Mecanismo de 
multiplicação 
contracorrente 
Leitura crítica de Gottschalk & Mylle, 1959 
Prof. Caio Maximino
Contexto histórico 
● O mecanismo pelo qual os rins produzem urina 
concentrada era desconhecido. 
● Kuhn et al. (1942 & 1...
Mecanismo contracorrente
Método: Sujeitos 
● Ratos (Rattus novergicus), linhagem Wistar, em duas 
condições: 
– Hidropenia (privação de água por 18...
Questões para discussão 
1.Para determinar a origem do fluido coletado 
(néfron vs. vaso sanguíneo), Gottschalk e 
Mylle q...
Resultados 
Hidropenia, sem solução hiper ou hipo 
Gottschalk & Mylle, 1959, Fig. 2
Questões para discussão 
2.Essa figura apresenta a osmolalidade da urina e 
do fluido do túbulo distal em animais produzin...
NaCl 5%
Manitol 25%
Questões para discussão 
3.Que efeito a infusão intravenosa de solução 
hipertônica de NaCl produz sobre animais 
hidropên...
Discussão 
4. O fluido tubular está diluído quando deixa o ramo 
ascendente da alça de Henle. Isso poderia acontecer 
pela...
Ratos e hamsteres: alças curtas de Henle 
curtas no córtex 
Rato do deserto: alças longas de néfrons 
justamedulares
Silverthorn, 2010
Questões para discussão 
5.Qual a consequência da diferença anatômica 
entre as espécies usadas? 
6.Quais são as previsões...
Mecanismos osmóticos na excreção e 
reabsorção 
Funções 
Sinapse 
Néfrons 
Equilíbrio 
hidromineral 
e ácido-base 
Nefropa...
Leitura crítica do artigo "Micropuncture study of the mammalian urinary concentrating mechanism" (Gottschalk & Mylle, 1959)
Leitura crítica do artigo "Micropuncture study of the mammalian urinary concentrating mechanism" (Gottschalk & Mylle, 1959)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Leitura crítica do artigo "Micropuncture study of the mammalian urinary concentrating mechanism" (Gottschalk & Mylle, 1959)

833 visualizações

Publicada em

Questões e apontamentos para acompanhamento da leitura do artigo clássico "Micropuncture study of the mammalian urinary concentrating mechanism: Evidence for the countercurrent hypothesis" (Gottschalk & Mylle, 1959)
Turma de biomedicina/2013 da UEPA/Marabá

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
833
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Leitura crítica do artigo "Micropuncture study of the mammalian urinary concentrating mechanism" (Gottschalk & Mylle, 1959)

  1. 1. Mecanismo de multiplicação contracorrente Leitura crítica de Gottschalk & Mylle, 1959 Prof. Caio Maximino
  2. 2. Contexto histórico ● O mecanismo pelo qual os rins produzem urina concentrada era desconhecido. ● Kuhn et al. (1942 & 1951): Modelo de troca contracorrente → gradiente de hiperosmolaridade no interstício medular faz com que ocorram variações na osmolaridade da urina. ● A manutenção dos gradientes de osmolaridade exige o gasto de ATP.
  3. 3. Mecanismo contracorrente
  4. 4. Método: Sujeitos ● Ratos (Rattus novergicus), linhagem Wistar, em duas condições: – Hidropenia (privação de água por 18-24 horas) – Diabéticos (diabetes insispidus por lesão hipotalâmica) ● Hamsteres (Mesocricetus auratus) ● Rato-canguru do deserto (Dipodomys spectabilis) ● Rato do deserto africano (Psammomys obesus)
  5. 5. Questões para discussão 1.Para determinar a origem do fluido coletado (néfron vs. vaso sanguíneo), Gottschalk e Mylle quantificaram proteínas nesse fluido. Por quê?
  6. 6. Resultados Hidropenia, sem solução hiper ou hipo Gottschalk & Mylle, 1959, Fig. 2
  7. 7. Questões para discussão 2.Essa figura apresenta a osmolalidade da urina e do fluido do túbulo distal em animais produzindo urina concentrada a)Qual o ponto principal dessa figura? b)Como a urina torna-se concentrada? c)Se animais que não pudessem produzir vasopressina fossem utilizados no experimento, o que aconteceria?
  8. 8. NaCl 5%
  9. 9. Manitol 25%
  10. 10. Questões para discussão 3.Que efeito a infusão intravenosa de solução hipertônica de NaCl produz sobre animais hidropênicos? Que efeito a infusão intravenosa de solução hipertônica de manitol produz sobre animais hidropênicos?
  11. 11. Discussão 4. O fluido tubular está diluído quando deixa o ramo ascendente da alça de Henle. Isso poderia acontecer pela reabsorção do soluto ou pela secreção de água no túbulo. a)Como Gottschalk e Mylle distinguiram entre essas duas possibilidades? b)A inulina é um carboidrato pequeno que é filtrado pelo glomérulo, mas não é reabsorvido ou secretado pelo néfron. Desenhe um experimento usando a inulina que possa dar uma resposta mais definitiva à questão de como um fluido torna-se mais diluído conforme move-se pelo ramo ascendente da alça de Henle.
  12. 12. Ratos e hamsteres: alças curtas de Henle curtas no córtex Rato do deserto: alças longas de néfrons justamedulares
  13. 13. Silverthorn, 2010
  14. 14. Questões para discussão 5.Qual a consequência da diferença anatômica entre as espécies usadas? 6.Quais são as previsões do modelo de contracorrente que foram demonstradas como verdadeiras por esse artigo?
  15. 15. Mecanismos osmóticos na excreção e reabsorção Funções Sinapse Néfrons Equilíbrio hidromineral e ácido-base Nefropatias Homeostase sistêmica Tortora & Derrickson, 2009

×