SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
Baixar para ler offline
https://ministerioformacao.wordpress.com/
https://ministerioformacao.wordpress.com/
https://ministerioformacao.wordpress.com/
A Renovação Carismática Católica, como foi inicialmente
conhecida, teve origem com um retiro espiritual realizado
em 1967, Pittsburgh, PensIlvânia, EUA.
O Grupo de Oração é a base da estrutura da Renovação
Carismática, organizados geralmente nas paróquias e
liderados por leigos.
Concílio Vaticano II não vê nenhum motivo para que se
estabeleça uma oposição entre "carisma" e "ministério" ou
"carisma" e "instituição"; tal como as instituições e os
ministérios, os carismas são realidades igualmente
essenciais para a Igreja.
https://ministerioformacao.wordpress.com/
Na perspectiva do Cardeal Suenens, João XXIII estava
consciente de que a Igreja necessitava de um novo
pentecostes e acrescenta:
“Agora, olhando para trás, podemos dizer que o concílio,
indicando a sua fé no carisma, fez um gesto profético e
preparou os cristãos para acolher a Renovação Carismática
que está se espalhando por todos os cinco continentes.
A RCC tem reconhecimento oficial, do Vaticano , com seus
Estatutos, aprovados em 8 de julho de 1993 com o titulo de
“Estatutos ICCRS” (International Catholic Charismatic
Renewal Service” – Serviço Internacional da RCC )
No Brasil, a RCC – tem seu escritório nacional, estaduais e
arquidiocesanos, sendo sua divisão, em regiões e setores.
Em nosso caso, o Grupo de Oração Anjo Rafael, pertence a
Região e Setor, Belém.
https://ministerioformacao.wordpress.com/
A RenovaA Renovaçção Carismão Carismáática no Brasil , teve origem natica no Brasil , teve origem na
cidade de Campinas, SP, atravcidade de Campinas, SP, atravéés dos Padress dos Padres
Haroldo JosephHaroldo Joseph RahmRahm ee EduardoEduardo DoughertyDougherty..
PePe. Haroldo foi o respons. Haroldo foi o responsáável em divulgar avel em divulgar a
RenovaRenovaçção para muitos dos que viriam a se tornarão para muitos dos que viriam a se tornar
suas lideransuas liderançças e a adesão deas e a adesão de Padre JonasPadre Jonas AbibAbib,,
CanCançção Novaão Nova, logo no in, logo no iníício deu um grande impulsocio deu um grande impulso
para a Renovapara a Renovaçção, sendo que a partir de 1980,ão, sendo que a partir de 1980,
consolidouconsolidou--se institucionalmente, espalhandose institucionalmente, espalhando--sese
por todo o territpor todo o territóório. Em 1980,rio. Em 1980, PePe. Eduardo. Eduardo
DoughertyDougherty fundou a Associafundou a Associaçção do Senhor Jesusão do Senhor Jesus
(ASJ) e tamb(ASJ) e tambéém se destaca nos meios dem se destaca nos meios de
comunicacomunicaçção a Comunidade Canão a Comunidade Cançção Nova,ão Nova,
iniciada em 1974.iniciada em 1974.
https://ministerioformacao.wordpress.com/
https://ministerioformacao.wordpress.com/
O Papa João Paulo II viu na Renovação Carismática com
seus movimentos e comunidades paroquiais;
“os sinais de uma nova primavera da Igreja”,
sendo que o mesmo foi manifestado, várias vezes, pelo
Papa Bento XVI, incluindo a homilia da Missa Crismal da
quinta-feira Santa de 2012:
“Quem olha para a história do Pós-Concílio II pode
reconhecer a dinâmica da verdadeira renovação, que tantas
vezes tomou formas inesperadas em movimentos cheios de
vida e que torna quase tangíveis a inexaurível vivacidade da
santa Igreja,
na presença e a ação eficaz do Espírito Santo”.
Falando dos sinais de um novo Pentecostes, não podemos
deixar de mencionar em particular, que a Renovação
Carismática, é uma corrente de graça destinada a se
dispersar na Igreja como uma
descarga elétrica na massa.
https://ministerioformacao.wordpress.com/
•TERÇO
•ANIMAÇÃO
•LOUVOR
•NOSSA SENHORA NOSSA INTERCESSORA
•INVOCAÇÃO AO ESPÍRITO SANTO
•ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO
•PREGAÇÃO
•PARTILHA
•SANTA MISSA DE LOUVOR POR
CURA E LIBERTAÇÃO
•FORMAÇAÕ
•RETIRO
MINISTMINISTÉÉRIOS:RIOS:
ACOLHIDA, MACOLHIDA, MÚÚSICA,SICA,
INTERCESSÃO, PREGAINTERCESSÃO, PREGAÇÇÃO,ÃO,
COMUNICACOMUNICAÇÇÃO SOCIAL, CRIANÃO SOCIAL, CRIANÇÇAS.AS.
https://ministerioformacao.wordpress.com/
https://ministerioformacao.wordpress.com/
1. Batismo no Espírito Santo
É a essência de nossa espiritualidade
É pelo BES que nos tornamos plenos do
Espírito Santo e filhos de Deus
Ele gera nossa identidade
Ele é o seu princípio; tanto como início,
quanto norma.
https://ministerioformacao.wordpress.com/
1. Batismo no Espírito Santo
1.1 Conceito
O que não é BES
Batismo Sacramental
Segundo Batismo, nem repetição
O que é BES
Efusão do Espírito Santo
O derramamento sobre nós,
nosso mergulho na graça
https://ministerioformacao.wordpress.com/
1. Batismo no Espírito Santo
1.2 Fundamentos
Bíblicos: Lc 24,49; At 1,8.2,1-13
O BES é uma graça espiritual com
profundas raízes bíblicas lançadas
pelo profeta João Batista e pelo
próprio JESUS.
Doutrinários
Sagrada Tradição
CIC 696, 746, 737, 1287 e 1699
https://ministerioformacao.wordpress.com/
CICCIC –– CATECISMO DA IGREJA CATCATECISMO DA IGREJA CATÓÓLICALICA –– 696696
O fogo. Enquanto a água significa o nascimento e a fecundidade da Vida
dada no Espírito Santo o fogo simboliza a energia transformadora dos
atos do Espírito Santo O profeta Elias, que "surgiu como um fogo cuja
palavra queimava como uma tocha" (Eclo 48,1), por sua oração atrai o
fogo do céu sobre o sacrifício do monte Carmelo, figura do fogo do
