SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
3ª Fase Modernista
A fase da reflexão e da universalidade temática.
Contexto Histórico
Queda de Getúlio
Vargas

Planos de Metas

Governo de Jânio
Quadro

Volta de Vargas ao
poder

Democratização
política e
desenvolvimento
econômico –
Governo de JK

Criação do Teatro de
Arena e do Centro
Popular de Cultura
(CPC)

1945 - Morte de
Mário de Andrade

Criação do Congresso
Brasileiro de
Escritores

Contexto Histórico da
3ª Fase Modernista
que vai de 1945 à
1960
Manifestações Artísticas
Geração de 45
Uma fase de literatura intimista, introspectiva e
de traços psicológicos.
Prosas e contos = Introspecção + Regionalismo.
Poesias = Baseadas no Parnasianismo e
Simbolismo/Oscilação entre o Estetismo*
subjetivo e a poética experimentalista.

*Estetismo: 1) Escola literária e artística de origem anglo-saxônica, que se
propõe reconduzir as artes às suas formas primitivas. 2) Estado dos que se
dedicam ou julgam dedicar-se exclusivamente às artes, ao culto do belo.
Prosa

Poesia

Urbana

Permanência
de Escritores da
2ª Geração
Modernista

Intimista

Geração 45

Regionalista
Representantes
“O correr da vida embrulha
tudo. A vida é assim: esquenta e
esfria, aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta. O
que ela quer da gente é
coragem.”
“Não quero ter a terrível
limitação de quem vive
apenas do que é passível de
fazer sentido. Eu não: quero
uma verdade inventada.”
“A vida não se resolve com
palavras.”
Principais características da produção
literária.
• Retrocesso em relação às conquistas de 22.

• Volta ao Passado: Revalorização da rima, da métrica, do vocabulário
erudito e das referências mitológicas.
• Passadismo, Academicistas.

• Introdução de uma nova cultura internacional nas letras brasileiras.
• Na literatura há uma constante pesquisa da linguagem mais o senso
do compromisso entre arte e realidade, engajamento.
• A Terceira Geração Literária do Modernismo faz uma síntese do
experimentalismo + maturidade artística; nacionalismo +
universalismo.
Caracterizou-se por sua oposição a liberdade formal, a
incorporação da linguagem coloquial e a temática
regionalista anteriormente propostas e propunha-se
uma temática universalista, e uma volta ao rigor
expressional, revalorizando o verso metrificado e o
cultivo da norma culta. Péricles Eugenio, Geir Campos,
Ledo Ivo, Domingos Carvalho da Silva, são alguns dos
poetas mais representativos dessa tendência, que na
opinião de muitos críticos constitui um retrocesso ao
formalismo parnasiano. Nesse período, porém, sobressaise João Cabral, quem embora tenha adotado as
propostas formalistas conseguiu superar as limitações
3ª Fase Modernista

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Poesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaPoesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaLuciene Gomes
 
1ª fase do modernismo
1ª fase do modernismo1ª fase do modernismo
1ª fase do modernismoLuciene Gomes
 
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)Josie Ubiali
 
3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase
3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase
3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fasejacsonufcmestrado
 
Poesia marginal e tropicalismo
Poesia marginal e tropicalismoPoesia marginal e tropicalismo
Poesia marginal e tropicalismoclaudia tc
 
Terceira geração romântica
Terceira geração românticaTerceira geração romântica
Terceira geração românticaViviane Gomes
 
A terceira geração modernista brasileira (1945 1980)
A terceira geração modernista brasileira (1945 1980)A terceira geração modernista brasileira (1945 1980)
A terceira geração modernista brasileira (1945 1980)Tatiana Pontes
 
Modernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª faseModernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª faserillaryalvesj
 
Modernismo no Brasil - Literatura
Modernismo no Brasil - LiteraturaModernismo no Brasil - Literatura
Modernismo no Brasil - LiteraturaCarlos Eduardo
 
Modernismo e suas fases
Modernismo e suas fasesModernismo e suas fases
Modernismo e suas fasesLuan Victor
 
As raízes do modernismo brasileiro
As raízes do modernismo brasileiroAs raízes do modernismo brasileiro
As raízes do modernismo brasileiroMiguel De Lima
 
Segunda fase do Modernismo no Brasil
Segunda fase do Modernismo no BrasilSegunda fase do Modernismo no Brasil
Segunda fase do Modernismo no Brasileeadolpho
 

Mais procurados (20)

Poesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaPoesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernista
 
1ª fase do modernismo
1ª fase do modernismo1ª fase do modernismo
1ª fase do modernismo
 
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)
 
2ª fase do modernismo brasileiro
2ª fase do modernismo brasileiro2ª fase do modernismo brasileiro
2ª fase do modernismo brasileiro
 
3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase
3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase
3373897 literatura-aula-26-modernismo-no-brasil-3-fase
 
