SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Baixar para ler offline
Atados – Juntando gente boa

        Cartilha de Voluntariado
        2013




                                                    Atados
                                   Cartilha de Voluntariado
                                                      2013
A   As melhores práticas                           p. 6



B
2   O processo de voluntariado                     p. 7



C
2   Depoimentos                                    p. 13



D
2   Como o Atados pode ajudar                      p. 15



E
2   Manual de Utilização do Atados                 p. 16




                                                      Atados
                                     Cartilha de Voluntariado
                                                        2013
Introdução
Este é um guia para ONGs e instituições do terceiro setor que querem melhorar a gestão
de voluntários. Em uma linguagem simples e direta, são apresentadas as melhores
práticas e dicas de como as ONGs conseguem atrair e reter voluntários.

A cartilha é um resumo do trabalho já realizado por ONGs que são referência na gestão
de voluntários. Siga as orientações para criar uma melhor relação com grandes e
pequenos grupos de voluntários.

Este trabalho exige esforço e a leitura desta cartilha é somente o começo! Então?



    É HORA DE AUMENTAR E QUANTIDADE E QUALIDADE DOS
    VOLUNTÁRIOS NO BRASIL! VAMOS FAZER ISSO JUNTOS?




                                                                                         Atados
                                                                        Cartilha de Voluntariado
                                                                                           2013
Parceiros
Queríamos primeiramente agradecer aos nosso parceiros, que contribuíram para a
criação deste conteúdo, revisaram as informações e deram um toque especial a este
material.

Realização:

                                           SITE          atados.com.br
                                           CONTATO       contato@atados.com.br




Parceiros:


  SITE    cvsp.org.br                         SITE    ligasolidaria.org.br
  CONTATO orgsociais@voluntariado.org.br      CONTATO voluntariado@ligasolidaria. org.br




  SITE    cantocidadao.org.br                 SITE    teto.org.br/brasil
  CONTATO comunica@cantocidadao.org.br        CONTATO info.brasil@teto.org.br




                                                                                        Atados
                                                                       Cartilha de Voluntariado
                                                                                          2013
A            As melhores práticas
Nesta seção, estão as melhores práticas de voluntariado, ideias simples que são
fundamentais para a gestão eficaz de voluntários.


  1                       ACREDITE NOS VOLUNTÁRIOS
                          O ponto de partida é acreditar nos voluntários e entender a capacidade
                          que eles têm de contribuir para a instituição. Com uma boa gestão de
                          voluntários, é possível ter pessoas capacitadas e comprometidas.
                          Existem diversos exemplos já funcionando no Brasil.



  2                       COMUNIQUE-SE COM RAPIDEZ
                          Imagine um voluntário motivado que acaba de mandar um email
                          demonstrando seu interesse e só recebe a resposta depois de muito
                          tempo. Ele pode perder a vontade, se desestimular e ter uma
                          imagem de falta de profissionalismo da ONG. Portanto, responda
                          com frequência e rapidez os candidatos e voluntários.


  3                       TENHA UM RESPONSÁVEL
                          É muito importante existir um responsável pelo voluntariado. Esta
                          pessoa é responsável por todo processo de voluntariado (veja na
                          seção seguinte) e também por conhecer os voluntários, suas
                          habilidades e disponibilidades.




  4                       TENHA UM SONHO GRANDE
                          Os voluntários precisam entender qual o seu papel na ONG e que
                          objetivo eles atendem com o trabalho. O voluntário tem que sentir
                          que está contribuindo para a construção de uma sociedade melhor
                          e como seu esforço está sendo revertido em impacto para a ONG.
                          Portanto, tenha um sonho grande e comunique!




                                                                                              Atados
                                                                             Cartilha de Voluntariado
                                                                                                2013
B           O processo de voluntariado
Para recrutar voluntários, deve-se pensar em todas atividades para ATRAIR e RETER
estes colaboradores. É importante notar que todas estas etapas têm importância. Uma
boa experiência do voluntariado depende que todas etapas sejam cumpridas com
qualidade. A seguir são apresentadas as dicas para cada etapa:
      1. Determine sua necessidade;
      2. Divulgue suas vagas;
      3. Monte um processo seletivo;
      4. Acolha e treine.




                                                                                    Atados
                                                                   Cartilha de Voluntariado
                                                                                      2013
B             O processo de voluntariado

1. Determine sua necessidade
O primeiro passo é saber em quais áreas a sua ONG precisa de voluntários. Reúna-se
com os diversos cargos e áreas da instituição e veja quais as necessidades atuais.
Aproveite para explicar para as outras áreas a importância do trabalho voluntário.
Também converse com outras ONGs para entender as necessidades dessas
organizações, que podem se aplicar a sua organização. Abaixo, segue uma lista de ideias
que podem ser utilizadas em várias áreas de uma ONG (áreas de atuação direta e
indireta).
Depois de identificadas as necessidades, é muito importante determinar quais as
atividades dos voluntários, horário e local de atuação e um responsável pelo voluntário.
O voluntário tem que saber exatamente o que ele vai fazer, como o seu trabalho se
encaixa no contexto da ONG e como isto vai contribuir socialmente’.
O segredo para criar uma vaga atrativa para o voluntário é pensar da seguinte forma:
“Eu me candidataria a esta vaga?”. Outra dica importante é oferecer alguma flexibilidade
para o colaborador, para que ele possa dar novas ideias e criar projetos por conta
própria, com a supervisão de um responsável.
  DICAS DE NECESSIDADES*
  Veja algumas ideias de necessidades nas ÁREAS DIRETAS DE ATUAÇÃO de ONGs:
   Recreação            Auxílio a educação        Palestras
   Aula de línguas      Leitura de histórias      Serviços profissionais (dentista, advogado,
   Aulas de música      Participação em coral      pedagogo, psicológo, contador,
   Oficina de arte      Eventos (festas e bazar)   nutricionista, DJ, designer e fotógrafo, etc)

  Veja algumas ideias de necessidades em ÁREAS DE GESTÃO:
   Comunicação e Marketing:                 Finanças:
   Gestão de Mídias Sociais (ex: Facebook)  Captação de Recursos
   Design de peças publicitárias e logo     Contador e Advogado
   Cobertura de eventos (ex: fotógrafos)    Crowdfunding
   Newsletter e email-marketing
   Recursos Humanos:                        Tecnologia da Informação:
   Gerenciamento de Voluntários             Treinamento em Excel
   Treinamentos                             Desenvolvimento web



               * Quer saber quais vagas podem ser incluídas na sua ONG? Entre em contato:                    Atados
               contato@atados.com.br                                                        Cartilha de Voluntariado
                                                                                                               2013
B           O processo de voluntariado

1. Determine sua necessidade

 Ao criar sua necessidade, detalhe o máximo de informações possível para alinhar as
 expectativas entre o voluntário e a ONG. Assim, o voluntário saberá o que fazer e a
 ONG saberá o que pode cobrar do voluntário.


