SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
Projecto Mobilidade Sustentável                                                                                                                                                                                 Munícipio
                                                                                                                                                                                                                     da Murtosa
                                                                                                                                                    Quadro Teórico                                                Diagnóstico
      Metodologia                                                                                                                                   de Referência
                                                                                                                                          O Planeamento da Mobilidade Ciclável deve ter dois objectivos           O municipio da Murtosa apresenta condições
                                                                                                                                          fundamentais: por um lado, proporcionar boas condições para             extremamente favoráveis ao uso dos modos
                                                                                                                                          o uso da bicicleta (diário, lazer/desporto, turismo); por outro         suaves de mobilidade, nomeadamente uma
                                                                                                                                          lado equacionar a definição de políticas territoriais de                orografia suave, um clima ameno e uma
                                                                                                                                          desenvolvimento que utilizem a bicicleta como elemento                  dimensão reduzida.
                                                                                                                                          alavancador.                                                            Esta constatação encontra eco nos hábitos de
                                                                                                                                          Deve, portanto, procurar integrar e articular um conjunto de            mobilidade locais, onde cerca de 11% da
                                                                                                                                          dimensões, que vão para além da abordagem clássica,                     população usa a bicicleta nos movimentos
                                                                                                                                          baseada sobretudo no planeamento das infra-estrutura,                   pendulares (média nacional é de 3%).
                                                                                                                                                                        introduzindo um conjunto de novas         Contudo, o inquérito realizado no âmbito do
                                                                                                                                                                        preocupações ligadas a                    projecto, observou que embora 75% da
                                                                                                                                                                        equipamentos e serviços de apoio,         população jovem use a bicicleta, este valor
                                                                                                                                                                        ao desenho de uma politica de             diminui proporcionalmente à idade.
                                                                                                                                                                        dinamização do uso (jovens e              O municipio da Murtosa é ainda detentor de
                                                                                                                                                                        adultos) e de valorização dos             valores naturais e culturais de elevada
       A abordagem metodológica organizou-                                                                                                                              territórios e seus recursos locais e
       -se em torno de quatro fases distintas                                                                                                                                                                     importância, que convidam a descobrir este
                                                                                                                                                                             regionais (ambiente, cultura).       território, constituindo a bicicleta o meio de
       mas complementares, ocorrendo em
       simultâneo.                                                                                                                                                                                                transporte ideal.
       A primeira consistiu na identificação
       das principais questões a abordar,
       através de um processo tri-etápico:
       1 - Análise da expectativas do
       municipio
       2 - Interpretação das
       expectativas (com base na
       Leitura do Território e
       Quadro Teórico de Referência)
       3 - Reinterpretação das
       expectativas e processo de
       consensualização, definindo
       as linhas de orientação e
       objectivos.
       A segunda fase consistiu
       na elaboração de um
       Quadro Teórico de
       Referência, com base
       num processo de
       pesquisa e reflexão
       sobre documentos e
       casos de referência.
       Na terceira fase
       procurou-se efectuar
       uma leitura do
                                                                                                                                                                                                                                        Objectivos
       território com base
       em documentação
       do municipio,
       dialógo com                                                                                                                                                 “Porta da Ria”
                                                                                                                                                                   Estrutura de recepção do sistema
       autarquia e
       agentes locais e
       visitas de
       campo.
       A última fase
       consistiu
       no desenho
       das propostas




                                                                                                                                                                                                                                   Os objectivos delineados são
                                                                                                                                                                                                                                   consequência directa do
                                                                                                                                                                                                                                   processo de consensualização
                                                                                                                                                                                                                                   com o executivo municipal da
                                                                                                                                                                                                                                   Murtosa.
                                                                                                                                                                                                                                   Assim, estes reflectem-se no
                                                                                                                                                                                                                                   desenho de um conjunto de
                                                                                                                                                                                                                                   propostas à volta de uma
                                                                                                                                                                                                                                   “imagem de marca”:
                                                                                                                                                                                                                                          Murtosa Ciclável.




