"Nós não devemos deixar
que as incapacidades das
pessoas nos impossibilitem
de reconhecer as suas
habilidades."
( Hallahan...
Deficiência - termo usado para definir

a ausência ou a disfunção de uma
estrutura psíquica, fisiológica ou
anatómica. Di...
Todos os dias os

deficientes sentem
dificuldades em
atividades que são do
nosso quotidiano e que,
para nós, são simples
...
Principais causas das deficiências:
Uma pessoa pode apresentar deficiência física,

auditiva, visual, intelectual, mental...
Algumas causas das Deficiências
 Os fatores hereditários, genéticos.
 A assistência inadequada às gestantes, ao parto e ...
O Direito dos Deficientes
1 - O termo "pessoa com

deficiência" é aplicável a
qualquer pessoa que não
possa por si só responder,
total ou parcialme...
2 - As pessoas com deficiência gozam de todos os

direitos estabelecidos nesta Declaração. Estes são
reconhecidos a todas...
3 - As pessoas com deficiência têm o

direito inalienável ao respeito pela
sua dignidade humana. As pessoas
com deficiênc...
4 - As pessoas com

deficiência têm os
mesmos direitos
civis e políticos que
os outros seres
humanos.
5 - As pessoas com

deficiência têm o direito às
medidas destinadas a
permitir-lhes tornarem-se
tão autónomas quanto
poss...
6 - As pessoas com deficiência têm direito a tratamento

médico, psicológico e funcional, incluindo próteses e
ortóteses,...
7 - As pessoas com

deficiência têm direito à
segurança económica e
social e a um nível de vida
decente. Têm o direito,
s...
8 - As pessoas com

deficiência têm o direito a
que o planeamento
económico e social, a todos os
níveis, tome em consider...
9 - As pessoas com deficiência têm direito de viver

com suas famílias ou os seus substitutos e de
participar de todas as...
10 - As pessoas com deficiência

devem ser defendidas contra
toda a espécie de exploração, de
disciplina e de tratamento ...
11 - As pessoas com deficiência

devem poder dispor de apoio jurídico
qualificado, sempre que seja
indispensável para à d...
12 – É reconhecida a utilidade de

consulta às organizações de pessoas com
deficiência, em todos os assuntos
relativos ao...
Incluir

quer dizer fazer parte,
inserir, introduzir.
Assim, a inclusão social das pessoas
com deficiências significa torn...
As sociedades
antepassadas não
aceitavam a deficiência,
provocando uma
exclusão quase total das
pessoas portadoras desta.
...
Felizmente, o mundo desenvolveu levando a uma
maior aceitação da deficiência devido ao aparecimento de
novos pensamentos e...
 Esse interesse provocou o início do atendimento aos

deficientes, a saúde começou a dar valor ao atendimento as
pessoas ...
O caminho para termos uma sociedade
incluída será, provavelmente, aprofundar a
Educação Inclusiva apoiando todos os pacien...
A assistência de Enfermagem
na reabilitação de um paciente que possui
alguma deficiência tem como principais
objetivos aux...
A avaliação de Enfermagem necessita de uma
abordagem HOLÍSTICA.

O estado físico, mental, emocional,espiritual, social e
e...
Por meio da Sistematização da
Assistência, o enfermeiro
reabilitador desenvolve um
Plano de Cuidados destinados a
facilita...
Com o enfoque na realização das
atividades da vida diária (AVD) da
maneira mais independente possível,
torna-se necessário...
Os deficientes são também cidadãos, com os mesmos direitos e
deveres que as outras pessoas.

Por isso, respeite-os como ig...
http://www.pcd.pt/biblioteca/docs.php?

id=324&id_doc=168&id_cat=18 – Site informativo sobre os
direitos dos Deficientes
...
Trabalho em reabilitação
Trabalho em reabilitação
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho em reabilitação

1.204 visualizações

Publicada em

Direito e Inclusão de deficientes

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.204
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • {}
  • Trabalho em reabilitação

