SlideShare uma empresa Scribd logo

Negociar prestações no financiamento habitacional

O documento fornece dicas sobre como negociar prestações atrasadas de financiamento imobiliário. Ele explica que é importante não comprometer mais de 20% da renda com as prestações e ler atentamente o contrato para entender as consequências de atrasos. Também lista várias opções para regularizar atrasos, como refinanciamento, dilatação de prazo, descontos, uso do FGTS e mutirões.

1 de 19
Baixar para ler offline
Dicas para negociar as prestações
Crédito Imobiliário
http://www.clickhabitacao.com.br/
Quando o Banco faz a análise de crédito do cliente, costuma
limitar o valor das prestações a aproximadamente 30% da
renda familiar.
Primeira Dica
Capacidade de Pagamento
http://www.clickhabitacao.com.br/
Ao longo do prazo contratado, tal
comprometimento pode ser alterado,
conforme suas atuais condições, seja
por aumento ou diminuição de renda,
novas dívidas entre outros fatores.
Primeira Dica
Capacidade de Pagamento
http://www.clickhabitacao.com.br/
Portanto o ideal é NÃO comprometer mais de
20%da renda com o pagamento da prestação.
Ao assinar um contrato de
financiamento, verificar que
existem cláusulas específicas quando
se deixa de pagar as prestações.
Nessas cláusulas, constam itens
como tipo de garantia dada para o
financiamento, condições do
inadimplemento, forma de
execução da dívida e desocupação
do imóvel, que se descumpridas,
podem levar a perda do imóvel.
Segunda Dica
Ler o contrato de financiamento
http://www.clickhabitacao.com.br/
Atrasou, o
que devo
fazer?
Crédito Imobiliário
http://www.clickhabitacao.com.br/
Exemplo:
Valor do financiamento: R$ 100 mil
Atraso: 02 parcelas de R$ 500,00
Dívida: R$ 1.5oo,00 mil (duas parcelas atrasadas mais a do
mês) + os encargos moratórios.
Para se livrar da “bola de neve” ele terá que pagar a parcela
do mês e pedir o refinanciamento, que será calculado com a
taxa de juros do contrato, no geral em 8% ao ano. No
entanto, se a parcela era de R$ 500, com a renegociação ela
poderá aumentar à medida que o mutuário atrasar o
pagamento das prestações.
O refinanciamento dos contratos de imóveis com
prestações em atraso é feito sobre a dívida em atraso
somado aos encargos moratórios.
http://www.clickhabitacao.com.br/

Recomendados

O que você deve saber antes de financiar imóvel?
O que você deve saber antes de financiar imóvel?O que você deve saber antes de financiar imóvel?
O que você deve saber antes de financiar imóvel?Gilberto Melo
 
Crédito Imobiliário em 5 Passos
Crédito Imobiliário em 5 PassosCrédito Imobiliário em 5 Passos
Crédito Imobiliário em 5 PassosGilberto Melo
 
Cartilha minha casa minha vida
Cartilha minha casa minha vidaCartilha minha casa minha vida
Cartilha minha casa minha vidaAdrianoOliveira368
 
Treinamento Seguro Fiança
Treinamento Seguro FiançaTreinamento Seguro Fiança
Treinamento Seguro FiançaMAX Finanças
 
Treinamento sobre Crédito Imobiliário
Treinamento sobre Crédito ImobiliárioTreinamento sobre Crédito Imobiliário
Treinamento sobre Crédito ImobiliárioMAX Finanças
 
Por que a Venda Financiada não é Considerada Venda à Vista
Por que a Venda Financiada não é Considerada Venda à VistaPor que a Venda Financiada não é Considerada Venda à Vista
Por que a Venda Financiada não é Considerada Venda à VistaSplendore Imóveis
 
Como comprar Imovel Florida-Passo a Passo
Como comprar Imovel Florida-Passo a PassoComo comprar Imovel Florida-Passo a Passo
Como comprar Imovel Florida-Passo a PassoSoraya Ramires
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (14)

Cri
CriCri
Cri
 
Ficha de trabalho nº45 crédito á habitação
Ficha de trabalho nº45    crédito á habitaçãoFicha de trabalho nº45    crédito á habitação
Ficha de trabalho nº45 crédito á habitação
 
