7-1
7. CABEÇOTE/VÁLVULAS
LOCALIZAÇÃO DO COMPONENTE ................ 7-2
INFORMAÇÕES DE SERVIÇO .......................... ...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-2
LOCALIZAÇÃO DO COMPONENTE
12 N.m (1,2 kgf.m) 12 N.m (1,2 kgf.m)
45 N.m (4,6 kgf.m)
16 N.m (1,6 kgf.m...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-3
INFORMAÇÕES DE SERVIÇO
INSTRUÇÕES GERAIS
• Este capítulo descreve os procedimentos de serviço do cab...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-4
FERRAMENTAS
Instalador da guia da válvula, 5,0 mm
07942-MA60000
Compressor da mola da válvula
07757-...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-5
DIAGNOSE DE DEFEITOS
• Defeitos na parte superior do motor geralmente causam problemas no rendimento...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-6
Aqueça o motor até a temperatura normal de
funcionamento.
Desligue o motor e remova o supressor de
r...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-7
Remova a junta da tampa do cabeçote.
Remova o anel de vedação do pino-guia.
REMOÇÃO DA ÁRVORE DE
COM...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-8
Remova o plugue do acionador do tensor da
corrente de comando.
Gire completamente o eixo do acionado...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-9
Use um pedaço de fio na corrente de
comando para previnir que ela caia na
carcaça.
Remova as árvores...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-10
Apóie ambas as extremidades da árvore de
comando e verifique o empenamento,
utilizando um relógio c...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-11
Remova os seguintes itens:
– Árvores de comando (página 7-7)
– Tubo de escapamento/silencioso (pági...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-12
Remova os parafusos, isolante do
carburador, anel de vedação e junta.
Remova a vela de ignição.
Ins...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-13
Remova os seguintes itens:
– Retentores de mola
– Molas da válvula externa/interna
– Válvulas
– Iso...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-14
Verifique o alojamento de cada acionador da
válvula quanto a riscos, danos ou desgaste.
Meça o D.I....
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-15
Utilize o alargador da guia da válvula para
remover possíveis depósitos de carvão, antes
de medir a...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-16
Enquanto o cabeçote estiver aquecido, utilize
as ferramentas para instalar as novas guias
no cabeço...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-17
Inspecione a superfície da sede da válvula
quanto a:
• Face danificada:
– Substitua a válvula e ret...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-18
Utilize uma fresa de 45° para remover
qualquer aspereza ou irregularidade da sede
da válvula.
Ferra...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-19
Após ter cortado a sede, aplique composto
de polimento na superfície da válvula e
efetue o poliment...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-20
Instale os assentos das molas da válvula.
Instale isolantes da haste novos.
Lubrifique as hastes da...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-21
Instale e aperte com as mãos a vela de
ignição no cabeçote, em seguida aperte a
vela de ignição no ...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-22
Limpe completamente as superfícies da junta
do cilindro e do cabeçote.
Seja cuidadoso para não dani...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-23
Instale os calços nos retentores de mola da
válvula.
Aplique óleo à base de bissulfeto de
molibdêni...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-24
Instale os suportes das árvores de comando.
As marcas no suporte da árvore são as
ilustradas na fig...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-25
Aplique óleo de motor no anel de vedação
novo e instale-o no acionador do tensor da
corrente de com...
CABEÇOTE/VÁLVULAS
7-26
Instale os novos retentores de borracha na
tampa do cabeçote com as marcas “UP”
viradas para cima.
...
COMO USAR ESTE MANUAL
Este manual de serviço descreve os procedimentos de serviço para a
CBX250.
Siga as recomendações da ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Manaul de serviço ms cbx250 (2006) 00 x6b-kpf-003 07. cabeçote-válvulas

390 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
390