Espírito Santo que transforma o que toca. João Batista, que caminha
diante do Senhor com o espírito e o poder de Elias" (Lc 1,17), anuncia o
Cristo como aquele que "batizará com o Espírito Santo e com o fogo" (Lc
3,16), esse Espírito do qual Jesus dirá "Vim trazer fogo à terra, e quanto
desejaria que já estivesse acesso (Lc 12,49). É sob a forma de línguas "que
se diriam de fogo" o Espírito Santo pousa sobre os discípulos na manhã
de Pentecostes e os enche de Si. A tradição espiritual manterá este
simbolismo do fogo como um dos mais expressivos da ação do Espírito
Santo Não extingais o Espírito"(1Ts 5,19).
CICCIC –– CATECISMO DA IGREJA CATCATECISMO DA IGREJA CATÓÓLICALICA
https://ministerioformacao.wordpress.com/
1. Batismo no Espírito Santo
1.3 Finalidades do BES
Plenitude do Espírito Santo
1.4 Frutos do BES
Toda plenitude produz frutos
O primeiro fruto da Efusão é o ““despertardespertar””
Outros frutos: vivência da filiação divina,
conversão, caridade e seus efeitos, vida em
comunidade
https://ministerioformacao.wordpress.com/
1. Batismo no Espírito Santo
1.5 Jesus, o Batizador
O Espírito procede do Pai e do Filho,
porque ambos podem no-lo dar
1.6 Quem pode ser batizado no ES
Joel 3,1-3
O Espírito Santo é destinado a todos
Deus não deseja excluir ninguém da graça de
Pentecostes Lc 11,13
https://ministerioformacao.wordpress.com/
1. Batismo no Espírito Santo
1.7 Condições para ser batizado no ES
Pedir é a única condição Lc 11,1-13
1.8 Condições para permanecer na graça
do BES
Rm 8,14-24
São Paulo sabia muito bem que uma coisa é
tentar, outra é fazer; uma é desejar, outra é
obter. Uma coisa é querer ser filho de Deus
vivendo no ES; outra é conseguir permanecer
nele.
https://ministerioformacao.wordpress.com/
1. Batismo no Espírito Santo
É necessário crer em Jesus, converter-se e
recebê-lo.
Viver em verdadeira santidade ou em sua
busca e ela provém do Espírito Santo.
Não basta somente recebê-lo, é necessário
que permaneçamos n’Ele.
https://ministerioformacao.wordpress.com/
https://ministerioformacao.wordpress.com/
3. Espiritualidade
••CONCEITOSCONCEITOS
••ORAORAÇÇÃOÃO
••CONCEITO TRINITCONCEITO TRINITÁÁRIORIO
••EXPERIÊCIA DE PENTECOSTESEXPERIÊCIA DE PENTECOSTES
••REAVIVAMENTO SACRAMENTALREAVIVAMENTO SACRAMENTAL
** GRA** GRAÇÇAS BASTIMAISAS BASTIMAIS
** CONFISSÃO** CONFISSÃO
** EUCARISTIA** EUCARISTIA
** VOCA** VOCAÇÇÕESÕES
••CONVICCONVICÇÇÃO DO PODER DO ESPÃO DO PODER DO ESPÍÍRITO SANTORITO SANTO
••PRPRÁÁTICA NA ATICA NA AÇÇÃO DOS CARISMASÃO DOS CARISMAS
https://ministerioformacao.wordpress.com/
4. Graças da Espiritualidade
https://ministerioformacao.wordpress.com/
4. Graças da Espiritualidade
https://ministerioformacao.wordpress.com/
2. Prática dos Carismas
Isso efetiva realmente nossa efusão, não
apenas por sentimentos, mas com
ousadia pondo em prática os inúmeros
frutos que ele nos concede.
https://ministerioformacao.wordpress.com/
https://ministerioformacao.wordpress.com/
Dom de Línguas
É uma expressão voluntária, consciente,
racional e somente dirigida a DEUS, no
direcionamento de sabedoria e
discernimento do Espírito Santo, seja,
no contexto da Oração, o que interpreta-se
em: Graça, Clamor, Súplica, Perdão,
ou do Louvor.
https://ministerioformacao.wordpress.com/
Dom de Línguas
Discernimento da Palavra
ROMANOS 8,
26. Outrossim, o Espírito vem em auxílio à nossa fraqueza;
porque não sabemos o que devemos pedir, nem orar como convém,
mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inefáveis.
I Coríntios 14,
39. Assim, pois, irmãos, aspirai ao dom de profetizar;
porém, não impeçais falar em línguas.
https://ministerioformacao.wordpress.com/
I Coríntios, 12
4. Há diversidade de dons, mas um só Espírito.
5. Os ministérios são diversos, mas um só é o Senhor.
6. Há também diversas operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos.
7. A cada um é dada a manifestação do Espírito para proveito comum.
8. A um é dada pelo Espírito uma palavra de sabedoria; a outro, uma palavra de ciência,
por esse mesmo Espírito;
9. a outro, a fé, pelo mesmo Espírito; a outro, a graça de curar as doenças,
no mesmo Espírito;
10. a outro, o dom de milagres; a outro, a profecia; a outro, o discernimento dos espíritos;
a outro, a variedade de línguas; a outro, por fim, a interpretação das línguas.
11. Mas um e o mesmo Espírito distribui todos estes dons, repartindo a cada um
como lhe apraz.
Dom de Línguas
Discernimento da Palavra
https://ministerioformacao.wordpress.com/
https://ministerioformacao.wordpress.com/
O Repouso no Espírito Santo
O Repouso, é uma experiência de cura interior,com
potência e fervor do Espírito Santo que é o
dinamismo da Igreja e que
““Renova todas as coisasRenova todas as coisas””..
Pode ser através da imposição de mãos; pela
aspersão de água ou óleo abençoado, estendendo-
se as mãos sobre o grupo; pela bênção dos doentes
e com a bênção do Santíssimo Sacramento.
Na Efusão do Espírito Santo, somos direcionados a
Jesus Sacramentado e a Santa Missa é o nosso
“TUDO”, assim, clame pelo Espírito Santo do
Senhor, no fortalecimento, no renovar, no capacitar !
VEM ESPVEM ESPÍÍRITO SANTO, COM O TEU PODER !RITO SANTO, COM O TEU PODER !
LivroLivro PePe. Serginho. Serginho –– A Efusão do EspA Efusão do Espíírito Santorito Santo
https://ministerioformacao.wordpress.com/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Processo formativo da rcc
Processo formativo da rccProcesso formativo da rcc
Processo formativo da rccKlaus Newman
 
