raleste@gmail.com - Tel. 2031-2364 
1A QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014 
ANO XI - N.o 199 
anuncio.indd 18/27/14 9:51 AM 
PÁG....
PÁG 2 1° QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014 
Como o Brasil se saiu em 13 
rankings mundiais em 2014 
São Paulo - Quando se 
comp...
PÁG 3 1° QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014
PÁG 4 1° QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014 
1 
Garagem com Célula 
de Segurança 
2 Salão de Festas 
3 Salão de Jogos 
5 Salão G...
PÁG 5 1° QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014 
Atenção atletas: Inscrições 
abertas para Circuito de 
Rua e Caminhada 
A Subprefei...
PÁG 6 1° QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014 
É a sua vez de ser 
famoso(a)!!! 
É a sua vez de ser 
famoso (a). O Grupo 
Acontece...
PÁG 7 1° QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014 
Como saber se devo dar 
remédio ao meu bebê? 
Para a mulher que resol-veu 
ter um f...
PÁG 8 1° QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014 Publicidade
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ermelino 199

325 visualizações

Publicada em

Ermelino

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
325
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
61
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ermelino 199

  1. 1. raleste@gmail.com - Tel. 2031-2364 1A QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014 ANO XI - N.o 199 anuncio.indd 18/27/14 9:51 AM PÁG. 2 PÁG. 6 1° Concurso de Fotografia do Grupo Acontece Parque Ibirapuera terá dois shows por dia com luzes e projeções PÁG. 5 Grupo Educacional Drummond realiza exame de troca de faixa de judô PÁG. 5 Inscrições abertas para Circuito de Rua e Caminhada PÁG. 5 A Subprefeitura de Ermelino Matarazzo convida a todos para participar do Circuito de Rua e Caminhada com a Família que irá acontecer no dia 21 de dezembro O Circuito Popular de Corridas de Rua é um evento que oferece provas de corrida e de caminhada em diferentes Subprefeituras de São Paulo ao longo do ano. A participação é totalmente gratuita e atende a todos, desde pessoas que buscam recreação... Saiba como ficar mais confiante PÁG. 7 Quem não gostaria de ser feliz? Apesar de a fórmula para a alegria ainda não ter sido descoberta, um dos caminhos para ficar com um sorriso constante no rosto passa pela autoconfiança. Valorizando a si mesma, você certamente aumenta as chances de se dar bem no amor e em outros aspectos da vida; saiba mais nas próximas fotos. Faça questão de ser tratada com gentileza e carinho. Não se conforme apenas com doses esporádicas do melhor tratamento que você merece. Ao contrário do que muita gente pensa, o sentimento de posse não é.....
  2. 2. PÁG 2 1° QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014 Como o Brasil se saiu em 13 rankings mundiais em 2014 São Paulo - Quando se compara o desempenho do Brasil em rankings globais é possível ter uma ideia clara do quanto o país avançou nos últimos anos e do quanto ainda falta para percorrer. De 13 rankings publicados nos úl-timos meses, o Brasil ficou nas piores posições em pelo menos três. Entre 51 países analisados, o Brasil ficou em penúltimo em eficiência da saúde pública, por exemplo. Já quando o assunto é educação, o país só supera a Índia em investimentos por aluno. Mas algumas boas notícias: o Brasil é o 5º país com melhores políticas para o meio ambiente e, em uma década, subiu 10 posições em ranking que mede a produção científica de uma nação. Veja o desempenho do país em 13 rankings: Melhores países para se fazer negócios 120º lugar de 189 países, o estudo foi divulgado em outu-bro de 2014. Competitividade das nações 39º lugar de 43 países, o estudo considerou 83 fatores, abrangendo temas como eco-nomia, comércio internacional, política fiscal, crédito, tecno-logia, produtividade e capital humano. Combate à corrupção 69º lugar de 175 países, no ranking de combate à cor-rupção da ONG Transparência Internacional. Cidades mais perigo-sas 5º lugar de 50 municípios, posição: Maceió (5º), Fortaleza (7º) e João Pessoa (9º) segundo ranking lançado anualmente pela ONG Conselho Cidadão pela Seguridade Social Pública e Justiça Penal. Piores congestiona-mentos 1º lugar das Américas, po-sição: Rio de Janeiro (1ª); São Paulo (3ª), cidades analisadas: 63 do continente americano. Produção científica 13º lugar do mundo, os países analisados foram em levantamento global. Investimento por aluno 34º lugar de 35 países, quanto o assunto é investi-mento de um país na educação por aluno, o