRE PINTURAS CONAJ EMPREENDIMENTOS E CONSTRUÇÕES LTDA Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média 283 Alinhamento com DT 2 0 0 0 0 0 0 0 0 284 Histórico de relacionamento com o cliente 4 0 0 0 0 0 0 0 0 Id Critério Classificatório Técnico Peso PEGORARO ENGENHARIA CORCRIL CONSTRUÇÕES FREIRE PINTURAS CONAJ EMPREENDIMENTOS E CONSTRUÇÕES LTDA Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média 285 Estrutura comprovada para suporte técnico 4 0 0 0 0 0 0 0 0 286 Atestado de capacidade técnica 5 0 0 0 0 0 0 0 0 287 Estrutura comprovada para reposição de peças 5 0 0 0 0 0 0 0 0 288 Alinhamento com DT 5 0 0 0 0 0 0 0 0
  58. 58. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES BM - Boletim de Medição Item Descrição Unidade Orçamento da Fase Peso[%] Quant Planejada Quant Realizada Critério[%] Avanço Físico Planejado Avanço Físico Realizado [%] 6 Escopo Obra Civil - 3.082.149,14 100 - - - - - - 6.1 Escopo Civil Vb. - - 1 0 100 3.082.149,14 0,00 0 TOTAL - - - 3.082.149, 14 3.082.149,14 0,00 0
  59. 59. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES MA - Mapa de Aquisições RFP - 283 1 EQUIPAMENTOS E MÁQUINAS > EQUIPAMENTOS > Trocador de calor EQUIPAMENTOS E MÁQUINAS > EQUIPAMENTOS > Vá NOTAS: REV. DATA DESCRIÇÃO EXEC. VERIF. APR.
  60. 60. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES DT - Declaração de Trabalho Especificação Quantidade Unidade EQUIPAMENTOS 1 Vb. Prazos 03/06/2014 a 30/08/2015. Qualidade Requirida Conforme projeto, especificações técnicas, escopo e WBS do referido projeto. Suporte Técnico Será dado pelo Project Managent Office da ATS LUBRIFICANTES. Treinamento Desejado NR - 18, NR - 24, NR - 33, NR - 35, NR - 10, NR - 12, Integração ATS LUBRIFICANTES. Nivel Serviço Não aplicável. Garantia Que atendam os Órgãos Regulamentadores Agência Nacional do Petróleo, Instituto Americano de Petróleo. As garantias serão baseadas no Código Civil Brasileiro, Código do Consumidor, Normas da ABNT, Normas de Obra do estado da Bahia e Código Sanitário da Bahia.Também as normas internas da ATS LUBRIFICANTES valem como regras. Local Entrega Santana de Parnaíba - BA.
  61. 61. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES DT - WBS do Contrato C.C. Fase / Pacote de Trabalho Unidade Quantidade Planejada Orçamento 6 EQUIPAMENTOS 4.055.555,55 6.1 Equipamentos Vb. 1 4.055.555,55
  62. 62. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES Equalização CBC BRUCHEWILLIANS AMÉRICA EQUIPAMENTOS BRASIL JGP Especificação Técnica Quant. Unid. Valor Unit Valor Total Quant. Unid. Valor Unit Valor Total Quant. Unid. Valor Unit Valor Total Quant. Unid. Valor Unit Valor Total EQUIPAMENTOS 1 Vb. 4.000.000, 00 4.000.000, 00 1 Vb. 4.500.000, 00 4.500.000, 00 1 Vb. 1.500.000, 00 1.500.000, 00 1 Vb. 6.500.000, 00 6.500.000, 00
  63. 63. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES SP - Sistema de Pontuação Id Critério Classificatório Comercial Peso CBC BRUCHEWILLIANS AMÉRICA EQUIPAMENTOS BRASIL JGP Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média 289 Alinhamento com DT 2 0 0 0 0 0 0 0 0 290 Histórico de relacionamento com o cliente 4 0 0 0 0 0 0 0 0 291 Tempo de mercado da empresa 3 0 0 0 0 0 0 0 0 Id Critério Classificatório Técnico Peso CBC BRUCHEWILLIANS AMÉRICA EQUIPAMENTOS BRASIL JGP Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média 292 Alinhamento com DT 4 0 0 0 0 0 0 0 0 293 Atestado de capacidade técnica 5 0 0 0 0 0 0 0 0 294 Estrutura comprovada para suporte técnico 5 0 0 0 0 0 0 0 0 295 Estrutura comprovada para reposição de peças 4 0 0 0 0 0 0 0 0
  64. 64. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES BM - Boletim de Medição Item Descrição Unidade Orçamento da Fase Peso[%] Quant Planejada Quant Realizada Critério[%] Avanço Físico Planejado Avanço Físico Realizado [%] 6 EQUIPAMENTOS - 4.055.555,55 100 - - - - - - 6.1 Equipamentos Vb. - - 1 1 100 4.055.555,55 4.055.555,55 100 TOTAL - - - 4.055.555, 55 4.055.555,55 4.055.555,55 100
  65. 65. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES MA - Mapa de Aquisições RFP - 284 ontagem ESTRUTURA METÁLICA > Fabricação ESTRUTURA METÁLICA > Comissionamento ESTRUTURA METÁLICA > Pintura EQ NOTAS: REV. DATA DESCRIÇÃO EXEC. VERIF. APR.