    1. 1. "Nós não devemos deixar que as incapacidades das pessoas nos impossibilitem de reconhecer as suas habilidades." ( Hallahan e Kauffman, 1994) 
    2. 2. Deficiência - termo usado para definir a ausência ou a disfunção de uma estrutura psíquica, fisiológica ou anatómica. Diz respeito à biologia da pessoa. A expressão ‘’pessoa com deficiência’’ pode ser aplicada referindo-se a qualquer pessoa que possua uma deficiência.
    3. 3. Todos os dias os deficientes sentem dificuldades em atividades que são do nosso quotidiano e que, para nós, são simples de realizar… Para eles não…
    4. 4. Principais causas das deficiências: Uma pessoa pode apresentar deficiência física, auditiva, visual, intelectual, mental ou múltipla. A deficiência pode ser percebida já no nascimento de uma criança, ou pode ser adquirida ao longo da vida da pessoa.
    5. 5. Algumas causas das Deficiências  Os fatores hereditários, genéticos.  A assistência inadequada às gestantes, ao parto e às crianças  As doenças transmissíveis como a rubéola, toxoplasmose, meningite, Doenças sexualmente transmissíveis (sífilis, aids) As doenças crônicas como hipertensão arterial, diabetes, infarto, acidentes vasculares, Alzheimer, Parkinson  As perturbações psiquiátricas.  A violência na família, na comunidade e no trânsito  As más condições de vida
    6. 6. O Direito dos Deficientes
    7. 7. 1 - O termo "pessoa com deficiência" é aplicável a qualquer pessoa que não possa por si só responder, total ou parcialmente à exigência da vida corrente, individual e/ou coletiva, por motivo de qualquer insuficiência, congénita ou adquirida, das suas capacidades físicas ou mentais.
    8. 8. 2 - As pessoas com deficiência gozam de todos os direitos estabelecidos nesta Declaração. Estes são reconhecidos a todas as pessoas com deficiência sem qualquer excepção e sem distinção ou discriminação com base em questões de raça, cor, sexo, língua, religião, opiniões políticas ou outras, origem social ou nacional, estado de saúde, nascimento ou qualquer outra situação que diga respeito à própria pessoa com deficiência ou a sua família.
    9. 9. 3 - As pessoas com deficiência têm o direito inalienável ao respeito pela sua dignidade humana. As pessoas com deficiência, qualquer que seja a origem, natureza e gravidade de suas deficiências, têm os mesmos direitos fundamentais que seus concidadãos da mesma idade, o que implica, antes de tudo, o direito de desfrutar de uma vida decente, tão normal e plena quanto possível.
    10. 10. 4 - As pessoas com deficiência têm os mesmos direitos civis e políticos que os outros seres humanos.
    11. 11. 5 - As pessoas com deficiência têm o direito às medidas destinadas a permitir-lhes tornarem-se tão autónomas quanto possível.
    12. 12. 6 - As pessoas com deficiência têm direito a tratamento médico, psicológico e funcional, incluindo próteses e ortóteses, à reabilitação médica e social, à educação, educação vocacional e reabilitação, assistência, aconselhamento, serviços de colocação e outros serviços que lhes possibilitem desenvolver ao máximo as suas capacidades e aptidões e a acelerar o processo de sua integração ou reintegração social.
    13. 13. 7 - As pessoas com deficiência têm direito à segurança económica e social e a um nível de vida decente. Têm o direito, segundo as suas competências, ao acesso e permanência no emprego ou ao exercício de atividades úteis, produtivas e lucrativas.
    14. 14. 8 - As pessoas com deficiência têm o direito a que o planeamento económico e social, a todos os níveis, tome em consideração as suas necessidades específicas.
    15. 15. 9 - As pessoas com deficiência têm direito de viver com suas famílias ou os seus substitutos e de participar de todas as atividades sociais, criativas e recreativas. Nenhuma pessoa pessoa com deficiência será submetida, por razões de natureza habitacional a tratamento diferente, além daquele requerido pela sua condição ou necessidade de recuperação. Se a permanência de uma pessoa com deficiência num estabelecimento especializado for indispensável, as condições de vida e o meio ambiente devem aproximar-se, tanto quanto possível, de uma vida normal para pessoas da mesma idade.
    16. 16. 10 - As pessoas com deficiência devem ser defendidas contra toda a espécie de exploração, de disciplina e de tratamento de natureza discriminatória, abusiva ou degradante.