Capítulo 3 espiritualidade da rcc
Capítulo 3   espiritualidade da rccCapítulo 3   espiritualidade da rcc
Capítulo 3 espiritualidade da rccKlaus Newman
 
apostila_pregacao-material formador-oficial (1).doc
apostila_pregacao-material formador-oficial (1).docapostila_pregacao-material formador-oficial (1).doc
apostila_pregacao-material formador-oficial (1).docitamar2019
 
Ensino 02 o ministério de formação
Ensino 02   o ministério de formaçãoEnsino 02   o ministério de formação
Ensino 02 o ministério de formaçãoMinistério Paraná
 
Capitulo 4 Elementos da Reunião de Oração
Capitulo 4   Elementos da Reunião de OraçãoCapitulo 4   Elementos da Reunião de Oração
Capitulo 4 Elementos da Reunião de OraçãoKlaus Newman
 
Capitulo 3 Preparação e condução da Reunião de Oração
Capitulo 3   Preparação e condução da Reunião de OraçãoCapitulo 3   Preparação e condução da Reunião de Oração
Capitulo 3 Preparação e condução da Reunião de OraçãoKlaus Newman
 
Capitulo 5 ser amigo de deus
Capitulo 5   ser amigo de deusCapitulo 5   ser amigo de deus
Capitulo 5 ser amigo de deusKlaus Newman
 
Capítulo 1 carismas
Capítulo 1   carismasCapítulo 1   carismas
Capítulo 1 carismasKlaus Newman
 
Conhecendo o Ministério de Pregação
Conhecendo o Ministério de PregaçãoConhecendo o Ministério de Pregação
Conhecendo o Ministério de Pregaçãoadrianojose1983
 
A missa– parte por parte
A missa– parte por parteA missa– parte por parte
A missa– parte por parteJean
 
Capitulo 2 - Visão Histórica da Igreja - Apostila Igreja
Capitulo 2 - Visão Histórica da Igreja - Apostila IgrejaCapitulo 2 - Visão Histórica da Igreja - Apostila Igreja
Capitulo 2 - Visão Histórica da Igreja - Apostila IgrejaKlaus Newman
 
A importancia do catequista hoje
A importancia do catequista hojeA importancia do catequista hoje
A importancia do catequista hojefagundes_daniel
 
A disciplina na igreja (hb 12.11)
A disciplina na igreja (hb 12.11)A disciplina na igreja (hb 12.11)
A disciplina na igreja (hb 12.11)Ederson Tribst
 
Eucaristia
EucaristiaEucaristia
EucaristiaJean
 

Mais procurados (20)

Processo formativo da rcc
Processo formativo da rccProcesso formativo da rcc
Processo formativo da rcc
 
Capítulo 3 espiritualidade da rcc
Capítulo 3   espiritualidade da rccCapítulo 3   espiritualidade da rcc
Capítulo 3 espiritualidade da rcc
 
apostila_pregacao-material formador-oficial (1).doc
apostila_pregacao-material formador-oficial (1).docapostila_pregacao-material formador-oficial (1).doc
apostila_pregacao-material formador-oficial (1).doc
 
Formação Servos
Formação ServosFormação Servos
Formação Servos
 
Formação Práticas Espirituais - Oração Pessoal, Terço e Jejum
Formação Práticas Espirituais - Oração Pessoal, Terço e JejumFormação Práticas Espirituais - Oração Pessoal, Terço e Jejum
Formação Práticas Espirituais - Oração Pessoal, Terço e Jejum
 
Ensino 02 o ministério de formação
Ensino 02   o ministério de formaçãoEnsino 02   o ministério de formação
Ensino 02 o ministério de formação
 
Capitulo 4 Elementos da Reunião de Oração
Capitulo 4   Elementos da Reunião de OraçãoCapitulo 4   Elementos da Reunião de Oração
Capitulo 4 Elementos da Reunião de Oração
 
Capitulo 3 Preparação e condução da Reunião de Oração
Capitulo 3   Preparação e condução da Reunião de OraçãoCapitulo 3   Preparação e condução da Reunião de Oração
Capitulo 3 Preparação e condução da Reunião de Oração
 
Material de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristãMaterial de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristã
 
Capitulo 5 ser amigo de deus
Capitulo 5   ser amigo de deusCapitulo 5   ser amigo de deus
Capitulo 5 ser amigo de deus
 
Capítulo 1 carismas
Capítulo 1   carismasCapítulo 1   carismas
Capítulo 1 carismas
 