  Título da vaga: Doutores cidadãos


                                                                            Com atividades bem
    • Descrição da vaga*: Voluntários                                       definitas o voluntário
      caracterizados de palhaços realizam visitas em                      sabe qual o trabalho que
      hospitais ou asilos, após um período de
                                                                           vai desempenhar, o que
      treinamento e estágio.
                                                                            é esperado da ONG e
    • Informações adicionais para a descrição:
                                                                           quais os pré-requisitos
      Os treinamentos são realizados na sede do
      Canto Cidadão e as visitas acontecerão em                            para participar da vaga
      hospitais que possuem parceria com o Canto
      Cidadão.
                                                                            Se não houver carga
    • Pré-requisitos: Ter no mínimo 17 anos até o
                                                                           horária e data de início
      início do treinamento
                                                                           específicas, informar “a
    • Carga horária semanal: Três horas, as
                                                                           combinar”, dentro dos
      segundas-feiras no período da tarde.
                                                                           horários disponíveis da
    • Data de início*: 30/06/2013
                                                                                    ONG.
    • Local*: Rua Galeno de Almeida, 557 –
      Cerqueira Cesar, São Paulo.
    • Responsável*: Nome do Responsável                                    Com o responsável e os
    • Próximos passos*: enviar email para                                      próximos passos
      voluntariado@nomedaong.org com o título                               definidos, o candidato
      [Atados][Título da vaga] para participar.                             sabe exatamente com
      D                                          e                         quem falar e o que deve
      *Campos obrigatórios                                                   fazer para participar



            * Quer saber quais vagas podem ser incluídas na sua ONG? Entre em contato:                    Atados
            contato@atados.com.br                                                        Cartilha de Voluntariado
                                                                                                            2013
B            O processo de voluntariado

2. Divulgue a sua vaga
                                       Depois de saber exatamente quais as vagas
                                       que a sua organização precisa, é necessário
                                       garantir que o maior número de pessoas
                                       tenham conhecimento destas vagas. Existem
                                       diversas formas de divulgar: facebook,
                                       email marketing, contatos ou pelo site do
                                       Atados.
                                       A grande dica é: capriche! Existem dois
                                       motivos para isso: as pessoas são atraídas por
                                       imagens bonitas e estão rodeadas de muitas
                                       informações, então é importante apostar em
                                       chamadas atrativas.
 O clichê “a primeira impressão é aquela que fica” também é válido na divulgação das
 vagas. Se a divulgação for boa, interessa às pessoas. Caprichar na divulgação é fazer
 uma peça publicitária, escolhendo uma imagem bonita e um layout que chame a
 atenção. Talvez você esteja pensando: “Eu não tenho habilidade, nem sou o criativo
 suficiente para fazer esse tipo de coisa”. Se você está pensando desta forma, pode
 ser uma ótima oportunidade para divulgar uma vaga de voluntariado
 Outra dica importante é: explore ao máximo as redes sociais. As redes sociais são
 extremamente baratas (quase sempre gratúitas) para a divulgação. Crie seu ato
 voluntário e compartilhe no facebook a página do ato.



                                            “
 Peça para seguidores compartilharem            Existem dois motivos para
 seus posts, tweets e utilize as redes
                                                 caprichar na divulgação:
 com frequência. Novamente, se você
 não se sentir confortável para mexer          as pessoas são atraídas por
 em email marketing, fanpage, etc.,          imagem bonitas e são rodeadas
                                               de informações, portanto só


                                                                                         ”
 encontre um voluntário que entenda
 do assunto.                                   notam chamadas atrativas.



                                                                                        Atados
                                                                       Cartilha de Voluntariado
                                                                                          2013
B           O processo de voluntariado

3. Monte um processo seletivo
Para selecionar os voluntários ideais para cada vaga, é preciso ter um processo
seletivo que seja capaz de medir a capacidade e o comprometimento do voluntário.
Processo seletivo é um conjunto de atividades que o voluntário precisa fazer para
iniciar o trabalho. O voluntariado é diferente de um trabalho remunerado e assim
também deve ser o processo de recrutamento. Faça um processo divertido, em que a
ONG possa conhecer os voluntários e eles possam conhecer a organização.

  >    Como medir o COMPROMETIMENTO de um voluntário?
 Existem vagas de voluntariado que exigem alto comprometimento. Portanto, é
 necessário criar tarefas no recrutamento que possam medir o comprometimento
 do voluntário antes de ele começar o trabalho. Algumas ideias são:
  Participação nas palestras do CVSP;
  Realização de atividades cidadãs (ex: doação de sangue);
  Preenchimento de formulários;
  Realização de um período de “teste” na ONG por 1 mês, por exemplo.
 Para vagas que não exigem tanto comprometimento, tenha uma abordagem mais
 simples. Talvez uma reunião e a troca de alguns emails já sejam suficientes para
 verificar a vontade, disponibilidade e comprometimento do voluntário.


  > Como medir a CAPACIDADE de um voluntário?
 Algumas das vagas de voluntariado não exigem nenhum conhecimento prévio, mas
 podem exigir habilidades, como por exemplo lidar com crianças. Para medir se um
 voluntário é capaz de realizar uma atividade, você pode:
  Aplicar testes e provas (ex: inglês);
  Verificar o trabalho no campo (ex: acompanhar o trabalho do voluntário por
     algumas horas);
  Pedir um currículo ou certificado de graduação.




                                                                                   Atados
                                                                  Cartilha de Voluntariado
                                                                                     2013
B           O processo de voluntariado

4. Acolha e treine o voluntário
                                    A última, e talvez mais importante, etapa é
                                    receber o voluntário e prepará-lo para o
                                    trabalho. Esta é a etapa que concretiza todas as
                                    outras e possibilita que o voluntário entenda o
                                    método de trabalho da organização. Mas, antes
                                    de iniciar o trabalho, é recomendado ter um
                                    termo de voluntariado.
Esse termo de voluntariado pode ser simplificado pelo cadastro do voluntário no ato
da ONG no Atados, o que respalda a organização, torna o processo fácil para o
voluntário e permite um controle gerencial através do Atados (mais detalhes, pag. 21).
No acolhimento, apresente a ONG, os projetos realizados, a estrutura da instituição e,
principalmente, as pessoas que trabalham na organização. Desta forma, o voluntário
vai se sentir dentro da organização, logo nos primeiros dias de trabalho. Também
treine os funcionários da ONG, para que eles atendam igualmente bem o voluntário.
Na capacitação, realize um treinamento dos voluntários, explicando quais as regras e
procedimentos da ONG, qual é o trabalho que o voluntário irá fazer (de forma
detalhada) e como deve ser desenvolvido o trabalho (ex: quais os prazos, como lidar
com as pessoas, o que não se pode fazer, etc.). Também acompanhe de perto o
trabalho dos voluntários nas primeiras semanas, até que ele se sinta com autonomia
para desenvolver as suas funções.
Quando o voluntário já estiver trabalhando, precisa passar por um processo de
avaliação e receber um feedback do trabalho realizado (pontos positivos e a
desenvolver). Isto é essencial para que o voluntário sinta que seu trabalho está
fazendo a diferença e também para que ele perceba o voluntariado como uma via de
mão dupla: ele ajuda, mas também aprende. No processo de saída, é importante que
haja um processo de transição, para que não fique um "vazio" entre a saída dele e a
entrada de alguém novo, que irá desenvolver as atividades do antigo voluntário.
“O bem mais precioso que o voluntário doa é o TEMPO. Para recompensá-lo por esse
tempo, devolva o resultado e o impacto do seu trabalho!” – Silvia Naccache - CVSP


                                                                                       Atados
                                                                      Cartilha de Voluntariado
                                                                                         2013
C             Depoimentos
Veja os depoimentos de ONGs que já são referência em voluntariado:




                  “
  Silvia Maria Louzã
                     O trabalho voluntário é uma união de esforços de pessoas que
                     enxergam a vida diferente e que se propõe a minimizar as
                     dificuldades do outro, muitas vezes tão distantes se seu próprio
                     entendimento e convívio.
  Naccache,
                     Todos juntos na construção de uma sociedade baseada em valores
  Coordenadora do
                     como solidariedade, compaixão, participação; formando pessoas
  Centro de
                     capazes de construir famílias mais felizes, empresas mais saudáveis e
  Voluntariado de
                     comunidades mais justas e cidadãs, onde todos se percebem parte da
  São Paulo
                     solução para transformar o mundo em um lugar melhor para todos



                                                                                                ”
                     nós e para as gerações futuras.




