SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
SISTEMA DE QUALIDADE
PES – Procedimento de Execução de Serviço
POPELABS – INOVAR É A NOSSA MISSÃO
Processo
ELABORAÇÃO DAS CAMADASANÓDICASE
CATÓDICAS
IDENTIFICAÇÃO VERSÃO FOLHANº
PES 01 001 1/4
1. DOCUMENTOSDE REFERÊNCIA
 Matriz de elaboraçãode displayLCD(aideiaprincipal dofuncionamento);
 Matriz química acerca da eletrosferade umátomo;
2. MATERIAIS E EQUIPAMENTOS
 Material destinado à fabricação das
camadas:
o Plástico transparente;
o Vidro;
o Polianilina como polímero
orgânico;
o Polifluoreno como polímero
orgânico;
o Mesas com controle de
temperatura;
 Materiais pré-requisitos:
o Geradores elétricos;
o Mesas com controle de
temperatura;
o EPIs;
o Quadro elétrico dimensionado
para 12kvolts;
 Equipamentos ligados à automação:
o Software de calibragem
o RSLOGIX 500
o CLP SIEMENS S7 300
o Robo Azumo 500;
 Equipamentos pessoais do
profissional:
o Multímetro
o Alicates
o Chave estrela
o Luvas antiestáticas;
o Uniforme contra incêndios;
 Materiais de hidráulica:
o Porcas reservas;
o Chaves inglesas;
o Arruelas;
o Pistões;
o Óleo lubrificante;
o Líquido de arrefecimento;
3. MÉTODO EXECUTIVO
3.1. Condições para o início dos serviços
 Realização da inspeção dos robôs e dos softwares auxiliares para a
elaboração das camadas;
 Realização da inspeção da matéria prima a ser utilizada;
 Averiguação das condições de temperatura e umidade do ambiente.
SISTEMA DE QUALIDADE
PES – Procedimento de Execução de Serviço
POPELABS – INOVAR É A NOSSA MISSÃO
Processo
ELABORAÇÃO DAS CAMADASANÓDICASE
CATÓDICAS
IDENTIFICAÇÃO VERSÃO FOLHANº
PES 01 001 2/4
3.2.Execução dos serviços
3.2.1. Separação dos materiais
Com os materiais à disposição para a elaboração das camadas anódicas e
catódicas, bem como toda a conformidade da infraestrutura fabril – robôs, mesas
com controle de temperatura, CLP, EPIs e etc, é dado o início aos
procedimentos de fabricação, supervisão e manutenção.
Para o uso direto com os profissionais,são separados os alicates, multímetros,
chaves estrela, água destilada, computadores com os softwares de calibragem já
preparados para uso e dentre outros materiais listados no item 2.
3.2.2. Etapas que ocorrem para a fabricação das camadas constituintes dos
displays OLED’s
3.2.2.1. Injeção: Ao se aplicar tensão entre os eletrodos, os buracos ( ou
lacunas) são injetados pelo ânodo e os elétrons pelo cátodo;
3.2.2.2. Transporte: Os buracos são transportados pela(s) camada(s)
presente(s) no dispositivo, desde o ânodo até atingirem a camada
eletroluminescente. Este transporte ocorre através dos orbitais ocupados
de maior energia, HOMO (Highest Occupied Molecular Orbital), que é
análogo à banda de valência nos semicondutores. Já os elétrons são
transportados através do LUMO (Lowest Unoccupied Molecular
Orbital), que corresponde à banda de condução, desde o cátodo até a
camada eletroluminescente.
Figura 1 Modelo didático que representa as camadas catódicas e anódicas
SISTEMA DE QUALIDADE
PES – Procedimento de Execução de Serviço
POPELABS – INOVAR É A NOSSA MISSÃO
Processo
ELABORAÇÃO DAS CAMADASANÓDICASE
CATÓDICAS
IDENTIFICAÇÃO VERSÃO FOLHANº
PES 01 001 3/4
3.2.2.3. Formação do éxciton: A região em que os buracos e os elétrons
se encontram é conhecida como zona de recombinação, e idealmente, deve
estar na camada eletroluminescente. Nesta região ocorre a formação de
éxcitons. O éxciton é chamado de quase-partícula neutra, por tratar-se de
um estado ligado elétron-buraco que transporta energia, mas não possui
carga.
Figura 2 - Modelo teórico da partícula de éxcitron
3.2.2.4. Emissão: A energia proveniente dos éxcitons pode ser transferida
para os estados excitados do material eletroluminescente, tanto estado
singleto como tripleto. A emissão ocorre através do decaimento destes
estados excitados para estados de menor energia (normalmente o
fundamental), e a separação em energia entre eles é que define a cor a ser
emitida pelos dispositivos orgânicos.
SISTEMA DE QUALIDADE
PES – Procedimento de Execução de Serviço
POPELABS – INOVAR É A NOSSA MISSÃO
Processo
ELABORAÇÃO DAS CAMADASANÓDICASE
CATÓDICAS
IDENTIFICAÇÃO VERSÃO FOLHANº
PES 01 001 4/4
4. Modelo esquemático das camadas após a fabricação
Figura 3 Composição das camadas de um display OLED
Aprovado para Uso:
____________________ ___/___/___
Representante da Direção Data
Popelabs
___________________ __/___/___
Representante da Direção Data
Popelabs – Inovar é a nossa missão
Elaborado / Revisado por:
_________________________________________ ___/___/___
Tragtenberg Faraó Data
Fabricação camadas OLED

