25. Os poéticos: Provérbios

5.469 visualizações

Publicada em

Curso Visão Panorâmica da Bíblia, lecionado na Igreja Presbiteriana de Dourados, toda quarta-feira, às 19h30' pelo Rev. Ildemar de Oliveira Berbert.

0 comentários
10 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.469
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
223
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
597
Comentários
0
Gostaram
10
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

25. Os poéticos: Provérbios

  1. 1. OS POÉTICOS - PROVÉRBIOS Palavra-chave: “SABEDORIA”
  2. 2. DIVISÃO HISTÓRICA DA BÍBLIA OS 05 LIVROS POÉTICOS JÓ SALMOS PROVÉRBIOS ECLESIASTES CANTARES
  3. 3. Autor O Livro de Provérbios Constitui-se numa coleção de ditos sábios procedentes de uma série de autores: a. Salomão: Cf. 1:1; 10;1; 25;1 – Salomão escreveu a maioria dos Provérbios aqui registrados (I Reis:4:32; Ec.1:13;12:9) b. Agur: Escreveu o cap.30 c. Lemuel: Escreveu o Cap.31 Sem dúvida o Rei Salomão é a referencia inquestionável da autoria do livro – “Provérbios de Salomão” (1:1)
  4. 4. Data e Ocasião A data mais provável da composição de Provérbios é o ano 950 a.C., porém, a obra só foi organizada como está por volta do século VI a.C., depois da queda de Jerusalém com o Exílio da Babilônia
  5. 5. Características do livro • O Termo hebraico para “provérbios” significa “comparação”, e acabou por ser usado para qualquer tipo sapiencial ou maralista (Ez.18:2; Sl.49:4) • Muitos Provérbios são parábolas condensadas: - Os ditos (versos) reunidos neste livro formam uma biblioteca de instrução sobre “como viver vida piedosa na terra e como estar seguro de uma recompensa na vida por vir”
  6. 6. Características do livro - Assim esses Provérbios não são meros ditos populares, mas uma destilação da sabedoria dos que conhecem a lei de Deus - Era uma forma de escrita bem conhecida no mundo antigo, remonta o Egito, ano 2.700 - Nos tempos de Salomão surgiam os primeiros filósofos – amigos da sabedoria (popular)
  7. 7. PROPÓSITO DO LIVRO • Provérbios é um dos poucos livros da Bíblia a apresentar-nos claramente o propósito para o qual foi escrito. • Leia - 1.2-6. • Para se conhecer a sabedoria e a instrução; para se entenderem, as palavras da prudência. • Para se receber a instrução do entendimento, a justiça, o juízo e a equidade; • Para dar aos simples, prudência, e aos moços, conhecimento e bom siso; • O sábio ouvirá e crescerá em conhecimento, e o entendido adquirirá sábios conselhos; • Para entender os provérbios e sua interpretação; as palavras dos sábios e as suas proposições.
  8. 8. Formar pessoas sábias (lei) • Neste livro, o SENHOR dá-nos instruções detalhadas de como agir nas mais diversas áreas da vida – em nosso relacionamento: • com Ele, • com nossos pais, • Com nossos filhos, • Com nossos vizinhos e • com as autoridades. - Seu propósito é levar-nos a viver a vida sabiamente, pois ela é curta.
  9. 9. Versículo-chave do Livro "O temor do SENHOR é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino" (1.7)
  10. 10. DEFINIÇÃO DO TERMO Um Provérbio é uma frase curta, bem construída, que expressa uma verdade adquirida através da experiência e que se impõe pela forma breve e pela agudez das observações. Os provérbios são ensinamentos deduzidos da experiência que o povo tem da vida, e sua finalidade é instruir, esclarecendo situações de perplexidade, fornecendo orientações para a vida humana, como as setas de uma estrada
  11. 11. VIDA PRUDENTE • Conforme declara a sua introdução, tem como propósito ensinar a alcançar sabedoria, a disciplina e uma vida prudente e a fazer o que é correto, justo e digno. • Em suma, ensina a aplicar e fornecer instrução moral, impregnada na cultura de um povo.