Brasil está em pe-núltimo lugar - o país só perde para a Índia. Conhecimento em raciocínio e lógica 38º lugar de 44 países, no resultado do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA). Eficiência em saúde pública 50º lugar de 51 países, o Brasil ficou em penúltimo lugar atrás de países como Irã. Melhores países para ser mãe 76º lugar do mundo, entre 178 países analisados. Nações que mais contri-buem para o meio ambiente 5º lugar de 125 países, o Brasil é o 5º que mais contribui com políticas de sustentabilida-de do mundo. Cidades mais diverti-das 18º lugar de 1.830 municí-pios, posição do Rio de Janeiro, a única representante brasilei-ra na lista. TIRAGEM: 25.000 EXEMPLARES CIRCULAÇÃO: ERMELINO MATARAZZO, PONTE RASA, VILA CISPER, VILA UNIÃO, A.E CARVALHO, JARDIM PEDRO NUNES, GUARULHOS, PENHA E CANGAIBA Diretor Geral: Geraldo Malta Diretor de Redação: Divaldo Rosa - MTb: 42448 As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam, necessariamente, a opinião do Jornal. Os nomes dos diretores, colaboradores e representantes comerciais não mantém vínculo empregatício com a empresa. REDAÇÃO/PUBLICIDADE: 2031-2364 / 2513-0928 Revisora: Suseli Corumba dos Santos Diagramador: Sergio Avante Avenida dos Guachos, 166 - Cep: 08030-360 - São Paulo – SP - raleste@gmail.com O jornal de Ermelino & Ponte Rasa é Filiado à AJORLESTE Associação dos Jornais da Zona Leste Acontece Agora Empresa Jornalística Ltda. CNPJ: 03.115.443/0001-16 Jornalista: Silmara Galvão Depto. Jurídico: Agilson M. Oliveira Diferencie a tristeza comum da depressão não existiam, dificuldade de concentração, perda ou au-mento de apetite, alto grau de pessimismo, indecisão, insegurança, insônia, falta de vontade em fazer atividades antes prazerosas, sensação de vazio, irritabilidade, ra-ciocínio mais lento, esqueci-mento, ansiedade, angustia. Além disso, o indivíduo pode apresentar alguns sintomas físicos que os médicos não conseguem encontrar causas aparentes, como: dores de barriga, má digestão, azia, constipação, flatulência, ten-são na nuca e nos ombros, dores de cabeça, dores no corpo, pressão no peito entre outros. Estes são alguns dos indícios da depressão. Mas, se houver dúvida, procure um especialista para ter um diagnostico e tratamento corretos. Não tenha medo ou vergonha de expressar o que realmente está sentin-do e vivenciando, pois esses profissionais irão se basear nestes dados para poderem prescrever um tratamento e a partir daí, o paciente voltar a ter qualidade de vida, com alegria e bem estar. Atualmente, a depressão afeta 340 milhões de pessoas em todo o mundo, ou seja, uma em cada cinco pessoas em algum momento da vida já apresentou ou apre-sentará quadro depressivo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), essa deve se tornar a prin-cipal doença nos próximos vinte anos. Mas o que é depressão? É um distúrbio emocional, hoje reconheci-do como doença. Segundo as modificações no Código Internacional de Doenças (DSM-V), é caracterizada por tristeza profunda e baixa autoestima, que pode ser desencadeada pelo estresse, assedio moral, jornada de trabalho muito extensa, pro-blemas financeiros, falta de emprego, cobrança pessoal, frustrações, luto e também por causas biológicas. Há uma alteração química no cérebro do paciente, onde os neurotransmissores não são produzidos de maneira satisfatória. Entre eles estão a serotonina, noradrena-lina e dopamina, que são substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células. Nestes casos é necessário que o paciente procure um profissional da área de saúde mental, no caso um psicólogo ou psi-quiatra, para que seja feita uma avaliação do caso. Se a pessoa for diagnostica-da um quadro depressivo, deverá iniciar um processo de psicoterapia, em que irá rever sua postura diante dos problemas, e também um tratamento medicamento-so, para adequar quimica-mente a produção destes neurotransmissores. Após décadas de estudos a res-peito da depressão, o novo Código Internacional de Doenças (DSM-V), resolveu incluir dentro do quadro da depressão o luto, que ante-riormente não era aceito. Isto faz com que a depressão desencadeada pela perda de um ente querido seja aceita como doença, e também possa ser tratada adequa-damente. Não é uma simples tristeza Há uma grande diferença entre tristeza e depressão. A tristeza pode ocorrer de-sencadeada por algum fato do cotidiano, onde a pessoa realmente sofre com aquilo até assimilar o que está acon-tecendo e geralmente não dura mais do que quinze a vinte dias. Já a depressão se instala e se não for tratada pode piorar e passar por três estágios: leve, mode-rada e grave. Geralmente a pessoa pode apresentar dois ou mais dos seguintes sintomas: apatia, falta de motivação, medos que antes Quer ver sua marca em destaque no maior veículo de Comunicação da Região. Aproveite nossas promoções de anuncios! 