 “   Voluntariado é compromisso com a felicidade. É multiplicação de
     energia. A conta e simples, quando você ajuda o próximo, percebe
     que o poder de transformação da realidade está em suas mãos.
     Porque com pequenos gestos você é capaz de fazer a diferença na
     vida de muitos, em uma comunidade, em um país.                                     Priscila
     Ser voluntário é ter uma atividade positiva com a vida. Por isso,               Rodrigues,



                                                                         ”
     contagie seu voluntário de felicidade.                                      Coordenadora
                                                                               de voluntariado
                                                                               da Liga Solidária




                                                                                                 Atados
                                                                                Cartilha de Voluntariado
                                                                                                   2013
C                 Depoimentos
Veja os depoimentos de ONGs que já são referência em voluntariado:




 Priscila Pacheco
                    “   A boa gestão de voluntários é algo essencial para o desenvolvimento
                        positivo de uma ONG. Afinal, se ela não acontece os resultados das
                        atividades sociais podem diminuir bastante e a credibilidade da
                        instituição ficar ruim. O Canto acredita que o primeiro passo é ter uma
                        equipe interna equilibrada e treinada, pois sem esses pontos é mais
 dos Santos -           complexo por as ideias de gestão em prática mesmo que elas sejam
 Canto Cidadão          ótimas.
                        Além de aumentar a quantidade e qualidade de voluntários, a gestão é
                        muito importante para demonstrar respeito por aquele que decidiu se
                        dedicar a uma boa causa. Portanto é preciso dar uma atenção especial




                                                                                                ”
                        a essa tarefa que é acessível a qualquer organização, independente de
                        tamanho, tipo de trabalho realizado e recursos disponíveis.




 “
       O grande desafio na gestão do voluntário é garantir que ele esteja
       frequentemente motivado e comprometido com a organização. Para
       isso, é muito importante que se faça um acompanhamento frequente
       do voluntário, para saber quais são suas expectativas e, paralelamente,
       quais metas têm a cumprir, dando sempre feedbacks dos trabalhos                 Bruno Dias,
       realizados e abrindo a possibilidade para que ele também possa                    Diretor de
       desenvolver projetos de iniciativa própria, garantindo que ele tenha            Formação e
       espaço para exercer a criatividade.                                           Voluntariado -
       É preciso ainda que a organização seja uma ferramenta: forneça os                      TETO
       recursos humanos, os recursos financeiros e toda sua estrutura para
       que os voluntários sejam os grandes responsáveis pelo
       desenvolvimento do projeto.
       É muito importante que os voluntários estejam ligados à causa, a um
       trabalho de campo, em que sejam tangíveis os impactos de suas ações.
       No caso do TETO, é fundamental que os voluntários estejam
       frequentemente nas comunidades, conhecendo as famílias, a realidade
       em que vivem, sabendo de fato qual é o nosso objetivo: superar a




                                                                                 ”
       pobreza nas comunidades precárias no trabalho em conjunto com as
       famílias,



                                                                                                   Atados
                                                                                  Cartilha de Voluntariado
                                                                                                     2013
D           Como o Atados pode ajudar
Nesta seção, apresentamos o Atados e como podemos auxiliar a sua ONG atrair e reter
mais voluntários.


O que é o Atados?
O Atados é uma rede social para facilitar que pessoas predispostas a praticar o bem
encontrem as mais diversas oportunidades de voluntariado. Nosso principal objetivo
é estimular boas ações na sociedade.

Para as ONGs, o Atados funciona como um divulgador de vagas e um meio de
comunicação e coordenação dos voluntários.



Quais os benefícios de utilizar o Atados?

            Divulgação de vagas de voluntariado:
            O Atados funciona como um portal de divulgação de vagas de
            voluntariado específico para as pessoas que querem realizar o bem.


            Comunicação e coordenação com voluntários:
            O site permite que as ONGs controlem a atuação dos voluntários e se
            comuniquem individualmente ou por grupos.


            Desenvolvimento e parceria com ONGs:
            Ajudamos a desenvolver nossas ONGs parceiras e fazemos isso de
            diversas formas, como por exemplo, com esta cartilha ou oferecendo
            benefícios de nossos parceiros




                                                                                      Atados
                                                                     Cartilha de Voluntariado
                                                                                        2013
E           Manual de Utilização do Atados
Esta seção mostra como utilizar as principais funcionalidades do Atados para as ONGs.
As funcionalidades são:
       1. Cadastro de ONGs.
       2. Edição do Perfil das ONGs
       3. Cadastro de Atos voluntários:
              Pontuais
              Recorrentes
              Doação de Material
       4. Edição dos Atos
       5. Gerenciamento dos Atos e voluntários
       6. Sistema de Mensagens



1. Cadastro das ONGs
Na página inicial do site (www.atados.com.br), existe um botão no canto superior
direito “SOU UMA ONG”. Para realizar o cadastro, clique neste botão, para ser
encaminhado para o formulário de cadastro.




                                                                                        Atados
                                                                       Cartilha de Voluntariado
                                                                                          2013
E           Manual de Utilização do Atados

1. Cadastro de ONGs (continuação)
 Preencha todas informações possíveis do formulário para ter um perfil completo no
 site. Os campos com asterisco são obrigatórios. No final da página, clique em “Criar
 nova conta” para concluir o cadastro.
 Não se esqueça de caprichar nas fotos e informações.




                                                                                        Atados
                                                                       Cartilha de Voluntariado
                                                                                          2013
E           Manual de Utilização do Atados

2. Edição do Perfil das ONGs
 Caso queira realizarn uma alteração nas informações da ONG, primeiro faça o login
 (canto superior direito do site) como o perfil da instituição. Em seguida, clique no
 perfil da ONG (destacado como A na figura abaixo). Você irá entrar em uma página
 semelhante à abaixo. Clique em “Editar Perfil” (B abaixo) e você poderá alterar as
 informações da instituição.

 Caso deseje alterar a senha ou email, clique em “Minha conta” (C abaixo) e em
 seguida em Configurações.

                                                             A                       C




          B




                                                                                        Atados
                                                                       Cartilha de Voluntariado
                                                                                          2013
E           Manual de Utilização do Atados

3. Criação de Atos voluntários
 Para criar um ato voluntário, primeiro faça o login (canto superior direito do site)
 entrando com a conta da sua instituição. Em seguida, escolha um dos três tipos de
 ato e clique no botão (destacado na figura abaixo). Os três tipos de ato são:
 - Doação de material: doações de itens físicos não monetários
 - Ato pontual: ato que acontece uma única vez (ex: festa junina, ajuda no bazar)
 - Ato Recorrente: ato que acontece repetidas vezes por um período de tempo
     (ex: professor de inglês, contador de histórias por 6 meses)

 Ao clicar neste botão, você será redirecionado para o formulário do ato.




                                                                                        Atados
                                                                       Cartilha de Voluntariado
                                                                                          2013
E          Manual de Utilização do Atados

3. Criação de Atos voluntários (continuação)
 Preencha todas informações possíveis do formulário para ter um ato completo no
 site. Os campos com asterisco são obrigatórios. No final da página, clique em
 “Salvar” para concluir o cadastro.
 Não se esqueça de caprichar nas fotos e informações.
 Em caso de dúvida no preenchimento dos campos, entre em contato conosco
 Lembre-se de prencher os “Próximos Passos” – O que o voluntário deve fazer para
 efetivamente iniciar o trabalho com a ONG




                                                                                   Atados
                                                                  Cartilha de Voluntariado
                                                                                     2013
E           Manual de Utilização do Atados

4. Edição dos Atos
 Para editar um ato, clique no ato que deseja fazer as alterações (é necessário estar
 logado). Em seguida, clique em “Editar ato”, como destacado na imagem abaixo. Ao
 clicar no botão, irá aparecer o formulário do ato e todas informações poderão ser
 alteradas. Ao terminar as alterações, clique em “Salvar”.
 Caso as vagas estejam preenchidas, você pode fechar o Ato, clicando em editar e
 dentro do campo de informação, clique em “fechar ato”




                                                                                        Atados
                                                                       Cartilha de Voluntariado
                                                                                          2013
E           Manual de Utilização do Atados

5. Gerenciamento do Atos e voluntários
 Para visualizar as informações dos candidatos a um ato, entre na página do ato (é
 necessário estar logado). Em seguida, clique em “Gerenciar Ato”, como destacado
 na imagem abaixo. Ao clicar no botão, você será redirecionado a uma página com as
 informações dos voluntários.




