SlideShare uma empresa Scribd logo
2013

Cirurgia Bucal >
Reflexão sobre
Pré e Pós Operatório:
Instruções Orientações &
Recomendações

Dr. Luiz Fernando Cendron
Cirurgião-Dentista
Membro do International Team For Implantology
55 61 9981-4010 - www.cendron.com.br
2

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

2

RECIBO

Recebi
nesta
data
o
Manual
com
Instruções, Orientações & Recomendações
para o Pré e Pós Operatório:

 Nome Completo: _____________________________________________

 Recebi em: __________/_________________________/_______________

 Assinatura: ____________________________________________________

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 2
3

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

Índice em Desenvolvimento

1. PRÉ-OPERATÓRIO
o Anamnese
o Exames Clínicos
o Exames Radiológicos








CBTC - Cone-Beam Tomografia Computadorizada
Volumétrica em Aparelho PreXion com Reconstrução do
Elemento em 3D
Radiografia Panorâmica com Traçado para Implante
Radiografias Periapicais
Radiografias Bite-Wing
Prototipagem
Radiografia Carpal - Ossos Sesamóides

o Exames Laboratoriais & Complementares









Coagulograma
Creatinina
Glicose
Hemograma Completo
Potássio
Sódio
Uréia
Outros Exames

o Medicamentos & Interações Medicamentosas









Aspirina (ácido acetilsalicílico, AAS, etc...)
Sedação Mínima & Respectivos Reversores
Vasodilatadores
Anticoagulantes
Cortisona
Medicamento à base de bifosfonatos
AntIbióticos & Anticoncepcionais
Outros Medicamentos

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 3

3
4

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

* Nunca deixe medicamentos ao alcance de crianças, incapazes ou animais.
* Nada substitui a vigilância constante de adultos conscientes e responsáveis.

o Médicos - Equipe e/ou Junta Médica - Interação &
Acompanhamento > Classificação ASA > Risco
Cirúgico
o Gravidez - Gestação - Amamentação
o Doenças Crônicas & Sistêmicas
o Alergia
o Bebidas Alcoólicas
o Tabagismo
o Preparo da Boca - Profilaxia e Procedimentos PréCirurgia Eletiva & Higiene Bucal e o Sucesso da
Cirurgia
o Agendamento da Cirurgia Eletiva
o Véspera à Cirurgia Eletiva
o Cirurgia a ser realizada pela Manhã
o Cirurgia a ser realizada à Tarde
o Cirurgia a ser realizada à Noite
o 15 Minutos Antes
o Cancelamento da Cirurgia Eletiva

2. TRANS-OPERATÓRIO
o Pessoa acompanhando o Paciente
o Horário para Apresentação
o Diálogo Cirurgião-Paciente antes de Iniciar a Cirurgia

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 4

4
5

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

o Confirmação da Cobertura Antibiótica & Interações
com Medicamentos
o Cancelamento da Cirurgia Eletiva

3. PÓS-OPERATÓRIO
o Imediatamente após a Cirurgia Eletiva
o Horas Críticas: Os Três Primeiros Dias
o A primeiras 24 hs Pós-Cirurgia
o 48 horas
o 72 horas
o Higiene Bucal e o Sucesso da Cirurgia
o Primeira Semana
o 10 Dias
o 15 Dias
o 30 Dias
o 60 Dias
o 90 Dias
o 120 Dias
o 180 dias
o 01 Ano
o 05 Anos...
o 10 anos

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 5

5
6

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

4. ACOMPANHAMENTO & MANUTENÇÃO
o Documentos Sob a Guarda do Cirurgião
o Higiene Bucal
o Radiografias
o Exames Laboratoriais
o Exames Complementares

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 6

6
7

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

Prólogo

Certeza de Mudanças
A Cirurgia não é uma ciência exata, exclusivamente
matemática, é composta pela somatória de todas as
ciências, iniciando pela filosofia, que é a mãe de todas
as ciências, passando pela anatomia, estatística, física,
geometria, química, informática, enfim, todo o
conhecimento humano disponível
Viver um dia após o outro, nos traz o entendimento de
que a vida está em movimento, aprendendo, evoluindo
e se adaptando, porque a única certeza são as
mudanças
Mudanças vem de dentro
O paciente será conscientizado da importância do seu
tratamento e querer ser tratado. Deverá estar
presente física e emocionalmente, comprometendo-se
e preparando-se para participar da tomada das
melhores decisões visando
minimizar os riscos e
maximizar as possibilidades do entendermos como
sucesso
O resultado mais favorável poderá não ser alcançado
logo ao final do primeiro ato cirúrgico, mas ao longo do
decorrer de um período de tempo, às vezes curto, às
vezes mais longo
Empatia
O relacionamento entre o paciente e o cirurgião será
construído durante o processo para alcançar nosso
objetivo; "Tratar o doente e não a doença", como
ensinou o Dr. Aloysio Campos Da Paz Junior

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 7

7
8

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

A Verdade e a Autodeterminação das Coisas
Buscaremos a verdade para chegarmos a um
diagnóstico: tudo o que não for trazido à consciência
para análise e reflexão, seguirá o seu destino
Intrínsicamente Interdependentes
A cavidade bucal não está separada do restante do
corpo - um não vive sem o outro - o que acontece em
outras áreas do corpo pode ou não apresentar sintomas
na boca e vice-versa
Sendo a Odontologia, a Medicina e todas as outras
Ciências partes do todo do conhecimento, são
indissociáveis
Pró-Ativo
Como em qualquer outra área de nossa vida,
começaremos fazendo o que sabemos ser necessário,
depois faremos o possível e logo poderemos talvez,
fazer o que a princípio parecia impossível
Cirurgias de Emergência e Eletiva
Existem dois tipos de Cirurgia, a de Cirurgia de
Emergência que o próprio nome já avisa precisar ser
realizada tão logo seja possível, e a Cirurgia Eletiva que
podemos agendar com antecedência o dia e o horário
para sua realização.
Este texto tem a intenção de fazer referência apenas à
alguns tipos de cirurgias bucais eletivas, embora
determinados procedimentos possam ser aplicáveis
também às de emergência
A Direção Certa
Identificar determinado problema pode ser metade da
sua solução, mas a velocidade com que os trabalhos
andarão só será importante se estivermos na direção
certa
Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 8

8
9

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

Durante nossa caminhada juntos, o diálogo franco,
contínuo, aberto e permanente entre paciente e
cirurgião, o histórico médico-odontológico, exames
radiológicos, exames laboratoriais colhidos, interações
com especialistas médicos e
cirurgiões-dentistas,
outros exames complementares que se apresentarem
como necessários nos levarão à metade do caminho: o
diagnóstico, prognóstico, planejamento do tratamento e
estratégia de abordagem
Responsabilidade sobre a Informação
Temos ao nosso alcance telefones de diversos tipos,
fax, scanners, rádios, SMS-Torpedos, MMS, RSS, livros,
e-books, audio-livros, CDs, DVDs, pen-drives, câmeras
digitais, câmeras com IP, Google, Youtube, Slideshare,
LiveStream, Dropbox, Facebook, Linkedin, Twitter,
revistas, Skype, jornais e revistas impressos
ou
eletrônicos, 3D, 4D, 4G, TVs interativas, websites, Blogs,
cloud-computing, AddThis, uma infinidade de e-mails e
uma senha para cada um...
A informação está horizontalizada, estando ao alcance
de todos e qualquer um gerar e compartilhar toda e
qualquer tipo de informação, que criada neste
momento, daqui a poucos segundos poderá estar
compartilhada com todos, a todo momento e em
qualquer lugar
Como todos podem publicar tudo em qualquer lugar,
nem sempre essa informação tem conteúdo valido, não
tem qualidade no sentido e não resiste a uma análise
um pouco mais profunda
Dentro
desse
universo,
procure
sempre
o
conhecimento disponibilizado por fontes seguras,
profissionais, confiáveis, que se responsabilizem e
possam ser responsabilizadas pela utilização das
informações fornecidas

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 9

9
10

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

A outra metade do caminho

10

A seguir estarão a execução, acompanhamento e
manutenção; como uma construção que é erigida
apenas uma vez, mas é necessário conservá-la
diariamente para manter-se funcional
Detalhes e dúvidas, precisam ser tratados com
respeito, mesmo que pareçam irrelevantes, trazidos
sistematicamente
para
uma análise detalhada
e
minuciosa,
esgotando-os
até
nos sentirmos à
vontade com o objetivo a ser alcançado
Serão analisados pelo que realmente são, sem perder a
perspectiva do todo e do objetivo
Esclarecendo Dúvidas
Se houver alguma coisa a ser dita, diga sempre
primeiro e diretamente ao seu cirurgião
Primeiro Passo
Comece com a leitura deste texto: releia-o
compreendê-lo e internalizá-lo completamente

até

Melhor prevenir um ano antes que um segundo depois

Luiz Fernando Cendron
Cirurgião-Dentista
Membro do International Team for Implantology

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 10
11

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

Pré-Operatório

11

1. Medicamentos:
Se você vai ser submetido à Cirurgia e estiver fazendo uso de:
a.
b.
c.
d.
e.
f.
g.

Aspirina (ácido acetilsalicílico, AAS, etc...)
Sedativos & Respectivos Reversores
Vasodilatadores
Anticoagulantes
Cortisona
Medicamento à base de bifosfonatos
AntIbióticos
&
Anticoncepcionais:
possibilidade
de
inteferencia dos antibióticos nos efeito de anticoncepcionais

Ou qualquer outro medicamento, é de muito importante
comunicar ao Cirurgião-Dentista com pelo menos uma semana
de antecedência para receber as orientações necessárias.
Os medicamentos podem apresentar efeitos colaterais
paradoxais, que são os que não desejamos que aconteçam.

e

Formulários/Receituários:
 Formulário de Controle Especial
 Formulário Tipo B - Cor Azul*
 Poderá ser solicitado o Risco Cirúrgico
* Website do Ministério da Saúde e/ou Secretaria de Saúde.
* Nunca deixe medicamentos ao alcance de crianças, incapazes ou animais.
* Nada substitui a vigilância constante de adultos conscientes e responsáveis.

2. Gravidez, Gestação e Lactação & Amamentação: assim
que receber as boas notícias de está gestacional recomenda-se
tão
logo
quanto possível, comunicar
ao
CirurgiãoDentista para as orientações necessárias.
3. Doenças Sistêmicas e/ou Crônicas: Se tiver doença
cardiovascular, diabetes, hemofilia ou qualquer outra doença
que seja do seu conhecimento - mesmo que acredite não
interferir na Cirurgia - deverá comunicar ao Cirurgião-Dentista
para receber as orientações e coberturas necessárias.

