Jornal Escolar Edição 05 2015

300 visualizações

Publicada em

-

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
300
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
61
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal Escolar Edição 05 2015

  1. 1. Olá pessoal! Este é o segundo ano de nosso jornal Informativo nele manteremos a meta de continuarmos divulgando as ações da escola e ao mesmo tem- po levar um pouco de informações cultura e entretenimento. A participação da comunidade na escola e o apoio à realização de algumas ações tem sido de extrema importancia. O parque infantil, hoje instalado, foi fruto desta parceria. Em nome dos funcionários e em nome dos alunos agradecemos a todos que contribuíram. Aproveita- mos, também, para reafirmamos o nosso compromisso de continuar- mos trabalhando para propiciar uma escola cada vez melhor. Estamos abertos a novas parcerias e ideias que venham a melhorar e fortalecer tanto a escola como a comunidade. Estamos no inicio do segundo semestre de 2015, pedimos aos pais que continuem acompanhando o desenvolvimento de vossos filhos e estejam atentos, caso estejam com notas baixas, ainda é possível recu- perar e melhorar o desempenho até final do ano. A todos os pais nossos compri- mentos à comemoração de seu dia neste mês de agosto. A gestão NOSSAS AÇÕES—Um pequeno retrospecto JORNAL INFORMATIVO AGOSTO de 2015 Escola Estadual Nova Galileia JANEIRO/JULHO  Realização de semana pedagógica;  Cobranças da Seduc sobre a constru- ção definitiva das salas de aula;  Cobranças da seduc sobre a Climati- zação das salas de aula;  Instalação do parque infantil às cri- anças e pinturas do pavilhão destina- do ao parque infantil  Realização de reuniões de pais e mestres;  Visita da Escola Café Norte e ida a Escola Café Norte em retribuição dos jogos interescolares;  Festa em homenagem as mães;  Desenvolvimento do Projeto Meio Ambiente Escola e Comunidade: Limpeza e pintura da quadra esporti- ca, com a participação do gestor, professores, funcionários e alunos;  Pintura dos muros ao redor da esco- la, com a participação do gestor e funcionários;  Realização da festa Junina;  Cobranças da SEDUC e Assessoria Pedagógica de Colider à continuida- de do Projeto Mais Educação;  Pedido feito ao vice Prefeito, junta- mente com o vereador Alencar para reforçar as cobranças à SEDUC da construção das salas de aula.  Acionamento da Assessoria do De- putado Ninininho na mediação junto à SEDUC para a construção das salas. E-mail: col.ee.nova.galileia@seduc.mt.gov.br Fone: (66) 3541-9011 Blog: escolaestadualnovagalileia.blogspot.com Pai, pode ser que daqui algum tempo Haja tempo pra gente ser mais Muito mais que dois grandes amigos Pai e filho talvez Pai, pode ser que daí você sinta Qualquer coisa entre esses vinte ou trinta Longos anos em busca de paz Pai, pode crer, eu tô bem, eu vou indo Tô tentando, vivendo e pedindo Com loucura pra você renascer Pai, eu não faço questão de ser tudo Só não quero e não vou ficar mudo Pra falar de amor pra você Pai, senta aqui o jantar tá na mesa Fale um pouco, tua voz tá tão presa Nos ensine esse jogo da vida Onde a vida só paga pra ver Pai, me perdoe essa insegurança É que eu não sou mais aquela criança Que um dia morrendo de medo Nos teu braços você fez segredo Nos teus braços você foi mais eu, eu, eu Pai, eu cresci e não houve outro jeito Quero só recostar no seu peito Pra pedir pra você ir lá em casa E brincar de vovô com meu filho No tapete da sala de estar Pai, você foi meu herói, meu bandido Hoje é mais, muito mais que um amigo Nem você nem ninguém tá sozinho Você faz parte desse caminho Que hoje eu sigo em paz Pai, paz… (Fábio Junior) PAI JÁ TEMOS NOSSO BLOG E TAMBÉM FACEBOOK ACESSEM Equipe Gestora: Gestor: Paulo Neves Melegari Coordenadores: Fátima Fuzaro e Julio César Secretária: Eunice Souza
