Folha Galera do Elias 2ª Edição 2013

1.118 visualizações

Publicada em

Projeto Ampliar Jornal Mural confeccionado pelos alunos das 7ª e 8ª séries da EMEF Elias Shammass sob coordenação de Vanessa Guimarães professora orientadora de informática educativa.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.118
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
664
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Folha Galera do Elias 2ª Edição 2013

  1. 1. Como verifi- car o que de fato os alunos ainda não aprenderam? Através de son- dagens pró- prias da escola de matemática e língua portu- guesa. Você forma grupos sepa- rados para es- tudar, como é feita a distri- buição? Por série, dificul- dade, etc? Procuro for- mar grupos com alunos da mesma sé- rie, com difi- culdades se- melhantes e de acordo com as difi- culdades. A Recupera- ção Paralela é destinada aos alunos que apresentem di- ficuldades de aprendizagem não superadas no cotidiano escolar e ne- cessitem de um trabalho mais direcionado, paralelo às au- las regulares. E isso não é mo- tivo de vergo- nha, todos te- mos dificulda- des em algum assuntos não é mesmo? Em nossa esco- la esse impor- tante trabalho fica a cargo da Profª Érica, que nos conta nessa entrevis- ta um pouco da sua rotina com os alunos. Qual sua for- mação e quan- to tempo tra- balha no pro- jeto de Recu- peração para- lela? Sou formada em Pedagogia e trabalho no projeto desde 2011. Como é feita a seleção para saber quem precisa parti- cipar do pro- jeto? Através dos resultados das avalia- ções externas como a Prova São Paulo, por exemplo, avaliamos as maiores difi- culdades e as- sim seleciona- mos quem precisa. Educação, recuperação e liberdade. POR: Laissa , Lindinalva e Wallace (7ª série)
  2. 2. “Recuperar nunca é t e m p o perdido!” Quais dificul- dades os alu- nos apresen- tam? As principais são de leitura e interpreta- ção textual em português e as opera- ções de divi- são, multipli- cação, tabua- da e situações problemas. É difícil sendo uma pessoa só dar conta das diferentes de- mandas de di- ficuldades de aprendiza- gem? Sendo sozinha é um pouco complicado, mas nós con- tamos com a colaboração dos outros professores em sala de au- la, porque 1 vez por sema- na em 1 hora e meia é pouca para dar conta das dificulda- des de apren- dizagem. Como saber se a recuperação funcionou e to- dos aprende- ram? Também atra- vés de sonda- gens periódi- cas e observa- ções em con- junto com os outros profes- sores e a coor- denação. Os alunos se sentem cons- trangidos em fazer parte do projeto? Alguns alunos demonstram constrangi- mento no ini- cio, mas faze- mos um traba- lho com toda a escola enfati- zando que a Recuperação é uma oportuni- dade, um pri- vilégio vista co- mo grupo de es- tudo e não pu- nição. Por que você considera a Re- cuperação Pa- ralela e o seu trabalho nela importante? È importante por ser uma oportunidade a mais para o aluno que não conseguiu aprender na sa- la regular, evi- tando que ele sais da escola com grandes dificuldades. Que dicas para melhorar o es- tudo você pode dar para os alu- nos? Criar um hábi- to de leitura, utilizando gi- bis, revistas jornais , etc. Pois isso com certeza melho- ra também a nossa escrita.