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 11
12

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

04 Perguntas para o histórico de Diabetes:
1.
2.
3.
4.

Como está o controle da doença?
Quais são os que está tomando atualmente?
Passou por alguma complicação recente?
Quando foi seu último exame de glicemia?

Será
necessário
o
preparo
da
boca
realizando-se
primeiramente procedimentos de urgência, profilaxia e
outros, para obtermos as melhores condições possíveis
de pré-operatório e depois realizar-se a Cirurgia Eletiva.
4. Equipe ou Junta Médica: fornecer ao Cirurgião-Dentista os
dados do médico e/ou equipe ou junta médica que o estiver
acompanhando, como:





nome completo do médico e/ou equipe-junta médica
especialidades de cada médico
telefones fixo, móvel e/ou Nextel para contato imediato
e-mail, website e endereço completo para correspondência

Poderá ser solicitado o Atestado de Risco Cirúrgico.
5. Exames Radiológicos: a data da cirurgia eletiva só poderá
ser marcada com todas as radiografias e os exames laboratoriais
em mãos.
Exame Clínico > Dentados
 01 Panorâmica
 Bite-Wings
 Periapicais
Dentes Inclusos
 01 Panorâmica
 01 Periapical do Dente Incluso
 01 Tomografia em aparelho PreXion de Dente Retido +
Solicitação de Reconstrução do Dente Retido em 3D
Implantes
 01 Panorâmica com Traçado para Implante
 01 Tomografia em aparelho PreXion de Dente Retido +
Solicitação de Reconstrução do Dente em 3D
 Prototipagem (se necessária)

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 12

12
13

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

Pós-Operatório & Acompanhamento
 01 Panorâmica
 Periapicais
6. Exames Laboratoriais: a data da cirurgia eletiva só poderá
ser marcada com todas as radiografias e os exames laboratoriais
em mãos.
Exemplos:










Coagulograma
Creatinina
Glicose
Hemograma Completo
Potássio
Sódio
Uréia
Testes com Alergenos
e outros que forem considerados necessários

7. Alergias: se for alérgico a algum alimento, medicamento,
anestésico, iodo, esparadrapo, gaze, metal, solicite ao CirurgiãoDentista uma lista detalhada especificando todos os materiais,
instrumental cirúrgico e medicamentos que serão utilizados na
cirurgia e comunicar ao Cirurgião-Dentista com antecedência de
01 (uma) semana para receber as orientações necessárias,
realizar testes laboratoriais com alergenos e/ou permitir a
substituição por possíveis similares.
8. Bebida Alcoólica: é absolutamente proibida a ingestão de
qualquer tipo ou espécie de bebida alcoólica nos 04 (quatro) dias
antecedentes à cirurgia e nos 10 (dez) dias corridos e sucessivos
após a realização da Cirurgia. (compromete a profilaxia
/cobertura antibiótica).
9. Tabagismo: abster-se de fumar nos 04 (quatro) dias
antecedentes á cirurgia nos 30 (trinta) dias corridos e sucessivos
após a realização da Cirurgia.

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 13

13
14

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

10. Na noite de véspera à Cirurgia:
 tomar correta e pontualmente a medicação prescrita:
se você tiver alguma dificuldade no controle das doses e
horários solicite uma planilha para controle:
 ingerir alimentos leves
 realizar higiene bucal aprimorada (veja a seguir):
Orientação em Higiene Bucal
Material
Espelho
Fio Dental & Fita Dental
Passa-Fio
Pasta Dental
Escova Interdental com Tufos
Escova de Dentes
Raspador/limpar de Língua
Antisséptico Bucal
WaterPick
Periogard (só usar sob orientação profissional)
Água Oxigenada 10 Volumes
1. Limpeza da região interdental > entre os dentes








coloque um pouco de pasta de dentes na palma de uma
das mãos, com a digital de um dedo da outra mão colher
um pouco de pasta e pressionar no meio dos dentes
= entre os dentes = espaços interdentais;
passar gentilmente o fio dental com movimentos de vaie-vém
(assemelha-se
ao
movimento
de
um
engraxate/sapateiro ao lustrar os sapatos) pelo ponto-decontato - é o onde um dente encosta no outro - entre os
dentes para não machucar a gengiva entre os dentes;
com movimentos de vai-e-vém e subindo e descendo pelo
lado do dente, fazer a higienização de um dos dentes,
passar o fio dental por cima da gengiva e fazer a
higienização da lado interdental do outro dente;
a parte de cima da língua pode ter uma coloração
esbranquiçada que é chamada de saburra lingual, causa de
alta porcentagem de mau-hálito ( de 80% a 90% das vezes )
e pode ser removida escovando a língua com a escova de
dentes ou um raspador-limpador de língua que você pode
encontrar nas farmácias;

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 14

14
15

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações


Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

se estiver usando um aparelho ortodôntico, tiver
alguma prótese fixa, ou implantes, é importante fazer a
higienização usando:

1. fio dental e o passa-fio: você encontra nas farmácias
2. o
aparelho
WaterPick,
veja
no
site
da
WaterPick: http://www.waterpik-store.com
3. escova de dentes
4. escovas interdentais com tufos
5. e pasta de dentes
6. nos implantes, enlaçar o implante com o fio dental e pasta
de dentes
2. Limpeza das faces livres dos dentes
As faces livres são:





o lado dos dentes que encostam nas bochechas e lábios >
lado vestibular
o lado dos dentes que são virados para o céu da boca (
palato ou pálato) > lado palatino
o lado dos dentes que estão em contato com a língua >
lado lingual
e o lado dos dentes que cortam e trituram os alimentos >
lado incisal ou oclusal

As faces livres devem ser higienizadas com escova e pasta de
dentes.
3. A higienização termina bochechando um antisséptico bucal:
Listerine, Flogoral, Cepacol, etc... concentrados ou diluídos em
água, como ficar mais agradável para você.
 tomar banho, fazer e/ou aparar a barba e bigode o máximo
possível
 selecionar roupa leve, folgada e confortável: camiseta e
bermuda, jogging, etc... que irá vestir na manhã seguinte,
para facilitar a troca da roupa pelo avental que será
fornecido
 outros itens como documentos, radiografias, etc...
 de manhã uma pessoa deverá acompanhá-lo à Cirurgia
 prepara-se mentalmente, evitar stress de qualquer tipo,
seja físico, emocional ou mental
 ir dormir cedo, para descansar com tranquilidade e acordar
bem disposto

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 15

15
16

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

11. Cirurgia a ser realizada pela Manhã:
 tomar corretamente a medicação prescrita
 café da manhã à base de sucos e frutas
 alimentar-se de forma comedida para não sentir-se
"pesado” durante a Cirurgia
 fazer uma higiene bucal adequada
 vestir roupa leve, folgada e confortável: camiseta e
bermuda, jogging... para facilitar a troca da roupa pelo
avental que será fornecido
 mulheres: não deverão usar maquiagem, cremes, batom,
blush, etc... para facilitar a limpeza da pele antes da
Cirurgia
 homens: fazer e/ou aparar a barba e bigode, o máximo
possível
 vir acompanhado para poder retornar à sua casa porque
não poderá dirigir ou outros fazer esforços
 desmarcar todos os compromissos porque após a Cirurgia
deverá permanecer em repouso absoluto;
12. Cirurgia a ser realizada Após o Almoço:
 tomar corretamente a medicação prescrita
 almoçar com alimentação leve, como saladas, salada de
atum, peixe ou frango, frutas ou legumes
 alimentar-se de forma comedida para não sentir-se
"pesado” durante a Cirurgia
 fazer uma higiene bucal adequada
 vestir roupa leve, folgada e confortável: camiseta e
bermuda, jogging... para facilitar a troca da roupa pelo
avental que será fornecido
 mulheres: não deverão usar maquiagem, cremes, batom,
blush, etc... para facilitar a limpeza da pele antes da
Cirurgia
 homens: fazer e/ou aparar a barba e bigode, o máximo
possível
 vir acompanhado para poder retornar à sua casa porque
não poderá dirigir ou outros fazer esforços
 desmarcar todos os compromissos porque após a Cirurgia
deverá permanecer em repouso absoluto e evitar realizar
exercícios físicos por pelo menos 10 (dez) dias após o Ato
Cirúrgico

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 16

16
17

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

12. Cirurgia a ser realizada à Noite:
 tomar corretamente a medicação prescrita
 fazer refeição com alimentação leve, como saladas, salada
de atum, peixe ou frango, frutas ou legumes
 alimentar-se de forma comedida para não sentir-se
"pesado” durante a Cirurgia
 fazer uma higiene bucal adequada
 vestir roupa leve, folgada e confortável: camiseta e
bermuda, jogging... para facilitar a troca da roupa pelo
avental que será fornecido
 mulheres: não deverão usar maquiagem, cremes, batom,
blush, etc... para facilitar a limpeza da pele antes da
Cirurgia
 homens: fazer e/ou aparar a barba e bigode, o máximo
possível
 vir acompanhado para poder retornar à sua casa porque
não poderá dirigir ou outros fazer esforços
 desmarcar todos os compromissos porque após a Cirurgia
deverá permanecer em repouso absoluto e evitar realizar
exercícios físicos por pelo menos 10 (dez) dias após o Ato
Cirúrgico
13. Quinze Minutos Antes: solicita-se a gentileza de chegar ao
consultório com 15 (quinze) minutos de antecedência, para
avaliação de estar hábil a submeter-se à cirurgia e não
transpassar o horário de outros pacientes que também serão
submetidos a atos Cirúrgicos.
14. Impossibilidade de Comparecer à Cirurgia: caso não
seja possível comparecer à cirurgia, solicita-se avisar o
Cirurgião o mais breve possível.
15. Dúvidas: persistindo quaisquer dúvidas, por gentileza entre
em contato com o Cirurgião.

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 17

17
18

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

Pós-Operatório
1. Medicação: Tomar pontualmente a medicação prescrita
* Nunca deixe medicamentos ao alcance de crianças, incapazes ou animais.
* Nada substitui a vigilância constante de adultos conscientes e responsáveis.