2031-2364 2513-0928 Ligue e Anuncie ou envie um E-mail raleste@gmail.com ITAIM PAULISTA - F.: 2025-7777 - AV. MARECHAL TITO, 7003 ALPHAVILLE / BARUERI / CAMBUCI / CARAPICUÍBA / CENTRO / FRANCISCO MORATO / FRANCO DA ROCHA / ITAQUERA / JABAQUARA / LIBERDADE / MAIRIPORÃ / MAUÁ / GUARULHOS / PIRITUBA / SANTO AMARO / SANTO ANDRÉ / VILA MARIA Todos juntos fazem um trânsito melhor. Fan 150 ESDI 14/15 a/v 8.020, ou entr. 3.300,+48x199, (t.prazo 12.852,) c/ juros 2,43% a.m. (33,37% a.a.). Bros 150 ESD 14/14 a/v 10.650, ou entr. 2.200,+48x350, (t.prazo 19.000,) c/ bauleto, capacete e documentação inclusos (somente para motos financiadas, com lacração no Detran e 1ª parcela do IPVA). c/ juros 2,59% a.m. (35,84% a.a.). 500X STANDER 14/15 a/v 26.070, ou entr. 10.080,+48x506, (t.prazo 34.368,) c/ juros 2,43% a.m. (33,37% a.a.). Lead 110 14/14 a/v a partir 6.899, ou entr. 2.720,+48x175,33 (t.prazo 11.135,84) Banco Bradesco c/ juros 2,55% a.m. (35,35% a.a.). Tabela sujeita a alteração sem prévio aviso, conforme política de comercialização da fábrica.Consulte todas as informações em nosso showroom.Promoções válidas somente para os modelos anunciados até o término do estoque (2 unidades de cada).Ofertas não cumulativas com outras Imagens ilustrativas. Reservamos o direito de corrigir possíveis erros gráficos e de digitação. JAPAUTO www.japauto.com.br BROS 150 ESD completa MENSAIS R$ 350, + ENTRADA BAULETO, CAPACETE E DOCUMENTAÇÃO GRÁTIS Somente para Bros Papai Noel chegou mais cedo. Venha conferir! LEAD 110 MENSAIS R$ 175,33 + ENTRADA FAN 150 ESDi MENSAIS R$ 199, + PEQUENA ENTR. CB 500X STD MENSAIS R$ 506, + ENTRADA SUBPREFEITURA DE ERMELINO Av. São Miguel, 5550 Ermelino Matarazzo-SP BANCA RDS Av. Aguia de Haia, 4085 Jardim Cotinha-SP
  3. 3. PÁG 3 1° QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014
  4. 4. PÁG 4 1° QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014 1 Garagem com Célula de Segurança 2 Salão de Festas 3 Salão de Jogos 5 Salão Gourmet 6 Brinquedoteca 7 Lavanderia Comunitária 8 Piscina Adulto e Infantil 9 Churrasqueira 10 Redário 11 Pet Place 12 Home Office 13 Playground 14 Sala de Estudo 15 Portaria 4 Fitness Av. Afonso Lopes Baião, 411 São Miguel Paulista LOCAL Rua Jaime Barcelos, 536 São Miguel Paulista SHOW ROOM 11.3672 1806 Intermediação: Realização e Incorporação: www.clmincorp.com.br Participação: VERSATILIDADE DE PLANTAS LAZER COMPLETO DORMITÓRIOS 1 OU 2 VAGAS C/ DEPÓSITO Racismo é crise! Torcedora gaúcha é usada como bode expiatório Quando assisti aquela gaucha demonstrando toda sua raiva contra o goleiro Aranha, fiquei imaginado de quem seria a culpa de tanto racismo, expresso por aquela mulher. A mídia na-quele momento com suas câmeras focaram aquele rosto bonito de uma des-cendente européia, ai que ficou mais interessante, pois todos ficaram indignados com aquela atitude e come-çaram a amaldiçoar ela. Mas, o que chamou mesmo minha atenção foi que muitos que nem mesmo conhecia a história regional, onde ela havia nascido se tornaram historiadores, e foram logo generalizando dizendo que todos da região sul do Brasil são racistas. Ficava pensando quanta ignorância! Mas, meus amigos leito-res e eleitores a culpa não e dela somente, e nem todos os gaúchos são preconceitu-osos e o mais interessante, a mídia não levou o assunto para o causador dos proble-mas raciais do Brasil, que nesse momento é a educa-ção pública oferecida a nós brasileiros como resultado dos impostos altíssimos que pagamos. Seriamos ingênu-os se pegássemos essa mu-lher como bode expiatório de nossos problemas étnicos, pois sabemos que não somos formados ou educados para dialogar e debater assuntos dessa esfera, e sim adestra-dos para somente obedecer aquilo que a industrial cul-tural brasileira propõe para nós seguirmos. O racismo e o bullying em suas diversas modalida-des estão presentes todos os dias em nosso meio social, e não existem manifesta-ções contra isso, e somente ficamos horrorizados com a atitude daquela mulher, pois ela foi flagrada pela mídia, mas quando vemos atitudes como essa no fa-cebook, na escola, na rua, somente curtimos, mas não comentamos nada para impedir tal atitude. Isso me leva a crer que não somen-te somos adestrados, mas também somos marionetes daqueles que governam nossas mentes, dinheiro e crenças. Assim, concluo