  3. 3. Sempre presente no dia a dia de nossas crianças e adolescentes, a música agrada todas as tur- mas. E encontramos uma historia aqui no Elias de como a música pode transformar nossa vida. Conheçam a parceria do violão e o aluno Caique da 7ª série G nesta entrevista. Como começou seu interesse por música? Sempre gostei de música desde pequenos e des- cobri que tinha algumas habilidades no escutar e no tocar. Como você aprendeu tocar violão? Aprendi sozinho há pouco tempo, num site de cifras na internet e vendo vídeos . Além do violão você também toca outro instru- mento? Comecei tocar flauta na 5ª série por incentivo do Profº Eliton e hoje já auxilio outros alunos no projeto. Você já se apresentou tocando em algum lugar? Sim aqui na escola sempre que tem algum even- to e no CONGREG do ano passado. Que tipos de músicas você gosta de tocar? Gosto de tocar rock,pop, clássica e MPB. Sua família te incentiva? Sim me incentiva muito, apesar de só eu por en- quanto tocar algum instrumento na família. Por: Guiilherme (7ªB) Juliana (8ªA)
  4. 4. Por: Lindinalva 7ª série B Na adolescência, é inevitável: os jovens namoram - muitas vezes dentro da escola. Mas é possível tratar essa questão sem causar conflitos Pode namorar na escola? Qual é o limite do carinho entre casais de adolescentes na hora do re- creio? Qual é o papel da escola e qual é o papel da família? Essas são questões que, muitas vezes, dividem adolescentes, pais e professores. Exatamente por is- so, é que tratamos esse tema com cuidado. Namorar é algo íntimo e, em um espaço público, isso deve ser feito de forma comedida. Ainda mais na escola, onde há crianças e adolescentes de diferen- tes faixas etárias. Por isso, a maioria das escolas tem regras e limites para o namoro entre alunos. Nada mais justo. Mas é importante que essas regras não sejam apenas impostas, e sim discutidas e debatidas com toda a comuni- dade escolar. E é preciso que elas fiquem claras para todos. No entanto, mes- mo com regras, alguns desentendimentos podem acontecer. Em nossa escola os alunos são orientados a não dar beijos na boca, a não sen- tar no colo um do outro, trocar caricias, entre outros comportamentos exacer- bados que não são apropriados na escola que é, antes de mais nada, um espa- ço público e deve ser tratada como tal. Mas atenção: regras são importantes, porém proibir os adolescentes de namo- rar na escola não é o melhor caminho. Por isso sempre conversamos com nossos adolescentes e estabelecemos o que eles podem fazer, onde e como. Temos aulas sobre sexualidade e este tema é abordado em todas as discipli- nas. Galerinha entendemos que a escola é o ambiente onde jovens criam os pri- meiros laços de afeto positivos como amizade e o namoro, e tudo deve ser aproveitado com saúde e respeito. Pense nisso! Namoro na escola: Quais são os limites?
  5. 5. L Por: Marcela e Pamela (7ªsérie) Os bonés fizeram a cabeça das mulheres no início dos anos 2000, tempo depois ficaram esquecidos. Mas agora voltaram com tudo principalmente entre as alunas do Elias como cons- tataram as repórteres Pa- mela e Marcela em uma de nossas matérias de moda. O acessório vem aparecen- do constantemente na pro- dução das mais antenadas, dos mais básicos, aos mais elaborados, com bordados, spikes e pedrarias, tem pra todos os gostos e estilos. Ele é ótimo para quebrar os looks mais tradicionais e dar um toque esportivo e despojado.
  6. 6. Enquanto isso durante asEnquanto isso durante asEnquanto isso durante asEnquanto isso durante as manifestações...manifestações...manifestações...manifestações... NAS RUAS... ...EM CASA. ABAIXA A TARIFA EDUCAÇÃO Finalmente a Copa das Finalmente a Copa das Finalmente a Copa das Finalmente a Copa das Confederações está aberta, Confederações está aberta, Confederações está aberta, Confederações está aberta, valeu investir muitos mi- valeu investir muitos mi- valeu investir muitos mi- valeu investir muitos mi- hões de reais na constru- hões de reais na constru- hões de reais na constru- hões de reais na constru- ção dos estádios. ção dos estádios. ção dos estádios. ção dos estádios. Torcida no hospital VAIBRASIL!!!A i, a i se a sa ú d e fo sse p a d rã o F IF A ! Ela Pensa... ...Ele Pensa.
