SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE
    HOSPITAL TERESA RAMOS




Curso de Aperfeiçoamento em
      Centro Cirúrgico


               2009
INTRODUÇÃO AO CENTRO
      CIRÚRGICO




 Ministrante: Enfª Débora R. Marcinichen
              COREN/SC 148763
OBJETIVOS DO CURSO


         Revisão
        Atualização

               Prática

Enfª Débora R. Marcinichen
      COREN/SC 148763
INTRODUÇÃO


      O que acontece no C.C.?
                  Tratamento? Cura? Estética?

 Como é a percepção dos diferentes profissionais?

                             E do paciente?


Enfª Débora R. Marcinichen
      COREN/SC 148763
EQUIPE DE ENFERMAGEM

                 Qual a importância?

                             Qual o papel da
                             enfermagem no
                                 Centro
                              Cirúrgico ???


Enfª Débora R. Marcinichen
      COREN/SC 148763
EQUIPE DE ENFERMAGEM




             CUIDADO!

Enfª Débora R. Marcinichen
      COREN/SC 148763
EQUIPE DE ENFERMAGEM

      Leiningher (1991):
      -Aceitar
      -Confortar
      -Proteger
      -Tocar
      -Amar
      -Respeitar
                             O que você pensa?
Enfª Débora R. Marcinichen
      COREN/SC 148763
EQUIPE DE ENFERMAGEM

      E o papel técnico?
                             •Participação da equipe
                             cirúrgica
                             •Assistência sistematizada ao
                             paciente (direta ou indireta)
                             •Atividades administrativas /
                             Pesquisa / Ensino



Enfª Débora R. Marcinichen
      COREN/SC 148763
ÉTICA

                  (Grego) = costumes, caráter, modo
                  de ser, conduta de vida; obrigações
                  do homem; é normativa.
   Visa a interioridade do ser humano, solicita convicções próprias
   que não podem ser impostas de fontes exteriores aos indivíduos.

                          Beneficência
                        Não – Maleficência
                           Autonomia
Enfª Débora R. Marcinichen
      COREN/SC 148763
AS TRÊS PENEIRAS
                                    ÉTICA
  Um rapaz procurou Sócrates e disse-lhe que precisava contar-lhe algo sobre alguém.

  Sócrates ergueu os olhos do livro que estava lendo e perguntou:

  - O que você vai me contar já passou pelas três peneiras?

  - Três peneiras? - indagou o rapaz.

  - Sim ! A primeira peneira é a VERDADE. O que você quer me contar dos outros é um fato? Caso tenha
  ouvido falar, a coisa deve morrer aqui mesmo. Suponhamos que seja verdade. Deve, então, passar pela
  segunda peneira: a BONDADE. O que você vai contar é uma coisa boa? Ajuda a construir ou destruir o
  caminho, a fama do próximo? Se o que você quer contar é verdade e é coisa boa, deverá passar ainda pela
  terceira peneira: a NECESSIDADE. Convém contar? Resolve alguma coisa? Ajuda a comunidade? Pode
  melhorar o planeta?

  Arremata Sócrates:

  - Se passou pelas três peneiras, conte !!! Tanto eu, como você e seu irmão iremos nos beneficiar.
  Caso contrário, esqueça e enterre tudo. Será uma fofoca a menos para envenenar o ambiente e fomentar a
  discórdia entre irmãos, colegas do planeta.

Enfª Débora R. Marcinichen
      COREN/SC 148763
EQUIPE CIRÚRGICA
  •Cirurgião
  •Cirurgião auxiliar
                             •Circulante de
  •Instrumentadora
                             corredor
  •Anestesista
                             •Profissionais da
  •Circulante de sala
                             URPA
                             •Administrativo
                             •CME
                             •Zeladoria
Enfª Débora R. Marcinichen
      COREN/SC 148763
Dúvidas ou sugestões?




Enfª Débora R. Marcinichen
      COREN/SC 148763
REFLEXÃO

 QUEM ESTÁ CONVICTO DA VERDADE NÃO PRECISA
           ESCUTAR. POR QUE ESCUTAR?
 SOMENTE PRESTAM ATENÇÃO NAS OPINIÔES DOS
   OUTROS, DIFERENTES DAS PRÓPRIAS, AQUELES
        QUE NÃO ESTÃO CONVICTOS DE SER
    POSSUIDORES DA VERDADE. QUEM NÃO ESTÁ
       CONVICTO ESTÁ A PONTO DE ESCUTAR
         – É UM PERMANENTE APRENDIZ.
                         ALVES ( 1999 )

Enfª Débora R. Marcinichen
      COREN/SC 148763

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila centro cirurgico
Apostila centro cirurgicoApostila centro cirurgico
Apostila centro cirurgicoWilmar Ribeiro
 
Aula Central de material Esterilizado
Aula Central de material EsterilizadoAula Central de material Esterilizado
Aula Central de material EsterilizadoConceição Quirino
 
Aula do centro cirurgico
Aula do centro cirurgicoAula do centro cirurgico
Aula do centro cirurgicoZeca Ribeiro
 