                                                                                               Fonte: educaresonhar.blogspot.com
                                                                                                                                                                                                                                       Propostas
                                                          Fonte: RTP2 - Programa 3810UA                                                                                                                  PROPOSTA 4
                                                                                                                                                                                                         Integração em redes/projectos supramunicipais
                                                                                                                                      PROPOSTA 3                                                         Esta proposta tem como objectivo proporcionar a
                                                                                                                                      Animação da Mobilidade Ciclável - Ambiente                         aprendizagem contínua sobre a mobilidade ciclável
                                                                                                                                      Esta proposta tem como objectivo promover o uso dos                através da partilha de conhecimentos, experiências
                                                                                                                                      modos suaves através da dinamização de actividades                 e projectos. A proposta materizalizou-se através de
                                                                                                                                      de mobilidade ciclável associada a lazer/turismo.                  duas iniciativas:
                                                                           PROPOSTA 2
                                                Escola Ciclável - Mobilizar e sustentar a                                             Contudo, para além de promover o uso dos modos                     1 - Candidatura ao
                                                                                                                                      suaves, esta proposta contribui para a valorização,                Interreg IV-C,
                                                       cultura de utilização da bicicleta                                             conhecimento e conservação do património ambiental e               integrada numa
                                          A proposta Escola Ciclável tem como objectivo estimular                                     cultural do concelho,constituindo simultaneamente uma              rede de 19
                                        o gosto pelo uso da bicicleta, por parte das camadas mais                                     oportunidade para o desenvolvimento de políticas de                parceiros de 9
                                          jovens. A proposta consiste num conjunto de actividades                                     desenvolvimento territorial sustentável.                           países europeus,
                                                inseridas nas disciplinas curriculares (ex:matemática,                                                                                                   sob o tema da
                                                                 estudo do meio, português, trabalhos                                 Esta proposta deu origem ao projecto NaturRia, que
                                                                                                                                      consiste numa rede de troços cicláveis e pedonais,                 mobilidade ciclável
                                                                  manuais, educação fisica) e na área-                                                                                                   em zonas rurais.
                                                              -projecto do 12º ano, acompanhadas de                                   equipados com zonas de descanso e informação, painéis
PROPOSTA 1                                                     eventos como competições de bicicleta                                  interpretativos de fauna e flora, e zonas de observação            2 - Candidatura conjunta dos
Sistema Cicloviário                                            e a realização de oficinas, permitindo a                               da natureza situadas em locais                                     munícipios da Murtosa, Ovar e
                                                                     aprendizagem sobre a mecânica e                                  de elevado valor paisagístico.                                     Estarreja ao QREN-POVT, com o
O Sistema Cicloviário é                                                                                                                                                                                  Projecto Cicloria, que pretende
constituido por uma rede de vias                                   manutenção básicas deste modo de                                   O projecto teve como base
                                                                         transporte. As actividades são                                                                                                  apoiar e desenvolver a cultura
cicláveis, estacionamento para                                                                                                        um estudo cientifico sobre os                                      do uso dos modos
bicicletas e uma rede de                                            complementadas com projectos de                                   valores ambientais no
                                                             infra-estrutura segura e adaptada a este                                                                                                    suaves na região.
equipamentos de apoio (cacifos,                                                                                                       concelho, e inclui ainda o
balneários).                                                    grupo etário no trajecto para a escola                                desenho de brochuras
                                      Fonte: www.eb1-varzea-
                                      s-pedro-sul.rcts.pt         (referência: Safe Routes to Schools).                               e guias dos percursos.                 Fonte: www.bioria.pt
LEGENDA
                                                                 Mais informações:
                                                                 Site - http://www.cm-murtosa.pt/bicicleta
                                                                 Blogue - http://murtosaciclavel.blogs.sapo.pt



                                                                           EQUIPA RESPONSÁVEL PELA ELABORAÇÃO DO ESTUDO      AUTORES DO POSTER
                                                                           COORDENADOR| Artur da Rosa Pires                  José Carlos Mota
                                                                                                                                                                                                                              Câmara Municipal
                                                                           GESTORES DE PROJECTO| José Carlos Mota            Gonçalo Santinha
                                                                                                                                                                       universidade
                                                                                                      Gonçalo Santinha
                                                                                                      Paulo Silva
                                                                                                                             Paulo Dias

                                                                                                                             Sara Marques
                                                                                                                                                                       de aveiro                                              da Murtosa
                                                                                                                             Tiago Picão
                                                                           BOLSEIROS| Paulo Dias
      Co-financiado pela UE                                                            Sara Marques

          FEDER                                                                        Tiago Picão                                 SETEMBRO| 2008

Mais conteúdo relacionado

Destaque

data_blending
data_blendingdata_blending
data_blendingsubit1615
 
Brasil presta homenagem a conquistador português
Brasil presta homenagem a conquistador portuguêsBrasil presta homenagem a conquistador português
Brasil presta homenagem a conquistador portuguêsAloizio Mercadante
 
