SlideShare uma empresa Scribd logo
Matéria e Energia nos
Ecossistemas
Fluxo de Energia nos Ecossistemas
• Sol: principal fonte de energia dos ecossistemas
• Mantém a temperatura dos ambientes;
• Fornece a energia usada na fotossíntese;
• Influencia direta ou indiretamente nos ciclos biogeoquímicos.
• Luz do Sol:
• 30% dela é refletida de volta ao espaço;
• 60% dela é absorvida pelos fatores abióticos do ambiente, causando:
• Aquecimento do ambiente;
• Ciclo da água e outros fatores climáticos.
• 10% dela é absorvido pelos vegetais:
• Somente 0,1% é utilizado na fotossíntese.
Fluxo de Energia nos Ecossistemas
Fluxo de Energia nos Níveis Tróficos
• A quantidade de energia disponível sempre DIMINUI à medida em
que passa de um nível trófico para o próximo:
• Aproveitamento de apenas 10% .
• Causas desse baixo aproveitamento energético:
• Energia gasta na manutenção da vida;
• Falhas na digestão ou absorção dos nutrientes.
Fluxo de Energia nos Níveis Tróficos
https://escola.britannica.com.br/levels/fundamental/article/ecossistema/481197
Pirâmides Ecológicas
• Diagramas que servem para relacionar os níveis tróficos de um
ecossistema entre si:
• Podem ser de três tipos:
• De números: relaciona a quantidade de seres vivos em cada nível trófico.
• De biomassa: relaciona a quantidade de matéria que cada nível trófico abriga.
• De energia: indicam a quantidade de energia transferida entre os níveis
tróficos.
• Todas falham por não demonstrarem os decompositores.
Pirâmide de Números
• Iguala os organismos, sem levar em conta o tamanho deles e a
quantidade de energia existente em cada nível trófico:
http://www.sobiologia.com.br/conteudos/bio_ecologia/ecologia7.php
Pirâmide de Biomassa
• Não leva em conta o tempo. Representa apenas a massa biológica
dos níveis tróficos em um dado instante:
Pirâmide de energia
• Nunca são invertidas, sempre mostram as perdas de energia a cada
nível trófico:
https://djalmasantos.wordpress.com/2011/04/09/testes-sobre-cadeias-e-teias-alimentares-24/
Ciclos Biogeoquímicos
• Série de arranjos e rearranjos que ocorrem com a matéria disponível
na Terra:
• O comportamento da matéria é diferente do comportamento da
energia no planeta
• A energia tem um fluxo único.
• A matéria tem um fluxo cíclico.
• Os principais ciclos biogeoquímicos são:
• Ciclo da água;
• Ciclo do carbono;
• Ciclo do nitrogênio.
Ciclo da Água
• Principais etapas:
• 1- Vaporização: a água deixa de estar disponível para os seres vivos (não está
líquida e ao alcance dos organismos)
• 2- Condensação: a água volta a ficar líquida, formando as nuvens, mas ainda
está indisponível para os seres vivos.
• 3- Precipitação: a água volta para a superfície, tornando-se novamente
disponível para os seres vivos
Ciclo da Água
http://www.portalsaofrancisco.com.br/biologia/ciclo-da-agua
Ciclo do Carbono
• Principais etapas:
• 1- Fotossíntese: incorporação do carbono atmosférico no corpo dos vegetais.
• 2- Alimentação: incorporação do carbono no corpo dos animais.
• 3- Respiração: devolução do carbono presente no corpo dos seres vivos para
a atmosfera.
• 4- Combustão: outra forma de devolução de carbono para a atmosfera.
Ciclo do Carbono
http://meioambiente.culturamix.com/natureza/o-ciclo-do-carbono
Ciclo do Nitrogênio
• Principais etapas:
• 1- Fixação: conversão do nitrogênio atmosférico em amônia no solo.
• 2- Nitrificação: conversão da amônia em nitritos e nitratos no solo.
• 3- Assimilação: absorção dos compostos nitrogenados por parte das plantas e
sua transferência, via alimentação, para os animais e micro-organismos.
• 4- Desnitrificação: conversão dos compostos nitrogenados deixados no
ambiente em nitrogênio atmosférico.
Ciclo do Nitrogênio
https://www.youtube.com/watch?v=LPzPQ_dkdXs

