CAF - Educação COMMON ASSESSMENT FRAMEWORK  (CAF) 16 de Setembro  2011 Audioconferência Cristina Evaristo
<ul><li>As origens do modelo CAF Educação </li></ul><ul><li>2. O que é a CAF e para que serve  </li></ul><ul><li>3. Como s...
<ul><li>A eficácia desta audioconferência depende do vosso grau de participação… </li></ul><ul><li>Partilhem experiências,...
Grupo de Trabalho CAF Educação <ul><li>Duplo objectivo:  </li></ul><ul><li>Pretendia-se aumentar o nº de utilizadores da C...
O que é a CAF? Common Assessment Framework   <ul><li>É um  modelo de auto-avaliação   através do qual uma organização proc...
CAF 2006 - Objectivos <ul><li>Introduzir na AP os princípios da TQM </li></ul><ul><li>Orientar as organização da actual se...
CAF – vantagens <ul><li>Modelo com 10 anos.  Tem evoluído com base nas experiências dos utilizadores. </li></ul><ul><li>É ...
CAF – o que avalia Avalia a forma  como  as actividades da organização são desenvolvidas –  CRITÉRIOS DE MEIOS Avalia os  ...
Estrutura da CAF Modelo holístico
Critérios de Meios <ul><li>Os critérios  1 a 5  referem-se aos meios da organização.  </li></ul><ul><li>Estes determinam o...
Avaliação dos Critérios de Meios  Ciclo PDCA (melhoria contínua)
Resultados <ul><li>Nos critérios de resultados ( 6 a 9 ) medem-se as percepções: o que os colaboradores, cidadãos/clientes...
O diagnóstico da organização   <ul><li>O  diagnóstico  incide sobre os 9 critérios </li></ul><ul><li>Cada  Critério  é com...
10 passos para aplicar a CAF Auto-Avaliação
10 passos para aplicar a CAF Melhoria do desempenho
Centro de Recursos CAF – EIPA www.eipa.eu   Versão EN
Versão portuguesa CAF Educação (a publicar em…) www.caf.dgaep.gov.pt   Descreve os passos para aplicação da CAF e respecti...
Os aspectos críticos na aplicação da CAF <ul><li>Compromisso da gestão de topo </li></ul><ul><li>Preparação da Equipa de A...
Pertinência da CAF Educação para as escolas/agrupamentos Lei nº 31/2002 de 20 de Dezembro Aprova o sistema de educação  e ...
<ul><li>A CAF não é “o” modelo de auto-avaliação das escolas, mas sim “um dos modelos” possíveis para o processo de AA.  <...
Debate… <ul><li>Afectação de RH às Equipas para além da actividade corrente. </li></ul><ul><li>Apoio/formação para aplicar...
Fonte: CAF Resource Centre
CAF Users Survey 2011 Representação dos diferentes sectores Fonte: CAF Resource Centre
CAF Users Survey 2011 Participantes do sector da educação por país.   Fonte: CAF Resource Centre
CAF Users Survey 2011 Razões para usar a CAF .   Fonte: CAF Resource Centre
CAF Users Survey 2011 Desenvolvimento de um Plano de Melhorias. Fonte: CAF Resource Centre
PEF (Procedure for External Feedback) Processo de Validação Externa da CAF <ul><li>Visa atribuir o diploma de Utilizador E...
<ul><li>Dica: O comunidades@ina premeia a participação dos membros mais activos: acesso gratuito a formação no Instituto N...