 Para um melhor gerenciamento de voluntários recomendamos a criação de um
 email exclusivo para o processo de recrutamento de voluntários, o que permite
 uma resposta mais rápida da organização e evita a perda de emails dos voluntários.
 Recomendamos também que o processo de recrutamento seja realizado por email,
 ou seja, que os próximos passos cadastrados sejam:

 Envie um e-mail para a ONG com o título [Atados][Nome do Ato] revelando
 interesse em paticipar do ato voluntario em questão.


                                                                                      Atados
                                                                     Cartilha de Voluntariado
                                                                                        2013
E          Manual de Utilização do Atados

5. Gerenciamento do Atos e voluntários (continuação)
 Ao entrar na página de gerenciamento, você tem acesso as informações para entrar
 em contato com o candidato ( email, telefone e mensagem).
 Nesta página, também é possível extrair os dados para Excel, como destacado na
 imagem abaixo




                                                                                    Atados
                                                                   Cartilha de Voluntariado
                                                                                      2013
E          Manual de Utilização do Atados

6. Sistema de Mensagens
 Para acessar as mensagens dos usuários, basta realizar o login e entrar na página
 inicial. Em seguida clique em “Mensagens”, como destacado abaixo, e você será
 redirecionado para a página de mensagens.




                                                                                     Atados
                                                                    Cartilha de Voluntariado
                                                                                       2013
E          Manual de Utilização do Atados

6. Sistema de Mensagens (continuação)
 No sistema de mensagens, você pode verificar mensagens novas, responder e
 escrever novas mensagens.
 Para responder as mensagens de usuários, clique na mensagem recebida (como
 destacado abaixo) e você será redirecionado para escrever sua resposta. Depois, é
 só clicar em “enviar”.




                                                                                     Atados
                                                                    Cartilha de Voluntariado
                                                                                       2013
OBRIGADO
Esperamos que esta cartilha tenha ajudado a sua organização aumentar a quantidade e
a qualidade dos voluntários! Lembramos que essa cartilha é só um começo e o Atados
deseja ajudar cada vez mais as organizações no trabalho com voluntários.

Compartilhe essa cartilha com outras organizações que trabalham ou querem trabalhar
com voluntariado. Quanto mais voluntariado, melhor! =)

Boa sorte!




Quer saber mais? Entre em contato com o Atados.

Podemos ajudar na estruturação da área de voluntariado e auxiliar
na gestão de seus voluntários.

Email: contato@atados.com.br

Site: www.atados.com.br
Facebook: www.facebook.com/atadosjuntandogenteboa
Blog: www.atados.com.br/blog



                                                                                     Atados
                                                                    Cartilha de Voluntariado
                                                                                       2013

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dinâmicas e vivências para o trabalho em grupo(1)
Dinâmicas e vivências para o trabalho em grupo(1)Dinâmicas e vivências para o trabalho em grupo(1)
Dinâmicas e vivências para o trabalho em grupo(1)Mestrado-Teologia Mestrado
 
Fortalecendo Projetos de Vida
Fortalecendo Projetos de VidaFortalecendo Projetos de Vida
Fortalecendo Projetos de VidaVocação
 
Grupo e Relações Interpessoais
Grupo e Relações InterpessoaisGrupo e Relações Interpessoais
Grupo e Relações InterpessoaisJorge Barbosa
 
Serviço Social Perguntas e Respostas - para iniciante
Serviço Social   Perguntas e Respostas - para inicianteServiço Social   Perguntas e Respostas - para iniciante
Serviço Social Perguntas e Respostas - para inicianteRosane Domingues
 
CRAS - Centro de Referencia de Assistência Social
CRAS - Centro de Referencia de Assistência SocialCRAS - Centro de Referencia de Assistência Social
CRAS - Centro de Referencia de Assistência SocialAllan Shinkoda
 
Comunidade & Sociedade
Comunidade & SociedadeComunidade & Sociedade
Comunidade & SociedadeIsaquel Silva
 
Projeto de intervenção estagio ii -
Projeto de intervenção   estagio ii -Projeto de intervenção   estagio ii -
Projeto de intervenção estagio ii -Alexsandra Veras
 
Instrumentais tecnico operativos no servico social
Instrumentais tecnico operativos no servico socialInstrumentais tecnico operativos no servico social
Instrumentais tecnico operativos no servico socialAna santos
 
Fundamentos da Psicologia Social
Fundamentos da Psicologia SocialFundamentos da Psicologia Social
Fundamentos da Psicologia SocialMarcos Pereira
 
Estereótipos, preconceitos e discriminação
Estereótipos, preconceitos e discriminaçãoEstereótipos, preconceitos e discriminação
Estereótipos, preconceitos e discriminaçãomafertoval
 
Informações sobre Autismo
Informações sobre AutismoInformações sobre Autismo
Informações sobre AutismoTathiane Cuesta
 

Mais procurados (20)

Dinâmicas e vivências para o trabalho em grupo(1)
Dinâmicas e vivências para o trabalho em grupo(1)Dinâmicas e vivências para o trabalho em grupo(1)
Dinâmicas e vivências para o trabalho em grupo(1)
 
Estudo social e parecer social
Estudo social e parecer socialEstudo social e parecer social
Estudo social e parecer social
 
Fortalecendo Projetos de Vida
Fortalecendo Projetos de VidaFortalecendo Projetos de Vida
Fortalecendo Projetos de Vida
 
A Depressão
A DepressãoA Depressão
A Depressão
 
Grupo e Relações Interpessoais
Grupo e Relações InterpessoaisGrupo e Relações Interpessoais
Grupo e Relações Interpessoais
 
Serviço Social Perguntas e Respostas - para iniciante
Serviço Social   Perguntas e Respostas - para inicianteServiço Social   Perguntas e Respostas - para iniciante
Serviço Social Perguntas e Respostas - para iniciante
 
CRAS - Centro de Referencia de Assistência Social
CRAS - Centro de Referencia de Assistência SocialCRAS - Centro de Referencia de Assistência Social
CRAS - Centro de Referencia de Assistência Social
 
Comunidade & Sociedade
Comunidade & SociedadeComunidade & Sociedade
Comunidade & Sociedade
 
Projeto de intervenção estagio ii -
Projeto de intervenção   estagio ii -Projeto de intervenção   estagio ii -
Projeto de intervenção estagio ii -
 
Cuidando de quem cuida: a saúde mental dos profissionais da saúde
Cuidando de quem cuida: a saúde mental dos profissionais da saúdeCuidando de quem cuida: a saúde mental dos profissionais da saúde
Cuidando de quem cuida: a saúde mental dos profissionais da saúde
 
Exclusão social tsp
Exclusão social tspExclusão social tsp
Exclusão social tsp
 
Habilidades Sociais
Habilidades SociaisHabilidades Sociais
Habilidades Sociais
 
Instrumentais tecnico operativos no servico social
Instrumentais tecnico operativos no servico socialInstrumentais tecnico operativos no servico social
Instrumentais tecnico operativos no servico social
 