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Metabolismo energético
Metabolismo energéticoMetabolismo energético
Metabolismo energético
Gian Zelada
 
Aula água e sais minerais
Aula água e sais mineraisAula água e sais minerais
Aula água e sais minerais
Lucas Roberto
 
Metabolismo celular alpha
Metabolismo celular alphaMetabolismo celular alpha
Metabolismo celular alpha
Alpha Colégio e Vestibulares
 
áGua e sais minerais (desporto a)
áGua e sais minerais (desporto a)áGua e sais minerais (desporto a)
áGua e sais minerais (desporto a)
isabelalexandrapinto
 
Metabolismo
MetabolismoMetabolismo
Metabolismo
Helloísa Clara
 
2018 exercicios de revisao parcial 1ano b1
2018   exercicios de revisao parcial 1ano b12018   exercicios de revisao parcial 1ano b1
2018 exercicios de revisao parcial 1ano b1
Alexandre Pusaudse
 
Bioquímica- Água, sais minerais, carboidratos e lipídios
Bioquímica- Água, sais minerais, carboidratos e lipídiosBioquímica- Água, sais minerais, carboidratos e lipídios
Bioquímica- Água, sais minerais, carboidratos e lipídios
Larissa Garcia
 
Água e sais minerais
Água e sais mineraisÁgua e sais minerais
Água e sais minerais
Francisco Assis
 
Metabolismo
MetabolismoMetabolismo
Metabolismo
Brendel Luis
 
Adaptabilidade fisiológica da closterium sp
Adaptabilidade fisiológica da closterium spAdaptabilidade fisiológica da closterium sp
Adaptabilidade fisiológica da closterium sp
Bruna Cabral
 
RespiraçãO Celular
RespiraçãO CelularRespiraçãO Celular
RespiraçãO Celular
s1lv1alouro
 
Metabolismo celular 2
Metabolismo celular 2Metabolismo celular 2
Metabolismo celular 2
Jorgelgl
 
Introducao metabolismo
Introducao metabolismoIntroducao metabolismo
Introducao metabolismo
Acqua Blue Fitnnes
 
Introdução ao metabolismo
Introdução ao metabolismoIntrodução ao metabolismo
Introdução ao metabolismo
Rodrigo Tinoco
 
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
Vania Lima "Somos Físicos"
 
G9 trabalho física
G9   trabalho físicaG9   trabalho física
G9 trabalho física
cristbarb
 
Metabolismo
MetabolismoMetabolismo
Metabolismo celular 1
Metabolismo celular 1Metabolismo celular 1
Metabolismo celular 1
Jorgelgl
 
Metabolismo
MetabolismoMetabolismo
Aula 2a fotossíntese - folha, cloroplasto, estômatos, energia radiante.
Aula 2a   fotossíntese - folha, cloroplasto, estômatos, energia radiante.Aula 2a   fotossíntese - folha, cloroplasto, estômatos, energia radiante.
Aula 2a fotossíntese - folha, cloroplasto, estômatos, energia radiante.
Kátia Arenhart Hoss
 

Mais procurados (20)

Metabolismo energético
Metabolismo energéticoMetabolismo energético
Metabolismo energético
 
Aula água e sais minerais
Aula água e sais mineraisAula água e sais minerais
Aula água e sais minerais
 
Metabolismo celular alpha
Metabolismo celular alphaMetabolismo celular alpha
Metabolismo celular alpha
 
áGua e sais minerais (desporto a)
áGua e sais minerais (desporto a)áGua e sais minerais (desporto a)
áGua e sais minerais (desporto a)
 