Conhecendo o Ministério de Pregação
Conhecendo o Ministério de PregaçãoConhecendo o Ministério de Pregação
Conhecendo o Ministério de Pregação
 
Pastoral da Catequese
Pastoral da CatequesePastoral da Catequese
Pastoral da Catequese
 
A missa– parte por parte
A missa– parte por parteA missa– parte por parte
A missa– parte por parte
 
Querigma e catequese
Querigma e catequeseQuerigma e catequese
Querigma e catequese
 
Capitulo 2 - Visão Histórica da Igreja - Apostila Igreja
Capitulo 2 - Visão Histórica da Igreja - Apostila IgrejaCapitulo 2 - Visão Histórica da Igreja - Apostila Igreja
Capitulo 2 - Visão Histórica da Igreja - Apostila Igreja
 
A importancia do catequista hoje
A importancia do catequista hojeA importancia do catequista hoje
A importancia do catequista hoje
 
Catecumenato
CatecumenatoCatecumenato
Catecumenato
 
A disciplina na igreja (hb 12.11)
A disciplina na igreja (hb 12.11)A disciplina na igreja (hb 12.11)
A disciplina na igreja (hb 12.11)
 
Eucaristia
EucaristiaEucaristia
Eucaristia
 

Destaque

1 identidade
1 identidade1 identidade
1 identidadeAna Clara
 
Slides equipe de serviço
Slides   equipe de serviçoSlides   equipe de serviço
Slides equipe de serviçoCarlos Junior
 
04 RCC Como um Novo Pentecostes
04 RCC Como um Novo Pentecostes04 RCC Como um Novo Pentecostes
04 RCC Como um Novo Pentecostesministerioformacao
 
Anunciar jesus 1ª Edição
Anunciar jesus 1ª EdiçãoAnunciar jesus 1ª Edição
Anunciar jesus 1ª Ediçãorccsalvador
 
A reunião de oração conceito, finalidades e características
A reunião de oração   conceito, finalidades e característicasA reunião de oração   conceito, finalidades e características
A reunião de oração conceito, finalidades e característicasRobson de Sousa Freitas
 
002 apostilapreparaoparaobatismo-130130065515-phpapp02
002 apostilapreparaoparaobatismo-130130065515-phpapp02002 apostilapreparaoparaobatismo-130130065515-phpapp02
002 apostilapreparaoparaobatismo-130130065515-phpapp02Fábio Gonçalves
 
Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)
Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)
Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)Isaac Marcos
 
Palestra sobre o Amor de Deus (para seminários) - by: L. F. Souza
Palestra sobre o Amor de Deus (para seminários) - by: L. F. SouzaPalestra sobre o Amor de Deus (para seminários) - by: L. F. Souza
Palestra sobre o Amor de Deus (para seminários) - by: L. F. SouzaLuciano Souza
 
Formação de intercessão
Formação de intercessãoFormação de intercessão
Formação de intercessãoCassio Felipe
 
Ensino 04 a preparação do ministro
Ensino 04   a preparação do ministroEnsino 04   a preparação do ministro
Ensino 04 a preparação do ministroMinistério Paraná
 
Ensino 03 o ministro da formação – o me stre
Ensino 03   o ministro da formação – o me streEnsino 03   o ministro da formação – o me stre
Ensino 03 o ministro da formação – o me streMinistério Paraná
 

Destaque (20)

01 Identidade da RCC
01 Identidade da RCC01 Identidade da RCC
01 Identidade da RCC
 
1 identidade
1 identidade1 identidade
1 identidade
 
Slides equipe de serviço
Slides   equipe de serviçoSlides   equipe de serviço
Slides equipe de serviço
 
05 contexto-eclesial-da-rcc
05 contexto-eclesial-da-rcc05 contexto-eclesial-da-rcc
05 contexto-eclesial-da-rcc
 
02 Ofensiva Nacional da RCC
02 Ofensiva Nacional da RCC02 Ofensiva Nacional da RCC
02 Ofensiva Nacional da RCC
 
03 Espiritualidade da RCC
03 Espiritualidade da RCC03 Espiritualidade da RCC
03 Espiritualidade da RCC
 
04 RCC Como um Novo Pentecostes
04 RCC Como um Novo Pentecostes04 RCC Como um Novo Pentecostes
04 RCC Como um Novo Pentecostes
 
Anunciar jesus 1ª Edição
Anunciar jesus 1ª EdiçãoAnunciar jesus 1ª Edição
Anunciar jesus 1ª Edição
 
Identidade da RCC
Identidade da RCCIdentidade da RCC
Identidade da RCC
 
A reunião de oração conceito, finalidades e características
A reunião de oração   conceito, finalidades e característicasA reunião de oração   conceito, finalidades e características
A reunião de oração conceito, finalidades e características
 
01 identidade-da-rcc
01 identidade-da-rcc01 identidade-da-rcc
01 identidade-da-rcc
 
002 apostilapreparaoparaobatismo-130130065515-phpapp02
002 apostilapreparaoparaobatismo-130130065515-phpapp02002 apostilapreparaoparaobatismo-130130065515-phpapp02
002 apostilapreparaoparaobatismo-130130065515-phpapp02
 
Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)
Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)
Aqui tem jovem, aqui tem fogo! (MJ Minas Gerais)
 
Apostila treinamento-para-batismo
Apostila treinamento-para-batismoApostila treinamento-para-batismo
Apostila treinamento-para-batismo
 
Slides - Contexto Eclesial da Rcc
Slides - Contexto Eclesial da RccSlides - Contexto Eclesial da Rcc
Slides - Contexto Eclesial da Rcc
 
Identidade da rcc_ ensino_5
Identidade  da rcc_ ensino_5Identidade  da rcc_ ensino_5
Identidade da rcc_ ensino_5
 
Palestra sobre o Amor de Deus (para seminários) - by: L. F. Souza
Palestra sobre o Amor de Deus (para seminários) - by: L. F. SouzaPalestra sobre o Amor de Deus (para seminários) - by: L. F. Souza
Palestra sobre o Amor de Deus (para seminários) - by: L. F. Souza
 