Fundamentos da Psicologia Social
Fundamentos da Psicologia SocialFundamentos da Psicologia Social
Fundamentos da Psicologia Social
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
 
Inteligencia emocional
Inteligencia emocionalInteligencia emocional
Inteligencia emocional
 
Psicologia social
Psicologia socialPsicologia social
Psicologia social
 
Paif e scfv
Paif e scfvPaif e scfv
Paif e scfv
 
Estereótipos, preconceitos e discriminação
Estereótipos, preconceitos e discriminaçãoEstereótipos, preconceitos e discriminação
Estereótipos, preconceitos e discriminação
 
Informações sobre Autismo
Informações sobre AutismoInformações sobre Autismo
Informações sobre Autismo
 

Destaque

ATADOS – WE not ME
ATADOS – WE not MEATADOS – WE not ME
ATADOS – WE not MEWEnotME
 
(Transformar 16) gestão de voluntariado 1
(Transformar 16) gestão de voluntariado 1(Transformar 16) gestão de voluntariado 1
(Transformar 16) gestão de voluntariado 1Ink_conteudos
 
Volunteering Powerpoint
Volunteering PowerpointVolunteering Powerpoint
Volunteering PowerpointJenny Kotulak
 
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2Wandick Rocha de Aquino
 
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no TrabalhoSlide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no TrabalhoCrícia Silva
 
A princesa baixinha power point
A princesa baixinha   power pointA princesa baixinha   power point
A princesa baixinha power pointlabeques
 

Destaque (8)

Seminário TIB 10 apresentaçao 2010
Seminário TIB 10 apresentaçao 2010Seminário TIB 10 apresentaçao 2010
Seminário TIB 10 apresentaçao 2010
 
ATADOS – WE not ME
ATADOS – WE not MEATADOS – WE not ME
ATADOS – WE not ME
 
(Transformar 16) gestão de voluntariado 1
(Transformar 16) gestão de voluntariado 1(Transformar 16) gestão de voluntariado 1
(Transformar 16) gestão de voluntariado 1
 
Trabalho/educação/voluntariado
Trabalho/educação/voluntariadoTrabalho/educação/voluntariado
Trabalho/educação/voluntariado
 
Volunteering Powerpoint
Volunteering PowerpointVolunteering Powerpoint
Volunteering Powerpoint
 
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
 
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no TrabalhoSlide Qualidade de Vida no Trabalho
Slide Qualidade de Vida no Trabalho
 
A princesa baixinha power point
A princesa baixinha   power pointA princesa baixinha   power point
A princesa baixinha power point
 

Semelhante a Cartilha de voluntariado

Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013
Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013
Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013Portal Voluntários Online
 
Módulo 2 - Capacitação para ONGs - Voluntariado Online FT
Módulo 2 - Capacitação para ONGs - Voluntariado Online FTMódulo 2 - Capacitação para ONGs - Voluntariado Online FT
Módulo 2 - Capacitação para ONGs - Voluntariado Online FTPortal Voluntários Online
 
ApresentaçãO Janes Cravens Port
ApresentaçãO Janes Cravens PortApresentaçãO Janes Cravens Port
ApresentaçãO Janes Cravens PortBruna Pires
 
O que o LinkedIn pode fazer pelo voluntariado?
O que o LinkedIn pode fazer pelo voluntariado?O que o LinkedIn pode fazer pelo voluntariado?
O que o LinkedIn pode fazer pelo voluntariado?Portal Voluntários Online
 
Blogagem - Ser Voluntário Vale a Pena
Blogagem - Ser Voluntário Vale a PenaBlogagem - Ser Voluntário Vale a Pena
Blogagem - Ser Voluntário Vale a Penavitoriotomaz
 
(Transformar 16) gestão de voluntariado 2.1
(Transformar 16) gestão de voluntariado 2.1(Transformar 16) gestão de voluntariado 2.1
(Transformar 16) gestão de voluntariado 2.1Ink_conteudos
 
Oportunidades de voluntariado no LinkedIn Volunteer Marketplace
Oportunidades de voluntariado no LinkedIn Volunteer MarketplaceOportunidades de voluntariado no LinkedIn Volunteer Marketplace
Oportunidades de voluntariado no LinkedIn Volunteer MarketplaceHelena Dias
 
Voluntário
VoluntárioVoluntário
VoluntárioGonçalo
 
Manualcompleto elaboraodeprojetos-110815081629-phpapp01
Manualcompleto elaboraodeprojetos-110815081629-phpapp01Manualcompleto elaboraodeprojetos-110815081629-phpapp01
Manualcompleto elaboraodeprojetos-110815081629-phpapp01Iracema Cema
 
Ética empresarial voluntariado
Ética empresarial   voluntariadoÉtica empresarial   voluntariado
Ética empresarial voluntariadoSergio Pinto
 

Semelhante a Cartilha de voluntariado (20)

Esag Gestão de Pessoas em ONGS
Esag Gestão de Pessoas em ONGSEsag Gestão de Pessoas em ONGS
Esag Gestão de Pessoas em ONGS
 
Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013
Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013
Capacitação Voluntariado Digital Fundação Telefônica 2013
 
Módulo 2 - Capacitação para ONGs - Voluntariado Online FT
Módulo 2 - Capacitação para ONGs - Voluntariado Online FTMódulo 2 - Capacitação para ONGs - Voluntariado Online FT
Módulo 2 - Capacitação para ONGs - Voluntariado Online FT
 
Briefing 03 cav
Briefing 03 cavBriefing 03 cav
Briefing 03 cav
 
Imagem pública manual por Pedro Prchno
Imagem pública manual por Pedro PrchnoImagem pública manual por Pedro Prchno
Imagem pública manual por Pedro Prchno
 
Projeto Voluntariando
Projeto VoluntariandoProjeto Voluntariando
Projeto Voluntariando
 
Captação de voluntários um recurso fundamental para as organizações (silvia n...
Captação de voluntários um recurso fundamental para as organizações (silvia n...Captação de voluntários um recurso fundamental para as organizações (silvia n...
Captação de voluntários um recurso fundamental para as organizações (silvia n...
 
ApresentaçãO Janes Cravens Port
ApresentaçãO Janes Cravens PortApresentaçãO Janes Cravens Port
ApresentaçãO Janes Cravens Port
 
O que o LinkedIn pode fazer pelo voluntariado?
O que o LinkedIn pode fazer pelo voluntariado?O que o LinkedIn pode fazer pelo voluntariado?
O que o LinkedIn pode fazer pelo voluntariado?
 
Blogagem - Ser Voluntário Vale a Pena
Blogagem - Ser Voluntário Vale a PenaBlogagem - Ser Voluntário Vale a Pena
Blogagem - Ser Voluntário Vale a Pena
 
A importância do Voluntariado Corporativo
A importância do Voluntariado CorporativoA importância do Voluntariado Corporativo
A importância do Voluntariado Corporativo
 
(Transformar 16) gestão de voluntariado 2.1
(Transformar 16) gestão de voluntariado 2.1(Transformar 16) gestão de voluntariado 2.1
(Transformar 16) gestão de voluntariado 2.1
 
Oportunidades de voluntariado no LinkedIn Volunteer Marketplace
Oportunidades de voluntariado no LinkedIn Volunteer MarketplaceOportunidades de voluntariado no LinkedIn Volunteer Marketplace
Oportunidades de voluntariado no LinkedIn Volunteer Marketplace
 
Voluntário
VoluntárioVoluntário
Voluntário
 
Manualcompleto elaboraodeprojetos-110815081629-phpapp01
Manualcompleto elaboraodeprojetos-110815081629-phpapp01Manualcompleto elaboraodeprojetos-110815081629-phpapp01
Manualcompleto elaboraodeprojetos-110815081629-phpapp01
 