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manaul de serviço ms cbx250 (2006) 00 x6b-kpf-003 07. cabeçote-válvulas

  1. 1. 7-1 7. CABEÇOTE/VÁLVULAS LOCALIZAÇÃO DO COMPONENTE ................ 7-2 INFORMAÇÕES DE SERVIÇO .......................... 7-3 DIAGNOSE DE DEFEITOS ................................ 7-5 COMPRESSÃO DO CILINDRO.......................... 7-6 REMOÇÃO DA TAMPA DO CABEÇOTE .......... 7-6 REMOÇÃO DA ÁRVORE DE COMANDO ........ 7-7 REMOÇÃO DO CABEÇOTE ..............................7-11 DESMONTAGEM DO CABEÇOTE....................7-12 SUBSTITUIÇÃO DAS GUIAS DAS VÁLVULAS ........................................................7-15 INSPEÇÃO/RETÍFICA DAS SEDES DAS VÁLVULAS ........................................................7-16 MONTAGEM DO CABEÇOTE ..........................7-19 INSTALAÇÃO DO CABEÇOTE..........................7-21 INSTALAÇÃO DA ÁRVORE DE COMANDO ....7-23 INSTALAÇÃO DA TAMPA DO CABEÇOTE ......7-25 7
  2. 2. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-2 LOCALIZAÇÃO DO COMPONENTE 12 N.m (1,2 kgf.m) 12 N.m (1,2 kgf.m) 45 N.m (4,6 kgf.m) 16 N.m (1,6 kgf.m) 12 N.m (1,2 kgf.m)
  3. 3. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-3 INFORMAÇÕES DE SERVIÇO INSTRUÇÕES GERAIS • Este capítulo descreve os procedimentos de serviço do cabeçote, válvulas e árvore de comando. • Durante a desmontagem, identifique e armazene as peças removidas para certificar-se de que sejam reinstaladas em suas posições originais. • Limpe todas as peças removidas com solvente de limpeza e seque-as com ar comprimido antes de inspecioná- las. • Limpe as passagens de óleo antes de montar o cabeçote. • Tome cuidado para não danificar as superfícies de contato do cabeçote e da tampa do cabeçote durante a remoção. • Lubrifique os mancais e ressaltos das árvores de comando com graxa à base de bissulfeto de molibdênio para assegurar a lubrificação inicial. ESPECIFICAÇÕES Item Padrão Limite de Uso Compressão do cilindro 1.128 kPa (11,5 kgf/cm2 ,164 psi) — a 400 rpm Cabeçote Empenamento — 0,10 D.I. do oríficio do levantador da válvula ADM/ESC 26,010 – 26,026 26,06 Árvore de Altura do ressalto ADM 37,00 – 37,24 36,94 comando ESC 37,03 – 37,27 36,97 Empenamento 0,02 0,10 D.E. do mancal 24,959 – 24,980 — Folga de óleo 0,020 – 0,062 0,10 Válvulas e Folga das válvulas ADM 0,12 ± 0,03 — guias das ESC 0,15 ± 0,03 — válvulas D.E. da haste da válvula ADM 4,975 – 4,990 4,96 ESC 4,955 – 4,970 4,94 D.I. da guia da válvula ADM/ESC 5,000 – 5,012 5,03 Folga entre a haste e a ADM 0,010 – 0,037 0,07 guia da válvula ESC 0,030 – 0,057 0,09 Largura da sede da válvula ADM/ESC 1,0 – 1,2 2,0 Mola da válvula Comprimento livre Interna ADM/ESC 33,77 32,36 Externa ADM/ESC 36,64 34,84 Acionador da válvula D.E. ADM/ESC 25,978 – 25,993 25,97 VALORES DE TORQUE Parafuso da tampa do cabeçote 12 N.m (1,2 kgf.m) Parafuso do suporte da árvore de comando 12 N.m (1,2 kgf.m) Aplique óleo na rosca e superfície de assentamento Porca do cabeçote 45 N.m (4,6 kgf.m) Aplique óleo na rosca e superfície de assentamento Parafuso da junta superior do tubo 12 N.m (1,2 kgf.m) de passagem do óleo Vela de Ignição 16 N.m (1,6 kgf.m) Tampa do orifício de sincronismo 10 N.m (1,0 kgf.m) Aplique graxa nas roscas Tampa do orifício da árvore de manivelas 8 N.m (0,8 kgf.m) Aplique graxa nas roscas Unidade: mm
  4. 4. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-4 FERRAMENTAS Instalador da guia da válvula, 5,0 mm 07942-MA60000 Compressor da mola da válvula 07757-0010000 Fresa da sede da válvula, 24,5 mm (45° ESC) 07780-0010100 Fresa da sede da válvula, 29 mm (45° ADM) 07780-0010300 Fresa plana, 25 mm (32° ESC) 07780-0012000 Fresa plana, 29 mm (32° ADM) 07780-0013400 Fresa interna, 26 mm (60° ESC) 07780-0014500 Fresa interna, 30 mm (60° ADM) 07780-0014000 Suporte da fresa, 5,0 mm 07781-0010400 Instalador da guia da válvula, 5,0 mm 07984-MA60001 Protetor do alojamento do acionador, 24 x 25,5 mm 07HMG-MR70002 Acessório do compressor da mola da válvula 07959-KM30101