que não adianta colocar a culpa em uma pessoa pelo racis-mo histórico que o Brasil tem! Pois quando temos a oportunidade de mudar o quadro político do país através das eleições não fazemos isso. Acredito que uma pessoa não muda um país, mas um eleitorado bem instruído poderá e pode fazer a diferença. Enquanto não entendemos que políticas públicas são realizadas através daqueles que colocamos no poder a mudança não ocorrerá. Para compreendermos o multiculturalismo e o sin-cretismo que existe em nossa nação será necessário construirmos mentes pen-santes através da leitura e da reflexão, debates e diálogos e acima de tudo lutar por uma educação de qualidade. A escola não é uma máquina de reprovar, diz secretário da Educação Ele explica que a proposta da rede é investir na aprovação com mérito também pelo es-forço, com garantia de apoio pedagógico e avaliação de toda a trajetória do aluno. O fim da aprovação auto-mática na rede municipal de São Paulo está mantido, com a avaliação correspondente e eliminatória. O secretário César Callegari disse em en-trevista ao jornal Folha de S.Paulo que todo o esforço da escola, professores e gestores será empreendido no sentido de promover a recuperação do estudante. Ao final, o conselho de classe se manifestará so-bre a sua evolução ou não. O secretário de Educação César Callegari defende o processo como parte de uma reestruturação que busca estimular o envolvimento de estudantes e familia-res. “É claro que tem que estudar para passar, o que nós precisamos ter agora é aprovação com mérito, com condições de desenvolver, e são essas as orientações que desde o começo estão sendo passadas para todas as escolas. São elas no fi-nal, as escolas, os conselhos de classes, os conselhos de escola que vão avaliar se a criança, se o jovem, tem ou não tem condições de pros-seguir com os seus estudos no ano seguinte”. Para o secretário, as demais ações implementadas na rede, como o boletim bimestral em todas as escolas e notas de zero a dez, facilitam o acompanhamento de pais e alunos e estimulam o esfor-ço. “Essa história de passar e ir passando sendo empurra-do ano a ano, sem ter conhe-cimento a respeito daquilo que foi ensinado, não pode mais acontecer, porque che-ga um certo momento da vida em que a criança ou jovem já adulto vai ter que pagar o preço daquilo que não aprendeu. Quando nós estabelecemos de novo as notas de zero a dez, por-que elas não existiam, eram conceitos completamente incompreensíveis pelas fa-mílias, é exatamente para permitir que aquele bom aluno, aquele que se esforça, ele possa verificar a quali-dade do seu mérito, do seu esforço”, disse. “O aluno, para passar, tem que estu-dar, tem que trabalhar para que fazer que os deveres de casa aconteçam, as famílias têm que acompanhar”, com-pletou Callegari. Avaliação A avaliação a cada dois meses, podendo ser mensal em alguns casos, permite que se acompanhe a evolu-ção ao longo do ano letivo. A atenção das famílias ao boletim e aos fatores que possam estar interferindo na aprendizagem dos alunos. No final do ano, toda a traje-tória é levada em considera-ção, incluindo o histórico de faltas, na avaliação sobre a potencialidade daquele alu-no para progredir de série. O apoio pedagógico com-plementar aumenta ainda as chances de recuperação do estudantes, porque o fim do conceito de aprovação automática não pode ser simplesmente substituido pelo da reprovação. Ao aluno, são oferecidas todas as condições para que seu potencial seja levado em conta na decisão de retê-lo ou levá-lo à série seguinte. “São consideradas as no-tas bimestrais e a avaliação do conjunto do trabalho também. A escola não é uma máquina de reprovar crianças, nós queremos que ela estude, passe de ano com condições de acompanhar a matéria do ano seguin-te, mas é um conjunto de avaliações, inclusive dos trabalhos que as crianças fazem e, sobretudo, do seu desempenho final, do seu desempenho global”, expli-ca Callegari. “É uma mudan-ça grande, uma mudança em que as famílias precisam ficar muito atentas, mais do que qualquer um, as pró-prias famílias, para apoiar os seus alunos, para dar aquela recuperação quando isso é necessário”, complementa. Educação traça novas ações preventivas ao bullying, drogas e outros conflitos A Secretaria da Educação do Estado convoca, por meio das 91 Diretorias Regionais de Ensino, as 5 mil escolas da rede para que ajudem a traçar no-vas estratégias de prevenção ao bullying, ao uso de drogas e de promoção à sexualidade segura e ao respeito à diver-sidade entre os 4 milhões de alunos. Todos estes temas já são trabalhados nas