  2. 2. V O C Ê Não espere um sorriso para ser gentil... Não espere ser amado para amar. Não espere ficar sozinho, para reconhecer o valor de quem está a seu lado. Não espere ficar de luto, para re- conhecer quem hoje é importante para você. Não espere o melhor emprego pa- ra começar a trabalhar. Não espere a queda para lembrar- se do conselho. Não espere a enfermidade para reconhecer quão é frágil a vida. Não espere ter dinheiro aos mon- tes para então contribuir. Não espere por pessoas perfeitas para então se apaixonar. Não espere a mágoa para pedir perdão. Não espere a separação para bus- car a reconciliação. Não espere elogios para acreditar em si mesmo. Não espere a dor para acreditar PARA REFLEXÃO O MAR AZUL No mar azul E onde fui pescar A água azul-azul A princípio tudo era blue O barco a flutuar No meio do mar Triste a chorar Fui ver o cisne implorar Pois não conseguia voar Minha visão escura ficou E o céu para mim fechou Tudo que era lindo horrível ficou! Pois o mar azul Poluído se tornou Gabrielly Verteiro e Graziela santos (2º ciclo da 2ª fase) As duas linhas são retas, no entanto parecem arcos. Esta ilusão foi descoberta pelo psicólogo alemão Ewald Hering, em 1861. A distorção é produzida pelo padrão das linhas do fundo que si- mula um desenho de perspetiva e cria a falsa im- pressão de profun- didade. em oração. Não espere o dia de sua morte sem an- tes... amar a vida. Seja sempre você, autêntico e único. Autor desconhecido CHARGE Ilusão de óptica Uma das mais famosas imagens, que causa ilusão de óptica, foi cria- da em 1915 pelo cartunista W. E. Hill. Nesta figura duas imagens po- dem ser vistas. Uma é uma garo- ta, posicionada de perfil olhando para longe, a outra é o rosto de uma senhora idosa que olha para o chão Jornal Informativo Ano 2 Edi- ção 05 pag. 02 Escola Estadual Nova Galileia
  3. 3. Jornal Informativo Ano 02 Edição 01 pag 03 POESIA MATEMATICA (Millôr Fernandes) Às folhas tantas do livro matemático um Quociente apaixonou-se um dia doidamente por uma Incógnita. Olhou-a com seu olhar inumerável e viu-a do ápice à base uma figura ímpar; olhos rombóides, boca trapezóide, corpo retangular, seios esferóides. Fez de sua uma vida paralela à dela até que se encontraram no infinito. "Quem és tu?", indagou ele em ânsia radical. "Sou a soma do quadrado dos catetos. Mas pode me chamar de Hipotenusa." E de falarem descobriram que eram (o que em aritmética corresponde a almas irmãs) primos entre si. E assim se amaram ao quadrado da velocidade da luz numa sexta potenciação traçando ao sabor do momento e da paixão retas, curvas, círculos e linhas sinoidais nos jardins da quarta dimensão. Escandalizaram os ortodoxos das fórmulas euclidiana e os exegetas do Universo Finito. Romperam convenções newtonianas e pitagóricas. E enfim resolveram se casar constituir um lar, mais que um lar, um perpendicular. Convidaram para padrinhos o Poliedro e a Bissetriz. E fizeram planos, equações e diagramas para o futuro sonhando com uma felicidade integral e diferencial. E se casaram e tiveram uma secante e três cones muito engraçadinhos. E foram felizes até aquele dia em que tudo vira afinal monotonia. Foi então que surgiu O Máximo Divisor Comum frequentador de círculos concêntricos, viciosos. Ofereceu-lhe, a ela, uma grandeza absoluta e reduziu-a a um denominador comum. Ele, Quociente, percebeu que com ela não formava mais um todo, uma unidade. Era o triângulo, tanto chamado amoroso. Desse problema ela era uma fração, a mais ordinária. Mas foi então que Einstein descobriu a Relatividade e tudo que era espúrio passou a ser moralidade como aliás em qualquer sociedade. A PAISAGEM Um menino a pescar Parecia estar no fundo do Mar! A água do mar Refletia sem parar Tão bonita a brilha Ate um cisne tinha lá. Uma paisagem tão linda E o homem estragou Todo cheio de lixo Ai, que pavor! A mais linda O homem não arrasou Um cisne nadando Ai, que amor. Tiago Gomes de Souza (2º ciclo da 2ª fase) A PESCARIA Um jovem foi pescar Mas peixe não tinha lá! Logo depois de ouvir um grito Pensou que era um bicho. Mas era um cisne lindo, Cantando sozinho no meio do Lixo! Erik Julliano Pereira da Silva. (2º ciclo da 1ª fase) QUANTA DESORDEM Um belo dia, o menino que sorria. Deixou de sorrir Por ver tanto lixo, Tanta desordem! Nada pescava, Oh! Que vida contrariada. Quando viu aquele cisne, Logo penso Agora, triste não fico mais... Companhia dele já me satisfaz! Ana Carla Fuzaro, Raissa Oliveira Leandro, Ana Lia Mergulhão (2° ciclo 1°fase ) momento da poesia Escola Estadual Nova Galileia
