O valor dos bons conselhos

418 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
418
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O valor dos bons conselhos

  1. 1. “O temor do Senhor é o princípios da ciência; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução”
  2. 2. Segunda Feira : A Sabedoria revela prudência Para se conhecer a sabedoria e a instrução; para se entenderem, as palavras da prudência. Provérbios 1:2
  3. 3. A sabedoria oferece justiça, juízo e equidade. Para se receber a instrução do entendimento, a justiça, o juízo e a eqüidade; Provérbios 1:3
  4. 4. A sabedoria traz conhecimento. Para dar aos simples, prudência, e aos moços, conhecimento e bom siso; Provérbios 1:4
  5. 5. A sabedoria gera sábios conselhos O sábio ouvirá e crescerá em conhecimento, e o entendido adquirirá sábios conselhos; Provérbios 1:5
  6. 6. A sabedoria interpreta a vida: Para entender os provérbios e sua interpretação; as palavras dos sábios e as suas proposições. Provérbios 1:6
  7. 7. O temor do Senhor e a sabedoria: O temor do Senhor é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução. Provérbios 1:7
  8. 8. Lembro-me dos ditados populares que ouvia dos meus pais: “Águas passadas não movem moinhos”. “Água mole em pedra dura tanto bate até que fura”. “Quem espera sempre alcança”, e muitos outros. Mais dos que qualquer fonte, a Bíblia está recheada dessas perolas.
  9. 9. 1- O Livro de Provérbios. A Bíblia diz que Salomão compôs “três mil provérbios, e foram os seus cânticos mil e cinco” (1 Rs 4:32 E disse três mil provérbios, e foram os seus cânticos mil e cinco.) 1 Reis 4:32
  10. 10. Eclesiastes juntamente com Cantares, Jó, Salmos e Provérbios faz parte do gênero literário conhecido como “literatura Sapiencial sua autoria é atribuída a Salomão .
  11. 11. Ao contrário do que muitos pensão, o livro de Eclesiastes não expõe uma espécie de ceticismo ou desencanto existencial.
  12. 12. 1-A inteligência dos sábios: Já Observamos que pelo menos duas referências do livro de Provérbios fazem citação das “Palavras dos Sábios ”Inclina o teu ouvido e ouve as palavras dos sábios, e aplica o teu coração ao meu conhecimento. Provérbios 22:17 e Provérbios 24:23 Também estes são provérbios dos sábios: Ter respeito a pessoas no julgamento não é bom.”
  13. 13. O escritor americano Eugene Peterson mostra a singularidade da sabedoria de Salomônica em diversas áreas da vida.
  14. 14. a
  15. 15. a
  16. 16. a
  17. 17. a
  18. 18. A1- A Sabedoria Popular: Os livros poéticos mostram, entre outras coisas como louvores e orações, muito da sabedoria do povo de Israel. Ciente dessa verdade, Salomão apresenta máximas populares para compor os seus Provérbios , (Pv 22:17 e 22:23, já citados)
  19. 19. O texto bíblico destaca que Salomão “falou das árvores, desde o cedro que está no Líbano até ao Hissopo(Planta originária do Oriente Médio); também falou dos animais, das aves dos r´pteis e dos peixes
  20. 20. 1-Valores Éticos e Morais. Na introdução do livro de Provérbios, encontramos um conjunto de valores éticos e morais que revelam o propósito desses conselhos.
  21. 21. a
  22. 22. a
  23. 23. Além de apontar valores éticos e morais, ao afirmar que o temor do Senhor é o princípio da ciência; e que somente (os poucos desprezam a sabedoria e a instrução (Pv 1:7). O Cronista sacro abaliza os valores espirituais que sobressaem nas palavras de Provérbios.
  24. 24. A literatura sapiencial, representada neste trimestre pelos livros de Provérbios e Eclesiastes, revela que o temor do Senhor é o fundamento de todo o saber. Ninguém pode ser considerado sábio se os seus conselhos não revelarem princípios do saber divino. Segundo a Bíblia, um sábio não se caracteriza apenas por ter muita informação ou inteligência, mas é alguém que aprendeu o temor do Senhor como a base de toda sua vida e, por isso sabe viver e conviver ( Tiago 3: 23-18)
  25. 25. a
  26. 26. a
  27. 27. a
  28. 28. a
  29. 29. a
  30. 30. a
  31. 31. a
  32. 32. a
  33. 33. a
  34. 34. a
  35. 35. a
  36. 36. a
  37. 37. a
  38. 38. a
  39. 39. a
  40. 40. a
  41. 41. a
  42. 42. a
  43. 43. a
  44. 44. a
  45. 45. a

×