Prof. Douglas Manoel
Universidade de São Paulo
Pós Graduação - Uniasselvi
E-mail: douglasneuro@gmail.com
 Vigotski, em suas pesquisas,
também se preocupou com o
desenvolvimento da escrita na
criança. Para ele a escrita tem
que...
A escrita é constituída por um
sistema simbólico
culturalmente elaborado que
exige da criança o
desenvolvimento das funçõ...
 “[...] através de uma linguagem de sons – a fala –, a
criança já atingiu um estágio bastante elevado de
abstração em rel...
 “A situação de linguagem falada cria a cada
minuto a motivação de cada nova reflexão
da fala, da conversa, do diálogo.” ...
 A criança quando vai à escola já tem amplo domínio da
fala para expressar-se de forma organizada, mas ainda
não sabe com...
 A língua escrita – produto e
instrumento da prática social - muda
profundamente os modos de
funcionamento da percepção, ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula de psicologia da escrita

274 visualizações

Publicada em

breve observação sobre a psicologia da escrita

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Aula de psicologia da escrita

  1. 1. Prof. Douglas Manoel Universidade de São Paulo Pós Graduação - Uniasselvi E-mail: douglasneuro@gmail.com
  2. 2.  Vigotski, em suas pesquisas, também se preocupou com o desenvolvimento da escrita na criança. Para ele a escrita tem que ser ensinada e é na escola que esse ensino deve ocorrer:
  3. 3. A escrita é constituída por um sistema simbólico culturalmente elaborado que exige da criança o desenvolvimento das funções psicológicas superiores, especificamente a abstração;
  4. 4.  “[...] através de uma linguagem de sons – a fala –, a criança já atingiu um estágio bastante elevado de abstração em relação ao mundo material”;  A criança, para a aprendizagem da escrita, “[...] deve abstrair o aspecto sensorial da sua própria fala e passar a uma linguagem abstrata, que não usa palavras mas representações de palavras” (Vigotski, 2009, p. 312).
  5. 5.  “A situação de linguagem falada cria a cada minuto a motivação de cada nova reflexão da fala, da conversa, do diálogo.” (p. 315)  “Na linguagem escrita nós mesmos somos forçados a criar a situação, ou melhor a representá-la no pensamento”. (p. 315)
  6. 6.  A criança quando vai à escola já tem amplo domínio da fala para expressar-se de forma organizada, mas ainda não sabe como isso pode se organizar na escrita;  Cabe à escola intervir e ajudar nesse processo em que a criança e o professor atuam com vistas à efetiva elaboração interpessoal da aprendizagem por meio da apresentação ordenada do conteúdo por parte do professor e por intermédio da atividade das crianças apropriando-se da leitura e da escrita.  Neste sentido, as crianças e o conteúdo a ser aprendido devem ser colocados em mútua relação através da mediação docente;
  7. 7.  A língua escrita – produto e instrumento da prática social - muda profundamente os modos de funcionamento da percepção, da memória e do pensamento, assim, ao apropriar-se da língua escrita a criança se apropria das técnicas e conhecimentos oferecidas por sua cultura.

×