Formação de intercessão
Formação de intercessãoFormação de intercessão
Formação de intercessão
 
Ensino 04 a preparação do ministro
Ensino 04   a preparação do ministroEnsino 04   a preparação do ministro
Ensino 04 a preparação do ministro
 
Ensino 03 o ministro da formação – o me stre
Ensino 03   o ministro da formação – o me streEnsino 03   o ministro da formação – o me stre
Ensino 03 o ministro da formação – o me stre
 

Semelhante a IDENTIDADE -RCC-

Orientaçoes da CNBB sobre a RCC
Orientaçoes da CNBB sobre a RCC Orientaçoes da CNBB sobre a RCC
Orientaçoes da CNBB sobre a RCC Pejota2015
 
SLIDE DE ENCERRAMENTO-CPAD-1-TRIMESTRE DE 2023-ADULTOS.pptx
SLIDE DE ENCERRAMENTO-CPAD-1-TRIMESTRE DE 2023-ADULTOS.pptxSLIDE DE ENCERRAMENTO-CPAD-1-TRIMESTRE DE 2023-ADULTOS.pptx
SLIDE DE ENCERRAMENTO-CPAD-1-TRIMESTRE DE 2023-ADULTOS.pptxDassayevSilva
 
Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.
Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.
Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.Éder Tomé
 
Vivencia e Reflexão Eu te constituir sentinelas na casa de isrrael.pptx
Vivencia e Reflexão Eu te constituir sentinelas na casa de isrrael.pptxVivencia e Reflexão Eu te constituir sentinelas na casa de isrrael.pptx
Vivencia e Reflexão Eu te constituir sentinelas na casa de isrrael.pptxGeovaneFranca1
 
Lição 13 aviva ó senhor a tua obra
Lição 13   aviva ó senhor a tua obraLição 13   aviva ó senhor a tua obra
Lição 13 aviva ó senhor a tua obraJose Ventura
 
Encontro de catequistas sao jose
Encontro de catequistas sao joseEncontro de catequistas sao jose
Encontro de catequistas sao joseparoquiasaojose
 
41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd
41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd
41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasdMárcio E Maria
 
Formação adoração reconciliação - lectio divina
Formação adoração   reconciliação - lectio divinaFormação adoração   reconciliação - lectio divina
Formação adoração reconciliação - lectio divinaMinisterio Formacao Resgate
 
Mulheres comprometidas com o crescimento
Mulheres comprometidas com o crescimentoMulheres comprometidas com o crescimento
Mulheres comprometidas com o crescimentoMulheres Wesleyanas
 
Ecovida set-out 2108
Ecovida   set-out 2108Ecovida   set-out 2108
Ecovida set-out 2108Lada vitorino
 
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉ
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉHISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉ
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉjoaquim2010_2011
 

Semelhante a IDENTIDADE -RCC- (20)

Orientaçoes da CNBB sobre a RCC
Orientaçoes da CNBB sobre a RCC Orientaçoes da CNBB sobre a RCC
Orientaçoes da CNBB sobre a RCC
 
SLIDE DE ENCERRAMENTO-CPAD-1-TRIMESTRE DE 2023-ADULTOS.pptx
SLIDE DE ENCERRAMENTO-CPAD-1-TRIMESTRE DE 2023-ADULTOS.pptxSLIDE DE ENCERRAMENTO-CPAD-1-TRIMESTRE DE 2023-ADULTOS.pptx
SLIDE DE ENCERRAMENTO-CPAD-1-TRIMESTRE DE 2023-ADULTOS.pptx
 
Doc 53 da cnbb
Doc 53 da cnbbDoc 53 da cnbb
Doc 53 da cnbb
 
7 Condições para o Avivamento
7 Condições para o Avivamento7 Condições para o Avivamento
7 Condições para o Avivamento
 
Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.
Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.
Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.
 
Vivencia e Reflexão Eu te constituir sentinelas na casa de isrrael.pptx
Vivencia e Reflexão Eu te constituir sentinelas na casa de isrrael.pptxVivencia e Reflexão Eu te constituir sentinelas na casa de isrrael.pptx
Vivencia e Reflexão Eu te constituir sentinelas na casa de isrrael.pptx
 
Ev efetivo 001
Ev efetivo 001Ev efetivo 001
Ev efetivo 001
 
Lição 13 aviva ó senhor a tua obra
Lição 13   aviva ó senhor a tua obraLição 13   aviva ó senhor a tua obra
Lição 13 aviva ó senhor a tua obra
 
Encontro de catequistas sao jose
Encontro de catequistas sao joseEncontro de catequistas sao jose
Encontro de catequistas sao jose
 
41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd
41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd
41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd
 
O ano da fé
O ano da féO ano da fé
O ano da fé
 
Formação adoração reconciliação - lectio divina
Formação adoração   reconciliação - lectio divinaFormação adoração   reconciliação - lectio divina
Formação adoração reconciliação - lectio divina
 
Carismatismo super-emotivo
Carismatismo super-emotivoCarismatismo super-emotivo
Carismatismo super-emotivo
 
A igreja de cristo
A igreja de cristoA igreja de cristo
A igreja de cristo
 
Mulheres comprometidas com o crescimento
Mulheres comprometidas com o crescimentoMulheres comprometidas com o crescimento
Mulheres comprometidas com o crescimento
 
Dei verbum
Dei verbumDei verbum
Dei verbum
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
 
ECUMENISMO NA IASD
ECUMENISMO NA IASDECUMENISMO NA IASD
ECUMENISMO NA IASD
 
Ecovida set-out 2108
Ecovida   set-out 2108Ecovida   set-out 2108
Ecovida set-out 2108
 
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉ
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉHISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉ
HISTÓRIA DO MINISTÉRIO PENTECOSTAL ROMPENDO EM FÉ
 

