SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
“O temor do Senhor é o
princípio da ciência; os loucos
desprezam a sabedoria e a
instrução” (Pv 1.7).
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
TEXTO ÁUREO
Provérbios e Eclesiastes são
verdadeiras pérolas da
sabedoria divina para o nosso
bom viver.
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
VERDADE PRÁTICA
1 - Provérbios de Salomão, filho de Davi, rei de
Israel.
2 - Para se conhecer a sabedoria e a instrução;
para se entenderem as palavras da prudência;
3 - para se receber a instrução do entendimento, a
justiça, o juízo e a equidade;
4 - para dar aos simples prudência, e aos jovens
conhecimento e bom siso;
5 - para o sábio ouvir e crescer em sabedoria, e o
instruído adquirir sábios conselhos;
6 - para entender provérbios e sua interpretação,
como também as palavras dos sábios e suas
adivinhações.
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Pv 1.1-6
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
PROPOSTA DA LIÇÃO
• Bíblia: bons conselhos que revelam a sabedoria divina;
• Salomão foi o principal autor do livro de Provérbios;
• Eclesiastes: balanço da vida;
• Quem são os sábios citados em Provérbios?
• Provérbios: prática cotidiana de nossa existência;
• Deus dá inteligência que serve para nós mesmo;
• Deus: fonte da sabedoria de Salomão;
• Provérbios: conjunto de valores éticos e morais;
• Eclesiastes: aponta para Deus como razão da existência.
INTRODUÇÃO
a) Sabedoria Divina e cultura popular:
• Provérbios e Eclesiastes: tratam da sabedoria de Deus;
• Cultura popular: um conjunto de valores éticos e morais.
b) Bons conselhos:
• Sabedoria Divina: a Bíblia contém bons conselhos;
• Preciosidade: observância e prática destes conselhos;
• Conselhos inquestionáveis. Facilitam a vida cristã.
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
1) O LIVRO DE PROVÉRBIOS
• Principal autor: Salomão, filho de Davi (não foi o único);
• Salomão compôs 3000 provérbios e 1005 cânticos;
• Ele escreveu e colocou em prática em sua vida;
• Propósito do livro: instrução, sabedoria, prudência etc.
2) O LIVRO DE ECLESIASTES
• Literatura sapiencial: Eclesiastes faz parte;
• Autoria: Salomão (1.1; 1.12; 2.1-11);
• Temática: Reflexão, análise e retrospectiva da vida;
• Um balanço de quem havia vivido intensamente.
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
I – JÓIAS DA
LITERATURA SAPIENCIAL
1) A INTELIGÊNCIA DOS SÁBIOS
• “Palavras dos sábios”: quem eram estes sábios?
• Outros sábios igualmente famosos (1 Rs 4.29-31);
• Todos foram sobrepujados por Salomão;
• Fonte da sabedoria destes sábios: muito inferior.
2) A SABEDORIA DE SALOMÃO
• Sabedoria aplicada em diferentes áreas da vida;
• Como honrar pais; criar filhos; lidar com dinheiro;
• Sexualidade; liderança; amigos; comer e beber;
• Como ele adquiriu? Como usou? Agradou a Deus?
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
II – A SABEDORIA DOS ANTIGOS
1) A SABEDORIA POPULAR
• Livros poéticos: louvores, orações e sabedoria popular;
• Algumas máximas populares apresentam verdades;
• A sabedoria popular é infinitamente inferior à Divina;
• Deus dá inteligência que servirá para nós mesmos.
2) A SABEDORIA DIVINA
• Salomão falou das árvores, animais, aves e peixes;
• Muitos povos queriam ouvir Salomão, valia a pena!
• Salomão orou pedindo a Deus sabedoria;
• Por isto ninguém conseguiu superá-lo.
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
III – AS FONTES DA SABEDORIA
1) VALORES ÉTICOS E MORAIS
• Provérbios: valores éticos e morais com propósitos;
• Valores que proporcionam relacionamentos sadios;
• É possível agradar a Deus sem atentar a estes valores?
• Agradar a Deus: valores espirituais, morais e éticos.
2) VALORES ESPIRITUAIS
• “Temor do Senhor é o princípio da sabedoria”;
• Somente os loucos desprezam esta sabedoria;
• Provérbios: regula nossa relação com Deus;
• Eclesiastes: Deus – razão de nossa existência.
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
IV – O PROPÓSITO DA SABEDORIA
• Temor do Senhor: fundamento de todo saber;
• Sábios: aqueles que aprendem com o temor do Senhor;
• Bons conselhos: devem ser colocados em prática.
OBJETIVOS DA LIÇÃO
1) Conhecer o conceito geral de Provérbios e Eclesiastes:
• Instrução, sabedoria, prudência (balanço da vida).
2) Identificar as fontes da sabedoria dos sábios antigos:
• Fonte dos sábios antigos era inferior a de Salomão.
3) Compreender o propósito da sabedoria ensinada:
• Regular nossa relação com Deus, nossa razão de vida.
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
CONCLUSÃO
Contato: ailtonsilva2000
@yahoo.com.br
@gmail.com
.blogspot.com
facebook
Álvares Machado (SP)
4º trim. 2013
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as naçõeslição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
Ailton da Silva
 