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

APR-Contrucao-Civil-2 (1).doc
APR-Contrucao-Civil-2 (1).docAPR-Contrucao-Civil-2 (1).doc
APR-Contrucao-Civil-2 (1).docIvson Barbosa
 
Soldagem com eletrodo revestido
Soldagem com eletrodo revestidoSoldagem com eletrodo revestido
Soldagem com eletrodo revestidoLaís Camargo
 
Curso de soldagem com eletrodo
Curso de soldagem com eletrodoCurso de soldagem com eletrodo
Curso de soldagem com eletrodoFabioSouza270
 
14671479-APR-ANALISE-PRELIMINAR-DE-RISCO.doc
14671479-APR-ANALISE-PRELIMINAR-DE-RISCO.doc14671479-APR-ANALISE-PRELIMINAR-DE-RISCO.doc
14671479-APR-ANALISE-PRELIMINAR-DE-RISCO.docFernando Andrade
 
APR 001 - MOBILIZAÇÃO CANTEIRO DE OBRAS.doc
APR 001 - MOBILIZAÇÃO CANTEIRO DE OBRAS.docAPR 001 - MOBILIZAÇÃO CANTEIRO DE OBRAS.doc
APR 001 - MOBILIZAÇÃO CANTEIRO DE OBRAS.docCceroOliveira17
 
Nbr 14787 espaço confinado, prevencao de acidentes, procedimentos e medidas d...
Nbr 14787 espaço confinado, prevencao de acidentes, procedimentos e medidas d...Nbr 14787 espaço confinado, prevencao de acidentes, procedimentos e medidas d...
Nbr 14787 espaço confinado, prevencao de acidentes, procedimentos e medidas d...Ane Costa
 
Ciências dos Materiais - Aula 20 - Tratamentos Térmicos dos materiais
Ciências dos Materiais - Aula 20 - Tratamentos Térmicos dos materiaisCiências dos Materiais - Aula 20 - Tratamentos Térmicos dos materiais
Ciências dos Materiais - Aula 20 - Tratamentos Térmicos dos materiaisFelipe Machado
 
Uso e Conservação EPIs NR6_2023.pptx
Uso e Conservação EPIs NR6_2023.pptxUso e Conservação EPIs NR6_2023.pptx
Uso e Conservação EPIs NR6_2023.pptxHailtonJose1
 
024.apr.16.09 -montagem_de_tubulações_envelopes_02
024.apr.16.09  -montagem_de_tubulações_envelopes_02024.apr.16.09  -montagem_de_tubulações_envelopes_02
024.apr.16.09 -montagem_de_tubulações_envelopes_02Jupira Silva
 
Soldadura
SoldaduraSoldadura
Soldadurasr adil
 
Plano de ação para atividades de cravação de estacas
Plano de ação para atividades de cravação de estacasPlano de ação para atividades de cravação de estacas
Plano de ação para atividades de cravação de estacasUniversidade Federal Fluminense
 