Carta ao Pai Natal (Boss AC)
Carta ao Pai Natal (Boss AC)Carta ao Pai Natal (Boss AC)
Carta ao Pai Natal (Boss AC)Filipe
 
Solvibilidade Total e Longo Prazo
Solvibilidade Total e Longo PrazoSolvibilidade Total e Longo Prazo
Solvibilidade Total e Longo PrazoMartinho Doce
 
Boletim informativo de Bragança Paulista – Agosto/2009
Boletim informativo de Bragança Paulista – Agosto/2009Boletim informativo de Bragança Paulista – Agosto/2009
Boletim informativo de Bragança Paulista – Agosto/2009Governo do Estado de São Paulo
 
Cuantitativos y Cualitativos
Cuantitativos y CualitativosCuantitativos y Cualitativos
Cuantitativos y CualitativosHEIDI0101
 
Distinguir Enunciados Gerais De EspecíFicos
Distinguir Enunciados Gerais De EspecíFicosDistinguir Enunciados Gerais De EspecíFicos
Distinguir Enunciados Gerais De EspecíFicosFernanda Esberard
 
ClassificaçãO Clave B
ClassificaçãO Clave BClassificaçãO Clave B
ClassificaçãO Clave Bguestc005212
 
Horario Dos Jogos Feminino
Horario Dos Jogos FemininoHorario Dos Jogos Feminino
Horario Dos Jogos Femininoguestc005212
 
Administración de Empresas.
Administración de Empresas.Administración de Empresas.
Administración de Empresas.MarjorieDuran
 
Proposta parcerias publico privadas rtve parana veronica 2015
Proposta parcerias publico privadas  rtve parana   veronica 2015Proposta parcerias publico privadas  rtve parana   veronica 2015
Proposta parcerias publico privadas rtve parana veronica 2015FAIR PLAY AD / @VeronicaRRSouza
 

Destaque (20)

Folheto
FolhetoFolheto
Folheto
 
INFANTIS
INFANTISINFANTIS
INFANTIS
 
data_blending
data_blendingdata_blending
data_blending
 
Brasil presta homenagem a conquistador português
Brasil presta homenagem a conquistador portuguêsBrasil presta homenagem a conquistador português
Brasil presta homenagem a conquistador português
 
Carta ao Pai Natal (Boss AC)
Carta ao Pai Natal (Boss AC)Carta ao Pai Natal (Boss AC)
Carta ao Pai Natal (Boss AC)
 
boletim dez
boletim dezboletim dez
boletim dez
 
Boletim Informativo de Ourinhos - Agosto/2009
Boletim Informativo de Ourinhos - Agosto/2009Boletim Informativo de Ourinhos - Agosto/2009
Boletim Informativo de Ourinhos - Agosto/2009
 
Boletim Informativo de Andradina - Agosto/2009
Boletim Informativo de Andradina - Agosto/2009Boletim Informativo de Andradina - Agosto/2009
Boletim Informativo de Andradina - Agosto/2009
 
Ferrament..
Ferrament..Ferrament..
Ferrament..
 
áLbum de fotos
áLbum de fotosáLbum de fotos
áLbum de fotos
 
Solvibilidade Total e Longo Prazo
Solvibilidade Total e Longo PrazoSolvibilidade Total e Longo Prazo
Solvibilidade Total e Longo Prazo
 
CartãO
CartãOCartãO
CartãO
 
Boletim informativo de Bragança Paulista – Agosto/2009
Boletim informativo de Bragança Paulista – Agosto/2009Boletim informativo de Bragança Paulista – Agosto/2009
Boletim informativo de Bragança Paulista – Agosto/2009
 
Cuantitativos y Cualitativos
Cuantitativos y CualitativosCuantitativos y Cualitativos
Cuantitativos y Cualitativos
 
4 Disfunção Imunitária
4 Disfunção Imunitária4 Disfunção Imunitária
4 Disfunção Imunitária
 
Distinguir Enunciados Gerais De EspecíFicos
Distinguir Enunciados Gerais De EspecíFicosDistinguir Enunciados Gerais De EspecíFicos
Distinguir Enunciados Gerais De EspecíFicos
 
ClassificaçãO Clave B
ClassificaçãO Clave BClassificaçãO Clave B
ClassificaçãO Clave B
 
Horario Dos Jogos Feminino
Horario Dos Jogos FemininoHorario Dos Jogos Feminino
Horario Dos Jogos Feminino
 
Administración de Empresas.
Administración de Empresas.Administración de Empresas.
Administración de Empresas.
 