Negociação de dívidas / Análise de Crédito e cobrança slides.ppsx
Negociação de dívidas / Análise de Crédito e cobrança slides.ppsxNegociação de dívidas / Análise de Crédito e cobrança slides.ppsx
Negociação de dívidas / Análise de Crédito e cobrança slides.ppsx
 
A.f.o
A.f.oA.f.o
A.f.o
 
Casa própria
Casa própriaCasa própria
Casa própria
 
LOCACAO FINANCEIRA E FACTORING
LOCACAO FINANCEIRA E FACTORINGLOCACAO FINANCEIRA E FACTORING
LOCACAO FINANCEIRA E FACTORING
 
FACTORING
FACTORINGFACTORING
FACTORING
 
Palestra Negociação - Brascobra
Palestra Negociação - BrascobraPalestra Negociação - Brascobra
Palestra Negociação - Brascobra
 
5 o credito
5 o credito5 o credito
5 o credito
 
Cartilha credito imobiliario
Cartilha credito imobiliarioCartilha credito imobiliario
Cartilha credito imobiliario
 
Treinamento Profissional De Cobranca
Treinamento Profissional De CobrancaTreinamento Profissional De Cobranca
Treinamento Profissional De Cobranca
 
Factoring e sua contabilizacao
Factoring e sua contabilizacaoFactoring e sua contabilizacao
Factoring e sua contabilizacao
 
Como comprar um imóvel que cabe no seu bolso?
Como comprar um imóvel que cabe no seu bolso?Como comprar um imóvel que cabe no seu bolso?
Como comprar um imóvel que cabe no seu bolso?
 
Factoring
Factoring Factoring
Factoring
 

Semelhante a Negociar prestações no financiamento habitacional

GUIA DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO
GUIA DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIOGUIA DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO
GUIA DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIOMarcelo Andrade
 
Superendividamento - Gustavo Lopes (2).pdf
Superendividamento - Gustavo Lopes (2).pdfSuperendividamento - Gustavo Lopes (2).pdf
Superendividamento - Gustavo Lopes (2).pdfGustavoSouza518649
 
Saiba como baratear seu financiamento com a portabilidade do crédito
Saiba como baratear seu financiamento com a portabilidade do créditoSaiba como baratear seu financiamento com a portabilidade do crédito
Saiba como baratear seu financiamento com a portabilidade do créditoSPC Brasil
 
Ação revisional de juros e cláusulas abusivas em contratos
Ação revisional de juros e cláusulas abusivas em contratosAção revisional de juros e cláusulas abusivas em contratos
Ação revisional de juros e cláusulas abusivas em contratosJoão Vitorio Netto
 
E-book Consórcio ou financiamento.pdf
E-book Consórcio ou financiamento.pdfE-book Consórcio ou financiamento.pdf
E-book Consórcio ou financiamento.pdfJeffinhoSantos2
 
Entenda o que fazer em caso de dívida negativada
Entenda o que fazer em caso de dívida negativadaEntenda o que fazer em caso de dívida negativada
Entenda o que fazer em caso de dívida negativadaO Facilitador
 
Sebra - Acesso a Crédito
Sebra - Acesso a CréditoSebra - Acesso a Crédito
Sebra - Acesso a CréditoLuany Lima
 
O Facilitador - como renegociar suas dívidas.docx
O Facilitador - como renegociar suas dívidas.docxO Facilitador - como renegociar suas dívidas.docx
O Facilitador - como renegociar suas dívidas.docxO Facilitador
 
Taxa abusiva financiamento
Taxa abusiva financiamentoTaxa abusiva financiamento
Taxa abusiva financiamentoMega Soluções
 
Apresentação Gratuita
Apresentação Gratuita Apresentação Gratuita
Apresentação Gratuita taissafeitosa
 
10 motivos para você fazer um consórcio
10 motivos para você fazer um consórcio10 motivos para você fazer um consórcio
10 motivos para você fazer um consórcioFernando Bremm
 