2. Febre: se apresentar febre entrar em contato com o Cirurgião
3. Dor: se apresentar dor entrar em contato com o Cirurgião
A dor pode estar composta pelo procedimento cirúrgico, medo,
componentes psicológicos e comportamentais, o nível de
tolerância à dor difere entre as pessoas.
4. Conversar: evitar conversar nas primeiras 24 horas após a
cirurgia
5. Repouso: manter repouso absoluto nas primeiras 48 horas preferencialmente na cama - utilizando dois ou mais travesseiros
para manter a cabeça mais elevada do que o corpo;
seguindo com repouso relativo por mais 2 (dois) dias
6. Bochechos: evitar bochechos vigorosos nas primeiras 36
(trinta e seis) horas após a cirurgia: evitar assoar o nariz, cuspir, e
fumar por uma semana
Decorridas as primeiras 36 horas, fazer bochechos moderados
com Periogard (Colgate) durante 03 (dois) minutos 04 (quatro)
vezes por dia durante 07 (sete) dias
7. Atividades Físicas: evitar atividades físicas ou trabalhos que
exijam esforço físico nos primeiros 05 (cinco) dias
8. Exposição ao Sol: evitar expor-se ao sol

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 18

18
19

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

9. Sangramento: é normal haver algum sangramento, mas
pode-se fazer a seguinte compressa:
Material:
Soro Fisiológico 0,9% > Gelado (conservado em geladeira)
Gaze Estéril
Água Oxigenada 10 Volumes
 compressa de gaze estéril (à venda em farmácias)
umedecida em solução composta por 01 (uma) colher de
sopa de água oxigenada 10 volumes diluída em meio copo
de soro fisiológico 0,9% gelado
 dobrar a gaze umedecida na solução e morder fazendo leve
compressão sobre o local submetido à cirurgia: durante
uma hora (trocar a gaze durante esse período)
 caso o sangramento persista telefonar para o Cirurgião
Cuidados:
Não deixar a água oxigenada ou a solução encostar nos
olhos
Não engolir a água oxigenada ou a solução
Esclarecimento: embora para alguns pacientes a simples
presença do sangue tenha um enfoque psicológico negativo, no
procedimento cirúrgico para
extração de dentes procura-se
preencher totalmente o alvéolo com sangue, que protegerá
quimicamente e mecanicamente o organismo, impedindo uma
solução de continuidade direta entre o meio bucal e o interior do
sistema do corpo, assim como promoverá a cicatrização da
mucosa e neoformação óssea.
10. Inchaço: nos 03 (três) primeiros dias após a cirurgia ocorrerá
edema (inchaço) e dificuldade em abrir completamente a boca.
O inchaço durará
gradualmente.

por

uma

semana

e

desaparecerá

11. Compressa com Gelo: colocar compressa de gelo sobre a
face (no local correspondente à cirurgia realizada) em intervalos
de 15 em 15 minutos nas primeiras 48 (quarenta e oito horas =
02 dias), iniciando imediatamente após a cirurgia.
As compressas com gelo devem ser iniciadas imediatamente
após o término da cirurgia antes que ocorra qualquer
inchaço: a compressa gelada tem a finalidade de inibir o
inchaço da região submetida à cirurgia.
Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 19

19
20

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

Compressa Caseira com Gelo pode preparada da seguinte
forma:
a. Material necessário:
cubos de gelo
02 (dois) sacos plásticos sem furos
superfície firme
toalha de rosto
Modo de preparo:









pegue uma forma de gelo do seu congelador/freezer;
desforme o gelo colocando a forma sob água corrente da
pia da cozinha: primeiro na parte de baixo da forma e
depois na parte cima;
após desformar os cubos de gelo e coloque-os dentro de
um pano-de-pratos limpo;
junte as quatro pontas do pano-de-pratos fechando o gelo
no meio;
bata firmemente pano-de-pratos com gelo dentro em uma
superfície dura para triturá-lo/moê-lo:
coloque o gelo triturado dentro de um saco plástico sem
furos e feche-o bem; coloque um segundo saco plástico por
fora para reforçar e evitar vazamentos e feche bem;
coloque os sacos plásticos com o gelo moído dentro de
uma toalha de rosto;
coloque a compressa na face em intervalos de 15 em 15
minutos durante os 02 (dois) primeiros dias.

Também pode-se colocar água em pequenos sacos plásticos ou
quaisquer invólucros flexíveis e atóxicos - os líquidos dilatam-se
9% ao se congelar > deixar um espaço vazio como margem
aproximadamente 20% (cerca de 1/5) do recipiente - colocar para
congelar e depois enrolar uma tolha e colocar na face sobre o
local da cirurgia.
12. Bolsas Térmicas - Frio/Quente: outra opção é adquirir nas
farmácias bolsas térmicas como:


Mercur (bolsa térmica gel reutilizável, não tóxica e flexível)
http://www.mercur.com.br



bolsa
térmica
Nexcare
http://solutions.3m.com.br



ou Calminex Ice Bag (do tipo apertou-quebrou-gelou) >
http://www.calminex.com.br/

da

3M

(reutilizável)

>

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 20

20
21

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

13. Alimentação: nas primeiras 24 (vinte e quatro) horas deverá
ser líquida e/ou pastosa, preferencialmente fria: sorvete, sucos,
vitaminas, gelatina, iogurte, etc... ou à temperatura ambiente:
sopa, mingau, consomés frios...
No caso de implantes evitar mastigar em cima da região operada
e evitar por 04 (quatro) meses mastigar sobre os implantes
alimentos crocantes como torresmos, croutons, torradas, etc...
porque desorganizam o trabeculado do osso neo-formado.
14. Ingestão de Líquidos: ingerir grande
líquidos, pelo menos 02 (dois) litros por dia.

quantidade

de

15. Não mastigar sobre a região submetida à cirurgia. Sempre
que possível evitar a Carga Imediata.
16. Evitar alimentos quentes, alimentos ácidos como limão,
abacaxi; enlatados, condimentados. Evitar temperos como:
pimentas, vinagre, conservas e evitar bebidas alcoólicas.
17. Não fumar durante 07 (sete) primeiros dias do pósoperatório.
18. Higiene Bucal
Local da Cirurgia: não escovar o local da cirurgia, higienizar
com um cotonete umedecido em antisséptico bucal ou
Periogard,
O Periogard só pode ser utilizado sob orientação do CirurgiãoDentista e por um período não superior a 15 (quinze) dias.
Outros Dentes e Regiões da Boca: todos os outros dentes
devem ser escovados normalmente:
1. Limpeza da região interdental (entre os dentes)




coloque um pouco de pasta de dentes na palma de uma
das mãos, com a digital de um dedo da outra mão colher
um pouco de pasta e pressionar no espaço entre os dentes
(espaços interdentais)
passar gentilmente o fio dental com movimentos de vaie-vém
(assemelha-se
ao
movimento
de
um
engraxate/sapateiro ao lustrar sapatos) pelo ponto-decontato - é o ponto exato onde um dente encosta no outro entre os dentes para não machucar a gengiva entre os
dentes

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 21

21
22

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações






Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

com movimentos de vai-e-vem e subindo e descendo pelo
lado-face do dente, fazer a higienização de um dos dentes,
passar o fio dental por cima da gengiva contornandoa e fazer a higienização da lado-face interdental do dente
vizinho
a parte de cima da língua pode ter uma coloração
esbranquiçada que é chamada de saburra lingual, causa de
alta porcentagem de mau-hálito ( de 80% a 90% das vezes )
e pode ser removida escovando a língua com a escova de
dentes ou um raspador-limpador de língua que você pode
encontrar nas farmácias
se estiver usando um aparelho ortodôntico, tiver
alguma prótese fixa, ou implantes, é importante fazer a
higienização usando:
fio dental e o passa-fio: você encontra nas farmácias
o
aparelho
WaterPick,
veja
no
site
da
WaterPick: http://www.waterpik-store.com/index.asp
escova de dentes
escovas interdentais com tufos
e pasta de dentes
nos implantes, enlaçar o implante com o fio dental e
pasta de dentes

2. Limpeza das faces livres dos dentes
As faces livres são:





o lado dos dentes que encostam nas bochechas e lábios >
lado vestibular
o lado dos dentes que são virados para o céu da boca (
palato ou pálato) > lado palatino
o lado dos dentes que estão em contato com a língua >
lado lingual
e o lado dos dentes que cortam e trituram os alimentos >
lado incisal ou oclusal

As faces livres devem ser higienizadas com escova e pasta de
dentes.
3. A higienização termina bochechando um antisséptico bucal:
Listerine, Flogoral, Cepacol, etc... concentrados ou diluídos em
água, como ficar mais agradável para você.
* Nunca deixe medicamentos ao alcance de crianças, incapazes ou animais.
* Nada substitui a vigilância constante de adultos conscientes e responsáveis.

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 22

22
23

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

19. Compressa Morna: após 72 (setenta e duas horas) se
apresentar algum inchaço, proteger a pele com creme hidratante
e fazer compressas mornas na região da face e bochechos
moderados com salmoura morna enquanto o inchaço persistir
Uma complicação relativamente comum após a extração de
dentes é a ocorrência de Trismo, uma dor orofacial que poderá
incluir a região do ouvido e pescoço, dificuldade em abrir a boca
e engolir.
O Trismo é uma resposta do corpo à cirurgia e pode ser tratado
com analgésico, antibiótico, relaxante muscular, compressas
nornas, bochechos nornos, fisioterapia associados ou não..
20. Não mexer no local da cirurgia com o dedo, palitos, garfo,
ou qualquer outro objeto
21. Não colocar: nenhum remédio ou medicamento no local
da cirurgia a não ser os prescritos pelo Cirurgião
22. Ferimentos: caso apareça algum ferimento no canto do
lábio (comissura labial), passar vaselina solida ou manteiga
de cacau
A
cicatrização
da
mucosa
aproximadamente 15 (quinze) dias.

deverá

terminar

em

A neoformação óssea em pacientes sem doenças sistêmicas
que a comprometam ou que façam uso de medicamentos
queladores de calcio ou que alterem a homeostase de cálcio
deve estar completada em aproximadamente 06 (seis) meses.
23 . Hematomas e Equimoses: dependendo da pessoa e do
tipo de cirurgia a que foi submetida podem aparecer equimoses
(manchas arroxeadas) ou hematomas (manchas vermelhadas) na
pele que desaparecerão em uma ou duas semanas
24. Parestesia: é a perda da sensibilidade de determinada
região como o lábio, a língua ou a pele, costuma ser temporária
desaparecendo gradativamente em aproximadamente entre 06
(seis) meses a 01 (hum) ano

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 23

23
24

Cirurgia Bucal > Reflexão sobre
Recomendações

Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações &

25. Retorno: retornar após 07 (sete) dias para remover os pontos
e avaliar a evolução da cicatrização
26. Documentação Cirúrgica: deverá permanecer sob a
guarda do Cirurgião a seguinte documentação para acompanhar
o pós-operatório do paciente:
o prontuário do paciente
etiquetas com especificação dos implantes
cópia de todas as radiografias
modelos das arcadas
modelos de protipagem
cópias de todas as prescrições medicamentosas (receitas)
com o visto do paciente
copia das recomendações que tenha passado com o visto
do paciente
27. Diga ao Cirurgião: se houver alguma coisa a ser dita, diga
sempre primeiro e diretamente ao seu cirurgião.
28. Persistindo Dúvidas: por gentileza, entre em contato com o
Cirurgião

Dr. Luiz Fernando Cendron
Cirurgião-Dentista
Membro do International Team for Implantology
 +55 61 9981-4010
 contato@cendron.com.br
 www.cendron.com.br
 Endereço no Youtube:
http://www.youtube.com/channel/UC3da6Uf4ivjKa6E
wf8-eWfg

Antes de imprimir ou copiar , pense no Meio Ambiente.
Before printing or copy, think about the Environment.
Avant l'impression, il faut penser à l'Environnement.

Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010
Página 24

24

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividades no pré e trans operatório
Atividades no pré e trans operatórioAtividades no pré e trans operatório
Atividades no pré e trans operatório
Silvânia Galdino
 
Admissão do doente do foro cirurgico
Admissão do doente do foro cirurgicoAdmissão do doente do foro cirurgico
Admissão do doente do foro cirurgico
Eduardo Bernardino
 
Enfermagem no-centro-cir%c3%b argico-e-central-de-material-est%c3%a9ril
Enfermagem no-centro-cir%c3%b argico-e-central-de-material-est%c3%a9rilEnfermagem no-centro-cir%c3%b argico-e-central-de-material-est%c3%a9ril
Enfermagem no-centro-cir%c3%b argico-e-central-de-material-est%c3%a9ril
mujaci
 
Principais Cirurgias
Principais CirurgiasPrincipais Cirurgias
Principais Cirurgias
Zeca Ribeiro
 
Cirurgica romulo passos
Cirurgica romulo passosCirurgica romulo passos
Cirurgica romulo passos
Eliane Pereira
 
Ciclo iii 02
Ciclo iii 02Ciclo iii 02
Ciclo iii 02
Rodrigo Abreu
 
Cuidados de Enfermagem pre e pos operatorios
Cuidados de Enfermagem pre e pos operatoriosCuidados de Enfermagem pre e pos operatorios
Cuidados de Enfermagem pre e pos operatorios
Eduardo Bernardino
 
Apostila enfermagem em centro cirúrgico (1)
Apostila   enfermagem em centro cirúrgico (1)Apostila   enfermagem em centro cirúrgico (1)
Apostila enfermagem em centro cirúrgico (1)
Francisco da silva Torres
 
Trabalho centro cirúrgico 3
Trabalho centro cirúrgico  3Trabalho centro cirúrgico  3
Trabalho centro cirúrgico 3
Sthefanie Vieira
 
Clínica cirúrgica-e-centro-cirúrgico
Clínica cirúrgica-e-centro-cirúrgicoClínica cirúrgica-e-centro-cirúrgico
Clínica cirúrgica-e-centro-cirúrgico
concursohub
 
Cuidados de Enfermagem em Cirurgia Ortopédica no Pré, Trans e pós Operatório
Cuidados de Enfermagem em Cirurgia Ortopédica no Pré, Trans e pós OperatórioCuidados de Enfermagem em Cirurgia Ortopédica no Pré, Trans e pós Operatório
Cuidados de Enfermagem em Cirurgia Ortopédica no Pré, Trans e pós Operatório
Karolina Azevedo
 
Classificação das cirurgias
Classificação das cirurgiasClassificação das cirurgias
Classificação das cirurgias
Jéssica Ferreira
 
Slide Centro Cirúrgico
Slide Centro CirúrgicoSlide Centro Cirúrgico
Slide Centro Cirúrgico
Luana Santos
 
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
Lucas Fontes
 
Centro CirúRgico Parte 1
Centro CirúRgico Parte 1Centro CirúRgico Parte 1
Centro CirúRgico Parte 1
Eduardo Gomes da Silva
 
161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...
161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...
161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...
Avelino Lopes
 
Pós Operatório e Complicações Cirúrgicas
Pós Operatório e Complicações CirúrgicasPós Operatório e Complicações Cirúrgicas
Pós Operatório e Complicações Cirúrgicas
Francisco Doria
 
Clínica cirúrgica aula teôrica 1 powerpoint data show
Clínica cirúrgica aula teôrica 1  powerpoint data showClínica cirúrgica aula teôrica 1  powerpoint data show
Clínica cirúrgica aula teôrica 1 powerpoint data show
César Müller
 
Cirurgias gástricas
Cirurgias gástricasCirurgias gástricas
Cirurgias gástricas
Cintia da Cruz Silva
 
27 11 - apostila de-centro_cirurgico_e_recuperacao_anestesica_-_tec_de_enf
27 11 - apostila de-centro_cirurgico_e_recuperacao_anestesica_-_tec_de_enf27 11 - apostila de-centro_cirurgico_e_recuperacao_anestesica_-_tec_de_enf
27 11 - apostila de-centro_cirurgico_e_recuperacao_anestesica_-_tec_de_enf
Luiz Fernando Aquino
 

Mais procurados (20)

Atividades no pré e trans operatório
Atividades no pré e trans operatórioAtividades no pré e trans operatório
Atividades no pré e trans operatório
 
Admissão do doente do foro cirurgico
Admissão do doente do foro cirurgicoAdmissão do doente do foro cirurgico
Admissão do doente do foro cirurgico
 
Enfermagem no-centro-cir%c3%b argico-e-central-de-material-est%c3%a9ril
Enfermagem no-centro-cir%c3%b argico-e-central-de-material-est%c3%a9rilEnfermagem no-centro-cir%c3%b argico-e-central-de-material-est%c3%a9ril
Enfermagem no-centro-cir%c3%b argico-e-central-de-material-est%c3%a9ril
 
Principais Cirurgias
Principais CirurgiasPrincipais Cirurgias
Principais Cirurgias
 
Cirurgica romulo passos
Cirurgica romulo passosCirurgica romulo passos
Cirurgica romulo passos
 
Ciclo iii 02
Ciclo iii 02Ciclo iii 02
Ciclo iii 02
 
Cuidados de Enfermagem pre e pos operatorios
Cuidados de Enfermagem pre e pos operatoriosCuidados de Enfermagem pre e pos operatorios
Cuidados de Enfermagem pre e pos operatorios
 
Apostila enfermagem em centro cirúrgico (1)
Apostila   enfermagem em centro cirúrgico (1)Apostila   enfermagem em centro cirúrgico (1)
Apostila enfermagem em centro cirúrgico (1)
 
Trabalho centro cirúrgico 3
Trabalho centro cirúrgico  3Trabalho centro cirúrgico  3
Trabalho centro cirúrgico 3
 
Clínica cirúrgica-e-centro-cirúrgico
Clínica cirúrgica-e-centro-cirúrgicoClínica cirúrgica-e-centro-cirúrgico
Clínica cirúrgica-e-centro-cirúrgico
 
Cuidados de Enfermagem em Cirurgia Ortopédica no Pré, Trans e pós Operatório
Cuidados de Enfermagem em Cirurgia Ortopédica no Pré, Trans e pós OperatórioCuidados de Enfermagem em Cirurgia Ortopédica no Pré, Trans e pós Operatório
Cuidados de Enfermagem em Cirurgia Ortopédica no Pré, Trans e pós Operatório
 
Classificação das cirurgias
Classificação das cirurgiasClassificação das cirurgias
Classificação das cirurgias
 
Slide Centro Cirúrgico
Slide Centro CirúrgicoSlide Centro Cirúrgico
Slide Centro Cirúrgico
 
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
 
Centro CirúRgico Parte 1
Centro CirúRgico Parte 1Centro CirúRgico Parte 1
Centro CirúRgico Parte 1
 
161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...
161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...
161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...
 
Pós Operatório e Complicações Cirúrgicas
Pós Operatório e Complicações CirúrgicasPós Operatório e Complicações Cirúrgicas
Pós Operatório e Complicações Cirúrgicas
 
Clínica cirúrgica aula teôrica 1 powerpoint data show
Clínica cirúrgica aula teôrica 1  powerpoint data showClínica cirúrgica aula teôrica 1  powerpoint data show
Clínica cirúrgica aula teôrica 1 powerpoint data show
 
Cirurgias gástricas
Cirurgias gástricasCirurgias gástricas
Cirurgias gástricas
 
27 11 - apostila de-centro_cirurgico_e_recuperacao_anestesica_-_tec_de_enf
27 11 - apostila de-centro_cirurgico_e_recuperacao_anestesica_-_tec_de_enf27 11 - apostila de-centro_cirurgico_e_recuperacao_anestesica_-_tec_de_enf
27 11 - apostila de-centro_cirurgico_e_recuperacao_anestesica_-_tec_de_enf
 

Destaque

Artigo signovinces inv.8-n
Artigo signovinces inv.8-nArtigo signovinces inv.8-n
Artigo signovinces inv.8-n
Marcelo Januzzi Santos .`.
 
