Períspirito ni 1 aula11

761 visualizações

Publicada em

PERISP´IRITO

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
761
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Períspirito ni 1 aula11

  1. 1. PERISPIRITO
  2. 2. PERISPIRITO • SINONÍMIA
  3. 3. PERISPIRITO • Khi ............................... Chineses • Linga-sharira .............. Hindus • Kaleb ........................... Persas • Acasa .......................... Brâmanes • Ochema ....................... Gregos • Enormon ..................... Hipócrates • Carro sutil da alma ..... Pitágoras • Corpo sutil e etéreo..... Aristóteles • Organismo sutil ........... Leibniz • Corpo espiritual ........... Apóstolo Paulo
  4. 4. PERISPIRITO • A aura ...................................De Origenes • A psiquê ........................... De Tertuliano • O duplo ................................ De Lepage • Corpo aroma ....................... De Fourier • Aerossoma ......................... Neognóscitocos • Corpo astral ......................... Dos Teosofistas • A idéia diretriz ..................... Calude Bernard • O corpo sidéreo ................... De Paracelso • O corpo psiquico .................. De Dupuy • O corpo metafísico ............... De Carl Du Prel • O corpo bioplasmático ......... Dos Russos
  5. 5. PERISPIRITO • DEFINIÇÃO: (Aluney Elferr Albuquerque Silva) • O perispírito é o órgão sensitivo do Espírito, por meio do qual este percebe coisas espirituais que escapam aos sentidos corpóreos • A palavra “Peri” do Grego, quer dizer ao redor. Simplificadamente, perispírito quer dizer “Aquilo que envolve o espírito”.
  6. 6. PERISPIRITO • DEFINIÇÃO: • Kardec define perispírito como um traço de união entre a vida corpórea e a vida espiritual. É por seu intermédio que o espírito encarnado se acha em relação contínua com os desencarnados é, em suma, por seu intermédio, que se operam no homem fenômenos especiais, cuja causa fundamental não se encontra na matéria tangível e que, por essa razão, parecem sobrenaturais para alguns.
  7. 7. PERISPIRITO • COMPOSIÇÃO: • Constituído de uma substância que, embora vaporosa, ainda é muito grosseira quando comparada à textura do Espírito. Embora invisível para os encarnados, no estado normal, pode vir a ser não só visível como tangível, como sucede no fenômeno das aparições
  8. 8. PERISPIRITO Constituição do Homem: • 1a O corpo ou ser material, análogo ao dos animais e animado pelo mesmo princípio vital • 2a A alma ou ser imaterial que na verdade é o Espírito encarnado no corpo material • 3a E algo que prende a alma ao corpo. Este algo recebe entre muitos outros, o nome de Perispírito. • 4a O duplo etérico que une o períspirito ao corpo físico
  9. 9. PERISPIRITO • Corpo Físico O corpo humano é um conjunto de células aglutinadas ou de fluidos terrestres que se reúnem, sob as leis planetárias, oferecendo ao Espírito a santa oportunidade de aprender, valorizar, reformar e engrandecer a vida.
  10. 10. PERISPIRITO
  11. 11. DUPLO ETÉRICO • Como se forma o duplo etérico ? • forma-se com a encarnação do Espírito e não possui existência própria como o perispírito
  12. 12. Duplo etérico. Como se fosse um filtro que protege absorve e filtra as energias que fluem entre espírito, perispirito e corpo físico.
  13. 13. Duplo etérico. Quase material , energias densas mas ocultas á visão humana. Defende o corpo das investidas do plano espiritual, bactérias e larvas. As energias que entram no corpo fisico passam pelo duplo através dos chacras.
  14. 14. Duplo etérico. É a parte do perispírito mais grosseira e próxima do corpo. Reservatório de vitalidade, necessário durante a vida física à reposição de energias gastas ou perdidas.
  15. 15. Duplo etérico. O Duplo forma-se com a encarnação do Espírito e não possui existência própria como o perispírito, desintegrando-se com a morte física. O perispírito ao se colar às organizações somáticas, faz às expensas de zona energética bem definida, chamada Duplo Etérico, cujas efusões, de mistura com aquelas da organização física, determinam o halo energético em volta do corpo.
  16. 16. Duplo Etérico • Funções do Duplo Etérico • absorver energias vitais do ambiente distribuindo-as equitativamente, envolvendo órgãos e sistemas em eflúvios próprios, permitindo, inclusive, o diagnóstico precoce de males que futuramente venham a acometer o indivíduo. Com a morte,desintegra-se, podendo ser rápido ou muito lento, dependendo da evolução espiritual e dos fatos que levaram ao desencarne. Aos videntes, fornece informações preciosas quanto ao estado de saúde física e a evolução espiritual
  17. 17. PERISPÍRITO Envoltório semi material do espírito. Laço que une o espírito ao corpo físico. É por ele que um ser abstrato como é o espírito, transforma-se num ser concreto (materializado).O perispírito é o molde, o esboço, o modelo a partir do qual se desenvolve o corpo físico. O perispírito, invólucro fluídico permanente, invisível aos nosso sentidos naturais, que acompanha a alma em sua evolução infinita, e com ela se melhora e purifica;
  18. 18. PROPRIEDADES DO PERISPIRITO • Plasticidade • Densidade • Ponderabilidade • Luminosidade • Penetrabilidade • Visibilidade • Corporeidade • Tangibilidade • Sensibilidade Global (independente dos órgãos físicos) • Sensibilidade Magnética • Expansibilidade • Bicorporeidade • Unicidade • Perenidade • Capacidade Refletora • Odor • Temperatura
  19. 19. Sensibilidade Magnética (Ex: passe. O espírito, acumulando energia e estimulando a sensibilidade de médium, une as forças para transmissão dos recursos de cura)