10 motivos para você iniciar um consórcio
10 motivos para você iniciar um consórcio10 motivos para você iniciar um consórcio
10 motivos para você iniciar um consórcioFernando Bremm
 
Passo a Passo - Caixa.pptx
Passo a Passo - Caixa.pptxPasso a Passo - Caixa.pptx
Passo a Passo - Caixa.pptxRobinhoSantos12
 
Guia completo consorcio
Guia completo consorcioGuia completo consorcio
Guia completo consorcioTalmir Mendes
 

Semelhante a Negociar prestações no financiamento habitacional (20)

INDC - Apresentação
INDC - ApresentaçãoINDC - Apresentação
INDC - Apresentação
 
GUIA DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO
GUIA DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIOGUIA DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO
GUIA DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO
 
Superendividamento - Gustavo Lopes (2).pdf
Superendividamento - Gustavo Lopes (2).pdfSuperendividamento - Gustavo Lopes (2).pdf
Superendividamento - Gustavo Lopes (2).pdf
 
Saiba como baratear seu financiamento com a portabilidade do crédito
Saiba como baratear seu financiamento com a portabilidade do créditoSaiba como baratear seu financiamento com a portabilidade do crédito
Saiba como baratear seu financiamento com a portabilidade do crédito
 
Ação revisional de juros e cláusulas abusivas em contratos
Ação revisional de juros e cláusulas abusivas em contratosAção revisional de juros e cláusulas abusivas em contratos
Ação revisional de juros e cláusulas abusivas em contratos
 
E-book Consórcio ou financiamento.pdf
E-book Consórcio ou financiamento.pdfE-book Consórcio ou financiamento.pdf
E-book Consórcio ou financiamento.pdf
 
Direito bancario
Direito bancarioDireito bancario
Direito bancario
 
Entenda o que fazer em caso de dívida negativada
Entenda o que fazer em caso de dívida negativadaEntenda o que fazer em caso de dívida negativada
Entenda o que fazer em caso de dívida negativada
 
Sebra - Acesso a Crédito
Sebra - Acesso a CréditoSebra - Acesso a Crédito
Sebra - Acesso a Crédito
 
O Facilitador - como renegociar suas dívidas.docx
O Facilitador - como renegociar suas dívidas.docxO Facilitador - como renegociar suas dívidas.docx
O Facilitador - como renegociar suas dívidas.docx
 
Taxa abusiva financiamento
Taxa abusiva financiamentoTaxa abusiva financiamento
Taxa abusiva financiamento
 
Factoring
Factoring Factoring
Factoring
 
Apresentação Gratuita
Apresentação Gratuita Apresentação Gratuita
Apresentação Gratuita
 
10 motivos para você fazer um consórcio
10 motivos para você fazer um consórcio10 motivos para você fazer um consórcio
10 motivos para você fazer um consórcio
 
10 motivos para você iniciar um consórcio
10 motivos para você iniciar um consórcio10 motivos para você iniciar um consórcio
10 motivos para você iniciar um consórcio
 
Passo a Passo - Caixa.pptx
Passo a Passo - Caixa.pptxPasso a Passo - Caixa.pptx
Passo a Passo - Caixa.pptx
 
Revisão Bancária para Empresas
Revisão Bancária para EmpresasRevisão Bancária para Empresas
Revisão Bancária para Empresas
 
Contratos de financiamento
Contratos de financiamentoContratos de financiamento
Contratos de financiamento
 
Guia Habitação
Guia HabitaçãoGuia Habitação
Guia Habitação
 
Guia completo consorcio
Guia completo consorcioGuia completo consorcio
Guia completo consorcio
 