O perigo da busca pela autorrealização humana
O perigo da busca pela autorrealização humanaO perigo da busca pela autorrealização humana
O perigo da busca pela autorrealização humana
Ailton da Silva
 
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADOLição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Ailton da Silva
 
Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuiçãoLição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
Ailton da Silva
 
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divinaLição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Ailton da Silva
 
01 - No mundo tereis aflições
01 - No mundo tereis aflições01 - No mundo tereis aflições
01 - No mundo tereis aflições
Ailton da Silva
 
O propósito da tentação
O propósito da tentaçãoO propósito da tentação
O propósito da tentação
Ailton da Silva
 
13 - a verdadeira motivação do crente
13 - a verdadeira motivação do crente13 - a verdadeira motivação do crente
13 - a verdadeira motivação do crente
Ailton da Silva
 

Mais procurados (20)

Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfiasLição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
 
Lição 9 - Preservando a identidade da igreja
Lição 9 - Preservando a identidade da igrejaLição 9 - Preservando a identidade da igreja
Lição 9 - Preservando a identidade da igreja
 
04
0404
04
 
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as naçõeslição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por Deus
 
O perigo da busca pela autorrealização humana
O perigo da busca pela autorrealização humanaO perigo da busca pela autorrealização humana
O perigo da busca pela autorrealização humana
 
Os dons de poder
Os dons de poderOs dons de poder
Os dons de poder
 
Lição 1
Lição 1Lição 1
Lição 1
 
Lição 13 - Aviva, ó, Senhor tua obra
Lição 13 - Aviva, ó, Senhor tua obraLição 13 - Aviva, ó, Senhor tua obra
Lição 13 - Aviva, ó, Senhor tua obra
 
Lição 8
Lição 8Lição 8
Lição 8
 
08
0808
08
 
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADOLição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
 
Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuiçãoLição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
Lição 5 - Obadias, o princípio da retribuição
 
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divinaLição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
 
01 - No mundo tereis aflições
01 - No mundo tereis aflições01 - No mundo tereis aflições
01 - No mundo tereis aflições
 
O propósito da tentação
O propósito da tentaçãoO propósito da tentação
O propósito da tentação
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
 
13 - a verdadeira motivação do crente
13 - a verdadeira motivação do crente13 - a verdadeira motivação do crente
13 - a verdadeira motivação do crente
 
Lição 10
Lição 10Lição 10
Lição 10
 
Dons de revelação
Dons de revelaçãoDons de revelação
Dons de revelação
 

Destaque

Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliançaLição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Ailton da Silva
 