Manual Gestão de Projetos Sociais 2012
Manual Gestão de Projetos Sociais 2012Manual Gestão de Projetos Sociais 2012
Manual Gestão de Projetos Sociais 2012
 
Mitos sobre o Voluntariado Online
Mitos sobre o Voluntariado OnlineMitos sobre o Voluntariado Online
Mitos sobre o Voluntariado Online
 
Ética empresarial voluntariado
Ética empresarial   voluntariadoÉtica empresarial   voluntariado
Ética empresarial voluntariado
 
Apostila Completa - Elaboração de Projetos
Apostila Completa - Elaboração de ProjetosApostila Completa - Elaboração de Projetos
Apostila Completa - Elaboração de Projetos
 
Quadro Social
Quadro SocialQuadro Social
Quadro Social
 

Cartilha de voluntariado

  • 1. Atados – Juntando gente boa Cartilha de Voluntariado 2013 Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 2.
  • 3. A As melhores práticas p. 6 B 2 O processo de voluntariado p. 7 C 2 Depoimentos p. 13 D 2 Como o Atados pode ajudar p. 15 E 2 Manual de Utilização do Atados p. 16 Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 4. Introdução Este é um guia para ONGs e instituições do terceiro setor que querem melhorar a gestão de voluntários. Em uma linguagem simples e direta, são apresentadas as melhores práticas e dicas de como as ONGs conseguem atrair e reter voluntários. A cartilha é um resumo do trabalho já realizado por ONGs que são referência na gestão de voluntários. Siga as orientações para criar uma melhor relação com grandes e pequenos grupos de voluntários. Este trabalho exige esforço e a leitura desta cartilha é somente o começo! Então? É HORA DE AUMENTAR E QUANTIDADE E QUALIDADE DOS VOLUNTÁRIOS NO BRASIL! VAMOS FAZER ISSO JUNTOS? Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 5. Parceiros Queríamos primeiramente agradecer aos nosso parceiros, que contribuíram para a criação deste conteúdo, revisaram as informações e deram um toque especial a este material. Realização: SITE atados.com.br CONTATO contato@atados.com.br Parceiros: SITE cvsp.org.br SITE ligasolidaria.org.br CONTATO orgsociais@voluntariado.org.br CONTATO voluntariado@ligasolidaria. org.br SITE cantocidadao.org.br SITE teto.org.br/brasil CONTATO comunica@cantocidadao.org.br CONTATO info.brasil@teto.org.br Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 6. A As melhores práticas Nesta seção, estão as melhores práticas de voluntariado, ideias simples que são fundamentais para a gestão eficaz de voluntários. 1 ACREDITE NOS VOLUNTÁRIOS O ponto de partida é acreditar nos voluntários e entender a capacidade que eles têm de contribuir para a instituição. Com uma boa gestão de voluntários, é possível ter pessoas capacitadas e comprometidas. Existem diversos exemplos já funcionando no Brasil. 2 COMUNIQUE-SE COM RAPIDEZ Imagine um voluntário motivado que acaba de mandar um email demonstrando seu interesse e só recebe a resposta depois de muito tempo. Ele pode perder a vontade, se desestimular e ter uma imagem de falta de profissionalismo da ONG. Portanto, responda com frequência e rapidez os candidatos e voluntários. 3 TENHA UM RESPONSÁVEL É muito importante existir um responsável pelo voluntariado. Esta pessoa é responsável por todo processo de voluntariado (veja na seção seguinte) e também por conhecer os voluntários, suas habilidades e disponibilidades. 4 TENHA UM SONHO GRANDE Os voluntários precisam entender qual o seu papel na ONG e que objetivo eles atendem com o trabalho. O voluntário tem que sentir que está contribuindo para a construção de uma sociedade melhor e como seu esforço está sendo revertido em impacto para a ONG. Portanto, tenha um sonho grande e comunique! Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 7. B O processo de voluntariado Para recrutar voluntários, deve-se pensar em todas atividades para ATRAIR e RETER estes colaboradores. É importante notar que todas estas etapas têm importância. Uma boa experiência do voluntariado depende que todas etapas sejam cumpridas com qualidade. A seguir são apresentadas as dicas para cada etapa: 1. Determine sua necessidade; 2. Divulgue suas vagas; 3. Monte um processo seletivo; 4. Acolha e treine. Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 8. B O processo de voluntariado 1. Determine sua necessidade O primeiro passo é saber em quais áreas a sua ONG precisa de voluntários. Reúna-se com os diversos cargos e áreas da instituição e veja quais as necessidades atuais. Aproveite para explicar para as outras áreas a importância do trabalho voluntário. Também converse com outras ONGs para entender as necessidades dessas organizações, que podem se aplicar a sua organização. Abaixo, segue uma lista de ideias que podem ser utilizadas em várias áreas de uma ONG (áreas de atuação direta e indireta). Depois de identificadas as necessidades, é muito importante determinar quais as atividades dos voluntários, horário e local de atuação e um responsável pelo voluntário. O voluntário tem que saber exatamente o que ele vai fazer, como o seu trabalho se encaixa no contexto da ONG e como isto vai contribuir socialmente’. O segredo para criar uma vaga atrativa para o voluntário é pensar da seguinte forma: “Eu me candidataria a esta vaga?”. Outra dica importante é oferecer alguma flexibilidade para o colaborador, para que ele possa dar novas ideias e criar projetos por conta própria, com a supervisão de um responsável. DICAS DE NECESSIDADES* Veja algumas ideias de necessidades nas ÁREAS DIRETAS DE ATUAÇÃO de ONGs:  Recreação  Auxílio a educação  Palestras  Aula de línguas  Leitura de histórias  Serviços profissionais (dentista, advogado,  Aulas de música  Participação em coral pedagogo, psicológo, contador,  Oficina de arte  Eventos (festas e bazar) nutricionista, DJ, designer e fotógrafo, etc) Veja algumas ideias de necessidades em ÁREAS DE GESTÃO:  Comunicação e Marketing:  Finanças:  Gestão de Mídias Sociais (ex: Facebook)  Captação de Recursos  Design de peças publicitárias e logo  Contador e Advogado  Cobertura de eventos (ex: fotógrafos)  Crowdfunding  Newsletter e email-marketing  Recursos Humanos:  Tecnologia da Informação:  Gerenciamento de Voluntários  Treinamento em Excel  Treinamentos  Desenvolvimento web * Quer saber quais vagas podem ser incluídas na sua ONG? Entre em contato: Atados contato@atados.com.br Cartilha de Voluntariado 2013
  • 9. B O processo de voluntariado 1. Determine sua necessidade Ao criar sua necessidade, detalhe o máximo de informações possível para alinhar as expectativas entre o voluntário e a ONG. Assim, o voluntário saberá o que fazer e a ONG saberá o que pode cobrar do voluntário. Título da vaga: Doutores cidadãos Com atividades bem • Descrição da vaga*: Voluntários definitas o voluntário caracterizados de palhaços realizam visitas em sabe qual o trabalho que hospitais ou asilos, após um período de vai desempenhar, o que treinamento e estágio. é esperado da ONG e • Informações adicionais para a descrição: quais os pré-requisitos Os treinamentos são realizados na sede do Canto Cidadão e as visitas acontecerão em para participar da vaga hospitais que possuem parceria com o Canto Cidadão. Se não houver carga • Pré-requisitos: Ter no mínimo 17 anos até o horária e data de início início do treinamento específicas, informar “a • Carga horária semanal: Três horas, as combinar”, dentro dos segundas-feiras no período da tarde. horários disponíveis da • Data de início*: 30/06/2013 ONG. • Local*: Rua Galeno de Almeida, 557 – Cerqueira Cesar, São Paulo. • Responsável*: Nome do Responsável Com o responsável e os • Próximos passos*: enviar email para próximos passos voluntariado@nomedaong.org com o título definidos, o candidato [Atados][Título da vaga] para participar. sabe exatamente com D e quem falar e o que deve *Campos obrigatórios fazer para participar * Quer saber quais vagas podem ser incluídas na sua ONG? Entre em contato: Atados contato@atados.com.br Cartilha de Voluntariado 2013