<ul><li>“ O segredo para estar na frente é começar” </li></ul>
Obrigado! [email_address] t
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Os desafios da auto-avaliação nas escolas com a CAF & Educação, Cristina Evaristo

2.942 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.942
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Esta imagem permanece no discurso do slide seguinte
  • Os desafios da auto-avaliação nas escolas com a CAF & Educação, Cristina Evaristo

    1. 1. CAF - Educação COMMON ASSESSMENT FRAMEWORK (CAF) 16 de Setembro 2011 Audioconferência Cristina Evaristo
    2. 2. <ul><li>As origens do modelo CAF Educação </li></ul><ul><li>2. O que é a CAF e para que serve </li></ul><ul><li>3. Como se aplica a CAF </li></ul><ul><li>4. Enquadramento na avaliação das escolas </li></ul><ul><li>5. O estado da arte da aplicação da CAF na UE </li></ul>Agenda
    3. 3. <ul><li>A eficácia desta audioconferência depende do vosso grau de participação… </li></ul><ul><li>Partilhem experiências, coloquem dúvidas, apresentem os vossos comentários e sugestões. </li></ul>
    4. 4. Grupo de Trabalho CAF Educação <ul><li>Duplo objectivo: </li></ul><ul><li>Pretendia-se aumentar o nº de utilizadores da CAF </li></ul><ul><li>As instituições de ensino queriam implementar uma gestão de qualidade de inspiração europeia - orientada para o aluno (Declaração de Londres de 2007). </li></ul><ul><li>= </li></ul><ul><li>Optaram por uma abordagem que fosse comum ao sector público europeu, facilmente acessível e livre de custos. </li></ul>Grupo de Trabalho: peritos da Bélgica, Itália, Portugal, Noruega, Luxemburgo, Grécia, Polónia, e Republica Checa.
    5. 5. O que é a CAF? Common Assessment Framework <ul><li>É um modelo de auto-avaliação através do qual uma organização procede a um diagnóstico das suas actividades e resultados com base em evidências (informação que comprova uma declaração ou um facto – documento ou observação) </li></ul><ul><li>É um modelo de gestão / quadro de referência para as organizações que pretendem gerir os recursos de forma a prestar serviços de Qualidade aos serviços/clientes e cidadãos/clientes </li></ul>
    6. 6. CAF 2006 - Objectivos <ul><li>Introduzir na AP os princípios da TQM </li></ul><ul><li>Orientar as organização da actual sequência de actividades “Planear-Fazer” para um ciclo completo e desenvolvido “ PDCA” – Planear – Executar - Rever - Ajustar </li></ul><ul><li>Facilitar a auto-avaliação das organizações públicas com o objectivo de obter um diagnóstico e acções de melhoria </li></ul><ul><li>Servir de ponte entre os vários modelos utilizados na gestão da qualidade </li></ul><ul><li>Facilitar o “ bench learning ” entre organizações do sector público. </li></ul>
    7. 7. CAF – vantagens <ul><li>Modelo com 10 anos. Tem evoluído com base nas experiências dos utilizadores. </li></ul><ul><li>É gratuito! Utilização do modelo e documentos de apoio não tem custos. </li></ul><ul><li>Permite u m diagnóstico completo sobre o desempenho da organização . Desde os aspectos da liderança ao desempenho-chave. </li></ul><ul><li>É implementado com os recursos humanos da organização. Não tem custos adicionais na fase de diagnóstico. </li></ul><ul><li>Permite conhecer a evolução da organização, quando é aplicada sistematicamente. </li></ul><ul><li>Permite criar indicadores de desempenho para a comparação entre organizações idênticas. </li></ul><ul><li>É compatível com outros modelos e instrumentos de gestão de qualidade. </li></ul>
    8. 8. CAF – o que avalia Avalia a forma como as actividades da organização são desenvolvidas – CRITÉRIOS DE MEIOS Avalia os resultados alcançados pela organização - CRITÉRIOS DE RESULTADOS
    9. 9. Estrutura da CAF Modelo holístico