Metabolismo
MetabolismoMetabolismo
Metabolismo
 
2018 exercicios de revisao parcial 1ano b1
2018   exercicios de revisao parcial 1ano b12018   exercicios de revisao parcial 1ano b1
2018 exercicios de revisao parcial 1ano b1
 
Bioquímica- Água, sais minerais, carboidratos e lipídios
Bioquímica- Água, sais minerais, carboidratos e lipídiosBioquímica- Água, sais minerais, carboidratos e lipídios
Bioquímica- Água, sais minerais, carboidratos e lipídios
 
Água e sais minerais
Água e sais mineraisÁgua e sais minerais
Água e sais minerais
 
Metabolismo
MetabolismoMetabolismo
Metabolismo
 
Adaptabilidade fisiológica da closterium sp
Adaptabilidade fisiológica da closterium spAdaptabilidade fisiológica da closterium sp
Adaptabilidade fisiológica da closterium sp
 
RespiraçãO Celular
RespiraçãO CelularRespiraçãO Celular
RespiraçãO Celular
 
Metabolismo celular 2
Metabolismo celular 2Metabolismo celular 2
Metabolismo celular 2
 
Introducao metabolismo
Introducao metabolismoIntroducao metabolismo
Introducao metabolismo
 
Introdução ao metabolismo
Introdução ao metabolismoIntrodução ao metabolismo
Introdução ao metabolismo
 
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
 
G9 trabalho física
G9   trabalho físicaG9   trabalho física
G9 trabalho física
 
Metabolismo
MetabolismoMetabolismo
Metabolismo
 
Metabolismo celular 1
Metabolismo celular 1Metabolismo celular 1
Metabolismo celular 1
 
Metabolismo
MetabolismoMetabolismo
Metabolismo
 
Aula 2a fotossíntese - folha, cloroplasto, estômatos, energia radiante.
Aula 2a   fotossíntese - folha, cloroplasto, estômatos, energia radiante.Aula 2a   fotossíntese - folha, cloroplasto, estômatos, energia radiante.
Aula 2a fotossíntese - folha, cloroplasto, estômatos, energia radiante.
 

Semelhante a Matéria e energia nos ecossistemas cap 6

Ciclo Biogeoquímico da água
Ciclo Biogeoquímico da águaCiclo Biogeoquímico da água
Ciclo Biogeoquímico da água
Luiz Neto
 
Aula 05 ciclos biogeoquimicos
Aula 05  ciclos biogeoquimicosAula 05  ciclos biogeoquimicos
Aula 05 ciclos biogeoquimicos
mikerondon
 
Fluxo de-energia-e-ciclos-de-matc3a9ria
Fluxo de-energia-e-ciclos-de-matc3a9riaFluxo de-energia-e-ciclos-de-matc3a9ria
Fluxo de-energia-e-ciclos-de-matc3a9ria
Carla Carneiro
 
Ciclos biogeoquímicos água, carbono
Ciclos biogeoquímicos água, carbonoCiclos biogeoquímicos água, carbono
Ciclos biogeoquímicos água, carbono
Domingos Oliveira
 
Ciências do Ambiente - Cap 2 - Meio aquático: Características e poluição
Ciências do Ambiente - Cap 2 - Meio aquático: Características e poluiçãoCiências do Ambiente - Cap 2 - Meio aquático: Características e poluição
Ciências do Ambiente - Cap 2 - Meio aquático: Características e poluição
elonvila
 
Aula 2 fluxo de energia
Aula 2   fluxo de energiaAula 2   fluxo de energia
Aula 2 fluxo de energia
Grupo UNIASSELVI
 
Texto complementar ecossistema(1)
Texto complementar ecossistema(1)Texto complementar ecossistema(1)
Texto complementar ecossistema(1)
Jose Aldo Ramires
 
Texto complementar ecossistema(1)
Texto complementar ecossistema(1)Texto complementar ecossistema(1)
Texto complementar ecossistema(1)
Jose Aldo Ramires
 
Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;
Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;
Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;
s1lv1alouro
 
