Aerofotogrametria

318 visualizações

Publicada em

Aerofotogrametria

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
318
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aerofotogrametria

  1. 1. UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ COORDENAÇÃO DE AGRIMENSURA – COAGI CURSO TÉCNICO EM AGRIMENSURA NAIARA CRISTIANE ROHLING ORTORRETIFICAÇÃO E AEROTRIANGULAÇÃO TRABALHO DE PESQUISA PATO BRANCO 2014
  2. 2. AEROTRIANGULAÇÃO Em épocas passadas, a compilação de plantas topográficas dependia totalmente de trabalhos de campo. Esses mapas agora são produzidos pela junção do trabalho de campo e métodos fotogramétricos. A aerotriangulação é um exemplo dessa junção na produção. Consiste na densificação de pontos de controle utilizados para relacionar as imagens aéreas de um levantamento e o sistema de coordenadas que será implantado no mesmo. O objetivo da aerotriangulação é determinar as coordenadas dos pontos de apoio fotográfico e posteriormente orientar as fotografias de modo que qualquer ponto pesquisado nelas possua as coordenadas do sistema utilizado. Este processo se chama restituição. O primeiro passo para se efetuar a restituição é determinar uma rede de pontos de controle, e posteriormente em trabalho de laboratório, determinam-se os pontos suplementares de controle, todos eles auxiliam no controle horizontal do terreno para que a fotografia tenha escala, posição e orientação corretas. Imagem: Pontos de controle Fonte: http://www.aerosat.com.br/aerotriangulacao.html O processo mais simples e mais comumente usado é o da Triangulação Radial Gráfica, que é expressa por: a) Identificar e marcar nas fotografias todos os pontos de controle do terreno; b) Escolher e marcar nos dois lados paralelos à linha de voo de cada fotografia, na área mediana do recobrimento lateral, no mínimo três pontos, regularmente espaçados, chamados pontos auxiliares. Cada
  3. 3. um desses pontos deve ser comum a pelo menos três fotografias de faixas adjacentes; A identificação dos pontos de controle é feita nas imagens através de croquis ou fotos tomadas durante o processo de levantamento em campo. Os pontos de controle são medidos de forma manual e em ambiente estéreo, garantindo o posicionamento preciso. ORTORRETIFICAÇÃO A ortorretificação tem como finalidade corrigir geometricamente a imagem pixel por pixel, o alinhamento das distorções do relevo transforma a imagem de uma projeção cônica para uma ortogonal, mantendo a escala. Também visa melhorar os desvios da plataforma do sensor, do ângulo de aquisição, do relevo e da curvatura da Terra. Para o procedimento da ortorretificação é necessário dispor de informações sobre o relevo da área imageada. Essas informações podem ser adquiridas através de um Modelo Digital de Elevação (MDE). O MED consiste na representação do terreno através de modelos 3D, consegue-se isso quando se possui uma base 2D e a altimetria do local. Ao fim de todo o processo a imagem pode ser considerada geométrica e útil na geração de documentos cartográficos e cálculos de áreas e distâncias com exatidão. Imagem: fotografia ortorretificada Fonte:http://www.sigmats.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=158&Itemid=273
  4. 4. REFERÊNCIAS [1] Aerotriangulação. Disponível em: < http://www.aerocarta.com.br/?page_id=86> [2] Aerotriangulação. Disponível em: < http://www.aerosat.com.br/aerotriangulacao.html> [3] Aerotriangulação. Disponível em: < http://fiducialengenharia.com.br/aerotriangulacao.html> [4] Aerotriangulação. Disponível em: < http://www.esteio.com.br/?pagina=servicos/oferecidos/aerotriangulacao.php> [5] Aerotriangulação Analítica. Disponível em: < ftp://ftp.cefetes.br/cursos/Geomatica/Pilon/Fotogrametria/cap6.pdf> [6] MARCHETTI, Delmar A. B.; GARCIA, J. Alves. Princípios de fotogrametria e fotointerpretação. São Paulo: Nobel, 1986. 257 p. ISBN 85-213-0412-9. [7] Noções Básicas de Cartografia. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/geociencias/cartografia/manual_nocoes/processo_cartografico.html> [8] Ortorretificação. Disponível em: <http://www.sigmats.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=158&Itemid=273> [9] Processamento de Imagens. Disponível em: <http://www.globalgeo.com.br/servicos/processamento-de-imagens/>

×