GLEICE PEREIRA PATRICIA PACHECO DE BARROSMORGANA CARNEIRO DE ANDRADE REPOSITÓRIOS INSTITUCIONAIS:EM BUSCA DO AUTOARQUIVAME...
Dezembro 2010 – implantação
REPOSITÓRIO INSTITUCIONALConjunto de serviços que uma universidadeoferece aos membros de sua comunidade parao gerenciament...
AUTOARQUIVAMENTOÉ uma atividade complementar em que o autor,   após publicar o seu artigo em periódicos ou outro tipo de p...
DESAFIOSDesconhecimentoDuplicação de trabalhoDificuldade em identificar as informações dosdocumentosDificuldade em identif...
PROJETO DE EXTENSÃOElaborar workflowCapacitar os usuários para o autoarquivamentoConfeccionar manual
METODOLOGIAIdentificação dos alunosSeleçãoElaboração do manual (consulta no siteScielo/submissão de documentos)Treinamento...
Clique em artigo em PDF       Clique em Como citar este                                                                  p...
Quando estiver preenchendo oitem Licença Creative Commonsno Repositório, verifique nesteícone o tipo de licença que foiuti...
Informe os autores na ordem                   em que aparecem listados no                   artigo (de acordo com as regra...
Nãopreencher.Informe otermoautorizadolocalizadono catálogode assuntodaBibliotecaNacional(BN).Informe otermocorrelatolocali...
AMOSTRADepósito de 120 artigos com Licença CreativeCommons40 alunos divididos em dois grupos:Grupo 1 – acompanhado pelo pr...
RESULTADOSo grupo 1 - dificuldades: preenchimento dosmetadados (autor / título); identificação dosdescritores; e identific...
Metadados dostítulos - nãopadronizados     Falta de     padronização de     acordo com as     normas da ABNT     NBR6023
Identificação daspalavras-chaveautorizadas nosvocabulárioscontrolados.
CONCLUSÃOoferecer treinamento para a comunidade,principalmente no sentido de habilitarpessoas como elemento multiplicadorp...
REFERENCIASCROW, R. Sparc. Institutional repository checklist & resource guide.Washington: SPARC, 2002.FERREIRA, M.; BAPTI...
Gleice Pereiragleiceufes@gmail.comPatricia Pacheco de Barrospatricia.barros@ufes.brMorgana Carneiro de Andrademorganaandra...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Repositórios institucionais: em busca do autoarquivamento

455 visualizações

Publicada em

Repositórios institucionais: em busca do autoarquivamento. - Gleice Pereira, Patricia Pacheco Barros, Morgana Carneiro Andrade

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
455
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Repositórios institucionais: em busca do autoarquivamento