  • 10. B O processo de voluntariado 2. Divulgue a sua vaga Depois de saber exatamente quais as vagas que a sua organização precisa, é necessário garantir que o maior número de pessoas tenham conhecimento destas vagas. Existem diversas formas de divulgar: facebook, email marketing, contatos ou pelo site do Atados. A grande dica é: capriche! Existem dois motivos para isso: as pessoas são atraídas por imagens bonitas e estão rodeadas de muitas informações, então é importante apostar em chamadas atrativas. O clichê “a primeira impressão é aquela que fica” também é válido na divulgação das vagas. Se a divulgação for boa, interessa às pessoas. Caprichar na divulgação é fazer uma peça publicitária, escolhendo uma imagem bonita e um layout que chame a atenção. Talvez você esteja pensando: “Eu não tenho habilidade, nem sou o criativo suficiente para fazer esse tipo de coisa”. Se você está pensando desta forma, pode ser uma ótima oportunidade para divulgar uma vaga de voluntariado Outra dica importante é: explore ao máximo as redes sociais. As redes sociais são extremamente baratas (quase sempre gratúitas) para a divulgação. Crie seu ato voluntário e compartilhe no facebook a página do ato. “ Peça para seguidores compartilharem Existem dois motivos para seus posts, tweets e utilize as redes caprichar na divulgação: com frequência. Novamente, se você não se sentir confortável para mexer as pessoas são atraídas por em email marketing, fanpage, etc., imagem bonitas e são rodeadas de informações, portanto só ” encontre um voluntário que entenda do assunto. notam chamadas atrativas. Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 11. B O processo de voluntariado 3. Monte um processo seletivo Para selecionar os voluntários ideais para cada vaga, é preciso ter um processo seletivo que seja capaz de medir a capacidade e o comprometimento do voluntário. Processo seletivo é um conjunto de atividades que o voluntário precisa fazer para iniciar o trabalho. O voluntariado é diferente de um trabalho remunerado e assim também deve ser o processo de recrutamento. Faça um processo divertido, em que a ONG possa conhecer os voluntários e eles possam conhecer a organização. > Como medir o COMPROMETIMENTO de um voluntário? Existem vagas de voluntariado que exigem alto comprometimento. Portanto, é necessário criar tarefas no recrutamento que possam medir o comprometimento do voluntário antes de ele começar o trabalho. Algumas ideias são:  Participação nas palestras do CVSP;  Realização de atividades cidadãs (ex: doação de sangue);  Preenchimento de formulários;  Realização de um período de “teste” na ONG por 1 mês, por exemplo. Para vagas que não exigem tanto comprometimento, tenha uma abordagem mais simples. Talvez uma reunião e a troca de alguns emails já sejam suficientes para verificar a vontade, disponibilidade e comprometimento do voluntário. > Como medir a CAPACIDADE de um voluntário? Algumas das vagas de voluntariado não exigem nenhum conhecimento prévio, mas podem exigir habilidades, como por exemplo lidar com crianças. Para medir se um voluntário é capaz de realizar uma atividade, você pode:  Aplicar testes e provas (ex: inglês);  Verificar o trabalho no campo (ex: acompanhar o trabalho do voluntário por algumas horas);  Pedir um currículo ou certificado de graduação. Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 12. B O processo de voluntariado 4. Acolha e treine o voluntário A última, e talvez mais importante, etapa é receber o voluntário e prepará-lo para o trabalho. Esta é a etapa que concretiza todas as outras e possibilita que o voluntário entenda o método de trabalho da organização. Mas, antes de iniciar o trabalho, é recomendado ter um termo de voluntariado. Esse termo de voluntariado pode ser simplificado pelo cadastro do voluntário no ato da ONG no Atados, o que respalda a organização, torna o processo fácil para o voluntário e permite um controle gerencial através do Atados (mais detalhes, pag. 21). No acolhimento, apresente a ONG, os projetos realizados, a estrutura da instituição e, principalmente, as pessoas que trabalham na organização. Desta forma, o voluntário vai se sentir dentro da organização, logo nos primeiros dias de trabalho. Também treine os funcionários da ONG, para que eles atendam igualmente bem o voluntário. Na capacitação, realize um treinamento dos voluntários, explicando quais as regras e procedimentos da ONG, qual é o trabalho que o voluntário irá fazer (de forma detalhada) e como deve ser desenvolvido o trabalho (ex: quais os prazos, como lidar com as pessoas, o que não se pode fazer, etc.). Também acompanhe de perto o trabalho dos voluntários nas primeiras semanas, até que ele se sinta com autonomia para desenvolver as suas funções. Quando o voluntário já estiver trabalhando, precisa passar por um processo de avaliação e receber um feedback do trabalho realizado (pontos positivos e a desenvolver). Isto é essencial para que o voluntário sinta que seu trabalho está fazendo a diferença e também para que ele perceba o voluntariado como uma via de mão dupla: ele ajuda, mas também aprende. No processo de saída, é importante que haja um processo de transição, para que não fique um "vazio" entre a saída dele e a entrada de alguém novo, que irá desenvolver as atividades do antigo voluntário. “O bem mais precioso que o voluntário doa é o TEMPO. Para recompensá-lo por esse tempo, devolva o resultado e o impacto do seu trabalho!” – Silvia Naccache - CVSP Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 13. C Depoimentos Veja os depoimentos de ONGs que já são referência em voluntariado: “ Silvia Maria Louzã O trabalho voluntário é uma união de esforços de pessoas que enxergam a vida diferente e que se propõe a minimizar as dificuldades do outro, muitas vezes tão distantes se seu próprio entendimento e convívio. Naccache, Todos juntos na construção de uma sociedade baseada em valores Coordenadora do como solidariedade, compaixão, participação; formando pessoas Centro de capazes de construir famílias mais felizes, empresas mais saudáveis e Voluntariado de comunidades mais justas e cidadãs, onde todos se percebem parte da São Paulo solução para transformar o mundo em um lugar melhor para todos ” nós e para as gerações futuras. “ Voluntariado é compromisso com a felicidade. É multiplicação de energia. A conta e simples, quando você ajuda o próximo, percebe que o poder de transformação da realidade está em suas mãos. Porque com pequenos gestos você é capaz de fazer a diferença na vida de muitos, em uma comunidade, em um país. Priscila Ser voluntário é ter uma atividade positiva com a vida. Por isso, Rodrigues, ” contagie seu voluntário de felicidade. Coordenadora de voluntariado da Liga Solidária Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 14. C Depoimentos Veja os depoimentos de ONGs que já são referência em voluntariado: Priscila Pacheco “ A boa gestão de voluntários é algo essencial para o desenvolvimento positivo de uma ONG. Afinal, se ela não acontece os resultados das atividades sociais podem diminuir bastante e a credibilidade da instituição ficar ruim. O Canto acredita que o primeiro passo é ter uma equipe interna equilibrada e treinada, pois sem esses pontos é mais dos Santos - complexo por as ideias de gestão em prática mesmo que elas sejam Canto Cidadão ótimas. Além de aumentar a quantidade e qualidade de voluntários, a gestão é muito importante para demonstrar respeito por aquele que decidiu se dedicar a uma boa causa. Portanto é preciso dar uma atenção especial ” a essa tarefa que é acessível a qualquer organização, independente de tamanho, tipo de trabalho realizado e recursos disponíveis. “ O grande desafio na gestão do voluntário é garantir que ele esteja frequentemente motivado e comprometido com a organização. Para isso, é muito importante que se faça um acompanhamento frequente do voluntário, para saber quais são suas expectativas e, paralelamente, quais metas têm a cumprir, dando sempre feedbacks dos trabalhos Bruno Dias, realizados e abrindo a possibilidade para que ele também possa Diretor de desenvolver projetos de iniciativa