Liberdade liberal e a liberdade na rede

349 visualizações

Publicada em

Quinta feira, 20/08/2015 às 15h30
Sergio Amadeu

Publicada em: Internet
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
349
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Liberdade liberal e a liberdade na rede

  1. 1. agosto_2015 Liberdade liberal e a liberdade na rede Sergio amadeu da silveira @samadeu UFABC
  2. 2. @samadeu 1- Manifesto pela independência no ciberespaço, imaginário e a determinação histórica. 2- Liberdade dos antigos e dos modernos. 3- Liberdade na pós-modernidade entre hackers e cypherpunks (fracasso do liberalismo). 4- Os pilares da liberdade em uma sociedade cibernética (Anonimato e Privacidade). 5- Pensar a liberdade em rede ( como construção coletiva).
  3. 3. @samadeu Declaração de Independência do Ciberespaço Davos, Suíça 8 de fevereiro de 1996 John Perry Barlow
  4. 4. @samadeu Governos do Mundo Industrial, vocês gigantes aborrecidos de carne e aço, eu venho do espaço cibernético, o novo lar da Mente. Em nome do futuro, eu peço a vocês do passado que nos deixem em paz. Vocês não são benvindos entre nós. Vocês não têm a independência que nos une. (...)
  5. 5. @samadeu Não temos governos eleitos, nem mesmo é provável que tenhamos um, então eu me dirijo a vocês sem autoridade maior do que aquela com a qual a liberdade por si só sempre se manifesta. Eu declaro o espaço social global aquele que estamos construindo para ser naturalmente independente das tiranias que vocês tentam nos impor. Vocês não têm direito moral de nos impor regras, nem ao menos de possuir métodos de coação a que tenhamos real razão para temer.
  6. 6. @samadeu … Estamos criando um mundo que todos poderão entrar sem privilégios ou preconceitos de acordo com a raça, poder econômico, força militar ou lugar de nascimento. Estamos criando um mundo onde qualquer um em qualquer lugar poderá expressar suas opiniões, não importando quão singular, sem temer que seja coagido ao silêncio ou conformidade. ...
  7. 7. @samadeu Seus conceitos legais sobre propriedade, expressão, identidade, movimento e contexto não se aplicam a nós. Eles são baseados na matéria. Não há nenhuma matéria aqui. ...
  8. 8. @samadeu Na China, Alemanha, França, Rússia, Singapura, Itália e Estados Unidos, vocês estão tentando repelir o vírus da liberdade, erguendo postos de guarda nas fronteiras do espaço cibernético. Isso pode manter afastado o contágio por um curto espaço de tempo, mas não irá funcionar num mundo que brevemente será coberto pela mídia baseada em bits.
  9. 9. @samadeu (...) Nos Estados Unidos vocês estão criando uma lei, o Ato de Reforma das Telecomunicações, que repudia sua própria Constituição e insulta os sonhos de Jefferson, Washington, Mill, Madison, deTocqueville and Brandeis. Esses sonhos precisam nascer agora de novo dentro de nós. (…) Precisamos nos declarar virtualmente imunes de sua soberania, mesmo se continuarmos a consentir suas regras sobre nós. Nos espalharemos pelo mundo para que ninguém consiga aprisionar nossos pensamentos.
  10. 10. @samadeu Benjamin Constant DA LIBERDADE DOS ANTIGOS COMPARADA A DOS MODERNOS
  11. 11. @samadeu “Perguntai-vos primeiro, Senhores, o que em nossos dias um inglês, um francês, um habitante dos Estados Unidos da América entendem pela palavra liberdade. É para cada um o direito de não se submeter senão às leis, de não poder ser preso, nem detido, nem condenado, nem maltratado de nenhuma maneira, pelo efeito da vontade arbitrária de um ou de vários indivíduos.”
  12. 12. @samadeu “É para cada um o direito de dizer sua opinião, de escolher seu trabalho e de exercê-lo; de dispor de sua propriedade, até de abusar dela; de ir e vir, sem necessitar de permissão e sem ter que prestar conta de seus motivos ou de seus passos.”
  13. 13. @samadeu “É para cada um o direito de reunir-se a outros indivíduos, seja para discutir sobre seus interesses, seja para professar o culto que ele e seus associados preferem, seja simplesmente para preencher seus dias e suas horas de maneira mais condizente com suas inclinações, com suas fantasias.”
  14. 14. @samadeu “Comparai agora a esta a liberdade dos antigos. Esta última consistia em exercer coletiva, mas diretamente, várias partes da soberania inteira, em deliberar na praça pública sobre a guerra e a paz, em concluir com os estrangeiros tratados de aliança, em votar as leis, em pronunciar julgamentos, em examinar as contas, os atos, a gestão dos magistrados; em fazê-los comparecer diante de todo um povo, em acusá-los de delitos, em condená-los ou em absolvê-los; mas, ao mesmo tempo que consistia nisso o que os antigos chamavam liberdade, eles admitiam, como compatível com ela, a submissão completa do indivíduo à autoridade do todo.”