unidades de ensino por meio do Programa Prevenção Também se Ensina e, para aprimorar os projetos, foi elaborado um questionário colaborativo que visa ampliar ainda mais as ações preven-tivas de conflitos escolares. A enquete é destinada aos professores coordenadores das diretorias de Ensino e está disponível até 19 de dezembro no Portal da Educação (www. educacao.sp.gov.br). A proposta da pesquisa é diagnosticar de que maneira as unidades trabalham os assuntos e posteriormente criar novas ferramentas de atuação. Atualmente, todas as escolas já contam com um “kit preventivo” distribuído pela Secretaria. O material é composto por livros, vídeos e, desde o ano passado, conta com um jogo de RPG chamado “Em Seu Lugar”. O jogo de interpretação de personagens que permite aos jogadores assumirem o coti-diano de seis avatares: Beto, Léo, Mariana, Priscila, Rafaela e Tiago. Todos são adolescen-tes e vivem alguma situação de vulnerabilidade, conflitos familiares ou situações em que seus direitos foram nega-dos. Apenas no ano passado, foram distribuídos 5,6 mil kits. “A Secretaria está em cons-tante aprimoramento das ferramentas oferecidas aos professores para que envol-vam a escola, os pais e as comunidades nas ações que previnem conflitos e melho-ram o ambiente escolar”, afir-ma o secretário da Educação, professor Herman Voorwald. “Implantamos de maneira pioneira a figura do professor- -mediador, por exemplo, um educador capacitado para identificar vulnerabilidades e traçar programas que dia-loguem com a comunidade local”. Feliz 2015! Procure pela sua Revista Acontece Leste especial de ano novo
  5. 5. PÁG 5 1° QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014 Atenção atletas: Inscrições abertas para Circuito de Rua e Caminhada A Subprefeitura de Er-melino Matarazzo convida a todos para participar do Circuito de Rua e Cami-nhada com a Família que irá acontecer no dia 21 de dezembro O Circuito Popular de Corridas de Rua é um even-to que oferece provas de corrida e de caminhada em diferentes Subprefeituras de São Paulo ao longo do ano. A participação é totalmente gratuita e atende a todos, desde pessoas que buscam recreação, saúde e qualida-de de vida, a corredores de elite. No dia 21 de dezembro de 2014 será a vez de Ermeli-no Matarazzo receber o Cir-cuito, que será realizado no Parque Ecológico do Tiete. As inscrições podem ser feitas do dia 26/11/2014 ao 16/12/2014, presencialmente na Supervisão de Esportes da Subprefeitura de Ermelino Matarazzo das 9h às 16h – Avenida São Miguel, nº 5550, 2º andar – ou através do link de inscrições do site www.circuitodecorridasp. com.br. Circuito de Rua e Cami-nhada com a Família - Dia: 21/12/2014 - Local: Parque Ecológico do Tiete Parque Ibirapuera terá dois shows por dia com luzes e projeções Natalino no dia 6 às 19h. A Fonte do Parque Ibi-rapuera terá duas apresen-tações natalinas por dia, a partir do dia 1º de dezem-bro, com luzes, projeções, movimentações na água, e decoração em 200 árvores no entorno da fonte. A fonte fica no maior lago do parque, movimen-ta cerca de 60 mil litros de água por minuto e ainda consegue projetar um jato de água que atinge 60 me-tros de altura. As instalações de iluminação geram até 60 tonalidades diferentes de cores. No dia 6 de dezembro, haverá apresentação do Coral Natalino às 19h. Serão 24 pessoas cantando em um palco montado na parte in-terna do lago. São esperados mais de 200 mil visitantes na fonte neste ano até janeiro. O evento é realizado desde 2004. Serviço: Fonte Multimídia do Parque Ibirapuera - Data: de 1º de dezembro a 6 de janeiro de 2015 - Horário: todos os dias às 20h30 e às 21h - Local: Parque Ibirapue-ra - Avenida Pedro Álvares Cabral - Entrada gratuita Penha ganha obras de valorização de espaços píblicos e areas verdes Um dos bairros mais an-tigos e tradicionais da zona leste, a Penha está ganhan-do uma série de obras de valorização dos espaços públicos e áreas verdes para ampliar as opções de lazer e descanso dos moradores. Além de intervenções de revitalização no Viveiro e no Parque Linear Tiquatira, mais de dez praças e áreas de convívio da região estão ganhando academia para idosos, playground e melho-rias no calçamento, além de mobiliários urbanos como bancos. Parte das obras foram vi-sitadas nesta quinta-feira (4) pela prefeita em exercício e coordenadora do Comitê Integrado de Subprefeituras (CIS), Nádia Campeão, que participou ainda de uma reunião com todas as áreas do governo local, ao lado do subprefeito Pedro Guas-taferro Junior. Após visita ao Mercado Municipal da Penha, onde foi recebida pelo