Ciências do Ambiente - Cap 1.2 - Ecologia
Ciências do Ambiente - Cap 1.2 - EcologiaCiências do Ambiente - Cap 1.2 - Ecologia
Ciências do Ambiente - Cap 1.2 - Ecologia
elonvila
 
03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc
03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc
03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc
Teresa Monteiro
 
Aula 4 ciclos biogeoquímicos i
Aula 4   ciclos biogeoquímicos iAula 4   ciclos biogeoquímicos i
Aula 4 ciclos biogeoquímicos i
Grupo UNIASSELVI
 
Ciclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicosCiclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicos
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Aula 15 de Biologia dos Ciclos Biogeoquímicos .pptx
Aula 15 de Biologia dos Ciclos Biogeoquímicos .pptxAula 15 de Biologia dos Ciclos Biogeoquímicos .pptx
Aula 15 de Biologia dos Ciclos Biogeoquímicos .pptx
jOAOMONTE123
 
Ciclo Biogeoquimico
Ciclo BiogeoquimicoCiclo Biogeoquimico
Ciclo Biogeoquimico
Winer Augusto da Fonseca
 
Ciencias 8ºano - 3º teste
Ciencias   8ºano - 3º testeCiencias   8ºano - 3º teste
Ciencias 8ºano - 3º teste
anocas_rita
 
Fundamento de Ecologia - fluxo de energia (nível superior)
Fundamento de Ecologia -  fluxo de energia (nível superior)Fundamento de Ecologia -  fluxo de energia (nível superior)
Fundamento de Ecologia - fluxo de energia (nível superior)
Marcelo Gomes
 
Processos celulares II
Processos celulares IIProcessos celulares II
Processos celulares II
Alexandra Nobre
 
ecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.ppt
ecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.pptecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.ppt
ecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.ppt
Julhilson Júnior
 
ecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.ppt
ecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.pptecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.ppt
ecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.ppt
Edgar Miranda
 

Semelhante a Matéria e energia nos ecossistemas cap 6 (20)

Ciclo Biogeoquímico da água
Ciclo Biogeoquímico da águaCiclo Biogeoquímico da água
Ciclo Biogeoquímico da água
 
Aula 05 ciclos biogeoquimicos
Aula 05  ciclos biogeoquimicosAula 05  ciclos biogeoquimicos
Aula 05 ciclos biogeoquimicos
 
Fluxo de-energia-e-ciclos-de-matc3a9ria
Fluxo de-energia-e-ciclos-de-matc3a9riaFluxo de-energia-e-ciclos-de-matc3a9ria
Fluxo de-energia-e-ciclos-de-matc3a9ria
 
Ciclos biogeoquímicos água, carbono
Ciclos biogeoquímicos água, carbonoCiclos biogeoquímicos água, carbono
Ciclos biogeoquímicos água, carbono
 
Ciências do Ambiente - Cap 2 - Meio aquático: Características e poluição
Ciências do Ambiente - Cap 2 - Meio aquático: Características e poluiçãoCiências do Ambiente - Cap 2 - Meio aquático: Características e poluição
Ciências do Ambiente - Cap 2 - Meio aquático: Características e poluição
 
Aula 2 fluxo de energia
Aula 2   fluxo de energiaAula 2   fluxo de energia
Aula 2 fluxo de energia
 
Texto complementar ecossistema(1)
Texto complementar ecossistema(1)Texto complementar ecossistema(1)
Texto complementar ecossistema(1)
 
Texto complementar ecossistema(1)
Texto complementar ecossistema(1)Texto complementar ecossistema(1)
Texto complementar ecossistema(1)
 
Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;
Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;
Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;
 
Ciências do Ambiente - Cap 1.2 - Ecologia
Ciências do Ambiente - Cap 1.2 - EcologiaCiências do Ambiente - Cap 1.2 - Ecologia
Ciências do Ambiente - Cap 1.2 - Ecologia
 
03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc
03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc
03 fluxo de energia e ciclo de matéria 20102011_tc
 