  7. 7. E agora “uns PoEmas”.. "Agora um poema" ou "Agora uma poesia" é uma modinha no Facebook ins- pirada em um tumblr(blog) americano. Há sempre um menino ou uma me- nina em uma estrutura de quadrinhos com pequenos poemas dos mais di- versos temas: sobre amor, sarcasmo ou mesmo sobre a irritação pela proli- feração do meme. Sorria! Por : Guilherme (7ª série)
  8. 8. POR: Laissa (7ªsérie B)
  9. 9. A Copa das Confedera- ções também ficará marcada como a Copa das manifestações. Nas seis cidades-sedes, ao longo dos 16 di- as de competição, a tônica foi sempre a mesma: grandes partidas e muitos protestos do lado de fora dos estádios. A final d0 domingo (30/06), no Maracanã, contou ainda com uma então impro- vável vitória da seleção brasileira por 3 a 0 sobre a temida Espanha, tida antes como a melhor equipe do torneio. Ainda que reconhecidamente tardio, os protestos por redução das tarifas no transporte público, hospitais e escolas no tão falado padrão Fifa, os gastos exagera- dos com competições esportivas, entre ou- tras pautas, chamaram a atenção das au- toridades brasileiras. Fica a lição povo fe- liz é povo com direitos básicos respeita- dos e não com títulos de campeonatosde futebol. COPA DAS MANIFESTAÇÕES 2013 O GIGANTE DORMIU. Depois de ser nocauteado e perder o cinturão dos pesos médios do UFC, para o americanos Chris Weidmann no dia 06/07 Anderson Silva falou que perdeu por erros próprios, o lutador negou as acusa- ções de armação no duelo, garan- tiu que respeitou o oponente e se mostrou decepcionado com quem o criticou. O fenômeno do MMA disse sobre a primeira derrota que ele sofreu em 7 anos: 'Aprendi da pior maneira possível'. Depois de muitas especulações sobre uma possível aposentadoria foi divulgado uma revanche para 28/12. Será que Anderson voltará a ser um gigante? Vamos torcer! Por: Carlos e Wesley (7ª série)
  10. 10. Se você é daqueles que vive conectado e não suporta ficar offline, cuidado: é possível que en- grosse as estatísti- cas dos viciados em internet. O proble- ma afeta mais de 50 milhões de pessoas no mundo, segun- do dados da Uni- versidade La Salle, nos Estados Unidos, e 4,3 milhões no Brasil. Números que só tendem a crescer pela maior facilida- de de acesso à web e pelo desenvolvi- mento tecnológico. Considerada por médicos e especia- listas uma depen- dência tão crônica quanto à de subs- tâncias como álcool e cocaína, o trans- torno já é reconhe- cido pela Associa- ção Americana de Psicólogos como Internet Addiction D i s o r d e r (Transtorno do Ví- cio de Internet). O corpo dá o alerta De acordo com arti- go publicado este ano na revista cien- tífica americana PLoS ONE, o hábito pode trazer riscos à saúde física e men- tal: avaliação feita com usuários assí- duos mostrou que o vício está associa- do a alterações de humor, risco de de- pressão e sinais de abstinência, além de fazer com que o sujeito apresente traços de autismo. Entre os sintomas físicos, destacam-se taquicardia, sudore- se, secura da boca e tremedeiras. A longo prazo, há comprometimento da postura, lesões por esforço repetiti- vo (como tendinite), obesidade ou sub- nutrição (por causa da má alimentação) e deformidade da visão. Na internet possuí- mos muita informa- ção e pouco enten- dimento, muitas ve- zes não sabemos o que fazer com uma informação legal e vamos passando pra frente sem fazer uma critica, sem pro- cessar, sem aprofun- dar, gerando pouca cultura e pouca identidade. Não po- demos nunca esque- cer que somos seres humanos e precisa- mos nos relacionar sempre para manter a saúde psicológica. Mas que tal fazer is- so pessoalmente visi- tando amigos e fami- liares, fazendo via- gens e passeios, pra- ticando atividade física, assistindo fil- mes, peças de teatro, shows, etc. Aprovei- te a vida offline. VIDA OFFLINE Existe vida após a tela A internet pode aproximar quem está lon- ge, mas distan- ciar quem está perto