adminis-trador do mercado, Joel Candido, pelo subprefeito e equipe, Nádia conheceu o Viveiro Tiquatira que há três meses, teve sua área ampliada, passando de 5 mil metros quadrados para 11 mil metros quadrados, po-dendo aumentar a sua capa-cidade de armazenagem de 50 mil para 300 mil mudas. Além disso, o espaço está ganhando um novo galpão que poderá ser usado em projetos junto às escolas da região. A prefeita em exer-cício visitou ainda o Parque Linear Tiquatira, que teve o Anfiteatro Carlos Lombardi reformado pela atual gestão e está ganhando uma am-pliação de mais 400 metros em sua pista de caminhada, além de mobiliário urbano nas margens. “O Tiquatira se tornou o Ibirapuera da Zona Leste. Além das melhorias que estão sendo feitas, com a ciclofaixa, a procura da população tem sido enor-me aos domingos”, disse o subprefeito. Em reunião com o gover-no local, além de ouvir de-mandas de todas as áreas da subprefeitura, Nádia visitou ainda o projeto de implan-tação de mesas, cadeiras, playground e academia para idosos em mais de dez praças e áreas públicas da região. Locais como as praças Erva de Passarinho, Nossa Se-nhora da Guia, Pedro Conte e o Piscinão do Rincão são alguns dos beneficiados, que terão obras finalizadas até o primeiro trimestre do próxi-mo ano. Além disso, o Clube da Cidade (CDC) Manoel da Nobrega ganhará um novo campo de malha, a praça Bauxita terá um campo de futebol society com grama sintética e 13 estações do projeto Bike Sampa serão instaladas entre as estações do Metrô, Penha e Vila Ma-tilde da Linha-3 Vermelha. Nádia reforçou a im-portância de integração entre todas as áreas das administrações regionais para agilizar a solução de problemas para a popula-ção. “Essas reuniões do go-verno local são importantes, justamente, por conta do trabalho integrado, porque só com todas as áreas juntas, debatendo e mostrando as ações, é que vão surgir as soluções”, afirmou. A vice-prefeita tem se reunido e visitado as 32 sub-prefeituras para conhecer as ações e ouvir problemas enfrentados pelos governos locais para buscar soluções no Executivo. “Se a gente não integrar esforços de todos e não entender o problema nos territórios, aqui nas subprefeituras, não conseguiremos responder as demandas da população, que é quem vive o proble-ma”, disse Nádia. Grupo Educacional Drummond realiza exame de troca de faixa de judô O Grupo Educacional Drummond acredita que é através do esporte que as crianças e os jovens têm um desenvolvimento sadio e por isso, incentiva seus alunos a praticarem esporte. Um dos mais pro-curados pelos estudantes da instituição é o judô. Tal modalidade é olím-pica, de prestígio, muito disputada e tem como filosofia integrar corpo e mente. Sua técnica utiliza os músculos e a velocidade de raciocínio para dominar o oponente. No dia 06 de dezem-bro, visando promover seus diferenciais, o Grupo educacional Drummond proporcionou aos alunos de todas as séries, das quatro unidades, o exame de troca de faixa de judô, no ginásio do Sport Clube Corinthians Paulista. Além de assistirem uma apresen-tação diferente de judô, os participantes também receberam medalha em reconhecimento ao esforço que fizeram durante todo o ano letivo. O evento foi aberto ao público. O Grupo Educacio-nal Drummond pro-porciona aos alunos de todas as séries o exame de troca de faixa de judô, no ginásio do Sport Clube Corin-thians Paulista
  6. 6. PÁG 6 1° QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014 É a sua vez de ser famoso(a)!!! É a sua vez de ser famoso (a). O Grupo Acontece de Jornais e Revista traz para vocês o Espaço da Arte, Foto e etc. Para concorrer é simples: envie um e-mail para concursosdr-comunicacao@ outlook. com.br com nome com-pleto, numero e a foto que você gostaria que publicássemos. A foto deve ser relacionada ao tema Natureza, deve ter sido feita por você e a resolução deve ser de 300dpi. As melhores fotos serão publicadas nessa coluna. Boa sor-te! Fotos tiradas por Leticia Ferratoni Contato: (11) 97177-7999 E-mail: leticia_ferratoni@live.com Quando a classe social pode atrapalhar a relação Preconceito diminuiu bastante nos últimos anos, mas infelizmente ainda existe O tema do relaciona-mento entre pessoas de classes sociais diferentes não é recorrente em no-velas por acaso: apesar de uma visível melhora nos últimos anos, infeliz-mente muita gente ainda “torce o nariz” quando uma pessoa com boa con-dição financeira começa a namorar alguém bem mais pobre. Se for o seu caso, saiba como tirar de letra possíveis problemas ainda ocasionados por esse tabu. O passo mais impor-tante de todos