 Marcus Vinicius de Moraes nasceu no Rio de Janeiro
em 19 de outubro de 1913 foi
um diplomata, dramaturgo, jornalista, po...
 É denominado soneto o gênero lírico de origem
italiana. Seu nome deriva do termo franco-provençal
“sonet”, diminutivo de...
FRANCESCO PETRARCA
SONETO 13
 “Abençôo o lugar, o tempo e hora
que seus olhos miraram os olhos meus
e digo: Alma, deves t...
 Embora controversa, a teoria mais aceita atualmente
é que de Lentino tenha elaborado uma forma
estilizada baseando-se na...
 Resolvi no meu peito a Deus servir,
para poder chegar ao Paraíso,
ao santo espaço em que se diz
convir
estável alegria, ...
 Pode ser apresentado em três formas de distribuição dos
versos:
 Soneto italiano ou petrarquiano: apresenta duas estrof...
 Este acrescentamento é chamado de estrambote e o
poema passa a chamar-se soneto estrambótico. O
termo deriva do italiano...
 De repente do riso fez-se o
pranto
Silencioso e branco como a
bruma
E das bocas unidas fez-se a
espuma
E das mãos espalm...
 O interesse de Vinicius pela poesia começou aos 14
anos quando, era estudante de uma escola de padres
jesuítas, ele cant...
 Em 1928 escreve sua primeira canção registrada
(Loira ou Morena), com Haroldo Tapajós, e torna-se
grande amigo do romanc...
VINÍCIUS DE MORAIS AOS 17 ANOS PRIMEIRO LIVRO PUBLICADO POR ELE
 Infelizmente Vinícius de Moraes foi operado no dia 17
de abril de 1980 para a instalação de um dreno
cerebral, Vinicius ...
 Soneto de Oxford
 Soneto a Portinari
 Soneto de um Domingo
 A pêra
 Soneto da mulher ao Sol
 Soneto de Maio
 Sonet...
Vinícius de Moraes
Vinícius de Moraes
Vinícius de Moraes
Vinícius de Moraes
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Vinícius de Moraes

733 visualizações

Publicada em

Vida e obra de Vinícius de Moraes

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
733
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vinícius de Moraes