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraóas pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
Ailton da Silva
 
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
Ailton da Silva
 
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinaia peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
Ailton da Silva
 
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócioDeus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Ailton da Silva
 
Gerados pela Palavra da verdade
Gerados pela Palavra da verdadeGerados pela Palavra da verdade
Gerados pela Palavra da verdade
Ailton da Silva
 
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoUm lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Ailton da Silva
 
O ministério de mestre e doutor
O ministério de mestre e doutorO ministério de mestre e doutor
O ministério de mestre e doutor
Ailton da Silva
 
lição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbitalição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbita
Ailton da Silva
 
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânicoLição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Ailton da Silva
 

Destaque (20)

Lição 8
Lição 8Lição 8
Lição 8
 
Lição 02
Lição 02Lição 02
Lição 02
 
Lição 12
Lição 12Lição 12
Lição 12
 
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliançaLição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
 
Lição 4
Lição 4Lição 4
Lição 4
 
Lição 3
Lição 3Lição 3
Lição 3
 
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraóas pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
 
Lição 07
Lição 07Lição 07
Lição 07
 
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
 
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinaia peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
 
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócioDeus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
Deus escolhe Arão e seus filhos para o sacerdócio
 
Gerados pela Palavra da verdade
Gerados pela Palavra da verdadeGerados pela Palavra da verdade
Gerados pela Palavra da verdade
 
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoUm lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no deserto
 
O ministério de mestre e doutor
O ministério de mestre e doutorO ministério de mestre e doutor
O ministério de mestre e doutor
 
lição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbitalição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbita
 
Lição 5
Lição 5Lição 5
Lição 5
 
Lição 06
Lição 06Lição 06
Lição 06
 
07
0707
07
 
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânicoLição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
 
12
1212
12
 

Semelhante a 01

Lição 1 do 4º trimestre O Valor dos Bons Conselhos.
Lição 1 do 4º trimestre  O Valor dos Bons Conselhos.Lição 1 do 4º trimestre  O Valor dos Bons Conselhos.
Lição 1 do 4º trimestre O Valor dos Bons Conselhos.
Antonio Fernandes
 
O valor dos bons conselhos
O valor dos bons conselhosO valor dos bons conselhos
O valor dos bons conselhos
Claudio Antonio
 
Lição 01 (o valor dos bons conselhos)
Lição 01 (o valor dos bons conselhos)Lição 01 (o valor dos bons conselhos)
Lição 01 (o valor dos bons conselhos)
Antonio Filho
 
Oração e recomendações às mulheres cristãs
Oração e recomendações às mulheres cristãsOração e recomendações às mulheres cristãs
Oração e recomendações às mulheres cristãs
Ailton da Silva
 
A multiforme Sabedoria de Deus
A multiforme Sabedoria de DeusA multiforme Sabedoria de Deus
A multiforme Sabedoria de Deus
Ailton da Silva
 

Semelhante a 01 (20)

Lições biblicas 4 trimestre liçao 1
Lições biblicas 4 trimestre liçao 1Lições biblicas 4 trimestre liçao 1
Lições biblicas 4 trimestre liçao 1
 
Lição 1 O Valor dos Bons Conselhos
Lição 1   O Valor dos Bons ConselhosLição 1   O Valor dos Bons Conselhos
Lição 1 O Valor dos Bons Conselhos
 
Lição 12
Lição 12Lição 12
Lição 12
 
Lição 1 do 4º trimestre O Valor dos Bons Conselhos.
Lição 1 do 4º trimestre  O Valor dos Bons Conselhos.Lição 1 do 4º trimestre  O Valor dos Bons Conselhos.
Lição 1 do 4º trimestre O Valor dos Bons Conselhos.
 
