Artigo opinativo

2.957 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.957
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
536
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Artigo opinativo

  1. 1. Unicamp: Textos Jornalísticos I <ul><li>Prof. Cesar Ceneme </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul>
  2. 2. <ul><li>Artigo e suas características. </li></ul>
  3. 3. Compare : <ul><li>Editorial </li></ul><ul><li>Artigo </li></ul><ul><li>Não é necessário que se estabeleça relação com nenhuma reportagem; </li></ul><ul><li>Opinativo, mas de caráter muito mais pessoal do que representativo; </li></ul><ul><li>Pode ser usado para criar uma crítica, comentar fatos ou simplesmente sugerir reflexões. </li></ul><ul><li>Refere-se a uma matéria específica, geralmente de capa; </li></ul><ul><li>Procura descrever a opinião do meio de comunicação que representa; </li></ul><ul><li>Possui caráter informativo/comercial; </li></ul><ul><li>Linguagem formal ou informal, de acordo com seu público. </li></ul>
  4. 4. Assim sendo: <ul><li>Os gêneros opinativos constituem as manifestações da dimensão de profundidade jornalística. O artigo, como a crônica e o editorial, aprofundam aspectos relativos a fatos de maior repercussão no momento. Contém comentários ou teses fundados em visão pessoal. Assim, há uma diferença entre o editorial e o artigo e a crônica: os dois últimos escapam aos limites restritos do editor, dos princípios gerais e das teses orgânicas da empresa, dos compromissos e diretrizes que esta mantém e busca traçar para o comportamento público . O artigo, como a crônica, é um ensaio curto e de natureza contemporânea. </li></ul><ul><li>Fonte: Ataide, Joanita Mota. UFMA . </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  5. 5. O artigo deve conter: <ul><li>TÍTULO: poucas palavras, incisivo, expressando a linha ideológica adotada. </li></ul><ul><li>INTRODUÇÃO: formulação da notícia ou idéia que deu origem à notícia. </li></ul><ul><li>CORPO: formado por blocos feitos de retângulos, cada um deles autônomo, isto é, contendo desenvolvimento e conclusão. </li></ul><ul><li>O corpo é o local em que se dá a discussão ou argumentação: interpretação, análise, debate dos diferentes aspectos do tema. Consiste em: </li></ul><ul><ul><li>- expressar as implicações, confrontar o tema com outros semelhantes, manipulá-lo, desintegrá-lo; </li></ul></ul><ul><ul><li>- pensar não só como o editor, mas também como pensariam seus opositores; </li></ul></ul><ul><ul><li>- antecipar-se às críticas e destruir previamente as objeções que se fariam à opinião expressa. </li></ul></ul>
  6. 6. Simplificando: <ul><li>A COMVEST pode exigir o conhecimento do funcionamento de um </li></ul><ul><li>artigo de formal. Assim como no texto editorial você de adequá-lo ao </li></ul><ul><li>público alvo, usando, para tanto, a conotação ou a denotação. </li></ul><ul><li>Procure seguir uma estrutura semelhante ao de uma dissertação </li></ul><ul><li>em prosa, mas tendo em mente que o assunto a ser tratado EXIGE uma </li></ul><ul><li>opinião clara, um posicionamento e argumentos críticos . </li></ul><ul><li>Há a possibilidade de usar figuras de linguagem, sendo de grande </li></ul><ul><li>importância a ironia e o efeito satírico . </li></ul>

×