Coroas cerâmicas e.max - Ceramic restorations e.max
Coroas cerâmicas e.max - Ceramic restorations e.maxCoroas cerâmicas e.max - Ceramic restorations e.max
Coroas cerâmicas e.max - Ceramic restorations e.max
Eduardo Souza-Junior
 
Biomateriais em Implantodontia
Biomateriais em ImplantodontiaBiomateriais em Implantodontia
Biomateriais em Implantodontia
Camilla Bringel
 
Tratamentos biomimeticos 20 frames
Tratamentos biomimeticos   20 framesTratamentos biomimeticos   20 frames
Tratamentos biomimeticos 20 frames
baleiao74
 
PLANEJAMENTO CIRÚRGICO PACIENTE I
PLANEJAMENTO CIRÚRGICO PACIENTE IPLANEJAMENTO CIRÚRGICO PACIENTE I
PLANEJAMENTO CIRÚRGICO PACIENTE I
Treeimoveis
 
Odontologia UNIEURO - Disciplina de cirurgia Prof. Marcelo Gomes
Odontologia UNIEURO - Disciplina de cirurgia Prof. Marcelo GomesOdontologia UNIEURO - Disciplina de cirurgia Prof. Marcelo Gomes
Odontologia UNIEURO - Disciplina de cirurgia Prof. Marcelo Gomes
Marcelo Gomes
 
Biomateriais em implantodontia
Biomateriais em implantodontiaBiomateriais em implantodontia
Biomateriais em implantodontia
Camilla Bringel
 
Enxertos ósseos
Enxertos ósseosEnxertos ósseos
Avaliação pré operatória
Avaliação pré operatóriaAvaliação pré operatória
Avaliação pré operatória
Fernando de Oliveira Dutra
 

Destaque (9)

Artigo signovinces inv.8-n
Artigo signovinces inv.8-nArtigo signovinces inv.8-n
Artigo signovinces inv.8-n
 
Coroas cerâmicas e.max - Ceramic restorations e.max
Coroas cerâmicas e.max - Ceramic restorations e.maxCoroas cerâmicas e.max - Ceramic restorations e.max
Coroas cerâmicas e.max - Ceramic restorations e.max
 
Biomateriais em Implantodontia
Biomateriais em ImplantodontiaBiomateriais em Implantodontia
Biomateriais em Implantodontia
 
Tratamentos biomimeticos 20 frames
Tratamentos biomimeticos   20 framesTratamentos biomimeticos   20 frames
Tratamentos biomimeticos 20 frames
 
PLANEJAMENTO CIRÚRGICO PACIENTE I
PLANEJAMENTO CIRÚRGICO PACIENTE IPLANEJAMENTO CIRÚRGICO PACIENTE I
PLANEJAMENTO CIRÚRGICO PACIENTE I
 
Odontologia UNIEURO - Disciplina de cirurgia Prof. Marcelo Gomes
Odontologia UNIEURO - Disciplina de cirurgia Prof. Marcelo GomesOdontologia UNIEURO - Disciplina de cirurgia Prof. Marcelo Gomes
Odontologia UNIEURO - Disciplina de cirurgia Prof. Marcelo Gomes
 
Biomateriais em implantodontia
Biomateriais em implantodontiaBiomateriais em implantodontia
Biomateriais em implantodontia
 
Enxertos ósseos
Enxertos ósseosEnxertos ósseos
Enxertos ósseos
 
Avaliação pré operatória
Avaliação pré operatóriaAvaliação pré operatória
Avaliação pré operatória
 

Semelhante a Cirurgia Bucal - Oral Surgery - Insight sobre os pré e pós operatório - instruções - orientações - recomendações

PBI 2014
PBI 2014PBI 2014
Autocuidado Apoiado
Autocuidado ApoiadoAutocuidado Apoiado
_new_247565.pwafewjfhkwejhfkjhauiahfuieh
_new_247565.pwafewjfhkwejhfkjhauiahfuieh_new_247565.pwafewjfhkwejhfkjhauiahfuieh
_new_247565.pwafewjfhkwejhfkjhauiahfuieh
MissionrioOtavioSant
 
Como escolher o seu cirurgião plástico
Como escolher o seu cirurgião plásticoComo escolher o seu cirurgião plástico
Como escolher o seu cirurgião plástico
Dr. Daniel Borges
 
Pbi 2014
Pbi 2014Pbi 2014
Segurança do paciente e procedimento invasivo - Tópico 10_Guia Curricular da OMS
Segurança do paciente e procedimento invasivo - Tópico 10_Guia Curricular da OMSSegurança do paciente e procedimento invasivo - Tópico 10_Guia Curricular da OMS
Segurança do paciente e procedimento invasivo - Tópico 10_Guia Curricular da OMS
Proqualis
 
[Ebook] Tudo sobre a rinoplastia
[Ebook] Tudo sobre a rinoplastia[Ebook] Tudo sobre a rinoplastia
[Ebook] Tudo sobre a rinoplastia
Dr. Daniel Borges
 
POP Procedimento operacional padrao - atendimento primeira consulta clinica o...
POP Procedimento operacional padrao - atendimento primeira consulta clinica o...POP Procedimento operacional padrao - atendimento primeira consulta clinica o...
POP Procedimento operacional padrao - atendimento primeira consulta clinica o...
Senior Consultoria em Gestão e Marketing
 
Case Shouldice Hospital - Respostas 1
Case Shouldice Hospital - Respostas 1Case Shouldice Hospital - Respostas 1
Case Shouldice Hospital - Respostas 1
Fernando Holanda
 
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptx
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptxEducação para o Trabalho ENVIAR.pptx
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptx
FabianoDoVale
 
Assistência de enfermagem
Assistência de enfermagem Assistência de enfermagem
Assistência de enfermagem
Chris Siqueira
 
Get course
Get courseGet course
Como Melhorar o Atendimento da Primeira Consulta na sua Clínica Odontológica.pdf
Como Melhorar o Atendimento da Primeira Consulta na sua Clínica Odontológica.pdfComo Melhorar o Atendimento da Primeira Consulta na sua Clínica Odontológica.pdf
Como Melhorar o Atendimento da Primeira Consulta na sua Clínica Odontológica.pdf
Senior Consultoria em Gestão e Marketing
 
Entrevistas pontual farmacêutica
Entrevistas pontual farmacêuticaEntrevistas pontual farmacêutica
Entrevistas pontual farmacêutica
contrastepropaganda
 
Erros de medicação
Erros de medicaçãoErros de medicação
Erros de medicação
fernandoamendola
 
Mod3 doclegais prontuario_odonto
Mod3 doclegais prontuario_odontoMod3 doclegais prontuario_odonto
Mod3 doclegais prontuario_odonto
Lucas Stolfo Maculan
 
Cirurgia ortognática mandíbula
Cirurgia ortognática mandíbulaCirurgia ortognática mandíbula
Cirurgia ortognática mandíbula
Sorriso Ideal
 
Pesquisa de aceitação do checklist
Pesquisa de aceitação do checklistPesquisa de aceitação do checklist
Pesquisa de aceitação do checklist
cmecc
 
Segurança do Doente e Boas Práticas de Consentimento Esclarecido na Realizaçã...
Segurança do Doente e Boas Práticas de Consentimento Esclarecido na Realizaçã...Segurança do Doente e Boas Práticas de Consentimento Esclarecido na Realizaçã...
Segurança do Doente e Boas Práticas de Consentimento Esclarecido na Realizaçã...
Fernando Barroso
 
Sae
SaeSae

Semelhante a Cirurgia Bucal - Oral Surgery - Insight sobre os pré e pós operatório - instruções - orientações - recomendações (20)

PBI 2014
PBI 2014PBI 2014
PBI 2014
 
Autocuidado Apoiado
Autocuidado ApoiadoAutocuidado Apoiado
Autocuidado Apoiado
 
_new_247565.pwafewjfhkwejhfkjhauiahfuieh
_new_247565.pwafewjfhkwejhfkjhauiahfuieh_new_247565.pwafewjfhkwejhfkjhauiahfuieh
_new_247565.pwafewjfhkwejhfkjhauiahfuieh
 
Como escolher o seu cirurgião plástico
Como escolher o seu cirurgião plásticoComo escolher o seu cirurgião plástico
Como escolher o seu cirurgião plástico
 
Pbi 2014
Pbi 2014Pbi 2014
Pbi 2014
 
Segurança do paciente e procedimento invasivo - Tópico 10_Guia Curricular da OMS
Segurança do paciente e procedimento invasivo - Tópico 10_Guia Curricular da OMSSegurança do paciente e procedimento invasivo - Tópico 10_Guia Curricular da OMS
Segurança do paciente e procedimento invasivo - Tópico 10_Guia Curricular da OMS
 
[Ebook] Tudo sobre a rinoplastia
[Ebook] Tudo sobre a rinoplastia[Ebook] Tudo sobre a rinoplastia
[Ebook] Tudo sobre a rinoplastia
 
POP Procedimento operacional padrao - atendimento primeira consulta clinica o...
POP Procedimento operacional padrao - atendimento primeira consulta clinica o...POP Procedimento operacional padrao - atendimento primeira consulta clinica o...
POP Procedimento operacional padrao - atendimento primeira consulta clinica o...
 
Case Shouldice Hospital - Respostas 1
Case Shouldice Hospital - Respostas 1Case Shouldice Hospital - Respostas 1
Case Shouldice Hospital - Respostas 1
 
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptx
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptxEducação para o Trabalho ENVIAR.pptx
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptx
 
Assistência de enfermagem
Assistência de enfermagem Assistência de enfermagem
Assistência de enfermagem
 
Get course
Get courseGet course
Get course
 
Como Melhorar o Atendimento da Primeira Consulta na sua Clínica Odontológica.pdf
Como Melhorar o Atendimento da Primeira Consulta na sua Clínica Odontológica.pdfComo Melhorar o Atendimento da Primeira Consulta na sua Clínica Odontológica.pdf
Como Melhorar o Atendimento da Primeira Consulta na sua Clínica Odontológica.pdf
 
Entrevistas pontual farmacêutica
Entrevistas pontual farmacêuticaEntrevistas pontual farmacêutica
Entrevistas pontual farmacêutica
 
Erros de medicação
Erros de medicaçãoErros de medicação
Erros de medicação
 
Mod3 doclegais prontuario_odonto
Mod3 doclegais prontuario_odontoMod3 doclegais prontuario_odonto
Mod3 doclegais prontuario_odonto
 
Cirurgia ortognática mandíbula
Cirurgia ortognática mandíbulaCirurgia ortognática mandíbula
Cirurgia ortognática mandíbula
 
Pesquisa de aceitação do checklist
Pesquisa de aceitação do checklistPesquisa de aceitação do checklist
Pesquisa de aceitação do checklist
 
Segurança do Doente e Boas Práticas de Consentimento Esclarecido na Realizaçã...
Segurança do Doente e Boas Práticas de Consentimento Esclarecido na Realizaçã...Segurança do Doente e Boas Práticas de Consentimento Esclarecido na Realizaçã...
Segurança do Doente e Boas Práticas de Consentimento Esclarecido na Realizaçã...
 