é: respeite o passado e a cultura do outro. Por terem vivências diferentes, certamente vocês terão pontos de vista distintos entre si, o que não significa que um está certo e o outro não. Evite julgar. O mesmo se aplica ao conhecimento sobre certos assuntos: ao invés de cobrá-lo por algo que para você é bastante natural, ajude-o a se in-teirar sobre o assunto e a lidar com determinadas situações. Nunca, sob hipótese nenhuma, peça que o outro abra mão das coisas que estão acostumadas a fazer. Ah, ela(e) é muito rico e adora ir à ópera, algo insuportável para você? Não precisa acom-panhar, mas também não impeça a pessoa de ir. O mesmo se aplica a chur-rascões na laje ou qual-quer outro hábito que o outro não está acostuma-do. Saber conviver com as diferenças é a chave de tudo. Procure saber se al-guém do seu círculo de relacionamento pode re-agir mal à sua união com alguém de uma classe social tão distinta. Desta forma, você terá a opor-tunidade de conversar an-tecipadamente a respeito de suas escolhas com essa pessoa, bolando maneiras de aproximação. Na maio-ria das vezes, basta isso para ela chegar à conclu-são de que o preconceito não passa de uma enorme bobagem. Não teve jeito mesmo de vencer a resistência? Ok, acontece. Diante dis-so, o melhor a fazer é não obrigar os lados a conviverem e, consequen-te, se hostilizarem. Se, inclusive, o seu parceiro preferir, permita que ele evite as pessoas com as quais pode ter problemas. Caso contrário, a influên-cia externa pode fazer o seu relacionamento se desgastar. Ainda que as diferen-ças tenham feito você se afastar de alguém, não exija que o seu amor e os filhos desse relaciona-mento tenham o mesmo comportamento. Cada um tem o direito de fazer as próprias escolhas sem ter que enfrentar qualquer tipo de chantagem, espe-cialmente a emocional. Não se acomode. Seja porque você já ganhou di-nheiro suficiente ou por-que o par agora garante a segurança financeira da família, um grande risco que ronda esse tipo de relacionamento é um dos dois se “encostar” com a comodidade. Esse comportamento faz com o outro passe a se sentir “abusado”, gerando um desequilíbrio que pode minar a relação. Fique atento! Caminhada está entre os exercícios de verão Caminhar é parte da rotina de muitas pessoas diariamente. Como moda-lidade de exercício físico, ela é bastante simples e pode ser feita em inúmeros lugares. No parque, na rua ou na praia, ela é a prática mais comum durante o verão. Além de auxiliar quem quer perder peso, a cami-nhada é um dos exercícios de verão que previne os problemas cardiovascu-lares. Para proteger os calcanhares, a coluna e os tornozelos, busque sempre caminhar em lugares mais planos. Além disso, usar tênis e meias deixa os pés mais confortáveis. Também recorra às rou-pas mais leves e de algo-dão. Hidrate-se sempre que possível e não se esqueça de respeitar seu ritmo. Ca-minhando regularmente, você pode perder até 550 calorias em 1 hora. Quem está na praia e quer fazer uma caminhada à beira-mar precisa tomar alguns cuidados mais espe-cíficos. Com os pés descal-ços, aproveite para utilizar protetor solar e vá após às 16 horas para o mar. Caminhe sobre a areia molhada ou com a água até os tornozelos. Além de refrescar, a caminhada na areia deixa as pernas mais firmes e trabalha os glúte-os. Cerca de 540 calorias são eliminadas com essa prática. Vôlei é ideal para praticar na praia Na praia, uma boa ideia entre os exercícios de ve-rão é o vôlei. Em cerca de 1 hora você perde 300 calorias, melhorando o condicionamento do corpo, aumentando sua agilidade, trabalhando a coordenação motora e fortalecendo os músculos. O cuidado que se deve ter é com os joelhos, que podem sofrer impactos for-tes. Evite superfícies mais fofas, dando preferência à areia dura próxima à água. Frescobol é tipica-mente brasileiro Criado no Brasil, na dé-cada de 20, o frescobol é um dos exercícios de verão mais praticados nas praias. Com apenas uma raquete e uma bola, é possível prati-car a atividade que queima 380 calorias por hora. O jogo, que pode ser feito em duplas ou grupos, melhora a coordenação motora e a rapidez de raciocínio. Cuidados para pra-ticar os exercícios de verão Além de beber muita e água e manter-se hidra-tado, é muito importante cuidar os horários para praticar os exercícios de ve-rão. Evite sair ao sol entre 10 e 16 horas. Também se alongue sempre antes das atividades, esticando cada membro do corpo. Caso sinta dores fortes durante algum exercício, pare e busque auxílio médi-co. Não coma demais, dan-do preferência a alimentos mais leves, como frutas e verduras.