Proposta parcerias publico privadas rtve parana veronica 2015
Proposta parcerias publico privadas  rtve parana   veronica 2015Proposta parcerias publico privadas  rtve parana   veronica 2015
Proposta parcerias publico privadas rtve parana veronica 2015
 

Semelhante a Poster Mob Sustentavel Murtosa

Semelhante a Poster Mob Sustentavel Murtosa (9)

Programa cidades sustentaveis gps baixa (1)
Programa cidades sustentaveis gps baixa (1)Programa cidades sustentaveis gps baixa (1)
Programa cidades sustentaveis gps baixa (1)
 
00.1 indice e introducao
00.1 indice e introducao00.1 indice e introducao
00.1 indice e introducao
 
Murtosa Ciclável 28 abr2012
Murtosa Ciclável 28 abr2012Murtosa Ciclável 28 abr2012
Murtosa Ciclável 28 abr2012
 
2. Cicloria Arp Jc J Mota
2. Cicloria Arp Jc J Mota2. Cicloria Arp Jc J Mota
2. Cicloria Arp Jc J Mota
 
12. Imtt Isabel Seabra V2
12. Imtt Isabel Seabra V212. Imtt Isabel Seabra V2
12. Imtt Isabel Seabra V2
 
Viurbs
ViurbsViurbs
Viurbs
 
#2 Click Cicloria V1
#2 Click Cicloria V1#2 Click Cicloria V1
#2 Click Cicloria V1
 
POSTER Cidades e Regiões Bike-friendly
POSTER Cidades e Regiões Bike-friendlyPOSTER Cidades e Regiões Bike-friendly
POSTER Cidades e Regiões Bike-friendly
 
Planeamento do lazer ciclável na ria de aveiro vf
Planeamento do lazer ciclável na ria de aveiro vfPlaneamento do lazer ciclável na ria de aveiro vf
Planeamento do lazer ciclável na ria de aveiro vf
 

Mais de mobiciclavel

Ciclo Ria Div Fina Smalll
Ciclo Ria Div Fina SmalllCiclo Ria Div Fina Smalll
Ciclo Ria Div Fina Smalllmobiciclavel
 
8.Biketour Sportis Espanhol
8.Biketour Sportis Espanhol8.Biketour Sportis Espanhol
8.Biketour Sportis Espanholmobiciclavel
 
Murtosa Final Small
Murtosa Final SmallMurtosa Final Small
Murtosa Final Smallmobiciclavel
 
0.Dossier Visita ComunicaçãO Social
0.Dossier Visita ComunicaçãO Social0.Dossier Visita ComunicaçãO Social
0.Dossier Visita ComunicaçãO Socialmobiciclavel
 
4.Incubadora Em Rede Ua
4.Incubadora Em Rede Ua4.Incubadora Em Rede Ua
4.Incubadora Em Rede Uamobiciclavel
 
2.Ecoinside Bioria
2.Ecoinside Bioria2.Ecoinside Bioria
2.Ecoinside Bioriamobiciclavel
 
3.Inova Ria Uw Ponto C Mio
3.Inova Ria  Uw Ponto C Mio3.Inova Ria  Uw Ponto C Mio
3.Inova Ria Uw Ponto C Miomobiciclavel
 
1.4.SíNtese Das ConclusõEs ConferêNcia Turismo CicláVel
1.4.SíNtese Das ConclusõEs ConferêNcia Turismo CicláVel1.4.SíNtese Das ConclusõEs ConferêNcia Turismo CicláVel
1.4.SíNtese Das ConclusõEs ConferêNcia Turismo CicláVelmobiciclavel
 
1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugalmobiciclavel
 
1.1.Newsletter Murtosa CicláVel
1.1.Newsletter Murtosa CicláVel1.1.Newsletter Murtosa CicláVel
1.1.Newsletter Murtosa CicláVelmobiciclavel
 
1.2.SíNtese Projecto Ciclo Ria
1.2.SíNtese Projecto Ciclo Ria1.2.SíNtese Projecto Ciclo Ria
1.2.SíNtese Projecto Ciclo Riamobiciclavel
 

Mais de mobiciclavel (17)