Sae
SaeSae
Sae
 

Último

Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
marjoguedes1
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
sula31
 
A ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptx
A ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptxA ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptx
A ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptx
FeridoZitoJonas
 
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdfHistória da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
JandersonGeorgeGuima
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
Luiz Henrique Pimentel Novais Silva
 
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptxDESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
Klaisn
 
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
CatieleAlmeida1
 
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
AmaroAlmeidaChimbala
 

Último (9)

Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
 
A ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptx
A ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptxA ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptx
A ÉTICA NA MODERNIDADE(Crise d moral e problemas atuais).pptx
 
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdfHistória da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
 
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
 
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptxDESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
 
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
 
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
 

Cirurgia Bucal - Oral Surgery - Insight sobre os pré e pós operatório - instruções - orientações - recomendações

  • 1. 2013 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Pré e Pós Operatório: Instruções Orientações & Recomendações Dr. Luiz Fernando Cendron Cirurgião-Dentista Membro do International Team For Implantology 55 61 9981-4010 - www.cendron.com.br
  • 2. 2 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & 2 RECIBO Recebi nesta data o Manual com Instruções, Orientações & Recomendações para o Pré e Pós Operatório:  Nome Completo: _____________________________________________  Recebi em: __________/_________________________/_______________  Assinatura: ____________________________________________________ Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 2
  • 3. 3 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & Índice em Desenvolvimento 1. PRÉ-OPERATÓRIO o Anamnese o Exames Clínicos o Exames Radiológicos       CBTC - Cone-Beam Tomografia Computadorizada Volumétrica em Aparelho PreXion com Reconstrução do Elemento em 3D Radiografia Panorâmica com Traçado para Implante Radiografias Periapicais Radiografias Bite-Wing Prototipagem Radiografia Carpal - Ossos Sesamóides o Exames Laboratoriais & Complementares         Coagulograma Creatinina Glicose Hemograma Completo Potássio Sódio Uréia Outros Exames o Medicamentos & Interações Medicamentosas         Aspirina (ácido acetilsalicílico, AAS, etc...) Sedação Mínima & Respectivos Reversores Vasodilatadores Anticoagulantes Cortisona Medicamento à base de bifosfonatos AntIbióticos & Anticoncepcionais Outros Medicamentos Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 3 3
  • 4. 4 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & * Nunca deixe medicamentos ao alcance de crianças, incapazes ou animais. * Nada substitui a vigilância constante de adultos conscientes e responsáveis. o Médicos - Equipe e/ou Junta Médica - Interação & Acompanhamento > Classificação ASA > Risco Cirúgico o Gravidez - Gestação - Amamentação o Doenças Crônicas & Sistêmicas o Alergia o Bebidas Alcoólicas o Tabagismo o Preparo da Boca - Profilaxia e Procedimentos PréCirurgia Eletiva & Higiene Bucal e o Sucesso da Cirurgia o Agendamento da Cirurgia Eletiva o Véspera à Cirurgia Eletiva o Cirurgia a ser realizada pela Manhã o Cirurgia a ser realizada à Tarde o Cirurgia a ser realizada à Noite o 15 Minutos Antes o Cancelamento da Cirurgia Eletiva 2. TRANS-OPERATÓRIO o Pessoa acompanhando o Paciente o Horário para Apresentação o Diálogo Cirurgião-Paciente antes de Iniciar a Cirurgia Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 4 4
  • 5. 5 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & o Confirmação da Cobertura Antibiótica & Interações com Medicamentos o Cancelamento da Cirurgia Eletiva 3. PÓS-OPERATÓRIO o Imediatamente após a Cirurgia Eletiva o Horas Críticas: Os Três Primeiros Dias o A primeiras 24 hs Pós-Cirurgia o 48 horas o 72 horas o Higiene Bucal e o Sucesso da Cirurgia o Primeira Semana o 10 Dias o 15 Dias o 30 Dias o 60 Dias o 90 Dias o 120 Dias o 180 dias o 01 Ano o 05 Anos... o 10 anos Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 5 5
  • 6. 6 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & 4. ACOMPANHAMENTO & MANUTENÇÃO o Documentos Sob a Guarda do Cirurgião o Higiene Bucal o Radiografias o Exames Laboratoriais o Exames Complementares Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 6 6
  • 7. 7 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & Prólogo Certeza de Mudanças A Cirurgia não é uma ciência exata, exclusivamente matemática, é composta pela somatória de todas as ciências, iniciando pela filosofia, que é a mãe de todas as ciências, passando pela anatomia, estatística, física, geometria, química, informática, enfim, todo o conhecimento humano disponível Viver um dia após o outro, nos traz o entendimento de que a vida está em movimento, aprendendo, evoluindo e se adaptando, porque a única certeza são as mudanças Mudanças vem de dentro O paciente será conscientizado da importância do seu tratamento e querer ser tratado. Deverá estar presente física e emocionalmente, comprometendo-se e preparando-se para participar da tomada das melhores decisões visando minimizar os riscos e maximizar as possibilidades do entendermos como sucesso O resultado mais favorável poderá não ser alcançado logo ao final do primeiro ato cirúrgico, mas ao longo do decorrer de um período de tempo, às vezes curto, às vezes mais longo Empatia O relacionamento entre o paciente e o cirurgião será construído durante o processo para alcançar nosso objetivo; "Tratar o doente e não a doença", como ensinou o Dr. Aloysio Campos Da Paz Junior Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 7 7
  • 8. 8 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & A Verdade e a Autodeterminação das Coisas Buscaremos a verdade para chegarmos a um diagnóstico: tudo o que não for trazido à consciência para análise e reflexão, seguirá o seu destino Intrínsicamente Interdependentes A cavidade bucal não está separada do restante do corpo - um não vive sem o outro - o que acontece em outras áreas do corpo pode ou não apresentar sintomas na boca e vice-versa Sendo a Odontologia, a Medicina e todas as outras Ciências partes do todo do conhecimento, são indissociáveis Pró-Ativo Como em qualquer outra área de nossa vida, começaremos fazendo o que sabemos ser necessário, depois faremos o possível e logo poderemos talvez, fazer o que a princípio parecia impossível Cirurgias de Emergência e Eletiva Existem dois tipos de Cirurgia, a de Cirurgia de Emergência que o próprio nome já avisa precisar ser realizada tão logo seja possível, e a Cirurgia Eletiva que podemos agendar com antecedência o dia e o horário para sua realização. Este texto tem a intenção de fazer referência apenas à alguns tipos de cirurgias bucais eletivas, embora determinados procedimentos possam ser aplicáveis também às de emergência A Direção Certa Identificar determinado problema pode ser metade da sua solução, mas a velocidade com que os trabalhos andarão só será importante se estivermos na direção certa Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 8 8
  • 9. 9 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & Durante nossa caminhada juntos, o diálogo franco, contínuo, aberto e permanente entre paciente e cirurgião, o histórico médico-odontológico, exames radiológicos, exames laboratoriais colhidos, interações com especialistas médicos e cirurgiões-dentistas, outros exames complementares que se apresentarem como necessários nos levarão à metade do caminho: o diagnóstico, prognóstico, planejamento do tratamento e estratégia de abordagem Responsabilidade sobre a Informação Temos ao nosso alcance telefones de diversos tipos, fax, scanners, rádios, SMS-Torpedos, MMS, RSS, livros, e-books, audio-livros, CDs, DVDs, pen-drives, câmeras digitais, câmeras com IP, Google, Youtube, Slideshare, LiveStream, Dropbox, Facebook, Linkedin, Twitter, revistas, Skype, jornais e revistas impressos ou eletrônicos, 3D, 4D, 4G, TVs interativas, websites, Blogs, cloud-computing, AddThis, uma infinidade de e-mails e uma senha para cada um... A informação está horizontalizada, estando ao alcance de todos e qualquer um gerar e compartilhar toda e qualquer tipo de informação, que criada neste momento, daqui a poucos segundos poderá estar compartilhada com todos, a todo momento e em qualquer lugar Como todos podem publicar tudo em qualquer lugar, nem sempre essa informação tem conteúdo valido, não tem qualidade no sentido e não resiste a uma análise um pouco mais profunda Dentro desse universo, procure sempre o conhecimento disponibilizado por fontes seguras, profissionais, confiáveis, que se responsabilizem e possam ser responsabilizadas pela utilização das informações fornecidas Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 9 9
  • 10. 10 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & A outra metade do caminho 10 A seguir estarão a execução, acompanhamento e manutenção; como uma construção que é erigida apenas uma vez, mas é necessário conservá-la diariamente para manter-se funcional Detalhes e dúvidas, precisam ser tratados com respeito, mesmo que pareçam irrelevantes, trazidos sistematicamente para uma análise detalhada e minuciosa, esgotando-os até nos sentirmos à vontade com o objetivo a ser alcançado Serão analisados pelo que realmente são, sem perder a perspectiva do todo e do objetivo Esclarecendo Dúvidas Se houver alguma coisa a ser dita, diga sempre primeiro e diretamente ao seu cirurgião Primeiro Passo Comece com a leitura deste texto: releia-o compreendê-lo e internalizá-lo completamente até Melhor prevenir um ano antes que um segundo depois Luiz Fernando Cendron Cirurgião-Dentista Membro do International Team for Implantology Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 10