Aula 4 ciclos biogeoquímicos i
Aula 4   ciclos biogeoquímicos iAula 4   ciclos biogeoquímicos i
Aula 4 ciclos biogeoquímicos i
 
Ciclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicosCiclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicos
 
Aula 15 de Biologia dos Ciclos Biogeoquímicos .pptx
Aula 15 de Biologia dos Ciclos Biogeoquímicos .pptxAula 15 de Biologia dos Ciclos Biogeoquímicos .pptx
Aula 15 de Biologia dos Ciclos Biogeoquímicos .pptx
 
Ciclo Biogeoquimico
Ciclo BiogeoquimicoCiclo Biogeoquimico
Ciclo Biogeoquimico
 
Ciencias 8ºano - 3º teste
Ciencias   8ºano - 3º testeCiencias   8ºano - 3º teste
Ciencias 8ºano - 3º teste
 
Fundamento de Ecologia - fluxo de energia (nível superior)
Fundamento de Ecologia -  fluxo de energia (nível superior)Fundamento de Ecologia -  fluxo de energia (nível superior)
Fundamento de Ecologia - fluxo de energia (nível superior)
 
Processos celulares II
Processos celulares IIProcessos celulares II
Processos celulares II
 
ecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.ppt
ecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.pptecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.ppt
ecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.ppt
 
ecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.ppt
ecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.pptecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.ppt
ecossistemas-biomas-ciclos-biogeoquc3admicos1.ppt
 

Mais de Raphaell Garcia

Divisão celular cap 17
Divisão celular cap 17Divisão celular cap 17
Divisão celular cap 17
Raphaell Garcia
 
Conceitos basicos da ecologia cap 5
Conceitos basicos da ecologia cap 5Conceitos basicos da ecologia cap 5
Conceitos basicos da ecologia cap 5
Raphaell Garcia
 
Atividade de fixação 3º ano
Atividade de fixação   3º anoAtividade de fixação   3º ano
Atividade de fixação 3º ano
Raphaell Garcia
 
Teorias evolutivas
Teorias evolutivasTeorias evolutivas
Teorias evolutivas
Raphaell Garcia
 
Experiência de Furukawa
Experiência de FurukawaExperiência de Furukawa
Experiência de Furukawa
Raphaell Garcia
 
Experiência de urey miller
Experiência de urey millerExperiência de urey miller
Experiência de urey miller
Raphaell Garcia
 
Surgimento da vida na terra
Surgimento da vida na terraSurgimento da vida na terra
Surgimento da vida na terra
Raphaell Garcia
 
Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre 8º ano 2013
Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre   8º ano 2013Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre   8º ano 2013
Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre 8º ano 2013
Raphaell Garcia
 
Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre 6º ano 2013
Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre   6º ano 2013Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre   6º ano 2013
Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre 6º ano 2013
Raphaell Garcia
 
Revisão para a avaliação parcial 8º ano 2013
Revisão para a avaliação parcial   8º ano 2013Revisão para a avaliação parcial   8º ano 2013
Revisão para a avaliação parcial 8º ano 2013
Raphaell Garcia
 
Revisão bimestral 7ª série - 4º bimestre 2012
Revisão bimestral   7ª série - 4º bimestre 2012Revisão bimestral   7ª série - 4º bimestre 2012
Revisão bimestral 7ª série - 4º bimestre 2012
Raphaell Garcia
 
Revisão bimestral 6º ano - 4º bimestre 2012
Revisão bimestral   6º ano - 4º bimestre 2012Revisão bimestral   6º ano - 4º bimestre 2012
Revisão bimestral 6º ano - 4º bimestre 2012
Raphaell Garcia
 
Ciclo menstrual e gravidez
Ciclo menstrual e gravidezCiclo menstrual e gravidez
Ciclo menstrual e gravidez
Raphaell Garcia
 
Revisão parcial 8º ano 2º bimestre
Revisão parcial 8º ano   2º bimestreRevisão parcial 8º ano   2º bimestre
Revisão parcial 8º ano 2º bimestre
Raphaell Garcia
 