  66. 66. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES DT - Declaração de Trabalho Especificação Quantidade Unidade ESTRUTURA METÁLICA 1 Vb. Prazos 03/06/2014 a 30/08/2015. Qualidade Requirida Conforme projeto, especificações técnicas, escopo e WBS do referido projeto. Suporte Técnico Será dado pelo Project Managent Office da ATS LUBRIFICANTES. Treinamento Desejado NR - 18, NR - 24, NR - 33, NR - 35, NR - 10, NR - 12, Integração ATS LUBRIFICANTES. Nivel Serviço Não aplicável. Garantia Que atendam os Órgãos Regulamentadores Agência Nacional do Petróleo, Instituto Americano de Petróleo. As garantias serão baseadas no Código Civil Brasileiro, Código do Consumidor, Normas da ABNT, Normas de Obra do estado da Bahia e Código Sanitário da Bahia.Também as normas internas da ATS LUBRIFICANTES valem como regras. Local Entrega Santana de Parnaíba - BA.
  67. 67. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES DT - WBS do Contrato C.C. Fase / Pacote de Trabalho Unidade Quantidade Planejada Orçamento 7 ESTRUTURA METÁLICA 99.999.999,99 7.1 Estrutura Metálica e Máquina Vb. 1 99.999.999,99
  68. 68. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES Equalização ESTRUTELL ESTRUTURAS METÕLICAS COBERMIX CONSTRUÇÃO EM AÇO ESTRUTURAS METÕLICAS BRASIL BAPTISTELLA ESTRUTURAS METÕLICAS Especificação Técnica Quant. Unid. Valor Unit Valor Total Quant. Unid. Valor Unit Valor Total Quant. Unid. Valor Unit Valor Total Quant. Unid. Valor Unit Valor Total ESTRUTURA METÁLICA 0 Vb. 99.999.999 ,99 0,00 1 Vb. 95.555.555 ,55 95.555.555 ,55 1 Vb. 99.999.999 ,99 99.999.999 ,99 1 Vb. 99.999.999 ,99 99.999.999 ,99
  69. 69. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES SP - Sistema de Pontuação Id Critério Classificatório Comercial Peso ESTRUTELL ESTRUTURAS METÕLICAS COBERMIX CONSTRUÇÃO EM AÇO ESTRUTURAS METÕLICAS BRASIL BAPTISTELLA ESTRUTURAS METÕLICAS Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média 296 Alinhamento com DT 5 0 0 0 0 0 0 0 0 297 Tempo de mercado da empresa 4 0 0 0 0 0 0 0 0 298 Histórico de relacionamento com o cliente 3 0 0 0 0 0 0 0 0 Id Critério Classificatório Técnico Peso ESTRUTELL ESTRUTURAS METÕLICAS COBERMIX CONSTRUÇÃO EM AÇO ESTRUTURAS METÕLICAS BRASIL BAPTISTELLA ESTRUTURAS METÕLICAS Nota Média Nota Média Nota Média Nota Média 299 Alinhamento com DT 5 0 0 0 0 0 0 0 0 300 Atestado de capacidade técnica 5 0 0 0 0 0 0 0 0 301 Estrutura comprovada para reposição de peças 5 0 0 0 0 0 0 0 0 302 Estrutura comprovada para suporte técnico 5 0 0 0 0 0 0 0 0
  70. 70. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES BM - Boletim de Medição Item Descrição Unidade Orçamento da Fase Peso[%] Quant Planejada Quant Realizada Critério[%] Avanço Físico Planejado Avanço Físico Realizado [%] 7 ESTRUTURA METÁLICA - 99.999.999,99 100 - - - - - - 7.1 Estrutura Metálica e Máquina Vb. - - 1 1 100 99.999.999,99 99.999.999,99 100 TOTAL - - - 99.999.999 ,99 99.999.999,99 104.055.555,54 200
  71. 71. PROJETO Implantação da Fábrica da ATS LUBRIFICANTES Fluxograma de Execução

×