Negociar prestações no financiamento habitacional

  • 1. Dicas para negociar as prestações Crédito Imobiliário http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 2. Quando o Banco faz a análise de crédito do cliente, costuma limitar o valor das prestações a aproximadamente 30% da renda familiar. Primeira Dica Capacidade de Pagamento http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 3. Ao longo do prazo contratado, tal comprometimento pode ser alterado, conforme suas atuais condições, seja por aumento ou diminuição de renda, novas dívidas entre outros fatores. Primeira Dica Capacidade de Pagamento http://www.clickhabitacao.com.br/ Portanto o ideal é NÃO comprometer mais de 20%da renda com o pagamento da prestação.
  • 4. Ao assinar um contrato de financiamento, verificar que existem cláusulas específicas quando se deixa de pagar as prestações. Nessas cláusulas, constam itens como tipo de garantia dada para o financiamento, condições do inadimplemento, forma de execução da dívida e desocupação do imóvel, que se descumpridas, podem levar a perda do imóvel. Segunda Dica Ler o contrato de financiamento http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 5. Atrasou, o que devo fazer? Crédito Imobiliário http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 6. Exemplo: Valor do financiamento: R$ 100 mil Atraso: 02 parcelas de R$ 500,00 Dívida: R$ 1.5oo,00 mil (duas parcelas atrasadas mais a do mês) + os encargos moratórios. Para se livrar da “bola de neve” ele terá que pagar a parcela do mês e pedir o refinanciamento, que será calculado com a taxa de juros do contrato, no geral em 8% ao ano. No entanto, se a parcela era de R$ 500, com a renegociação ela poderá aumentar à medida que o mutuário atrasar o pagamento das prestações. O refinanciamento dos contratos de imóveis com prestações em atraso é feito sobre a dívida em atraso somado aos encargos moratórios. http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 7. Formas de ficar em dia Crédito Imobiliário http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 8. O valor do total em atraso mais os juros de mora e multa são incorporados ao Saldo Devedor e diluído no valor das prestações ao longo do prazo restante. Incorporação das Prestações em Atraso http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 9. O cliente pode solicitar a ampliação do prazo contratado para que o valor da prestação fique menor, proporcional ao prazo restante. Atentar que existe limite de prazo, e que o prazo final não pode ultrapassar os 80 anos do cliente. Dilação de Prazo http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 10. O cliente pode negociar um desconto (juros e multa) no valor total das prestações em atraso. Veja as opções que o Banco pode oferecer. Desconto das Prestações em Atraso http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 11. Uma alternativa que muitos clientes não sabem é a possibilidade de abatimento de até 80% do valor da prestação com uso do FGTS. Essa opção pode ser usada para pagamento de até 3 prestações em atraso. Se o atraso for maior, o cliente pode negociar, por exemplo, a incorporação das prestações em atraso e usar o FGTS a partir da prestação atual. Uso do FGTS nas Prestações em Atraso http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 12. O cliente pode negociar com o Banco o parcelamento do atraso até ficar em dia, caso não consiga efetuar o pagamento à vista. Acordo/Parcelamento http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 13. Cada vez mais os Bancos em parceria com o SERASA, SPC, PROCON entre outros estão organizando os “mutirões”para oferecer condições especiais para negociar a dívida em atraso. Os mutirões tem sido uma ótima opção para os clientes. Mutirões http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 14. A PAUSA é uma forma de adiar a data de pagamento de uma prestação . Para isso, é necessário que pelo menos 11 prestações do seu contrato já estejam pagas. O valor desta PAUSA será somado às prestações que ainda irão vencer e o prazo de seu contrato não irá aumentar. Crédito com Pausa http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 16. Os Bancos possuem formas diferentes de executar mutuários inadimplentes, de acordo com a garantia contratada. A consequência do não pagamento é: PERDA DO IMÓVEL. http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 17. Se contrato assinado pelo SFH (Sistema Financeiro de Habitação), a execução da dívida se dá por meio de execução Extrajudicial ou Judicial se a garantia for Hipoteca; Consolidação da Propriedade ao Credor se garantia Alienação Fiduciária. Se contrato assinado pelo SFI (Sistema Financeiro Imobiliário), a execução da dívida se dá por meio da Intimação no Registro de Imóveis e Consolidação da Propriedade ao Credor (garantia Alienação Fiduciária). http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 18. Se nenhuma das alternativas de negociação não for possível, a melhor alternativa é a venda do imóvel. Embora pareça a pior opção, desfazer-se pode ser a estratégia mais lucrativa e menos problemática. http://www.clickhabitacao.com.br/
  • 19. Priorize o pagamento da prestação do seu financiamento. Não perca o sonho da sua casa própria. http://www.clickhabitacao.com.br/