Revisão parcial 6º ano 2º bimestre
Revisão parcial 6º ano   2º bimestreRevisão parcial 6º ano   2º bimestre
Revisão parcial 6º ano 2º bimestre
Raphaell Garcia
 
Relações harmônicas e desarmônicas
Relações harmônicas e desarmônicasRelações harmônicas e desarmônicas
Relações harmônicas e desarmônicas
Raphaell Garcia
 
Relações harmônicas e desarmônicas
Relações harmônicas e desarmônicasRelações harmônicas e desarmônicas
Relações harmônicas e desarmônicas
Raphaell Garcia
 
Metabolômica
MetabolômicaMetabolômica
Metabolômica
Raphaell Garcia
 
Microrganismos
MicrorganismosMicrorganismos
Microrganismos
Raphaell Garcia
 
Microrganismos
MicrorganismosMicrorganismos
Microrganismos
Raphaell Garcia
 

Mais de Raphaell Garcia (20)

Divisão celular cap 17
Divisão celular cap 17Divisão celular cap 17
Divisão celular cap 17
 
Conceitos basicos da ecologia cap 5
Conceitos basicos da ecologia cap 5Conceitos basicos da ecologia cap 5
Conceitos basicos da ecologia cap 5
 
Atividade de fixação 3º ano
Atividade de fixação   3º anoAtividade de fixação   3º ano
Atividade de fixação 3º ano
 
Teorias evolutivas
Teorias evolutivasTeorias evolutivas
Teorias evolutivas
 
Experiência de Furukawa
Experiência de FurukawaExperiência de Furukawa
Experiência de Furukawa
 
Experiência de urey miller
Experiência de urey millerExperiência de urey miller
Experiência de urey miller
 
Surgimento da vida na terra
Surgimento da vida na terraSurgimento da vida na terra
Surgimento da vida na terra
 
Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre 8º ano 2013
Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre   8º ano 2013Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre   8º ano 2013
Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre 8º ano 2013
 
Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre 6º ano 2013
Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre   6º ano 2013Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre   6º ano 2013
Revisão para avaliação parcial do 2º bimestre 6º ano 2013
 
Revisão para a avaliação parcial 8º ano 2013
Revisão para a avaliação parcial   8º ano 2013Revisão para a avaliação parcial   8º ano 2013
Revisão para a avaliação parcial 8º ano 2013
 
Revisão bimestral 7ª série - 4º bimestre 2012
Revisão bimestral   7ª série - 4º bimestre 2012Revisão bimestral   7ª série - 4º bimestre 2012
Revisão bimestral 7ª série - 4º bimestre 2012
 
Revisão bimestral 6º ano - 4º bimestre 2012
Revisão bimestral   6º ano - 4º bimestre 2012Revisão bimestral   6º ano - 4º bimestre 2012
Revisão bimestral 6º ano - 4º bimestre 2012
 
Ciclo menstrual e gravidez
Ciclo menstrual e gravidezCiclo menstrual e gravidez
Ciclo menstrual e gravidez
 
Revisão parcial 8º ano 2º bimestre
Revisão parcial 8º ano   2º bimestreRevisão parcial 8º ano   2º bimestre
Revisão parcial 8º ano 2º bimestre
 
Revisão parcial 6º ano 2º bimestre
Revisão parcial 6º ano   2º bimestreRevisão parcial 6º ano   2º bimestre
Revisão parcial 6º ano 2º bimestre
 
Relações harmônicas e desarmônicas
Relações harmônicas e desarmônicasRelações harmônicas e desarmônicas
Relações harmônicas e desarmônicas
 
Relações harmônicas e desarmônicas
Relações harmônicas e desarmônicasRelações harmônicas e desarmônicas
Relações harmônicas e desarmônicas
 