Check list-de-cabos-e-cintas
Check list-de-cabos-e-cintasCheck list-de-cabos-e-cintas
Check list-de-cabos-e-cintasAndre Cruz
 

Mais procurados (20)

APR-Contrucao-Civil-2 (1).doc
APR-Contrucao-Civil-2 (1).docAPR-Contrucao-Civil-2 (1).doc
APR-Contrucao-Civil-2 (1).doc
 
Soldagem com eletrodo revestido
Soldagem com eletrodo revestidoSoldagem com eletrodo revestido
Soldagem com eletrodo revestido
 
Curso de soldagem com eletrodo
Curso de soldagem com eletrodoCurso de soldagem com eletrodo
Curso de soldagem com eletrodo
 
14671479-APR-ANALISE-PRELIMINAR-DE-RISCO.doc
14671479-APR-ANALISE-PRELIMINAR-DE-RISCO.doc14671479-APR-ANALISE-PRELIMINAR-DE-RISCO.doc
14671479-APR-ANALISE-PRELIMINAR-DE-RISCO.doc
 
Apr modelo
Apr modeloApr modelo
Apr modelo
 
APR 001 - MOBILIZAÇÃO CANTEIRO DE OBRAS.doc
APR 001 - MOBILIZAÇÃO CANTEIRO DE OBRAS.docAPR 001 - MOBILIZAÇÃO CANTEIRO DE OBRAS.doc
APR 001 - MOBILIZAÇÃO CANTEIRO DE OBRAS.doc
 
Nbr 14787 espaço confinado, prevencao de acidentes, procedimentos e medidas d...
Nbr 14787 espaço confinado, prevencao de acidentes, procedimentos e medidas d...Nbr 14787 espaço confinado, prevencao de acidentes, procedimentos e medidas d...
Nbr 14787 espaço confinado, prevencao de acidentes, procedimentos e medidas d...
 
riscos tipicos no SEP.pptx
riscos tipicos no SEP.pptxriscos tipicos no SEP.pptx
riscos tipicos no SEP.pptx
 
Modelo analise de risco
Modelo analise de riscoModelo analise de risco
Modelo analise de risco
 
Ciências dos Materiais - Aula 20 - Tratamentos Térmicos dos materiais
Ciências dos Materiais - Aula 20 - Tratamentos Térmicos dos materiaisCiências dos Materiais - Aula 20 - Tratamentos Térmicos dos materiais
Ciências dos Materiais - Aula 20 - Tratamentos Térmicos dos materiais
 
76682359 239-check-list-balancim-urbe
76682359 239-check-list-balancim-urbe76682359 239-check-list-balancim-urbe
76682359 239-check-list-balancim-urbe
 
Apr trabalho em altura
Apr trabalho em alturaApr trabalho em altura
Apr trabalho em altura
 
APRESENTAÇÃO NR10.pptx
APRESENTAÇÃO NR10.pptxAPRESENTAÇÃO NR10.pptx
APRESENTAÇÃO NR10.pptx
 
Uso e Conservação EPIs NR6_2023.pptx
Uso e Conservação EPIs NR6_2023.pptxUso e Conservação EPIs NR6_2023.pptx
Uso e Conservação EPIs NR6_2023.pptx
 
024.apr.16.09 -montagem_de_tubulações_envelopes_02
024.apr.16.09  -montagem_de_tubulações_envelopes_02024.apr.16.09  -montagem_de_tubulações_envelopes_02
024.apr.16.09 -montagem_de_tubulações_envelopes_02
 
Checklist de conjuntos oxi corte
Checklist de conjuntos oxi corteChecklist de conjuntos oxi corte
Checklist de conjuntos oxi corte
 
Soldadura
SoldaduraSoldadura
Soldadura
 
Plano de ação para atividades de cravação de estacas
Plano de ação para atividades de cravação de estacasPlano de ação para atividades de cravação de estacas
Plano de ação para atividades de cravação de estacas
 
APR industrial
APR industrialAPR industrial
APR industrial
 
Check list-de-cabos-e-cintas
Check list-de-cabos-e-cintasCheck list-de-cabos-e-cintas
Check list-de-cabos-e-cintas
 