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...Lucas Fontes
 
CENTRAL DE MATERIAL ESTERILIZADO - CME AULA 01.pptx
CENTRAL DE MATERIAL ESTERILIZADO - CME AULA 01.pptxCENTRAL DE MATERIAL ESTERILIZADO - CME AULA 01.pptx
CENTRAL DE MATERIAL ESTERILIZADO - CME AULA 01.pptxAdrianoCosta696471
 
Preparação da sala cirúrgica
Preparação da sala cirúrgicaPreparação da sala cirúrgica
Preparação da sala cirúrgicaPaulo Filho Caldas
 
Assistencia enfermagem-cirurgica-1
Assistencia enfermagem-cirurgica-1Assistencia enfermagem-cirurgica-1
Assistencia enfermagem-cirurgica-1Heraldo Maia
 
ESTRUTURA DO CME - ALTERADO.pptx
ESTRUTURA DO CME - ALTERADO.pptxESTRUTURA DO CME - ALTERADO.pptx
ESTRUTURA DO CME - ALTERADO.pptxMariaTeresaDaCunha1
 
Clínica Cirúrgica.pdf
Clínica Cirúrgica.pdfClínica Cirúrgica.pdf
Clínica Cirúrgica.pdfIsabelaVarjo
 
161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...
161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...
161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...Avelino Lopes
 
Clínica Cirúrgica e Centro Cirúrgico
Clínica Cirúrgica e Centro CirúrgicoClínica Cirúrgica e Centro Cirúrgico
Clínica Cirúrgica e Centro CirúrgicoSou Enfermagem
 
Clínica cirúrgica aula teôrica 1 powerpoint data show
Clínica cirúrgica aula teôrica 1  powerpoint data showClínica cirúrgica aula teôrica 1  powerpoint data show
Clínica cirúrgica aula teôrica 1 powerpoint data showCésar Müller
 
Clínica cirúrgica-e-centro-cirúrgico
Clínica cirúrgica-e-centro-cirúrgicoClínica cirúrgica-e-centro-cirúrgico
Clínica cirúrgica-e-centro-cirúrgicoconcursohub
 
instrumentação cirurgica
instrumentação cirurgicainstrumentação cirurgica
instrumentação cirurgicaSimone Alvarenga
 

Mais procurados (20)

Apresentação cc
Apresentação ccApresentação cc
Apresentação cc
 
Apostila centro cirurgico
Apostila centro cirurgicoApostila centro cirurgico
Apostila centro cirurgico
 
Aula Central de material Esterilizado
Aula Central de material EsterilizadoAula Central de material Esterilizado
Aula Central de material Esterilizado
 
Cme completo
Cme completoCme completo
Cme completo
 
Aula do centro cirurgico
Aula do centro cirurgicoAula do centro cirurgico
Aula do centro cirurgico
 
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
Montagem, circulação e desmontagem de uma sala de operação (SO) - No Caminho ...
 
CENTRAL DE MATERIAL ESTERILIZADO - CME AULA 01.pptx
CENTRAL DE MATERIAL ESTERILIZADO - CME AULA 01.pptxCENTRAL DE MATERIAL ESTERILIZADO - CME AULA 01.pptx
CENTRAL DE MATERIAL ESTERILIZADO - CME AULA 01.pptx
 
Centro cirurgico
Centro cirurgico Centro cirurgico
Centro cirurgico
 
Preparação da sala cirúrgica
Preparação da sala cirúrgicaPreparação da sala cirúrgica
Preparação da sala cirúrgica
 
Centro Cirúrgico
Centro Cirúrgico  Centro Cirúrgico
Centro Cirúrgico
 
Assistencia enfermagem-cirurgica-1
Assistencia enfermagem-cirurgica-1Assistencia enfermagem-cirurgica-1
Assistencia enfermagem-cirurgica-1
 
Treinamento de CME
Treinamento de CMETreinamento de CME
Treinamento de CME
 
ESTRUTURA DO CME - ALTERADO.pptx
ESTRUTURA DO CME - ALTERADO.pptxESTRUTURA DO CME - ALTERADO.pptx
ESTRUTURA DO CME - ALTERADO.pptx
 
Clínica Cirúrgica.pdf
Clínica Cirúrgica.pdfClínica Cirúrgica.pdf
Clínica Cirúrgica.pdf
 
161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...
161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...
161731905 conceitos-basicos-em-enfermagem-perioperatoria-e-terminologia-cirur...
 