Ciclo Ria Div Fina Smalll
Ciclo Ria Div Fina SmalllCiclo Ria Div Fina Smalll
Ciclo Ria Div Fina Smalll
 
8.Biketour Sportis Espanhol
8.Biketour Sportis Espanhol8.Biketour Sportis Espanhol
8.Biketour Sportis Espanhol
 
Murtosa Final Small
Murtosa Final SmallMurtosa Final Small
Murtosa Final Small
 
0.Dossier Visita ComunicaçãO Social
0.Dossier Visita ComunicaçãO Social0.Dossier Visita ComunicaçãO Social
0.Dossier Visita ComunicaçãO Social
 
6.1.óRbita
6.1.óRbita6.1.óRbita
6.1.óRbita
 
6.3.óRbita
6.3.óRbita6.3.óRbita
6.3.óRbita
 
6.2.óRbita
6.2.óRbita6.2.óRbita
6.2.óRbita
 
5.2.Abimota
5.2.Abimota5.2.Abimota
5.2.Abimota
 
4.Incubadora Em Rede Ua
4.Incubadora Em Rede Ua4.Incubadora Em Rede Ua
4.Incubadora Em Rede Ua
 
5.1.Abimota
5.1.Abimota5.1.Abimota
5.1.Abimota
 
2.Ecoinside Bioria
2.Ecoinside Bioria2.Ecoinside Bioria
2.Ecoinside Bioria
 
3.Inova Ria Uw Ponto C Mio
3.Inova Ria  Uw Ponto C Mio3.Inova Ria  Uw Ponto C Mio
3.Inova Ria Uw Ponto C Mio
 
1.4.SíNtese Das ConclusõEs ConferêNcia Turismo CicláVel
1.4.SíNtese Das ConclusõEs ConferêNcia Turismo CicláVel1.4.SíNtese Das ConclusõEs ConferêNcia Turismo CicláVel
1.4.SíNtese Das ConclusõEs ConferêNcia Turismo CicláVel
 
1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
1.3. Objectivos Da ConferêNcia Planear O Lazer E O Turismo CicláVel Em Portugal
 
1.1.Newsletter Murtosa CicláVel
1.1.Newsletter Murtosa CicláVel1.1.Newsletter Murtosa CicláVel
1.1.Newsletter Murtosa CicláVel
 
7.Ideiabiba Ryk B
7.Ideiabiba Ryk B7.Ideiabiba Ryk B
7.Ideiabiba Ryk B
 
1.2.SíNtese Projecto Ciclo Ria
1.2.SíNtese Projecto Ciclo Ria1.2.SíNtese Projecto Ciclo Ria
1.2.SíNtese Projecto Ciclo Ria
 

Último

o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024azulassessoria9
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfandreaLisboa7
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfAntonio Barros
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.FLAVIA LEZAN
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarDouglasVasconcelosMa
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 

Último (20)