Semelhante a Fabricação camadas OLED

varixx_nota_2014_006
varixx_nota_2014_006varixx_nota_2014_006
varixx_nota_2014_006S Mazucato
 
CASE - Diagnóstico de Falhas em Cabos MT
CASE - Diagnóstico de Falhas em Cabos MTCASE - Diagnóstico de Falhas em Cabos MT
CASE - Diagnóstico de Falhas em Cabos MTAlexandre Grossi
 
Experiência 02 osciloscópio
Experiência 02   osciloscópioExperiência 02   osciloscópio
Experiência 02 osciloscópioMatheus Selis
 
DIAGNÓSTICOS ELÉTRICOS E DE MASSA EM PLASMA DE INTERESSE TECNOLÓGICO II
DIAGNÓSTICOS ELÉTRICOS E DE MASSA EM PLASMA DE INTERESSE TECNOLÓGICO IIDIAGNÓSTICOS ELÉTRICOS E DE MASSA EM PLASMA DE INTERESSE TECNOLÓGICO II
DIAGNÓSTICOS ELÉTRICOS E DE MASSA EM PLASMA DE INTERESSE TECNOLÓGICO IIMarcelo Andrade
 
A Compatibilidade Electromagnética de equipamentos electrónicos (Instalador A...
A Compatibilidade Electromagnética de equipamentos electrónicos (Instalador A...A Compatibilidade Electromagnética de equipamentos electrónicos (Instalador A...
A Compatibilidade Electromagnética de equipamentos electrónicos (Instalador A...Paulo Cabral
 
Ieee aplicação de grupos de ajuste em relés segurança em subestações
Ieee    aplicação de grupos de ajuste em relés  segurança em subestaçõesIeee    aplicação de grupos de ajuste em relés  segurança em subestações
Ieee aplicação de grupos de ajuste em relés segurança em subestaçõesJonnathan das Mercês
 
Medidores de Vazão Eletromagnéticos
Medidores de Vazão EletromagnéticosMedidores de Vazão Eletromagnéticos
Medidores de Vazão EletromagnéticosVictor Said
 
Cap4 osciloscópio
Cap4 osciloscópioCap4 osciloscópio
Cap4 osciloscópioManuelLuz2
 
Proposta de memória de cálculo de energia incidente
Proposta de memória de cálculo de energia incidenteProposta de memória de cálculo de energia incidente
Proposta de memória de cálculo de energia incidenteDaniel Azevedo
 

Semelhante a Fabricação camadas OLED (19)

varixx_nota_2014_006
varixx_nota_2014_006varixx_nota_2014_006
varixx_nota_2014_006
 
Tutorial aterramento
Tutorial aterramentoTutorial aterramento
Tutorial aterramento
 
CASE - Diagnóstico de Falhas em Cabos MT
CASE - Diagnóstico de Falhas em Cabos MTCASE - Diagnóstico de Falhas em Cabos MT
CASE - Diagnóstico de Falhas em Cabos MT
 
Experiência 02 osciloscópio
Experiência 02   osciloscópioExperiência 02   osciloscópio
Experiência 02 osciloscópio
 
DIAGNÓSTICOS ELÉTRICOS E DE MASSA EM PLASMA DE INTERESSE TECNOLÓGICO II
DIAGNÓSTICOS ELÉTRICOS E DE MASSA EM PLASMA DE INTERESSE TECNOLÓGICO IIDIAGNÓSTICOS ELÉTRICOS E DE MASSA EM PLASMA DE INTERESSE TECNOLÓGICO II
DIAGNÓSTICOS ELÉTRICOS E DE MASSA EM PLASMA DE INTERESSE TECNOLÓGICO II
 
Asep1 2016.1
Asep1 2016.1Asep1 2016.1
Asep1 2016.1
 
APLICAÇÃO A FIBRA ÓPTICA
APLICAÇÃO A FIBRA ÓPTICAAPLICAÇÃO A FIBRA ÓPTICA
APLICAÇÃO A FIBRA ÓPTICA
 
A Compatibilidade Electromagnética de equipamentos electrónicos (Instalador A...
A Compatibilidade Electromagnética de equipamentos electrónicos (Instalador A...A Compatibilidade Electromagnética de equipamentos electrónicos (Instalador A...
A Compatibilidade Electromagnética de equipamentos electrónicos (Instalador A...
 