Mais de GRUPO DE ORAÇÃO ANJO RAFAEL

Programação Semana Santa 2023 - Paróquia São Rafael.pdf
Programação Semana Santa 2023 - Paróquia São Rafael.pdfProgramação Semana Santa 2023 - Paróquia São Rafael.pdf
Programação Semana Santa 2023 - Paróquia São Rafael.pdfGRUPO DE ORAÇÃO ANJO RAFAEL
 
Carta Aberta explicando a inflação acima do limite superior do intervalo de t...
Carta Aberta explicando a inflação acima do limite superior do intervalo de t...Carta Aberta explicando a inflação acima do limite superior do intervalo de t...
Carta Aberta explicando a inflação acima do limite superior do intervalo de t...GRUPO DE ORAÇÃO ANJO RAFAEL
 

Mais de GRUPO DE ORAÇÃO ANJO RAFAEL (20)

PIR2024 Coletiva imprensa Final.pdf
PIR2024      Coletiva imprensa Final.pdfPIR2024      Coletiva imprensa Final.pdf
PIR2024 Coletiva imprensa Final.pdf
 
I RENDA PF REGRAS E PRAZOS AB2023/EF2024
I RENDA PF REGRAS E PRAZOS AB2023/EF2024I RENDA PF REGRAS E PRAZOS AB2023/EF2024
I RENDA PF REGRAS E PRAZOS AB2023/EF2024
 
SANTA MISSA
SANTA MISSASANTA MISSA
SANTA MISSA
 
QUARESMA- São Tomás de AQUINO
QUARESMA- São Tomás de AQUINOQUARESMA- São Tomás de AQUINO
QUARESMA- São Tomás de AQUINO
 
RFB-23-FAQ
RFB-23-FAQRFB-23-FAQ
RFB-23-FAQ
 
COPOM02AUG23
COPOM02AUG23COPOM02AUG23
COPOM02AUG23
 
Brisa Refrigeração
Brisa RefrigeraçãoBrisa Refrigeração
Brisa Refrigeração
 
Programação Semana Santa 2023 - Paróquia São Rafael.pdf
Programação Semana Santa 2023 - Paróquia São Rafael.pdfProgramação Semana Santa 2023 - Paróquia São Rafael.pdf
Programação Semana Santa 2023 - Paróquia São Rafael.pdf
 
CARTA-PASTORAL-PROPOSTAS SINODAIS-2023.pdf
CARTA-PASTORAL-PROPOSTAS SINODAIS-2023.pdfCARTA-PASTORAL-PROPOSTAS SINODAIS-2023.pdf
CARTA-PASTORAL-PROPOSTAS SINODAIS-2023.pdf
 
REGRAS FUTEBOL MESA - BOTÃO
REGRAS FUTEBOL MESA - BOTÃOREGRAS FUTEBOL MESA - BOTÃO
REGRAS FUTEBOL MESA - BOTÃO
 
ORAR PELO BRASIL
ORAR PELO BRASILORAR PELO BRASIL
ORAR PELO BRASIL
 
CPC SUMÁRIO
CPC SUMÁRIO CPC SUMÁRIO
CPC SUMÁRIO
 
NOVENA DE NATAL 2022
NOVENA DE NATAL 2022NOVENA DE NATAL 2022
NOVENA DE NATAL 2022
 
PLANOSAFRA22/23
PLANOSAFRA22/23PLANOSAFRA22/23
PLANOSAFRA22/23
 
SRAFAEL87.pdf
SRAFAEL87.pdfSRAFAEL87.pdf
SRAFAEL87.pdf
 
Carta Aberta explicando a inflação acima do limite superior do intervalo de t...
Carta Aberta explicando a inflação acima do limite superior do intervalo de t...Carta Aberta explicando a inflação acima do limite superior do intervalo de t...
Carta Aberta explicando a inflação acima do limite superior do intervalo de t...
 
ATA-MINUTES COPOM - NOV3RD
ATA-MINUTES COPOM - NOV3RDATA-MINUTES COPOM - NOV3RD
ATA-MINUTES COPOM - NOV3RD
 
COPOM 27OUT 2021
COPOM 27OUT 2021COPOM 27OUT 2021
COPOM 27OUT 2021
 
MILAGRES EUCARÍSTICOS NO MUNDO - CARLO ACUTIS
MILAGRES EUCARÍSTICOS NO MUNDO - CARLO ACUTISMILAGRES EUCARÍSTICOS NO MUNDO - CARLO ACUTIS
MILAGRES EUCARÍSTICOS NO MUNDO - CARLO ACUTIS
 
DON ABEL ANCELLOTTA 2017
DON ABEL ANCELLOTTA 2017DON ABEL ANCELLOTTA 2017
DON ABEL ANCELLOTTA 2017
 

Último

O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .natzarimdonorte
 
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdfO Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdfSUELLENBALTARDELEU
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EMicheleRosa39
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfnatzarimdonorte
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxCelso Napoleon
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...silvana30986
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoRicardo Azevedo
 
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).natzarimdonorte
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José OperárioNilson Almeida
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxSebastioFerreira34
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequeseanamdp2004
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadofreivalentimpesente
 

Último (14)

Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
 
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdfO Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
O Livro de Yashar e Jaser - Impressao.pdf
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
 
