Usabilidade: ao Serviço do Utilizador

805 visualizações

Publicada em

Audioconferência: "Usabilidade: ao Serviço do Utilizador"
Moderada por Ana Sepúlveda, Consultora de Usabilidade e Miguel Crespo (24 de Setembro, das 14h00 às 15h30)

Já alguma vez efectuou um teste de usabilidade do sítio da sua Organização na Internet? Sabe se os utilizadores gostam do mesmo? O Estado, nas suas relações com a sociedade através da Internet, nem sempre se preocupa com as normas e boas práticas de usabilidade, entendendo-se a usabilidade como um atributo de qualidade usado para aferir a facilidade de utilização de interfaces entre sistemas informáticos e utilizadores.

Os organismos públicos colocam assim em risco a funcionalidade e eficácia dos seus sítios e criam barreiras ao exercício de cidadania e ao cumprimento de direitos e obrigações por parte de cidadãos e agentes económicos.

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
805
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Usabilidade: ao Serviço do Utilizador

  1. 1. Usabilidade: ao Serviço do Utilizador Ana Sepulveda e Miguel Crespo Consultores de Usabilidade
  2. 2. Objectivos • Definir e compreender o que está envolvido quando se fala de usabilidade; • Compreender o quão fundamental é uma boa usabilidade dos sistemas na adesão dos utilizadores 30/01/2015 Sepulveda e Miguel Crespo
  3. 3. Usabilidade É a eficácia, eficiência e satisfação com que um conjunto específico de utilizadores consegue cumprir um conjunto concreto de tarefas num determinado ambiente. ISO (International Standard Organization) 30/01/2015 Sepulveda e Miguel Crespo
  4. 4. Usabilidade É um atributo de qualidade usado para aferir a facilidade de utilização de interfaces entre sistemas informáticos e utilizadores Jakob Nielsen (Usability, 2003) 30/01/2015 Sepulveda e Miguel Crespo
  5. 5. Corolários da Usabilidade • Fácil de aprender • Difícil de esquecer • Minimizar o peso do trabalho • Reduzir a carga de trabalho • Encorajar e premiar a experimentação • Antecipar e perdoar erros • Proporcionar sempre feedback satisfatório e se possível agradável 30/01/2015 Sepulveda e Miguel Crespo
  6. 6. Benefícios da Usabilidade • Reduzir o nível de experiência inicial necessária dos utilizadores para dominar o sistema • Reduzir os custos de formação • Melhorar a performance geral do sistema • Reduzir os erros • Aumentar a satisfação no trabalho • Reduzir custos gerais • Menos solicitações ao serviço de apoio (help desk) 30/01/2015 Sepulveda e Miguel Crespo
  7. 7. As 4 grandes dimensões da Usabilidade • Navegação efectiva: Os utilizadores encontram facilmente os serviços propostos? • Concepção dos conteúdos: O que está disponível é o que os utilizadores querem? • Design Gráfico atractivo: A apresentação visual pode reforçar o valor da experiência de utilização e facilitar a compreensão dos conteúdos? • Interacção eficiente: Os utilizadores podem agir sobre os conteúdos e funcionalidades com • Facilidade? 30/01/2015 Sepulveda e Miguel Crespo
  8. 8. User Centered Design 30/01/2015 Sepulveda e Miguel Crespo
  9. 9. Obrigada anasepulveda.pt@gmail.com miguel.crespo@netcabo.pt 30/01/2015 Sepulveda e Miguel Crespo
  10. 10. Usabilidade: ao Serviço do Utilizador Para sair da sessão, carregue sobre Exit: Obrigado pela sua participação!

×