  5. 5. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-5 DIAGNOSE DE DEFEITOS • Defeitos na parte superior do motor geralmente causam problemas no rendimento, que podem ser diagnosticados através do teste de compressão ou pela detecção de ruídos na parte superior do motor, utilizando- se um estetoscópio. • Se o desempenho for inadequado em baixas rotações, verifique quanto à presença de fumaça branca no tubo de respiro da carcaça do motor. Se o tubo apresentar fumaça, inspecione quanto a anéis do pistão engripados (página 8-7). Compressão baixa, partida difícil ou desempenho inadequado em baixas rotações • Válvulas - Folga da válvula incorreta - Válvulas queimadas ou empenadas - Sincronização incorreta das válvulas - Mola da válvula quebrada - Assentamento irregular da válvula • Cabeçote - Vazamentos ou danos na junta do cabeçote - Cabeçote empenado ou trincado - Vela de ignição solta • Problemas no cilindro, pistão ou anéis do pistão (página 8-5) Compressão muito alta, superaquecimento ou detonação • Depósitos de carvão excessivos na cabeça do pistão ou na câmara de combustão Fumaça excessiva • Cabeçote - Guias ou hastes das válvulas desgastadas - Retentores de óleo das hastes danificados • Problemas no cilindro, pistão ou anéis do pistão (página 8-5) Ruído excessivo • Cabeçote: - Folga da válvulas incorreta - Válvulas engripadas ou molas das válvulas quebradas - Árvore de comando danificada ou desgastada - Corrente de comando solta ou desgastada - Corrente de comando danificada ou desgastada - Tensor da corrente de comando desgastado ou danificado - Dentes da engrenagem de comando desgastados • Problemas no cilindro, pistão ou anéis do pistão (página 8-5) Marcha lenta irregular • Compressão do cilindro muito baixa Limitador do tensor 070MG-0010100
  6. 6. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-6 Aqueça o motor até a temperatura normal de funcionamento. Desligue o motor e remova o supressor de ruído e a vela de ignição (página 3-8). Instale o medidor de compressão com o acessório no orifício da vela de ignição. Abra completamente o acelerador e acione o motor através do motor de partida até a leitora parar de subir. A leitura máxima geralmente é obtida entre 4-7 segundos. Compressão do cilindro: 1.128 kPa (11,5 kgf/cm2 , 164 psi) a 400 rpm Uma compressão baixa pode ser causada por: • Junta do cabeçote danificada • Anéis do pistão ou cilindros desgastados • Ajuste incorreto das válvulas • Vazamento nas válvulas Uma compressão alta pode ser causada por: • Depósito de carbono na câmara de combustão ou cabeça do pistão. REMOÇÃO DA TAMPA DO CABEÇOTE Remova os seguintes itens: – Tanque de combustível (página 2-7) – Válvula de controle PAIR (página 5-20) Desconecte o supressor de ruído e o conector primário da bobina de ignição. Remova os parafusos, fio terra e bobina de ignição. Remova os parafusos da tampa, as arruelas de borracha e a tampa do cabeçote. COMPRESSÃO DO CILINDRO MEDIDOR DE COMPRESSÃO SUPRESSOR DE RUÍDO PARAFUSOS/ARRUELAS DE BORRACHA TAMPA DO CABEÇOTE PARAFUSOS CONECTOR BOBINA DE IGNIÇÃO Para evitar a descarga da bateria, não deixe o motor de partida funcionar por mais de 7 segundos.
  7. 7. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-7 Remova a junta da tampa do cabeçote. Remova o anel de vedação do pino-guia. REMOÇÃO DA ÁRVORE DE COMANDO Remova a tampa do cabeçote (página 7-6). Remova a tampa do orifício de sincronização, a tampa do orifício da árvore de manivelas e os anéis de vedação. Gire a árvore de manivelas no sentido anti- horário para alinhar a marca “T” do volante do motor com o entalhe de referência do orifício de sincronização localizado na tampa esquerda da carcaça do motor. Certifique-se de que as marcas de sincronismo (“IN” e “EX”) na coroa de comando deverá estar nivelado com a superfície do cabeçote e virado para fora como mostrado. Se as marcas de sincronismo na coroa de comando estiverem viradas para dentro, gire a árvore de manivelas no sentido anti-horário uma volta completa (360°) e realinhe as marcas de sincronismo com a superfície do cabeçote para que fiquem viradas para fora. JUNTA ANÉIS DE VEDAÇÃO TAMPA DO ORIFÍCIO DE SINCRONIZAÇÃO TAMPA DO ORIFÍCIO DA ÁRVORE DE MANIVELAS ENTALHE DE REFERÊNCIA MARCA “T” MARCA “IN” MARCA “EX” ANEL DE VEDAÇÃO
  8. 8. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-8 Remova o plugue do acionador do tensor da corrente de comando. Gire completamente o eixo do acionador do tensor (sentido horário) e fixe-o usando a ferramenta especial para prevenir danos na corrente de comando. FERRAMENTA: Limitador de tensor 070MG-0010100 Remova o parafuso de fixação da guia da corrente de comando. Remova os parafusos, suportes da árvore de comando e o guia da corrente de comando. • Desaperte os parafusos na ordem cruzada em 2 – 3 etapas. ACIONADOR DO TENSOR LIMITADOR DO TENSOR PARAFUSO GUIA DA CORRENTE DE COMANDO SUPORTES DA ÁRVORE DE COMANDO PARAFUSOS BUJÃO DO ACIONADOR