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significado
 

IDENTIDADE -RCC-

  • 3. https://ministerioformacao.wordpress.com/ A Renovação Carismática Católica, como foi inicialmente conhecida, teve origem com um retiro espiritual realizado em 1967, Pittsburgh, PensIlvânia, EUA. O Grupo de Oração é a base da estrutura da Renovação Carismática, organizados geralmente nas paróquias e liderados por leigos. Concílio Vaticano II não vê nenhum motivo para que se estabeleça uma oposição entre "carisma" e "ministério" ou "carisma" e "instituição"; tal como as instituições e os ministérios, os carismas são realidades igualmente essenciais para a Igreja.
  • 4. https://ministerioformacao.wordpress.com/ Na perspectiva do Cardeal Suenens, João XXIII estava consciente de que a Igreja necessitava de um novo pentecostes e acrescenta: “Agora, olhando para trás, podemos dizer que o concílio, indicando a sua fé no carisma, fez um gesto profético e preparou os cristãos para acolher a Renovação Carismática que está se espalhando por todos os cinco continentes. A RCC tem reconhecimento oficial, do Vaticano , com seus Estatutos, aprovados em 8 de julho de 1993 com o titulo de “Estatutos ICCRS” (International Catholic Charismatic Renewal Service” – Serviço Internacional da RCC ) No Brasil, a RCC – tem seu escritório nacional, estaduais e arquidiocesanos, sendo sua divisão, em regiões e setores. Em nosso caso, o Grupo de Oração Anjo Rafael, pertence a Região e Setor, Belém.
  • 5. https://ministerioformacao.wordpress.com/ A RenovaA Renovaçção Carismão Carismáática no Brasil , teve origem natica no Brasil , teve origem na cidade de Campinas, SP, atravcidade de Campinas, SP, atravéés dos Padress dos Padres Haroldo JosephHaroldo Joseph RahmRahm ee EduardoEduardo DoughertyDougherty.. PePe. Haroldo foi o respons. Haroldo foi o responsáável em divulgar avel em divulgar a RenovaRenovaçção para muitos dos que viriam a se tornarão para muitos dos que viriam a se tornar suas lideransuas liderançças e a adesão deas e a adesão de Padre JonasPadre Jonas AbibAbib,, CanCançção Novaão Nova, logo no in, logo no iníício deu um grande impulsocio deu um grande impulso para a Renovapara a Renovaçção, sendo que a partir de 1980,ão, sendo que a partir de 1980, consolidouconsolidou--se institucionalmente, espalhandose institucionalmente, espalhando--sese por todo o territpor todo o territóório. Em 1980,rio. Em 1980, PePe. Eduardo. Eduardo DoughertyDougherty fundou a Associafundou a Associaçção do Senhor Jesusão do Senhor Jesus (ASJ) e tamb(ASJ) e tambéém se destaca nos meios dem se destaca nos meios de comunicacomunicaçção a Comunidade Canão a Comunidade Cançção Nova,ão Nova, iniciada em 1974.iniciada em 1974.
  • 7. https://ministerioformacao.wordpress.com/ O Papa João Paulo II viu na Renovação Carismática com seus movimentos e comunidades paroquiais; “os sinais de uma nova primavera da Igreja”, sendo que o mesmo foi manifestado, várias vezes, pelo Papa Bento XVI, incluindo a homilia da Missa Crismal da quinta-feira Santa de 2012: “Quem olha para a história do Pós-Concílio II pode reconhecer a dinâmica da verdadeira renovação, que tantas vezes tomou formas inesperadas em movimentos cheios de vida e que torna quase tangíveis a inexaurível vivacidade da santa Igreja, na presença e a ação eficaz do Espírito Santo”. Falando dos sinais de um novo Pentecostes, não podemos deixar de mencionar em particular, que a Renovação Carismática, é uma corrente de graça destinada a se dispersar na Igreja como uma descarga elétrica na massa.
  • 8. https://ministerioformacao.wordpress.com/ •TERÇO •ANIMAÇÃO •LOUVOR •NOSSA SENHORA NOSSA INTERCESSORA •INVOCAÇÃO AO ESPÍRITO SANTO •ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO •PREGAÇÃO •PARTILHA •SANTA MISSA DE LOUVOR POR CURA E LIBERTAÇÃO •FORMAÇAÕ •RETIRO MINISTMINISTÉÉRIOS:RIOS: ACOLHIDA, MACOLHIDA, MÚÚSICA,SICA, INTERCESSÃO, PREGAINTERCESSÃO, PREGAÇÇÃO,ÃO, COMUNICACOMUNICAÇÇÃO SOCIAL, CRIANÃO SOCIAL, CRIANÇÇAS.AS.
  • 10. https://ministerioformacao.wordpress.com/ 1. Batismo no Espírito Santo É a essência de nossa espiritualidade É pelo BES que nos tornamos plenos do Espírito Santo e filhos de Deus Ele gera nossa identidade Ele é o seu princípio; tanto como início, quanto norma.
  • 11. https://ministerioformacao.wordpress.com/ 1. Batismo no Espírito Santo 1.1 Conceito O que não é BES Batismo Sacramental Segundo Batismo, nem repetição O que é BES Efusão do Espírito Santo O derramamento sobre nós, nosso mergulho na graça
  • 12. https://ministerioformacao.wordpress.com/ 1. Batismo no Espírito Santo 1.2 Fundamentos Bíblicos: Lc 24,49; At 1,8.2,1-13 O BES é uma graça espiritual com profundas raízes bíblicas lançadas pelo profeta João Batista e pelo próprio JESUS. Doutrinários Sagrada Tradição CIC 696, 746, 737, 1287 e 1699