    17. 17. 11 - As pessoas com deficiência devem poder dispor de apoio jurídico qualificado, sempre que seja indispensável para à defesa das suas pessoas e bens. Se contra elas for instaurado procedimento judicial deverá ser tida em consideração a sua condição física e mental.
    18. 18. 12 – É reconhecida a utilidade de consulta às organizações de pessoas com deficiência, em todos os assuntos relativos aos direitos daqueles cidadãos. 13 - As pessoas com deficiência, as suas famílias e as suas organizações deverão ser amplamente informadas, por todos os meios apropriados, dos direitos contidos nesta Declaração.
    19. 19. Incluir quer dizer fazer parte, inserir, introduzir. Assim, a inclusão social das pessoas com deficiências significa torná-las participantes da vida social, econômica e política, assegurando o respeito aos seus direitos no âmbito da Sociedade, do Estado e do Poder Público
    20. 20. As sociedades antepassadas não aceitavam a deficiência, provocando uma exclusão quase total das pessoas portadoras desta. As famílias chegavam mesmo a escondê-las da convivência com outros, isolando-as do mundo.
    21. 21. Felizmente, o mundo desenvolveu levando a uma maior aceitação da deficiência devido ao aparecimento de novos pensamentos e mentalidades. Estas transformações aconteceram, em grande maioria, no final do século XIX e começo do século XX na Revolução Industrial, com o aparecimento do interesse pela educação nos países desenvolvidos.
    22. 22.  Esse interesse provocou o início do atendimento aos deficientes, a saúde começou a dar valor ao atendimento as pessoas com deficiência, trazendo para elas melhor qualidade de vida, bem como o aparecimento da educação especial destinada a um movimento de inclusão escolar e social. Assim a sociedade aprendeu a ser mais inclusiva, compreensiva e solidária com a deficiência. Hoje, as crianças com deficiência tem um atendimento especializado, frequentam a escola, saem a rua, brincam, vivem como uma criança dita “normal”. No entanto, ainda temos um longo caminho a percorrer para que todas as pessoas se sintam integradas e apoiadas por todo o mundo.
    23. 23. O caminho para termos uma sociedade incluída será, provavelmente, aprofundar a Educação Inclusiva apoiando todos os pacientes com dificuldades, dando-lhes uma boa reabilitação e educação de qualidade num ambiente comunitário e diverso.
    24. 24. A assistência de Enfermagem na reabilitação de um paciente que possui alguma deficiência tem como principais objetivos auxiliá-lo a se tornar independente o máximo que puder dentro de suas condições, promover e incentivar o autocuidado através de orientações e treinamento de situações, preparar o deficiente para uma vida social, familiar da melhor maneira possível e com qualidade
    25. 25. A avaliação de Enfermagem necessita de uma abordagem HOLÍSTICA. O estado físico, mental, emocional,espiritual, social e econômico são considerados.  
    26. 26. Por meio da Sistematização da Assistência, o enfermeiro reabilitador desenvolve um Plano de Cuidados destinados a facilitar a reabilitação, restaurar e manter níveis saudáveis de vida e evitar complicações.
    27. 27. Com o enfoque na realização das atividades da vida diária (AVD) da maneira mais independente possível, torna-se necessário que o enfermeiro reabilitador conheça os hábitos e o estilo de vida do paciente no contexto da família e da sociedade. Esta atuação compreende o autocuidado para a capacidade de vestir/despir, alimentar-se, fazer higiene pessoal e íntima, prevenir deformidades de articulação, complicações respiratórias e vasculares.
    28. 28. Os deficientes são também cidadãos, com os mesmos direitos e deveres que as outras pessoas. Por isso, respeite-os como iguais que somos. Fim...
    29. 29. http://www.pcd.pt/biblioteca/docs.php? id=324&id_doc=168&id_cat=18 – Site informativo sobre os direitos dos Deficientes Artigo: Madureira NCM. O saber-fazer do cuidador familiar da pessoa com deficiência física: um estudo no pré e trans-reabilitação. [dissertação] São Paulo (SP): Escola de Enfermagem da USP; 2000. Artigo: Inclusão social da pessoa com deficiência: Medidas de enfermagem que fazem a diferença

    ×