  9. 9. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-9 Use um pedaço de fio na corrente de comando para previnir que ela caia na carcaça. Remova as árvores de comando. Remova os acionadores das válvulas e os calços. • Tenha cuidado para não danificar os alojamentos dos acionadores das válvulas. • Os calços podem ficar presos no interior dos acionadores. Não deixe que caiam na carcaça do motor. • Identifique todos os calços e acionadores para certificar-se de que sejam reinstalados em suas posições originais. • Os acionadores podem ser facilmente removidos utilizando-se um cabo de ventosa ou um ímã. • Os calços podem ser facilmente removidos utilizando-se uma pinça ou um ímã. INSPEÇÃO SUPORTES DA ÁRVORE DE COMANDO Inspecione a superfície dos mancais dos suportes da árvore de comando e cabeçotes quanto a escoriações, riscos ou indícios de lubrificação insuficiente. Inspecione os orifícios de óleo dos suportes quanto a obstrução. ÁRVORE DE COMANDO Utilizando um micrômetro, meça a altura de todos os ressaltos de comando. Limite de Uso: ADM 36,94 mm ESC 36,97 mm Se o ressalto estiver danificado ou excessivamente desgastado, inspecione as passagens de óleo quanto a obstruções, a desgaste ou danos. CORRENTE DE COMANDO ÁRVORES DE COMANDO ACIONADOR DA VÁLVULA CALÇO
  10. 10. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-10 Apóie ambas as extremidades da árvore de comando e verifique o empenamento, utilizando um relógio comparador. Limite de Uso: 0,10 mm FOLGA DE ÓLEO DA ÁRVORE DE COMANDO Retire todo óleo dos mancais da árvore de comando, do cabeçote e dos suportes da árvore de comando. Aplique um pedaço de plastigage no sentido longitudinal em cada mancal da árvore de comando. Instale a guia da corrente de comando. Aplique óleo de motor nas roscas do parafuso de apoio da árvore de comando e nas superfícies de encaixe e aperte-os nos torques especificados. TORQUE: 12 N.m (1,2 kgf.m) Remova os suportes da árvore de comando e meça a largura de cada plastigage. A espessura mais larga determina a folga de óleo. Limite de uso: 0,10 mm Quando o limite de uso estiver excedido, substitua a árvore de comando e verifique novamente a folga de óleo. Substitua o cabeçote e os suportes da árvore de manivelas como um conjunto se a folga continuar excedendo o limite de uso. RELÓGIO COMPARADOR ÁRVORE DE COMANDO PLASTIGAGE PLASTIGAGE GUIA DA CORRENTE DE COMANDO SUPORTES DA ÁRVORE DE COMANDO Não gire a árvore de comando quando estiver utilizando plastigage Aperte os parafusos na ordem cruzada em 2 – 3 etapas.
  11. 11. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-11 Remova os seguintes itens: – Árvores de comando (página 7-7) – Tubo de escapamento/silencioso (página 2-8) – Carburador (página 5-7) Remova o parafuso da junta superior do tubo de óleo juntamente com as arruelas de vedação do cabeçote. Remova os parafusos de fixação do cabeçote. Desaperte as porcas do cabeçote na ordem cruzada em 2 – 3 etapas, e remova-as junto com as arruelas de vedação. NOTA Cuidado para não deixar cair as porcas, parafusos e arruelas de vedação dentro da carcaça do motor. Remova o cabeçote. Remova a guia da corrente de comando do cilindro. Remova a junta e os pinos-guia. PARAFUSO ARRUELAS DE VEDAÇÃO PORCAS/ARRUELAS DE VEDAÇÃO PARAFUSOS CABEÇOTE PINOS-GUIA JUNTA REMOÇÃO DO CABEÇOTE GUIA DA CORRENTE DE COMANDO Cuidado ao manusar o cabeçote e não danifique a superfície de assentamento com uma chave de fenda.
  12. 12. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-12 Remova os parafusos, isolante do carburador, anel de vedação e junta. Remova a vela de ignição. Instale o protetor no alojamento do acionador da válvula. Ferramenta: Protetor do alojamento do acionador, 24 x 25,5 mm 07HMG-MR70002 Uma ferramenta equivalente pode ser feita facilmente a partir de uma embalagem de filme fotográfico de 35 mm, conforme mostrado. Remova as cupilhas utilizando as ferramentas especiais. Ferramentas: Compressor da mola da válvula 07757-0010000 Acessório do compressor 07959-KM30101 DESMONTAGEM DO CABEÇOTE JUNTA/ANEL DE VEDAÇÃO PARAFUSOS ISOLANTE PROTETOR DO ALOJAMENTO DO ACIONADOR VELA DE IGNIÇÃO COMPRESSOR DA MOLA CUPILHA ACESSÓRIO Para evitar a perda de tensão, não comprima as molas das válvulas mais do que o necessário para remover as cupilhas.