própria, garantindo que ele tenha Formação e espaço para exercer a criatividade. Voluntariado - É preciso ainda que a organização seja uma ferramenta: forneça os TETO recursos humanos, os recursos financeiros e toda sua estrutura para que os voluntários sejam os grandes responsáveis pelo desenvolvimento do projeto. É muito importante que os voluntários estejam ligados à causa, a um trabalho de campo, em que sejam tangíveis os impactos de suas ações. No caso do TETO, é fundamental que os voluntários estejam frequentemente nas comunidades, conhecendo as famílias, a realidade em que vivem, sabendo de fato qual é o nosso objetivo: superar a ” pobreza nas comunidades precárias no trabalho em conjunto com as famílias, Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 15. D Como o Atados pode ajudar Nesta seção, apresentamos o Atados e como podemos auxiliar a sua ONG atrair e reter mais voluntários. O que é o Atados? O Atados é uma rede social para facilitar que pessoas predispostas a praticar o bem encontrem as mais diversas oportunidades de voluntariado. Nosso principal objetivo é estimular boas ações na sociedade. Para as ONGs, o Atados funciona como um divulgador de vagas e um meio de comunicação e coordenação dos voluntários. Quais os benefícios de utilizar o Atados? Divulgação de vagas de voluntariado: O Atados funciona como um portal de divulgação de vagas de voluntariado específico para as pessoas que querem realizar o bem. Comunicação e coordenação com voluntários: O site permite que as ONGs controlem a atuação dos voluntários e se comuniquem individualmente ou por grupos. Desenvolvimento e parceria com ONGs: Ajudamos a desenvolver nossas ONGs parceiras e fazemos isso de diversas formas, como por exemplo, com esta cartilha ou oferecendo benefícios de nossos parceiros Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 16. E Manual de Utilização do Atados Esta seção mostra como utilizar as principais funcionalidades do Atados para as ONGs. As funcionalidades são: 1. Cadastro de ONGs. 2. Edição do Perfil das ONGs 3. Cadastro de Atos voluntários:  Pontuais  Recorrentes  Doação de Material 4. Edição dos Atos 5. Gerenciamento dos Atos e voluntários 6. Sistema de Mensagens 1. Cadastro das ONGs Na página inicial do site (www.atados.com.br), existe um botão no canto superior direito “SOU UMA ONG”. Para realizar o cadastro, clique neste botão, para ser encaminhado para o formulário de cadastro. Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 17. E Manual de Utilização do Atados 1. Cadastro de ONGs (continuação) Preencha todas informações possíveis do formulário para ter um perfil completo no site. Os campos com asterisco são obrigatórios. No final da página, clique em “Criar nova conta” para concluir o cadastro. Não se esqueça de caprichar nas fotos e informações. Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 18. E Manual de Utilização do Atados 2. Edição do Perfil das ONGs Caso queira realizarn uma alteração nas informações da ONG, primeiro faça o login (canto superior direito do site) como o perfil da instituição. Em seguida, clique no perfil da ONG (destacado como A na figura abaixo). Você irá entrar em uma página semelhante à abaixo. Clique em “Editar Perfil” (B abaixo) e você poderá alterar as informações da instituição. Caso deseje alterar a senha ou email, clique em “Minha conta” (C abaixo) e em seguida em Configurações. A C B Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 19. E Manual de Utilização do Atados 3. Criação de Atos voluntários Para criar um ato voluntário, primeiro faça o login (canto superior direito do site) entrando com a conta da sua instituição. Em seguida, escolha um dos três tipos de ato e clique no botão (destacado na figura abaixo). Os três tipos de ato são: - Doação de material: doações de itens físicos não monetários - Ato pontual: ato que acontece uma única vez (ex: festa junina, ajuda no bazar) - Ato Recorrente: ato que acontece repetidas vezes por um período de tempo (ex: professor de inglês, contador de histórias por 6 meses) Ao clicar neste botão, você será redirecionado para o formulário do ato. Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 20. E Manual de Utilização do Atados 3. Criação de Atos voluntários (continuação) Preencha todas informações possíveis do formulário para ter um ato completo no site. Os campos com asterisco são obrigatórios. No final da página, clique em “Salvar” para concluir o cadastro. Não se esqueça de caprichar nas fotos e informações. Em caso de dúvida no preenchimento dos campos, entre em contato conosco Lembre-se de prencher os “Próximos Passos” – O que o voluntário deve fazer para efetivamente iniciar o trabalho com a ONG Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 21. E Manual de Utilização do Atados 4. Edição dos Atos Para editar um ato, clique no ato que deseja fazer as alterações (é necessário estar logado). Em seguida, clique em “Editar ato”, como destacado na imagem abaixo. Ao clicar no botão, irá aparecer o formulário do ato e todas informações poderão ser alteradas. Ao terminar as alterações, clique em “Salvar”. Caso as vagas estejam preenchidas, você pode fechar o Ato, clicando em editar e dentro do campo de informação, clique em “fechar ato” Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 22. E Manual de Utilização do Atados 5. Gerenciamento do Atos e voluntários Para visualizar as informações dos candidatos a um ato, entre na página do ato (é necessário estar logado). Em seguida, clique em “Gerenciar Ato”, como destacado na imagem abaixo. Ao clicar no botão, você será redirecionado a uma página com as informações dos voluntários. Para um melhor gerenciamento de voluntários recomendamos a criação de um email exclusivo para o processo de recrutamento de voluntários, o que permite uma resposta mais rápida da organização e evita a perda de emails dos voluntários. Recomendamos também que o processo de recrutamento seja realizado por email, ou seja, que os próximos passos cadastrados sejam: Envie um e-mail para a ONG com o título [Atados][Nome do Ato] revelando interesse em paticipar do ato voluntario em questão. Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 23. E Manual de Utilização do Atados 5. Gerenciamento do Atos e voluntários (continuação) Ao entrar na página de gerenciamento, você tem acesso as informações para entrar em contato com o candidato ( email, telefone e mensagem). Nesta página, também é possível extrair os dados para Excel, como destacado na imagem abaixo Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 24. E Manual de Utilização do Atados 6. Sistema de Mensagens Para acessar as mensagens dos usuários, basta realizar o login e entrar na página inicial. Em seguida clique em “Mensagens”, como destacado abaixo, e você será redirecionado para a página de mensagens. Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 25. E Manual de Utilização do Atados 6. Sistema de Mensagens (continuação) No sistema de mensagens, você pode verificar mensagens novas, responder e escrever novas mensagens. Para responder as mensagens de usuários, clique na mensagem recebida (como destacado abaixo) e você será redirecionado para escrever sua resposta. Depois, é só clicar em “enviar”. Atados Cartilha de Voluntariado 2013
  • 26. OBRIGADO Esperamos que esta cartilha tenha ajudado a sua organização aumentar a quantidade e a qualidade dos voluntários! Lembramos que essa cartilha é só um começo e o Atados deseja ajudar cada vez mais as organizações no trabalho com voluntários. Compartilhe essa cartilha com outras organizações que trabalham ou querem trabalhar com voluntariado. Quanto mais voluntariado, melhor! =) Boa sorte! Quer saber mais? Entre em contato com o Atados. Podemos ajudar na estruturação da área de voluntariado e auxiliar na gestão de seus voluntários. Email: contato@atados.com.br Site: www.atados.com.br Facebook: www.facebook.com/atadosjuntandogenteboa Blog: www.atados.com.br/blog Atados Cartilha de Voluntariado 2013