  11. 11. Somos todos vigiados Por: Juliana e Ingrid (7ª e 8ª séries) “Não se pode ter 100% de segurança e 100% de privacidade” disse o presidente dos Estados Unidos Barack Obama diante da denúncia do ex -agente Edward Snowden sobre a vigilância em comunicações e tráfego de informações, de ma- terial privado e sigiloso de pessoas do mundo inteiro. Ou seja tudo que fazemos é vigiado e es- pionado, o que acessamos na internet, com que falamos ou trocamos SMS no celular, andando nas ruas, transações bancárias e documentais. Até a Microsoft manteve uma estreita colabora- ção com as agências de inteligência americanas para facilitar a interceptação de mensa- gens privadas de seus usuários, a evitar o sistema de criptografia que protege as conversas entre os usuários através do chat do site Outlook.com. Além do Skype, que também aju- dou os serviços secretos dos Estados Unidos para facilitar seu trabalho de interceptar con- versas em formato de vídeo e áudio. Snowden, que está sendo procurado e processado por espionagem desde 23 de junho, divulgou no início de junho documentos que revelam a existência do programa Prism, que permite que as agências de inteligência tenham acesso às informações armazenadas por milhões de usuários nos servidores de empresas como Google, Microsoft e Facebook. Constatado que a internet já tem mais de 2 bilhões de usuários no mundo e que quase 1 bilhão utiliza o Facebook de forma habitual , imagine o imenso Big Brother que estão fa- zendo com nossos dados. Digo nossos dados porque no Brasil também há vulnerabilidade do sistema de comunicações como confirmado pelas autoridades brasileiras após as de- núncias da existência de uma rede de espionagem montada em Brasília pelo governo dos Estados Unidos. Essa invasão de privacidade mundial pelos EUA é de nos deixar com uma certa preocupação, por isso que sempre discutimos durante as aulas de informática e outras disciplina de como nos comporta na internet, pois devemos ser na vida real a mesma pessoa que está on line na net. Não tem escapatória, nem nenhum tipo de proteção eficiente, por isso educação, caráter e cons- ciência positiva será nossa única proteção sempre.
  12. 12. GAMES PREFERIDOS DA GALERA DO ELIAS Um dos assuntos mais comentados entre os alu- nos nas rodas de conversas e nas redes sociais são os games que estão na moda. Dos meninos e colaboradores do nosso Jornal Mural os games é a pauta preferida de pesquisa e discussão. Dentro do tema fizemos uma enquete entre os alunos pa- ra saber quais são os jogos preferidos no momen- to e segue a lista: MINECRAFT Minecraft é um jogo independente que permite a construção usando blocos (cubos) dos quais o mundo é feito. Foi criado por Markus "Notch" Persson por volta 2009, é um jogo basicamente feito de blocos, tendo as paisagens e a maioria de seus objetos compostos por eles, e permitindo que estes sejam removidos