  13. 13. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-13 Remova os seguintes itens: – Retentores de mola – Molas da válvula externa/interna – Válvulas – Isolante da haste – Assento da mola da válvula INSPEÇÃO GUIA DA CORRENTE DE COMANDO Verifique a guia da corrente de comando quanto a desgaste excessivo ou danos. Substitua-a, se necessário. CABEÇOTE Remova os depósitos de carvão da câmara de combustão. NOTA Tome cuidado para não danificar a superfície da junta. Verifique o orifício da vela de ignição e área das válvulas quanto a trincas. Verifique se o cabeçote está empenado, utilizando uma régua de precisão e um cálibre de lâminas. Limite de Uso 0,10 mm VÁLVULA Identifique todas as peças desmontadas para que possam ser reinstaladas em suas posições originais. GUIA DA CORRENTE DE COMANDO CÂMARA DE COMBUSTÃO RETENTORES VÁLVULA INTERNA VÁLVULA EXTERNA ISOLANTE DA HASTE ASSENTO DA MOLA
  14. 14. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-14 Verifique o alojamento de cada acionador da válvula quanto a riscos, danos ou desgaste. Meça o D.I. de cada alojamento do acionador. Limite de Uso: 26,06 mm ACIONADOR DA VÁLVULA Verifique cada acionador da válvula quanto a riscos, danos ou desgaste. Meça o D.E. de cada acionador. Limite de Uso: 25,97 mm MOLA DA VÁLVULA Meça o comprimento livre das molas interna e externa da válvula. Limite de Uso: Mola interna: 32,36 mm Mola externa: 34,84 mm VÁLVULA/GUIA DA VÁLVULA Verifique se a válvula se move suavemente na guia. Verifique se a válvula está empenada, queimada ou se apresenta desgaste anormal da haste. Meça e anote o D.E. de todas as hastes das válvulas. Limite de Uso: ADM: 4,96 mm ESC: 4,94 mm
  15. 15. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-15 Utilize o alargador da guia da válvula para remover possíveis depósitos de carvão, antes de medir as folgas. Insira o alargador pelo lado da câmara de combustão do cabeçote e gire-o sempre no sentido horário. Ferramenta: Alargador da guia da válvula, 5,0 mm 07984-MA60001 Meça a anote o D.I. de todas as guias das válvulas. Limite de Uso: ADM/ESC 5,03 mm Calcule a folga entre a guia e a haste da válvula, subtraindo o D.E. da haste do D.I. da guia correspondente. Limite de Uso: ADM: 0,07 mm ESC: 0,09 mm Se a folga exceder o limite de uso, verifique se ficaria dentro dos limites de uso, se uma nova guia com dimensões-padrão fosse utilizada. Se isso ocorrer, substitua as guias que forem necessárias e alargue-as para ajustá-las. Se a folga entre a haste e a guia da válvula permanecer fora dos limites de uso, mesmo com uma nova guia, substitua também a válvula. SUBSTITIÇÃO DAS GUIAS DAS VÁLVULAS Coloque as guias das válvulas para substituição em um congelador por cerca de uma hora. Aqueça o cabeçote a 130 – 140°C em uma chapa quente ou um forno. Não aqueça o cabeçote acima de 150°C. Use bastões indicadores de temperatura, disponíveis em lojas de material para soldagem, para certificar-se de que o cabeçote seja aquecido à temperatura correta. Apóie o cabeçote e utilize as ferramentas especiais para retirar as guias das válvulas e os anéis de vedação, trabalhando pelo lado da câmara de combustão do cabeçote. Ferramenta: Instalador da guia da válvula, 5,0 mm 07942-MA60000 ALARGADOR DA GUIA DA VÁLVULA INSTALADOR DA GUIA DA VÁLVULA As sedes das válvulas devem ser recondicionadas sempre que as guias forem substituídas (página 7-17). Para evitar queimaduras, use luvas grossas ao manusear o cabeçote aquecido. O uso de maçarico para aquecer o cabeçote, poderá causar empenamento.
  16. 16. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-16 Enquanto o cabeçote estiver aquecido, utilize as ferramentas para instalar as novas guias no cabeçote, trabalhando pelo lado das árvores de comando. Ferramenta: Instalador da guia da válvula, 5,0 mm 07942-MA60000 Deixe o cabeçote esfriar naturalmente até a temperatura ambiente. Alargue as novas guias das válvulas após a instalação. Insira o alargador no cabeçote pelo lado da câmara de combustão e gire-o sempre no sentido horário. Ferramenta: Alargador da guia da válvula, 5,0 mm 07984-MA60001 Limpe completamente o cabeçote para remover todas as partículas metálicas e retifique as sedes das válvulas. INSPEÇÃO/RETÍFICA DA SEDE DA VÁLVULA INSPEÇÃO Limpe completamente as válvulas de admissão e escapamento para remover os depósitos de carvão. Aplique uma leve camada de Azul da Prússia sobre as sedes da válvula. Bata de leve nas válvulas e sedes usando uma mangueira de borracha ou cabo de ventosa. Remova a válvula e inspecione a largura da sede de cada válvula. O contato da sede da válvula deve estar dentro da largura especificada e ser uniforme em toda a circunferência. Padrão: 1,0 – 1,2 mm Limite de Uso: 2,0 mm Caso a largura da sede da válvula esteja fora das especificações ou apresente rebaixos, retifique-a (página 7-17). Aplique óleo de corte no alargador durante esta operação. INSTALADOR DA GUIA DA VÁLVULA ALARGADOR DA GUIA DA VÁLVULA CABO DE VENTOSA VÁLVULA LARGURA DA SEDE
  17. 17. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-17 Inspecione a superfície da sede da válvula quanto a: • Face danificada: – Substitua a válvula e retifique a sede. • Largura desigual da sede – Substitua a válvula e retifique a sede da válvula. • Área de contato (muito alta ou muito baixa) – Retifique a sede da válvula. RETÍFICA DA SEDE DA VÁLVULA NOTA: • Siga as instruções do fabricante do equipamento de retífica. • Tome cuidado para não retificar a sede mais do que o necessário. Se a área de contato na válvula estiver muito alta, a sede deverá ser rebaixada, usando-se uma fresa plana de 32°. Se a área de contato na válvula estiver muito baixa, a sede deverá ser elevada, usando-se uma fresa interna de 60°. FACE DANIFICADA MUITO BAIXA 45o CONTATO MUITO ALTO LARGURA ANTERIOR DA SEDE LARGURA ANTERIOR DA SEDE CONTATO MUITO BAIXO 60o 32o MUITO ALTA LARGURA DESIGUAL DA SEDE A válvula não pode afundar. Se a superfície da válvula estiver queimada ou desgastada severamente ou se o contato com a sede for desigual.