  • 11. 11 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & Pré-Operatório 11 1. Medicamentos: Se você vai ser submetido à Cirurgia e estiver fazendo uso de: a. b. c. d. e. f. g. Aspirina (ácido acetilsalicílico, AAS, etc...) Sedativos & Respectivos Reversores Vasodilatadores Anticoagulantes Cortisona Medicamento à base de bifosfonatos AntIbióticos & Anticoncepcionais: possibilidade de inteferencia dos antibióticos nos efeito de anticoncepcionais Ou qualquer outro medicamento, é de muito importante comunicar ao Cirurgião-Dentista com pelo menos uma semana de antecedência para receber as orientações necessárias. Os medicamentos podem apresentar efeitos colaterais paradoxais, que são os que não desejamos que aconteçam. e Formulários/Receituários:  Formulário de Controle Especial  Formulário Tipo B - Cor Azul*  Poderá ser solicitado o Risco Cirúrgico * Website do Ministério da Saúde e/ou Secretaria de Saúde. * Nunca deixe medicamentos ao alcance de crianças, incapazes ou animais. * Nada substitui a vigilância constante de adultos conscientes e responsáveis. 2. Gravidez, Gestação e Lactação & Amamentação: assim que receber as boas notícias de está gestacional recomenda-se tão logo quanto possível, comunicar ao CirurgiãoDentista para as orientações necessárias. 3. Doenças Sistêmicas e/ou Crônicas: Se tiver doença cardiovascular, diabetes, hemofilia ou qualquer outra doença que seja do seu conhecimento - mesmo que acredite não interferir na Cirurgia - deverá comunicar ao Cirurgião-Dentista para receber as orientações e coberturas necessárias. Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 11
  • 12. 12 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & 04 Perguntas para o histórico de Diabetes: 1. 2. 3. 4. Como está o controle da doença? Quais são os que está tomando atualmente? Passou por alguma complicação recente? Quando foi seu último exame de glicemia? Será necessário o preparo da boca realizando-se primeiramente procedimentos de urgência, profilaxia e outros, para obtermos as melhores condições possíveis de pré-operatório e depois realizar-se a Cirurgia Eletiva. 4. Equipe ou Junta Médica: fornecer ao Cirurgião-Dentista os dados do médico e/ou equipe ou junta médica que o estiver acompanhando, como:     nome completo do médico e/ou equipe-junta médica especialidades de cada médico telefones fixo, móvel e/ou Nextel para contato imediato e-mail, website e endereço completo para correspondência Poderá ser solicitado o Atestado de Risco Cirúrgico. 5. Exames Radiológicos: a data da cirurgia eletiva só poderá ser marcada com todas as radiografias e os exames laboratoriais em mãos. Exame Clínico > Dentados  01 Panorâmica  Bite-Wings  Periapicais Dentes Inclusos  01 Panorâmica  01 Periapical do Dente Incluso  01 Tomografia em aparelho PreXion de Dente Retido + Solicitação de Reconstrução do Dente Retido em 3D Implantes  01 Panorâmica com Traçado para Implante  01 Tomografia em aparelho PreXion de Dente Retido + Solicitação de Reconstrução do Dente em 3D  Prototipagem (se necessária) Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 12 12
  • 13. 13 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & Pós-Operatório & Acompanhamento  01 Panorâmica  Periapicais 6. Exames Laboratoriais: a data da cirurgia eletiva só poderá ser marcada com todas as radiografias e os exames laboratoriais em mãos. Exemplos:          Coagulograma Creatinina Glicose Hemograma Completo Potássio Sódio Uréia Testes com Alergenos e outros que forem considerados necessários 7. Alergias: se for alérgico a algum alimento, medicamento, anestésico, iodo, esparadrapo, gaze, metal, solicite ao CirurgiãoDentista uma lista detalhada especificando todos os materiais, instrumental cirúrgico e medicamentos que serão utilizados na cirurgia e comunicar ao Cirurgião-Dentista com antecedência de 01 (uma) semana para receber as orientações necessárias, realizar testes laboratoriais com alergenos e/ou permitir a substituição por possíveis similares. 8. Bebida Alcoólica: é absolutamente proibida a ingestão de qualquer tipo ou espécie de bebida alcoólica nos 04 (quatro) dias antecedentes à cirurgia e nos 10 (dez) dias corridos e sucessivos após a realização da Cirurgia. (compromete a profilaxia /cobertura antibiótica). 9. Tabagismo: abster-se de fumar nos 04 (quatro) dias antecedentes á cirurgia nos 30 (trinta) dias corridos e sucessivos após a realização da Cirurgia. Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 13 13
  • 14. 14 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & 10. Na noite de véspera à Cirurgia:  tomar correta e pontualmente a medicação prescrita: se você tiver alguma dificuldade no controle das doses e horários solicite uma planilha para controle:  ingerir alimentos leves  realizar higiene bucal aprimorada (veja a seguir): Orientação em Higiene Bucal Material Espelho Fio Dental & Fita Dental Passa-Fio Pasta Dental Escova Interdental com Tufos Escova de Dentes Raspador/limpar de Língua Antisséptico Bucal WaterPick Periogard (só usar sob orientação profissional) Água Oxigenada 10 Volumes 1. Limpeza da região interdental > entre os dentes     coloque um pouco de pasta de dentes na palma de uma das mãos, com a digital de um dedo da outra mão colher um pouco de pasta e pressionar no meio dos dentes = entre os dentes = espaços interdentais; passar gentilmente o fio dental com movimentos de vaie-vém (assemelha-se ao movimento de um engraxate/sapateiro ao lustrar os sapatos) pelo ponto-decontato - é o onde um dente encosta no outro - entre os dentes para não machucar a gengiva entre os dentes; com movimentos de vai-e-vém e subindo e descendo pelo lado do dente, fazer a higienização de um dos dentes, passar o fio dental por cima da gengiva e fazer a higienização da lado interdental do outro dente; a parte de cima da língua pode ter uma coloração esbranquiçada que é chamada de saburra lingual, causa de alta porcentagem de mau-hálito ( de 80% a 90% das vezes ) e pode ser removida escovando a língua com a escova de dentes ou um raspador-limpador de língua que você pode encontrar nas farmácias; Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 14 14
  • 15. 15 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações  Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & se estiver usando um aparelho ortodôntico, tiver alguma prótese fixa, ou implantes, é importante fazer a higienização usando: 1. fio dental e o passa-fio: você encontra nas farmácias 2. o aparelho WaterPick, veja no site da WaterPick: http://www.waterpik-store.com 3. escova de dentes 4. escovas interdentais com tufos 5. e pasta de dentes 6. nos implantes, enlaçar o implante com o fio dental e pasta de dentes 2. Limpeza das faces livres dos dentes As faces livres são:     o lado dos dentes que encostam nas bochechas e lábios > lado vestibular o lado dos dentes que são virados para o céu da boca ( palato ou pálato) > lado palatino o lado dos dentes que estão em contato com a língua > lado lingual e o lado dos dentes que cortam e trituram os alimentos > lado incisal ou oclusal As faces livres devem ser higienizadas com escova e pasta de dentes. 3. A higienização termina bochechando um antisséptico bucal: Listerine, Flogoral, Cepacol, etc... concentrados ou diluídos em água, como ficar mais agradável para você.  tomar banho, fazer e/ou aparar a barba e bigode o máximo possível  selecionar roupa leve, folgada e confortável: camiseta e bermuda, jogging, etc... que irá vestir na manhã seguinte, para facilitar a troca da roupa pelo avental que será fornecido  outros itens como documentos, radiografias, etc...  de manhã uma pessoa deverá acompanhá-lo à Cirurgia  prepara-se mentalmente, evitar stress de qualquer tipo, seja físico, emocional ou mental  ir dormir cedo, para descansar com tranquilidade e acordar bem disposto Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 15 15
  • 16. 16 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & 11. Cirurgia a ser realizada pela Manhã:  tomar corretamente a medicação prescrita  café da manhã à base de sucos e frutas  alimentar-se de forma comedida para não sentir-se "pesado” durante a Cirurgia  fazer uma higiene bucal adequada  vestir roupa leve, folgada e confortável: camiseta e bermuda, jogging... para facilitar a troca da roupa pelo avental que será fornecido  mulheres: não deverão usar maquiagem, cremes, batom, blush, etc... para facilitar a limpeza da pele antes da Cirurgia  homens: fazer e/ou aparar a barba e bigode, o máximo possível  vir acompanhado para poder retornar à sua casa porque não poderá dirigir ou outros fazer esforços  desmarcar todos os compromissos porque após a Cirurgia deverá permanecer em repouso absoluto; 12. Cirurgia a ser realizada Após o Almoço:  tomar corretamente a medicação prescrita  almoçar com alimentação leve, como saladas, salada de atum, peixe ou frango, frutas ou legumes  alimentar-se de forma comedida para não sentir-se "pesado” durante a Cirurgia  fazer uma higiene bucal adequada  vestir roupa leve, folgada e confortável: camiseta e bermuda, jogging... para facilitar a troca da roupa pelo avental que será fornecido  mulheres: não deverão usar maquiagem, cremes, batom, blush, etc... para facilitar a limpeza da pele antes da Cirurgia  homens: fazer e/ou aparar a barba e bigode, o máximo possível  vir acompanhado para poder retornar à sua casa porque não poderá dirigir ou outros fazer esforços  desmarcar todos os compromissos porque após a Cirurgia deverá permanecer em repouso absoluto e evitar realizar exercícios físicos por pelo menos 10 (dez) dias após o Ato Cirúrgico Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 16 16
  • 17. 17 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & 12. Cirurgia a ser realizada à Noite:  tomar corretamente a medicação prescrita  fazer refeição com alimentação leve, como saladas, salada de atum, peixe ou frango, frutas ou legumes  alimentar-se de forma comedida para não sentir-se "pesado” durante a Cirurgia  fazer uma higiene bucal adequada  vestir roupa leve, folgada e confortável: camiseta e bermuda, jogging... para facilitar a troca da roupa pelo avental que será fornecido  mulheres: não deverão usar maquiagem, cremes, batom, blush, etc... para facilitar a limpeza da pele antes da Cirurgia  homens: fazer e/ou aparar a barba e bigode, o máximo possível  vir acompanhado para poder retornar à sua casa porque não poderá dirigir ou outros fazer esforços  desmarcar todos os compromissos porque após a Cirurgia deverá permanecer em repouso absoluto e evitar realizar exercícios físicos por pelo menos 10 (dez) dias após o Ato Cirúrgico 13. Quinze Minutos Antes: solicita-se a gentileza de chegar ao consultório com 15 (quinze) minutos de antecedência, para avaliação de estar hábil a submeter-se à cirurgia e não transpassar o horário de outros pacientes que também serão submetidos a atos Cirúrgicos. 14. Impossibilidade de Comparecer à Cirurgia: caso não seja possível comparecer à cirurgia, solicita-se avisar o Cirurgião o mais breve possível. 15. Dúvidas: persistindo quaisquer dúvidas, por gentileza entre em contato com o Cirurgião. Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 17 17
  • 18. 18 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & Pós-Operatório 1. Medicação: Tomar pontualmente a medicação prescrita * Nunca deixe medicamentos ao alcance de crianças, incapazes ou animais. * Nada substitui a vigilância constante de adultos conscientes e responsáveis. 2. Febre: se apresentar febre entrar em contato com o Cirurgião 3. Dor: se apresentar dor entrar em contato com o Cirurgião A dor pode estar composta pelo procedimento cirúrgico, medo, componentes psicológicos e comportamentais, o nível de tolerância à dor difere entre as pessoas. 4. Conversar: evitar conversar nas primeiras 24 horas após a cirurgia 5. Repouso: manter repouso absoluto nas primeiras 48 horas preferencialmente na cama - utilizando dois ou mais travesseiros para manter a cabeça mais elevada do que o corpo; seguindo com repouso relativo por mais 2 (dois) dias 6. Bochechos: evitar bochechos vigorosos nas primeiras 36 (trinta e seis) horas após a cirurgia: evitar assoar o nariz, cuspir, e fumar por uma semana Decorridas as primeiras 36 horas, fazer bochechos moderados com Periogard (Colgate) durante 03 (dois) minutos 04 (quatro) vezes por dia durante 07 (sete) dias 7. Atividades Físicas: evitar atividades físicas ou trabalhos que exijam esforço físico nos primeiros 05 (cinco) dias 8. Exposição ao Sol: evitar expor-se ao sol Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 18 18