Poesia marginal e tropicalismo
Poesia marginal e tropicalismoPoesia marginal e tropicalismo
Poesia marginal e tropicalismo
 
Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em Portugal
 
Terceira geração romântica
Terceira geração românticaTerceira geração romântica
Terceira geração romântica
 
A terceira geração modernista brasileira (1945 1980)
A terceira geração modernista brasileira (1945 1980)A terceira geração modernista brasileira (1945 1980)
A terceira geração modernista brasileira (1945 1980)
 
Modernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª faseModernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª fase
 
Modernismo no Brasil
Modernismo no BrasilModernismo no Brasil
Modernismo no Brasil
 
Modernismo
Modernismo Modernismo
Modernismo
 
Modernismo de 45
Modernismo de 45Modernismo de 45
Modernismo de 45
 
Modernismo no Brasil - Literatura
Modernismo no Brasil - LiteraturaModernismo no Brasil - Literatura
Modernismo no Brasil - Literatura
 
A geração de 45
A geração de 45A geração de 45
A geração de 45
 
Modernismo fases
Modernismo fasesModernismo fases
Modernismo fases
 
Modernismo e suas fases
Modernismo e suas fasesModernismo e suas fases
Modernismo e suas fases
 
As raízes do modernismo brasileiro
As raízes do modernismo brasileiroAs raízes do modernismo brasileiro
As raízes do modernismo brasileiro
 
Modernismo segunda fase
Modernismo segunda faseModernismo segunda fase
Modernismo segunda fase
 
Segunda fase do Modernismo no Brasil
Segunda fase do Modernismo no BrasilSegunda fase do Modernismo no Brasil
Segunda fase do Modernismo no Brasil
 

Semelhante a 3ª Fase Modernista

3fasemodernista linguaportuguesa-140204085243-phpapp01 (1)
3fasemodernista linguaportuguesa-140204085243-phpapp01 (1)3fasemodernista linguaportuguesa-140204085243-phpapp01 (1)
3fasemodernista linguaportuguesa-140204085243-phpapp01 (1)lidiana31
 
Literatura informativa
Literatura informativaLiteratura informativa
Literatura informativaSolrac Solrac
 
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01Ma_rcia
 
Modernismo 3ª fase 2015
Modernismo 3ª fase   2015Modernismo 3ª fase   2015
Modernismo 3ª fase 2015CrisBiagio
 
Modernismo 3ª fase - 2016 - simplificada
Modernismo 3ª fase -  2016 - simplificadaModernismo 3ª fase -  2016 - simplificada
Modernismo 3ª fase - 2016 - simplificadaCrisBiagio
 
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo Apresentação sobre modernismo e pós modernismo
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo MariaPiedadeSILVA
 
Libertação em "Poética", de Manuel Bandeira
Libertação em "Poética", de Manuel BandeiraLibertação em "Poética", de Manuel Bandeira
Libertação em "Poética", de Manuel BandeiraAna Polo
 
Relações entre a poesia marginal e a política dos anos 70 no brasil
Relações entre a poesia marginal e a política dos anos 70 no brasilRelações entre a poesia marginal e a política dos anos 70 no brasil
Relações entre a poesia marginal e a política dos anos 70 no brasilLuciana Borges
 
Ideologia mais escolas literarias
Ideologia mais  escolas literariasIdeologia mais  escolas literarias
Ideologia mais escolas literariasUniesp
 
Pré-modernismo
Pré-modernismoPré-modernismo
Pré-modernismoJosé Levy
 
Considerações Sobre o Início da Poesia Concreta
Considerações Sobre o Início da Poesia ConcretaConsiderações Sobre o Início da Poesia Concreta
Considerações Sobre o Início da Poesia ConcretaIcaro Amorim
 
O projeto estético e ideológico do modernismo brasileiro
O projeto estético e ideológico do modernismo brasileiroO projeto estético e ideológico do modernismo brasileiro
O projeto estético e ideológico do modernismo brasileiroPaulo Konzen
 
A prosa brasileira depois de 1945
A prosa brasileira depois de 1945A prosa brasileira depois de 1945
A prosa brasileira depois de 1945Fabrício Lp
 
Literatura do brasil
Literatura do brasilLiteratura do brasil
Literatura do brasilErika Renata
 
Literatura no ENEM
Literatura no ENEMLiteratura no ENEM
Literatura no ENEMYasmin Matos
 
concretismo
concretismoconcretismo
concretismowhybells
 

Semelhante a 3ª Fase Modernista (20)

3fasemodernista linguaportuguesa-140204085243-phpapp01 (1)
3fasemodernista linguaportuguesa-140204085243-phpapp01 (1)3fasemodernista linguaportuguesa-140204085243-phpapp01 (1)
3fasemodernista linguaportuguesa-140204085243-phpapp01 (1)
 
Literatura informativa
Literatura informativaLiteratura informativa
Literatura informativa
 
Escolas literárias-enem
Escolas literárias-enemEscolas literárias-enem
Escolas literárias-enem
 