  4. 4. SAÚDE E EDUCAÇÃO PARA PREVENÇÃO—VITAMINAS Jornal Informativo Ano 02 Edição 05 pag 04 Escola Estadual Nova Galileia Devido a grande importância ao nosso organismo, vamos falar, um pouco, das vitaminas. As vitaminas são, em sua maioria, substâncias orgânicas que o nosso organismo não consegue produzir. Necessárias em pequenas quantidades e obtidas através de uma alimentação equilibrada. Algumas vitaminas como: vitami- na D são produzidas através da captação dos raios ultravioleta, ou então, são pro- duzidas por microorganismos existentes na flora intestinal (vitamina K e B12). As vitaminas desempenham diversas funções no desenvolvimento e no metabolismo orgânico. A falta delas, porém, pode causar várias doenças A Ciência conhece aproximadamente uma dúzia de vitaminas, sendo que as principais são designadas por letras. Essas vitaminas podem ser encontradas em muitos alimentos, especialmente os de origem vegetal. Vitamina A Importante oxidante que protege células contra radicais livres. Importante no crescimento, pois forma ossos e dentes, melhora a pele e o cabelo, protege os aparelhos respiratório, digestivo e urinário e também é importante para a visão. Principais fontes: frutas e vegetais de cor forte, como cenoura, abó- bora, brócolis e espinafre e gorduras amarelas de alimentos animais como fígado, ovos e leite. Sua falta pode provocar visão deficiente à noite, secura generalizada das mucosas, stresse, aumento de infecções e redução do olfacto e paladar. Vitaminas do complexo B - Formam um conjunto de vitaminas que têm, entre si, propriedades semelhantes. Vitamina B1 (tiamina): ajuda na oxidação dos carboidratos; estimula o apetite; mantém o tônus muscular e o bom funcionamento do sistema nervoso. Sua falta causa o beribéri, doença que provoca inflamação nos nervos, paralisia e atrofia dos músculos; falta de apetite, fadiga mus- cular e nervosismo. Essa vitamina pode ser encontrada em cereais integrais, feijão, fígado, gema de ovo, pinhão. VitaminaB2 (riboflavina): vitamina essencial à respiração celular; mantém saudável a cor da pele e atua na coordenação motora. Sua falta provoca lesões no sistema nervoso, rompimento da mucosa da boca, lábios, língua e bochechas. Pode ser encontrada em vegetais como couve, repolho e espina- fre, carnes magras, ovos, fígado, leite e cereais integrais. Vitamina B3 (niacina ou ácido nicotínico): essa vitamina mantém o tônus mus- cular e nervoso, além do bom funcionamento do sistema digestório. Sua falta causa diarreia, fraqueza, lesões na pele e no sistema nervoso, desordens mentais e pelagra. Essa vitamina pode ser encontrada em levedo de cerveja, peixe, feijão, ovos, fíga- do, leite, carnes magras, café, amendoim, pinhão e cereais integrais. Vitamina B5 (ácido pantotênico): é um dos componentes da coenzima A, que participa de processos energéticos das células. Sua falta provoca fadiga, anemia e dormência nos membros. Pode ser encontrada na carne, leite e derivados, verduras e cereais integrais. Vitamina B6 (piridoxina): mantém a pele saudável e auxilia na oxidação dos alimentos. Sua falta provoca doenças da pe- le, distúrbios nervosos e apatia. Essa vitamina pode ser encontrada no levedo de cerveja, fígado, carnes magras, leite e cereais integrais. Vitamina B8 (biotina): essa vitamina atua como coenzima em processos energéticos das células, na produção de ácidos graxos e bases nitrogenadas púricas. Sua falta provoca distúrbios neuromusculares e inflamações na pele. É encontrada em alimentos como carnes, legumes e verduras. Vitamina B9 (ácido fólico): extremamente importante na síntese de bases nitrogenadas, renovação das células do corpo e síntese de DNA. É recomendada por médico nos primeiros meses de gravidez. Sua falta pode causar anemia e esterili- dade masculina. Na gravidez, a falta dessa vitamina pode causar má-formação no tubo neural do feto. Pode ser encontrada em alimentos como vegetais verdes, feijão, fígado, frutas e cereais integrais. Vitamina B12 (cianocobalamina): importante para o amadurecimento das hemácias e na síntese dos nucleotídeos. Sua falta ocasiona anemia perniciosa e distúrbios nervosos. Essa vitamina pode ser encon- trada em carne, ovos, leite e derivados e frutos do mar. Esta matéria sobre vitaminas continua na próxima edição do jornal aguardem!

×