O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

GH - EM PACIENTES ADULTOS COM DEFICIT

34 visualizações

Publicada em

Aos 50 anos o declínio se mostra significativo e é uma época em que ocorre uma diminuição de quase todos os hormônios hipotalâmicos de forma importante.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

GH - EM PACIENTES ADULTOS COM DEFICIT

  1. 1. ATÉ MUITO RECENTEMENTE, O MANEJO DE CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA DE HORMÔNIO DE CRESCIMENTO (GHD) HAVIA FOCADO NO USO DE TERAPIA RECOMBINANTE DE GH HUMANO (RHGH) PARA NORMALIZAR A ALTURA FINAL DO ADULTO. NO ENTANTO, A PESQUISA NAS ÚLTIMAS DUAS DÉCADAS QUE DEMONSTROU DÉFICITS NA SAÚDE ÓSSEA E NA FUNÇÃO CARDÍACA, BEM COMO A QUALIDADE DE VIDA PREJUDICADA EM ADULTOS COM DGH NA INFÂNCIA. MAS ESTUDOS BEM RECENTES CONSIDERANDO O DECAIMENTO DO GH – HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NATURAL EM ADULTOS NORMAIS DURANTE A FASE EVOLUTIVA DA IDADE, TEM DEMONSTRADO INÚMEROS BENEFÍCIOS ATRAVÉS DA REPOSIÇÃO ATÉ ENTÃO POUCO CONSIDERADA DE GRANDE IMPORTÂNCIA PARA SUA QUALIDADE DE VIDA DE FORMA SIGNIFICATIVA. FISIOLOGIA– ENDOCRINOLOGIA–NEUROCIÊNCIA-ENDÓCRINA (NEUROENDOCRINOLOGIA)–GENÉTICA–ENDÓCRINO-PEDIATRIA (SUBDIVISÃO DA ENDOCRINOLOGIA): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. Pacientes com decaimento de GH – Hormônio de crescimento com o passar dos anos apresentará fatores complexos e sutis e é claro com deficiência de GH que apresentam uma expressão clínica semelhante e respondem de maneira similar à reposição de GH. O decaimento natural em pacientes com a evolução da idade após a fase de crescimento é irreversivel como todos os hormônios do ser humano, entretanto a ciência tem demonstrado que é possivel simular normalidade com a reposição Bioidentica (semelhante ao produzido pelo próprio organismo) e com isso causar uma correção de situações importantes e inacreditaveis. Para se ter uma idéia o neonato ou recém-nascido, apresenta um valor inicial de produção de GH – hormônio de crescimento de aproximadamente 2.000 UI, com uma diminuição mesmo durante a fase de crescimento na ordem de aproximadamente 30% por volta do início da puberdade.
  2. 2. Esses valores continuarão a decair chegando a aproximadamente 40 a 45%, quando finda a puberdade e adentra na fase adulta. Quando chegamos aos 30 anos de idade há mais um decaimento de aproximadamente mais 10 a 15% do valor inicial. Aos 50 anos o declinio se mostra significativo e é uma época em que ocorre uma diminuição de quase todos os hormonios hipotalamicos de forma importante. Aos 60 anos os valores rodeiam as 300 UI e o declinio embora menor, pode chegar próximo a exaustão e dai para frente a coisa fica realmente séria com a grande maioria dos hormônios produzidos pelos humanos. Mas não precisa ser necessáriamente dessa forma, vista que muitas mulheres já começam a repor hormônios como por exemplo os hormonios sexuais bioidenticos que hoje sabemos que o custo benefício saúde pendem a imensa melhora de vida, mas não evita necessariamento os efeitos colaterais dessa situação inexoravel para a humanidade. Então porque se limitar apenas a reposição da menopausa ou andropausa, se todos os hormonios são responsaveis pelo envelhecimento organico da humanidade. Para saber mais acesse: https://vanderhaagenclinic.wordpress.com/2019/05/07/gh-hormonio-de-crescimento-suas- aplicacoes-em-pacientes-adultos-com-deficit-um-medicamento-com-resultados- extraordinarios/

×