Árvores do RS

5.951 visualizações

Publicada em

Atividade desenvolvida por aluno da 4B, está sem nome.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.951
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
310
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Árvores do RS

  1. 1. A araucária pode atingir a altura de 50 metros.Vive em altitude de 600 a 800 metros, pode ter forma de cone ou taça e existe desde a época dos dinossauros.Seu habitat natural são regiões de temperatura mais baixas e de maior altitude e por isso no Rio Grande do Sul ela é encontrada no planalto.Conhecida como PINHEIRO BRASILEIRO, possui um fruto chamado pinhão, ela é símbolo do Sul do Brasil, está ameaçada de extinção e sua madeira é usada para fazer caixas, palitos de fósforo e papel.
  2. 2. • Árvore de porte médio, que atinge cerca de 15 metros. Seu caule, 30 a 40 cm de comprimento, é um pouco retorcido, com casca clara e lisa quando jovem, que aos poucos vai se tornando áspera e escura com a idade.• Suas folhas, que medem 40 cm de comprimento, são opostas, compostas por 25 a 30 pares de pequenos folíolos ovais delicados, de coloração verde-clara acinzentada, e se concentram na extremidade dos ramos.• No inverno, o jacarandá perde suas folhas, que dão lugar às flores na primavera.• Suas flores são duráveis, perfumadas e grandes, de coloração azul ou arroxeada e em forma de trompete.• A floração se estende por toda a primavera e início do verão.• Os frutos surgem no outono, são lenhosos e contém numerosas e pequenas sementes.
  3. 3. • As figueiras podem crescer de forma enérgica e por isso não é indicado que se cultivem figueiras de grande porte perto de casas, pois o crescimento de suas raízes têm a capacidade de deformar as paredes das residências.• Por fornecerem alimentos a aves, símios, morcegos e outros animais dispersores de sementes, têm importância na preservação das vegetações nativas tropicais e subtropicais. Os figos caídos no solo e na água servem também de alimentos a vários outros animais, incluindo peixes e insetos.• Há cerca de 755 espécies de figueiras no mundo, especialmente em regiões de clima tropical e subtropical e onde haja presença de água.• Conhecidas como ficus, gameleira ( ou gomeleira) e caxinguba, palavra de origem tupi-guarani.
  4. 4. • Árvore de porte médio, atingindo de 8 a 15 metros de altura por 40 cm de diâmetro. Casca pálida e sem pêlos.• Composição Química: 1) Óleo essencial – encontrado na casca e na folha. 2) Taninos 3) Açúcares 4) Cumarinas 5) Diterpenos e Sesquipernos 6) Minerais
  5. 5. • Pode atingir 15 metros de altura, casca lisa e escura e a colheita é feita quando as árvores estiverem bem desenvolvidas, em qualquer época do ano.• Composição Química: 1) Óleo essencial com geraniol 2) Cineol 3) Eugenol 4) Linalol 5) Terpineno 6) Pineno 7) Costunolide e Deacetillaurebiolide 8) Taninos 9) Açúcares 10) Pectinas
  6. 6. • A pitangueira é uma árvore nativa da Mata Atlântica brasileira, onde é encontrada na floresta semidecidual do planalto e nas restingas, desde Minas Gerais até o Rio Grande do Sul em regiões de clima subtropical.• Apesar de ser tipicamente brasileira, esta espécie atualmente pode ser encontrada na ilha da Madeira (Portugal), na América do Sul(Argentina, Bolívia, Guianas, Paraguai, Uruguai e Venezuela), América Central (incluindo Caribe), América do Norte (exceto Canadá) e África (Gabão, África do Sul e Madagascar).
  7. 7. • Árvore nativa do Brasil, Bolívia, Paraguai, Venezuela, Equador, Panamá, Nicarágua, Honduras, Guatemala, El Salvador, Costa Rica, Belize e México.• Árvore de 20 a 30 metros de altura, 60 a 80 centímetros de diâmetro na altura do peito.
  8. 8. • A erva-mate é originária da região subtropical da América do Sul, presente no sul do Brasil,e centro oeste do pais (Mato Grosso do Sul), norte da Argentina, Paraguai e hoje em dia este hábito continua popular nestas regiões, consumido como chá quente ou gelado (muito popular na região sudeste do Brasil), ou como chimarrão no sul do Brasil, principalmente nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, no Uruguai, no sul da Bolivia e na Argentina. Em alguns estados pode atingir 12 metros de altura, tem caule cinza, folhas ovais e fruto pequeno e verde ou vermelho-arroxeado. As folhas da erva-mate são aproveitadas na culinária.
  9. 9. • É uma árvore de crescimento rápido que fornece boa sombra na primavera e verão e perde suas folhas no inverno, deixando a luz do sol passar. Desta forma ela é bastante apropriada para arborização de regiões com estações bem marcadas.• A Timbauva pode medir de 20 a 35 metros de altura e de 80 a 160 de diâmetros de tronco. Está dispersa em várias formações florestais, com ocorrência nos estados do Pará, e Piauí até o Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul.• Surgem na primavera com cerca de 10 a 20 flores brancas.
  10. 10. ... ROXO: ... AMARELO:Árvore de porte médio, o ipê-roxo O ipê-amarelo é encontrado em todas no período do outono, se enche as regiões do Brasil e sempre de flores, para se reproduzir. chamou a atenção de naturalistas, É o primeiro dos ipês a florir no poetas, escritores e até de ano, inicia a floração em Junho, e políticos. O ipê-amarelo é a flor pode durar até agosto, conforme símbolo de nosso país. a árvore. Ipê é uma palavra de origem tupi, queA madeira do ipê-roxo, por ser significa árvore cascuda, e é o muito pesada e de propriedades nome popular usado para designar mecânicas altas, pode ser usada um grupo de nove ou dez espécies para acabamentos internos; de árvores com características artigos de esportes, como bolas semelhantes de flores brancas, de bocha e boliche, cabos de amarelas, rosas, roxas ou lilás. ferramentas e implementos agrícolas.

×