Clínica Cirúrgica e Centro Cirúrgico
Clínica Cirúrgica e Centro CirúrgicoClínica Cirúrgica e Centro Cirúrgico
Clínica Cirúrgica e Centro Cirúrgico
 
Clínica cirúrgica aula teôrica 1 powerpoint data show
Clínica cirúrgica aula teôrica 1  powerpoint data showClínica cirúrgica aula teôrica 1  powerpoint data show
Clínica cirúrgica aula teôrica 1 powerpoint data show
 
Clínica cirúrgica-e-centro-cirúrgico
Clínica cirúrgica-e-centro-cirúrgicoClínica cirúrgica-e-centro-cirúrgico
Clínica cirúrgica-e-centro-cirúrgico
 
instrumentação cirurgica
instrumentação cirurgicainstrumentação cirurgica
instrumentação cirurgica
 
Posicionamento cirurgico pdf
Posicionamento cirurgico pdfPosicionamento cirurgico pdf
Posicionamento cirurgico pdf
 

Último

Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCCAmamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCCProf. Marcus Renato de Carvalho
 
Assistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesicoAssistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesicoWilliamdaCostaMoreir
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdClivyFache
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOMayaraDayube
 

Último (6)

Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCCAmamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
 
Assistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesicoAssistencia de enfermagem no pos anestesico
Assistencia de enfermagem no pos anestesico
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
 

Curso de Aperfeiçoamento em Centro Cirúrgico

  • 1. SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE HOSPITAL TERESA RAMOS Curso de Aperfeiçoamento em Centro Cirúrgico 2009
  • 2. INTRODUÇÃO AO CENTRO CIRÚRGICO Ministrante: Enfª Débora R. Marcinichen COREN/SC 148763
  • 3. OBJETIVOS DO CURSO Revisão Atualização Prática Enfª Débora R. Marcinichen COREN/SC 148763
  • 4. INTRODUÇÃO O que acontece no C.C.? Tratamento? Cura? Estética? Como é a percepção dos diferentes profissionais? E do paciente? Enfª Débora R. Marcinichen COREN/SC 148763
  • 5. EQUIPE DE ENFERMAGEM Qual a importância? Qual o papel da enfermagem no Centro Cirúrgico ??? Enfª Débora R. Marcinichen COREN/SC 148763
  • 6. EQUIPE DE ENFERMAGEM CUIDADO! Enfª Débora R. Marcinichen COREN/SC 148763
  • 7. EQUIPE DE ENFERMAGEM Leiningher (1991): -Aceitar -Confortar -Proteger -Tocar -Amar -Respeitar O que você pensa? Enfª Débora R. Marcinichen COREN/SC 148763
  • 8. EQUIPE DE ENFERMAGEM E o papel técnico? •Participação da equipe cirúrgica •Assistência sistematizada ao paciente (direta ou indireta) •Atividades administrativas / Pesquisa / Ensino Enfª Débora R. Marcinichen COREN/SC 148763
  • 9. ÉTICA (Grego) = costumes, caráter, modo de ser, conduta de vida; obrigações do homem; é normativa. Visa a interioridade do ser humano, solicita convicções próprias que não podem ser impostas de fontes exteriores aos indivíduos. Beneficência Não – Maleficência Autonomia Enfª Débora R. Marcinichen COREN/SC 148763
  • 10. AS TRÊS PENEIRAS ÉTICA Um rapaz procurou Sócrates e disse-lhe que precisava contar-lhe algo sobre alguém. Sócrates ergueu os olhos do livro que estava lendo e perguntou: - O que você vai me contar já passou pelas três peneiras? - Três peneiras? - indagou o rapaz. - Sim ! A primeira peneira é a VERDADE. O que você quer me contar dos outros é um fato? Caso tenha ouvido falar, a coisa deve morrer aqui mesmo. Suponhamos que seja verdade. Deve, então, passar pela segunda peneira: a BONDADE. O que você vai contar é uma coisa boa? Ajuda a construir ou destruir o caminho, a fama do próximo? Se o que você quer contar é verdade e é coisa boa, deverá passar ainda pela terceira peneira: a NECESSIDADE. Convém contar? Resolve alguma coisa? Ajuda a comunidade? Pode melhorar o planeta? Arremata Sócrates: - Se passou pelas três peneiras, conte !!! Tanto eu, como você e seu irmão iremos nos beneficiar. Caso contrário, esqueça e enterre tudo. Será uma fofoca a menos para envenenar o ambiente e fomentar a discórdia entre irmãos, colegas do planeta. Enfª Débora R. Marcinichen COREN/SC 148763
  • 11. EQUIPE CIRÚRGICA •Cirurgião •Cirurgião auxiliar •Circulante de •Instrumentadora corredor •Anestesista •Profissionais da •Circulante de sala URPA •Administrativo •CME •Zeladoria Enfª Débora R. Marcinichen COREN/SC 148763
  • 12. Dúvidas ou sugestões? Enfª Débora R. Marcinichen COREN/SC 148763
  • 13. REFLEXÃO QUEM ESTÁ CONVICTO DA VERDADE NÃO PRECISA ESCUTAR. POR QUE ESCUTAR? SOMENTE PRESTAM ATENÇÃO NAS OPINIÔES DOS OUTROS, DIFERENTES DAS PRÓPRIAS, AQUELES QUE NÃO ESTÃO CONVICTOS DE SER POSSUIDORES DA VERDADE. QUEM NÃO ESTÁ CONVICTO ESTÁ A PONTO DE ESCUTAR – É UM PERMANENTE APRENDIZ. ALVES ( 1999 ) Enfª Débora R. Marcinichen COREN/SC 148763