  18. 18. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-18 Utilize uma fresa de 45° para remover qualquer aspereza ou irregularidade da sede da válvula. Ferramentas: Fresa da sede da válvula, 29 mm (45° ADM) 07780-0010300 Fresa da sede da válvula, 24,5 mm (45° ESC) 07780-0010100 Suporte da fresa, 5,0 mm 07781-0010400 Utilizando uma fresa plana de 32°, remova 1/4 do material existente na sede da válvula. Ferramentas: Fresa plana, 29 mm (32° ADM) 07780-0013400 Fresa plana, 25 mm (32° ESC) 07780-0012000 Suporte da fresa, 5,0 mm 07781-0010400 Utilizando uma fresa interna de 60°, remova 1/4 do material existente na sede da válvula. Ferramentas: Fresa interna, 30 mm (60° ADM) 07780-0014000 Fresa interna, 26 mm (60° ESC) 07780-0014500 Suporte da fresa, 5,0 mm 07781-0010400 Usando uma fresa de 45°, corte a sede na largura apropriada. Largura da sede da válvula: 1,0 – 1,2 mm Certifique de que todos os buracos e irregularidades foram removidos. Faça o acabamento novamente se necessário. ASPEREZA LARGURA ANTERIOR DA SEDE LARGURA ANTERIOR DA SEDE LARGURA DA SEDE 32o 60o 45o Retifique a sede com uma fresa de 45° toda vez que o guia da válvula for substituída.
  19. 19. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-19 Após ter cortado a sede, aplique composto de polimento na superfície da válvula e efetue o polimento, aplicando uma leve pressão. • Uma pressão excessiva de polimento pode danificar ou deformar as sedes. • Mude freqüentemente o ângulo do cabo de ventosa para evitar o desgaste desigual da sede. • Tome cuidado para que o composto de polimento não penetre entre a haste e as guias. Terminado o polimento, limpe todos os resíduos do cabeçote e da válvula, e verifique novamente o contato da sede. MONTAGEM DO CABEÇOTE Limpe o cabeçote com solvente e aplique ar comprimido em todas as passagens de óleo. Instale a ferramenta especial ou equivalente (página 7-12) no alojamento do acionador da válvula. Ferramenta: Protetor do alojamento do acionador 24 x 25,5 mm 07HMG-MR70002 PROTETOR DO ALOJAMENTO DO ACIONADOR VÁLVULAS DE ADMISSÃO ANÉL DE VEDAÇÃO GUIA DA VÁLVULA RETENTOR DA HASTE ASSENTO DA MOLA MOLA INTERNA MOLA EXTERNA RETENTOR DA MOLA CUPILHA CALÇO ACIONADOR DA VÁLVULA VÁLVULAS DE ESCAPAMENTO ANEL DE VEDAÇÃO ISOLANTE DO CARBURADOR JUNTA COMPOSTO DE POLIMENTO
  20. 20. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-20 Instale os assentos das molas da válvula. Instale isolantes da haste novos. Lubrifique as hastes das válvulas com solução de óleo bissulfeto de molybdenum. Insira as válvulas guias da válvula enquanto gira lentamente para não danificar os isolantes da haste. Instale as molas da válvula interna e externa com as bases mais firmes viradas para a câmara de combustão. Instale o retentor. Instale as cupilhas nas válvulas, utilizando as ferramentas especiais, conforme mostrado. Ferramentas: Compressor da mola da válvula 07757-0010000 Acessório do compressor 07959-KM30101 Nota: Para evitar a perda de tensão, não comprima as molas das válvulas mais do que o necessário. Bata levemente nas hastes das válvulas com dois martelos plásticos, conforme mostrado, para assentar firmemente as cupilhas. Aplique graxa nas cupilhas a fim de facilitar a instalação. Apóie o cabeçote acima da bancada, de modo que as válvulas não entrem em contato com nada que provoque danos. COMPRESSOR DA MOLA ACESSÓRIO CUPILHAS Lateral da câmara de combustão MOLA INTERNA MOLA EXTERNA VÁLVULA ISOLANTE DA HASTE ASSENTO DA MOLA RETENTOR
  21. 21. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-21 Instale e aperte com as mãos a vela de ignição no cabeçote, em seguida aperte a vela de ignição no torque especificado com a ferramenta de vela de ignição. Torque: 16 N.m (1,6 kgf.m) Faça o revestimento dos anéis de vedação novos com óleo de motor e instale-os no orifício do isolante do carburador. Instale uma junta nova. Instale o isolante do carburador, os parafusos e aperte-os firmemente. INSTALAÇÃO DO CABEÇOTE Instale a guia da corrente de comando no cabeçote alinhando a lingüeta com a ranhura da carcaça direita do motor. VELA DE IGNIÇÃO JUNTA ISOLANTE ISOLANTE Alinhe PARAFUSOS ANEL DE VEDAÇÃO GUIA DA CORRENTE DE COMANDO
  22. 22. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-22 Limpe completamente as superfícies da junta do cilindro e do cabeçote. Seja cuidadoso para não danificá-los. Instale os pinos-guia e uma junta nova. Passe a corrente de comando pelo cabeçote e instale o cabeçote. Aplique óleo de motor nas roscas das porcas do cabeçote e superfícies de assentamento. Instale arruelas de vedação e porcas do cabeçote novas. Aperte as porcas do cabeçote no torque especificado. Torque: 45 N.m (4,6 kgf.m) Aperte firmemente os parafusos de fixação do cabeçote. Instale o tubo de passagem de óleo e arruelas de vedação novas no cabeçote. Aperte o parafuso de fixação superior do tubo de passagem de óleo no torque especificado. Torque: 12 N.m (1,2 kgf.m) Instale os seguintes componentes: – Carburador (página 5-16) – Silencioso/escapamento (página 2-10) – Árvores de comando (página 7-23) PINOS-GUIA CABEÇOTE PARAFUSOS PARAFUSO JUNTA CORRENTE DE COMANDO ARRUELAS DE VEDAÇÃO PORCAS/ARRUELAS DE VEDAÇÃO Aperte as porcas de forma cruzada em 2 – 3 etapas.