  • 19. 19 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & 9. Sangramento: é normal haver algum sangramento, mas pode-se fazer a seguinte compressa: Material: Soro Fisiológico 0,9% > Gelado (conservado em geladeira) Gaze Estéril Água Oxigenada 10 Volumes  compressa de gaze estéril (à venda em farmácias) umedecida em solução composta por 01 (uma) colher de sopa de água oxigenada 10 volumes diluída em meio copo de soro fisiológico 0,9% gelado  dobrar a gaze umedecida na solução e morder fazendo leve compressão sobre o local submetido à cirurgia: durante uma hora (trocar a gaze durante esse período)  caso o sangramento persista telefonar para o Cirurgião Cuidados: Não deixar a água oxigenada ou a solução encostar nos olhos Não engolir a água oxigenada ou a solução Esclarecimento: embora para alguns pacientes a simples presença do sangue tenha um enfoque psicológico negativo, no procedimento cirúrgico para extração de dentes procura-se preencher totalmente o alvéolo com sangue, que protegerá quimicamente e mecanicamente o organismo, impedindo uma solução de continuidade direta entre o meio bucal e o interior do sistema do corpo, assim como promoverá a cicatrização da mucosa e neoformação óssea. 10. Inchaço: nos 03 (três) primeiros dias após a cirurgia ocorrerá edema (inchaço) e dificuldade em abrir completamente a boca. O inchaço durará gradualmente. por uma semana e desaparecerá 11. Compressa com Gelo: colocar compressa de gelo sobre a face (no local correspondente à cirurgia realizada) em intervalos de 15 em 15 minutos nas primeiras 48 (quarenta e oito horas = 02 dias), iniciando imediatamente após a cirurgia. As compressas com gelo devem ser iniciadas imediatamente após o término da cirurgia antes que ocorra qualquer inchaço: a compressa gelada tem a finalidade de inibir o inchaço da região submetida à cirurgia. Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 19 19
  • 20. 20 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & Compressa Caseira com Gelo pode preparada da seguinte forma: a. Material necessário: cubos de gelo 02 (dois) sacos plásticos sem furos superfície firme toalha de rosto Modo de preparo:         pegue uma forma de gelo do seu congelador/freezer; desforme o gelo colocando a forma sob água corrente da pia da cozinha: primeiro na parte de baixo da forma e depois na parte cima; após desformar os cubos de gelo e coloque-os dentro de um pano-de-pratos limpo; junte as quatro pontas do pano-de-pratos fechando o gelo no meio; bata firmemente pano-de-pratos com gelo dentro em uma superfície dura para triturá-lo/moê-lo: coloque o gelo triturado dentro de um saco plástico sem furos e feche-o bem; coloque um segundo saco plástico por fora para reforçar e evitar vazamentos e feche bem; coloque os sacos plásticos com o gelo moído dentro de uma toalha de rosto; coloque a compressa na face em intervalos de 15 em 15 minutos durante os 02 (dois) primeiros dias. Também pode-se colocar água em pequenos sacos plásticos ou quaisquer invólucros flexíveis e atóxicos - os líquidos dilatam-se 9% ao se congelar > deixar um espaço vazio como margem aproximadamente 20% (cerca de 1/5) do recipiente - colocar para congelar e depois enrolar uma tolha e colocar na face sobre o local da cirurgia. 12. Bolsas Térmicas - Frio/Quente: outra opção é adquirir nas farmácias bolsas térmicas como:  Mercur (bolsa térmica gel reutilizável, não tóxica e flexível) http://www.mercur.com.br  bolsa térmica Nexcare http://solutions.3m.com.br  ou Calminex Ice Bag (do tipo apertou-quebrou-gelou) > http://www.calminex.com.br/ da 3M (reutilizável) > Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 20 20
  • 21. 21 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & 13. Alimentação: nas primeiras 24 (vinte e quatro) horas deverá ser líquida e/ou pastosa, preferencialmente fria: sorvete, sucos, vitaminas, gelatina, iogurte, etc... ou à temperatura ambiente: sopa, mingau, consomés frios... No caso de implantes evitar mastigar em cima da região operada e evitar por 04 (quatro) meses mastigar sobre os implantes alimentos crocantes como torresmos, croutons, torradas, etc... porque desorganizam o trabeculado do osso neo-formado. 14. Ingestão de Líquidos: ingerir grande líquidos, pelo menos 02 (dois) litros por dia. quantidade de 15. Não mastigar sobre a região submetida à cirurgia. Sempre que possível evitar a Carga Imediata. 16. Evitar alimentos quentes, alimentos ácidos como limão, abacaxi; enlatados, condimentados. Evitar temperos como: pimentas, vinagre, conservas e evitar bebidas alcoólicas. 17. Não fumar durante 07 (sete) primeiros dias do pósoperatório. 18. Higiene Bucal Local da Cirurgia: não escovar o local da cirurgia, higienizar com um cotonete umedecido em antisséptico bucal ou Periogard, O Periogard só pode ser utilizado sob orientação do CirurgiãoDentista e por um período não superior a 15 (quinze) dias. Outros Dentes e Regiões da Boca: todos os outros dentes devem ser escovados normalmente: 1. Limpeza da região interdental (entre os dentes)   coloque um pouco de pasta de dentes na palma de uma das mãos, com a digital de um dedo da outra mão colher um pouco de pasta e pressionar no espaço entre os dentes (espaços interdentais) passar gentilmente o fio dental com movimentos de vaie-vém (assemelha-se ao movimento de um engraxate/sapateiro ao lustrar sapatos) pelo ponto-decontato - é o ponto exato onde um dente encosta no outro entre os dentes para não machucar a gengiva entre os dentes Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 21 21
  • 22. 22 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações    Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & com movimentos de vai-e-vem e subindo e descendo pelo lado-face do dente, fazer a higienização de um dos dentes, passar o fio dental por cima da gengiva contornandoa e fazer a higienização da lado-face interdental do dente vizinho a parte de cima da língua pode ter uma coloração esbranquiçada que é chamada de saburra lingual, causa de alta porcentagem de mau-hálito ( de 80% a 90% das vezes ) e pode ser removida escovando a língua com a escova de dentes ou um raspador-limpador de língua que você pode encontrar nas farmácias se estiver usando um aparelho ortodôntico, tiver alguma prótese fixa, ou implantes, é importante fazer a higienização usando: fio dental e o passa-fio: você encontra nas farmácias o aparelho WaterPick, veja no site da WaterPick: http://www.waterpik-store.com/index.asp escova de dentes escovas interdentais com tufos e pasta de dentes nos implantes, enlaçar o implante com o fio dental e pasta de dentes 2. Limpeza das faces livres dos dentes As faces livres são:     o lado dos dentes que encostam nas bochechas e lábios > lado vestibular o lado dos dentes que são virados para o céu da boca ( palato ou pálato) > lado palatino o lado dos dentes que estão em contato com a língua > lado lingual e o lado dos dentes que cortam e trituram os alimentos > lado incisal ou oclusal As faces livres devem ser higienizadas com escova e pasta de dentes. 3. A higienização termina bochechando um antisséptico bucal: Listerine, Flogoral, Cepacol, etc... concentrados ou diluídos em água, como ficar mais agradável para você. * Nunca deixe medicamentos ao alcance de crianças, incapazes ou animais. * Nada substitui a vigilância constante de adultos conscientes e responsáveis. Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 22 22
  • 23. 23 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & 19. Compressa Morna: após 72 (setenta e duas horas) se apresentar algum inchaço, proteger a pele com creme hidratante e fazer compressas mornas na região da face e bochechos moderados com salmoura morna enquanto o inchaço persistir Uma complicação relativamente comum após a extração de dentes é a ocorrência de Trismo, uma dor orofacial que poderá incluir a região do ouvido e pescoço, dificuldade em abrir a boca e engolir. O Trismo é uma resposta do corpo à cirurgia e pode ser tratado com analgésico, antibiótico, relaxante muscular, compressas nornas, bochechos nornos, fisioterapia associados ou não.. 20. Não mexer no local da cirurgia com o dedo, palitos, garfo, ou qualquer outro objeto 21. Não colocar: nenhum remédio ou medicamento no local da cirurgia a não ser os prescritos pelo Cirurgião 22. Ferimentos: caso apareça algum ferimento no canto do lábio (comissura labial), passar vaselina solida ou manteiga de cacau A cicatrização da mucosa aproximadamente 15 (quinze) dias. deverá terminar em A neoformação óssea em pacientes sem doenças sistêmicas que a comprometam ou que façam uso de medicamentos queladores de calcio ou que alterem a homeostase de cálcio deve estar completada em aproximadamente 06 (seis) meses. 23 . Hematomas e Equimoses: dependendo da pessoa e do tipo de cirurgia a que foi submetida podem aparecer equimoses (manchas arroxeadas) ou hematomas (manchas vermelhadas) na pele que desaparecerão em uma ou duas semanas 24. Parestesia: é a perda da sensibilidade de determinada região como o lábio, a língua ou a pele, costuma ser temporária desaparecendo gradativamente em aproximadamente entre 06 (seis) meses a 01 (hum) ano Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 23 23
  • 24. 24 Cirurgia Bucal > Reflexão sobre Recomendações Pré e Pós Operatório: Instruções - Orientações & 25. Retorno: retornar após 07 (sete) dias para remover os pontos e avaliar a evolução da cicatrização 26. Documentação Cirúrgica: deverá permanecer sob a guarda do Cirurgião a seguinte documentação para acompanhar o pós-operatório do paciente: o prontuário do paciente etiquetas com especificação dos implantes cópia de todas as radiografias modelos das arcadas modelos de protipagem cópias de todas as prescrições medicamentosas (receitas) com o visto do paciente copia das recomendações que tenha passado com o visto do paciente 27. Diga ao Cirurgião: se houver alguma coisa a ser dita, diga sempre primeiro e diretamente ao seu cirurgião. 28. Persistindo Dúvidas: por gentileza, entre em contato com o Cirurgião Dr. Luiz Fernando Cendron Cirurgião-Dentista Membro do International Team for Implantology  +55 61 9981-4010  contato@cendron.com.br  www.cendron.com.br  Endereço no Youtube: http://www.youtube.com/channel/UC3da6Uf4ivjKa6E wf8-eWfg Antes de imprimir ou copiar , pense no Meio Ambiente. Before printing or copy, think about the Environment. Avant l'impression, il faut penser à l'Environnement. Dr. Luiz Fernando Cendron - Cirurgião- Dentista - www.cendron.com.br - 61 9981-4010 Página 24 24