o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 

Poster Mob Sustentavel Murtosa

  • 1. Projecto Mobilidade Sustentável Munícipio da Murtosa Quadro Teórico Diagnóstico Metodologia de Referência O Planeamento da Mobilidade Ciclável deve ter dois objectivos O municipio da Murtosa apresenta condições fundamentais: por um lado, proporcionar boas condições para extremamente favoráveis ao uso dos modos o uso da bicicleta (diário, lazer/desporto, turismo); por outro suaves de mobilidade, nomeadamente uma lado equacionar a definição de políticas territoriais de orografia suave, um clima ameno e uma desenvolvimento que utilizem a bicicleta como elemento dimensão reduzida. alavancador. Esta constatação encontra eco nos hábitos de Deve, portanto, procurar integrar e articular um conjunto de mobilidade locais, onde cerca de 11% da dimensões, que vão para além da abordagem clássica, população usa a bicicleta nos movimentos baseada sobretudo no planeamento das infra-estrutura, pendulares (média nacional é de 3%). introduzindo um conjunto de novas Contudo, o inquérito realizado no âmbito do preocupações ligadas a projecto, observou que embora 75% da equipamentos e serviços de apoio, população jovem use a bicicleta, este valor ao desenho de uma politica de diminui proporcionalmente à idade. dinamização do uso (jovens e O municipio da Murtosa é ainda detentor de adultos) e de valorização dos valores naturais e culturais de elevada A abordagem metodológica organizou- territórios e seus recursos locais e -se em torno de quatro fases distintas importância, que convidam a descobrir este regionais (ambiente, cultura). território, constituindo a bicicleta o meio de mas complementares, ocorrendo em simultâneo. transporte ideal. A primeira consistiu na identificação das principais questões a abordar, através de um processo tri-etápico: 1 - Análise da expectativas do municipio 2 - Interpretação das expectativas (com base na Leitura do Território e Quadro Teórico de Referência) 3 - Reinterpretação das expectativas e processo de consensualização, definindo as linhas de orientação e objectivos. A segunda fase consistiu na elaboração de um Quadro Teórico de Referência, com base num processo de pesquisa e reflexão sobre documentos e casos de referência. Na terceira fase procurou-se efectuar uma leitura do Objectivos território com base em documentação do municipio, dialógo com “Porta da Ria” Estrutura de recepção do sistema autarquia e agentes locais e visitas de campo. A última fase consistiu no desenho das propostas Os objectivos delineados são consequência directa do processo de consensualização com o executivo municipal da Murtosa. Assim, estes reflectem-se no desenho de um conjunto de propostas à volta de uma “imagem de marca”: Murtosa Ciclável. Fonte: educaresonhar.blogspot.com Propostas Fonte: RTP2 - Programa 3810UA PROPOSTA 4 Integração em redes/projectos supramunicipais PROPOSTA 3 Esta proposta tem como objectivo proporcionar a Animação da Mobilidade Ciclável - Ambiente aprendizagem contínua sobre a mobilidade ciclável Esta proposta tem como objectivo promover o uso dos através da partilha de conhecimentos, experiências modos suaves através da dinamização de actividades e projectos. A proposta materizalizou-se através de de mobilidade ciclável associada a lazer/turismo. duas iniciativas: PROPOSTA 2 Escola Ciclável - Mobilizar e sustentar a Contudo, para além de promover o uso dos modos 1 - Candidatura ao suaves, esta proposta contribui para a valorização, Interreg IV-C, cultura de utilização da bicicleta conhecimento e conservação do património ambiental e integrada numa A proposta Escola Ciclável tem como objectivo estimular cultural do concelho,constituindo simultaneamente uma rede de 19 o gosto pelo uso da bicicleta, por parte das camadas mais oportunidade para o desenvolvimento de políticas de parceiros de 9 jovens. A proposta consiste num conjunto de actividades desenvolvimento territorial sustentável. países europeus, inseridas nas disciplinas curriculares (ex:matemática, sob o tema da estudo do meio, português, trabalhos Esta proposta deu origem ao projecto NaturRia, que consiste numa rede de troços cicláveis e pedonais, mobilidade ciclável manuais, educação fisica) e na área- em zonas rurais. -projecto do 12º ano, acompanhadas de equipados com zonas de descanso e informação, painéis PROPOSTA 1 eventos como competições de bicicleta interpretativos de fauna e flora, e zonas de observação 2 - Candidatura conjunta dos Sistema Cicloviário e a realização de oficinas, permitindo a da natureza situadas em locais munícipios da Murtosa, Ovar e aprendizagem sobre a mecânica e de elevado valor paisagístico. Estarreja ao QREN-POVT, com o O Sistema Cicloviário é Projecto Cicloria, que pretende constituido por uma rede de vias manutenção básicas deste modo de O projecto teve como base transporte. As actividades são apoiar e desenvolver a cultura cicláveis, estacionamento para um estudo cientifico sobre os do uso dos modos bicicletas e uma rede de complementadas com projectos de valores ambientais no infra-estrutura segura e adaptada a este suaves na região. equipamentos de apoio (cacifos, concelho, e inclui ainda o balneários). grupo etário no trajecto para a escola desenho de brochuras Fonte: www.eb1-varzea- s-pedro-sul.rcts.pt (referência: Safe Routes to Schools). e guias dos percursos. Fonte: www.bioria.pt LEGENDA Mais informações: Site - http://www.cm-murtosa.pt/bicicleta Blogue - http://murtosaciclavel.blogs.sapo.pt EQUIPA RESPONSÁVEL PELA ELABORAÇÃO DO ESTUDO AUTORES DO POSTER COORDENADOR| Artur da Rosa Pires José Carlos Mota Câmara Municipal GESTORES DE PROJECTO| José Carlos Mota Gonçalo Santinha universidade Gonçalo Santinha Paulo Silva Paulo Dias Sara Marques de aveiro da Murtosa Tiago Picão BOLSEIROS| Paulo Dias Co-financiado pela UE Sara Marques FEDER Tiago Picão SETEMBRO| 2008