  23. 23. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-23 Instale os calços nos retentores de mola da válvula. Aplique óleo à base de bissulfeto de molibdênio na superfície externa de cada acionador da válvula e instale-os nos alojamentos. Gire lentamente a árvore de manivelas no sentido anti-horário, segurando a corrente de comando, a fim de alinhar a marca “T” do volante do motor com o entalhe de referência do orifício de sincronização na tampa lateral da carcaça do motor. Aplique óleo à base de bissulfeto de molibdênio nos ressaltos e mancais das árvores de comando do cabeçote, nas árvores de comando e em seus suportes. Instale a corrente de comando sobre a coroa de comando, em seguida instale as árvores de comando de admissão e escapamento. Certifique-se de que as marcas de referência nas engrenagens de comando (“IN” para admissão e “EX” para escapamento) fiquem alinhadas com a superfície superior do cabeçote e virados para fora, conforme mostrado. INSTALAÇÃO DA ÁRVORE DE COMANDO CORRENTE DE COMANDO MARCA “IN” MARCA “EX” ÁRVORE DE COMANDO ACIONADOR DA VÁLVULA CALÇO Instale os calços e os acionadores das válvulas nas posições originais. ENTALHE DE REFERÊNCIA MARCA “T”
  24. 24. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-24 Instale os suportes das árvores de comando. As marcas no suporte da árvore são as ilustradas na figura ao lado: – “IN”: Suporte da árvore de comando de admissão – “Ex”: Suporte da árvore de comando de escapamento Instale o guia da corrente de comando. Aplique óleo de motor nas roscas do parafuso do suporte da árvore de comando e nas superfícies de assentamento e aperte-os no torque especificado. TORQUE: 12 N.m (1,2 kgf.m) Aperte firmemente o parafuso de fixação do guia da corrente de comando. Remova o limitador do tensor da corrente do acionador do tensor de comando. SUPORTES DAS ÁRVORES DE COMANDO GUIA DA CORRENTE DE COMANDO PARAFUSOS PARAFUSO LIMITADOR DO TENSOR “EX” “IN” Aperte as porcas de forma cruzada em 2 – 3 etapas.
  25. 25. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-25 Aplique óleo de motor no anel de vedação novo e instale-o no acionador do tensor da corrente de comando. Instale e aperte o protetor do acionador do tensor. Verifique novamente o sincronismo da válvula. Lubrifique os anéis de vedação com óleo de motor e instale-os em cada tampa. Aplique graxa na tampa do orifício de sincronismo e nas roscas da tampa do orifício da árvore de manivelas. Instale e aperte a tampa do orifício de sincronismo e a tampa do orifício da árvore de manivelas no torque especificado. Torque: Tampa do orifício de sincronismo 10 N.m(1,0 kgf.m) Tampa do orifício da árvore de manivelas 8 N.m (0,8 kgf.m) Instale a tampa do cabeçote (página 7-25). INSTALAÇÃO DA TAMPA DO CABEÇOTE Limpe completamente as superfícies de contato do cabeçote e da tampa do cabeçote. Aplique junta líquida nos rebaixos semicirculares do cabeçote, conforme mostrado. Verifique se a carcaça está em boas condições, substitua se necessário. Instale a guarnição na ranhura da tampa do cabeçote. Instale o pino-guia no cabeçote. Aplique óleo de motor no anel de vedação novo e instale-o no pino-guia. Instale a tampa do cabeçote. ANEL DE VEDAÇÃO PROTETOR TAMPA DO CABEÇOTE ANEL DE VEDAÇÃO ANÉIS DE VEDAÇÃO TAMPA DO ORIFÍCIO DE SINCRONISMO TAMPA DO ORIFÍCIO DA ÁRVORE DE MANIVELAS CARCAÇA
  26. 26. CABEÇOTE/VÁLVULAS 7-26 Instale os novos retentores de borracha na tampa do cabeçote com as marcas “UP” viradas para cima. Instale e aperte os parafusos da tampa do cabeçote no torque especificado. Torque: 12 N.m (1,2 kgf.m) Instale a bobina de ignição, o fio terra e os parafusos. Aperte firmemente os parafusos. Instale o conector da fiação primária e o supressor de ruídos da vela de ignição. Instale: – Válvula de controle PAIR (página 5-20) – Tanque de combustível (página 2-7) RETENTOR DE BORRACHA PARAFUSOS PARAFUSOS BOBINA DE IGNIÇÃO FIO TERRA CONECTOR TAMPA DO CABEÇOTE SUPRESSOR DA VELA DE IGNIÇÃO
