Os ciclos económicos

4.870 visualizações

Publicada em

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.870
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
629
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
54
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os ciclos económicos

  1. 1. IntroduçãoOs Ciclos Económicos 2
  2. 2. Os Ciclos Económicos 3
  3. 3. Nikolai D. Kondratiev • "A base dos ciclos longos é o desgaste, a reposição e o incremento do fundo de bens de capital básicos, cuja produçãoexige investimentos enormes. (…)A reposição e o incremento desse fundo não é um processo contínuo. Realiza-se por saltos". N.D. Kondratiev Os Ciclos Económicos 4
  4. 4. O Ciclo de Kondratiev Os Ciclos Económicos 5
  5. 5. "Cada nova fase do ciclo é pré-determinado com acúmulo de factores da faseanterior, e cada novo ciclo está a seguir o precedente tão naturalmente como uma fase de cada ciclo após o outro. No entanto, ele tem que ser entendidoque cada novo ciclo surge em novas condições históricas particulares, em um novo nível de desenvolvimento das forças produtivas e, portanto, não é uma simples reiteração do ciclo anterior “ N. D. Kondratiev Os Ciclos Económicos 6
  6. 6. Joseph Schumpeter “A história poderia ser escrita em termos de ocasiões perdidas”. Joseph Schumpeter Os Ciclos Económicos 7
  7. 7. “As inovações no sistema económico não aparecem, via de regra, de tal maneira que primeiramente as novas necessidades surgem espontaneamente nos consumidores e então o aparato produtivo se modifica sob sua pressão. Não negamos a presença desse nexo. Schumpeter, 1911 Os Ciclos Económicos 8
  8. 8. Os Ciclos Económicos 9
  9. 9. John M. Keynes "... as ideias dos economistas e dos filósofos políticos, tanto quando estão certos como quando estão errados, são muito mais poderosas do que normalmente se imagina.Na verdade, o mundo é governado quase que exclusivamente por elas. Homens práticos, que se julgam imunes a quaisquer influências intelectuais, geralmente são escravos de algum economista já falecido." John Maynard KeynesOs Ciclos Económicos 10
  10. 10. Teoria Keynesiana Os Ciclos Económicos 11
  11. 11. "a longo prazo, estaremos todos mortos. Os economistas fixam para si próprios uma tarefa demasiado fácil e sobremaneira pouco útil se, nas estações de tempestade, só nos podem dizer que, quando a tempestade tiver passado, o oceano ficará novamente calmo".John Maynard Keynes Os Ciclos Económicos 12
  12. 12. César das NevesOs Ciclos Económicos 13
  13. 13. Um olhar por Portugal Os Ciclos Económicos 14
  14. 14. Os Ciclos Económicos 15
  15. 15. Os Ciclos Económicos 16
  16. 16. ConclusãoOs Ciclos Económicos 17
  17. 17. • http://pt.wikipedia.org/wiki/John_Maynard_Keynes• http://papaumbu.vilabol.uol.com.br/keynes/keynes.htm• http://www.economiabr.net/teoria_escolas/teoria_keynesiana.html• http://www.academiaeconomica.com/2008/05/teorias-keynesianas.html• http://pt.wikipedia.org/wiki/Nikolai_Kondratiev• http://www.dani2989.com/matiere1/kondratievoilpt.html• http://www.rep.org.br/pdf/40-2.pdf• http://www.ppge.ufrgs.br/giacomo/arquivos/eco02237/teoria-ciclos-economicos.pdf Os Ciclos Económicos 18
  18. 18. • Professor: Francisco Carvalho• Disciplina: Economia C• Alunas: Ana Silva; Fátima Sousa e Tânia Silva Os Ciclos Económicos 19

×