Lição 1 - O Valor dos Bons Conselhos
Lição 1 - O Valor dos Bons ConselhosLição 1 - O Valor dos Bons Conselhos
Lição 1 - O Valor dos Bons Conselhos
 
06
0606
06
 
Lição 1
Lição 1Lição 1
Lição 1
 
O valor dos bons conselhos
O valor dos bons conselhosO valor dos bons conselhos
O valor dos bons conselhos
 
Lição 01 (o valor dos bons conselhos)
Lição 01 (o valor dos bons conselhos)Lição 01 (o valor dos bons conselhos)
Lição 01 (o valor dos bons conselhos)
 
Estudo dos livros Poéticos - Provérbios.
Estudo dos livros Poéticos - Provérbios.Estudo dos livros Poéticos - Provérbios.
Estudo dos livros Poéticos - Provérbios.
 
Poéticos II
Poéticos IIPoéticos II
Poéticos II
 
05
0505
05
 
Aula - Razão x emoção 24.02.2013
Aula - Razão x emoção   24.02.2013Aula - Razão x emoção   24.02.2013
Aula - Razão x emoção 24.02.2013
 
LIVROS POÉTICOS (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
LIVROS POÉTICOS (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)LIVROS POÉTICOS (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
LIVROS POÉTICOS (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
 
Profeta.voz de deus ou vontade humana.ebd.palavra e vida.3 t2015.aula 1
Profeta.voz de deus ou vontade humana.ebd.palavra e vida.3 t2015.aula 1Profeta.voz de deus ou vontade humana.ebd.palavra e vida.3 t2015.aula 1
Profeta.voz de deus ou vontade humana.ebd.palavra e vida.3 t2015.aula 1
 
Lições Bíblicas CPAD 4º trimestre 2013 - Lição 1
Lições Bíblicas CPAD   4º trimestre 2013 - Lição 1Lições Bíblicas CPAD   4º trimestre 2013 - Lição 1
Lições Bíblicas CPAD 4º trimestre 2013 - Lição 1
 
Livros Poéticos - Provérbios.pptx
Livros Poéticos - Provérbios.pptxLivros Poéticos - Provérbios.pptx
Livros Poéticos - Provérbios.pptx
 
25. Os poéticos: Provérbios
25. Os poéticos: Provérbios25. Os poéticos: Provérbios
25. Os poéticos: Provérbios
 
Oração e recomendações às mulheres cristãs
Oração e recomendações às mulheres cristãsOração e recomendações às mulheres cristãs
Oração e recomendações às mulheres cristãs
 
A multiforme Sabedoria de Deus
A multiforme Sabedoria de DeusA multiforme Sabedoria de Deus
A multiforme Sabedoria de Deus
 

Mais de Ailton da Silva

Mais de Ailton da Silva (20)

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
 
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaLição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
 
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na fé
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela Graça
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
 