Metabolômica
MetabolômicaMetabolômica
Metabolômica
 
Microrganismos
MicrorganismosMicrorganismos
Microrganismos
 
Microrganismos
MicrorganismosMicrorganismos
Microrganismos
 

Último

escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 

Último (20)

escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 

Matéria e energia nos ecossistemas cap 6

  • 1. Matéria e Energia nos Ecossistemas
  • 2. Fluxo de Energia nos Ecossistemas • Sol: principal fonte de energia dos ecossistemas • Mantém a temperatura dos ambientes; • Fornece a energia usada na fotossíntese; • Influencia direta ou indiretamente nos ciclos biogeoquímicos.
  • 3. • Luz do Sol: • 30% dela é refletida de volta ao espaço; • 60% dela é absorvida pelos fatores abióticos do ambiente, causando: • Aquecimento do ambiente; • Ciclo da água e outros fatores climáticos. • 10% dela é absorvido pelos vegetais: • Somente 0,1% é utilizado na fotossíntese. Fluxo de Energia nos Ecossistemas
  • 4. Fluxo de Energia nos Níveis Tróficos • A quantidade de energia disponível sempre DIMINUI à medida em que passa de um nível trófico para o próximo: • Aproveitamento de apenas 10% . • Causas desse baixo aproveitamento energético: • Energia gasta na manutenção da vida; • Falhas na digestão ou absorção dos nutrientes.
  • 5. Fluxo de Energia nos Níveis Tróficos https://escola.britannica.com.br/levels/fundamental/article/ecossistema/481197
  • 6. Pirâmides Ecológicas • Diagramas que servem para relacionar os níveis tróficos de um ecossistema entre si: • Podem ser de três tipos: • De números: relaciona a quantidade de seres vivos em cada nível trófico. • De biomassa: relaciona a quantidade de matéria que cada nível trófico abriga. • De energia: indicam a quantidade de energia transferida entre os níveis tróficos. • Todas falham por não demonstrarem os decompositores.
  • 7. Pirâmide de Números • Iguala os organismos, sem levar em conta o tamanho deles e a quantidade de energia existente em cada nível trófico: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/bio_ecologia/ecologia7.php
  • 8. Pirâmide de Biomassa • Não leva em conta o tempo. Representa apenas a massa biológica dos níveis tróficos em um dado instante:
  • 9. Pirâmide de energia • Nunca são invertidas, sempre mostram as perdas de energia a cada nível trófico: https://djalmasantos.wordpress.com/2011/04/09/testes-sobre-cadeias-e-teias-alimentares-24/
  • 10. Ciclos Biogeoquímicos • Série de arranjos e rearranjos que ocorrem com a matéria disponível na Terra: • O comportamento da matéria é diferente do comportamento da energia no planeta • A energia tem um fluxo único. • A matéria tem um fluxo cíclico. • Os principais ciclos biogeoquímicos são: • Ciclo da água; • Ciclo do carbono; • Ciclo do nitrogênio.
  • 11. Ciclo da Água • Principais etapas: • 1- Vaporização: a água deixa de estar disponível para os seres vivos (não está líquida e ao alcance dos organismos) • 2- Condensação: a água volta a ficar líquida, formando as nuvens, mas ainda está indisponível para os seres vivos. • 3- Precipitação: a água volta para a superfície, tornando-se novamente disponível para os seres vivos
  • 13. Ciclo do Carbono • Principais etapas: • 1- Fotossíntese: incorporação do carbono atmosférico no corpo dos vegetais. • 2- Alimentação: incorporação do carbono no corpo dos animais. • 3- Respiração: devolução do carbono presente no corpo dos seres vivos para a atmosfera. • 4- Combustão: outra forma de devolução de carbono para a atmosfera.
  • 15. Ciclo do Nitrogênio • Principais etapas: • 1- Fixação: conversão do nitrogênio atmosférico em amônia no solo. • 2- Nitrificação: conversão da amônia em nitritos e nitratos no solo. • 3- Assimilação: absorção dos compostos nitrogenados por parte das plantas e sua transferência, via alimentação, para os animais e micro-organismos. • 4- Desnitrificação: conversão dos compostos nitrogenados deixados no ambiente em nitrogênio atmosférico.