  1. 1.  Marcus Vinicius de Moraes nasceu no Rio de Janeiro em 19 de outubro de 1913 foi um diplomata, dramaturgo, jornalista, poeta e compositor brasileiro.  Foi um poeta lírico, chamado de "poetinha“, por Tom Jobim, e ficou conhecido pelos seus sonetos.  E isso nos leva ao tema do trabalho: Sonetos
  2. 2.  É denominado soneto o gênero lírico de origem italiana. Seu nome deriva do termo franco-provençal “sonet”, diminutivo de “suono” (som, melodia), que por sua vez, tem origem na palavra latina “sonus”. Sua criação é geralmente atribuída a Francesco Petrarca, humanista do século XIV, mas hoje já se sabe que tal forma é pelo menos um século mais antiga, já praticada por Giacomo de Lentino (1210 – 1260).
  3. 3. FRANCESCO PETRARCA SONETO 13  “Abençôo o lugar, o tempo e hora que seus olhos miraram os olhos meus e digo: Alma, deves ter a gratidão porque foste encontrado em tal grande honra.  Dela para ti vem o amoroso pensamento tanto quanto a quem a segue, para elevado bem, pouco prezando o que outros homens desejam;  Dela vem toda luminosa honestidade que ao céu eleva por caminhos certos assim que já vôo alto em esperança nobre.”
  4. 4.  Embora controversa, a teoria mais aceita atualmente é que de Lentino tenha elaborado uma forma estilizada baseando-se na poesia popular de sua terra, a Sicília. O soneto é composto por dois quartetos e dois tercetos, ou seja, quatro estrofes (conjuntos de versos), sendo que as duas primeiras devem conter quatro versos e as duas últimas três, num total de catorze versos. No soneto dito petrarquiano ou regular.
  5. 5.  Resolvi no meu peito a Deus servir, para poder chegar ao Paraíso, ao santo espaço em que se diz convir estável alegria, jogo e riso.  Sem minha amada não quisera eu ir, da tez mais branca e loira que preciso; pois sem ela, nem gozo, nem sorrir, se acaso desta amada me diviso.  Isso não digo pelo pensamento de que assim desejasse mais pecar mas para ver seu belo encantamento,  Sua bela tez e a paz em seu olhar: então teria um tal contentamento se visse minha amada ao Céu se alçar. Resolvi no meu peito a Deus servir
  6. 6.  Pode ser apresentado em três formas de distribuição dos versos:  Soneto italiano ou petrarquiano: apresenta duas estrofes de quatro versos (quartetos) e duas de três versos (tercetos);  Soneto inglês ou Shakespeariano: três quartetos e um dístico;  Soneto monostrófico: Apresenta uma única estrofe de 14 versos:  Para além destas formas, pode haver o acrescentamento (geralmente de três versos) feito aos 14 versos de um soneto.
  7. 7.  Este acrescentamento é chamado de estrambote e o poema passa a chamar-se soneto estrambótico. O termo deriva do italianostrambotto ("extravagante, irregular"). Uma vez que o soneto é caracterizado exactamente como um poema de 14 versos — tradicionalmente dois quartetos e dois tercetos —, o acréscimo de um ou mais versos no final do poema (de acordo com a conveniência do escritor), faz da obra um soneto irregular — estrambótico, como usado por exemplo por Miguel de Cervantes.
  8. 8.  De repente do riso fez-se o pranto Silencioso e branco como a bruma E das bocas unidas fez-se a espuma E das mãos espalmadas fez-se o espanto.  De repente da calma fez-se o vento Que dos olhos desfez a última chama E da paixão fez-se o pressentimento E do momento imóvel fez-se o drama.  De repente, não mais que de repente Fez-se de triste o que se fez amante E de sozinho o que se fez contente.  Fez-se do amigo próximo o distante Fez-se da vida uma aventura errante De repente, não mais que de repente.
  9. 9.  O interesse de Vinicius pela poesia começou aos 14 anos quando, era estudante de uma escola de padres jesuítas, ele cantava no coral e montava pequenas peças de teatro. Aos 17 anos, já era graduando em Ciências Jurídicas e Sociais, da qual se formou em 1933, mesmo ano da publicação de seu primeiro livro, Caminho para a Distância.
  10. 10.  Em 1928 escreve sua primeira canção registrada (Loira ou Morena), com Haroldo Tapajós, e torna-se grande amigo do romancista Otávio Faria, que foi seu grande incentivador na carreira literária, além de nomes importantes como os poetas Manuel Bandeira, Mário de Andrade e Oswald de Andrade.
  11. 11. VINÍCIUS DE MORAIS AOS 17 ANOS PRIMEIRO LIVRO PUBLICADO POR ELE
  12. 12.  Infelizmente Vinícius de Moraes foi operado no dia 17 de abril de 1980 para a instalação de um dreno cerebral, Vinicius voltou ao trabalho e na noite de 8 de julho, enquanto preparava os acertos finais do álbum Arca de Noé com o amigo Toquinho, comenta que está cansado e se retira. Na manhã do dia 9 de julho de 1980, Vinícius passa mal na banheira e, mesmo sendo socorrido pela empregada, pelo amigo Toquinho e pela mulher Gilda Mattoso, morre por um edema pulmonar em sua casa na Gávea, no Rio de Janeiro.
  13. 13.  Soneto de Oxford  Soneto a Portinari  Soneto de um Domingo  A pêra  Soneto da mulher ao Sol  Soneto de Maio  Soneto da Hora Final  Soneto da Rosa Tardia  O verso no Infinito  Soneto do Grito Morto  Soneto a Florença  Os quatro Elementos  Soneto a Pablo Neruda  Soneto ao Inverno  Soneto ao Carnaval  Soneto de Véspera  Soneto de Aniversário  Soneto do Amor Total  Soneto do Corifeu  Soneto de Fidelidade

×