e recolocados em ou- tros lugares para criar construções, empilhando- os. Além da mecânica de mineração e coleta de recursos para construção, há no jogo mistura de sobrevivência e exploração. Jogar Minecraft é usá -lo como ferramenta criativa. Não há forma de vencer em Minecraft, uma vez que não há objeti- vos requeridos e enredo dramático que necessite ser seguido. Os jogadores passam a maior parte de seu tempo simplesmente minerando e cons- truindo blocos de material virtual, daí o nome do jogo. Uma vez que os jogadores tenham coletado e construído um inventário suficiente de recur- sos, eles usam estas aquisições virtuais para con- ceber casas e paisagens, muitas vezes construin- do todos os tipos de estruturas de blocos. “Adoramos trocar dicas e desafios obtidos no jo- go nas conversas com os colegas” diz Luis Gusta- vo da 7ª série D SLENDER MAN Criado a partir de uma lenda urbana e conside- rado por alguns de nossos alunos como um dos mais aterrorizantes jogos on li- ne de terror Slender Man é um jogo onde a missão é coletar 8 páginas que es- tão espalhadas em uma floresta. Parece ser fácil, só que você tem um mons- tro te perseguindo: O Slender Man. Caso você olhe para trás ou fique pa- rado, ele irá te pegar e vo- cê vai tomar um belo susto. Tente correr contra o tempo para que não seja pego por ele. Existe até alguns vídeos engraçados no Youtube de reações dos jogadores ao serem pegos pelo personagem principal. “è um desafio aterrorizante você jogar sozinho em casa e no escuro” diz Wesley e Carlos ambos da 7ª série. Durante a discussão de nossa pauta os alunos desafiaram a Profª Vanessa orga- nizadora do Jornal Mural a gravar um vídeo jo- gando Slender Man nas condições citadas acima e postar na internet. Desafio aceito e em breve vocês verão o resultado. JOGOS DO FACEBOOK Você sabia que os jogos do Facebook movimen- tam mais de 250 milhões de usuários por mês. Os preferidos da galera do Elias inclusive entre os professores e funcionários são DragonCity, Cri- minal Case, Pet Rescue, Farm Ville e Candy Crush Saga. “Jogo é uma ótima opção de exerci- tar a mente e relaxar” diz a Profª Vanessa de In- formática Educativa. Então vamos lá, pois todas essas dicas de jogos são gratuitas. POR:LUIS GUSTAVO, CARLOS E WESLEY. (7ª SÉRIE)
  13. 13. PONTO DE LEITURA PARQUE DO RODEIO TEATRO CINEMA MUSEUS PASSEIOS DE 01/08 À 30/09 Inaugurado em 30 de setem- bro de 2006 é um dos princi- pais pontos de lazer de uma região. O que antes era um terreno abandonado, foi transformado em parque em 2009, oferecendo equipa- mentos esportivos, pista para caminhada , churrasqueiras e áreas de lazer para a população. Instalados em espaços públicos, os Pontos de Leitura contam com 2.000 itens - entre livros, revistas, jornais e obras de referência. Os lo- cais atendem à demanda da comunidade, permitindo que a população local tenha aces- so à leitura e informação. Ponto de Leitura Parque do Rodeio Rua Igarapé da Bela Aurora, s/n Cidade Tiradentes - 08472-200, São Paulo, SP Telefone: 11 2555-4276 Horário: 2ª a 6ª das 8h às 17h; sábado e domingo das 11h às 17h, exceto feriados
  14. 14. Elenco: Neil Patrick Harris, Hank Aza- ria, Christina Ricci, Jayma Mays, Sofía Vergara, Tim Gunn. Vozes de: Alan Cumming, Katy Perry, Jonathan Winters, Fred Armisen, George Lopez, Anton Yelchin. Direção: Raja Gosnell Gênero: Aventura Duração: 95 min. Estreia prevista: 12 de Agosto de 2013 Sinopse: O malvado feiticeiro Gargamel (Hank Azaria) continua determinado em roubar a Essência dos Smurfs e criou, para esse efeito, duas pequenas criatu- ras (Vexy e Hackus) que são muito se- melhantes às adoráveis criaturas azuis, no entanto, as suas semelhanças físicas não são suficientes para os aproximar da misteriosa essência porque esta per- tence, única e exclusivamente, ao Mun- do dos Smurfs e só pode ser controlada pelos verdadeiros Smurfs. Tal como Ve- xy e Hackus, Smurfette foi criada por Gargamell para roubar a essência, mas graças à magia do Papa Smurf conse- guiu tornar-se numa Smurf a sério. Gar- gamel acredita que o espirito mágico de Smurffete é a chave para transformar Vexy e Hackus em Smurfs, e decide por isso sequestra-la e manipular o seu ma- terial genético para assim conseguir ter aquilo que mais deseja, no entanto, este seu maléfico plano corre o risco de ser novamente estragado pelos Smurfs que vão-se unir, uma vez mais, a Patrick e Grace Winslow para salvarem a amiga das garras do malvado feiticeiro. O pro- blema é que Smurfette começa a identi- ficar-se com Vexy e Hackus, e começa a acreditar que não é amada pelos Smurfs nem pertence ao seu mundo. Elenco: Ashton Kutcher, Dermot Mulroney, Josh Gad, J.K. Simmons, James Woods, Ron Eldard, Matthew Modine, Lukas Haas, Amanda Crew, Jeremy Shada, Lesley Ann Warren. Direção: Joshua Michael Stern Gênero: Biografia, Drama Duração: 122 min Estreia prevista: 2 de Agosto de 2013 Sinopse: A história da ascensão de Steve Jobs (1955-2012), fundador da Apple. De rejeitado no colégio até tornar-se um dos mais reverenciados empresários do universo da tecnolo- gia no século 20. A trama passa pela jornada de autodescobri- mento da juventude, pelos demônios pessoais que obscurece- ram sua visão e, finalmente, pelos triunfos que transformaram sua vida adulta. Fontes: http://www.adorocinema.com e http://www.marvelbrasil.com JOBS
  15. 15. COMUNICADOS 11º CONCURSO DE POESIAS Modalidades CICLO I– 1º E 2º ANO (QUADRA COM TEMA BRINCADEIRA) CICLO I– 3º E 4º ANO (PARÓDIA DA MÚSICA “A SOPA” COM TEMA LIXO E MEIO AMBIENTE) CICLO II– 5ª E 6ª SÉRIE (PARÓDIA DA MUSICA “VAGALUMES” COM TEMA “MEU BAIRRO”) CICLO II– 5ª E 6ª SÉRIE (PARÓDIA DA MUSICA “VAGALUMES” COM TEMA “RESPEITO AO PRÓXIMO”) 06/08/2013 - Produção em sala de aula 14 à 22/08/2013- Seleção das produções 29/08/2013- Premiação do Ciclo I 30/08/2013- Premiação do Ciclo II
  16. 16. Número 02— Agosto/Setembro 2013 Colaboradores Anderson Pontes da Silva 7ª E Ayla Cristine P ereira machado 8ª B Carlos Eduardo F de Novaes 8ª D Carlos Reis Santana Junior 7ª A Evelly Emilly da Silva 7ª G Guilherme Santos Silva 7ª C Ingrid Izabel Noviski Batista 7ª F Juliana Caroline de Oliveira 8ª A Kamilla Barbosa Peixoto Silva 8ª A Laissa Borges 7ª B Lindinalva Barbosa dos Santos 7ª B Luis Gustavo de Araujo Lioni 7ª D Marcella lemos Correa 7ª B Matheus Lima Correia de Souza 7ª F Pamela Sabryna de C. Linhares 7ª B Reinaldo da Silva Junior 7ª B Samuel dos Santos 8ª A Stefanie da Silva Moreira 8ª A Victor Ramon dos Santos Sá 8ª B Walisson Pereira Rodrigues 7ª A Wallace Nathan da Silva 7ª F Wesley Alexandre de S. Oliveira 7ª D Monitoria, Edição e Diagramação Vanessa Guimarães Professora Orientadora de Informática Educativa EMEF ELIAS SHAMMASS Rua: do Pai Nosso nº 07— Conjunto Sitio Conceição —São Paulo—SP http://galeradoelias.blogspot.com.br

×