  15. 15. @samadeu “As leis regulamentavam os costumes e, como tudo dependia dos costumes, não havia nada que as leis não regulamentassem. Assim, entre os antigos, o indivíduo, quase sempre soberano nas questões públicas, é escravo em todos seus assuntos privados.”
  16. 16. @samadeu Liberdade na pós-modernidade … … entre Hackers e Cypherpunks.
  17. 17. @samadeu Timothy C. May, The Cyphernomicon: Cypherpunks FAQ and More, Version 0.666, 1994
  18. 18. @samadeu “- Que o governo não deve ser capaz de espionar as atividades das pessoas; - Que a proteção de conversas e negociações das pessoas é um direito básico; - Que esses direitos podem ser assegurados pela tecnologia ao invés das leis; - Que o poder da tecnologia muitas vezes cria novas realidades políticas (daí o mantra: "Cypherpunks escrevem códigos")”
  19. 19. @samadeu A Cypherpunk’s Manifesto Eric Hughes, 1993 “Não podemos esperar que os governos, empresas ou outras grandes organizações sem rosto nos conceda a privacidade por sua caridade.”
  20. 20. @samadeu Cypherpunks Tonga Lance Cottrell, Anonymizer.com 13 de setembro de 2001 "Além de mostrar que não vamos ser intimidados nem desistir de nossas liberdades diante dos terroristas, este é um momento em que o mundo precisa desses serviços [ de remetente anônimo ] mais do que nunca. Diante de crises, há uma tendência dos governos repressivos em suprimir a comunicação e o livre acesso à informação. É a exatamente nesses momentos em que a comunidade que defende a privacidade deve brilhar de modo mais forte.”
  21. 21. @samadeu The Philosophy behind Freenet Ian Clark 2003
  22. 22. @samadeu “A única maneira de garantir que uma democracia permanecerá eficaz é assegurar que os governos não possam controlar a possibilidade de sua população compartilhar informações e de se comunicar. Se tudo o que nós vemos ou ouvimos é filtrado, não somos verdadeiramente livres. Freenet tem por objetivo permitir que duas ou mais pessoas que desejem compartilhar informações possam fazê-lo.”
  23. 23. @samadeu "Mas porque é que o anonimato necessário? Você não pode ter liberdade de expressão, sem a opção de permanecer anônimo. A maioria das ações de censura são retrospectivas. É geralmente muito mais fácil de reduzir a liberdade de expressão punindo aqueles que a exerceram, em vez de impedi- los de fazê-lo em primeiro lugar. A única maneira de evitar isso é manter o anonimato. É um equívoco comum que você não pode confiar em informações anônimas. Isso não é necessariamente verdadeiro, usando assinaturas digitais as pessoas podem criar um pseudônimo anônimo seguro que, com o tempo, as pessoas podem aprender a confiar."
  24. 24. @samadeu Liberdade = Anonimato + Privacidade + Neutralidade
  25. 25. @samadeu Liberdade de expressão Liberdade estética Liberdade de criação tecnológica Liberdade de navegação Liberdade de manifestação
  26. 26. @samadeu Onde o liberalismo fracassa na defesa da liberdade?
  27. 27. @samadeu Livre iniciativa dos donos dos cabos X Liberdade dos cidadãos que os utilizam
  28. 28. @samadeu Pensar a liberdade em rede é pensar a liberdade como commons, como construção coletiva.
  29. 29. @samadeu Liberdade transacional no mercado de dados X Nível de privacidade
  30. 30. @samadeu DoubleClick AD e Quantcast
  31. 31. @samadeu “What if you could define your ideal customer ... and then find tons more like them? That’s what DoubleClick Ad Exchange helps San Francisco-based Quantcast do. Quantcast relies on Ad Exchange’s real-time inventory to access audiences at scale through their product, Quantcast Lookalikes.”
  32. 32. @samadeu Building custom lookalikes To create custom lookalikes, Quantcast starts with the behavior a client wants to mimic, usually online conversions. The system places a special tag on specific areas of the client’s site and every ad it runs to learn what factors help drive conversions. (...)
  33. 33. @samadeu Será legítimo? Cruzar dados da biometria, com os dados financeiros das operadoras de cartões, com o georeferenciamento obtido dos celulares, com as amostras formadas no Facebook a partir das opções políticas escolhidas?
  34. 34. @samadeu Microeconomia da interceptação e intrusão de dados A microeconomia é uma parte da economia que estuda o comportamento econômico dos agentes econômicos individuais, como consumidores, empresas, trabalhadores e investidores, assim como os mercados.
  35. 35. @samadeu Um policial deveria poder entrar em uma residência sem ordem judicial?
  36. 36. @samadeu Um policial deveria poder obter dados do provedor de internet de um cidadão sem ordem judicial?
  37. 37. Parecer CCJ - PL 215/15
  38. 38. @samadeu Privacidade para os cidadãos Transparência para governos e corporações Obrigado! @samadeu

×