Tabela Matriz Novo Curso

155 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
155
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tabela Matriz Novo Curso

  1. 1. Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão Conhecimento na área Biblioteca escolar Aspectos críticos que a Literatura Desafios. Acções Domínio identifica Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças a implementar -Ter uma postura de -Existência de um -Equipa pequena, - Acções que -O impacto das -Acções que levem os investigação e professor com professores da contribuam para a Tecnologias da alunos a transformar aprendizagem Bibliotecário com mesma área formação informação e o papel a informação em contínua. formação. disciplinar. especializada do do professor conhecimento professor Bibliotecário. pessoal. - Possuir - Existência de um - Horário nocturno Bibliotecário. (Tecnologias em competências na área Professor (só abre uma vez por permanente -Dar uma visibilidade das TIC Bibliotecário a tempo semana à noite). - Auto-avaliação da mudança) cada vez maior à BE, inteiro BE, tendo em vista a de modo a modificar - Espírito crítico e melhoria em todos os - Falta de a visão dos outros. capacidade para domínios, também na compreensão e Competências do resolver problemas. - Existência de uma actuação e papel do - Acções de apreço pelo papel do professor bibliotecário equipa e de uma professor professor articulação, cada vez - Ter a capacidade de funcionária a tempo bibliotecário. Bibliotecário. mais frequentes com conseguir transformar inteiro. os Departamentos a informação na -Percepção negativa, Curriculares, tendo construção do -Horário da BE pelos outros, da em vista uma melhor conhecimento. acompanha horário imagem do professor aprendizagem dos dos alunos. (sem bibliotecário. alunos. interrupções). -Abertura da BE para os cursos nocturnos. -Educar para o sucesso e para a cidadania.
  2. 2. - Elaboração de - BE não deverá ser -Existência de um inquéritos e/ou outros um espaço de Regulamento Interno - BE, pequena para as processos de recolha informação, mas sim e de um Manual de necessidades. Organização e de informações, um espaço de Procedimentos. Gestão da BE construção do tendo por objectivo melhorar as ofertas conhecimento. - Tratamento do educativas de acordo - Um espaço fundo documental com as necessidades agradável organizado não livro. - Avaliação e preferências da e dividido pelas comunidade escolar. -A BE deverá ter um várias zonas -Recolha sistemática papel: informacional, funcionais. - Cds áudio e DVDs de evidências. -Tratamento transformativo e muito estatístico de formativo. - Todo o fundo desactualizados. documental impresso: utilização dos catalogação, - Falta de algum serviços da BE Falta de um (requisições, - A BE deverá indexação, material importante orçamento consultas, etc).— desenvolver classificação e (expositores, estratégias de gestão informatização. actualização do anual para e de integração da programa despesas da BE -Avaliação periódica BE, na escola e no - Horário informático, Porbase do trabalho realizado. desenvolvimento 5, computador para curricular. - Funcionária a tempo pesquisa do catálogo, -Elaboração de um inteiro. na internet). relatório no final do ano lectivo. -A Coordenador faz parte do CP -Resposta a questionários a toda a - Catálogo na Internet comunidade educativa, para avaliação interna da BE. -Preenchimento de instrumentos de recolha de dados para auto-avaliação da BE
  3. 3. -A BE deverá ter uma actividade sistemática -Recolha de -Permanente de recolha de sugestões para organização dos informação. aquisição de fundo fundos documentais. documental junto da comunidade -Colecção -Aumento do material - A BE deverá educativa desactualizada no que multimédia disponibilizar um diz respeito a conjunto de recursos - 80% do catálogo material multimédia. - Aumento de obras de informação, em está informatizado de leitura orientada diferentes ambientes para o 3º ciclo e suportes, com - O empréstimo - Número reduzido de qualidade adequada domiciliário está obras para leitura -Aquisição de fundos às necessidades dos informatizado orientada, documentais que utilizadores. principalmente para o funcionem como Gestão da Colecção - A BE empresta 3º ciclo. suporte ao documentos a todas Falta de um desenvolvimento as escolas do PNL/CM orçamento anual curricular, a Agrupamento. actividades extra curriculares e - Parceria com o PNL projectos e CM. interdisciplinares. -Organização de Dossiers Temáticos digitais -Elaboração periódica de um boletim informativo, divulgando o material entrado na biblioteca.