  1. 1. GLEICE PEREIRA PATRICIA PACHECO DE BARROSMORGANA CARNEIRO DE ANDRADE REPOSITÓRIOS INSTITUCIONAIS:EM BUSCA DO AUTOARQUIVAMENTO LISBOA 2012
  2. 2. Dezembro 2010 – implantação
  3. 3. REPOSITÓRIO INSTITUCIONALConjunto de serviços que uma universidadeoferece aos membros de sua comunidade parao gerenciamento e disseminação dos materiais digitais gerados pela instituição e seus membros (CROW, 2009, p. 2)
  4. 4. AUTOARQUIVAMENTOÉ uma atividade complementar em que o autor, após publicar o seu artigo em periódicos ou outro tipo de produção científica contemplado pelo sistema, autoarquiva uma cópia no Repositório Institucional (RI) (SWAN, 2005)
  5. 5. DESAFIOSDesconhecimentoDuplicação de trabalhoDificuldade em identificar as informações dosdocumentosDificuldade em identificar os descritores deassunto
  6. 6. PROJETO DE EXTENSÃOElaborar workflowCapacitar os usuários para o autoarquivamentoConfeccionar manual
  7. 7. METODOLOGIAIdentificação dos alunosSeleçãoElaboração do manual (consulta no siteScielo/submissão de documentos)Treinamento coletivo dos alunosDepósito dos artigos
  8. 8. Clique em artigo em PDF Clique em Como citar este para baixar o arquivo com artigo, em seguida, copie a o artigo. Salve o arquivo referência no Formato com o nome sugerido (não Documento Eletrônico mude o nome do arquivo). (ABNT) e cole no campo Referência no Repositório. Isso não quer dizer que a referência esteja certa, é necessário realizar algumas correções. Não é necessário incluir o número do ISSN e do DOI na referência. Se após consultar o nome dos autores no Catálogo de Autoridades da Biblioteca Nacional (BN), não localizar os autores, clique em Curriculum ScienTI para verificar o nome completo dos autores. Insira noNo Repositório, no metadado Autor, inserir os autores na ordem em que são repositório somente oslistados no artigo. Diferente da regra do AACR2 que diz para inserir somente nomes autorizados na BNaté 3 autores, no Repositório, é necessário informar todos os autores. ou o nome completo.
  9. 9. Quando estiver preenchendo oitem Licença Creative Commonsno Repositório, verifique nesteícone o tipo de licença que foiutilizada pelo autor (es), paramarcar a opção correta noRepositório.OBS: Consultar o Manual paraautores – Licença CreativeCommons.
  10. 10. Informe os autores na ordem em que aparecem listados no artigo (de acordo com as regras de catalogação). Caso exista mais de um autor, clique no ícone Adicionar mais, para inserir mais campos.Informe aqui otítulo principaldo artigo, e emoutros títulos,informe ostítulostraduzidos emoutro idioma.Não preencher.Estesmetadados sãoutilizadossomente paradissertações eteses.
  11. 11. Nãopreencher.Informe otermoautorizadolocalizadono catálogode assuntodaBibliotecaNacional(BN).Informe otermocorrelatolocalizadotambém naBN.
  12. 12. AMOSTRADepósito de 120 artigos com Licença CreativeCommons40 alunos divididos em dois grupos:Grupo 1 – acompanhado pelo professor noprocesso de submissão.Grupo 2 – utilizou manual contendoorientações para o autoarquivamento (versãoteste), juntamente com a orientação de um dosprofessores.
  13. 13. RESULTADOSo grupo 1 - dificuldades: preenchimento dosmetadados (autor / título); identificação dosdescritores; e identificação do tipo depermissão da licença Creative Commonso grupo 2 - melhor desempenho na descriçãodos metadadosDificuldade na elaboração correta dasreferências e na identificação das palavras-chave.
  14. 14. Metadados dostítulos - nãopadronizados Falta de padronização de acordo com as normas da ABNT NBR6023
  15. 15. Identificação daspalavras-chaveautorizadas nosvocabulárioscontrolados.
  16. 16. CONCLUSÃOoferecer treinamento para a comunidade,principalmente no sentido de habilitarpessoas como elemento multiplicadorpropiciar instrumentos/elementos darepresentação temáticadisponibilizar manual passo a passo emecanismos para tirar dúvidas, comoFAQs/Web 2.0 (blogs, Wikis, MsN)incentivar a participação dosprofessores/alunos do Departamento deBiblioteconomia
  17. 17. REFERENCIASCROW, R. Sparc. Institutional repository checklist & resource guide.Washington: SPARC, 2002.FERREIRA, M.; BAPTISTA, A. A. The use of taxonomies as a way toachieve interoperability and improved resource discovery in DSpace-basedrepositories. In: RAMALHO, J.C.; SIMÕES, A.; LOPES, J.C. (Ed.). XATA2005 : XML : aplicações e tecnologias associadas. Actas da III ConferênciaNacional, Braga, 2005. Disponível em:<http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/873/1/paper-25.pdf>.Acesso em: 3 jun. 2011.LEITE, F. C. L. Como gerenciar e ampliar a visibilidade da informaçãocientífica brasileira: repositórios institucionais de acesso aberto. Brasília:Ibict, 2009.LYNCH, C. A. Institutional repositories: essential infrastructure forscholarship in the digital age. ARL Bimonthly Report, Washington, n. 226,2003. Disponível em:<http://www.arl.org/resources/pubs/br/br226/br226ir~prints.html>. Acessoem: 17 dez. 2008.SWAN, A. Open access self-archiving: an introduction. 2005. Disponívelem: <http://www.openscholarship.org/upload/docs/application/pdf/2009-01/open_access_ self-archiving_-_an_introduction.pdf>. Acesso em: 2 dez.2010.
  18. 18. Gleice Pereiragleiceufes@gmail.comPatricia Pacheco de Barrospatricia.barros@ufes.brMorgana Carneiro de Andrademorganaandrade@gmail.com

×