  27. 27. COMO USAR ESTE MANUAL Este manual de serviço descreve os procedimentos de serviço para a CBX250. Siga as recomendações da Tabela de Manutenção (Capítulo 3) para garantir condições perfeitas de funcionamento da motocicleta. A 1ª manutenção programada é muito importante, pois irá compensar os desgastes iniciais que ocorrem durante o período de amaciamento. Os Capítulos 1 e 3 aplicam-se a toda a motocicleta. O Capítulo 2 apresenta os procedimentos de remoção/instalação de componentes que podem ser necessários para efetuar os serviços descritos nos capítulos subseqüentes. Os Capítulos 4 a 18 apresentam as peças da motocicleta, agrupadas de acordo com sua localização. Localize o capítulo desejado nesta página. Em seguida, consulte o índice apresentado na primeira página do capítulo selecionado. A maioria dos capítulos apresenta uma ilustração do sistema ou conjunto, as informações de serviço e a diagnose de defeitos. As páginas seguintes apresentam procedimentos mais detalhados. Se a causa do problema for desconhecida, consulte o Capítulo 20, “Diagnose de Defeitos”. A medida em que você lê o manual, irá encontrar informações precedidas pela palavra NOTA. O propósito desta mensagem é ajudar a prevenir danos ao veículo, outras propriedades ou ao meio ambiente. MOTO HONDA DA AMAZÔNIA LTDA. Departamento de Serviços Pós-venda (Setor de Publicações Técnicas) TODAS AS INFORMAÇÕES, ILUSTRAÇÕES, INSTRUÇÕES E ESPECIFICAÇÕES CONTIDAS NESTE MANUAL ESTÃO BASEADAS NAS MAIS RECENTES INFORMAÇÕES SOBRE O PRODUTO DISPONÍVEIS NA ÉPOCA DE SUA PUBLICAÇÃO. A Moto Honda da Amazônia Ltda., SE RESERVA O DIREITO DE FAZER ALTERAÇÕES A QUALQUER MOMENTO, SEM PRÉVIO AVISO, SEM QUE ISSO INCORRA EM QUALQUER OBRIGAÇÃO. NENHUMA PARTE DESTE MANUAL PODE SER REPRODUZIDA SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA POR ESCRITO. Sua segurança, e a segurança de outros, são muito importantes. Para lhe ajudar a realizar decisões fundamentadas disponibilizamos mensagens de segurança e outras informações neste manual. É óbvio que não é possível alertar sobre todos os problemas associados com a manutenção do veículo. Você deve usar seu próprio julgamento. Você vai encontrar informações importantes de segurança numa variedade de formas incluindo: • Etiquetas de Segurança – no veículo • Mensagens de Segurança – Precedido do símbolo de alerta de segurança e um dos três sinais de palavras, Perigo, Atenção, Cuidado. Estas palavras significam: Você SERÁ GRAVEMENTE FERIDO se não seguir as instruções. Você PODERÁ ser GRAVEMENTE FERIDO se não seguir as instruções. Você PODERÁ se FERIR se não seguir as instruções. • Instruções – Como realizar a manutenção deste veículo corretamente e com segurança. Data de Publicação: Outubro de 2005 © Moto Honda da Amazônia Ltda. ÍNDICE GERAL INFORMAÇÕES GERAIS 1 CHASSI/CARENAGEM/ SISTEMA DE ESCAPAMENTO 2 MANUTENÇÃO 3 SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO 4 SISTEMA DE COMBUSTÍVEL 5 REMOÇÃO/INSTALAÇÃO DO MOTOR 6 CABEÇOTE/VÁLVULAS 7 CILINDRO/PISTÃO 8 EMBREAGEM/SELETOR DE MARCHAS 9 ALTERNADOR/EMBREAGEM DE PARTIDA 10 CARCAÇA/ÁRVORE DE MANIVELAS/ TRANSMISSÃO/BALANCEIRO 11 RODA DIANTEIRA/SUSPENSÃO/ SISTEMA DE DIREÇÃO 12 RODA TRASEIRA/FREIO/SUSPENSÃO 13 FREIO HIDRÁULICO 14 BATERIA/SISTEMA DE CARGA 15 SISTEMA DE IGNIÇÃO 16 PARTIDA ELÉTRICA 17 LUZES/INDICADORES/INTERRUPTORES 18 EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS 19 DIAGNOSE DE DEFEITOS 20 ÍNDICE 21 MOTORETRANSMISSÃOCHASSISISTEMAELÉTRICO PERIGO ATENÇÃO CUIDADO

×