    10. 10. Critérios de Meios <ul><li>Os critérios 1 a 5 referem-se aos meios da organização. </li></ul><ul><li>Estes determinam o que a organização faz e como realiza as suas actividades para obter os resultados desejados. </li></ul>
    11. 11. Avaliação dos Critérios de Meios Ciclo PDCA (melhoria contínua)
    12. 12. Resultados <ul><li>Nos critérios de resultados ( 6 a 9 ) medem-se as percepções: o que os colaboradores, cidadãos/clientes e sociedade pensam da organização. </li></ul><ul><li>Existem igualmente indicadores internos de desempenho que demonstram a forma como a organização está a actuar em relação às metas fixadas – os resultados e impactos . </li></ul>
    13. 13. O diagnóstico da organização <ul><li>O diagnóstico incide sobre os 9 critérios </li></ul><ul><li>Cada Critério é composto por subcritérios </li></ul><ul><li>Os subcritérios identificam as principais questões que devem ser consideradas na avaliação </li></ul><ul><li>Os subcritérios são ilustrados por exemplos que inspiram a avaliação dos subcritérios </li></ul>Pontos Fortes + Pontos Fracos + Sugestões de melhoria = Relatório de Auto-avaliação Plano de Melhorias
    14. 14. 10 passos para aplicar a CAF Auto-Avaliação
    15. 15. 10 passos para aplicar a CAF Melhoria do desempenho
    16. 16. Centro de Recursos CAF – EIPA www.eipa.eu Versão EN
    17. 17. Versão portuguesa CAF Educação (a publicar em…) www.caf.dgaep.gov.pt Descreve os passos para aplicação da CAF e respectivos materiais de apoio
    18. 18. Os aspectos críticos na aplicação da CAF <ul><li>Compromisso da gestão de topo </li></ul><ul><li>Preparação da Equipa de AA </li></ul><ul><li>Compreensão dos conceitos básicos da CAF </li></ul><ul><li>Comunicação </li></ul><ul><li>Avaliação baseada em evidências </li></ul>
    19. 19. Pertinência da CAF Educação para as escolas/agrupamentos Lei nº 31/2002 de 20 de Dezembro Aprova o sistema de educação e do ensino não superior Portaria n.º 1317/2009 de 21 de Outubro Artigo 5.º Sistema de avaliação
    20. 20. <ul><li>A CAF não é “o” modelo de auto-avaliação das escolas, mas sim “um dos modelos” possíveis para o processo de AA. </li></ul>www.ige.min-edu.pt
    21. 21. Debate… <ul><li>Afectação de RH às Equipas para além da actividade corrente. </li></ul><ul><li>Apoio/formação para aplicar a CAF. </li></ul><ul><li>Envolvimento, comunicação de resultados. </li></ul><ul><li>Avaliar o quê? O processo de ensino,… </li></ul><ul><li>Outros… </li></ul>Quais os aspectos críticos na aplicação da CAF nas Escolas?
    22. 22. Fonte: CAF Resource Centre
    23. 23. CAF Users Survey 2011 Representação dos diferentes sectores Fonte: CAF Resource Centre
    24. 24. CAF Users Survey 2011 Participantes do sector da educação por país. Fonte: CAF Resource Centre
    25. 25. CAF Users Survey 2011 Razões para usar a CAF . Fonte: CAF Resource Centre
    26. 26. CAF Users Survey 2011 Desenvolvimento de um Plano de Melhorias. Fonte: CAF Resource Centre
    27. 27. PEF (Procedure for External Feedback) Processo de Validação Externa da CAF <ul><li>Visa atribuir o diploma de Utilizador Efectivo CAF ( Effective CAF User ) </li></ul><ul><li>O feedback externo incide sobre três pilares: </li></ul><ul><ul><li>O processo de auto-avaliação </li></ul></ul><ul><ul><li>O processo de implementação das acções de melhoria </li></ul></ul><ul><ul><li>A maturidade da organização em matéria de Gestão da Qualidade Total </li></ul></ul>O PEF não é uma certificação, é um reconhecimento de aplicação correcta da CAF e do plano de melhorias Em 2012
    28. 28. <ul><li>Dica: O comunidades@ina premeia a participação dos membros mais activos: acesso gratuito a formação no Instituto Nacional de Administração, I.P. (entre 12 a 30 horas). </li></ul>Grupo CAF+
    29. 29. <ul><li>“ O segredo para estar na frente é começar” </li></ul>
    30. 30. Obrigado! [email_address] t

    ×