Normas
NormasNormas
Normas
 
Normas
NormasNormas
Normas
 
Inst eletricas
Inst eletricasInst eletricas
Inst eletricas
 
Catálogo qee 2013_mult-k-ng
Catálogo qee 2013_mult-k-ngCatálogo qee 2013_mult-k-ng
Catálogo qee 2013_mult-k-ng
 
Ieee aplicação de grupos de ajuste em relés segurança em subestações
Ieee    aplicação de grupos de ajuste em relés  segurança em subestaçõesIeee    aplicação de grupos de ajuste em relés  segurança em subestações
Ieee aplicação de grupos de ajuste em relés segurança em subestações
 
Curso de osciloscópio
Curso de osciloscópioCurso de osciloscópio
Curso de osciloscópio
 
NR- 10 SEP.pptx
NR- 10 SEP.pptxNR- 10 SEP.pptx
NR- 10 SEP.pptx
 
Medidores de Vazão Eletromagnéticos
Medidores de Vazão EletromagnéticosMedidores de Vazão Eletromagnéticos
Medidores de Vazão Eletromagnéticos
 
Cap4 osciloscópio
Cap4 osciloscópioCap4 osciloscópio
Cap4 osciloscópio
 
Proposta de memória de cálculo de energia incidente
Proposta de memória de cálculo de energia incidenteProposta de memória de cálculo de energia incidente
Proposta de memória de cálculo de energia incidente
 
Discretos
DiscretosDiscretos
Discretos
 

Mais de Matheus Alves

Estudo bíblico - Feridas na alma
Estudo bíblico - Feridas na almaEstudo bíblico - Feridas na alma
Estudo bíblico - Feridas na almaMatheus Alves
 
Inglês - Cronograma de estudos e gramática
Inglês - Cronograma de estudos e gramáticaInglês - Cronograma de estudos e gramática
Inglês - Cronograma de estudos e gramáticaMatheus Alves
 
Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)
Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)
Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)Matheus Alves
 
Links úteis para estudar a bíblia
Links úteis para estudar a bíbliaLinks úteis para estudar a bíblia
Links úteis para estudar a bíbliaMatheus Alves
 
Técnicas assistivas - seminário(diabetes)
Técnicas assistivas - seminário(diabetes)Técnicas assistivas - seminário(diabetes)
Técnicas assistivas - seminário(diabetes)Matheus Alves
 
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2Matheus Alves
 
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3Matheus Alves
 
Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]
Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]
Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]Matheus Alves
 
Linguagem C - Arquivos [exercícios]
Linguagem C - Arquivos [exercícios]Linguagem C - Arquivos [exercícios]
Linguagem C - Arquivos [exercícios]Matheus Alves
 
Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]
Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]
Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]Matheus Alves
 
Linguagem C - Ponteiros [exercícios]
Linguagem C - Ponteiros [exercícios]Linguagem C - Ponteiros [exercícios]
Linguagem C - Ponteiros [exercícios]Matheus Alves
 
Linguagem C - Recursão [exercícios]
Linguagem C - Recursão [exercícios]Linguagem C - Recursão [exercícios]
Linguagem C - Recursão [exercícios]Matheus Alves
 
Linguagem C - Structs [exercícios]
Linguagem C - Structs [exercícios]Linguagem C - Structs [exercícios]
Linguagem C - Structs [exercícios]Matheus Alves
 
Linguagem C - Strings [exercícios]
Linguagem C - Strings [exercícios]Linguagem C - Strings [exercícios]
Linguagem C - Strings [exercícios]Matheus Alves
 
Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]
Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]
Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]Matheus Alves
 
Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]
Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]
Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]Matheus Alves
 
Diferença entre computadores analógicos e digitais
Diferença entre computadores analógicos e digitaisDiferença entre computadores analógicos e digitais
Diferença entre computadores analógicos e digitaisMatheus Alves
 
Silogismo e subjetividade - breve definição
Silogismo e subjetividade - breve definiçãoSilogismo e subjetividade - breve definição
Silogismo e subjetividade - breve definiçãoMatheus Alves
 
Lista de exercícios - vetores(Alguns gabaritos estão errados)
Lista de exercícios -  vetores(Alguns gabaritos estão errados)Lista de exercícios -  vetores(Alguns gabaritos estão errados)
Lista de exercícios - vetores(Alguns gabaritos estão errados)Matheus Alves
 
Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)
Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)
Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)Matheus Alves
 

Mais de Matheus Alves (20)

Estudo bíblico - Feridas na alma
Estudo bíblico - Feridas na almaEstudo bíblico - Feridas na alma
Estudo bíblico - Feridas na alma
 
Inglês - Cronograma de estudos e gramática
Inglês - Cronograma de estudos e gramáticaInglês - Cronograma de estudos e gramática
Inglês - Cronograma de estudos e gramática
 
Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)
Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)
Sustentabilidade - resumo (Pablo Pessoa)
 
Links úteis para estudar a bíblia
Links úteis para estudar a bíbliaLinks úteis para estudar a bíblia
Links úteis para estudar a bíblia
 
Técnicas assistivas - seminário(diabetes)
Técnicas assistivas - seminário(diabetes)Técnicas assistivas - seminário(diabetes)
Técnicas assistivas - seminário(diabetes)
 
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 2
 
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3
Apostila de Cálculo (UFRPE) - Volume 3
 
Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]
Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]
Resumo - CAP1 - As regras do método sociológico[Durkheim]
 
Linguagem C - Arquivos [exercícios]
Linguagem C - Arquivos [exercícios]Linguagem C - Arquivos [exercícios]
Linguagem C - Arquivos [exercícios]
 
Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]
Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]
Linguagem C - Alocação Dinâmica [exercícios]
 
Linguagem C - Ponteiros [exercícios]
Linguagem C - Ponteiros [exercícios]Linguagem C - Ponteiros [exercícios]
Linguagem C - Ponteiros [exercícios]
 
Linguagem C - Recursão [exercícios]
Linguagem C - Recursão [exercícios]Linguagem C - Recursão [exercícios]
Linguagem C - Recursão [exercícios]
 
Linguagem C - Structs [exercícios]
Linguagem C - Structs [exercícios]Linguagem C - Structs [exercícios]
Linguagem C - Structs [exercícios]
 
Linguagem C - Strings [exercícios]
Linguagem C - Strings [exercícios]Linguagem C - Strings [exercícios]
Linguagem C - Strings [exercícios]
 
Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]
Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]
Linguagem C - Vetores e matrizes [exercícios]
 
Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]
Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]
Linguagem C - Comandos condicionais [exercícios]
 
Diferença entre computadores analógicos e digitais
Diferença entre computadores analógicos e digitaisDiferença entre computadores analógicos e digitais
Diferença entre computadores analógicos e digitais
 
Silogismo e subjetividade - breve definição
Silogismo e subjetividade - breve definiçãoSilogismo e subjetividade - breve definição
Silogismo e subjetividade - breve definição
 
Lista de exercícios - vetores(Alguns gabaritos estão errados)
Lista de exercícios -  vetores(Alguns gabaritos estão errados)Lista de exercícios -  vetores(Alguns gabaritos estão errados)
Lista de exercícios - vetores(Alguns gabaritos estão errados)
 
Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)
Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)
Matemática elementar volume 7 (Geometria Analítica)
 

Último

QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 

Último (20)

Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 

Fabricação camadas OLED

  • 1. SISTEMA DE QUALIDADE PES – Procedimento de Execução de Serviço POPELABS – INOVAR É A NOSSA MISSÃO Processo ELABORAÇÃO DAS CAMADASANÓDICASE CATÓDICAS IDENTIFICAÇÃO VERSÃO FOLHANº PES 01 001 1/4 1. DOCUMENTOSDE REFERÊNCIA  Matriz de elaboraçãode displayLCD(aideiaprincipal dofuncionamento);  Matriz química acerca da eletrosferade umátomo; 2. MATERIAIS E EQUIPAMENTOS  Material destinado à fabricação das camadas: o Plástico transparente; o Vidro; o Polianilina como polímero orgânico; o Polifluoreno como polímero orgânico; o Mesas com controle de temperatura;  Materiais pré-requisitos: o Geradores elétricos; o Mesas com controle de temperatura; o EPIs; o Quadro elétrico dimensionado para 12kvolts;  Equipamentos ligados à automação: o Software de calibragem o RSLOGIX 500 o CLP SIEMENS S7 300 o Robo Azumo 500;  Equipamentos pessoais do profissional: o Multímetro o Alicates o Chave estrela o Luvas antiestáticas; o Uniforme contra incêndios;  Materiais de hidráulica: o Porcas reservas; o Chaves inglesas; o Arruelas; o Pistões; o Óleo lubrificante; o Líquido de arrefecimento; 3. MÉTODO EXECUTIVO 3.1. Condições para o início dos serviços  Realização da inspeção dos robôs e dos softwares auxiliares para a elaboração das camadas;  Realização da inspeção da matéria prima a ser utilizada;  Averiguação das condições de temperatura e umidade do ambiente.
  • 2. SISTEMA DE QUALIDADE PES – Procedimento de Execução de Serviço POPELABS – INOVAR É A NOSSA MISSÃO Processo ELABORAÇÃO DAS CAMADASANÓDICASE CATÓDICAS IDENTIFICAÇÃO VERSÃO FOLHANº PES 01 001 2/4 3.2.Execução dos serviços 3.2.1. Separação dos materiais Com os materiais à disposição para a elaboração das camadas anódicas e catódicas, bem como toda a conformidade da infraestrutura fabril – robôs, mesas com controle de temperatura, CLP, EPIs e etc, é dado o início aos procedimentos de fabricação, supervisão e manutenção. Para o uso direto com os profissionais,são separados os alicates, multímetros, chaves estrela, água destilada, computadores com os softwares de calibragem já preparados para uso e dentre outros materiais listados no item 2. 3.2.2. Etapas que ocorrem para a fabricação das camadas constituintes dos displays OLED’s 3.2.2.1. Injeção: Ao se aplicar tensão entre os eletrodos, os buracos ( ou lacunas) são injetados pelo ânodo e os elétrons pelo cátodo; 3.2.2.2. Transporte: Os buracos são transportados pela(s) camada(s) presente(s) no dispositivo, desde o ânodo até atingirem a camada eletroluminescente. Este transporte ocorre através dos orbitais ocupados de maior energia, HOMO (Highest Occupied Molecular Orbital), que é análogo à banda de valência nos semicondutores. Já os elétrons são transportados através do LUMO (Lowest Unoccupied Molecular Orbital), que corresponde à banda de condução, desde o cátodo até a camada eletroluminescente. Figura 1 Modelo didático que representa as camadas catódicas e anódicas
  • 3. SISTEMA DE QUALIDADE PES – Procedimento de Execução de Serviço POPELABS – INOVAR É A NOSSA MISSÃO Processo ELABORAÇÃO DAS CAMADASANÓDICASE CATÓDICAS IDENTIFICAÇÃO VERSÃO FOLHANº PES 01 001 3/4 3.2.2.3. Formação do éxciton: A região em que os buracos e os elétrons se encontram é conhecida como zona de recombinação, e idealmente, deve estar na camada eletroluminescente. Nesta região ocorre a formação de éxcitons. O éxciton é chamado de quase-partícula neutra, por tratar-se de um estado ligado elétron-buraco que transporta energia, mas não possui carga. Figura 2 - Modelo teórico da partícula de éxcitron 3.2.2.4. Emissão: A energia proveniente dos éxcitons pode ser transferida para os estados excitados do material eletroluminescente, tanto estado singleto como tripleto. A emissão ocorre através do decaimento destes estados excitados para estados de menor energia (normalmente o fundamental), e a separação em energia entre eles é que define a cor a ser emitida pelos dispositivos orgânicos.
  • 4. SISTEMA DE QUALIDADE PES – Procedimento de Execução de Serviço POPELABS – INOVAR É A NOSSA MISSÃO Processo ELABORAÇÃO DAS CAMADASANÓDICASE CATÓDICAS IDENTIFICAÇÃO VERSÃO FOLHANº PES 01 001 4/4 4. Modelo esquemático das camadas após a fabricação Figura 3 Composição das camadas de um display OLED Aprovado para Uso: ____________________ ___/___/___ Representante da Direção Data Popelabs ___________________ __/___/___ Representante da Direção Data Popelabs – Inovar é a nossa missão Elaborado / Revisado por: _________________________________________ ___/___/___ Tragtenberg Faraó Data