  20. 20. Unicidade • Não há peripíritos iguais assim como não há almas idênticas • Obviamente no decorrer do processo evolutivo, diminuem as diferenças e cresce a harmonização entre as almas sem entretanto que a individualidade deixe de ser preservada.
  21. 21. Densidade • Ele tem densidade que varia não só de mundo para mundo como também no mesmo mundo . • Apesar de sutil, ainda possui certa materialidade, como tal, apresenta certa densidade, maior ou menor de acordo com o grau de evolução da alma.
  22. 22. Expansibilidade • Desdobramento 1. Consciente 2. Inconsciente Bi-Locação Bicorporiedade Aparecimento do espírito do médium desdobrado sob forma visível, até tangível, em lugar diferente ao do corpo. O espírito traz sempre o envoltório semi-material. Isolado do corpo o Espírito pode mostrar-se com todas as aparências da realidade.( fenômeno de bicorporiedade). Para ocorrer bicorporiedade, carece que o Espírito se desloque e , onde se manifeste, necessário produza transformações em sua constituição molecular perispiritual; já para bilocação, é necessário que se dê apenas a primeira parte do fenômeno, pois o Espírito pode se desprender sem contudo ser visto ou percebido pelos sentidos comuns
  23. 23. Expansibilidade • Desdobramento 1. Consciente 2. Inconsciente • “Incorporação”  Psicofonia
  24. 24. Expansibilidade Comunicação mediúnica pela interação fluídica entre perispíritos •Desenvolvimento da faculdade mediúnica. As relações entre médiuns e Espíritos, estabelecem-se por meio dos seus respectivos Perispíritos.
  25. 25. • Penetrabilidade. Matéria nenhuma constitui obstáculo ao Perispírito. Ele as atravessa todas da mesma forma que a luz atravessa os corpos transparentes e translúcidos. • Fenômeno da Transfiguração e da Invisibilidade. Ela pode dar-se em condições diversas dependendo da elevação do Espírito. Ela pode não passar de uma ligeira modificação da fisionomia, ou chegar o ponto de dar ao Perispírito uma aparência luminosa e encantadora.
  26. 26. Plasticidade • Facilmente moldado pela vontade do Espírito. Quando livre do corpo, o perispírito presta-se a todas as metamorfoses de acordo com a vontade que sobre ele atua. Por efeito desta propriedade, é que o Espírito que quer dar-se a conhecer, pode tomar a aparência exata que tinha quando encarnado, até mesmo com os sinais particulares que apresentava.Propriedade também usada pelos Espíritos brincalhões e maus para assustar suas vítimas.
  27. 27. Corporeidade Quando desencarnado, o perispírito mostra um corpo de natureza quintenssenciada, semi-material, que é seu perispírito. Mas pode ele, adensar-se perispiritualmente, atraindo elementos mais materiais, corporificando-se de maneira eventual e transitória diferente de como acontece na reencarnação. • “ Materialização” do Espírito. (assume aparência material)
  28. 28. Funçóes do Períspirito • São marcadas por características de natureza • INSTRUMENTAL = • INDIVIDUALIZADORA = • ORGANIZADORA = • SUSTENTADORA =
  29. 29. Funçóes do Períspirito • INSTRUMENTAL = Servir de instrumento à alma em sua interação com os mundos espiritual e físico Serve como meio de ligação como o meio que o cerca, agindo, influenciando e recebendo influência em regime de aproveitamento na caminhada evolutiva
  30. 30. Funçóes do Períspirito • INDIVIDUALIZADORA = Serve à individualização e identificação da alma, guardando sua história, particularidades e características evolutivas
  31. 31. Funçóes do Períspirito • ORGANIZADORA = Aparece especialmente notável no processo de reencarnação, obedecendo aos impulsos, levando à formação de um corpo rigorosamente de acordo com as características que marcam o corpo espiritual, rigorosamente. (MOB)
  32. 32. FUNÇÕES DO PERÍSPIRITO • Interfere no comportamento hereditário, modelando a forma de que se revestirá o Espírito.( MOB) Sendo o arquivo das experiências obtidas em cada reencarnação, impõe, na aparelhagem física, desde a concepção, as limitações, coerções, punições, ou faculta amplitude de recursos físicos e mentais, conforme as ações do estágio anterior, na carne, em que o Espírito se acumpliciou com o erro ou se levantou pela dignificação.
  33. 33. CARACTERÍSTICAS do PERÍSPIRITO • Em todo processo teratológico (anomalias, malformações congênitas), os fatores causais lhe pertencem.
  34. 34. Funçóes do Períspirito • SUSTENTADORA = Impregnando-se de energia vital e transferindo-a paulatinamente, para o veículo físico, sustenta-o desde a formação até o completo crescimento, conservando-o, depois, na vida adulta, durante o tempo necessário. A ação sustentadora (conservadora) surge bem patente no delicado e complexo processo da renovação celular. Todas as células físicas são substituídas a cada ciclo de 7 a 8 anos, sem que, entretanto, seja alterado qualquer parte do corpo, conservando a pessoa , ainda, os seus traços fisionômicos
  35. 35. Obsessão e Possessão. • Pela semelhança dos fluidos perispirituais, o Espírito se identifica com a pessoa a quem quer influenciar e não somente transmitir-lhe pensamentos. Pode também agir fisicamente sobre ela fazendo-a fazer isto ou aquilo.
  36. 36. Características • O corpo fluídico materializa-se ou eteriza-se conforme a natureza dos pensamentos e das ações do Espírito. • O perispírito é o veículo das nossas emoções que circulam do Espírito para o Perispírito e finalmente para o Corpo e Vice Versa. O Espírito pensa, o Perispírito transmite o impulso, o corpo físico executa.

×