  4. 4. -Planificação, tendo em conta todos os -A BE deve formar Departamentos para as diferentes curriculares. -Elaboração de literacias. projectos A BE como espaço de - Planificação interdisciplinares que - A BE deve conjunta com as -Pouca importância promovam a conhecimento e contribuir, restantes escolas do da BE para muitos articulação entre aprendizagem. Trabalho juntamente com Agrupamento. docentes. -PTE diversas áreas do colaborativo e articulado outros docentes, para saber. com Departamentos e o desenvolvimento de -Colaboração das - Dificuldades de -Projecto Curricular docentes. competências que diferentes áreas articulação com de Turma - Presença nas suportam as disciplinares, em alguns reuniões dos aprendizagens e a actividades da BE. Departamentos diferentes construção do Departamentos. conhecimento. - Presença da Coordenadora no CP - A BE deve -Colecção de - Fundo documental - Trabalho de promover e incentivar conjuntos de obras do pouco diversificado, promoção da leitura a leitura, como forma PNL particularmente na em ambientes digitais de alargar o horizonte área digital: CDROM cultural dos alunos e - Aumento de ; DVD e CD áudio. - Abertura da BE aos Formação para a leitura e dar-lhes através da empréstimos - Formação nas áreas Pais ou Encarregados para as literacias leitura, capacidade de domiciliários - Poucos livros para o de Leitura e Literacia -Falta de tempo dos de Educação. sonhar. 3º ciclo alunos para a - Visita de escritores - Utilização das TIC frequência da BE. - Aumentar o fundo - A BE deve -Inexistência de documental. desenvolver - A BE desenvolve empréstimos de competências de várias acções no recursos digitais. - Participação dos leitura e de um âmbito da promoção alunos em fóruns e programa de Literacia da leitura.: blogues.
  5. 5. da Informação, - “Hora do Conto”- -Inexistência de integrado no Educação Especial e Jornais e revistas no - Elaboração de desenvolvimento 1º ciclo. espaço de leitura guiões de pesquisa. curricular. informal - Articulação com o Departamento de - Dossiers biográficos Línguas. e bibliográficos digitais. - Apoio a todas as iniciativas dos docentes, tendo em vista a promoção da leitura. -“O Autor do Mês” -Concurso “O Melhor Leitor”. -“História a 4 mãos” (1º e 2º ciclos) -Utilização das novas tecnologias para uma -Partilha de materiais -Pouca preparação de -Falta de tempo de -Criação de portais de melhor aprendizagem em blogues, BE e os novos ambientes alguns para utilização professores e alunos acesso, aos alunos, dos alunos e uma Plataforma Moodle plataformas… digitais. das novas para uma permanente com informações e construção mais tecnologias. actualização em TIC materiais diversos. eficaz do -PTE conhecimento. -Criar instrumentos de recolha de dados Gestão de evidências/ Aferir a eficiência da - Aplicar o modelo de Formação na auto- -Trabalhar os dados avaliação. BE. auto-avaliação da BE avaliação da BE. estatisticamente.
  6. 6. Gestão da mudança SÍNTESE Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias Avaliar: Aferir a eficácia dos serviços que prestamos, identificando sucessos e insucessos e factores que condicionam a qualidade e Gerir expectativas; eficiência do serviço. Definir políticas; Aferir o impacto que temos nas atitudes, Planear; Factores internos e externos. comportamento e competências dos nossos Projectar; utilizadores. Agir. Desenvolver uma actividade sistemática de recolha de informação que nos permita ajuizar e decidir de forma fundamentada o rumo a dar à nossa acção.

×