  • 13. https://ministerioformacao.wordpress.com/ CICCIC –– CATECISMO DA IGREJA CATCATECISMO DA IGREJA CATÓÓLICALICA –– 696696 O fogo. Enquanto a água significa o nascimento e a fecundidade da Vida dada no Espírito Santo o fogo simboliza a energia transformadora dos atos do Espírito Santo O profeta Elias, que "surgiu como um fogo cuja palavra queimava como uma tocha" (Eclo 48,1), por sua oração atrai o fogo do céu sobre o sacrifício do monte Carmelo, figura do fogo do Espírito Santo que transforma o que toca. João Batista, que caminha diante do Senhor com o espírito e o poder de Elias" (Lc 1,17), anuncia o Cristo como aquele que "batizará com o Espírito Santo e com o fogo" (Lc 3,16), esse Espírito do qual Jesus dirá "Vim trazer fogo à terra, e quanto desejaria que já estivesse acesso (Lc 12,49). É sob a forma de línguas "que se diriam de fogo" o Espírito Santo pousa sobre os discípulos na manhã de Pentecostes e os enche de Si. A tradição espiritual manterá este simbolismo do fogo como um dos mais expressivos da ação do Espírito Santo Não extingais o Espírito"(1Ts 5,19). CICCIC –– CATECISMO DA IGREJA CATCATECISMO DA IGREJA CATÓÓLICALICA
  • 14. https://ministerioformacao.wordpress.com/ 1. Batismo no Espírito Santo 1.3 Finalidades do BES Plenitude do Espírito Santo 1.4 Frutos do BES Toda plenitude produz frutos O primeiro fruto da Efusão é o ““despertardespertar”” Outros frutos: vivência da filiação divina, conversão, caridade e seus efeitos, vida em comunidade
  • 15. https://ministerioformacao.wordpress.com/ 1. Batismo no Espírito Santo 1.5 Jesus, o Batizador O Espírito procede do Pai e do Filho, porque ambos podem no-lo dar 1.6 Quem pode ser batizado no ES Joel 3,1-3 O Espírito Santo é destinado a todos Deus não deseja excluir ninguém da graça de Pentecostes Lc 11,13
  • 16. https://ministerioformacao.wordpress.com/ 1. Batismo no Espírito Santo 1.7 Condições para ser batizado no ES Pedir é a única condição Lc 11,1-13 1.8 Condições para permanecer na graça do BES Rm 8,14-24 São Paulo sabia muito bem que uma coisa é tentar, outra é fazer; uma é desejar, outra é obter. Uma coisa é querer ser filho de Deus vivendo no ES; outra é conseguir permanecer nele.
  • 17. https://ministerioformacao.wordpress.com/ 1. Batismo no Espírito Santo É necessário crer em Jesus, converter-se e recebê-lo. Viver em verdadeira santidade ou em sua busca e ela provém do Espírito Santo. Não basta somente recebê-lo, é necessário que permaneçamos n’Ele.
  • 19. https://ministerioformacao.wordpress.com/ 3. Espiritualidade ••CONCEITOSCONCEITOS ••ORAORAÇÇÃOÃO ••CONCEITO TRINITCONCEITO TRINITÁÁRIORIO ••EXPERIÊCIA DE PENTECOSTESEXPERIÊCIA DE PENTECOSTES ••REAVIVAMENTO SACRAMENTALREAVIVAMENTO SACRAMENTAL ** GRA** GRAÇÇAS BASTIMAISAS BASTIMAIS ** CONFISSÃO** CONFISSÃO ** EUCARISTIA** EUCARISTIA ** VOCA** VOCAÇÇÕESÕES ••CONVICCONVICÇÇÃO DO PODER DO ESPÃO DO PODER DO ESPÍÍRITO SANTORITO SANTO ••PRPRÁÁTICA NA ATICA NA AÇÇÃO DOS CARISMASÃO DOS CARISMAS
  • 22. https://ministerioformacao.wordpress.com/ 2. Prática dos Carismas Isso efetiva realmente nossa efusão, não apenas por sentimentos, mas com ousadia pondo em prática os inúmeros frutos que ele nos concede.
  • 24. https://ministerioformacao.wordpress.com/ Dom de Línguas É uma expressão voluntária, consciente, racional e somente dirigida a DEUS, no direcionamento de sabedoria e discernimento do Espírito Santo, seja, no contexto da Oração, o que interpreta-se em: Graça, Clamor, Súplica, Perdão, ou do Louvor.
  • 25. https://ministerioformacao.wordpress.com/ Dom de Línguas Discernimento da Palavra ROMANOS 8, 26. Outrossim, o Espírito vem em auxílio à nossa fraqueza; porque não sabemos o que devemos pedir, nem orar como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inefáveis. I Coríntios 14, 39. Assim, pois, irmãos, aspirai ao dom de profetizar; porém, não impeçais falar em línguas.
  • 26. https://ministerioformacao.wordpress.com/ I Coríntios, 12 4. Há diversidade de dons, mas um só Espírito. 5. Os ministérios são diversos, mas um só é o Senhor. 6. Há também diversas operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos. 7. A cada um é dada a manifestação do Espírito para proveito comum. 8. A um é dada pelo Espírito uma palavra de sabedoria; a outro, uma palavra de ciência, por esse mesmo Espírito; 9. a outro, a fé, pelo mesmo Espírito; a outro, a graça de curar as doenças, no mesmo Espírito; 10. a outro, o dom de milagres; a outro, a profecia; a outro, o discernimento dos espíritos; a outro, a variedade de línguas; a outro, por fim, a interpretação das línguas. 11. Mas um e o mesmo Espírito distribui todos estes dons, repartindo a cada um como lhe apraz. Dom de Línguas Discernimento da Palavra
  • 28. https://ministerioformacao.wordpress.com/ O Repouso no Espírito Santo O Repouso, é uma experiência de cura interior,com potência e fervor do Espírito Santo que é o dinamismo da Igreja e que ““Renova todas as coisasRenova todas as coisas””.. Pode ser através da imposição de mãos; pela aspersão de água ou óleo abençoado, estendendo- se as mãos sobre o grupo; pela bênção dos doentes e com a bênção do Santíssimo Sacramento. Na Efusão do Espírito Santo, somos direcionados a Jesus Sacramentado e a Santa Missa é o nosso “TUDO”, assim, clame pelo Espírito Santo do Senhor, no fortalecimento, no renovar, no capacitar ! VEM ESPVEM ESPÍÍRITO SANTO, COM O TEU PODER !RITO SANTO, COM O TEU PODER ! LivroLivro PePe. Serginho. Serginho –– A Efusão do EspA Efusão do Espíírito Santorito Santo