  12. 12. SABEDORIA DA VIDA • Provérbios é um livro prático de Sabedoria; • Com o objetivo de dar sabedoria aos mais jovens (1:1-7); • A Sabedoria de Provérbios não é a sabedoria encontrada nos livros, nos clássicos, nem uma sabedoria carnal, mas a sabedoria que procede do temor do Senhor; • Aplica os princípios de justiça, pureza e piedade à vida prática
  13. 13. ESBOÇO DO LIVRO 1 Propósito de Provérbios 1.1-7 2 Provérbios para os jovens 1.8 a 9:18 3 Provérbios de Salomão 10 a 24 4 Provérbios de Salomão copiados pelos homens de Ezequias (25:1) 25 a 29 5 Palavras de Agur 30 6 Palavras do rei Lemuel 31 Provérbios pode ser dividido da seguinte maneira
  14. 14. OS TEMAS DE PROVÉRBIOS o paralelismo de contraste é utilizado com muitíssima frequência neste livro. Assim, vão-se estabelecendo comparações entre a sabedoria e a loucura, a justiça e a injustiça, etc. A SABEDORIA DO VIVER BEM: INSTRUÇÕES SOBRE: A insensatez, o pecado, a bondade, a riqueza, a pobreza, a língua, o orgulho, a humildade, a justiça, a vingança, a contenda, a gula, o amor, a preguiça, a amizade, a família, a disciplina dos filhos, a vida e a morte. São facetas do relacionamento humano “Melhor é um bocado seco e tranquilidade, do que a casa farta de carnes e contendas” Pv.17:1
  15. 15. CONTEÚDO PROVÉRBIOS ENSINA A SABEDORIA DA VIDA, NÃO DOS LIVROS PROVÉRBIOS SEPARA O JUSTO DO ÍMPIO, NÃO LHES DANDO A MESMA SORTE PROVÉRBIOS MOSTRA QUE O TEMOR DE DEUS É O PRINCÍPIO DA SABEDORIA PROVÉRBIOS ENSINA O CAMINHO DA VIDA
  16. 16. PROTEJE A VIDA PROVÉRBIO S PROÍBE OS CRIMES CONTRA A HONRA E A DIGNIDADE HUMANA
  17. 17. CALÚNIA Calúnia é uma afirmação falsa e desonrosa a respeito de alguém, inclusive mortos. Ofende a reputação, a honra. “Não calunie o servo diante de seu senhor” Pv.30:10 Ex. Acusar injustamente, alguém de um homicídio Pena: 6m a 2 anos e multa
  18. 18. DIFAMAÇÃO Atribuir a outro fato ofensivo à honra objetiva, mas, de algo que não seja crime . Ex. Acusar alguém Pena: 3m a 1 ano e multa “O homem perverso espalha contendas, E o difamador separa os melhores amigos” Pv. 16:28 Pv. 10:18
  19. 19. INJÚRIA Atribuir a alguém qualidade negativa que ofende a honra subjetiva Ex. Você é gorda Pena: 1 a 3 anos de reclusão “O que repreende o escarnecedor traz afronta sobre si; E o que censura o perverso a si mesmo se injuria” Pv. 9:7
  20. 20. Lições do Livro 1 A Busca da sabedoria (2.4,5) a busca da sabedoria deve ser algo exaustivo, que nos consuma totalmente. Como a busca de uma pérola de imenso valor. Bem conhece a Cristo quem O busca dessa maneira! 2 Guiados pela sabedoria divina (3:5) uma das maiores verdades que Provérbios nos ensina é a necessidade de despojarmo-nos da nossa sabedoria pessoal, deixando-nos guiar pela sabedoria provada e comprovada do SENHOR!
  21. 21. Lições do Livro 3 impunidade (6:28) ninguém brinca com o pecado e sai ileso! 4 Disciplina (12:1) você ama a disciplina? Não para os outros, mas para si mesmo? 5 A língua (18:1) cuidado com a sua boca! A morte e a vida estão em seu poder!
  22. 22. Cristologia de Provérbios no capítulo 8 a sabedoria é personificada e vista em suas perfeições. Ela é: 1 - divina - 22-31; 2 - a fonte da vida - 35,36; 3 - justa e reta - 8,9; 4 - está à disposição de todo aquele que a buscar - 1-6; 32-35. • O Senhor Jesus é essa sabedoria: Cl 2.3 - (“Em quem todos os tesouros da sabedoria estão ocultos”) 1 Co 1.30 – “ ... Em Jesus Cristo, que se tornou da parte de Deus sabedoria e justiça...”
  23. 23. PALAVRA FINAL “O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do santo é prudência” Pv.9:10

×