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
Escolas literrias-enem-141024091225-conversion-gate01
 
Modernismo 3ª fase 2015
Modernismo 3ª fase   2015Modernismo 3ª fase   2015
Modernismo 3ª fase 2015
 
Modernismo 3ª fase - 2016 - simplificada
Modernismo 3ª fase -  2016 - simplificadaModernismo 3ª fase -  2016 - simplificada
Modernismo 3ª fase - 2016 - simplificada
 
Arcadismo
ArcadismoArcadismo
Arcadismo
 
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo Apresentação sobre modernismo e pós modernismo
Apresentação sobre modernismo e pós modernismo
 
Libertação em "Poética", de Manuel Bandeira
Libertação em "Poética", de Manuel BandeiraLibertação em "Poética", de Manuel Bandeira
Libertação em "Poética", de Manuel Bandeira
 
Relações entre a poesia marginal e a política dos anos 70 no brasil
Relações entre a poesia marginal e a política dos anos 70 no brasilRelações entre a poesia marginal e a política dos anos 70 no brasil
Relações entre a poesia marginal e a política dos anos 70 no brasil
 
Ideologia mais escolas literarias
Ideologia mais  escolas literariasIdeologia mais  escolas literarias
Ideologia mais escolas literarias
 
Pré-modernismo
Pré-modernismoPré-modernismo
Pré-modernismo
 
Semana de arte moderna
Semana de arte modernaSemana de arte moderna
Semana de arte moderna
 
Considerações Sobre o Início da Poesia Concreta
Considerações Sobre o Início da Poesia ConcretaConsiderações Sobre o Início da Poesia Concreta
Considerações Sobre o Início da Poesia Concreta
 
O projeto estético e ideológico do modernismo brasileiro
O projeto estético e ideológico do modernismo brasileiroO projeto estético e ideológico do modernismo brasileiro
O projeto estético e ideológico do modernismo brasileiro
 
A prosa brasileira depois de 1945
A prosa brasileira depois de 1945A prosa brasileira depois de 1945
A prosa brasileira depois de 1945
 
Literatura do brasil
Literatura do brasilLiteratura do brasil
Literatura do brasil
 
Literatura no ENEM
Literatura no ENEMLiteratura no ENEM
Literatura no ENEM
 
concretismo
concretismoconcretismo
concretismo
 
Resumo de literatura
Resumo de literaturaResumo de literatura
Resumo de literatura
 

3ª Fase Modernista

  • 1. 3ª Fase Modernista A fase da reflexão e da universalidade temática.
  • 3. Queda de Getúlio Vargas Planos de Metas Governo de Jânio Quadro Volta de Vargas ao poder Democratização política e desenvolvimento econômico – Governo de JK Criação do Teatro de Arena e do Centro Popular de Cultura (CPC) 1945 - Morte de Mário de Andrade Criação do Congresso Brasileiro de Escritores Contexto Histórico da 3ª Fase Modernista que vai de 1945 à 1960
  • 5. Geração de 45 Uma fase de literatura intimista, introspectiva e de traços psicológicos. Prosas e contos = Introspecção + Regionalismo. Poesias = Baseadas no Parnasianismo e Simbolismo/Oscilação entre o Estetismo* subjetivo e a poética experimentalista. *Estetismo: 1) Escola literária e artística de origem anglo-saxônica, que se propõe reconduzir as artes às suas formas primitivas. 2) Estado dos que se dedicam ou julgam dedicar-se exclusivamente às artes, ao culto do belo.
  • 6. Prosa Poesia Urbana Permanência de Escritores da 2ª Geração Modernista Intimista Geração 45 Regionalista
  • 8. “O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem.”
  • 9. “Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: quero uma verdade inventada.”
  • 10. “A vida não se resolve com palavras.”
  • 11. Principais características da produção literária.
  • 12. • Retrocesso em relação às conquistas de 22. • Volta ao Passado: Revalorização da rima, da métrica, do vocabulário erudito e das referências mitológicas. • Passadismo, Academicistas. • Introdução de uma nova cultura internacional nas letras brasileiras. • Na literatura há uma constante pesquisa da linguagem mais o senso do compromisso entre arte e realidade, engajamento. • A Terceira Geração Literária do Modernismo faz uma síntese do experimentalismo + maturidade artística; nacionalismo + universalismo.
  • 13. Caracterizou-se por sua oposição a liberdade formal, a incorporação da linguagem coloquial e a temática regionalista anteriormente propostas e propunha-se uma temática universalista, e uma volta ao rigor expressional, revalorizando o verso metrificado e o cultivo da norma culta. Péricles Eugenio, Geir Campos, Ledo Ivo, Domingos Carvalho da Silva, são alguns dos poetas mais representativos dessa tendência, que na opinião de muitos críticos constitui um retrocesso ao formalismo parnasiano. Nesse período, porém, sobressaise João Cabral, quem embora tenha adotado as propostas formalistas conseguiu superar as limitações