  7. 7. PÁG 7 1° QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014 Como saber se devo dar remédio ao meu bebê? Para a mulher que resol-veu ter um filho, o momento de levá-lo para casa é repleto de emoções. A grande con-tradição é que, apesar da fe-licidade, nem tudo é perfeito nesse instante. Por melhor que seja ter o bebê em seus braços, qual mãe nunca se sentiu angustiada ao ouvir o choro do filhote e não con-seguir acalmá-lo? Fome, frio e fralda suja foram razões descartadas, será que ele está doente? Devo medicá-lo? Antes de tudo, tenha em mente que a automedicação, tão comum no Brasil, não deveria fazer parte nem da rotina de adultos, quanto mais de recém-nascidos. A qualquer sinal que considere estranho, seja choro incessan-te, febre ou nariz escorrendo que não deixe a criança res-pirar direito, um pediatra de-verá ser consultado. Por mais simples que possa parecer, não hesite em ir ao hospital. Ter um bebê em casa é bem cansativo no começo, afinal, você precisa gastar toda a energia que tem nos cuidados desse ser tão de-pendente de você. Porém, ser mãe é estar sempre aler-ta, portanto, todas as vezes que for medicar seu filhote, preste atenção na data de validade do produto, assim como na dosagem indicada pelo médico para o caso de seu pequeno. Outro cuidado importante é manter qual-quer remédio fora do alcance de crianças, mesmo que vá utilizá-lo em poucas horas. Montar uma farmacinha em casa não significa que quando o bebê tiver algum sintoma conhecido, você poderá dar a ele o remédio que deu certo da última vez. É bom repetir que somente o médico terá condições de indicar o melhor tratamento para a criança. Note que mui-tas vezes sintomas parecidos significam males diferentes. Mantenha tudo que comprar em sua casa, preferencial-mente no mesmo local. Se possível, anote os nomes de todo medicamento que tiver, fazendo assim uma lista. Isso será útil para que você não compre o mesmo remédio duas vezes. Pode-se também mostrar esse rol ao médico e perguntar se algum daqueles medicamentos serve para tra-tar o problema de saúde do pequeno. Muitos remédios agem da mesma forma e são apenas fabricados por em-presas diferentes. Seu bolso agradece! Você deve ter alguns itens em casa, que te ajudarão em casos de emergência, tais como: termômetro, curativos adesivos, seringas, conta- -gotas, gaze e esparadrapo. Outro cuidado é deixar em lugares de fácil visualiza-ção dados como: telefones do pediatra, endereço do pronto-socorro mais próxi-mo, se tiver plano de saúde, o número da carteirinha do convênio e também telefo-nes de emergência, como dos Bombeiros, por exemplo. Na hora do sufoco, isso evita mais estresse. Já basta ver seu pequeno doente. Homeopatia também é remédio e, portanto, não deve ser usado sem que haja indicação de um profissional. Ter funcionado com outras crianças ou até mesmo com seu primeiro filho não ga-rante que dará certo com seu novo bebê. Todo cuidado é pouco quando o assunto é a saúde do pequeno. E chás ou sucos para aliviar Saiba como ficar mais confiante Quem não gostaria de ser feliz? Apesar de a fórmula para a alegria ainda não ter sido descoberta, um dos caminhos para ficar com um sorriso constante no rosto passa pela autoconfiança. Valorizando a si mesma, você certamente aumenta as chan-ces de se dar bem no amor e em outros aspectos da vida; saiba mais nas próximas fotos. Faça questão de ser trata-da com gentileza e carinho. Não se conforme apenas com doses esporádicas do melhor tratamento que você merece. Ao contrário do que muita gente pensa, o sentimento de posse não é nada positivo, então, tenha cuidado para não cair nessa armadilha em troca de um pouquinho de atenção! Se não obtiver isso de quem você gosta, o jeito é seguir em frente. Se for comprometida, ten-te ser uma boa companheira, mas não viva em função de um homem. Evite ter medo de criticar, e, com educação, interfira quando achar ne-cessário, assim como insista nos pontos de vista em que acredita. Quem ama cuida, mas não abaixa a cabeça para tudo o que o outro deseja. Não abdique de seus so-nhos. Em tempos nos quais as mulheres estão inseridas no mercado de trabalho, o casal deve conversar para definir o melhor rumo para os dois. Se vocês chegarem à conclusão que é a sua carreira que deve ficar em um ritmo mais lento ou mesmo parar em prol de outros aspectos, não deixe de ter objetivos de vida. Se o seu parceiro te amar, com certeza ele te apoiará. Cuide da sua aparência. Pode reparar: a maior parte das pessoas que possui uma baixa autoconfiança não cuida de si mesmo. Não é pre-ciso virar uma obcecada por beleza e nem gastar centenas de reais com isso, mas você precisa se sentir bem com o ou evitar algum mal, posso dar ao recém-nascido? De-pende. Lembre-se que para o bebê de até seis meses o leite materno tem todo o necessá-rio para que ele viva saudável. Não é preciso, portanto, que ele consuma nenhum outro alimento. Após o primeiro semestre de vida de seu filho-te, você pode oferecer outros produtos a ele. Lembre-se sempre que são apenas auxi-liares e nunca o tratamento principal no combate de al-guma doença. Saúde sempre em primeiro lugar! Mulheres que confiam em si mesmas têm mais chances de serem felizes no amor. que vê no espelho para que os outros te respeitem mais. Não dê ouvidos para que o que todo mundo fala. Te-nha em mente que agradar todo mundo é impossível e, por mais que você se esforce, sempre haverá alguém ten-tando te jogar para baixo. O jeito então é filtrar as críticas construtivas daquelas que só querem te derrubar e seguir se esforçando para ser feliz. Seja uma pessoa confiável. Ninguém gosta de lidar com alguém que não consegue guardar um segredo ou ado-ra fazer intrigas, certo? Uma pessoa que se valoriza de verdade não liga para esse tipo de besteira que só traz coisas ruins, preferindo cuidar da própria vida e fazendo o bem para os outros. Anuncie no mais completo e mais lido Jornal de Ermelino e região. Ótimas promoções e formas de pagamento. Consulte!!! 2031-2364 2513-0928
  8. 8. PÁG 8 1° QUINZENA DE DEZEMBRO DE 2014 Publicidade

×