01

  • 1.
  • 2. “O temor do Senhor é o princípio da ciência; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução” (Pv 1.7). Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP TEXTO ÁUREO
  • 3. Provérbios e Eclesiastes são verdadeiras pérolas da sabedoria divina para o nosso bom viver. Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP VERDADE PRÁTICA
  • 4. 1 - Provérbios de Salomão, filho de Davi, rei de Israel. 2 - Para se conhecer a sabedoria e a instrução; para se entenderem as palavras da prudência; 3 - para se receber a instrução do entendimento, a justiça, o juízo e a equidade; 4 - para dar aos simples prudência, e aos jovens conhecimento e bom siso; 5 - para o sábio ouvir e crescer em sabedoria, e o instruído adquirir sábios conselhos; 6 - para entender provérbios e sua interpretação, como também as palavras dos sábios e suas adivinhações. Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Pv 1.1-6
  • 5. Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP PROPOSTA DA LIÇÃO • Bíblia: bons conselhos que revelam a sabedoria divina; • Salomão foi o principal autor do livro de Provérbios; • Eclesiastes: balanço da vida; • Quem são os sábios citados em Provérbios? • Provérbios: prática cotidiana de nossa existência; • Deus dá inteligência que serve para nós mesmo; • Deus: fonte da sabedoria de Salomão; • Provérbios: conjunto de valores éticos e morais; • Eclesiastes: aponta para Deus como razão da existência.
  • 6. INTRODUÇÃO a) Sabedoria Divina e cultura popular: • Provérbios e Eclesiastes: tratam da sabedoria de Deus; • Cultura popular: um conjunto de valores éticos e morais. b) Bons conselhos: • Sabedoria Divina: a Bíblia contém bons conselhos; • Preciosidade: observância e prática destes conselhos; • Conselhos inquestionáveis. Facilitam a vida cristã. Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 7. 1) O LIVRO DE PROVÉRBIOS • Principal autor: Salomão, filho de Davi (não foi o único); • Salomão compôs 3000 provérbios e 1005 cânticos; • Ele escreveu e colocou em prática em sua vida; • Propósito do livro: instrução, sabedoria, prudência etc. 2) O LIVRO DE ECLESIASTES • Literatura sapiencial: Eclesiastes faz parte; • Autoria: Salomão (1.1; 1.12; 2.1-11); • Temática: Reflexão, análise e retrospectiva da vida; • Um balanço de quem havia vivido intensamente. Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP I – JÓIAS DA LITERATURA SAPIENCIAL
  • 8. 1) A INTELIGÊNCIA DOS SÁBIOS • “Palavras dos sábios”: quem eram estes sábios? • Outros sábios igualmente famosos (1 Rs 4.29-31); • Todos foram sobrepujados por Salomão; • Fonte da sabedoria destes sábios: muito inferior. 2) A SABEDORIA DE SALOMÃO • Sabedoria aplicada em diferentes áreas da vida; • Como honrar pais; criar filhos; lidar com dinheiro; • Sexualidade; liderança; amigos; comer e beber; • Como ele adquiriu? Como usou? Agradou a Deus? Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP II – A SABEDORIA DOS ANTIGOS
  • 9. 1) A SABEDORIA POPULAR • Livros poéticos: louvores, orações e sabedoria popular; • Algumas máximas populares apresentam verdades; • A sabedoria popular é infinitamente inferior à Divina; • Deus dá inteligência que servirá para nós mesmos. 2) A SABEDORIA DIVINA • Salomão falou das árvores, animais, aves e peixes; • Muitos povos queriam ouvir Salomão, valia a pena! • Salomão orou pedindo a Deus sabedoria; • Por isto ninguém conseguiu superá-lo. Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP III – AS FONTES DA SABEDORIA
  • 10. 1) VALORES ÉTICOS E MORAIS • Provérbios: valores éticos e morais com propósitos; • Valores que proporcionam relacionamentos sadios; • É possível agradar a Deus sem atentar a estes valores? • Agradar a Deus: valores espirituais, morais e éticos. 2) VALORES ESPIRITUAIS • “Temor do Senhor é o princípio da sabedoria”; • Somente os loucos desprezam esta sabedoria; • Provérbios: regula nossa relação com Deus; • Eclesiastes: Deus – razão de nossa existência. Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP IV – O PROPÓSITO DA SABEDORIA
  • 11. • Temor do Senhor: fundamento de todo saber; • Sábios: aqueles que aprendem com o temor do Senhor; • Bons conselhos: devem ser colocados em prática. OBJETIVOS DA LIÇÃO 1) Conhecer o conceito geral de Provérbios e Eclesiastes: • Instrução, sabedoria, prudência (balanço da vida). 2) Identificar as fontes da sabedoria dos sábios antigos: • Fonte dos sábios antigos era inferior a de Salomão. 3) Compreender o propósito da sabedoria ensinada: • Regular nossa relação com Deus, nossa razão de vida. Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP CONCLUSÃO
  • 12.
  • 13. Contato: ailtonsilva2000 @yahoo.com.br @gmail.com .blogspot.com facebook Álvares Machado (SP) 4º trim. 2013 Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL